BALANO SOCIAL CRCMG 2011

  • Published on
    24-May-2015

  • View
    586

  • Download
    3

Transcript

  • 1. Balano Socioambiental 2011 CRCMG

2. CRCMG Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais Conselho Diretor 2010/2011 Presidente Walter Roosevelt Coutinho Vice-Presidente de Administrao e Planejamento Geraldo Bonfim e Silva Vice-Presidente de tica e Disciplina Sebastio Wagner Valim Vice-Presidente de Fiscalizao Sandra Maria de Carvalho Campos Vice-Presidente de Registro Antnio Baio de Amorim Vice-Presidente de Controle Interno Marco Aurlio Cunha de Almeida Vice-Presidente de Desenvolvimento Profissional Paulo Cezar Consentino dos Santos Conselheiros Efetivos Alencar Pereira da Costa Alexandre Bossi Queiroz Antnio Baio de Amorim Antnio de Pdua Soares Pelicarpo Cleber do Carmo Antunes Edivaldo Duarte de Freitas Evandro Avelar Cambraia Geraldo Bonfim e Silva Gualter Alves Barreto Hilda Ramos Porto Jacquelline Aparecida Batista de Andrade Jos Eustquio Geovanini Jos Nascimento de Aguiar Marco Aurlio Cunha de Almeida Nilton de Aquino Andrade Paulo Cezar Consentino dos Santos Paulo Cezar Santana Romualdo Eustquio Cardoso Rosa Maria Abreu Barros Sandra Maria de Carvalho Campos Sebastio Wagner Valim Srgio Dias Bebiano Sidnei Jos Aquino Focus Walter Roosevelt Coutinho Conselheiros Suplentes Andrezza Clia Moreira Berenice Pereira Sucupira Braz Rozado Costa Clio Silva Neves Daniel Gerhard Batista Deusdedit Jos de Campos Edna Mendes Hespanhol Costa Eduardo Lara e Silva Francisco Jos Trindade de Sales Geraldo Cesar Frutuoso Guimares Irene Correa da Rocha Reis Jens Erik Hansen Jos Mayrink de Lima Jlio Joaquim Moreira Lzaro Quintino Alves Manoel Rodrigues Neto Mrcia Wanderley Pereira Marcos Jos de Faria Marta Maria Guerson Ferreira Milton Mendes Botelho Oscar Lopes da Silva Sandro ngelo de Andrade Valmir Rodrigues da Silva 3. Balano Socioambiental 2011 CRCMG 4. Contador Walter Roosevelt Coutinho Presidente do CRCMG Apresentao Desde 2006, o CRCMG produz o seu Balano Socioambiental. Trata-se de um demonstrativo publicado anualmente, que rene informaes sobre os projetos, benefcios e aes sociais dirigidos a funcionrios, fornecedores, terceirizados, classe contbil e sociedade. um instrumento estratgico para tornar pblicas as intenes e compromissos do rgo, visando transparncia de suas aes. Neste ano, a temtica escolhida pelos funcionrios foi: festas religiosas de Minas Gerais. Nosso Estado bastante conhecido por sua cultura e religiosidade. Entrelaam-se, nessas festas, dana, msica, artesanato e poesia, em belos cenrios. So parte de nosso patrimnio imaterial e seguem ao longo dos tempos graas tradio e f do povo mineiro. Assim como a Contabilidade, as manifestaes culturais tm uma forma de regulao e seguem princpios pr-determinados. No caso das festas religiosas tpicas manifestaes culturais , os princpios remontam tempos distantes e a tradio embasada na f. Embora no haja um cdigo ou uma norma escrita que regulem as festas religiosas, h princpios que so repassados de gerao em gerao, garantindo a manuteno dessa cultura, por vezes to peculiar. Cada vestimenta tem uma funo, cada gesto tem um significado, e justamente o domnio desse conjunto que faz com que as comemoraes faam sentido e sejam propagadas. O resultado so espetculos que se movimentam pelos sculos, mas que esto, ao mesmo tempo, sempre fixos, imutveis. So referncia justamente por serem tradio. Assim como a Contabilidade tem tambm sua tradio e sua histria. 5. A histria da Contabilidade muito antiga. Ela surgiu da necessidade do homem de proteger seu patrimnio e de registrar o comrcio. Desde o seu surgimento, a Contabilidade tem evoludo e, cada vez mais, tem sido uma ferramenta usada pelos gestores para aumentar sua riqueza. A grande contribuio dessa Cincia o controle. Com ele, possvel o planejamento e o foco em objetivos. No mundo de hoje, esses so pontos essenciais. Embora a Contabilidade esteja sempre em evoluo, h princpios que se mantm, que orientam os profissionais. So essas normas e procedimentos que fazem com que a linguagem contbil seja compreendida por todos aqueles que a dominam. Assim como as festas religiosas fazem sentido queles que dominam sua sistemtica. difcil cruzar diretamente Contabilidade e festas religiosas. Estas so celebraes; aquela, cincia. Estas so f; aquela, racionalidade. Mas f e racionalidade esto no nosso dia a dia, esto em cada dia de trabalho. justamente a certeza de que podemos fazer mais pelo mundo e pelo prximo o cerne de qualquer tipo de religiosidade que faz com que busquemos sempre o nosso melhor. essa certeza que faz com que, alm de fazermos nosso trabalho, preocupemo-nos com a sociedade e com o meio ambiente. E compilemos nossas aes direcionadas a esses dois mbitos neste Balano Socioambiental 2011 do CRCMG. claro que as fotos que compem o volume no registram na sua totalidade a beleza de cada celebrao, muito menos a f de cada participante. Mas so um convite para que os leitores prestigiem quem sabe pessoalmente esses festejos. O objetivo de nenhuma das festas a perfeio. Ela, como consequncia, atingida com a interao de todos, com a entrega e a busca, de cada um, em dar o melhor de si. No CRCMG, o mesmo sentimento norteia os funcionrios, que, ao longo do ano, com dedicao e trabalho, contribuem para o crescimento da profisso contbil. Somam-se a esse sentimento, ainda, os investimentos socioambientais realizados pelo rgo, que culminam na melhoria das condies de vida de terceiros, sejam eles os que reciclam os materiais coletados ou os que recebem os donativos arrecadados em campanhas realizadas entre os funcionrios e a classe contbil, por exemplo. Para que todas as aes sejam realizadas em conformidade com os padres de qualidade estabelecidos, necessrio que todos os funcionrios e conselheiros atuem de maneira integrada e cooperativa. Esse comprometimento se reflete no resultado final, que o atendimento classe contbil e sociedade, com tica, respeito e responsabilidade. Ao longo do volume, possvel visualizar a importncia da contribuio de todos para o sucesso do rgo, seja dos funcionrios, conselheiros e delegados seccionais. Todos eles demonstraram enorme dedicao e foram importantes para a excelncia e qualidade dos servios hoje oferecidos classe contbil. Como resultado final, esperamos que tambm os leitores sintam-se tocados pelos esforos envidados para a composio deste volume e, principalmente, sintam-se vontade para expressarem suas contribuies e sugestes. Afinal, a busca pela melhoria contnua j tradio no CRCMG. 6. Sumrio Introduo .............................................................................................................................................................................................................................................8 Gesto Institucional .................................................................................................................................................................................................................11 Gesto de Pessoas .....................................................................................................................................................................................................................13 Gesto de Registro, Fiscalizao e Desenvolvimento Profissional .........................................................................19 Parcerias de Sucesso ...............................................................................................................................................................................................................39 Gesto Socioambiental .......................................................................................................................................................................................................41 Canais de Comunicao ....................................................................................................................................................................................................44 Balano Socioambiental em Dados ...................................................................................................................................................................46 Projetos para 2012 .....................................................................................................................................................................................................................55 7. Introduo O Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais assim como o Conselho Federal de Contabilidade e os demais Conselhos Regionais foi criado pelo Decreto-Lei n 9295, em 1946. Desde que foi instalado neste Estado, em 1947, o CRCMG encarrega-se da fiscalizao do exerccio da profisso contbil e do registro dos profissionais que atuam na rea. Embora sempre tenha investido em aes de valorizao profissional, essa passou a ser mais uma atribuio legal do Conselho, com a publicao da Lei n 12.249, em 2010. Dessa forma, o CRCMG cumpre seu papel legal e ainda desenvolve aes voltadas, em ltima instncia, para a valorizao da profisso. Com suas atribuies definidas no Regimento Interno, o CRCMG tem como rgo deliberativo mximo o plenrio, composto por 24 conselheiros efetivos eleitos pela classe contbil mineira. H, ainda, o mesmo nmero de conselheiros suplentes. Todos os conselheiros dividem-se na seguinte composio: Presidncia; Vice-Presidncia de Administrao e Planejamento e Cmaras de Fiscalizao, tica e Disciplina, Controle Interno, Registro e Desenvolvimento Profissional. As Cmaras coordenam as atividades ligadas a cada rea do Conselho. Operacionalmente, as atividades so distribudas entre as diretorias, gerncias e assessorias. O Conselho presta contas mensalmente, com os balancetes mensais, que so aprovados pela Cmara de Controle Interno, pelo Plenrio e pelo Conselho Federal de Contabilidade CFC. Eles so, ainda, disponibilizados no portal do Conselho, no campo Transparncia Pblica, para consulta por quem interessar. Anualmente, o CRCMG OO Decreto n0 42.505, de 15 de abril de 2002, instituiu as formas de registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial ou Intangvel que constituem patrimnio cultural de Minas Gerais, sejam festas folclricas, cultos religiosos tradicionais, culinria tpica, espaos pblicos para prticas culturais coletivas, cantos e danas. O decreto prev quatro livros diferenciados para o registro: Livro de Registro dos Saberes, das Celebraes, das Formas de Expresso e Livro de Registro dos Lugares. 