Anlise crtica do lazer em coxim ctg

  • Published on
    29-Jun-2015

  • View
    178

  • Download
    5

DESCRIPTION

Anlise Crtica do lazer no municpio de Coxim MS, sobre o CTG. Produzido para disciplina de ED. Fisica do IFMS- CPCX

Transcript

  • 1. ANLISE CRTICA DO LAZER EMCOXIM CTG (CENTRO DETRADIES GAUCHAS)

2. Introduo: Os Direitos Culturais, alm de serem direito s humanos previstosexpressamente na Declarao Universal de Direitos Humanos (1948), no Brasilencontram-se devidamente normatizados na Constituio Federal de 1988devido sua relevncia como fator de singularizaro da pessoa humana.Como afirma Bernardo Novais da Mata Machado, os direitos culturais soparte integrante dos direitos humanos, cuja histria remonta RevoluoFrancesa e sua Declarao dos Direitos do Homem e do Cidado (1789), quesustentou serem os indivduos portadores de direitos inerentes pessoahumana, tais como direito vida e liberdade. (MACHADO, 2007). Fato que a cultura reflete o modo de vida de uma sociedade, alm deinterferir em seu modo de pensar e agir, sendo fator de fortalecimento daidentidade de um povo e indubitavelmente de desenvolvimento humano.Conforme afirma Jos Mrcio Barros, a cultura refere-se tanto ao modo devida total de um povo isso inclui tudo aquilo que socialmente aprendido etransmitido, quanto ao processo de cultivo e desenvolvimento mental,subjetivo e espiritual, atravs de prticas e subjetividades especficas,comumente chamadas de manifestaes artsticas (BARROS, 2007). 3. Nesse sentido, com o intuito de garantir o direito cultura, assim diz aConstituio:Art. 215. O Estado garantir a todos o pleno exerccio dos direitos culturais eacesso s fontes da cultura nacional, e apoiar e incentivar a valorizao e adifuso das manifestaes culturais. 1. O Estado proteger as manifestaes das culturas populares, indgenas eafro-brasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatrionacional. 2. A lei dispor sobre a fixao de datas comemorativas de alta significaopara os diferentes segmentos tnicos nacionais. Conforme verifica-se, o constituinte mostrou-se preocupado em garantir atodos os cidados brasileiros o efetivo exerccio dos direitos culturais, oacesso s fontes da cultura nacional e a liberdade das manifestaesculturais. 4. Mas quais so esses direitos culturais? Como afirma Bernardo Novais da Mata Machado, Os direitos culturais soparte integrante dos direitos humanos, cuja histria remonta RevoluoFrancesa e sua Declarao dos Direitos do Homem e do Cidado (1789), quesustentou serem os indivduos portadores de direitos inerentes pessoahumana, tais como direito vida e liberdade. (MACHADO, 2007). Porm, osdireitos culturais sofrem hoje diversas limitaes em funo de polticaspblicas ineficazes ou inexistentes, bem como limitaes decorrentes dalegislao dos Direitos Autorais, esses tambm considerados como DireitosCulturais. Fato que o legislador no expressou quais so os princpios constitucionaisculturais, porm, os mesmos podem ser classificados como, o princpio dopluralismo cultural, o da participao popular na concepo e gesto daspolticas culturais, o do suporte logstico estatal na atuao no setor cultural,o do respeito memria coletiva e o da universalidade (SANTOS, 2007). 5. Polticas de efetivao do direito de acesso cultura: Conforme constante da Constituio Federal de 1988 papel estatal financiar atividadesculturais que garantam a preservao da diversidade das manifestaes culturais. O instrumentomais significativo, ou mais utilizado, a Lei Rouanet e seus mecanismos como o Fundo Nacionalde Cultura, os Fundos de Investimento Cultural e Artstico, e o Mecenato Federal. Neste breveestudo trataremos apenas do ltimo. Atravs da apresentao de projetos ao Ministrio da Cultura (MinC) via Lei Rouanet, a sociedadecivil poder propor projetos que cumpram determinados requisitos previstos em lei paraposterior busca de recursos atravs de incentivo fiscal. Porm, ao pleitear recursos via Lei Rouanet, por exemplo, o proponente tem que ter cincia queesses valores devem ser utilizados para fins pblicos, pois trata-se de verba pblica. O art. 1 da Lei 8.313/1991, art. I, afirma que uma das finalidades do PRONAC, programanacional de Apoio Cultura, contribuir para facilitar, a todos, os meios para o livre acesso sfontes da cultura e o pleno exerccio dos direitos culturais. Importante ainda destacar dois requisitos para aprovao do projeto junto ao MinC, fatores essesque devem demonstrar o carter de poltica pblica, ou seja, que deixem claro seus mecanismosde acessibilidade e mecanismos de democratizao do acesso. Os primeiros so definidos peloMinC como: medidas para garantir o acesso de pessoas com mobilidade reduzida ou deficincia fsica,sensorial ou cognitiva e idosos, condio de para utilizao, com segurana e autonomia, deespaos onde se realizam atividades culturais ou espetculos artsticos, bem como acompreenso e fruio de bens, produtos e servios culturais. 6. O que o CTG ? Os Centros de Tradies Gachas (CTG) so sociedades civis semfins lucrativos, que buscam divulgar as tradies e o folclore dacultura gacha tal como foi codificada e registrada por folcloristas Visam integrao social dos seus participantes, os tradicionalistas, aoresgate e preservao dos costumes dos gachos, atravs da dana,do churrasco e de esportes. Existem muitos Centros de Tradies Gachas noBrasil, mas principalmente no estado do Rio Grande do Sul reconhecidos pelomovimento. 7. CTG- Sentinela do PantanalFundado em: 30.10.1988Inaugurado em: 09.09.1989 8. ENTREVISTA 01: Nome: Roberto Tonial. Por quem foi fundado o CTG?R: Por um grupo de gachos, pela comunidade, quartel. Que visa preservar a cultura e tradies gachas, ojeito de se vestir (prenda), os esportes, dentre outros. Qual a importncia do CTG para populao coxinense?R: Fazer um clube com que os gachos pudessem participar, fazendo festas, e encontros, econfraternizaes em sua campeira em que abrange a prtica da cultura e costumes gachos. Qual o intuito do CTG?R: Unir as famlias e ter o lazer garantido. Voc acha que o CTG perdeu seu significado ou importncia ao longo dos anos?R: No que perdeu sua grande importncia, o que aconteceu foi que quando primeiras famlias para celas vieram com os filhos pequenos a cultura ainda era mais vivas, com a formao de uma nova geraoeles no deram continuao a cultura. 9. Entrevista 02: Nome: Idade: 56O que voc acha da estrutura do CTG?Excelente, bem planejada para vrios eventos, feito literalmente nos padres.A incluso do CTG no existe desvantagens, somente vantagens, pois umaassociao que preserva a tradio gacha e fortalece atividades locais como:agricultura e pecuria principalmente. S a pontos positivos e esta sempre seorganizando e mesmo ela no precisando do poder pblico para isso, ela aindaest fomentando atividades humanas na nossa tradio local de tradiesnacionais, somos brasileiros sejam aonde estivermos. Tem reas de lazer, cultura.Enfim espetacular.Voc acha que o CTG tem importncia para a cultura da populao coxinense?Tem muita importncia pois o povo brasileiro um caldeiro de cultura. Somosmineiros, paranaenses, gachos... A nossa formao, o nosso sangue essamistura. E quando algum parte do seu local de origem, a saudade bate, astradies, amigos que ficaram para trs. E l um local para isso para poderconversar, lembrar dos velhos tempos e da cultura gacha. O povo pantaneiro formado ds da colonizao por povos de diversas origens e eles querem manteras suas culturas. Tanto o CTG, o CTP, o CTN. 10. Voc acha que o CTG perdeu seu significado ao longo do tempo ?Toda as associaes est nas mos de diretores, atuantes... E com o passar dosanos uns conseguem que ela se mantenha, outros no. Hoje isso j bem menor.Muitas pessoas que fundaram o CTG hoje so pessoas de grande destaque nanossa cidade de Coxim. 11. CTP ( CENTRO DE TRADIESPANTANEIRAS)O CTP est para ser criado na cidade de Coxim e regio pantaneira visando ofortalecimento da cultura pantaneira. Ele ainda no est em seu plenofuncionamento, mas est tudo se encaminhando para que isso acontea, esto aprocura de ideias para sua administrao. At ento no se sabe quem so aspessoas que esto com esse projeto, no se sabe se uma ao particular ou doPoder Pblico. A prefeitura nos informou que o projeto est acontecendo nodirio do Estado e funcionando algo ali mesmo. 12. Concluso: Atravs de vrias entrevistas conclumos que o centro de tradio gacha uma tradio contempornea que vem trazendo um pouco da cultura ehistoria gacha para o nosso estado de Mato Grosso do Sul. E o CTP um grande projeto que pode valorizar a nossa to especial culturaPantaneira, para que ela no se perca ao longo do tempo. 13. Grupo: Ana Priscila, Leticia e Vitria KarolineProfessor: Vinicius BozzanoDisciplina: Educao Fsica. 14. Referncias: http://pt.wikipedia.org/wiki/Centro_de_Tradi%C3%A7%C3%B5es_Ga%C3%BAchas http://observatoriodadiversidade.org.br/site/o-direito-de-acesso-a-cultura-e-a-constituicao-federal/ BARROS, Jos Mrcio. Diversidade Cultural e Desenvolvimento Humano Curso deGesto e Desenvolvimento Cultural Pensar e Agir com Cultura, Cultura eDesenvolvimento Local 2007. MACHADO, Bernardo Novais da Mata. Direitos Culturais e Polticas para a Cultura Curso de Gesto e Desenvolvimento Cultural Pensar e Agir com Cultura, Cultura eDesenvolvimento Local 2007.?