SOBRANEWS 2015 - Edio 17

  • Published on
    21-Jul-2016

  • View
    215

  • Download
    2

DESCRIPTION

Informativo Oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Minimamente Invasiva e Robtica Edio 17 Ano 2015

Transcript

  • Informativo Oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Minimamente Invasiva e Robtica

    Edio 17 Ano 2015

    MuitAs Aes pArA fortAlecer A nossA sociedAde

    nesta edio4 e 5 congressos em maio e junho

    vo mobilizar centenas de participantes

    6 frum de debates e fale com o presidente superam expectativas

    7 estatuto passar por mudanas

    8 e 9 tecnologia na formao mdica: avano assegura mais segurana para pacientes

    10 e 11 programa Jovem cirurgio - inscries comeam em maio com mdulos tericos

    editoriAl

    2 e 3

  • Estamos trabalhando inten-samente para a realizao com total sucesso de dois congressos: o Sudeste, que pela primeira vez reunir os Cap-tulos do Rio, de Minas Gerais, do Esprito Santo e de So Paulo, e o de robtica, que ser realizado pela primeira vez no Rio de Janei-ro. E, claro, estamos tambm foca-dos na realizao do 13 Congres-so Brasileiro de Videocirurgia, em So Paulo, em 2016.

    O Congresso Sudeste, progra-mado para o ms de maio, repre-

    Muitas aes para fortalecer a nossa sociedade

    Presidente da SOBRACIL

    Iniciamos a nossa gesto com total empenho,

    visando assegurar o contnuo crescimento da nossa

    Sociedade. Temos focado principalmente em aes

    que visem nos aproximar cada vez mais dos mdicos

    que j participam da SOBRACIL, mas sem deixar

    de lado aqueles que ainda no participam da vida

    associativa.

  • Presidente: Carlos Domene 1 Vice Presidente: Armando Melani 2 Vice-Presidente: Pedro Romanelli

    Secretrio Geral: Flavio Malcher Secretrio Adjunto: Marcelo Loureiro Tesoureiro: Antonio Bispo Jr.

    Tesoureiro Adjunto: Carlos Aurelio Schiavon Jornalista Responsvel: lida Vaz Fotografias: Arquivo SOBRACIL Design e Diagramao: Flvio Tavares

    Av. das Amricas, 4801 sala 308 - Centro Mdico Richet - Barra da Tijuca Rio de Janeiro - RJ - CEP 22631-004 Tel: 21 2430-1608 - Tel/Fax: 21 3325-7724 - E-mail: sobracil@sobracil.org.br

    3

    Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    senta a consolidao de uma ideia que vem sendo amadurecida h tempos, visando integrar cada vez mais os nossos captulos, na rea-lizao de eventos maiores, que tragam discusses relevantes formao de mdicos que atuam em nosso pas. Os organizadores esto de parabns pela programa-o proposta e pelos convidados j confirmados.

    J o de robtica tem como propsito difundir a prtica e tambm para estabelecermos normas e padres do treinamen-to do cirurgio robtico. Tambm j temos confirmados os nomes de convidados nacionais e do ex-terior e uma programao rica e intensa, especialmente elaborada para quem j pratica a cirurgia ro-btica e tambm para os que de-sejam se inserir nesta prtica.

    O Congresso de 2016 tambm est bastante adiantando, com o Centro de Convenes Rebouas j reservado e pago. A nossa pro-posta de fazer um congresso com uma programao que pos-sibilite intensa interao entre pa-

    lestrantes e os participantes, alm da oferta de cursos pr-congres-sos que permitam a atualizao sobre temas relevantes para nos-so ofcio dirio como mdico de diversas especialidades.

    E isso no tudo. Temos ain-da nos dedicado elaborao de uma proposta de reviso do nosso estatuto, que precisa acompanhar todas as mudanas da SOBRACIL e da sociedade em geral. Faremos uma ampla consulta para que to-dos os associados possam apre-sentar suas sugestes.

    Recomendo que j consulte a verso do estatuto em vigor em nosso site e comece a analisar o que deve ser mudado. Em breve, o espao destinado ao envio das suas contribuies estar dispon-vel em nosso site para voc apre-sentar as suas sugestes.

    Ficamos muito felizes com o retorno que registramos em dois espaos que criamos com o propsito de estreitar os nossos laos cada vez mais com os asso-ciados da SOBRACIL e, tambm, com mdicos que ainda no tive-

    ram a oportunidade de se asso-ciar. Foram muito significativas as contribuies que nos chegaram pelos dois canais que criamos: o Fale com o Presidente e o Frum de Debates. A ideia essa mes-mo: abrir espao contribuio de quem tem o que dizer, seja na forma de sugesto, de crtica ou de elogio.

    E h ainda muito mais em curso: contato permanente com entidades do pas e do exterior para estreitar relaes, promover o intercmbio de experincias e de conhecimentos; organizao de programas que em breve sero rei-niciados, como o Jovem Cirurgio, os Mutires, o Sobracil Day; atuali-zao regular do nosso site e outras inmeras atividades, que ocupam o nosso dia a dia e nos enchem de orgulho e determinao.

    Acompanhem o que estamos fazendo em nosso site, nos e-mails que enviamos regularmente e em nossa pgina do Facebook. E no deixe de opinar e participar. Esta Sociedade sua.

    At a prxima edio.

  • 4Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    hora de reservar na agenda as datas de 21 a 23 de maio e 18 a 20 de junho. Nas duas datas, o Rio sediar o Congresso Sudeste de Videocirurgia, promovido pela primeira vez em associao pelos captulos RJ, MG, SP e

    ES, e o Congresso Brasileiro de Cirurgia Robtica, res-pectivamente. A expectativa de que os eventos re-nam cerca de 900 participantes, incluindo palestran-tes vindos de diversas regies do pas e do mundo.

    CongrEsso sudEstE ter Angra como cenrio no ms de maio. Rio, So Paulo, Minas Gerais e Esprito Santo vo realizar pela primeira vez o Con-gresso Sudeste de Videocirurgia, no ms de maio, em Angra dos Reis. A associao para realizao de um nico evento foi decidida no 13 Congresso Regional de Videocirurgia-Rio, realizado em Bzios, em 2013. O objetivo integrar e fortalecer as entidades mdi-cas dessas regies.

    A expectativa dos orga-nizadores de que o con-gresso rena cerca de 500 participantes, como explica o Presidente da SOBRACIL--RJ, flavio Malcher, Secret-rio Geral da SOBRACIL Nacio-nal e Presidente da Comisso Organizadora do Congresso. Esse congresso vai possibi-

    litar a integrao completa e a convivncia entre os participantes, num resort fechado para o evento. Ser uma verdadeira imerso para a troca de experincias, acrescenta.

    A programao cientfica contemplar discusses em videocirurgia geral, baritrica, coloproctolgica, ginecolgica, urolgica, alm de sesso de temas e vdeos livres, cursos pr-congresso para iniciantes, sobre sutura em videocirurgias (com o mdico Char-

    CONGRESSOS EM MAIO E JuNhO VO MOBILIzAR

    CEnTEnAS DE PARTICIPAnTESSudeste ser promovido pelos Captulos Rio, Minas, Esprito Santo e

    So Paulo. J Robtica ter congresso pela primeira vez no Rio

    2 CONGRESSO INTERNACIONAL DA SRS

    CONGRESSO LATINOAMERICANO DE CIRURGIA ROBTICA

    CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA ROBTICA

  • 5Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    robticA ter primeiro evento no Rio, em asso-ciao com Congresso Latinoamericano e Internacio-nal da SRS

    Seis convidados internacionais, de diversas espe-cialidades, apresentaro suas experincias em cirurgia robtica durante o Congresso Brasileiro de Cirurgia Ro-btica, o Congresso Latinoamericano de Cirurgia Ro-btica e o 2 Congresso Internacional da SRS, de 18 a 20 de junho, no hotel Windson Barra, na Barra da Tijuca.

    haver ainda reunio de consenso sobre treina-mento e certificao em cirurgia robtica, com a parti-cipao de diversas sociedades, como CBC, CBCD, SBU,

    Febrasgo, SBCT e SBCCP. O pro-psito divulgar o mtodo no pas. Est prevista a exibio de vdeos sobre cirurgias.

    Atualmente, segundo carlos domene, Presidente da SOBRACIL e do Congresso, a prostatectomia robtica, ci-rurgia ginecolgica e a cirurgia geral so as que mais tm re-gistrado crescimento na rea,

    enquanto a de cabea e pescoo est em crescimento. Ele ressalta a importncia do congresso para difundir a tcnica e tambm estabelecer modelos de treinamen-to. Vamos definir modelos de treinamento e certifica-o do cirurgio robtico durante o congresso, alm de divulgar o mtodo entre os mdicos brasileiros, acres-centa Domene.

    Ele destaca ainda a apresentao de modelos de implantao de programas robticos bem sucedidos, como dos hospitais Albert Einstein, Srio e Libans e 9 de Julho, em So Paulo , e do hospital Samaritano, no Rio.

    Na mensagem de boas vindas aos participantes, disponvel no site dos congressos, Carlos Domene lem-bra que a cirurgia robtica no Brasil e na Amrica Lati-na deve respeitar as caractersticas locais. As primeiras especialidades beneficiadas pela cirurgia robtica em grande escala urologia, ginecologia e cirurgia geral mostraro suas tcnicas e resultados, acrescenta Do-mene.

    Para saber mais cliQue AQui

    les Koh), de cirurgia robtica, ginecologia e hr-nia inguinal videolaparoscpica.

    O congresso ser sediado no hotel Vila Gal Eco Resort, na paradisaca Angra dos Reis, com uma infinidade de praias e ilhas.

    Para saber mais cliQue AQui

    chArles h. Koh Columbia St. Marys Hospital Milwaukke, em Wisconsin/EuA;

    Kelley WilliAM Henrico Doctors Hospital e da Richmond Surgical Society, na Virginia/EUA;

    MAurice K. chung Escola de Medicina da universidade de Toledo. h previso de mais mdicos do exterior, inclusive da Frana.

    Miguel A cuestA Department of Surgery VU University Medical Center, holanda;

    Quatro palestrantes internacionais j esto confirmados para o Congresso sudeste

    Do Brasil, diversos palestrantes j esto confirmados, de diversas regies do pas, onde so referncias na rea da videocirurgia.

  • 6Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    Bastaram os cones do Frum de Deba-tes e do Fale com o Presidente entra-rem no ar, no site

    da SOBRACIL, para comearem a surgir postagens de mdicos de diversas regies do Brasil. A par-ticipao superou as expectativas da direo da Sociedade e j est sendo analisada. Ficamos muito felizes com a participao nes-ses dois espaos. Foram inme-ros e-mails, todos imediatamen-te respondidos e, na medida do possvel, tomando atitudes para resolver as questes apresenta-das, afirma o Presidente da SO-BRACIL, Carlos Domene.

    Ele recebe diretamente as mensagens enviadas pelo Fale com o Presidente e responde pes-

    frum de debates e fale com o presidente superam expectativas

    soalmente todas elas. Quando h necessidade, consulta outros integrantes da diretoria ou a se-cretaria da entidade em busca de dados ou informaes. Esse espa-o de extrema importncia para sabermos o que desejam os mdi-cos que participam da SOBRACIL. Queremos estar ao lado de nossos associados, ouvindo suas opini-es, esclarecendo suas dvidas, recebendo seus elogios e tambm considerando as suas crticas, acrescenta Domene, lembrando que j chegaram contribuies valiosas para orientar as aes da Sociedade.

    Para ter acesso ao Fale com o Presidente, s acessar http://www.sobracil.org.br/fale_presi-dente.asp. No site, h um formu-lrio que o interessado em enviar

    a mensagem deve preencher, se identificando com nome e e-mail, alm do espao reservado men-sagem.

    J o Frum de Debates exige dos participantes um cadastro para acesso a uma rea restrita. Mesmo quem no associado pode participar. Basta se cadastrar. Neste caso, necessrio indicar a nacionalidade, o nome completo, a data de nascimento, o estado onde reside, o CPF, CRM, indicar um login (e-mail) e cadastrar uma senha. A proposta do espao promover a discusso entre os mdicos participantes, que po-dem ter suas dvidas esclarecidas por colegas de diferentes regies. O acesso pode ser feito em http://www.sobracil.org.br/forum.asp.

  • 7Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    Ainda no ms de maro, os associados da SOBRACIL sero convocados a participar da con-sulta pblica destinada a coletar sugestes a respeito de mudanas no estatuto da Sociedade. uma rea ser criada no site para que as propostas sejam apresentadas. As sugestes sero analisadas pela diretoria e podero fazer parte da nova verso a ser submetida aprovao da assembleia geral da SOBRACIL, durante o 13 Congresso Brasileiro de Videocirurgia, em maio de 2016, em So Paulo.

    A reviso do estatuto foi aprovada na ltima assembleia geral da Sociedade, realizada em setembro do ano passado, durante a 12 edio do Congresso Brasileiro de Videocirurgia, em Florianpolis.

    De acordo com o Presidente da SOBRACIL, Carlos Domene, a reviso do estatuto funda-mental, para atualiz-lo e adequ-lo realidade e necessidades da Sociedade. A SOBRACIL uma sociedade gil, que precisa de um estatuto atual, adequado ao seu papel na sociedade. Temos promovido mudanas necessrias, mas h necessidade de o estatuto tambm passar por uma atualizao, defende Domene.

