Riscos ocupacionais no processo de soldagem solda eletrica

  • Published on
    14-Jun-2015

  • View
    17.098

  • Download
    2

Transcript

  • 1. Riscos Ocupacionais no processo de soldagem Existem muitos fatores de riscos de sade no processo de soldagem. Geralmente tais fatores podem ser classificados em 2 categorias: fator fsico e fator qumico. O fator fsico inclui os raios ultravioletas, raios infravermelhos e etc. gerados pelo raio do arco sob alta temperatura. O segundo fator composto por vrias composies de slidos areo da solda, incluindo vrios metais, tais como, ferro, mangans, alumnio, cromo, chumbo, nquel, elementos radioativos e etc., que esto no estado slido; e xido de mangans, fluoreto de hidrognio, xido de nitrognio e outros, que esto no estado gasoso. Alm do mais, existem outros fatores sutis que no so fceis de identificar, tais como alta temperatura, vibrao e rudos. O slido areo de solda cuja atividade biolgica evidentemente mais alta que as outras partculas possui uma dispersibilidade extremamente alta. As composies de slido areo de solda variam de acordo com eletrodos e diferentes mtodos de soldagem, como resultado, a atividade biolgica diferente tambm [2]; alm do mais, a atividade biolgica est relacionada com a propriedade dissolvente e a frescura da fumaa de solda. Principais danos causados pela soldagem Pneumoconiose e disfuno pulmonar causada em operrios. Durante o arco de solda, o fio-ncleo do eletrodo, revestimento do eletrodo e metal parente so derretidos, evaporados, oxidados e aglutinados sob alta temperatura do arco eltrico, assim geram grande quantidade de fumaa que contm xidos de metal e outros materiais que causam pneumoconiose para operrios de solda se inalados por longo-tempo. Geralmente, a doena de pneumoconiose ocorre em ambiente de trabalho sufocado e com falta de ventilao, a idade mdia de incidncia da doena aproximadamente 18 anos. Teste da Funo de Ventilao Pulmonria aponta que a fumaa de solda pode causar certo grau de dano na funo pulmonar e a evidente recada nos ndices de FVC, FEV1. 0, FEV1.0%, MMF, V50, V25, PEFR, bem como outros parmetros de funo pulmonar; Ao mesmo tempo, o hbito do fumo e a exposio a fumaa de solda podem causar efeito sinrgico na funo pulmonar dos operrios de solda; o dano na funo pulmonar agrava com o avano da idade no trabalho em relao a tempo de exposio a fumaa de solda.[5] Intoxicao de mangans Peas de solda e eletrodos contm certo grau de mangans. Geralmente, a proporo

2. de mangans no fio ncleo bem baixa, aproximadamente 0,3% ~ 0,6%. Porm, para aumentar a resistncia mecnica, resistncia ao desgaste e a corroso, a proporo de mangans pode aumentar at 23%. A exposio fumaa de mangans por longo perodo em ambiente com falta de ventilao, tais como, cabina de navio, caldeira ou recipiente fechado, pode resultar em manganismo que pode ser diagnosticado pelo aumento de proporo de mangans em soro sangneo e na urina, ao mesmo tempo o paciente pode apresentar disfuno no comportamento do nervo. Alm do mais, a concentrao de mangans nos cabelos tambm serve como parmetro de diagnose na fase inicial de manganismo. Febre de fumaa de solda A febre de fumaa de solda, tambm chamada febre de soldador, uma doena sistmica com sintomas de febre sbita e aumento de glbulos brancos perifricos, que pertence ao tipo de febre de fumaa de metal, cuja causa da doena devido a inalao de xido de metal. Ao se expor a fumaa de xido de metal, o efeito da doena manifesta-se 6-12 horas depois, com sintomas de vertigem, sensao de fraqueza, sensao de aperto no peito, dispnia e dores nos msculos e juntas. Depois disso, o paciente tem febre e leucocitose, em casos mais caso graves, sente frio e treme. Efeitos sobre sistema nervoso Vrios estudos apontam que processo de solda est ligado com danos no sistema nervoso causado por contato ocupacional, que afeta as funes humanas de processamento de informaes, tais como recordao, anlise, posicionamento e outras, manifestando em disfunes neurofisiolgica, neuropsicolgica e neuro- etolgica. Isso est intimamente relacionado com mangans, alumnio e chumbo contidos em fumaa de solda. O teste de WHO.NCTB demonstra que o total de nota sobre funo de comportamento est em proporo inversa com a concentrao de mangans na urina, ou seja, a mutao em funo neuro-etolgica pode servir como um dos parmetros na fase inicial de diagnose em preveno de manganismo. Segundo os estudos realizados, a nota total de comportamento do grupo de soldadores foi relatada mais alta que o grupo de comparao. Na opinio do autor, isso pode ser resultado de efeitos dos estados fsicos dos soldadores e efeitos de treinamentos nas tcnicas relacionadas a trabalho. No entanto, tambm foi relatado o efeito de soldagem nas funes reguladoras de nervo parassimptico de soldadores. Ademais, a idade de caso de sndrome de Parkinson no grupo de soldadores menor que o grupo de comparao (46 anos na mdia do grupo de soldadores, 63 anos na mdia do grupo de comparao), isso indica que soldagem um dos riscos de Sndrome de Parkinson. Efeitos sobre olhos e peles Ferimentos de raios de ultravioleta e infravermelho nos olhos e pele fazem parte de ferimentos ocupacionais durante a solda. Freqentemente, h relatos sobre o aumento de sintomas de doena oftalmolgica entre soldadores, que se manifestam por oftalmia eltrica, blefaritis crnica, conjuntivite, catarata, etc., especialmente blefaritis crnica e conjuntivite, cujas incidncias aumentam cada vez mais conforme o avano de idade no trabalho. Ao se expor excessivamente ao raio ultravioleta, o soldador est susceptvel a fotoqueratitis o ferimento principal causado, enquanto a catarata est 3. devido ao expor a raio infravermelho. Segundo um estudo recm realizado no exterior, a exposio excessiva a raios ultravioleta aumenta o risco de cncer cutneo no melanoma e outras doenas crnicas, das quais, melanoma maligno ocular e etc. Efeitos sobre sistema genital Devido ao fato dos resultados de toxicidade reprodutiva ocupar um grande papel, uma srie de estudos sobre toxicidade reprodutiva no processo de solda foi realizada no campo internacional de medicina nos ltimos 10 anos, seu foco principal est mais voltado para qualidade de smen de soldador, resultados reprodutivos de soldadoras e mecanismos relativos. Os estudos apontam que as morbidades, tais como, aumento em volume menstrual, encurtamento de crculo menstrual, prolongamento de hemorragia menstrual, aumento de leucorrhea, aborto espontneo, nascimento prematuro e menalgia entre as soldadoras so mais elevadas que o grupo de comparao. Entre os soldadores masculinos que sofrem de manganismo, seu smen apresenta uma cor uniforme cinza, com valor de pH normal, enquanto o tempo mdio da liquefao de smen mais longo que o do grupo de comparao. Os resultados de anlise indicam que