8 Balano Socioambiental CRCMG 2011 8. ainda envia ao CFC a prestao de contas. Embora as demonstraes contbeis retratem fielmente os aspectos patrimonial e financeiro do rgo, tais demonstraes por si no so o bastante para mostrar sociedade as diversas atividades e aes desenvolvidas pela administrao do CRCMG ao longo do ano e, por isso, h a compilao neste Balano Socioambiental. J a stima edio do Balano, que a cada ano aprimorado e reflete, tambm, a evoluo do CRCMG. No CRCMG, toda a elaborao da publicao feita em conjunto, desde o tema at a produo do contedo. Neste ano, as Festas Religiosas de Minas Gerais foram o tema escolhido pelos funcionrios do Conselho, em uma votao democrtica via internet, como j praxe na confeco dessa publicao. Essa a primeira contribuio dos funcionrios para o Balano Socioambiental. Depois de definirem o tema, cada funcionrio d sua contribuio com o trabalho desenvolvido durante o ano, e uma ampla equipe rene os dados para que os resultados faam parte dessa publicao. A temtica escolhida, assim como os resultados sociais das aes adotadas, perpassam todas as partes deste Balano Socioambiental e constituem a base para a apresentao dos resultados alcanados em 2011. O volume assim dividido: na seo Gesto Institucional, so apresentados os conceitos bsicos que norteiam o CRCMG, como a viso e a poltica de qualidade do rgo; em Gesto de Pessoas, so destacados os projetos e aes adotados com vistas a valorizar e incentivar os colaboradores internos; j em Gesto de Registro, Fiscalizao e Desenvolvimento Profissional, so apresentados os resultados das trs reas em 2011. Em cada uma delas, so destacadas as aes inovadoras e a importncia delas para a valorizao da profisso contbil; as Parcerias de Sucesso refletem a credibilidade do CRCMG e servem, ainda, como um voto de agradecimento pela confiana depositada; em Gesto Socioambiental, so apresentadas as contribuies do CRCMG direcionadas sociedade e ao meio ambiente; os Canais de Comunicao reforam a preocupao do rgo em se aproximar cada vez mais da classe contbil; no Balano Socioambiental em Dados, so compiladas todas as aes desenvolvidas em 2011; e os Projetos para 2012 demonstram o planejamento das aes e o trabalho contnuo do CRCMG. Preocupado com a credibilidade, o rgo segue as Normas Brasileiras de Contabilidade NBC T 3.7 e a NBC T 15 ao apresentar as informaes contbeis, administrativas, financeiras e sociais neste Balano. Em cada uma das sees, so apresentadas as festas religiosas do Estado, com informaes referentes origem e s datas das celebraes. Por isso, o volume, alm de informar sobre o CRCMG e suas aes ao longo de 2011, por si s, j tem uma importante funo social, pois apoia a cultura que parte das tradies de Minas Gerais. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 9 9. Festas de Agosto / Montes Claros H mais de um sculo, no ms de agosto, so realizadas, em Montes Claros - MG, festas religiosas em homenagem a Nossa Senhora do Rosrio, So Benedito e ao Divino Esprito Santo, conhecidas como Festas de Agosto. Durante cinco dias, alm das celebraes religiosas, como missas, bnos e levantamento de mastros, realizam-se as Marujadas (representando os portugueses), Cabocladas (representando os ndios) e Catops (representando os negros). Curiosidade: segundo a lenda, Nossa Senhora do Rosrio apareceu no mar e os Marujos foram tentar resgat-la, cantaram e danaram, e ela, por sua vez, no foi com eles. Ento surgiram os Caboclos que tentaram retir-la, e ela tambm no foi com eles. Em seguida, surgiram os Catops, que finalmente conseguiram retirar a santa do mar. Fotos: Plnio Dourado 10 Balano Socioambiental CRCMG 2011 10. Misso Contribuir com o crescimento do profissional contbil, atravs de melhores e modernas prticas de gesto, melhorando a eficincia no atendimento, qualificando seus colaboradores internos e garantindo o cumprimento da legislao vigente. Viso O CRCMG ser reconhecido pela excelncia na prestao de servios a todos aqueles que tenham interesse ou necessidade relacionada ao exerccio da profisso contbil, valorizando os recursos humanos e trabalhando com tica, transparncia, responsabilidade social na execuo dos registros e fiscalizao da profisso. Poltica de Qualidade O CRCMG tem como poltica de qualidade garantir a excelncia nos servios de registro, fiscalizao e valorizao profissional do contabilista, assegurando o aprimoramento dos processos envolvidos, melhorando continuamente a eficcia do sistema de gesto de qualidade. Gesto Institucional ABRANGNCIA A sede do CRCMG est localizada na Regio Centro-Sul de Belo Horizonte. Sua rea de atuao, porm, abrange todos os municpios do Estado, por meio de 88 delegacias seccionais e do escritrio regional de Uberlndia. As delegacias e o escritrio so de fundamental importncia para o desenvolvimento das atividades do rgo, pois constituem a extenso do Conselho no interior, contribuem para agilizar os servios prestados e facilitam o contato com os profissionais que no residem na capital. CONSELHO E SOCIEDADE As informaes contbeis so instrumento para diversas aes a serem projetadas e executadas pela sociedade, e o foco do CRCMG assegurar que os profissionais encarregados de produzir essas informaes sejam comprometidos com a tica e a moral ao exercerem a profisso. Por isso, o Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais tem como atribuies orientar, disciplinar e fiscalizar legal, tcnica e eticamente o exerccio da profisso contbil em todo o Estado, alm de incentivar o desenvolvimento do profissional e promover a educao continuada dos contabilistas. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 11 11. 12 Balano Socioambiental CRCMG 2011 Nossa Senhora da Abadia de gua Suja / Romaria A festa uma tradio que todos os anos se repete na cidade de Romaria, desde 1970, na qual se renem pessoas de todo o Tringulo Mineiro, Alto Paranaba, de So Paulo, Gias, etc., em manifestaes e demonstraes de f e devoo a Nossa Senhora da Abadia, padroeira da cidade. Realizada nos quinze primeiros dias do ms de agosto, a Festa de Nossa Senhora da Abadia uma das mais populares da regio. Romeiros vo a p pagando promessas, pedindo graas ou simplesmente por devoo. As rodovias que cortam a cidade ficam cheias de pessoas caminhando, uma verdadeira romaria ao redor das estradas. H vrias formas de participar da festa: cavalgadas, excurses de nibus, carros, motociclistas, ciclistas que movimentam a regio e a cidade. No dia 15 de agosto, dia de assuno de Nossa Senhora, comemora-se o dia da padroeira. realizada uma missa, logo em seguida a procisso luminosa corta a cidade, a coroao da imagem feita sempre por um grupo de romeiros de cidades vizinhas e a subida da imagem representa sua assuno aos cus, encerrando a festa. Foto: Mayara Delfino. 12. Gesto de Pessoas COLABORADORES, JUNTOS EM UM S COMPASSO Em2011,oConselhocontoucomaparticipaodeseuscolaboradores, que trabalharam em RITMO sincronizado, garantindo o sucesso de cada PASSO dado em prol da sociedade e dos profissionais da contabilidade. Dez novos colaboradores entraram em CENA a partir da aprovao nos Concursos Pblicos realizados em 2007 e 2010 e do surgimento de vagas na equipe do Conselho. O Concurso Pblico a garantia de que todos os interessados em integrar o quadro funcional do CRCMG tenham igual oportunidade. ATUAO DOS COLABORADORES NA SOCIEDADE Dos colaboradores do CRCMG que compem a lista de jurados da Comarca de Belo Horizonte Justia Comum, Frum Lafaiete, oito atuaram como jurados. Cada um deles ficou 30 dias disposio da Justia, exercendo um importante papel para a sociedade. BENEFCIOS: COSTUME NO CRCMG O Conselho contribui para o desenvolvimento de seus colaboradores e para uma melhor qualidade de vida, por meio dos benefcios concedidos, como auxlio-educao aos funcionrios e plano de sade para funcionrios e dependentes. Do quadro de funcionrios do CRCMG, em 2011, 15% dos colaboradores usufruram do auxlio-educao oferecido pelo Conselho, ou seja, 12 pessoas tiveram acesso ao conhecimento atravs do benefcio para o estudo em nvel superior ou ps-graduao. Movimentao do Corpo Funcional Quantidade Pedidos de desligamento no ano 5 Demisses no ano - Aposentadorias no ano - Afastamentos por outros motivos - Admisses no ano 10 Fonte: GEADF. Grau de instruo dos colaboradores (38) 38,91% (11) 13,58% (11) 13,58% (17) 22,99% (1) 1,23% (3) 3,70% Cursando o ensino superior Com ensino superior Cursando ps-graduao Com ensino fundamental Com ensino mdio Com ps-graduao Fonte: GEADF. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 13 13. professor e bigrafo Lcio Flvio Machado, com o tema O que aprendemos com os outros, e com a palestrante Rosana Marsiglia Nogueira, que falou sobre Etiqueta Corporativa. As diretorias do CRCMG apresentaram os resultados da Pesquisa de Satisfao de 2010 e abriram espao para que os colaboradores pudessem se manifestar a respeito, colocando suas opinies e sugestes. Houve, tambm, momento de muita descontrao com a apresentao do ator e humorista Carlos Nunes e, para fechar com LOUVOR, aconteceu uma TPICA FESTANA: O Arrai do CRCMIG. O IV Seminrio dos Funcionrios foi realizado em Jaboticatubas, no Hotel Fazenda Canto da Siriema. Atividades e dinmicas promovidas pela MPC Servios e Suporte de Informtica LTDA, palestra com o Professor Pacheco, com o tema A Natureza do Sucesso, e uma animada confraternizao geraram a integrao entre os colabora dores do CRCMG. No incio do ano, as gerncias levantaram as necessidades de treinamento de seus colaboradores e, a partir disso, 25 cursos foram realizados para promover a especializao dos funcionrios, tais como: Desenvolvimento WEB com PHP, Licitaes e Contratos, Administrao Capacitao e Formao de Pregoeiros, RH Estratgico, WEB Design, Desenvolvimento Gerencial, entre outros. O CRCMG atingiu um percentual de 73,5% da meta de treinamentos prevista para o ano de 2011. No ano de 2011, foi concedido aos colaboradores um novo benefcio: o vale-alimentao. Antes, fazia-se a opo pelo benefcio do vale- refeio ou alimentao; agora, os colaboradores contam com os dois benefcios, e o vale-alimentao concedido tambm no perodo de frias. Pela primeira vez, foi criado e aprovado o Programa de Demisso Voluntria PDV, com durao de trs meses, objetivando conciliar as necessidades individuais dos funcionrios com as do CRCMG. O Plano de Cargos, Carreiras e Salrios PCCS, implantado no CRCMG em 2009, prev a progresso na carreira, que pode ocorrer a cada dois anos por merecimento, mensurado atravs da avaliao de desempenho, ou a cada trs anos por antiguidade. Nos anos de 2010 e 2011, foram realizadas as avaliaes de desempenho dos funcionrios, a fim de se identificarem os pontos de maior relevncia para o planejamento de aes, visando melhorar o desempenho individual dos funcionrios, bem como o das equipes. A partir do resultado dessas avaliaes, os colaboradores que atingiram a porcentagem estabelecida pelo PCCS progrediram na carreira pelo critrio de merecimento. Tambm em 2011, houve um reajuste salarial da data-base na ordem de 6,36%, baseado no INPC. INVESTIR EM PESSOAS J RITO O CRCMG acredita que investir em seus colaboradores fator relevante para a construo de uma CULTURA organizacional positiva. Cada colaborador reflete a imagem do que a organizao e, por isso, o Conselho busca cada vez mais qualificar e aprimorar o talento de sua equipe. O Seminrio dos Funcionrios j virou TRADIO no CRCMG. Em 2011, aconteceu o III Seminrio, na sede do Conselho, quando os colaboradores puderam conhecer um pouco mais sobre as atividades realizadas em cada gerncia. Houve palestra com o jornalista, III Seminrio dos Funcionrios 14 Balano Socioambiental CRCMG 2011 14. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 15 AES DO CRCMG, UM GOSTO POPULAR Em 2011, o CRCMG promoveu aes para os funcionrios em datas comemorativas ao longo do ano, como forma de valoriz-los e promover a integrao entre eles. No Dia Internacional da Mulher, houve COMEMORAO para as colaboradoras do CRCMG, com caf da manh, palestra com o tema Qualidade de Vida e uma sesso de cinema. Em homenagem ao Dia das Mes, as mames do Conselho receberam um porta-retrato com uma mensagem. J no ms dos pais, o CRCMG lanou a campanha Meu Pai o Cara. Os filhos dos funcionrios do Conselho enviaram fotos com frases criativas e os participantes ganharam ingressos para curtir uma sesso de cinema. No Dia das Crianas, houve uma agradvel CELEBRAO com os filhos dos colaboradores do CRCMG. Em uma tarde super animada, as crianas brincaram, visitaram setores do Conselho e assistiram a um espetculo de mgica. No fim de ano, o CRCMG promoveu a campanha Natal Solidrio, na qual os funcionrios do CRCMG adotaram noventa e trs crianas da Creche das Rosinhas, doando brinquedos. Nove colaboradores foram creche entregar os presentes e puderam presenciar a alegria das crianas com a ao promovida. Essas prticas caram no GOSTO POPULAR com grande participao e aprovao por parte dos colaboradores. Festa Junina Campanha Meu Pai o Cara IV Seminrio dos Funcionrios IV Seminrio dos Funcionrios 15. CONTRATAES - TRANSPARNCIA TRADIO O CRCMG realiza as contrataes de fornecedores em estrita conformidade com as legislaes que dispem sobre o assunto. Essa formalidade garante a transparncia e a legalidade dos processos. Em 2011, foram abertos 42 processos licitatrios. Desses, 28 foram realizados na modalidade prego, que se destina aquisio de bens e servios comuns e que possibilita ao licitante ofertar lances, proporcionando a reduo da proposta de preos. Essa modalidade gerouumaeconomiaoramentriadeR$463.287,96nascontrataes realizadas durante o ano. Prego eletrnico Valor estimado R$ 680.866,44 Valor contratado R$ 493.080,13 Economia oramentria R$ 187.786,31 Prego presencial Valor estimado R$ 1.142.158,65 Valor contratado R$ 866.657,00 Economia oramentria R$ 275.501,65 Fonte: GEADF. QUALIDADE NOSSA CULTURA Certificado desde 2005, em novembro de 2011, o CRCMG foi recertificado na Norma ISO 9001:2008 para um perodo de trs anos. Desde a implantao do Sistema de Gesto da Qualidade, o Conselho definiu e documentou os Objetivos da Qualidade e pode mensur-los atravs dos indicadores apontados quando da execuo das atividades nos diversos setores do Conselho. Os procedimentos descritos, em conformidade com a Norma ISO 9001:2008, promovem um trabalho com alto padro de qualidade, proporcionando mais satisfao aos profissionais e s pessoas que solicitam servios no Conselho. AES QUE MUDAM A HISTRIA O CRCMG definiu que a reduo do ndice de inadimplncia uma de suas principais metas, de forma a tornar os profissionais inadimplentes aptos a exercerem a profisso contbil, com vrias opes de negociaes. As aes, geralmente, so definidas em conjunto com o CFC. Em 2011, o CFC instituiu, atravs da Resoluo 1.360/2011, a segunda verso do Regime de Parcelamento de Dbitos REDAM II, oferecendo descontos sobre juros e multas dos dbitos e concesso de prazos para pagamento, inclusive dos que so objeto de aes de execuo fiscal. Campanha Natal Solidrio 16 Balano Socioambiental CRCMG 2011 16. EEm 2011, durante a anlise da documentao enviada pelos municpios interessados em pontuar no ICMS Patrimnio Cultural, os tcnicos da Diretoria de Promoo do IEPHA (Instituto Estadual do Patrimnio Histrico e Artstico de Minas Gerais) identificaram um aumento no nmero de registro de patrimnios imateriais. Em 2010, foram cerca de 80 e, em 2011, o nmero chegou a 140, entre festas, congados, reinados, modos de fazer, cavalgadas e marujadas. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 17 Dia da Mulher no CRCMG Dia das Crianas no CRCMG Confraternizao de Natal 17. 18 Balano Socioambiental CRCMG 2011 Festa do Folclore / Sete Lagoas Um desfile de cores, formas, batuques e gingados invade Sete Lagoas no ms de agosto. A Festa do Folclore, realizada pela Secretaria Municipal de Cultura e Comunicao Social, promove o resgate das tradies culturais da cidade. Toda a comunidade se envolve. uma semana dedicada cultura, arte e crena, com uma programao intensa com oficinas, exposies temticas e atividades variadas. Alm disso, o evento conta com apresentaes de grupos folclricos de congado, moambique, capoeira, folia de reis, pastorinhas, quadrilhas, shows e diversas atraes apresentadas pelos bairros da cidade. A cerimnia de encerramento acontece com a descida das Bandeiras de Nossa Senhora do Rosrio e So Benedito e Missa Conga com os grupos de Congado e de Moambique. Fotos: Lo Drummond 18. Gesto de Registro, Fiscalizao e Desenvolvimento Profissional Registro EXAME DE SUFICINCIA: UMA REALIDADE NACIONAL Com a promulgao da Lei n 12.249, de 11 de junho de 2010, o Exame de Suficincia passou a ser obrigatrio para o bacharel em Cincias Contbeis e o tcnico em Contabilidade requererem o registro em CRC. Evoluo dos resultados categoria Contador INSCRITOS PRESENTES AUSENTES APROVADOS %REPROVADOS % 1 Exame 1.380 1.302 78 448 34% 854 66% 2 Exame 1.848 1.785 63 1.151 65% 634 35% Total 3.228 3.087 141 1.59952% 1.488 48% Fonte: CFC. Evoluo dos resultados categoria Tcnico em Contabilidade INSCRITOS PRESENTES AUSENTES APROVADOS %REPROVADOS % 1 Exame 232 210 22 50 24% 160 76% 2 Exame 446 422 24 166 39% 256 61% Total 678 632 46 21634% 416 66% Fonte: CFC. O Exame de Suficincia, alm de medir conhecimentos e legitimar o registro profissional, um instrumento fundamental para estimular a modernizao das instituies de ensino e dos currculos dos cursos de Cincias Contbeis e de Tcnico em Contabilidade. A seguir, apresentamos os percentuais de aprovao, reprovao e ausncia nas categorias de contador e tcnico em contabilidade, nas duas primeiras edies do Exame de Suficincia. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 19 19. CONTABILISTAS ATIVOS Dos 1.815 aprovados nas duas primeiras edies do exame de 2011, 629 efetuaram o registro profissional, ou seja, 35%. O Conselho finalizou o ano com 57.842 profissionais ativos em Minas Gerais, ocupando o 2 lugar do total de 487.921 profissionais ativos no Brasil. Abaixo, apresentado o comparativo de registros ativos por categoria nos anos de 2010 e 2011. A seguir, h uma demonstrao da relao entre o nmero de registros ativos por categoria e a populao de Minas Gerais, registrada no censo demogrfico do IBGE. Comparativo de registros ativos 2010/2011 MODALIDADE TCNICOTCNICOCONTADORCONTADOR TOTALTOTAL DE REGISTRO 2010 2011 2010 2011 2010 2011 ORIGINRIO 28.401 27.231 22.976 23.328 51.37750.559 PROVISRIO 247 212 3.766 2.953 4.0133.165 TRANSFERIDO 373 362 384 411 757773 SECUNDRIO 767 768 2.543 2.577 3.3103.345 TOTAL 29.788 28.573 29.669 29.269 59.45757.842 Fonte: SPW - Gereg. O Exame de Suficincia aprovou 1.815 novos profissionais em 2011, em Minas Gerais 20 Balano Socioambiental CRCMG 2011 20. Censo demogrfico 2011 Delegacias Seccionais do CRCMG DELEGACIAS SECCIONAIS HABITANTES CONTADOR HABITANTES X TCNICO EM HABITANTES X CONTADOR CONTABILIDADE TCNICO EM CONTABILIDADE AIMORS 51.62047 1098 50 1032 ALEM PARABA 55.791 18 3100 104 536 ALFENAS 186.199166 1122 220 846 ALMENARA 172.08339 4412 169 1018 ARAUA 148.36733 4496 84 1766 ARAGUARI 109.801138 796 203 541 ARAX 167.704288 582 250 671 BARBACENA 256.316413 621 212 1209 BETIM 509.601319 1597 413 1234 BOA ESPERANA 63.876 42 1521 83 770 BOM DESPACHO 245.135 168 1459 124 1977 CAMPINA VERDE 22.296 8 2787 37 603 CAMPO BELO 91.675 46 1993 195 470 CAPINPOLIS 21.90236 608 39 562 CARANGOLA 127.57242 3037 141 905 CARATINGA 204.016209 976 162 1259 CARMO DO PARANABA 90.105 95 948 148 609 CATAGUASES 96.508170 568 131 737 CAXAMBU 120.330113 1065 142 847 Censo demogrfico x registros ativos 2010/2011 ANO POPULAO CONTADOR HABITANTES X TCNICO EM HABITANTES X HABITANTES X CENSO-MG CONTADOR CONTABILIDADE TCNICO EM CONTABILISTAS CONTABILIDADE 2010 19.595.30929.669 660 29.788 657 329 2011 19.597.33029.269 670 28.573 686 339 Fonte: http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 2011 Balano Socioambiental CRCMG 21 21. CONGONHAS 121.47586 1413 132 920 CONSELHEIRO LAFAIETE 168.749 163 1035 190 888 CONSELHEIRO PENA 44.856 8 5607 55 816 CONTAGEM 762.3961326 575 1396 546 CORONEL FABRICIANO 215.879 335 644 195 1107 CURVELO 150.73120 7537 255 591 DIAMANTINA 268.23367 4003 245 1095 DIVINPOLIS 303.408467 650 423 717 FORMIGA 123.554174 710 280 441 GOVERNADOR VALADARES 481.751 323 1491 483 997 GUANHES 222.50355 4046 154 1445 GUAXUP 154.619271 571 206 751 IPATINGA 361.028372 971 336 1074 ITABIRA 370.524377 983 412 899 ITAJUB 198.970222 896 285 698 ITANA 123.247223 553 218 565 ITUIUTABA 173.409185 937 289 600 ITURAMA 74.667185 404 88 848 JANURIA 261.16631 8425 130 2009 JOO PINHEIRO 96.435 39 2473 113 853 JUIZ DE FORA 652.767 958 681 997 655 LAGOA DA PRATA 82.926 62 1338 123 674 LAVRAS 207.210219 946 240 863 LEOPOLDINA 77.340128 604 90 859 MACHADO 57.988180 322 38 1526 MANHUAU 210.256190 1107 186 1130 MANHUMIRIM 82.64834 2431 72 1148 MONTE ALEGRE DE MINAS 15.619 8 1952 29 539 MONTES CLAROS 953.067 576 1655 818 1165 MURIA 155.087178 871 217 715 NANUQUE 69.31547 1475 110 630 NOVA SERRANA 90.494 125 724 56 1616 OLIVEIRA 66.19065 1018 113 586 OURO FINO 113.374 34 3335 155 731 OURO PRETO 169.949 230 739 201 846 22 Balano Socioambiental CRCMG 2011 22. PAR DE MINAS 149.040 118 1263 224 665 PARACATU 91.28367 1362 141 647 PARAGUAU 20.24530 675 21 964 PASSA QUATRO 62.008 25 2480 122 508 PASSOS 218.229117 1865 269 811 PATOS DE MINAS 221.354 289 766 346 640 PATROCNIO 197.700219 903 312 634 PEDRA AZUL 105.382 14 7527 104 1013 PIRAPORA 160.86254 2979 162 993 PIUMHI 86.64251 1699 173 501 POOS DE CALDAS 268.080 319 840 418 641 POMPU 98.61098 1006 156 632 PONTE NOVA 137.856 319 432 116 1188 POUSO ALEGRE 362.130 389 931 455 796 RAUL SOARES 58.192 44 1323 59 986 RESPLENDOR 28.61616 1789 26 1101 SALINAS 179.42137 4849 127 1413 SANTA LUZIA 220.076 218 1010 227 969 SANTOS DUMONT 53.653 57 941 95 565 SO GONALO DO SAPUCA 57.076 62 921 68 839 SO JOO DEL-REI 171.163 91 1881 293 584 SO JOO NEPOMUCENO 31.941 31 1030 42 761 SO LOURENO 101.142 65 1556 239 423 SO SEBASTIO DO PARASO 111.158 231 481 103 1079 SETE LAGOAS 385.097 319 1207 576 669 TEFILO OTONI 428.462 256 1674 387 1107 TRS CORAES 96.599 182 531 42 2300 TRS PONTAS 70.380 113 623 91 773 UB 248.481359 692 209 1189 UBERABA 465.281553 841 746 624 UBERLNDIA 636.0051185 537 1074 592 UNA 170.411220 775 166 1027 VARGINHA 160.137365 439 234 684 VIOSA 160.752176 913 121 1329 Fonte: Gereg / http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 Os dados da coluna HABITANTES referem-se ao Censo Demogrfico 2010 - IBGE. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 23 23. % % GERAO X, GERAO Y, GERAO Z Atualmente, tem-se procurado identificar as geraes, e, para tanto, preciso observar os profissionais no ambiente de trabalho e entender qual seu conceito de liberdade com responsabilidade. A seguir, so identificadas as geraes predominantes no cadastro do CRCMG. CATEGORIA O nmero de contadores vem crescendo em relao ao de tcnicos em contabilidade. De 2009 at 2011, foram registrados 12.572 contabilistas, sendo que 33,48% eram tcnicos e 66,52%, contadores, conforme representado abaixo: Profissionais registrados de 2009 a 2011 Item Data de nascimento Caractersticas Palavras-chave Contador Tcnico em contabilidade GERAO X Entre 1961 e 1978 So prticos, empreendedores e independentes. Respeitam autoridades e hierarquias. Preferem ler livros. Coletividade, cultura, popularizao. 14.278 14.314 GERAO Y Entre 1979 e 1994 So questionadores, multitarefas (fazem vrias coisas ao mesmo tempo), imediatistas. Buscam prazer no trabalho. Preferem meios eletrnicos. Tecnologia, velocidade, individualismo, urgncia. 7.685 2.511 GERAO Z A partir de 1995 Ligados em socializao tambm por meios eletrnicos, preocupados com beleza. Aprendem muito rpido, porm tm dificuldade de concentrao. Vaidade, disperso, flexibilidade. 