Desenvolvimento de aplicaes para a plataforma google android

  • Published on
    22-Apr-2015

  • View
    3.830

  • Download
    1

DESCRIPTION

Slide da apresentao sobre desenvolvimento de aplicaes para Google Android no ENUCOMP 2011.Durante a apresentao foi desenvolvida uma app android fazendo comunicao com uma aplicao web, desenvolvida com VRaptor, via RestFul. A aplicao era uma biblioteca on line, onde os alunos que tivesse a app android podia reservar e renovar os ttulos do acervo.

Transcript

  • 1. 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 2. Apresentao
    • Cndido Sales
    • Estudante do IFPI;
    • Membro do LIMS;
    • @candidosales
    • [email_address]
    • Lucas Aquiles
    • Estudante do IFPI;
    • @lucas_aquiles
    • [email_address]
    Apresentao 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 3. Introduo a Computao mvel 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 4. Computao Mvel
    • Realizada em dispositivos portteis que sejam capazes de acessar uma rede sem fio.
    • Por usurios mveis (com diferentes velocidades)
    • Acesso informao a qualquer lugar, a qualquer momento
    • Termos relacionados:
    • Computao Pervasiva
    • Computao Ubqua
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 5. Dos Mainsframes computao mvel 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 6. Computao Pervasiva
    • Computao Pervasiva: acesso conveniente a informaes relevantes e a habilidade de realizar aes sobre as mesmas quando e onde for necessrio (IBM).
    • Espalhada por todos os lugares
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 7. Computao Pervasiva
    • Projeto Everywhere Display (IBM)
    • Qualquer superfcie pode se tornar em uma projeo do tipo touch screen
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 8. Computao Ubqua
    • Computao Ubqua:
    • onipresena da informtica no cotidiano das pessoas (Wikipdia)
    • ... tornam-se parte da nossa vida de forma que no os percebemos mais (Mark Weiser)
    • Baseia-se na deteco de gestos, movimentos, fala, movimentao dos olhos...
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 9. Computao Ubqua
    • Ex: Casa do futuro:
      • Sistema automtico de iluminao
      • Sistemas de extino e preveno de incndios
      • Monitoramento de sade dos ocupantes da casa
      • Geladeira que perceba variaes de estoque e validade dos produtos
      • Celular que envia dados de coletados a uma central mdica
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 10. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Computao Ubqua
  • 11. Juntando tudo 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 12. Princpios da Computao Mvel
    • Descentralizao
    • Diversificao
    • Conectividade
    • Simplicidade
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 13. Princpio da Descentralizao
    • Um passo alm da descentralizao dos sistemas distribudos;
    • Uma grande variedade de pequenos dispositivos cooperam estabelecendo uma rede dinmica de relacionamentos;
    • A habilidade de utilizar aplicaes e informaes em dispositivos mveis gera a necessidade de sincronizao de atualizaes de dados com sistemas servidores e outros dispositivos.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 14. Princpio da Diversificao
    • Mesma informao em diferentes modelos
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 15. Princpio da Conectividade
    • Uma grande variedade de tecnologias deve ser atendida:
      • redes celulares, WLANs, Bluetooth, IrDA, WiMax, comunicao via satlite, etc. . .
    • No basta apenas conectar os dispositivos:
      • Troca de dados
      • Descoberta de servios
      • Delegao de tarefas
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 16. Princpio da Simplicidade
    • Computadores de uso geral: configurao complexa
    • Computadores mveis: mais especficos e mais simples em configurao
    • Simples no significa primitivo:
      • telas touch-screen,
      • reconhecimento de escrita,
      • reconhecimento de voz
      • etc
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 17. Requisitos de Aplicao
    • Infra-estrutura:
      • - Cobertura(indoor, outdoor, acesso a alta/baixa velocidade)
      • - Qualidade da comunicao
      • - Confiabilidade e estabilidade da comunicao
      • - Segurana
    • Dispositivo Mvel
      • Forma de interao (grafico, textual, voz)
      • Capacidade de identificar localizao
      • Capacidade de processamento e armazenamento locais
    • Servios Middleware
      • Suporte criptografia e autenticao
      • QoS (Quality of Service)
      • Descoberta e adaptao a novos servios e recursos
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 18. Aceitao das Tecnologias
    • Tempo para atingir 1 milho de usurios:
      • TV preto-banco: 20 anos
      • TV em cores: 9 anos
      • VCR: 8 anos
      • PC: 6 anos
      • Celular: 2 anos e meio
    • Dos 128 milhes de PCs vendidos em 2001, 22% eram laptops e este percentual tem crescido 1 a 2 pontos por ano desde 1999;
    • Acessos Internet por meio de dispositivos mveis ultrapassou os acessos convencionais (PC e Browser) desde meados de 2002.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 19. Algumas aplicaes de computao mvel
