Folder doencas do cafeeiro

  • Published on
    07-Feb-2017

  • View
    14

  • Download
    0

Transcript

Durante o ciclo da cultura do cafeeiro, diversasdoenas podem ocorrer. Estas podem reduzir emat 20 % a produo e serem, em alguns casos,limitantes para o cultivo.Para se obter o mximo de eficincia de controle necessria uma diagnose precisa das doenas.Nas figuras abaixo so apresentados os sintomasdas principais doenas do cafeeiro e onde ocorrempreferencialmente.As doenas e seus sintomasDoenas do cafeeiro b) Cercosporiose:c) Mancha manteigosa:d) Queima do fio:e) Roseliniose:f) Nematide das galhas:leses circulares,concntricas, centro escuro com bordas decores, variando do pardo-claro ao marrom-claro at o marrom-escuro. Halo clortico aoredor das leses (Figuras 2 e 3). Pode ocorrertanto no campo como em viveiro tanto emfolha quanto em frutos.nas folhas e frutossurgem manchas de cor clara de aspectooleoso que depois se transformam em lesesnecrticas (Figuras 4 e 5). Ocorre maiscomumente no campo.a folha lesionada desprende-se, seca e fica pendurada no ramo por umfilamento branco, espesso, que o micliodo fungo (Figura 6). Ocorre no campo,geralmente, em cafeeiros com espaamentoadensado.os sintomas iniciais soamarelecimento e murchamento das plantas(Figura 7), queda das folhas e morte dosramos. As razes ficam escuras e a casca sedesprende (Figura 8). Ocorre normalmenteaps os 4 anos de idade da planta.a planta fica nanica,desfolhada e clortica. Nas razes, vem-seem profuso, galhas de cor marrom claro amarrom escuro (Figura 9). Pode ocorrer tantono campo e viveiro.Sintomas:A seguir, so listadas as principais doenas docafeeiro e as formas mais comuns de controle(Tabela 1), bem como as pocas mais comunsde ocorrncia das doenas (Tabela 2).ControleTabela 1. Principais doenas do cafeeiro e seucontroleControle qumico (cpricos e triazis);Variedades resistentesControle qumico (cpricos; clorotalonil,triazis)Uso de quebra-ventos;limpeza de restos culturaisEliminao das partes atacadas;Controle qumico (fungicidas cpricos)Eliminao de tocos e restos de rvoresArranquio e queima de planta atacadas:Uso de sementes sadias e/ou certificadas;Uso de substrato TratadoUso de nematicidas na sacola:Eliminao de plantas doentes;Uso de nematicidas na cova de plantio;Uso de variedades resistentes (ex:Apoat)Controle de irrigaoAdubao equilibrada;Uso de fungicidas cpricos;Cuidados na aclimatao; evitar excesso desol;Pulverizao preventiva com fungicidascpricosCuidado na adubao nitrogenadaNo viveiroNo campoNo viveiroNo campoMedida de ControleDoenaFerrugemManchamanteigosaQueima do fioRoselinioseNematidedas galhasCercosporiose4Jos Roberto Vieira2Jos Roberto Vieira9Foto: Jos Roberto VieiraFoto: Jos Roberto Vieira8Foto: SamuelJos de M.71Jos Roberto Vieira3Jos Nilton Medeiros5Jos Roberto VieiraJos Nilton Medeiros6a) Ferrugem: na face inferior das folhas observam-se pstulas de cor amarelo-alaranjada. Ocorreprincipalmente em condies de campo (Figura 1).DoenasdoCafeeiroRondniaInformao tcnica: JEditorao e layout: Itacy Duarte SilveiraFotos:Porto Velho, RO, maio, 2010Tiragem: 500 exemplares.os Roberto Vieira Jnior, D.Sc. emFitopatologia, pesquisador da Embrapa Rondnia, Porto Velho, RO,vieirajr@cpafro.embrapa.br; Clberson de Freitas Fernandes,Farmacutico, D.Sc. em Bioqumica, pesquisador da EmbrapaRondnia; Domingos Svio Gomes da Silva, Assistente da EmbrapaRondnia.domingos@cpafro.embrapa.brA BC- Jos Roberto Vieira Jr.; - Jos Nilton Medeiros da Costa;- Samuel Jos de Magalhes Oliveira.Tabela 2. Perodo de predominncia dasprincipais doenas do cafeeiro em funo daocorrncia de chuvas e do estdio fenolgico dacultura.1Adaptado de Zambolim e Chaves, 1997Rondnia