0 0 Fonte: spw - gereg. Obs.: A diferena (19.051) entre o total de profissionais ativos (57.839) e o total das geraes X, Y, Z (38.788) referente aos registros secundrios e aos registros com data de nascimento inferior a 1961. Fonte: spw - gereg. TCNICO EM CONTABILIDADE 33,48% CONTADOR 66,52% 24 Balano Socioambiental CRCMG 2011 24. GNERO Atualmente, o Sistema CFC/CRCs tem registrado mais mulheres do que homens, o que indica uma tendncia de que, nos prximos anos, teremos um equilbrio entre o nmero de mulheres e o de homens registrados. A profisso em Minas Gerais ainda predominantemente masculina, mas a participao feminina vem crescendo em relao ao pblico masculino a cada ano. Demonstrativo de homens e mulheres / categoria 2011 ENTIDADES EMPRESARIAIS ATIVAS As entidades empresariais de contabilidade mineiras totalizam 5.717 do total de 78.927 ativas no Brasil. O aumento de entidades mineiras foi de 12,62% em relao ao ano anterior, sendo que grande parte desse crescimento se deu devido a uma ao efetiva da fiscalizao. Abaixo, segue o comparativo por modalidade de entidade empresarial. Comparativo entidades empresariais Modalidade 20102011 Sociedade 2.8873.372 Escritrio individual 1.836 2.043 Filial 3849 Secundrio 234253 Total 4.9955.717 Fonte: spw - gereg. LEVANTAMENTO ANUAL DOS SERVIOS REALIZADOS Durante o exerccio de 2011, foram analisados 5.674 processos pelos conselheiros da Cmara de Registro, conforme abaixo: Processos homologados e julgados em 2011 Modalidadetotal Registro definitivo 446 Registro provisrio 183 Alteraes de registro 1.580 Baixa de registro 2.333 Indeferimento de baixa 35 Registro de escritrio individual 199 Registro de organizao contbil-empresrio 141 Registro de organizao contbil-sociedade 315 Alterao de organizao contbil 265 Baixas e cancelamentos de organizaes contbeis 157 Total5.674 Fonte: spw - gereg. Fonte: spw - gereg. Tcnico em Contabilidade Contador Homem 17.415 Mulher 10.390 Homem 14.124 Mulher 12.568 2011 Balano Socioambiental CRCMG 25 25. Cavalhada de Santo Antnio e So Sebastio / Mateus Leme Em Mateus Leme, a principal atrao festiva acontece todo ms de junho, em homenagem a Santo Antnio e So Sebastio. Nesses festejos, alm de atos religiosos e vrios shows artsticos, executada a Cavalhada. Dois grupos (os cristos e os mouros), compostos por 12 cavaleiros, encenam fatos e batalhas ocorridos entre cristos e mouros durante o reinado de Carlos Magno, na Frana. Ao acabar a luta, os grupos selam a paz praticando o jogo da tirada das argolas. Alm dessa apresentao, acontecem missas, procisses, queima de fogos, barraquinhas e shows musicais. A realizao est ligada Festa do Divino Esprito Santo. Fotos: Fabiano Ferreira 26 Balano Socioambiental CRCMG 2011 26. Fiscalizao MODERNIDADE E INOVAO Com o objetivo de manter a TRADIO das boas ideias implemen tadas em 2010, a Fiscalizao manteve a divulgao de seu calendrio de atividades no portal, agendou os trabalhos a serem realizados e, com isto, realizou 3.024 visitas em 189 cidades, o que representou 22% do territrio mineiro. Com uma equipe de 11 fiscais externos, 69% das visitas foram realizadas no interior do Estado e 31% na capital, tendo sido examinados 3.829 contratos de prestao de servios, 4.682 escrituraes contbeis e 2.916 demonstraes contbeis. Atravs de um planejamento estratgico, a Fiscalizao verificou 2.894 DECORES, o que representou um aumento de 34% em relao ao ano de 2010, quando foram verificadas 2.163 declaraes. Pelo terceiro ano consecutivo, principalmente em funo da adoo do documento no formato eletrnico, a Fiscalizao vem realizando o seu papel de coibir a emisso da DECORE sem lastro, tendo sido instaurados 41 processos ticos disciplinares referentes a 820 declaraes emitidas sem documentao hbil e legal. A Fiscalizao visitou 1.460 entidades empresariais da contabilidade, entre escritrios contbeis e empresas especializadas em auditoria e percia. Ainda foram fiscalizados 188 rgos pblicos e 633 organizaes no contbeis, das quais 596 eram empresas comerciais e prestadoras de servios; 9, instituies financeiras e 28, entidades sem fins lucrativos. Dentre os trabalhos que exigem maior especializao, os fiscais verificaram 101 percias contbeis junto aos Fruns e empresas especializadas, alm de 136 trabalhos de auditoria. Com o objetivo de combater os leigos e profissionais sem registro que realizam atividades privativas da profisso, foram fiscalizados 3.650 profissionais, 12% a mais se comparado ao ano anterior, quando foram diligenciados 3.255 profissionais. Das 1.587 irregularidades verificadas in loco, 773 foram regularizadas na fase de notificao, no se transformando, portanto, em processos administrativos, o que representa 49% das ocorrncias encontradas durante as visitas, reafirmando o compromisso da classe em sanar as irregularidades e atender s orientaes da Fiscalizao do CRCMG. Cumprindo o seu papel junto sociedade, a Fiscalizao instaurou 814 processos administrativos contra profissionais e organizaes que descumpriram as determinaes da legislao contbil editada pelo Conselho Federal de Contabilidade. No ano de 2011, a Fiscalizao ainda realizou um trabalho em parceria com a Gerncia de Registro: a verificao in loco das informaes prestadas preliminarmente pelos profissionais quando da solicitao de baixa do registro profissional. A Gerncia de Registro encaminhou 181 casos solicitando diligncia para verificao da veracidade das informaes, e a equipe de fiscais realizou as diligncias e encaminhou relatrio com os fatos detectados, assessorando a Cmara de Registro na tomada de deciso. Com nfase no registro profissional, das 456 organizaes contbeis que obtiveram seu registro, 80 o fizeram em virtude de aes fiscais, o que representa 17% do total de registros. No tocante aos escritrios individuais, num total de 199 registros realizados em 2011, 87 relacionaram-se com o trabalho de visitas feito pelos fiscais do CRCMG, representando 44% do total. NOVOS PROJETOS O ano de 2011 foi marcado por inovaes no campo tecnolgico e pela aproximao do CRCMG com os profissionais dos municpios mais distantes. No campo tecnolgico, o CRCMG criou o Programa E-FISCALIZAO, por meio do qual a fiscalizao realizar toda a verificao de documentos distncia, com ferramentas tecnolgicas que trazem mais eficincia, comodidade, independncia e produtividade. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 27 27. Cavalhada de Santo Antnio e So Sebastio / Mateus Leme Em Mateus Leme acontece, tambm, a Cavalhada Feminina. Esse movimento, do qual somente os homens participavam, tornou-se tradio entre as mulheres desde 2002. O principal objetivo da festa, nica Cavalhada no Brasil composta 100% por mulheres, divulgar social e culturalmente o folclore da cidade. O evento tambm acontece na festa de Santo Antnio, que recorda as Cruzadas, a luta entre mouros e cristos. Fotos: Fabiano Ferreira 28 Balano Socioambiental CRCMG 2011 28. Atendendo sugesto proveniente dos encontros regionalizados que aconteceram com os Delegados Seccionais, a Fiscalizao realizou reunies nas cidades de Almenara, Pedra Azul, Araua, Espinosa e Januria, ouvindo os profissionais e repassando orientaes sobre as exigncias determinadas pelo CFC, alm de ministrar palestra institucional sobre a estrutura organizacional do Conselho. Esses encontros foram realizados no ms de outubro e contaram com a participao de 120 profissionais. VALORIZAO PROFISSIONAL COMPROMISSO COM A SOCIEDADE Buscando a melhoria dos processos de apurao de denncias, a equipe da Fiscalizao contou, no ano de 2011, com a contratao de dois advogados que auxiliam os Conselheiros na tomada de decises. A Gerncia ainda criou formas de controle mais dinmicas, que permitem a verificao de todo o andamento das sindicncias, o que promoveu a melhoria contnua dos processos. Foram recebidas 90 denncias em 2011 e 78 em 2010. Dessas denncias, 31 foram arquivadas, 15 geraram processos ticos disciplinares e 44 esto em tramitao. As Cmaras de tica e Disciplina, de Fiscalizao, o Tribunal Regional de tica e Disciplina e o Plenrio do CRCMG distriburam e julgaram 929 processos de fiscalizao, sendo que 544 foram arquivados por ter sido regularizada a infrao; em 330 foi aplicada algum tipo de penalidade; 29 esto em tramitao e 26 foram encaminhados ao Conselho Federal de Contabilidade em grau de recurso. Dos 132 processos que geraram multa pecuniria, 73 foram pagas, 20 aguardam homologao do CFC para aplicao de suspenso por 90 dias ao autuado e em 24 o vencimento ser no incio de 2012. Alm disso, trs profissionais finalizaram 2011 cumprindo suspenso por 90 dias pelo no pagamento da multa e 12 j haviam cumprido a suspenso. Segue, ao lado, quadro comparativo com o nmero de processos julgados e as decises deliberadas: Decises nos processoa julgados 20102011 Arquivamento 435544 Multa 167146 Multa / Advertncia reservada 71 164 Multa / Censura reservada 5 12 Advertncia reservada 0 01 Censura reservada 0 0 Suspenso / Advertncia reservada 10 06 Suspenso / Censura reservada 0 01 Suspenso / Censura pblica 1 0 Diligncia 1029 CFC 1926 Cobrana de multa (Recurso intempestivo) 0 0 Fonte: GEFIS. INDICADOR SOCIAL INTERNO A equipe de fiscalizao cumpriu 69 horas de treinamentos ministrados por Conselheiros, pelo CFC e IBRACON 4 REGIO, o que permitiu a atualizao dos funcionrios. Esses treinamentos abordaram os seguintes temas: Treinamentos TEMAScurso Normas Brasileiras e Internacionais de Auditoria 16 horas Elaborao de Demonstraes Contbeis 5 horas Curso de I.F.R.S 24 horas Controle de Qualidade na Auditoria das Demonstraes Contbeis NBC TA 550 E 600 8 horas Auditoria das Demonstraes Contbeis de Partes Relacionadas e Grupos 8 horas Formao da Opinio e Emisso do Relatrio do Auditor Independente sobre Demonstraes Contbeis NBC TA 700, 705, 706, 710, 720 8 horas 2011 Balano Socioambiental CRCMG 29 29. Festa do Rosrio / Serro Realizada desde 1724, a Festa do Rosrio a mais importante da cidade, revelando, assim, a religiosidade da populao. Durante cinco dias, entre o final de junho e o incio de julho, danantes, festeiros, juzes, rei e rainha e, principalmente, os fiis acompanham a manifestao dos participantes pelas ruas, casas e igreja. A festa realizada em homenagem Santa e conta com Novena, Caixa de Assovios, a solenidade do Mastro, a queima de fogos, a busca do Rei e da Rainha da Festa, a Passagem do Cetro, a Missa, entre outras celebraes, seguidas pelos caboclos, marujos e catops. Fotos: Consuelo Abreu 30 Balano Socioambiental CRCMG 2011 30. Desenvolvimento profissional Projetos de Sucesso CRCMG ITINERANTE Minas so muitas, porm, poucos so aqueles que conhecem as mil faces das Gerais. Assim se expressou Guimares Rosa ao definir Minas Gerais. O Estado de Minas Gerais, que tambm repleto por sua diversidade e conceitos de sua GENTE, prima pela sua RELIGIOSIDADE, que, inspirada na sua extenso, nos apresenta um emaranhado de CULTURA e TRADIES. O CRCMG, ao se programar para seus projetos, como o CRCMG ITINERANTE, que corta o Estado de canto a canto, verifica as principais datas e feriados dos municpios contemplados com o evento, evitando o confronto com as TRADIES de cada local. Em 2011, o CRCMG visitou 26 municpios, nos quais h delegacias, realizando o SEMINRIO CRCMG ITINERANTE, cujo tema principal foi A VALORIZAO PROFISSIONAL, com palestra proferida pelo presidente do CRCMG, contador Walter Roosevelt Coutinho. Os eventos contaram com a participao de 1.138 profissionais da contabilidade. O CRCMG ITINERANTE contou, tambm, com a participao de um dos fenmenos do humor nacional, o ator e diretor de teatro CARLOS NUNES, que levou leveza e descontrao aos contabilistas que participaram do evento. CRC Itinerante Montes Claros CRC Itinerante Pouso Alegre 2011 Balano Socioambiental CRCMG 31 31. Caf com o Contabilista O projeto Caf com o Contabilista, que j foi realizado presen cialmente, hoje, acompanha os tempos modernos. As palestras so gravadas e inseridas no link da TV CRCMG. As palestras hospedadas pela TV CRCMG podem, a qualquer momento, ser consultadas pelo profissional da contabilidade e por todos aqueles que se interessam pela matria contbil. Em 2011, foram realizadas 9 edies do Caf com o Contabilista, com