    • Ngocios diversos: m-commerce e m-business
      • Acesso Internet por viajantes: transferncia de arquivos, Web, acesso remoto;
      • Comrcio: vendedores ambulantes;
      • Tratamento Mdico emergencial: transmisso do pronturio de/para ambulncia (ou local do acidente);
      • Segurana: consulta e obteno de ficha criminal;
      • Seguradoras: avaliao de sinistro;
      • Servios de resgate: coordenao das atividades de resgate;
      • Aplicaes Militares: coordenao de aes;
      • Gerenciamento de frota e Gerenciamento de bens;
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 20. Servios baseados em localizao
    • Servios de emergncia: usurios entram em contato com uma central (E911) e localizado;
      • Informaes de trfego;
      • Navegao: Como ir do ponto A ao ponto B?
      • Gerenciamento de frota;
      • Gerenciamento de bens;
      • Publicidade sem fio: usurios podem subscrever servios que os notifiquem a respeito de certos produtos quando adentrarem uma dada regio;
      • Servios de busca: restaurantes, postos de gasolina, hotis prximos;
      • Localizao automtica de veculos;
      • Mapas;
      • Informaes de trnsito;
      • Jogos.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 21. Impacto da Computao Mvel
    • Representa um novo paradigma computacional,ampliando os conceitos da computao distribuda
    • reas com diversas implicaes:
    • Redes de Computadores
    • Sistemas Operacionais
    • Banco de Dados
    • Ambientes de Programao
    • etc. . .
    • Mudanas sociais?
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 22. Difuso da Tecnologia celular 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 23. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Difuso da Tecnologia celular
  • 24. Difuso da Tecnologia celular 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 25. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Difuso da Tecnologia celular
  • 26. Difuso da Tecnologia celular 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 27. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Difuso da Tecnologia celular
  • 28. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Difuso da Tecnologia celular
  • 29. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Difuso da Tecnologia celular
  • 30. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Difuso da Tecnologia celular
  • 31. 14/09/11 ENUCOMP - 2011 Difuso da Tecnologia celular
  • 32. Viso Geral III SACIC - 2011 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 33. Roteiro
      • Mundo mobile
      • O que o Android;
      • Open Handset Alliance;
      • Android e os competidores;
      • Por que Linux no Android?;
      • Dalvik Virtual Machine;
      • Instalando as ferramentas do Android;
      • Projeto Meu HelloWord
      • Componentes;
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 34. Mundo mobile
    • Mercado de celulares
    • Usurios querem mais recursos em seus dispositivos
    • Aplicaes mveis no mundo coorporativo
    • Necessidade de plataformas mais modernas para desenvolvimento de aplicaes no auxilio de seus negcios e lucros.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 35. O que Android?
    • Sistema operacional baseado no kernel do Linux;
    • Possui uma implementao da JVM Dalvik;
    • Cdigo aberto e livre;
    • Plataforma flexvel e poderosssima de desenvolvimento
    • Customizavel
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 36. Android e os competidores
    • IPhone
    • JME
    • Symbiam
    • BlackBerry
    • WindowsMobile
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 37. Porque Linux no android?
    • Construda sob o kernel 2.6 do Linux
    • Gerencia memria e processos
    • Abstrao de hardware
    • Usurios no vem o Linux e seus programas no fazem chamas diretas a ele.
    • Suporte a grficos 3D, especificao 1.0 da OpenGL ES, possvel criar jogso com tima qualidade.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 38. Open Handset Alliance
    • Unio entre grandes da telefonia liderados pelo Google (OHA Open Handset Alliance )
    • Definir uma plataforma nica e aberta
    • Plataforma moderna e flexvel para desenvolvimento de aplicaes
    • Fabricantes, Usurios e Desenvolvedores se beneficiam com o grupo
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 39. Dalvik Virtual Machine
    • JVM timizada para execuo de dispositivos mveis Dalvik
    • Bytecodes (arquivo .class) so convertidos em arquivo .dex (Dalvik Executable) Aplicao android compilada
    • Compactao dos arquivos .dex e recursos como imagens em arquivos .apk (Android Package File) Aplicao Final
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 40. Instalando as ferramentas do Android
    • Requisitos
      • Java SDK
      • Android SDK
      • Eclipse IDE
      • Plugin ADT
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 41. Configurao do ambiente
    • Escolher a verso
    • do JDK
    2.Aceite os termos 3.Escolher a verso para seu S.O 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 42. Configurao do ambiente
    • Instalao do JDK no Linux (Ubuntu)
    • Com o comando apt-get :
    • sudo apt-get install openjdk-6-jdk && sudo apt-get install sun-java6-jdk
