TRAOS DE CONCRETO - TECNOLOGIA DO CONCRETO

  • Published on
    16-Jul-2015

  • View
    2.196

  • Download
    5

Transcript

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDOS TECNOLGICOS DOS TROS DE CONCRETO PARA OS CURSOS DE ENGENHARIA E ARQUITETURA MATERIAIS E TCNICAS CONSTRUTIVAS

So Lus 2007

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

Tecnologia do Concreto Traos UsuaisEng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

APRESENTAO O presente trabalho representa uma sntese da pesquisa textual sobre as diversas tenses caractersticas ( fck ) do concreto em funo da sua dosagem e do perodo de endurecimento do concreto compsito: Cimento, agregados e gua. Foram reunidas uma srie de mesclas, em nmero de doze traos mais usuais nos projetos estruturais.

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DOS TRAOS Trao n 1 Em volume - 1 : 1 : 2 Em peso (kg): 1 : 1.08 : 1.96 (Cimento-Areia-Brita) Uso Usados em laboratrio na caracterizao de cimentos, pelas curvas clssicas de resistncia: quanto for inevitvel o seu emrego na obra, recomenda-se uma ateno especial ara o problema da cura. a) Agua para vir o trao: b) Fator gua/cimento: 0.44 litros/kg gua total: 22 litros por 1 saco de cimento de 50 kg.

Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 22.8 Mpa 7 dias de idade: 30 Mpa 28 dias de idade: 40 Mpa c) Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 514 kg Cimento: 363 litros Cimento: 10.3 sacos de 50 kg Areia: Seca: 363 itros A 3% de umidade: 465 litros Brita: N 1: 363 litros N 2: 363 litros gua: 226 litros Rendimento 97.2 litros de concreto por saco de 50 kg

d)

e)

Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 2 Em volume - 1 : 1 1/2: 3 Em peso (kg): 1 : 1.63 : 2.94 (Cimento-Areia-Brita) Uso Usado em laboratrio na caracterizao de cimentos, pelas curvas clssicas de resistncia: quanto for inevitvel o seu emrego na obra, recomenda-se uma ateno especial ara o problema da cura. Este trao indicado para concretos protendidos. a) Agua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.49 litros/kg gua total: 24.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 18.8 Mpa 7 dias de idade: 25.4 Mpa 28 dias de idade: 35 Mpa

b)

c)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 387 kg Cimento: 273 litros Cimento: 7.7 sacos de 50 kg Areia: Seca: 409 litros A 3% de umidade: 524 litros Brita: N 1: 409 litros N 2: 409 litros gua: 189 litros Rendimento 129,2 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 3 Em volume - 1 : 2: 2 1/2 Em peso (kg): 1 : 2.17:2.44 (Cimento-Areia-Brita) Uso Usado em laboratrio na caracterizao de cimentos, pelas curvas clssicas de resistncia: quanto for inevitvel o seu emrego na obra, recomenda-se uma ateno especial para o problema na cura. Este trao indicado para concretos protendidos. a) Agua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.55 litros/kg gua total: 27.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 14.8 Mpa 7 dias de idade: 20.8 Mpa 28 dias de idade: 29.8 Mpa

b)

d)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 374 kg Cimento: 264 litros Cimento: 7.5 sacos de 50 kg Areia: Seca: 528 litros A 3% de umidade: 676 litros Brita: N 1: 330 litros N 2: 330 litros gua: 206 litros Rendimento 133.2 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 4 Em volume - 1 : 2: 3 Em peso (kg): 1 : 2.17:2.94 (Cimento-Areia-Brita) Uso Este trao inicia a srie de traos utilizveis em obras correntes. Recomenda-se para fundaes profundas, pavimentaes, reservatrios, marquizes, cortinas em subsolo, muros de sustentao e para qualquer obra exposta s intepries. a) Agua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.61 litros/kg gua total: 30.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 11.7 Mpa 7 dias de idade: 17.2 Mpa 28 dias de idade: 25.4 Mpa