renomados palestrantes, que abordaram temas como: Gerenciamento de Empresas; Arrecadao Previdenciria e Obrigaes Acessrias; Programa de Voluntariado da Classe Contbil; Contabilidade como Instrumento de Controle; Imposto de Renda para Investimentos da Bolsa de Valores; Exame de Suficincia; Contribuinte X Fisco: a Arte da Guerra; Sistema HomologNet e DAPI (Declarao de Apurao e Informao do ICMS). Cursos a Distncia EAD O profissional contbil, aos poucos, vai assimilando a tecnologia EAD. Os cursos a distncia so realizados em parceria com o SENAC. Em 2011, foram ministrados os seguintes cursos: Imposto de Renda PJ; ICMS-Substituio Tributria; Uso da Calculadora HP; Gesto e Liderana de Equipes; Gesto de Custos; Custos na Prestao de Servios e Marketing Pessoal. Os cursos realizados pelo CRCMG so bastante procurados pelos profissionais, principalmente porque abordam temas realmente relevantes para a classe contbil. Atravs da EAD, temos possibilitado aos profissionais das mais variadas e longnquas regies participarem dos cursos do CRCMG, com melhor custo x benefcio, viabilizando a realizao de maior nmero de cursos. Em 2011, o CRCMG realizou 52 turmas dos cursos distncia, com a participao de 2.080 profissionais. Cursos Presenciais Foram realizados, ainda, 49 cursos presenciais sobre IFRS International Financial Reporting Standard, com a participao de 2.453 profissionais contbeis da capital e do interior do Estado. Papo sobre IFRS 32 Balano Socioambiental CRCMG 2011 32. SEMANA DA CONTABILIDADE A Semana da Contabilidade tem como finalidade integrar e valorizar a classe contbil, com a comemorao, em maio, do Dia do Profissional da Contabilidade, nacionalmente festejado em 25 de abril. Pelo stimo ano consecutivo, a classe contbil teve uma extensa semana de atividades em comemorao ao Dia do Profissional da Contabilidade, em Belo Horizonte. Em uma semana repleta de atividades, realizada de 16 a 20/05/2011, a programao foi variada: lanamento do balano socioambiental para os funcionrios do CRCMG; apresentao da pea teatral Os Homens So de Marte, Pra L Que Eu Vou...; show da Banda Os Paralamas do Sucesso. Na sexta feira, no encerramento da Semana da Contabilidade, ocorreu o tradicional Caf Com o Contabilista, em edio presencial, tendo sido abordados os temas: Habilidades Gerencias do Contador Consumidor e Validade Jurdica das Transaes Virtuais. Para o show e a pea teatral, 4.040 ingressos foram disponibilizados, e a troca foi efetivada com a doao de duas latas de leite em p por ingresso, totalizando 8.080 unidades arrecadadas, que foram distribudas para as 60 instituies da capital e do interior cadastradas no CRCMG. Para viabilizar a Semana da Contabilidade, os parceiros Mastermaq Informtica e Caixa Econmica Federal foram imprescindveis. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 33 Troca de ingressos por latas de leite em p Semana da Contabilidade: show Paralamas do Sucesso Semana da Contabilidade: pblico do teatro 33. CATEGORIA ACADMICO-CIENTFICA 1 LUGAR: Utilizao do Modelo Dupont para previso de resultados futuros Autores: Marcelo Angotti e Oscar Neto de Almeida Bispo. 2 LUGAR: Avaliao de indicadores de desempenho de gastos pblicos com o meio ambiente nos Estados Brasileiros Autora: Clarice Pereira de Paiva Ribeiro. CATEGORIA INICIAO CIENTFICA 1 LUGAR: Sustentabilidade dos negcios e a contabilidade: uma anlise da materializao de riscos no evidenciados nas demonstraes financeiras das empresas Autores: Kamila Ribeiro Leal, Anderson de Oliveira Reis e Gislaine Aparecida da Silva Santana. 2 LUGAR: Mercado de Carbono: o retorno financeiro de um investimento sustentvel Autores: Jssica Dias Padovani, Antnio Carlos Afonso, Ester Belmonte Tortoretto Leonello e Rosivania Menezes Fraga Fonseca. VIII CONVENO DE CONTABILIDADE DE MINAS GERAIS A VIII Conveno de Contabilidade de Minas Gerais teve como tema Contabilidade e Sustentabilidade: Um Novo Conceito a Ser Cultivado. 859 profissionais de diferentes partes de Minas Gerais e do Brasil prestigiaram o mais importante evento contbil do Estado. Renomados profissionais no cenrio poltico e contbil nacional estiveram presentes, como o professor Amaro Luis de Oliveira Gomes, que integra o Board do Internacional Accounting Standards (IAS), Vnia Maria da Costa Borgeth (BNDES) e Ricardo Lopes Cardoso (FGV). Outros palestrantes tambm contriburam para o sucesso do maior evento da classe contbil mineira, como Lcia Hipplito, Mrio Srgio Cortella, Carlos Maurcio Prado, Nelson Carvalho, Maria Elisa Castellanos Sol e Nivaldo Cleto. O evento tambm contou com a presena do Presidente do CFC, contador Juarez Domingues Carneiro. A realizao desse evento deveu-se aos parceiros: Caixa Econmica Federal, Prosoft, Ei Advanced, SESCON-MG, Domnio Sistemas, Ledware Informtica, Nasajon Sistemas, Mastermaq Informtica, Editora Atlas, Editora Juru, Alterdata Software, MAXI Educao Estratgica de Alta Performance Ltda., Creditbil, IBMEC e Fundao Getlio Vargas. O CRCMG contou com o apoio do Conselho Federal de Contabilidade - CFC, da Fundao Brasileira de Contabilidade FBC e da Ordem dos Tcnicos Oficiais de Contas OTOC, de Portugal. A VIII Conveno, realizada nas dependncias do centro de convenes do MINASCENTRO, contou tambm com o j tradicional Prmio Internacional de Produo Contbil Tcnico-Cientfica Prof. Dr. Antnio Lopes de S. Os premiados foram: VIII Conveno de Contabilidade 34 Balano Socioambiental CRCMG 2011 34. IIFRUMMINEIRODECONTABILIDADEPBLICAMUNICIPAL O CRCMG apoiou novamente a realizao do Frum Mineiro de Contabilidade Pblica, ocorrido nos dias 23 e 24 de novembro de 2011. O evento foi realizado pela Associao Mineira de Municpios- AMM e teve como tema A Convergncia das Normas Internacionais ao Setor Pblico: Oportunidade e Desafios. 300 profissionais da rea participaram do evento. Relaes institucionais O CRCMG recebe visitas tcnicas de alunos, atendendo s solicitaes das instituies de ensino. Ao visitar as instalaes do Conselho, os futuros profissionais so recepcionados no auditrio, onde, em uma palestra, tomam conhecimento sobre a natureza jurdica, estrutura organizacional e as principais atividades do CRCMG. Em 2011, 16 instituies de ensino da capital e do interior visitaram a sede do CRCMG, e 557 alunos tiveram a oportunidade de conhecer de perto as atividades de registro, fiscalizao e desenvolvimento profissional do seu futuro rgo de classe. O Conselho mantm um bom relacionamento com as instituies de ensino superior e participa ativamente dos eventos da rea acadmica, disponibilizando Conselheiros para ministrar palestras. Em 2011, foram ministradas 64 palestras em instituies de ensino pelos nossos Conselheiros. O CRCMG participou de 32 solenidades de colao de grau, enviando representantes do Conselho, que certificaram os melhores alunos. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 35 Visita tcnica de alunos da Universidade Federal de So Joo del-Rei Encontro do Grupo de Trabalho da Mulher Contabilista Visita tcnica de alunos da PUC Minas 35. Incentivo para os profissionais contbeis Convnios O CRCMG tem se empenhado em manter e estender os convnios com instituies de Ensino Superior, de forma a incentivar os profissionais que desejam continuar seus estudos. No ano de 2011, seis instituies de ensino realizaram convnio em Graduao e dez foram conveniadas para Ps-Graduao, conforme o quadro abaixo: Graduao INSTITUIO LOCALIDADE DESCONTO OFERECIDO Facisabh Faculdade de Cincias Aplicadas Belo Horizonte 20% Univale Universidade Vale do Rio Doce Governador Valadares 10% Centro Universitrio Una Belo Horizonte 15% Fans Faculdade De Nova Serrana Nova Serrana 10% Ucdb Universidade Catlica Dom Bosco Campo Grande/MS 20% Faculdade Presidente Antnio Carlos Bom Despacho 20% Ps-Graduao Instituio Localidade Desconto Oferecido Perito On Line Consultoria Belo Horizonte 25% Asesi Associao de Ensino Superior dos Inconfidentes Itabirito 8% Ibmec Educacional Belo Horizonte 15% Instituto Cultural Newton Paiva Ferreira Belo Horizonte 17% Fans Faculdade de Nova Serrana Nova Serrana 15% (Mba) Bi Educao Internacional Ltda. So Paulo 15% Fundao Getlio Vargas Belo Horizonte Sob Consulta Centro Universitrio Una Belo Horizonte 15% Enc Escola de Negcios Contbeis Belo Horizonte 15% Ietc Instituto de Educao Tecnolgica Ltda. Belo Horizonte 15% O CRCMG apenas divulga os cursos/convnios e descontos oferecidos para a classe contbil, sem assumir responsabilidades quanto qualidade dos cursos oferecidos. 36 Balano Socioambiental CRCMG 2011 36. COMISSES E GRUPOS DE TRABALHOS As atividades desenvolvidas pelos grupos de trabalhos do CRCMG tm contribudo com diversos segmentos da contabilidade. Alm dos grupos que produzem trabalhos tcnicos, h aqueles especializados em desenvolver aes sociais. Os GTs de Voluntariado, Mulher Contabilista e Contabilista Solidrio promoveram aes conjuntas, objetivando motivar os profissionais a se tornarem voluntrios em campanhas da Pastoral da Criana. Alm disso, orientaram sobre a correta utilizao do FIA-Fundo para Infncia e Adolescncia, bem como sobre a prestao de contas dos CAEs Conselhos de Alimentao Escolar. Foram, ainda, desenvolvidos trabalhos tcnicos nos seguintes grupos: Comit Cientfico, Empresas Contbeis, Ensino, IFRS, Percia, rea Pblica, Tecnologia da Informao e rea Tributria. Biblioteca Tendo sempre como meta a disseminao da informao e o aprimoramento do profissional contbil, a Biblioteca Professor Antnio Lopes de S atendeu a quase trs mil consultas. Alm de realizar o atendimento presencial, a biblioteca faz atendimentos via e-mail, inclusive com o envio de material disponvel no banco de dados, o que possibilita o acesso rpido a todos que necessitem da informao contbil, mesmo estando distantes. A biblioteca do CRCMG conta com um acervo de 9.000 itens, entre livros, peridicos, CDs, DVDs e fotos. Dispe de uma estrutura tranquila e confortvel, apropriada para a prtica de estudo. Educao Continuada O CRCMG possui, atualmente, 327 profissionais registrados no Programa de Educao Profissional Continuada, que destinado aos auditores independentes e tem como objetivo manter a qualificao tcnica dos trabalhos prestados por esses auditores. O Programa conta com 38 capacitadoras, que esto autorizadas a oferecer cursos, eventos e outras atividades, contribuindo, dessa forma, para a renovao e o crescimento do maior capital desses profissionais, o conhecimento. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 37 Estande do CRCMG sobre IRPF 2011 Biblioteca: acervo de nove mil itens 37. Corpus Christi / Ouro Preto No feriado de Corpus Christi, centenas de fiis visitam Ouro Preto para participar das festividades do feriado santo em busca de f e religiosidade. O atrativo principal a procisso, que leva os fiis de uma igreja a outra, percorrendo as ruas por cima dos tapetes feitos de serragem. Os famosos tapetes, que atraem vrios turistas, so decorados com serragens tingidas em diversas cores, adornos e flores. Com desenhos de inspirao religiosa, a confeco do tapete sempre feita pela comunidade local. Fotos: Marcelo Bessa / idasbrasil.com 38 Balano Socioambiental CRCMG 2011 38. O Parcerias de sucesso O que Corpus Christi? Do latim, Corpo de Cristo, uma festa da Igreja Catlica que celebra a presena de Cristo na Eucaristia, pela mudana da substncia do po e do vinho na de seu corpo e de seu sangue. realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santssima Trindade. A celebrao teve origem em 1243, na Blgica. No Brasil, a festa passou a integrar o calendrio religioso de Braslia em 1961. J a tradio de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, Minas Gerais. Capacitadoras do Programa de Educao Continuada Centro Universitrio Fumec Fead Centro de Gesto Empreendedora Ufmg Universidade Federal de Minas Gerais Ceajufe MG Instituto Cultural Newton Paiva Ferreira Fctm Faculdade de Cincias Contbeis do Tringulo Mineiro Bi Minas Fgv Fundao Dom Cabral Instituto Novos Horizontes de Ensino Superior e Pesquisa Federao dos Contabilistas dos Estados de Minas Gerais e Gois Facsal Faculdade da Cidade de Santa Luzia Icmg Instituto Catlico de Minas Gerais Unileste MG Centro Universitrio Una Pontifcia Universidade Catlica de Minas Gerais O CRCMG busca, por meio de parceiros, estruturar relaes estrat gicas e desenvolver projetos direcionados valorizao da classe. Em 2011 as parcerias estabelecidas ajudaram a realizar as aes sociais e projetos de desenvolvimento profissional do Conselho, como a Semana da Contabilidade, o CRCMG Itinerante e a TV CRCMG. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 39 39. Festa do Divino / Diamantina A Festa do Divino realizada sete semanas depois do Domingo de Pscoa, no dia de Pentecostes, para comemorar a descida do Esprito Santo sobre os doze apstolos. A festa tem origem no sculo 14, em Portugal, porm a tradio da Festa do Divino se mantm viva at hoje em vrios estados brasileiros, inclusive em Minas Gerais. Em Diamantina, os festejos incluem cortejo com participantes em trajes da poca do imprio, alvorada, missa e espetculo de fogos de artifcio. Fotos: Cia. EstandArtesdeMinas / Rodsney Simio Pereira 40 Balano Socioambiental CRCMG 2011 40. Gesto Socioambiental Projeto Contabilista Solidrio Para a construo de um mundo melhor, o Conselho promove e estimula,durantetodooano,oespritodecidadaniaeresponsabilidade social entre seus colaboradores, profissionais, estudantes de Cincias Contbeis e a sociedade. Em 2011, foram arrecadadas 8.080 latas de leite em p integral 400g durante a Semana da Contabilidade. As doaes foram entregues a 60 entidades de assistncia a pessoas carentes, crianas em situao de risco, idosos e portadores de deficincia, na capital e no interior. Creche das RosinhasContabilistas preparam as doaes Distribuio das latas de leite em p arrecadadas 2011 Balano Socioambiental CRCMG 41 41. Creche Comunitria Pequeno Prncipe Sociedade Esprita Joanna de ngelis Oficina Escola de ngelis Escola Estadual Dona Argentina Viana C. Branco Creche Comunitria Tia Mamlia 42 Balano Socioambiental CRCMG 2011 42. Compromisso com os profissionais contbeis O CRCMG sabe do quo importante para o profissional contbil atuar em sua rea de formao. Assim, o Conselho contribui para o ingresso dos profissionais contbeis no mercado de trabalho, divulgando os processos de seleo das empresas que esto procura de profissionais qualificados. No portal do CRCMG, h um menu especfico em que empresas, escritrios de contabilidade e empresas de RH podem se cadastrar e divulgar as ofertas de empregos na rea contbil. Em 2011, foram divulgadas 1.544 vagas. Grande parte das empresas anuncia suas vagas desde que esse servio foi criado, em outubro de 2006, o que demonstra a credibilidade desse espao oferecido pelo Conselho e o retorno positivo dos profissionais s empresas anunciantes. Alm disso, o CRCMG ainda divulga vagas oferecidas aos profissionais contbeis em concursos pblicos, por meio do informativo eletrnico, CRCMG Notcias, que enviado semanalmente por e-mail aos profissionais registrados. Programa de Voluntariado da Classe Contbil Esse programa faz parte do plano de metas estratgicas do Conselho Federal de Contabilidade e foi planejado com o objetivo de sensibilizar os profissionais integrantes do Sistema CFC/CRCs sobre a importncia das aes do voluntariado para a construo de uma sociedade mais justa e solidria. O grupo voluntariado atuou nos projetos: gesto eficiente da merenda escolar, assistncia organizao da sociedade civil, mobilizao para doaes ao Funcriana, rede nacional de cidadania fiscal, aes localizadas de voluntariado e apoio s pastorais da criana e do idoso. Em Minas Gerais, 225 profissionais contbeis esto cadastrados no programa, executando diversas atividades voluntrias junto ao Conselho de Alimentao Escolar CAE de sua cidade. Durante a VIII Conveno de Contabilidade de Minas Gerais, foi divulgada para a classe contbil a importncia do projeto, a fim de motivar os voluntrios a apoiarem o trabalho dos CAEs. Unica em todo o pas, a Lei n0 13.803 repassa recursos para os municpios que preservam a sua memria e a sua produo cultural. O municpio que possui lei de proteo, que possui um conselho municipal do patrimnio, que protege os bens culturais atravs do tombamento, que inventaria esses bens e que os restaura e cuida deles, recebe mais recursos para poder melhorar a qualidade de vida, resguardando sua histria, sua cultura e sua autoestima. Preservar em Minas Gerais significa recurso e qualidade de vida. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 43 43. Canais de Comunicao Foco em pblicos diversos Assim como ocorre na organizao de grandes festas religiosas, todas as AES e os materiais produzidos pela Assessoria de Comunicao (Ascom) do CRCMG so planejados PASSO A PASSO e concretizados visando obter o melhor ndice de entendimento, envolvimento e retorno de todos os pblicos envolvidos. A comunicao do CRCMG atua ZELANDO pela transparncia, estratgia, responsabilidade social e agilidade, oferecendo aos profissionais contbeis diversos canais de comunicao, informaes relevantes para o dia a dia profissional, programas de aperfeioamento e valorizao, alm de informar sociedade em geral assuntos referentes rea contbil. O Jornal do CRCMG publicado bimestralmente h 17 anos e mantm como TRADIO informar, de forma clara e direta, os assuntos pertinentes classe. Em 2011, a publicao foi enviada eletronicamenteparaosprofissionaisregistradosedemaisinteressados, como empresrios, colaboradores das empresas contbeis, estudantes e professores, empresas parceiras, jornalistas e demais formadores de opinio. As seis edies virtuais do jornal chegaram a 486 mil leitores. A publicao passou por alteraes nos projetos editorial e grfico, com o objetivo de melhor atender s necessidades e interesses do profissional da Contabilidade. Esse veculo de comunicao divulgou, em 2011, 9 cartas de leitores que revelaram o interesse em manifestar suas opinies e participar das publicaes. O Jornal do CRCMG presta, ainda, um relevante servio para a sociedade, pois traz uma coluna de pessoas desaparecidas. Ao todo, foram publicadas fotos e informaes de 29 pessoas. As informaes so repassadas pela Diviso de Referncia da Pessoa Desaparecida da Polcia Civil de Minas Gerais. Pesquisa de satisfao dos leitores do jornal realizada pela Assessoria de Comunicao obteve 84,9% de satisfao geral, sendo que 90% dos leitores consideram as informaes do jornal claras e objetivas. A Revista Mineira de Contabilidade (RMC) divulga trimestralmente artigos de qualidade, tcnicos e cientficos. Em 2011, a RMC teve 82% de ndice de satisfao dos assinantes. Nela, so publicados os artigos submetidos ao Conselho Editorial para avaliao, atendendo a uma demanda crescente de autores que podem divulgar o seu conhecimento cientfico classe contbil. Em 2011, foram publicados 16 artigos. A Revista atinge diretamente mil leitores-assinantes e, para cada exemplar da publicao, estimada a leitura pelo assinante e mais trs pessoas. A revista est presente nas bibliotecas das principais instituies de ensino, empresas e sindicatos. Informaes de interesse da classe e da sociedade, aes institucionais, avisos de utilidade, legislao, servios para empresrios, entre outros assuntos, estiveram presentes nas 44 colunas Painel Contbil veiculadas semanalmente pelo Conselho, de janeiro a dezembro de 2011, nas rdios Itatiaia e CBN. Este meio de comunicao leva a 44 Balano Socioambiental CRCMG 2011 44. mais de 160 mil cidados* esclarecimentos e informaes acerca das aes do CRCMG e principais medidas que afetam os profissionais contbeis e a sociedade. Os profissionais recebem, ainda, o CRCMG Notcias e o Boletim Legislativo, informativos eletrnicos semanais. As 87 edies do Informativo CRCMG Notcias foram produzidas e enviadas, ao todo, para 7.047.000 e-mails, entre profissionais contbeis, estudantes, empresrios, faculdades e entidades parceiras. Esse informativo mantm a sociedade atenta aos acontecimentos da classe contbil, como cursos, eventos, palestras, convnios, alteraes na legislao, estreitando,assim,arelaoexistenteentreoCRCMG,aclassecontbil e a sociedade. Tambm foram produzidas 51 edies do Boletim Legislativo, informativo composto por resumos das publicaes do Dirio Oficial da Unio e de Minas Gerais. So tambm veiculadas informaes de rgos pblicos e do CFC. A finalidade propiciar ao profissional contbil uma leitura dinmica para que ele possa filtrar as informaes que so pertinentes sua rotina profissional. O portal do CRCMG mantm-se como instrumento de educao continuada e de fiscalizao preventiva, uma vez que nele so divulgados cursos diversos e esto disponveis palestras na TV CRCMG, possibilitando que profissionais de qualquer localidade tenham acesso s informaes. Em 2011, o portal foi acessado, em mdia, por 59.898 mil visitantes por ms, totalizando 718.787 visitas. As informaes disponveis no portal so voltadas para a classe contbil e a sociedade. A Assessoria de Comunicao do CRCMG responsvel, ainda, pela produo do jornal interno C Entre Ns, do Balano Socioambiental, pela criao e divulgao de campanhas e aes de comunicao interna e pela comercializao e controle de todos os anncios que so publicados no Jornal do CRCMG, na Revista Mineira de Contabilidade e no portal do CRCMG. Em 2011, 16 empresas anunciaram nos veculos de comunicao do Conselho, confirmando a importncia de estarem presentes em mdias direcionadas aos contabilistas. * Fonte: ndice de audincia das rdios. Ouvidoria A Ouvidoria do CRCMG um canal permanente de comunicao com a sociedade. Esse espao direcionado para que os profissionais registrem suas opinies, dvidas, reclamaes ou sugestes, com o intuito de aprimorar os servios prestados pelo Conselho. Os e-mails so recebidos, avaliados e selecionados para resposta direta da Ouvidoria ou para envio s reas competentes. O prazo para resposta de at 15 dias. Em 2011, foram recebidas e respondidas pela Assessoria de Comunicao 1.643 ouvidorias, conforme abaixo: Assuntos referentes a Quantidade Registro524 Financeiro344 Desenvolvimento Profissional 85 Institucional CRCMG 266 Fiscalizao188 Comunicao24 Administrativo65 Jurdico e Tcnicos 147 Fonte: ASCOM. As manifestaes recebidas pela Ouvidoria so fundamentais para o processo de melhoria da qualidade da gesto do CRCMG, pois so obtidas diretamente com os agentes que se utilizam dos servios prestados pelo rgo. As reclamaes recebidas por meio desse canal, alm de serem respondidas pela rea responsvel, so tambm enviadas e tratadas pelo Sistema de Gesto da Qualidade do CRCMG. O representante da Direo, responsvel pelo Sistema, faz uma anlise crtica, a fim de verificar o grau de relevncia da reclamao e se ela procedente ou no de abertura de registro de no conformidade. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 45 45. Melhoria contnua: o CRCMG ergue essa bandeira O CRCMG baseia seu trabalho, dentre outros parmetros, no grau de satisfao dos colaboradores, que obtido por uma pesquisa anual, por meio da qual se avaliam condies fsicas e ambientais, relacionamento, situao funcional e atividade social. Na pesquisa, o colaborador fica livre para se identificar ou no. Assim, o CRCMG traa planos para sua melhoria contnua. Os dados da tabela se originaram da colaborao de 70 funcionrios que participaram da pesquisa, representando 88,6% do total de empregados. Anlise dos dados No grupo Condies Fsicas e Ambientais, as maiores notas ficaram com os quesitos Climatizao do Ambiente e Iluminao do Ambiente. Acreditamos que o resultado provm do investimento do CRCMG na infraestrutura, considerando que o ambiente de trabalho deve apresentar conforto e tranquilidade ao trabalhador. Quanto menor nota, em Servios de Limpeza e Manuteno, acreditamos ser um reflexo da dificuldade em conseguirmos contratar uma empresa para realizar o servio, o que resultou na contratao de trs empresas diferentes ao longo do ano at que a situao do prestador de servio se apresentasse regular, conforme a Lei 8.666/93. Em Situao Funcional, a pontualidade no pagamento continua sendo a maior nota dentro do grupo. J quanto menor nota, em Reajuste Salarial, acreditamos ser uma repercusso de no se atingirem as expectativas geradas pelos funcionrios, considerando os limites oramentrios do CRCMG. Entretanto, para definir o ndice do reajuste, o Conselho baseou-se mais uma vez no INPC ndice Nacional de Preos ao Consumidor, ou seja, houve a correo das perdas do perodo. Alm desse reajuste, o CRCMG concedeu promoo por merecimento para os funcionrios que obtiveram desempenho satisfatrio na avaliao de desempenho, conforme Balano Socioambiental em Dados 46 Balano Socioambiental CRCMG 2011 Balano de satisfao dos funcionrios INDICADORES Notas Condies fsicas e ambientais Climatizao do ambiente 8,7 Iluminao do ambiente 8,9 Acstica entre as gerncias/assessorias 8,4 Espao fsico 7,7 Equipamentos disponveis 8,2 Mveis 7,7 Servio de elevadores 6,6 Meios de comunicao interna 7,8 Materiais de expediente disponveis 7,3 Servios de limpeza e manuteno 6,4 Segurana predial 6,6 Carga de trabalho condizente com o horrio de trabalho 7,4 Relacionamento Entre colegas gerncias/assessorias 8,3 Entre colegas de outras gerncias/assessorias e diretoria 7,4 Chefia imediata (gerente/assessor/diretor) 8,1 Chefia superior (presidente/conselheiros) 6,6 Situao Funcional Realizao das tarefas dirias 8,1 Reconhecimento e mritos pela chefia 7 Grau de liberdade em expor ideias 7,5 Liberdade em realizar novas competncias 6,9 Possibilidades de tomadas de decises 6 Pontualidade no pagamento de salrios 9,9 Manuteno do emprego 8,9 Remunerao 4,9 Reajuste salarial 4,7 Imagem institucional/orgulho do CRCMG 7,3 Atividade Social Cursos/treinamentos 5,9 Bolsa de estudos 7,4 Plano de sade 7 Eventos/confraternizao/associao dos funcionrios 6,5 Fonte: geadf - direg. 46. previsto no Plano de Cargos, Carreiras e Salrios, garantindo, assim, o ganho real nos salrios desses funcionrios. O grupo Atividade Social apresentou a menor nota para o quesito cursos/treinamentos, apesar de a nota ser considerada regular, pois o CRCMG atingiu uma meta de 73,5% de cursos realizados em relao ao previsto, sempre buscando fornecer treinamentos de acordo com a competncia necessria ao funcionrio para exercer uma determinada funo. A nota mais alta ficou com o quesito Bolsa de Estudos. Com o intuito de incentivar os funcionrios a aprimorarem seu conhecimento, o Conselho de Minas, atravs do auxlio-educao, fornece uma bolsa de 50% no pagamento das mensalidades dos cursos de ensino superior e 30% nos cursos de ps-graduao. Notas explicativas: 1 Os indicadores refletem uma pontuao em que o valor 10 equivaleu ao mximo do grau de satisfao (timo); 7,5 (bom); 5,0 (regular); 2,5 (insuficiente) e 0 (ruim). Sendo assim, quanto maior a conceituao, melhor foi a avaliao feita pelos funcionrios sobre o quesito. 2 Para alcanar a pontuao geral, utilizou-se a mdia aritmtica de todos os formulrios preenchidos. Entretanto, as questes em branco no foram consideradas como um indicador para medir o grau de satisfao. Legendas ASCOM Assessoria de Comunicao ASJUR Assessoria Jurdica GEADF Gerncia Administrativa e Financeira GEDEP Gerncia de Desenvolvimento Profissional GECON Gerncia de Contabilidade GEFIS Gerncia de Fiscalizao e Processos GEREG Gerncia de Registro GETIN Gerncia de Tecnologia da Informao DIREX Diretoria Executiva Fonte: Geadf - Direg. Mdia de satisfao geral por gerncia 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0 Todas 7,3 ASCOM 8,3 ASJUR 8,4 GEADF 7,4 GEDEP 7,1 GETIN 8,3 GEREG 6,4 GEFIS 6,7 GECON 7,6 Distribuio da porcentagem de satisfao por quesito (total 100%) 23,9% 24,8% 25,4% 25,7% Fonte: Geadf - Direg. Condies fsicas e ambientais Relacionamento Situao funcional Atividade social DIREX 8,5 Diretorias 9,0 2011 Balano Socioambiental CRCMG 47 47. 48 Balano Socioambiental CRCMG 2011 Legendas: DIREX Diretoria Executiva; ASJUR Assessoria Jurdica; ASCOM Assessoria de Comunicao; DIREG Diretoria Adjunta de Gesto de Recursos; GEADF Gerncia Administrativa DIROP Diretoria Adjunta de Gesto Operacional; GEFIS Gerncia de Fiscalizao; GEREG Gerncia de Registro; GEDEP Gerncia de Desenvolvimento Profissional. Fonte: Geadf - Direg. Indicadores de Recursos Humanos Valores 2011 DIREX ASJURASCOMDIREGGEADF GETIN GECON Efetivos em 31/12 4 6 3 1184 3 Participao por sexo Mulheres 48% 3 3 3 1 8 0 2 Homens52% 1 3 10 4 1 Percentual ocupantes de cargos de chefia Mulheres 20% 1 1 Homens80% 1 1 1 1 1 Faixas etrias Menores de 18 anos De 18 a 35 anos 1 2 3 7 2 2 De 36 a 60 anos 3 4 1 11 2 1 Acima de 60 anos Tempo de servio At 1 ano 2 1 1 2 De 1 a 5 anos 1 1 1 7 De 6 a 10 anos 3 2 1 1 1 De 11 a 15 anos 1 2 1 De 16 a 20 anos 1 1 4 1 Acima de 20 anos 3 1 Movimentaes do corpo funcional Demisses no ano 3 Aposentadorias no ano Afastamentos por outros motivos Admisses no ano 2 1 1 2 Servios tercerizados Nmero de pessoas em servios terceirizados 8 Estagirios Nmero de estagirios 2 1 Escolaridade e formao Analfabeto Com ensino fundamental Com ensino mdio 1 7 Cursando ensino superior 1 5 1 Com superior completo 4 3 2 4 3 3 Cursando ps-graduao 2 Ps-graduao completa 1 1 11 48. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 49 OO Instituto do Patrimnio Histrico e Artstico Nacional (Iphan), em parceria com outras instituies, realizou o inventrio de 40 bens imateriais. Algumas celebraes religiosas nacionais foram registradas: o Crio de Nossa Senhora de Nazar, no Par; a Festa de Santa Brbara, na Bahia; a Festa do Divino Maranhense, no Rio de Janeiro; e as festas religiosas de Ouro Preto, em Minas Gerais. a e Financeira; GETIN Gerncia da Tecnologia da Informao; GECON Gerncia de Contabilidade; DIROP GEFIS GEREG GEDEP TOTAL 1 23 12 6 81 0 7 9 3 39 1 16 3 3 42 2 1 1 1 1 9 0 7 2 1 27 1 16 10 4 53 1 1 3 1 10 8 3 1 22 1 1 10 2 4 1 11 9 2 2 20 1 3 8 1 1 5 0 0 3 1 10 8 3 0 1 1 2 5 2 17 2 2 11 13 3 4 38 1 3 15 1 11 49. 50 Balano Socioambiental CRCMG 2011 Demonstrao do Valor Adicionado DVA A Demonstrao do Valor Adicionado DVA foi realizada com base nas Normas Brasileiras de Contabilidade e na Resoluo CFC n 1.138, de 21 de novembro de 2008, que aprovou a NBC-T 3.7, a qual normatizou os procedimentos para elaborao da DVA. Essa Demonstrao tambm extrada da escriturao contbil, sob o enfoque do Princpio da Competncia. A DVA elaborada pelo Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais representa uma ferramenta gerencial de informao muito importante para a classe contbil e para a sociedade, pois evidencia, de forma clara e objetiva, a riqueza gerada pelo Regional. Ressalta- se que esse demonstrativo foi calculado a partir da diferena entre o valor dos bens e o dos servios adquiridos de terceiros, utilizados no processo de gesto do rgo. A utilizao da DVA como demonstrativo gerencial pelo CRCMG pode ser resumida da seguinte forma: a) como ndice de avaliao do desempenho na gerao de riqueza, ao medir a eficincia do rgo na utilizao dos fatores de produo, comparando o valor das sadas com o valor das entradas, e b) como ndice de avaliao de desempenho social, na medida em que demonstra, na distribuio da riqueza gerada, a participao dos funcionrios, do Governo e dos Agentes Financiadores, como o CFC. O presente demonstrativo adicionado demonstra, ainda, a efetiva contribuio do CRCMG, dentro de uma viso global de desempenho, para a gerao da riqueza da economia do pas, sendo resultado do esforo conjugado de todos os fatores de produo. Normas contbeis voltadas ao Setor Pblico A edio, pelo Conselho Federal de Contabilidade, das NBC-TSP 16.1 a 16.11, referentes s Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Pblico, deu incio a um processo de mudanas na contabilidade pblica. Essas normas estabelecem profundas alteraes no conceito, objetivo e no campo de aplicao da contabilidade para os entes pblicos. O Patrimnio Pblico torna-se o principal objeto de estudo, registro e controle. A aplicao integral dos Princpios de Contabilidade pelos rgos pblicos uma realidade a ser alcanada. A instrumentalizao dos processos e procedimentos para a aplicao das NBCTs SP dar suporte para um controle social muito mais eficiente e permitir a harmonizao e uniformizao consensual dos Princpios de Contabilidade com as boas prticas governamentais. Em um futuro prximo, as demonstraes contbeis dos rgos pblicos podero ser comparveis com as de empresas do setor privado do pas e do exterior. 50. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 51 Demonstrao do Valor Adicionado DvA valores em R$ 2011 % valores em R$ 2010 % 1. Receitas 19.034.412100,00% 14.575.068 100,00% 1.1. Receitas de contribuies 15.726.124 82,61% 11.407.868 78,27% 1.2. Receitas de servios 647.314 3,40% 648.849 4,44% 1.4. Dvida ativa 469.567 2,47% 1.325.619 9,10% 1.5. Outras receitas correntes 2.161.407 11,36% 1.190.382 8,17% 1.6. Receitas de capital 30.000 0,16% 2.350 0,02% 2. Insumos Adquiridos de Terceiros 5.972.032100,00% 3.976.362 100,00% 2.1. Materiais adquiridos de terceiros 541.260 9,06% 162.863 4,10% 2.2. Servios de terceiros 4.504.059 75,42% 2.973.452 74,78% 2.3. Despesas de capital 926.713 15,52% 840.047 21,12% 3. Valor Adicionado Bruto [1-2] 13.062.380 10.598.706 4. Valor Adicionado Recebido em Transferncia 1.041.151 477.991 4.1. Receitas patrimoniais 1.041.151 477.991 5. Valor Adicionado Total a Distribuir 14.103.531100,00% 11.076.697 100,00% 6. Distribuio do Valor Adicionado 6.1. Recursos humanos 3.956.250 28,05% 3.580.872 32,33% 6.2. Taxas, contribuies e encargos sociais 1.258.588 8,92% 661.630 5,97% 6.3. Contribuies sociais e estatutrias 3.771.831 25,75% 2.959.320 26,72% 6.4. Juros e aluguis 295.659 2,10% 57.876 0,52% 6.5. Supervit / Dficit do exerccio 4.821.203 34,18% 3.816.999 34,46% Total do Valor Adicionado Distribudo 14.103.531100,00% 11.076.697 100,00% Indicadores do Resultado Operacional e Social 1. Demonstrao do Resultado do Exerccio Valores em R$ - 2011 Valores em R$ - 2010 Receita Bruta 20.075.563 15.053.059 (-) Contribuies sociais e estatutrias -3.771.831 -2.959.320 Receita Lquida 16.303.732 12.093.739 (-) Despesas com atividades operacionais -3.107.696 -1.870.266 (-) Despesas com remunerao do pessoal -3.956.250 -3.580.872 (-) Despesas com tributos, contribuies e encargos sociais -1.258.588 -661.630 (-) Despesas com benefcios sociais comunidade -2.233.282 -1.323.925 (+/-) Outras despesas e receitas -926.713 -840.047 Supervit / Dficit do Exerccio 4.821.203 3.816.999 2. Patrimnio Social 64.007.79164.975.247 Nota explicativa: Embora tenha obtido supervit no ano de 2011, o Patrimonial Social sofreu reduo no valor de R$ 967.456,00 decorrente do reconhecimento da cota parte sobre Crditos a Receber, registrada na conta de Ajustes de Exerccios Anteriores. 51. Indicadores das Atividades Operacionais Valores em R$ - 2011 Valores em R$ - 2010 valores RecEITA Dficit PatrIM. valores RecEITA Supervit PatrIM. LQUIDA SOCIALLQUIDA SOCIAL Registros Profissional e Cadastral 8.025 0,05% 0,17% 0,01% 11.171 0,09% 0,29% 0,02% Administrativo 1.065.042 6,53%22,09% 1,66% 518.901 4,29% 13,59% 0,80% Encontros e Representaes 908.315 5,57% 18,84% 1,42% 400.221 3,31% 10,49% 0,62% Valorizao Profissional 331.873 2,04% 6,88% 0,52% 452.273 3,74% 11,85% 0,70% Educao Continuada 1.540.821 9,45% 31,96% 2,41% 241.613 2,00% 6,33% 0,37% Fiscalizao do Exerccio Profissional 267.194 1,64% 5,54% 0,42% 246.087 2,03% 6,45% 0,38% Total dos Indicadores das Atividades Operacionais 4.121.270 25,28% 85,48% 6,44% 1.870.266 15,46% 49,00% 2,89% Indicadores dos Tributos e Encargos Sociais Valores em R$ - 2011 Valores em R$ - 2010 valores RecEITA Dficit PatrIM. valores RecEITA Supervit PatrIM. LQUIDA SOCIALLQUIDA SOCIAL Encargos e Contribuies Sociais 1.034.544 6,35% 21,46% 1,62% 638.475 5,28% 16,73% 0,98% Impostos e Taxas 224.044 1,37% 4,65% 0,35% 23.155 0,19% 0,61% 0,04% Total dos Indicadores de Tributos e Encargos Sociais 1.258.588 7,72% 26,11% 1,97% 661.630 5,47% 17,34% 1,02% 0 10% 40%30%20% 2011 2010 34,19% 34,46% 2,10% 0,52% 26,74% 26,72% 8,94% 5,97% 28,05% 32,33% Distribuio Grfica do Valor Adicionado Binio 2011-2010 Supervit/Dficit do Exerccio Juros e Aluguis Contribuies Sociais e Estatutrias Impostos, Taxas, Contribuies e Encargos Sociais Recursos Humanos 52 Balano Socioambiental CRCMG 2011 52. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 53 Indicadores dos Benefcios Sociais Comunidade Valores em R$ - 2011 Valores em R$ - 2010 valores RecEITA Dficit PatrIM. valores RecEITA Supervit PatrIM. LQUIDA SOCIALLQUIDA SOCIAL 1. Cursos e Eventos 1.540.821 9,45%31,96% 2,41% 897.722 7,42% 23,52% 1,38% 1.1. Cursos 215.474 1,32% 4,47% 0,34% 61.695 0,51% 1,62% 0,09% 1.2. Eventos 1.325.347 8,13% 27,49% 2,07% 836.027 6,91% 21,90% 1,29% 2. Projetos de Integrao 476.518 2,92%9,88% 0,74% 32.0990,27% 0,84% 0,05% 3. Publicaes Peridicas 116.987 0,72%2,43% 0,18% 370.6873,07% 9,71% 0,57% 3.1. Revista 45.375 0,28% 0,94% 0,07% 63.198 0,52% 1,65% 0,10% 3.2. Jornal 7.800 0,05% 0,16% 0,01% 267.395 2,22% 7,01% 0,41% 3.3. Livros 63.812 0,39% 1,33% 0,10% 40.094 0,33% 1,05% 0,06% 4. Acervo Bibliogrfico 0 0,00%0,00% 0,00% 1.8170,02% 0,05% 0,00% 5. Portal do CRCMG 98.956 0,61%2,05% 0,15% 21.6000,18% 0,57% 0,03% Total dos Indicadores dos Benefcios Sociais Comunidade 2.233.282 13,70% 46,32% 3,48% 1.323.925 10,96% 34,69% 2,03% Planejamento Social 2012 percentual valores em R$ 1. (-) Gastos com Pessoal 5.723.840 2. (-) Contribuies Sociais e Estatutrias 3.695.800 3. (-) Tributos e Encargos Sociais 1.709.270 4. (-) Outras Despesas Operacionais 7.971.090 5. Resultado Operacional Lquido a Distribuir aos Programas 19.100.000 6. Distribuio do Resultado aos Programas 7. Resultado Operacional Lquido a Distribuir* 100,00% 19.100.000 7.1. Registro Profissional e Cadastral 0,52% 100.000 7.2. Apoio Administrativo 82,08% 15.676.845 7.3. Educao Continuada e Valorizao Profissional 14,35% 2.740.650 7.4. Fiscalizao Ostensiva e Preventiva 3,05% 582.505 Nota: (*) Projetos detalhados conforme Programas citados na pgina 55. Contador Walter Roosevelt Coutinho Presidente do CRCMG Contador Mauro Benedito Primeiro Gerente de Contabilidade CRCMG 54.453/O CPF 682.100.946-53 53. Cantata de Natal / Timteo Desde 1995, quando se aproxima o Natal, a Fundao ArcelorMittal Acesita adorna a fachada do Centro Cultural, localizada na cidade de Timteo. Decoraes tradicionais natalinas, como duendes, Papai Noel e presentes do um toque especial, fazendo com que a Fundao torne-se uma atrao turstica da cidade. realizado um grande espetculo cnico e pirotcnico na sacada do prdio. Um show de luzes, som, cores e vozes compem a Cantata de Natal, que conta com a apresentao de corais e orquestras que acontecem nos dias que antecedem 25 de dezembro. Composies de diversas pocas, estilos e idiomas so apresentadas na Cantata, que j se consolidou no calendrio turstico regional. Foto: Ian Cotta 54 Balano Socioambiental CRCMG 2011 54. Em 21 de outubro de 2011, o Plenrio do CRCMG aprovou a Proposta Oramentria e o Plano de Trabalho para o Exerccio de 2012, cujo valor atingiu o montante de R$ 19.100.000,00. Em 25 de novembro de 2011, a Proposta e o Plano foram homologados pelo Conselho Federal de Contabilidade, conforme Deliberao CFC n 136/2011. O Plano de Trabalho do CRCMG composto por quatro Programas: a) Registro; b) Fiscalizao; c) Registro e Fiscalizao; d) Educao Continuada. E por cinco Subprogramas: 1) Registro Profissional e Cadastral; 2) Fiscalizao Ostensiva e Preventiva; 3) Apoio Administrativo ao Registro e Fiscalizao; 4) Educao Continuada e Valorizao Profissional; 5) Apoio Operacional s Delegacias. Todo o trabalho a ser desenvolvido pelo Sistema CFC/CRCs, obrigatoriamente, est vinculado aos subprogramas. O CRCMG elaborou 46 projetos a serem desenvolvidos no exerccio de 2012. Partindo do princpio de que os Conselhos so rgos de registro e fiscalizao, os programas desenvolvidos pelo Sistema CFC/CRCs so vinculados a essas duas reas, o que embasa regimentalmente a efetivao de projetos idealizados pelos Conselhos de Contabilidade em benefcio da classe contbil. Projetos para 2012 EEm 2007, o Grupo Memria Arquitetura, com o patrocnio da Petrobrs e o apoio da Prefeitura Municipal de Ouro Preto, concluiu o trabalho Inventrio das Festas Religiosas dos Distritos de Ouro Preto. A pesquisa durou dois anos e contou com a participao de 16 profissionais, entre socilogos, historiadores, arquitetos e comunicadores. Foram registradas 25 festas em 12 distritos e 10 povoados da cidade. Do inventrio, foi produzido um catlogo, acompanhado de CD-ROM, textos descritivos e ilustrados por mapas e fotos, alm de 96 vdeos de procisses, bnos, rezas e confisses, que formam um recorte da religiosidade popular da regio. 2011 Balano Socioambiental CRCMG 55 55. 2012 Demonstrativo de programas e seus respectivos projetos previso para o exerccio de 2012 PROJETOS CUSTO ESTIMADO em R$ Registro profissional e cadastral Modernizao do arquivo 100.000,00 Fiscalizao ostensiva e preventiva Fiscalizao de organizaes contbeis e profissionais de contabilidade 565.125,00 Fiscalizao de empresas comerciais prestadoras de servios ou industriais 5.560,00 Fiscalizao de entidades sem fins lucrativos, inclusive partidos polticos 5.560,00 Fiscalizao de instituies financeiras 5.560,00 Fiscalizao de rgos pblicos ou rgos da justia 700,00 Apoio administrativo a registro e fiscalizao Cobranas de anuidades e multas pessoa fsica e organizao contbil 517.700,00 Contratao de servios de terceiros manuteno predial 486.000,00 Contratao de servios de terceiros operacional 1.043.805,00 Treinamento e desenvolvimento de competncias dos colaboradores 55.500,00 Despesas com pessoal, encargos e benefcios assistenciais 7.154.110,00 Aquisio de veculos 150.000,00 Contratao de estagirios e menores aprendizes 30.000,00 Aquisio de bens permanentes mveis e utenslios / mquinas e equipamentos 70.000,00 Aquisio de equipamentos de informtica 172.300,00 Aquisio de bens de consumo 289.000,00 Contratao de servios de terceiros informtica 184.220,00 Aquisio de softwares 15.000,00 Contratao de servios de terceiros seguros 32.000,00 Manuteno de equipamentos de informtica (prestao de servios) 8.000,00 Reforma, manuteno e ampliao da sede do conselho 100.000,00 56 Balano Socioambiental CRCMG 2011 56. 2012 Projetoscusto estimado em R$ Cartilha institucional 19.400,00 Vdeo institucional 14.000,00 Contribuies regimentais 3.695.800,00 Balano Socioambiental 2011 51.600,00 Produo, edio e distribuio do Jornal do crcmg28.520,00 Produo, edio e distribuio da Revista Mineira de Contabilidade 67.800,00 Assessoria de imprensa e consultoria de comunicao integrada 114.500,00 TV crcmg65.100,00 Coluna Painel Contbil 155.100,00 Reunies regimentais 993.740,00 Adequao da biblioteca 25.000,00 Concurso pblico 15.000,00 Educao continuada e valorizao profissional Iii Frum Mineiro de Contabilidade Pblica 222.520,00 CrcMG Itinerante 241.920,00 Palestras, representaes e colao de grau 96.460,00 Reformas, manuteno e amplicao de delegacias 440.170,00 CrcMG em Um Dia 31.510,00 Seminrio para os novos conselheiros efetivos e suplentes 298.900,00 Frum de Contabilidade Pblica do Sul de Minas 21.800,00 Semana da Contabilidade 178.160,00 Encontro Mineiro de Professores 58.050,00 Treinamento e capacitao para profissionais contbeis 395.600,00 Viii frum da Mulher Contabilista Mineira 13.760,00 Eventos nacionais e internacionais 635.450,00 Seminrio de delegados, conselheiros e lderes do crcmg230.000,00 Total dos Projetos 19.100.000,00 2011 Balano Socioambiental CRCMG 57 57. A Comisso de Elaborao do Balano Social 2011 do CRCMG pde contar com o apoio e o empenho de todos os funcionrios para a confeco deste volume que compila as aes do Conselho. Cada funcionrio contribuiu no s com seu trabalho, mas tambm com suas experincias, seus pontos de vista e suas vivncias, formando uma cadeia interligada que tem por fim atender com a maior qualidade possvel os profissionais contbeis e a sociedade. Se as aes do rgo podem ser compiladas ao longo das pginas deste volume, porque os objetivos foram atingidos e o Conselho pode comemorar compartilhando do sucesso com os leitores do seu Balano e, principalmente, com os funcionrios, agentes to importantes para o xito do rgo. claro que ainda h o que se fazer, pois sempre h e sempre haver. justamente essa certeza que impulsiona a melhoria contnua dos trabalhos. Por essa razo, cada edio do Balano Socioambiental do CRCMG diferente, porque a cada dia temos funcionrios renovados, pessoas renovadas, com novas ideias e muito empenho para coloc-las em prtica. Por isso, esse agradecimento da Comisso aos funcionrios do CRCMG , ao mesmo tempo, o reconhecimento pelo trabalho desempenhado e a renovao dos votos de confiana de que o CRCMG pode contar sempre com a contribuio de todos. Agradecimentos 58 Balano Socioambiental CRCMG 2011 58. Balano Socioambiental 2011 do CRCMG Superviso: Mrio Rogrio Marotta Coordenao: Oscar Lopes da Silva Produo: Assessoria de Comunicao do CRCMG Redao e Edio: Fernanda de Oliveira e Sousa MG 06296 JP Redao e Pesquisa: Deborah Arduini MG 15468 JP Colaborao e redao: Alexsander do Prado, Andreza Maia Bitares, Danbia Jlia do Couto Lima, Davidson Volpe Junqueira, Dlia Ribeiro Leite, Edvando Jos Baeta, Jlio Csar da Silva, Lus Cludio Vieira, Maria Aparecida Lopes Monteiro Cardoso, Mauro Benedito Primeiro Projeto e Edio Grfica: Grupo de Design Grfico Cludia Barcellos Fotos do CRCMG: Eduardo Batista, Dborah Arduini, Fernanda de Oliveira, Raquel Karina Braga e Arquivo CRCMG Reviso: Dlia Ribeiro Leite Responsveis pelo Balano Socioambiental: Contador Walter Roosevelt Coutinho Contador Mauro Benedito Primeiro Fotolito e Impresso: Grfica e Editora Mafali Ltda. Tiragem: 1.500 exemplares Comisso do Balano Socioambiental 2011 do CRCMG Portaria CRCMG n 005/2012 Coordenador: Conselheiro Oscar Lopes da Silva Funcionrios: Alexsander do Prado, Danbia Jlia do Couto Lima, Davidson Volpe Junqueira, Edvando Jos Baeta, Fernanda de Oliveira e Sousa, Jlio Cesar da Silva, Lus Claudio Vieira, Maria Aparecida Lopes Monteiro Cardoso, Mario Rogrio Marotta, Mauro Benedito Primeiro C755b Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais Balano Socioambiental CRCMG 2011 / Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais. Belo Horizonte: CRCMG, 2012. 60 p. 1- Balano Social 2- Responsabilidade Social. I Titulo. CDU - 330.532 Ficha Catalogrfica elaborada pela Bibliotecria Clausi Luciana Martins CRB 6/1800. 59. Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais Rua Cludio Manoel, 639, Funcionrios Cep 30140-100 Belo Horizonte MG Tel. (31) 3269-8400 crcmg@crcmg.org.br www.crcmg.org.br