Anexo K _ Exercicios parte II - Ao

  • Published on
    25-Jul-2015

  • View
    57

  • Download
    3

Transcript

  • 12 CURSO TCNICO DE EDIFICAES

    PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios

    www.unipacs.com.br

    Anexo K Exerccios da Parte II Estruturas de Ao

    65) Quais as vantagens para o uso de ao na construo civil?

    66) Quais as desvantagens do uso do ao na construo civil?

    67) As principais propriedades mecnicas do ao so obtidas atravs do ensaio de

    trao. O grfico formado pelas resultantes deste ensaio denomina-se diagrama

    tenso-deformao do ao. Sobre esse assunto, responda:

    a) Quais as fases pelo que o comportamento do ao apresenta no ensaio trao?

    b) Qual a fase que estabelece a tenso de limite do seu carregamento?

    c) O que significa encruamento do ao?

    d) Qual o nome que se d a capacidade do ao de deformar-se sem rompimento

    68) O ao o mais verstil das ligas metlicas, o que difere o ao-estrutural dos outros

    aos?

    69) Os aos de baixo carbono possuem um mximo de 0,3% desse elemento. Para

    que uso so indicados?

    70) Aos de mdio carbono possuem de 0,3% a 0.6% de carbono. Para que usos so

    indicados?

    71) Aos de alto carbono possuem mais do que 0,6% de carbono em sua composio

    e apresentam elevada dureza e resistncia aps sua tmpera. De que maneira so

    utilizados?

    72) Quais os principais requisitos para os aos destinados a aplicao estrutural?

    73) Quais os 4 principais motivos pelos quais se utiliza aos de alta resistncia e baixa

    liga na construo civil?

    74) O ao desenvolvido para a fabricao de parafusos deve atender a quais

    parmetros de valores mnimos estabelecidos?

    75) Qual o principal uso das chapas finas a quente?

    76) No Brasil, o perfil laminado mais utilizado o de abas paralelas. A apostila

    apresenta 08 principais motivos. Quais so?

    77) Como so estruturadas as cordoalhas?

  • 13 CURSO TCNICO DE EDIFICAES

    PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios

    www.unipacs.com.br

    78) Defina os nomes das peas estruturais: