Webinar "Reduzindo Perdas No Canal Farma" - 18 set 2014

  • Published on
    01-Jul-2015

  • View
    981

  • Download
    1

DESCRIPTION

Webinar gratuito Reduzindo Perdas no Canal Farma. Anderson Ozawa, fundador do Blog Preveno de Perdas Brasil e Adriano Sambugaro, Diretor de Marketing da Gunnebo Gateway Brasil, falaro sobre esta rea to importante para o varejo que a Preveno de Perdas.

Transcript

  • 1. Conceito de PerdasPERDA tudo qualquer efeito quereduza de formadireta ou indireta olucro da empresa.

2. Ilustrao original emSlideshare.com/gunnebobrasilFonte: Ibevar / Provar / Nielsen 3. PrincpioQuebrasContbeisPerdas deInventrios o resultado dos produtos que desaparecem da loja e ningum sabe o motivo real.QuebrasOperacionais Furto Interno Furto Externo Fornecedores Erros administrativos Gerenciamento de estoque Procedimentos / Equipamentos Quebras ocasionada pelo consumidor/colaborador Qualidade do produto Compras Erradas Gesto Ineficiente de Categorias Reduo de Custos da Indstria o que se perde com os produtos identificados que no mais podem ser comercializados.Diferena entre oestoque fsico e oregistrado nosistema 4. Pentgonode perdasPESSOASPROCESSOSINFORMAOINDICADORESTECNOLOGIA 5. CULTURA MEDIO REGISTRO TECNOLOGIA PESSOAS RECEBIMENTO PREVENO OLHO NOCHECKOUTAUDITORIA RECONHECI-MENTO10 passos para Preveno de Perdas 6. CULTURAImplante uma rea de preveno deperdas e cure-se da MIOPIAESTRATGICA. Controlar suas perdas uma questo de sobrevivncia. E vocdeve ter algum para olhar seu negciocom seus olhos e manter a cultura dedisciplina de processos e melhoraconstante de performance.Prevenode perdas estratgia 7. CULTURAPrevenode perdas estratgiaQuem est com os ps nopassado, v preveno deperdas como DESPESA. Quemquer sobreviver no futuro, vpreveno de perdas comoINVESTIMENTO. 8. CULTURAPrevenode perdas estratgiaPreveno de Perdas deve estarno DNA da empresa, sendoparte integrante da suaCULTURA EMPRESARIAL. 9. CULTURA MEDIOMedirde formacorretasuasperdas O INVENTRIO para perdas noidentificadas e PROCESSOS DEBAIXA DE ESTOQUE paraprodutos vencidos e avariadosso as formas de medircorretamente as perdas da suaempresa. Sem indicadores, noexiste ao. 10. 1. Faa inventrios rotativos, contemplando um grupo deitens: curva ABC de perdas de inventrio, itens deEstoque Virtual e outros escolha. Desta forma, oacompanhamento das aes mais efetivo e se fornecessrio mudar o rumo, dar tempo. 11. 2. Produtos vencidos e avariados devem ser retirados darea de vendas, separados e enviados para o CD. Dessaforma, aqueles que tm polticas de devoluo, poderoser tratados e negociados, recuperando parte da perdapara a Empresa. 12. MEDIO REGISTROEscreverseusprocessosSaia da informalidade. Escreva seusprocessos, crie normas e procedimentosoperacionais padres POPs, para quetodos os colaboradores, em qualquerlocal, saibam como devem ser feitas ascoisas. Ter padro, gera DISCIPLINA DEPROCESSOS, que gera melhor execuo,que gera maior performance, que gerareduo das perdas, que gera LUCRO. 13. Faa um mapeamento dos processos macro eescolha aqueles que representam maior risco.Geralmente os processos de recebimento demercadorias, operaes de caixa e inventrios socrticos. 14. REGISTRO TECNOLOGIAUsar atecnologia favordo seunegcio PROTEJA SEUS ATIVOS - produtos,pessoas, patrimnio, informaes, etc.Esto disposio no mercado vriasopes tecnolgicas para sua loja:antenas antifurto, CFTV tecnologia IP,monitoramento de caixa, contadoresde fluxo, alarmes perimetrais, etc. 15. REGISTRO TECNOLOGIAUsar atecnologia favordo seunegcio TECNOLOGIA INVESTIMENTO,pois d velocidade, agilidade,segurana e incrementa onegcio. Permite uma visodiferenciada para a gestoestratgica. 16. 1. Proteja os produtos de maior perda, de acordo com seuresultado de inventrio, separando entre medicamentose perfumaria. Geralmente, protetores e bronzeadoressolares, desodorantes, medicamentos de disfuno ertil,inibidores de apetite, so os mais visados. 17. 