SOMOS O QUE AMAMOS

  • Published on
    10-Jul-2015

  • View
    1.375

  • Download
    4

Transcript

  • Somos O Que Amamos

    "Somos o que amamos" uma expresso que est includa na fraseologia de Santo Agostinho. Uma frase lapidar e de que mais gosto. Uma frase que traduz de maneira mpar a experincia mais pura e cristalina do que o amor.

  • O amor se identifica com o cotidiano e se estende para toda a eternidade. Uma leveza infinita que habita em nossos coraes. Uma alegria suave que nos atravessa o corpo.Por que no dizer que o amor uma realidade maior que nos arranca de ns mesmos?

  • E, com isso, fazemo-nos dom para aqueles que amamos.Quando aprendemos que "somos o que amamos" descobrimos que por tantos e quantos caminhos andarmos estaremos sempre na companhia da pessoa amada.Nosso corpo se transforma no corpo dela. Nossos sonhos so extenso dos sonhos dela. Nossos desejos confundem-se com os dela.

  • Gabriel Marcel disse: "Amar dizer a algum - Tu no morrers". Fantasia, imaginao, afetividade, inteligncia prendem-nos ao processo de amar e de nos transformar na pessoa amada.Nosso ser fica cativo do amor.

  • Lendo Rumi, um mstico muulmano, meu corao ficou acelerado com suas belas palavras: "Teu amor chegou ao meu corao e partiu feliz. Depois retornou e se envolveu com o hbito do amor, mas retirou-se novamente. Timidamente, eu lhe disse:Permanece dois ou trs dias!Ento veio, assentou-se junto a mim e esqueceu-se de partir."

  • Fico pensando que o amor nos leva a viver uma pontinha de egosmo. Afinal, desejamos a eternidade para a pessoa que amamos e para ns mesmos, que estamos amando. Diante do amor renunciamos a interrupo, o cansao, o trmino e o passageiro e abraamos a eternidade como projeto nico e suficiente de vida. "Somos o que amamos" revela que a fora do amor reside no desejo de ajudar no crescimento do outro fazendo-o melhorar e superar seus limites.

  • O amor no teme enfrentar o lado obscuro do outro e no desanima. Ao contrrio, fala quando acredita na fora de uma conversa brotada do amor. O amor capaz de gerar um clima de empatia no qual os gestos e as palavras, nascidos do conhecimento do outro, penetram suave como a chuva fina e leve.

    Luiz Alexandre Solano Rossi

    Msica:Mantovani - Love Is A Many Splendored ThingMontagem:maricarusocunha@terra.com.br www.pranos.com.br