Vest2010.2 ctg - red

  • Published on
    10-Jul-2015

  • View
    1.329

  • Download
    10

Transcript

Nome: Inscrio: Identidade: rgo Expedidor: Assinatura: COMISSO DE PROCESSOS SELETIVOS E TREINAMENTOS (0xx81) 3412 0800 (0xx81)3412 0805 LEIA COM ATENO Redao e Qumica 01. S abra este caderno aps ler todas as instrues e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02. Preencha os dados pessoais. 03. A prova consiste de uma REDAO e duas QUESTES DISCURSIVAS, que devem ser respondidas inicialmente no rascunho e, em seguida, transcritas para a FOLHA DE REDAO e das QUESTES DISCURSIVAS. No assine a folha de redao. 04. A prova de QUMICA contm 16 (dezesseis) questes. Todas as questes desta prova so de mltipla escolha, apresentando como resposta uma alternativa correta. 05. Ao receber a folha de respostas, confira o nome da prova, o seu nome e nmero de inscrio. Qualquer irregularidade observada, comunique imediatamente ao fiscal. 06. Assinale a resposta de cada questo no corpo da prova e, s depois, transfira os resultados para a folha de respostas. 07. Para marcar a folha de respostas, utilize apenas caneta esferogrfica preta e faa as marcas de acordo com o modelo ( ). A marcao da folha de respostas definitiva, no admitindo rasuras. 08. No risque, no amasse, no dobre e no suje a folha de respostas, pois isto poder prejudic-lo. 09. Os fiscais no esto autorizados a emitir opinio nem a prestar esclarecimentos sobre o contedo das provas. Cabe nica e exclusivamente ao candidato interpretar e decidir. 10. Se a Comisso verificar que a resposta de uma questo dbia ou inexistente, a questo ser posteriormente anulada, e os pontos a ela correspondentes, distribudos entre as demais. REDAO Elabore um texto dissertativo, no qual voc expresse sua opinio acerca do tema proposto abaixo. Apresente argumentos que fundamentem o ponto de vista que voc defende. D um ttulo a seu texto. Comunicar-se com objetividade, clareza e relevncia pode fazer a diferena na vida do profissional? Ttulo: CRITRIOS BSICOS DE AVALIAO:fidelidade ao tema escolhido; relevncia das informaes apresentadas; coerncia, coeso e clareza na exposio das idias; atendimento s normas da lngua padro; ateno ao limite de linhas (20 a 25). QQQUUUEEESSSTTTEEESSS DDDIIISSSCCCUUURRRSSSIIIVVVAAASSS 1 QUESTO expressamente proibida a entrada de pessoas estranhas ao servio. Por que o enunciado acima pode ser considerado um texto? (Responda a essa questo em cerca de cinco linhas.) 2 QUESTO Elabore uma sentena complexa em que voc estabelea uma relao de causalidade entre os tpicos abaixo. o direito de todos informao / ampliao das oportunidades de conhecimento QUMICA 01. Alm de entender como varia uma propriedade peridica, ao longo da tabela peridica dos elementos, tambm muito importante a compreenso do conceito das diversas propriedades. Assim, assinale a alternativa correta sobre os conceitos de algumas propriedades peridicas. A) A energia de ionizao aquela que se obtm ao se retirar completamente um eltron de um tomo em sua forma mais estvel. B) A afinidade eletrnica a energia liberada na adio de um eltron ao elemento em seu estado fsico de mais baixa energia. C) A energia de ionizao aquela necessria para se arrancar completamente um eltron de um tomo de um elemento no estado gasoso no vcuo. D) O volume atmico o menor volume ocupado por um mol de tomos no estado slido. E) O raio atmico o raio de um tomo calculado a partir de seu elemento mais estvel no estado slido. Resposta: C Justificativa: Como a alternativa C define corretamente energia de ionizao, a alternativa A est necessariamente incorreta. A alternativa B est incorreta, pois a afinidade eletrnica medida para o tomo isolado no estado gasoso. As alternativas D e E esto incorretas, pois o volume atmico e o raio atmico no so especificamente obtidos para tomos no estado slido. 