2. Implantar o CFTV nas lojas, alm da gesto de segurana,tambm auxilia na gesto de Operaes, onde, distncia atravs de computador, tablet ou celular, possvel acompanhar as movimentaes, aespromocionais, etc. 18. TECNOLOGIA PESSOASCapacitarsuaequipeconstan-tementeSabe um dos segredos das empresasvencedoras? Seus colaboradorestm horas e horas de treinamentopor ano. CAPACITAO tambm investimento. Com processosescritos, capacite as pessoas da suaempresa, para melhorar cada vezmais a execuo dos processos. 19. PESSOAS RECEBIMENTORecebamerca-doriasda melhorforma A entrada de mercadorias umdos pontos de maior risco novarejo. Voc deve implantar umCONTROLE de confernciaamostral dos volumes recebidose tratar o recebimento deprodutos de alto risco. 20. PESSOAS RECEBIMENTOImplantar uma poltica de shelf life fundamental, para controlar aqualidade dos vencimentosrecebidos. No tenha medo derecusar uma entrega fora da polticaque voc mesmo implantou.Pratique sempre o Primeiro queVence o Primeiro que Sai PVPS.Recebamerca-doriasda melhorforma 21. De acordo com seu resultado de inventrio, faa aconferncia amostral. Abra as caixas e conte item aitem, conferindo com a nota fiscal. Confira tambm avalidade do produto recebido. 22. RECEBIMENTO PREVENOMantenhaatendi-mentopreventivona rea devendasTodos devem ser atendidos na rea devendas. Se for um cliente, ele saberque sua empresa tem uma poltica deatendimento. Se for um furtante, elesaber que sua empresa tem umaPOLTICA DE ATENDIMENTOPREVENTIVO. E desistir do furto. 23. PREVENO OLHO NOCHECKOUTMonitoresuasoperaesde caixaSo nos check outs caixas queocorrem grande parte das perdas.OPERAES DE RISCO comocancelamentos de vendas em dinheiro,cancelamentos de item, etc, soutilizados de maneira fraudulenta,lesando o bolso do varejista. 24. PREVENO OLHO NOCHECKOUTMonitoresuasoperaesde caixaTenha uma poltica de gesto destasoperaes bem definida e adote umaTECNOLOGIA para monitorar asinformaes dos cupons de venda,juntamente com a gravao dasimagens da operao. 25. Monitoramento de fraudes Monitoramento de produtividade Ferramenta de Auditoria Alavancagem de VendaMonitoramento dasoperaes de caixa 26. OLHO NOCHECKOUTAUDITORIAAuditesuasoperaesEm Deus nos confiamos, os demaisns auditamos. Processos escritos,colaboradores capacitados, o passoagora manter um programacontnuo de auditoria dosprocessos, garantindo a melhorexecuo, e consequentemente, umCONTROLE sobre as aes daspessoas. 27. OLHO NOCHECKOUTAUDITORIAAuditesuasoperaesEstabelea um cronograma deauditoria nas unidades, de acordocom o risco, identifique as noconformidades, oriente os gestorese avalie qualitativamente a gesto. 28. A preveno de perdas tem um olhar diferente sobreo negcio. Com uma viso de riscos, consegueestabelecer probabilidade e impacto. Tenha sempreum olhar multidimensional sobre a operao. 29. AUDITORIA RECONHECI-MENTOReconheaosmelhoresEstabelea uma POLTICA DEPREMIAO por reduo e controledas perdas, reconhecendo epremiando os melhores. Faa um cafda manh, publique fotos no jornalinterno, pague premiaes emdinheiro ou produtos. importanteincentivar e sobretudo, manter viva acultura de preveno de perdas naempresa. 30. CULTURA MEDIO REGISTRO TECNOLOGIA PESSOAS RECEBIMENTO PREVENO OLHO NOCHECKOUTAUDITORIA RECONHECI-MENTO10 passos para Preveno de Perdas 31. Resultados obtidosReduo das PerdasAumento dos LucrosAUMENTO DO CAPITAL DE GIROMAIS COMPETITIVOMAIOR GOVERNANA CORPORATIVACAPACIDADE DE PRATICAR PREOSMELHORESMELHOR CLIMA ORGANIZACIONALEFICINCIA OPERACIONALAMBIENTE TICO 32. Vantagem CompetitivaCUSTO DOPRODUTOPERDAS MARGEMPREO DE VENDACUSTO DOPRODUTOPERDAS MARGEMPREO DE VENDAVANTAGEM 33. ACESSE O BLOG:www.gateway-security.com.br/blog 34. Muito obrigado!Anderson A. OzawaDiretor GeralCRA-SP 74775 - IIA Brasil 1702723(11) 9-8816-3006 / (11) 9-9965-7595anderson@aozawaconsultoria.comwww.aozawaconsultoria.comwww.prevencaodeperdasbrasil.comPROPRIEDADE E CONFIDENCIALIDADEwww.gateway-security.com.br(11) 3732-6628 Material de propriedade de AOZAWA CONSULTORIA. A reproduo de qualquer parte deste material, em qualquer formato eletrnico ou material, deve ser autorizada pela AOZAWA CONSULTORIA. Este material contm informaes confidenciais, e proibida a sua divulgao em pblico ou para pessoas no autorizadas pela AOZAWA CONSULTORIA.