    • Aps a instalao entre via console e digite: java v
    • A sada deve ser a verso do java instalado.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 43. Instalao do Android SDK 1. no site www.android.com escolher a opo developers 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 44. Instalao do Android SDK 2. Escolha a opo SDK 3. Baixe o android SDK de acordo com o seu S.O A verso atual a 3.2 (para tablet) e 2.3.3 (para smartphone) 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 45. Instalao do Android SDK
    • Localize o arquivo e descompacte-o.
    • No windows basta executar o arquivo SDK Manager.exe localizado na pasta raiz do sdk
    • No linux ou Mac, acesse pelo terminal a pasta raiz do sdk e execute o comando ./tools/android
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 46. Instalao do Android SDK
    • ir aparacer o Android SDK e o AVD ( android vitual device ) Manager.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 47. Instalao do Android SDK V em Available Packages, marque a opo AndroidRepository e clique em Install Selected 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 48. Instalao do Android SDK
    • Uma lista com todos os componentes disponveis, incluindo documentao, plataformas, add-on, bibliotecas ser exibida.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 49. Instalao do Android SDK
    • Caso ocorra algum erro de HTTPS SSL, v em "settings, marque a opo "Force https:// sources to be fetched using http://" e clique em "Save & Apply".
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 50. Instalao do Android SDK
    • Aceite todos e clique em install
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 51.
    • Instalao e Configurao do Eclipse IDE
    1. Acesse o site www.eclipse.org e v na sesso Downlods 2. Escolha a verso do Eclipse IDE for Java Developers 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 52.
    • Instalao e Configurao do Eclipse IDE
    • Faa o download
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 53. Instalao e Configurao do Eclipse IDE
    • Aps o download localize o arquivo , descompacte-o e execute o arquivo eclipse.exe
    • No ubunto apenas eclipse
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 54. Instalao do plugin ADT
    • Inicie o eclipse e v em help , install new software
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 55. Instalao do plugin ADT
    • Clique em add e uma nova janela ir aparecer
    • Em name coloque ADT Plugin e em location adicione https://dl-ssl.google.com/android/eclipse/ e clique em ok
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 56. Instalao do plugin ADT
    • Selecione ADT Plugin na lista de sites, marque a opo Developers Tools e clique em next.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 57. Instalao do plugin ADT
    • Ir aparecer uma lista com todos os item a serem instalados.
    • Clique em "Next" novamente. Na prxima tela, escolha a opo " I accept the the terms of the licence agreements " e clique em 'Finish'.
    • Aps o processo de instao do plugin o Eclipse ir reiniciar.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 58.
    • Instalao do plugin ADT
    • Quando o Eclipse IDE iniciar uma mensagem de erro ir aparecer, porque a IDE no consegue localizar o Android SDK
    • V em Window, Preferences, Android. Clique em 'Browse.., selecione a raiz do SDK e clique em 'OK.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 59. Criando uma ADV
    • Abra o SDK e ADV Manager e em Virtual Devices clique em new
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 60. Criando uma ADV
    • Adicione as informaes como na imagem e clique em Create ADV
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 61. Criando uma ADV
    • Criamos uma ADV com o nome enucomp
    • Que possui o firmeware 2.2 e tambm possui o Secure Digital Card (SD) e o Skin Default Half-VGA HVGA (320 x 480)
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 62. Pronto! Nosso ambiente est pronto para desenvolvimento. 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 63. Projeto Meu HelloWord
    • O plugin ADT vem com uma aplicao HelloWord de exemplo, vamos us-la
    • V em file > Project > new project.
    • V em android > android project e clique em next
    • Em Project Name digite: HelloAndroid
    • No Build Target: Android 2.2
    • Application Name : Hello, Android
    • Package name: br.ifpi.edu.hello
    • Create Activity: Hello
    • E clique em finish
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 64. Projeto Meu HelloWord
    • Um estrutura de diretrios como a mostrada abaixo ser criada
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 65. Projeto Meu HelloWord
    • Para executar clique com o boto direito em cima do projeto e escolha run as > android application
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 66. Projeto Meu HelloWord 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 67. Activity III SACIC - 2011 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 68. Activity
    • Uma tela pode ser criada de duas formas:
    • Em um arquivo XML
    • Direto em um arquivo Java usando a sua API
    • android.app.Activity:
    • Similar classe JFrame do Swing
    • Representa, priori, uma tela da aplicao
    • Composta por vrios componentes representados pela classe andoid.view.View (botes, checkboxes, imagens)
    • Controla a passagem de parmetros para outra tela
    • Define mtodos para tratar eventos dos componentes
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 69. Activity 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 70. View
    • So componentes simples (botes, checkboxes, imagens) ou componentes compostos
      • Atuam como gerenciadores de layout
      • Podem conter vrias views filhas (outro componentes)
    • O arquivo main.xml um arquivo de layout padro
    • Vrios layouts podemser definidos
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 71. Setando a View Principal
    • O mdoto setContentView faz a ligao entre a activity e a view
    • A view passada como parmetro est definida no arquivo main.xml (pode ser mudado)
    • referenciada via o arquivo R.java como uma constante
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 72. A classe R 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 73. AndroidManifest.xml Base da aplicao e semelhante ao web.xml de aplicaes WEB 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 74. AndroidManifest.xml
    • As Activities devem ser definidas no arquivo
    • Para que o usurio possa interagir, pelo menosuma Activity deve ser definida no arquivo
    • A configurao de uma Activity como ponto de partida para a aplicao ilustrada abaixo:
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 75. Criao de interface via Java
    • Pode-se definir uma interface visual via codificao java
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 76. Referenciando componentes
    • Sempre que possvel, atribua um ID aos componentes
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 77. Referenciando componentes
    • Adicionar IDs aos componentes permitem acesso via codificao
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 78. Tratando o clique de um boto
    • Para tratar eventos de um boto, deve-se:
      • Obter o componente pelo ID
      • Instanciar um listener
      • Setar o listener no boto
      • Implementar o mtodo onClick
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 79. Exemplo 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 80. Gerando Logs 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 81. Gerando Logs
    • Usa-se a classe Log e seus mtodos estticos:
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 82. Componentes III SACIC - 2011 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 83. Roteiro
    • ScrollView;
    • MapView;
    • ListView;
    • ImageView;
    • ContextMenu;
    • Autocomplete;
    • Tables;
    • Buttons (ImageButton, GroupButton, Button);
    • CSS;
    • Tratamento de eventos
    • Apresentao de exemplos
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 84. ScrollView
    • A classe android.widget.ScrollView deve ser utilizada para telas que contm muitos elementos e nas quais seja necessrio fazer a rolagem da tela.
      • Exemplo
        • exemplo_scrollview.xml
        • ExemploScrollView
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 85. MapView
    • Para visualizao de mapas;
      • Para utilizar um MapView, basta definir a tag e informar no atributo android:apiKey uma chave de autenticao vlida para o Google Maps.
      • Exemplo
        • Mapview.xml
        • MapaSimplesXML
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 86. ListView
    • Desenha os componentes em uma lista vertical e com barra de rolagem (scroll), se necessrio.
      • Necessita da classe android.app.ListActivity, uma acitivy especial para exibir uma lista de itens na vertical.
      • Exemplo
        • Prtico! Pg. 113
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 87. ImageView
    • Apresenta uma imagem que voc selecionou.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 88. Context Menu
    • Menu contextuado que pode ser utilizado em qualquer momento de sua aplicao.
      • Exemplo
        • Pg 253
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 89. Autocomplete
    • Um recurso muito usado em aplicaes web
    • So campos de texto que podem completar automaticamente o texto que o usurio est digitando.
      • Para usar o AutoCompleteTextView necessrio chamar o mtodo setAdapter(adaptador) e informar sua implementao de ListAdapter.
      • Exemplo
        • Pg 221
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 90. Tabs
    • Conceitos
      • TabHost Componente que agrupa os butes e o contudo
      • TabWidget Grupa em linha os butes que possuem labels e cones (opcional)
      • FrameLayout Agrupa o contedo de uma aba
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 91. Tabs
    • Estrutura
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 92. Usando TabActivity
    • Crie uma nova Activity que extenda de TabActivity e implementa as interfaces OnTabChangeListener e TabContentFactory
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 93. Usando TabActivity
    • Crie dois novos layouts xml do android com os nomes tab1.xml tab2.xml e adicione um TextView a cada layout