b)

e)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 344 kg Cimento: 243 litros Cimento: 6.9 sacos de 50 kg Areia: Seca: 486 litros A 3% de umidade: 622 litros Brita: N 1: 364 litros N 2: 364 litros gua: 210 litros Rendimento 145.5 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 5 Em volume - 1 : 2 1/2 : 3 Em peso (kg): 1 : 2.71: 2.94 (Cimento-Areia-Brita) Uso Este trao contm um pouco mais de areia, em relao ao trao n 4; por este motivo tender a encher com maior facilidade formas de muita armadura: uso corrente em estruturas protegidas do tempo e da gua. a) Agua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.65 litros/kg gua total: 32.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 10 Mpa 7 dias de idade: 15 Mpa 28 dias de idade: 22.8 Mpa

b)

f)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 319 kg Cimento: 225 litros Cimento: 6.4 sacos de 50 kg Areia: Seca: 562 litros A 3% de umidade: 719 litros Brita: N 1: 337 litros N 2: 337 litros gua: 207 litros Rendimento 157.9 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO

Trao n 6 Em volume - 1 : 2 : 4 Em peso (kg): 1 : 2.17: 3.92 (Cimento-Areia-Brita) Uso Trao mais citado e especificado nos cadernos de encargos; h quem o recomende para concreto armado protegido. Sem perda, ele pode ser substitudo pelo trao (1 : 2 : 3 ), em volume, o qual dar um concreto de maior trabalhabilidade com uso de menos cimento. O trao 1 : 2 : 4, se mantido, sua aspereza reduzida com estudos granulomtricos dos agregados. a) gua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.68 litros/kg gua total: 34 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 9 Mpa 7 dias de idade: 13.7 Mpa 28 dias de idade: 21 Mpa

b)

g)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 297 kg Cimento: 210 litros Cimento: 5.94 sacos de 50 kg Areia: Seca: 420 litros A 3% de umidade: 538 litros Brita: N 1: 420 litros N 2: 420 litros gua: 202 litros Rendimento 168.3 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 7 Em volume - 1 : 2 : 3 Em peso (kg): 1 : 2.71: 3.42 (Cimento-Areia-Brita) Uso Este trao substitui o trao 1 ; 2 : 4 em volume para uso do concreto armado protegido da ao do tempo e da gua, para peas com muito ferro (superarmadas), a possibilidade de no se ter ninhos de agregados muito maior, por este motivo, com maior controle tecnolgico dos agregados ele o melhor indicado. a) gua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.71 litros/kg gua total: 35.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 8 Mpa 7 dias de idade: 12.3 Mpa 28 dias de idade: 19.5 Mpa

b)

h)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 293 kg Cimento: 207 litros Cimento: 5.86 sacos de 50 kg Areia: Seca: 517 litros A 3% de umidade: 662 litros Brita: N 1: 362 litros N 2: 382 litros gua: 208 litros Rendimento 170.6 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 8 Em volume - 1 : 2 : 4 Em peso (kg): 1 : 2.71: 3.92 (Cimento-Areia-Brita) Uso Este trao, por alguns anos era muito indicado para obras correntes. Entretanto, a falta de controle tecnolgico em obras de porte mdio, com mescla produzida na prpria obra o torna nos dias atuais proibitivo. Porm, ainda utilizado em peas de concreto de caractersticas secundrias (Sem fim estrutural). a) gua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.73 litros/kg gua total: 36.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 7.4 Mpa 7 dias de idade: 11.4 Mpa 28 dias de idade: 18.5 Mpa

b)

i)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 276 kg Cimento: 195 litros Cimento: 5.5 sacos de 50 kg Areia: Seca: 487 litros A 3% de umidade: 623 litros Brita: N 1: 390 litros N 2: 390 litros gua: 201 litros Rendimento 181.2 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 9 Em volume - 1 : 2 : 5 Em peso (kg): 1 : 2.71: 4.89 (Cimento-Areia-Brita) Uso um trao considerado pelos engenheiros calculistas de qualidade intermediria. Raramente recomendado para obras correntes: com uso de vibrao mecnica e quer dispender tempo com a escolha da granulometria dos agregados, para os concretos vibrados. Uso as vezes recomendado para peas estruturais protegidas. a) gua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.79 litros/kg gua total: 39.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 5.8 Mpa 7 dias de idade: 9.4 Mpa 28 dias de idade: 15.7 Mpa

b)

j)

Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 246 kg Cimento: 174 litros Cimento: 4.9 sacos de 50 kg Areia: Seca: 435 litros A 3% de umidade: 557 litros Brita: N 1: 435 litros N 2: 435 litros gua: 195 litros Rendimento 203.3 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 10 Em volume - 1 : 3 : 5 Em peso (kg): 1 : 3.25: 4.89 (Cimento-Areia-Brita) Uso Quando houver correo do inchamento da areia for realizada com critrios rgidos, este trao indicar um bom concreto; embora no o possamos, por razes tcnicas, lembrar como substituto do trao 1 : 2 : 3 em volume, porm, muitos profissionais o indica. Utilizado na fabricao de peas robustas no armadas. Lembrar que, para seu uso necessrio rever os estudos dos Estgios do Concreto. a) gua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.88 litros/kg gua total: 44 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 4 Mpa 7 dias de idade: 7 Mpa 28 dias de idade: 124 Mpa c) Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 229 kg Cimento: 162 litros Cimento: 4.6 sacos de 50 kg Areia: Seca: 486 litros A 3% de umidade: 622 litros Brita: N 1: 405 litros N 2: 405 litros gua: 202 litros Rendimento 218.1 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

b)

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 11 Em volume - 1 : 3 : 6 Em peso (kg): 1 : 3.25: 5.87 (Cimento-Areia-Brita) Uso Citado em bibiografias como o trao que pode ser usado em fundaes rasas, no armadas, por exemplo blocos em degraus. Em nosso ponto de vista um trao pobre em cimento. Recomenda-se o seu uso para servios preparatrios, no estruturais de quaisquer natureza. a) gua para vir o trao: Fator gua/cimento: 0.95 litros/kg gua total: 47.5 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: 3 dias de idade: 3 Mpa 7 dias de idade: 5.4 Mpa 28 dias de idade: 10 Mpa Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 208 kg Cimento: 147 litros Cimento: 4.2 sacos de 50 kg Areia: Seca: 441 litros A 3% de umidade: 564 litros Brita: N 1: 441 litros N 2: 441 litros gua: 198 litros Rendimento 240.9 litros de concreto por saco de 50 kg Ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm

b)

c)

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

ESTUDO PASSO A PASSO DO TRAO Trao n 12 Em volume - 1 : 4 : 8 Em peso (kg): 1 : 4.34: 7.83 (Cimento-Areia-Brita) Uso Este trao s dever ser usado em servios secundrios tais como leitos e camadas preparatrias; dada a sua pobeza no h mais coeso, sendo segregado (Segregar: separao dos agregados) sua linha predominante; a rigor, no conduz aos critrios tcnicos de Concretos. Dada a falta de coeso entre todos os materiais componentes, ele no atende os Estgios do Concreto: I, II e III. a) gua para vir o trao: Fator gua/cimento: 1.20 litros/kg gua total: 60 litros por 1 saco de cimento de 50 kg Resistncia provvel compresso: No foram executado os ensaios de compresso. Os corpos de prova obtidos com este trao no foram favoreis operao de moldagem, resuntando em exemplares Carcomidos, bexigosos, cheios de ninho, sem a compacidade indispensvel ao ensaio. Consumo por metro cbico: Cimento: Cimento: 161 kg Cimento: 114 litros Cimento: 3.2 sacos de 50 kg Areia: Seca: 456 litros A 3% de umidade: 584 litros Brita: N 1: 456 litros N 2: 456 litros gua: 194 litros Rendimento 312.5 litros de concreto por saco de 50 kg A realizao do ensaio de recalque Slump-test: Abatimento mximo de 12 cm evar a um caso particular deste trao, uma forma mal adensada; em virtude da pssima trabalhabilidade desde concreto, provvel que com a simpes elevao da forma-padro, o tronco de cone se desmorone, entrando em franco copso.

