Apresentao - O Desenvolvimento de Produtos em um Sistema Colaborativo

  • Published on
    13-Apr-2017

  • View
    81

  • Download
    1

Transcript

O DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS EM UM SISTEMA COLABORATIVOROTEIROO QUE FOI ESTUDADO?O QUE FOI DESCOBERTO?COMO FOI DESCOBERTO?QUAIS REFERNCIAS?QUAIS ENTREVISTAS?O QUE FOI CONCLUDO?ROTEIROO QUE FOI ESTUDADO?O QUE FOI DESCOBERTO?COMO FOI DESCOBERTO?QUAIS REFERNCIAS?QUAIS ENTREVISTAS?O QUE FOI CONCLUDO?OBJETO DE ESTUDOO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS EM UM SISTEMA COLABORATIVOESTUDO DE CASORECORTE DO OBJETO DE ESTUDOQUAIS AS MOTIVAES QUE OS DESIGNER DA COMUNIDADE CAMISETERIA POSSUEM PARA PARTICIPAR DE UM SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS COLABORATIVO?ROTEIROO QUE FOI ESTUDADO?O QUE FOI DESCOBERTO?COMO FOI DESCOBERTO?QUAIS REFERNCIAS?QUAIS ENTREVISTAS?O QUE FOI CONCLUDO?RESULTADO DO ESTUDORESULTADO DO ESTUDOOPORTUNIDADE DE COMPETIRDIVULGAR SEU NOME COMO DESIGNERMEDIR A ACEITAO DO SEU TRABALHO PERANTE AO CONSUMIDORDESENVOLVER HABILIDADES CRIATIVASPRMIO EM DINHEIRONeste estudo, os principais fatores motivacionais observados foram os seguintes:RECONHECIMENTO PELOS OUTROS MEMBROSCONSTRUO DE UM PORTFLIOCHANCES DE TRABALHOS FORADO SITEROTEIROO QUE FOI ESTUDADO?O QUE FOI DESCOBERTO?COMO FOI DESCOBERTO?QUAIS REFERNCIAS?QUAIS ENTREVISTAS?O QUE FOI CONCLUDO?METODOLOGIAPesquisas Exploratrias Estudo de Caso Entrevistas QualitativasROTEIROO QUE FOI ESTUDADO?O QUE FOI DESCOBERTO?COMO FOI DESCOBERTO?QUAIS REFERNCIAS?QUAIS ENTREVISTAS?O QUE FOI CONCLUDO?REFERENCIAL TERICOCAPTULO IA Internet e as Relaes Interativas em Comunidades Virtuais- Web 2.0;- Inteligncia Coletiva;- Capital Social;- Comunidades VirtuaisPrincipais autores:Andr Lemos, Clay Shirky, D. R. Putnam, H. Rheingold, James Surowiecki, Pierre Lvy, Raquel Recuero, Tim OReilly. REFERENCIAL TERICOA inteligncia coletiva floresce na proporo direta quantidade de diversidade contida dentro de um grupo de pessoas e capacidade de elas expressarem seus pontos de vistas individuais. (HOWE, 2006, p. 125)= INTELIGNCIA COLETIVAREFERENCIAL TERICOCAPTULO IIProsumption O Consumidor Co-criador- Democratizao do conhecimento e das ferramentas de produo;- Amadorismo x Profissionalismo;- Os Prosumers;- O desevolvimento de produtos em uma comunidade de Prosumers;- A relao das empresas com os Prosumers.Principais autores:Alvin Toffler, Anthony Williams e Don Tapscott e Jeff Howe.REFERENCIAL TERICOEssa nova gerao de prosumers trata o mundo como um lugar de criao e no de consumo. Essa nova forma de aprender e interagir significa que eles vero o mundo como um palco para as prprias inovaes. (TAPSCOTT; WILLIAMS, 2007, p. 161)REFERENCIAL TERICOCAPTULO IIICrowdsourcing como um fundamento para os modelos de negcios- Crowdsourcing;- A comunidade virtual como um ambiente de trabalho;- As personalidades no Crowdsourcing;- As motivaes para participar de um sistema de Crowdsourcing;- Tipos de Crowdsourcing;- O desenvolvimento de produtos em um sistema colaborativo.Principais autores:Jeff Howe e Daren C. Brabham.REFERENCIAL TERICOCrowdsourcing representa o ato de uma empresa ou instituio dar uma funo, antes realizada por funcionrios ou pela terceirizao, uma rede indefinida (e geralmente grande) de pessoas sob a forma de um convite aberto. (HOWE, 2006, p. 2)Sempre que a multido se comprometer a executar uma tarefa e dedicar o seu trabalho, dinheiro, conhecimento e experincia dever existir o benefcio mtuo. (BRABHAM, 2013, p. 2)CROWD, de multido + SOURCE(ing), de fonteREFERENCIAL TERICO Ganhar dinheiro; desenvolver habilidades criativas; interagir com outros profissionais criativos; construir um portflio para um futuro emprego; desafiar a si mesmo para resolver um problema difcil; fazer amigos; passar o tempo quando entediado; contribuir para um grande projeto de interesse comum; compartilhar seu trabalho com os outros membros; se divertir. (BRABHAM, 2013, p. 15)Segundo estudos de Brabham (2013), os indivduos que participam de um sistema de Crowdsourcing podem vir a ter as seguintes motivaes:ROTEIROO QUE FOI ESTUDADO?O QUE FOI DESCOBERTO?COMO FOI DESCOBERTO?QUAIS REFERNCIAS?QUAIS ENTREVISTAS?O QUE FOI CONCLUDO?ENTREVISTAS QUALITATIVASENTREVISTAS QUALITATIVASElide Valverde Aline Fhadi Lus TalesENTREVISTAS QUALITATIVAS Possui um negcio prprio na rea de Design; Designer reconhecido como Destaque do ms no Camiseteria.Principais motivaes: Divulgar seu nome como designer, avaliar a aceitao de seu trabalho perante ao consumidor e a oportunidade de competir.ENTREVISTAS QUALITATIVAS Tem uma marca de roupas; Divulga o seu trabalho em redes sociais.Principais motivaes: Prmio em dinheiro, Desenvolver habilidadescriativas, Reconhecimento de seu trabalho por outras pessoas da rea.ENTREVISTAS QUALITATIVAS ilustrador freelancer; Divulga o seu trabalho em redes sociais e concursos similiares ao do Camiseteria.Principais motivaes: Aprendizado e reconhecimento; Construo de um portflio, Prmio em dinheiro.ROTEIROO QUE FOI ESTUDADO?O QUE FOI DESCOBERTO?COMO FOI DESCOBERTO?QUAIS REFERNCIAS?QUAIS ENTREVISTAS?O QUE FOI CONCLUDO?CONSIDERAES FINAISCONSIDERAES FINAIS- A arquitetura do site possibilita a participao do usurio e o agrupamento de pessoas diferentes em torno de interesses comuns;- Assim viabilizada a relao entre os usurios, a inteligncia coletiva pode ser disseminada e como resultado ocorre a produo de capital social que usufrudo por todos do grupo;- Catlogo de produtos inovadores desenvolvidos pelos prprios usurios e a organizao pode manter o relacionamento com os membros da comunidade;- Para os designers existem diversos fatores que os motivam a fazer parte da produo colaborativa. E so conjuntos de fatores que so gerados a partir dos objetivos pessoais de cada um.OBRIGADO! ;)

Recommended

View more >