os soldadores masculinos que sofrem de manganismo tem ndices de volume mdio de smen por cada ejaculao, nmero total de esperma, taxa de esperma sobrevivente e taxa de esperma mvil reduzidos em comparao com os do grupo semelhante, enquanto a taxa de aberrao de esperma evidentemente mais alta no grupo de soldadores. Isso conclui que mangans pode afetar o sistema espermatognico dos soldadores masculinos por interferir diretamente no processo de amadurecimento do espermatozide, matando espermazides e causando mutao na qualidade de smen por conseqncia.. No campo de medicina, tambm foram relatados casos de desordem em segregao de hormnio sexual e decadncia da qualidade de smen, contudo, isso no afetar a proporo de nascimento de sexo masculino ou feminino dos filhos dos soldadores. Efeitos em enzimas e nvel de anticorpos no corpo humano Nos anos recentes, tem havido muitas reportagens de estudo que indicam o efeito da soldagem sobre enzimas e nvel de anticorpos nos corpos de soldadores. Nesses estudos indicam que o total de superxido dismutase (T-SOD) e glutationa peroxidase (GSH-Px) no soro sanguneo est evidentemente reduzindo, enquanto o nvel de malodialdide (MDA) aumenta evidentemente, porem no h relao de dosagem- efeito entre eles. Sob o estado de estresse oxidativo, demonstra baixo desempenho na capacidade antioxidante dos soldadores, que por outro lado indica danos nas biomembranas. Para entender bem o efeito de fumaa da solda sobre o teor de imunoglobulina no corpo humano, foi realizada a imunodifuso em Agar de forma unidirecional para de detectar a proporo de IgG, IgA e IgM entre o grupo de soldadores e o grupo de comparao. Os resultados em comparao mostram as propores de IgG e IgA no grupo de soldadores esto mais altas que o grupo de comparao e a diferena de teor de IgG e IgA no grupo de soldadores tem uma significao estatstica elevada (P>0,001); Em comparao com o teor de IgM entre os grupos, a significao estatstica de P>0,05; alm do mais, o nvel de mangans em urina est relacionado com IgA e IgG, com coeficientes correlacionais de 0,982 e 0,991 [24] respectivamente, indicando que fumaa de solda tenha efeito sobre teor de 4. imunoglobulinas humanas. Protena de estresse trmico (HSPS) uma srie de protena de alta conservao, que consegue realizar mais processo de snteses sob estado severo do que no estado normal. No seu estado fisiolgico, esse tipo de protena essencial para a sobrevivncia de clula, pois o aumento do nvel de HSPs sob estado severo tambm pode aumentar a tolerncia de ferimentos e a capacidade celular em resistir a estresse. Dessa forma, ele capaz de proteger clulas ragiocrinas dos fatores adversos, sendo essencial para manter a homeostasia corporal. Foi realizado o teste de ELISA para detectar anticorpos anti-hsp 65 no plasma sanguneo de soldadores. O resultado mostra que o nvel de anticorpo no plasma sanguneo do grupo de soldadores maior que o grupo de comparao (P>0,05); a taxa de abnormalidade de 26,1%; por isso, considerado que fumaa de solda, atuando como fator estressante, pode induzir a sntese de anticorpos anti-hsp 65 no plasma sanguneo de soldadores. Conseqentemente, o nvel dos anticorpos anti-hsp 65 no plasma sanguneo de soldadores capaz de refletir o nvel de ferimentos causado por fumaa de solda. Efeitos sobre rgos internos Foi utilizado exame ultrasnico do Tipo-B para descobrir os efeitos de solda sobre fgado e bao de soldadores. No modo geral, o resultado mostra que o comprido e grossura do lbulo do fgado esquerdo, dimetro oblquo do lbulo do fgado direito e a grossura de bao so maiores que o grupo de comparao, com uma diferena estaticamente significante. A solda eltrica causa certo grau de danos em fgado e bao de soldadores de forma que os danos aumentam cada vez mais conforme os anos de servio. Alm disso, o risco de tumor endcrino pancretico evidentemente maior que no grupo normal. Efeitos sobre micro-elementos no corpo humano No estudo realizado pela espectroscopia de emisso tica com plasma para detectar os elementos de Mn, Cu, Zn, Fe e Pb no soro sangneo de soldadores, o resultado mostra que os volumes de Mn e Fe no soro sangneo do grupo de soldadores so obviamente mais altos que o grupo de comparao (P0,05); enquanto que Zn e Pb so evidentemente menos que o grupo normal (P

Recommended

View more >