b)

d)

d) e)

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

VOLUME POR TRAO Areia com 3 % de umidade MATERIAIS / VOLUMES TRAO 1:1:2 1 : 1 1 /2 : 3 1:2:2 1:2:3 1:2:3 1:2:4 1:2:3 1:2:4 1:2:5 1:3:5 1:3:6 1:4:8 Cimento kg 514 387 374 344 319 297 293 276 246 229 208 161 Areia m3 0.465 0.524 0.676 0.622 0.719 0.538 0.662 0.623 0.557 0.622 0.564 0.584 Brita m3 0.726 0.818 0.660 0.728 0.674 0.840 0.724 0.780 0.870 0.810 0.882 0.9212 ALTURA DA PADIOLA Areia Brita cm cm 28.70 21.50 28.70 28.70 23.90 22.40 23.90 23.90 23.90 28.00 33.60 28.70 22.40 36.60 28.10 33.60 3360 22.40 19.60 22.40 28.00 28.00 33.60 29.5

Boca da Padiola: ( 45 x 35 ) cm.

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

TRAO PARA UM SACO DE CIMENTO DE 50 kg Boca da Padiola: (45 x 35) TRAO 1:1:2 1:1:3 1:2:2 1:2:3 1:2:3 1:2:4 1:2:3 1:2:4 1:2:5 1:3:5 1:3:6 1:4:8 CIMENTO Saco de 50 Kg 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 QUANTIDADE DE PADIOLAS Areia Brita 1 2 2 2 3 2 3 3 2 2 2 4 2 2 2 2 2 4 4 4 4 4 4 6

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

DIMENSIONAMENTO DE BETONEIRA Em obras de pequeno porte que as peas estruturais no so todas moldadas ao mesmo tempo, o construtor pode optar pelo concreto dosado em sito, para este fim, torna-se necessrio o uso de betoneiras, no caso de aluguel necessrio dimensionar o tambor da betoneira, pois o custo do aluguel funo direta deste volume. Como suporte para esta escolha, (SAMPAIO 1997) sugere a frmula abaixo.0.0238 QT Trao TPr oduo .TDirio

C tambor =

Onde: Ctambor: Q: Tproduo: Ttrao: Tdirio: Capacidade do tambor, em m3 ou litros. Quantidade de argamassa ou concreto, em m3. Tempo de produo, em dias. Tempo previsto para cada trao, em minutos Tempo de trabalho dirio, em hora.

Tecnologia do Concreto Traos Usuais

Eng Civil Joo Pinto Lima, M.Sc.

BIBLIOGRAFIA

GUEDES, Milber Fernandes. Caderno de Encagos. Editora Pini, 2003 BAUER, L.A. Falco. Materiais de Construo. Ed. Ao Livro Tcnico Editora S/A VIGORELLI, Rino. Manual Prtico do Construtor e Mestre de Obras. Ed. Hemus. CARDO. Celso. Tcnica da Construo. Ed. Engenharia e Arquitetura. COLHO, Ronaldo Srgio de Arajo. Oramento de Obras Prediais.UEMA Editora. BORGES, Alberto de Campos. Prtica das Pequenas Construes. Ed Edgard Blucher. AZEREDO, Hlio Alves de. Edifcio At sua Cobertura Prtica da Construo Civil. Ed. Edgard Blucher. FIORITO, Antonio J. S. I. Manual de Argamassas e Revestimentos Estudos e Procedimentos de Execuo. Editora Pini. TABELAS DO ENG. CALDAS BRANCO - REVISTAS

Tecnologia do Concreto Traos Usuais