Patologia caso clnico (pancreatite aguda)

  • Published on
    25-Jul-2015

  • View
    1.003

  • Download
    6

Transcript

Apresentao do PowerPoint

CASO CLNICO 2UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTEFACULDADE DE CINCIAS DA SADE DO TRAIRCURSO DE GRADUAO EM NUTRIODOCENTE: MARIA CECLIA DOS SANTOSAna Paula MotaDaiane Pontes Jarson PedroLus Henrique

Mikaella HayanneMuana LucenaRenatha BritoThmara Samara

Santa Cruz-RN

CaractersticasSBS, 13 anos;IMC= 30;Pssimos hbitos sociais e alimentares (ingesto de alimentos gordurosos diariamente);Sedentarismo.

O IMC indica que a paciente encontra-se em estado de Obesidade grau 1.2SintomasAstenia;Adinamia;Dor abdominal intensa no hipocndrio direito e epigastro;Vmitos;Esclerticas ictricas;Abdmen distendido.Aastenia caracterizada por uma sensao generalizada de debilidade e falta de vitalidade, que se sente tanto a nvel fsico como intelectual, porm sem perda real da capacidade muscular.A Adinamia um termo usado para designar a reduo da fora muscular, debilitao muscular e fraqueza.3EXAMES E RESULTADOSEstudos analticos: hiperbilirrubinemia conjugada, aumento das transaminases, da fosfatase alcalina, de lipases e da amilase;Ecografia abdominal: Litase com dilatao do ducto biliar comum;Pausa alimentar e sonda nasogstrica;Colecistectomia;Necrosectomia pancretica: tecido continha necrose gordurosa com reas de saponificao e destruio de vasos sanguneos levando a uma hemorragia intersticial.A Colecistectomia a retirada cirrgica da vescula biliar.4DiagnsticoPANCREATITE AGUDAA pancreatite aguda o inchao e a inflamao repentinos do pncreas.

Explicao de sintomasLocalizao:

Pncreas produz enzimas (lipases) que s ficam ativas no intestino delgado.Na pancreatite as enzimas se ativam no pncreas e digerem o seu tecido. Isso explica o aumento de lipases, a necrose gordurosa (esteatonecrose), a hemorragia intersticial.

O pncreas um rgo localizado atrs do estmago que produz substncias qumicas chamadas enzimas, bem como os hormnios insulina e glucagon. Na maior parte do tempo, as enzimas ficam ativas somente depois de atingirem o intestino delgado, onde elas so necessrias para a digesto dos alimentos.

Quando essas enzimas ficam, de alguma forma, ativas dentro do pncreas, elas comem (e digerem) o tecido do pncreas. Isso causa inchao, hemorragia e danos ao pncreas e aos seus vasos sanguneos.

LIPASES: Lipases so enzimas que atuam sobre lipdeos, catalisando alguma reao qumica que estas molculas possam sofrer. No sistema digestivo humano, ela tem como funo, basicamente, transformar lipdeos (Gorduras) em cidos graxos e glicerol, isto ocorre quando o pncreas libera um suco que contm vrias enzimas, uma delas a lipase, no intestino delgado.

6Explicao de sintomasLITASE (pedra na vescula)Desequilbrio dos componentes da Blis (colesterol + billirrubina) = Litase biliar

Explica a clica biliar e dilatao do ducto biliar comum.

Hiperbilirrubinemia explica as esclerticas ictricas.

Litase biliar Admite-se que os clculos se formem quando existe um desequilbrio nos componentes da Blis,em especial quando aBliscontm demasiado colesterol ou demasiados pigmentos biliares.

Litase: ou clculos biliares (pedra na vescula) correspondem a depsitos de lquidos digestivos endurecidos que se formam na vescula biliar.

7Explicao de sintomasLitase leva a pancreatite aguda pois bloqueia o ducto pancretico enzimas ativam-se no pncreas (aumento de clcio) e danificam o tecido.

Dor intensa nas regies palpadas.

Pancreatite aguda O pncreas um rgo responsvel pela produo de enzimas digestivas, que so posteriormente transportadas pelo canal pancretico para o tubo digestivo. Se um clculo bloquear o canal pancretico, pode ocorrer inflamao do pncreas (pancreatite aguda).

APancreatiteaguda uma doena potencialmente grave, que se caracteriza por dor intensa e persistente na regio central do abdmen e que irradia para o dorso e que necessita, geralmente, de hospitalizao;

8Explicao de sintomasESTEATONECROSE: ocorre por extravasamento de enzimas dos cidos pancreticos por ao de lipases sobre os triglicerdeos. Os cidos graxos liberados sofrem processo de saponificao na presena de sais alcalinos originando depsitos esbranquiados ou manchas parecidas com pingo de vela, macroscopicamente.

9Explicao de sintomasHEMORRAGIA INTESTICIAL:Decorrente da formao de pseudocistos;Pseudocistos podem corroer vasos sanguneos prximos, resultando em uma hemorragia. O pseudocisto pode tambm comprimir os vasos sanguneos adjacentes, conduzindo tambm a uma possvel trombose.Um pseudocisto pancretico uma coleo de enzimas pancreticas e lquido rico em restos de tecido resultante em reas de tecido pancretico doente ou um ducto pancretico obstrudo. E observado em quadros de pancreatite aguda.10Explicao de sintomasATROFIA: Demonstra que o quadro evoluiu de agudo para crnico;A atrofia acontece como forma de compensar a inflamao no pncreas;Acontece a fibrose: substituio de tecido danificado por tecido fibroso (endurecimento do pncreas).A atrofia ocorre como uma maneira de evitar que a inflamao aumente.11Explicao de sintomasPAUSA ALIMENTAR:Para no haver a produo da bile e das lpases(prevenir os rgos);A alimentao s poder ocorrer quando o tratamento houver terminado, e j no haja mas o uso de analgsicos, para que no ocorra nauseas nem o refluxo do alimento.

Referncias bibliogrficasPancreatite Complicaes http://www.news-medical.net/health/Pancreatitis-Complications-(Portuguese).aspx Acesso em 03 de abril de 2014.Pseudocisto pancretico http://por.mdhealthresource.com/disability-guidelines/pancreatic-pseudocyst Acesso em 03 de abril de 2014.