    O estatuto atualmente em vigor foi aprovado em 2003. Ele se divide em dez ttulos, que tratam desde a fundao e constituio da SOBRACIL, passando pelo funcionamento dos cap-tulos, at as categorias dos membros que compem a Sociedade. H ainda tpicos especficos sobre a organizao e a administrao da Sociedade, finalidade e composio da assembleia geral, constituio e funes do Conselho Deliberativo, Diretoria Executiva, Conselho Consulti-vo e Conselho Fiscal, bem como das infraes e penalidades a que os membros esto sujeitos. O estatuto ainda contempla normas sobre a constituio de fundos sociais e patrimoniais e a dissoluo da entidade.

    A proposta da diretoria que os associados conheam a verso atual do estatuto (dispon-vel em http://sobracil.org.br/estatuto.asp?mn=01) e apresentem suas sugestes a respeito do que deve mudar. A proposta a ser apresentada assembleia geral do prximo ano passar por anlise da assessoria jurdica.

    passar por mudanas Objetivo adequar documento atualidade.

    Associados participaro de consulta

    Estatuto

  • 8Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    Na opinio do Presiden-te da SOBRACIL, Carlos Domene, professor livre docente de cirurgia da uSP, a tecnologia importante em todas as instncias da vida con-tempornea, uma vez que cami-nhamos para um mundo cada vez mais digital. Exemplo disso so os equipamentos de imagem sofisti-cados por softwares que melho-ram sobremaneira a performance deles. Na cirurgia, a interface digi-tal est presente nos instrumentos de energia, bipolar e ultrasnica, e agora na robtica, com perspecti-

    Simuladores virtuais, plataformas robticas, equipamentos com alta definio de imagem e uma infinidade de softwares, entre outros recursos, fazem parte cada vez mais da rotina de mdicos de diversas especialidades, no Brasil e no exterior. A presena da tecnologia uma realidade na medicina e vem assegurando a adoo de prticas cada vez mais avanadas e sofisticadas no tratamento de casos de diversas especialidades.

    vas enormes pela incorporao de novos softwares, explica.

    Para o ginecologista Claudio Crispi, ex-presidente da SOBRACIL e coordenador da Ps-Graduao em Endoscopia Ginecolgica, o uso da tecnologia para o ensino da cirurgia cria condies mais prximas possveis das observa-das nas pacientes, diminuindo, assim, o risco do aprendizado em humanos. Assim, o aprendizado em humanos pode ser posterga-do para um momento o mais pro-pcio possvel, quando o aluno j est melhor treinado, explica.

    Presidente da SOBRACIL-RJ, Secretrio Geral da SOBRACIL Na-cional e professor de ps-gradua-o, Flavio Malcher, concorda que a tecnologia agrega valor ao en-sino mdico. A informao hoje em dia chega em tempo real em qualquer local do mundo. Alm disso, os recursos tecnolgicos permitem que o follow-up de trei-namentos sejam feitos sem difi-culdades, enquanto simuladores virtuais possibilitam treinamento fidedigno e, com isso, garantem mais segurana aos pacientes, observa. Entre os recursos mais

    tecnologia na formao mdica: avano assegura mais segurana para pacientes

  • 9Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    No que diz respeito estru-tura das universidades no Brasil

    para o uso da tecnologia, Domene considera que o ensino mdico j

    vem passando por grandes mo-dificaes. novas escolas m-dicas foram criadas nos ltimos

    anos, com a necessidade de hospitais bem aparelhados para auxiliar no tratamento dos pacientes e no ensino dos acadmicos e residentes. Infelizmente, esta no a realidade para a maioria dos hospitais brasileiros, destaca.

    A mesma opinio compartilhada por Crispi, que desta-ca a importncia das aes desenvolvidas pela SOBRACIL nes-sa rea para preencher a falta de estrutura de universidades e de muitos hospitais universitrios. Algumas tm despertado este interesse e se associado a alguns grupos para oferecem estas tecnologias, acrescenta.

    No que diz respeito aos recursos necessrios ao ensino, Carlos Domene aponta os simuladores para a videocirurgia e para a cirurgia robtica. So caros, mas cada vez mais com-pletos. Temos no Brasil os simuladores de cirurgia robtica, mas no de laparoscopia disponveis nos hospitais. O desafio baratear e multiplicar novos instrumentos de simulao ci-rrgica, analisa.

    Crispi lembra que o Brasil detm as tecnologias de simu-ladores presenciais e de simuladores virtuais com bastante qualidade.

    empregados, Malcher destaca as videoconferncias, os blogs e si-muladores.