02. Um tomo (X) de um elemento com nmero atmico 15 reage com outro (Y) de nmero atmico 9 para formar um composto binrio. Sobre estes tomos e o composto formado, podemos dizer que: A) o elemento X possui 2 eltrons de valncia, e o composto formado XY2. B) o elemento Y possui 1 eltron de valncia, e o composto formado XY. C) o elemento X possui 3 eltrons de valncia, e o composto formado XY3. D) o elemento X possui 3 eltrons de valncia, e o Y possui 1 eltron de valncia. E) o elemento X possui 5 eltrons de valncia, e o Y possui 7 eltrons de valncia. Resposta: E Justificativa: A distribuio eletrnica de X: 1s2 2s2 sp6 3s2 3p3; portanto, possui 5 eltrons de valncia. A distribuio eletrnica de Y : 1s2 2s2 sp5; portanto, possui 7 eltrons de valncia. 03. Ainda sobre os elementos X e Y mencionados na questo anterior, podemos dizer que o composto binrio formado : A) metlico, pois ambos so metais devido ao elevado nmero de eltrons livres. B) inico, pois ambos possuem um grande nmero de orbitais vazios. C) inico, pois X possui uma baixa energia de ionizao, e Y, uma alta energia de ionizao. D) covalente polar, pois ambos possuem o mesmo nmero de eltrons desemparelhados. E) covalente polar, pois ambos possuem uma razovel afinidade eletrnica com orbitais vazios disponveis. Resposta: E Justificativa: Nenhum deles metlico. Pela distribuio eletrnica pode-se ver claramente que X pertence ao grupo 5A, e Y, ao grupo 7A da tabela peridica e que Y mais eletronegativo que X. Adicionalmente, pelos mesmos motivos, nenhum deles possui baixa energia de ionizao. Como ambos so no metlicos e possuem diferentes eletronegatividades, a ligao qumica ser do tipo covalente polar. 04. Ao atingir o equilbrio qumico, as concentraes dos reagentes e produtos de uma reao permanecem constantes, o que permite definir uma constante de equilbrio, K. Considere as reaes entre gases, no equilbrio, e as correspondentes constantes de equilbrio a 25 C. 1/2 N2(g) + 1/2 O2(g) NO(g) K1 2 NO(g) O2(g) + N2(g) K2 A relao entre K1 e K2 pode ser representada por: A) K1 = K2/2 B) K1 = (K2)1/2 C) K1 = 1/K2 D) K1 = 1/K22 E) K1 = 1/(K2)1/2 Resposta: E Justificativa: K1 = ONp / 2/12Np2/12Op K2 = 2Op 2Np / 22Op Comparando K1 com K2, temos: K1 = 1/(K2)1/2 05. cidos e bases desempenham um papel importante nos organismos vivos e tm sido estudados extensivamente pelos qumicos. Assinale, entre as afirmaes seguintes, relacionadas s teorias de cidos e bases, aquela que no correta. A) De acordo com a teoria de Arrhenius, todos os cidos tm um elemento em comum. B) Numa reao de neutralizao, um cido reage com uma base para formar sal e gua. C) Um cido fraco reage levemente com a gua para produzir ons. D) cidos e suas bases conjugadas diferem por um prton. E) Uma soluo de cido forte aquela que contm elevadas quantidades do cido em um dado volume de soluo. Resposta: E Justificativa: A afirmao contida em (E) no correta (conforme solicitado no enunciado da questo), pois no define uma soluo de cido forte e, sim, uma soluo concentrada. 06. Existem trs sries de decaimento radioativo de ocorrncia natural, urnio238 (4n+2), urnio235 (4n+3), trio232 (4n), e uma srie de ocorrncia atualmente artificial, netnio237 (4n+1). Qual ou quais dos seguintes nucldeos no integra(m) a srie de decaimento, correspondente, especificada sua direita, na tabela a seguir? (Todas as quatro sries envolvem somente decaimento ou , acompanhado eventualmente de radiao ). Nucldeo Srie de decaimento 1) U23492 urnio-238 2) Pb20882 trio-232 3) Th22890 urnio-235 4) Ac22589 netnio-237 A) 1 B) 2 C) 3 D) 4 E) 1 e 4 Resposta: C Justificativa: A) urnio-238 A = 4n + 2 234 = [4x58] + 2 B) trio-232 A = 4n 208 = [4x52] C) urnio-235 A = 4n + 3 228 [4x57] + 3 D) netnio-237 A = 4n + 1 225 = [4x56] + 1 E) urnio-238 A = 4n + 2 234 = [4x58] + 2 netnio-237 A = 4n + 1 225 = [4x56] + 1 07. Reaes qumicas so processos em que, geralmente, ligaes so quebradas nos reagentes, e ligaes so formadas nos produtos. Partindo desta constatao e atravs do uso de valores tabelados de energias de ligao, possvel calcular a variao de entalpia aproximada de uma reao, cuja determinao experimental apresenta dificuldades. Ligao Energia de ligao em kJ/mol de ligaes (Valores em mdulo) H H 436,0 Cl Cl 242,6 H Cl 431,8 C C 346,8 C H 413,4 C Cl 327,2 Para a reao CH4 + Cl2 CH3Cl + HCl, o valor aproximado de H, calculado a partir das energias de ligao, A) 674,4 kJ/mol B) 189,2 kJ/mol C) 103,0 kJ/mol D) + 103,0 kJ/mol E) + 189,2 kJ/mol Resposta: C Justificativa: (4 x 413,4) + 242,6 [(3 x 413,4) + 327,2 + 431,8] = 103,0 kJ/mol de metano. 