    • E altere o setContentView() das activitys Tab1.class e Tab2.class para eles.
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 94. Nova tab pelo XML do Android
    • Crie um novo layout XML - tabs.xml
    • Crie uma nova acvitivy - Tabs.java que estenda de Activity
    • Adicione a activity ao AndroidManifest.xml
    • Altere o mtodo setContentView(R.layout.tabs))
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 95. Nova tab pelo XML do Android
    • Sua activity deve est assim
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 96. Nova tab pelo XML do Android
    • Altere o arquivo tab.xml
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 97. Nova tab pelo XML do Android
    • Altere o arquivo Tab.java
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 98. Nova tab pelo XML do Android
    • Altere o arquivo AndroidManifest para que a activity Tabs.java seja iniciada no incio da aplicao
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 99. Buttons
    • As classes android.widget.Button e android.widget.ImageButton so utilizadas para criar um boto na tela.
      • A diferena que a classe ImageButton permite usar uma imagem para desenhar no boto.
      • Exemplo
        • Pg 223
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 100. CSS
    • Podemos utilizar os arquivos XML como extenses de estilos que podem ser reutilizados em vrios layouts, sem necessitar a repetio de cdigo.
      • Exemplo
        • Guia Turistico
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 101. Ciclo de vida III SACIC - 2011 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 102. 17/05/11 III SACIC - 2011 Ciclo de vida de uma activity 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 103. 17/05/11 III SACIC - 2011
    • onCreate :
      • Obrigatrio e chamado uma nica vez.
      • Deve-se setar a view
    • onStart : chamado quando uma activity est ficando visvel e j tem uma view definida
    • onRestart: chamado quando uma activity foi parada temporariamente e est retornando execuo
    • onResume :
      • Quando uma activity est executando.
      • Pode ser chamada tambm para recuperao de dados quando foi interrompida e volta a execuo
    Ciclo de vida de uma activity 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 104. 17/05/11 III SACIC - 2011
    • onPause : chamado quando a activity est sendo tirada do topo da execuo. Usado para salvar o estado da aplicao
    • onStop :
    • A aplicao no est mais visvel e est em segundo plano.
    • Caso fique por muito tempo em 2o Plano e falte recursos, o S.O. pode remover completamente da pilha de execuo
    • onDestroy : encerra literalmente a activity
    Ciclo de vida de uma activity 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 105. Activities x Intents III SACIC - 2011 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 106. Activities x Intents
    • Activities so as "telas"
    • Uma aplicao pode ter vrias activities:
    • geralmente independentes,
    • contudo elas podem precisar se cooperar e trocar dados entre si
    • Numa aplicao tradicional, uma activity deve ser definida como "main" e ser executada ao rodar a aplicao
    • Indo de uma activity para outra possvel pedindo para a atual executar uma intent
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 107. Intents 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 108. Intents
    • android.content.Intent
      • Representa uma mensagem da aplicao para o S.O.
      • Solicita que algo seja realizado e serve para integrar aplicaes
    • Ex:
      • Chamar outra tela (j visto)
      • Solicitar que o S.O. ligue para um nmero;
      • Abrir o browser em um determinado endereo
      • Exibir algum endereo, localizao ou rota num mapa
      • Executar processamento em segundo plano
      • Enviar mensagem para outras aplicaes realizarem tarefas especficas
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 109. Intents
    • So chamadas pelos mtodos:
    • startActivity(intent) = Executa uma activity
    • starActivityForResult(intent) = Executa uma activity quepode retornar valores
    • startService(intent) or bindService(intent, ) = Inicia ou se comunica comum servio de segundo plano
    • sendBroadcast(intent) = Envia uma intent que podeser "capturada" por serviosespecficos
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 110. Alguns tipos de Intents pr-definidos 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 111. Permisses
    • Algumas intents necessitam de permisso explicita para executar
    • Deve-se adicionar as permisses no arquivo AndroidManifest.xml
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 112. Usando Intents pr-definidas 14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 113. Algumas permisses
    • Permisso para executar navegao: INTERNET
    • Ligaes telefnicas: CALL_PHONE
    • Leitura lista de contatos: READ_CONTACTS
    14/09/11 ENUCOMP - 2011
  • 114. Intent chamar navegador
    • Tipo ACTION_VIEW
    • ...
    • Uri uri = Uri.parse("http://www.android.com");
    • Intent it = new Intent(Intent.ACTION_VIEW, uri);
    • startActivity(it);
    • ...
    • necessria a permisso INTERNET
    14/09/11 ENUCOMP - 2011

Recommended

View more >