    Domene no acredita que a tecnologia afaste o mdico do pa-ciente. Ao contrrio. A tecnologia possibilita melhor investigao e tratamento dos pacientes e esta uma forma de aproximao, me-lhor acurcia e melhor tratamento. A relao humana mdico-pacien-te est mantida para a maioria dos mdicos que no dispensam uma consulta longa e completa com os pacientes. O que afasta so as consultas rpidas por profissionais no comprometidos, afirma.

    Ao lembrar que a tecnologia uma ferramenta, Flavio Malcher afirma que ela no descarta o lado humano. A tecnologia agrega va-lor ao ensino. no compete, afir-ma.

    Claudio Crispi tambm no v problemas na relao mdico-pa-ciente. O distanciamento tempo-rrio necessrio e desejvel para melhor preparo do cirurgio, mas em nada o uso desses recursos e ferramentas afasta o mdico de seus pacientes, afirma, lembran-do que mesmo as crticas feitas ao custo devem ser melhor analisa-das, uma vez que as intercorrn-cias que podem ocorrer numa ci-rurgia regular podem custar bem mais caro.

    ensino mdico

  • 10

    Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    Inscries comeam em maio com mdulos tericos

    As inscries sero abertas durante o Congresso Sudeste de Videocirurgia, a partir do dia 21 de maio, em Angra dos Reis, quando haver lanamento ofi-cial do programa. As aulas da primeira

    fase sero iniciadas na mesma ocasio e prossegui-ro at novembro. Em dezembro, os organizadores divulgaro a lista dos concluintes que participaro da segunda fase, prtica, entre os meses de janeiro, fevereiro e maro, no Johnson & Johnson Medical Innovation Institute, em So Paulo e Recife, unidade que facilitar o deslocamento dos participantes das regies norte e nordeste.

    Estamos com timas expectativas para a nova edio do programa. Fizemos os ajustes necessrios

    e tambm implementamos novidades com o pro-psito de tornar o processo de aprendizagem ainda mais dinmico e interativo. Assim, no lugar de aulas

    O Programa Jovem Cirurgio ter

    uma nova edio a partir de maio

    deste ano. E contar com uma srie

    de novidades. As aulas da primeira

    fase, terica, sero agora em formato

    de vdeos, com durao de cerca de

    30 minutos e ficaro disposio

    dos participantes at o ms de

    novembro, quando a primeira

    etapa ser concluda. Alm disso,

    nesta edio podero participar

    mdicos residentes e os que tenham

    qualquer tempo de formado.

  • 11

    Edi

    o 1

    7 A

    no 2

    015

    feitas de textos, teremos videoaulas, gravadas por es-pecialistas, que abordaro os tpicos do programa, explica o mdico Claudio Moura, um dos coordena-dores do Jovem Cirurgio.

    Claudio Moura acredita que o nmero de inscri-tos ser ampliado, em virtude da possibilidade de mdicos com qualquer tempo de formados poderem participar. Na verso anterior, o Jovem Cirurgio era destinado a mdicos residentes e com at dez anos de formados. Agora, no haver mais limite de tem-po de formado para participar do programa. Todos os mdicos, que estejam fazendo ou j tenham conclu-do a residncia, podem participar, explica ele, obser-vando que o sucesso da edio passada certamente contribuir para aumentar o nmero de inscritos.

    Os 250 primeiros colocados na fase terica pode-ro participar da fase prtica, no Johnson & Johnson Medical Innovation Institute. O agendamento ser on line, com os primeiros podendo escolher entre as datas oferecidas.

    Na primeira fase, sero disponibilizadas de duas a trs aulas por ms. A cada ms, os participantes de-vero fazer a avaliao daquele mdulo para poder seguir adiante. Mas as aulas podero ser consultadas sempre que houver necessidade.

    Aps a concluso da fase prtica, a etapa final

    ocorrer no 13 Congresso Brasileiro de Videoci-rurgia, em So Paulo, de 11 a 14 de maio de 2016. Durante o congresso, os concluintes da primeira

    etapa faro prova prtica, com uso de simulado-res, e terica. O resultado final ser divulgado du-rante o congresso.

    A direo da SOBRACIL est negociando com os cursos de ps-graduao as bolsas que sero concedidas aos concluintes em diversas especia-lidades. A expectativa de mais instituies parti-cipem do Programa, que tem patrocnio exclusivo da Johnson & Johnson.

    Estamos com timas expectativas para a nova edio do programa. Fizemos os ajustes necessrios

    e tambm implementamos novidades com o propsito de tornar o processo de aprendizagem ainda mais dinmico e interativo

    cludio MouraCoordenador do Programa

    thiers soaresCoordenador do Programa

  • Patrocinador Diamante

    Patrocinador Platinum

    Patrocinadores Bronze

    SOCIEDADES PARCEIRAS