08. Na construo do seu modelo atmico, Bohr aceitou a idia de Rutherford sobre o movimento do eltron em rbitas circulares e rejeitou o princpio clssico, segundo o qual corpos carregados em movimento irradiam energia. Qual das afirmaes a seguir, no est de acordo com a estrutura e aplicaes do modelo proposto por Bohr? A) Ao percorrer uma dada rbita, o eltron mantm uma energia definida e constante. B) Somente certos nveis discretos de energia so permitidos para o eltron. C) O espectro de raias do tomo de hidrognio pode ser interpretado em termos de um diagrama de nveis de energia. D) O modelo atmico de Bohr aplica-se com xito exclusivamente ao tomo de hidrognio. E) A teoria conhecida como mecnica ondulatria ou mecnica quntica confirma os resultados obtidos com o modelo de Bohr, dentro dos limites de suas aplicaes. Resposta: D Justificativa: O modelo de Bohr, alm do tomo de hidrognio, aplica-se com xito aos demais sistemas monoeletrnicos (He+, Li2+, etc.). As outras afirmaes esto de acordo com a estrutura e as aplicaes do modelo citado. 09. Dentre os compostos abaixo, qual o nico que no produz 7 mols de dixido de carbono a partir da combusto completa de 1 mol? A) Tolueno B) Metil-cicloexano C) 2,3-dimetil-pentano D) Cicloexanona E) cido heptanico Resposta: D Justificativa: De modo geral, pode-se dizer que todo composto que contiver 7 tomos de carbono em sua frmula molecular produzir 7 mols de CO2 em uma combusto completa. Por exemplo, o tolueno possui frmula molecular C7H8, e sua combusto completa pode ser representada pela reao abaixo: C7H8 + 9O2 7CO2 + 4 H2O Usando este raciocnio, pode-se concluir que os compostos das alternativas A), B), C) e E) produziro 7 mols de CO2 em uma combusto completa. O nico que no produz a cicloexanona, a qual possui apenas 6 tomos de carbono. Devido a isso, a resposta correta a letra D). 10. A utilizao da penicilina como antibitico representou um grande avano na indstria farmacutica. A penicilina V possui a seguinte frmula estrutural plana: NSONHOOCO2Hpenicilina V Esto presentes na molcula da penicilina V os seguintes grupos funcionais: A) ter, amida, tio-ter, lactama, cido carboxlico. B) fenol, amida, ter, cetona, amina. C) fenol, amina, amida, ter, cido carboxlico. D) ter, amida, tio-ter, lactama, aldedo. E) ter, amida, tio-lcool, lactona, cido carboxlico. Resposta: A Justificativa: NSONHOOCO2H cido carboxlicoteramidatio-terlactama 11. Quando 1 mol de um composto desconhecido X reage com 3 mols de gs hidrognio, utilizando platina metlica como catalisador, obtm-se como nico produto o n-pentil-cicloexano. O tratamento de 1 mol de X com excesso de oznio, seguido de zinco metlico e gua, leva a 1 mol de aldedo frmico, 2 mols de etanodial e 1 mol de cicloexanona. O composto X pode ser: Dado: etanodial CHOHCO A) B) C) D) E) Resposta: A Justificativa: A partir da utilizao de 3 mols de gs hidrognio na reao de hidrogenao, pode-se concluir que o composto em anlise possui trs insaturaes. A partir desta observao, j possvel excluir as alternativas B) e C). A partir da anlise dos produtos obtidos atravs de ozonlise, fica claro que a resposta a letra A). O3OOOOOOHH+ + + 12. Considere a reao: + CH3CH2O CH3CH2OHNaO+NaOHCH3CH2OH Em relao reao acima marque a alternativa incorreta. A) O fenol atua como um cido de Brnsted-Lowry. B) O nion fenxido uma base mais fraca que o nion etxido. C) O etanol atua como um cido conjugado do nion etxido. D) O fenol atua como um cido de Arrhenius. E) O nion fenxido atua como uma base de Lewis. Resposta: D Justificativa: A) O fenol doa um prton para o on fenxido. Por isso, atua como um cido de Brnsted-Lowry. B) O nion fenxido uma base mais fraca que o nion etxido, pois a carga negativa pode ser estabilizada por ressonncia. Alm disso, a prpria seta mostrando que o equilbrio est deslocado no sentido dos produtos indica que estas espcies so mais estveis e consequentemente possuem carter bsico e cido mais fraco. C) O etanol difere do nion etxido por um H+, o que caracteriza um par conjugado de Brnsted-Lowry. D) Esta a nica alternativa falsa. A teoria cido/base de Arrhenius foi descrita para espcies que esto dissolvidas em meio aquoso, o que no o caso da reao em questo. E) Analisando a reao inversa, o nion fenxido doa um par de eltrons para a formao de uma nova ligao covalente com o prton proveniente do etanol. De acordo com a teoria cido/base de Lewis, uma base uma espcie que doa um par de eltrons. 13. Considere as seguintes frmulas estruturais: ClCl(I) (II) (III) (IV) Em relao s frmulas estruturais apresentadas podem ser feitas as seguintes afirmaes: 1) I e II representam o mesmo composto. 2) III e IV representam o mesmo composto. 3) I e II constituem um par de ismeros cis e trans. 4) III e IV constituem um par de ismeros cis e trans. Esto corretas: A) 1 e 2 apenas B) 2 e 3 apenas C) 1 e 4 apenas D) 3 e 4 apenas E) 1, 2, 3 e 4 Resposta: C Justificativa: As estruturas I e II representam o mesmo composto, o 2-cloro-1-buteno. J as estruturas III e IV representam respectivamente os ismeros cis e trans do ciclodeceno. 14. A N-metilpirrolidina tem um ponto de ebulio igual a 81oC, e a piperidina tem um ponto de ebulio igual a 106oC N CH3N-metilpirrolidinaponto de ebulio 81oCNHpiperidinaponto de ebulio 106oC(I) (II) A respeito desses compostos, pode-se afirmar que: 1) I e II so aminas. 2) I e II possuem um heterotomo. 3) II tem um ponto de ebulio maior que I devido formao de ligaes (pontes) de hidrognio. 4) I tem ponto de ebulio menor que II, pois uma molcula mais leve. Esto corretas apenas: A) 2, 3 e 4 B) 1 e 2 C) 1, 2 e 3 D) 1, 2 e 4 E) 1, 3 e 4 Resposta: C Justificativa: Os compostos representados so duas aminas cclicas que possuem mesma frmula molecular (ou seja, so ismeros). Como os tomos de nitrognio se encontram ligados a mais de um tomo de carbono, pode-se dizer que estes compostos possuem cadeia heterognea, na qual o heterotomo o nitrognio. O composto (II) possui um hidrognio ligado ao tomo de nitrognio o que possibilita a formao de ligaes de hidrognio (comumente chamadas no ensino mdio de pontes de hidrognio). A formao deste forte tipo de interao intermolecular resulta em um aumento do ponto de ebulio. Entre as compostos (I) e (II) no existe um mais leve, pois se trata de ismeros que possuem a mesma massa molecular. 15. Se um frasco contendo uma soluo aquosa de um reagente lquido possui em sua etiqueta as seguintes informaes: HCl concentrado (PM = 36,46 g/mol) d = 1,19 Kg/L T(ttulo) = 37% em peso podemos afirmar que: A) a concentrao desta soluo em mol/L dada por 1000xdxT/PM. B) a concentrao desta soluo em mol/L dada por 10xdxT/PM. C) um kilograma desta soluo contm 37 gramas de HCl. D) 36,46 g desta soluo contm 1 mol de HCl. E) um litro desta soluo contm 1,19 Kg de HCl. Resposta: B Justificativa: C(mol/L) = n(soluto)/V(soluo, L) d = m(soluo, Kg)/V(soluo, L) T = m(soluto, g)/m(soluo, g)x100 Combinando-se estas definies, temos: C(mol/L) = 10xdxT/PM 16. A energia que consumimos em nossos organismos pode ser representada como sendo oriunda da respirao, atravs da reao da glicose com o oxignio, na seguinte reao: C6(H2O)6 + 6O2 6CO2 + 6H2O. Se a mesma reao fosse realizada em uma clula eletroqumica, poderamos dizer que: A) o carbono atua como agente oxidante. B) o oxignio molecular estaria no ctodo. C) o nmero de eltrons transferidos por mol de glicose 6. D) o nmero de oxidao do carbono na glicose -4. E) o hidrognio atua como agente redutor. Resposta: B Justificativa: A reao representa a reduo do oxignio molecular pela glicose, que oxidada. Assim, o oxignio teria que estar no ctodo, pois no ctodo ocorre reduo. A glicose atua como agente oxidante, e o oxignio molecular como agente oxidante. O nmero de oxidao do carbono na glicose zero, e o nmero de eltrons transferidos por molcula de glicose 24.