Revista BemViver 10 Edio

  • Published on
    13-Mar-2016

  • View
    217

  • Download
    3

DESCRIPTION

Revista de Atibaia, Mairipor e regio. BemViver, o melhor perto de voc

Transcript

  • Expediente:

    Culinria......................................40Coluna Social...........................12-13 Animais e Cia................................32

    Reflexo.....................................39Esporte e Lazer..............................11 Sade e Bem-estar..................27-31

    Galeria........................................8-10 Marketing....................................38Festas e Eventos.....................22-26

    Diversos.................................34-37Cultura e Educao......................4-7 Casa e Conforto.......................17-21

    Passatempo................................41Moda e Beleza..........................14-16 Comportamento............................33

    Editorial de moda Festa1. Direo e editorial de Moda: Lilian Chamma2. Colaborao: Espao Velho Serra da Cantareira3. Produtora e make up: Cleide Corjambo4. Fotgrafo: Pep Soares5. Espao de beleza Camarim Mairipor - Profissional: Paulo e equipe6. Modelos: Lorena Valena / Rebeca S / Alvaro Augustus / Cleire Corjambo

    Diretoras / Editoras Olga Noeli Bagattini Assaf e Priscila Mra. Conselho Editorial Telma L. Bagattini Cruz, Rosa Virginia Bagat-tini de Souza e Daniela Bagattini de Souza. Jornalista Selma Bueno Miranda Gonalves, MTB 25.080. Colunista Lilian Chamma. Con-tato Comercial Alessandra Pontes - Atibaia, (0xx11) 7569.3559, Ana Eliza Alonso - Atibaia, (0xx11) 7822.1168, Lilian Chamma - Mairi-por, (0xx11) 7832.3981. Diagramao Luis Carlos Teodoro - luis.teodoro@gmail.com Hospedagem hij.com.br. Tiragem 7 mil exem-plares. Contato contato@revistabemviver.art.br ou www.revistabemviver.art.br. Revista BemViver uma publicao da Tel-viMark Editora. A reproduo total ou parcial desta obra proibida sem a prvia autorizao do editor.A Revista BemViver no se responsabiliza pelo contedo e pelos conceitos nos artigos assinados, que no representam necessaria-mente a opinio da revista.

    *Distribuio Gratuita nas principais empresas e condomnios de Atibaia e Mairipor.

    sees

    3

  • 4Orissa, onde nasce a dana Odissi

    Ardhanarishvara metade Shiva, meta-de Parvati - princpio de equilbrio entre o masculino e feminino.

    Guru Manoranjan Pradhan e sua esposa Minati Pradhan, em apresentao na cidade de Cuttack, Orissa, em novembro, 2011. Perfeio e entrega na realizao da dana clssica Odissi.

    foto

    s: D

    rid

    a Fa

    ggi

    Ardhanarishvara um composto andrgino do deus Shiva e sua consorte Parvati. Representa a sntese das energias masculina e feminina do universo e ilustra que Shakti, o princpio feminino de Deus, inseparvel de Shiva, o princpio masculino. A unio destes dois polos exaltada como a raiz de toda a criao. Ardhanarishvara simboliza que os princpios masculino e feminino so inseparveis. A forma de composio transmite a unidade dos opostos no universo. No repertrio tradicional da dana clssica indiana Odissi, uma das coreografias mais elaboradas representa esta forma de Shiva e Parvati. Atravs de mudras, os gestos das mos, o bailarino interpreta diversos smbolos relacionados a Shiva, como o rio Ganges (Ganga) descen-do dos cabelos da divindade, para amenizar a fora do rio descendo sobre a terra; o tridente (trishula); a meia lua (ardhachandra) que um de seus ornamentos; entre tantos outros cones. A perfeio desta coreografia Ardhanarishvara foi interpretada pelo casal de bailarinos de Odissi Guru Manoranjan Pradhan e sua esposa Minati Pradhan, recentemente em Orissa, ndia, com tamanha exatido, que a sensa-o de divindade foi aclamada por toda a platia. Era impossvel no ver o casal divino atravs destes dois exmios bailarinos. O casal que

    4

    Por Andrea Albergaria

    Cultura e Educao

  • 5Professora Andrea Alber-garia com seus mestres

    em Bhubaneswar, Orissa: Soubhagya N. Chhotaray (Tuku), percussionista e professor de pakhawaj,

    Guru Manoranjan Pradhan, mestre de Odissi, e Minati Pradhan, bailarina e pro-

    fessora da dana clssica indiana Odissi.

    Guru Manoranjan Pradhan e Minati Pra-dhan, dueto perfeito no palco e na vida.

    divide no palco a harmonia, talento, e domnio completo desta arte, vive a vida em famlia da mesma forma. Um completando o outro, criam os dois filhos dentro da arte e do amor, de forma natural e louvvel, na sua casa em Bhubaneswar, capital do estado de Orissa, terra de templos, muita arte, esculturas, msica e bero da dana indiana Odissi.

    Guru Manoranjan Pra-dhan que esteve no Brasil em 2010, como professor convidado da Unicamp, recebeu este ano a bailarina Andrea Albergaria e seu grupo em seu estdio na ndia para treinamento intensivo. Alm das au-las de dana Odissi, a professora Andrea Albergaria aproveitou para estudar o instrumento de percus-so de Orissa, chamado pakha-waj, que a base percussiva para a dana Odissi, com o professor Soubhagya N. Chhotaray (Tuku) que explica os princpios masculino e feminino contidos tambm neste instrumento: um som complemen-ta o outro, notas que se encontram

    no meio do instrumento, trazendo o equilbrio e fora para a msica Odissi. Depois de treinamento inten-sivo e mergulho total na arte Odis-si, Andrea Albergaria j prepara um novo espetculo de dana clssica indiana para 2012, para dividir com todo o pblico um pouco da magia desta terra especial que Orissa,

    Andrea Albergaria Professora de dana Odissi e pesquisadoras das artes tradicionais da ndia.

    terra que cultua o Senhor Jagan-natha como uma das formas do Criador. Jaya Jagannatha!

    5

    Cultura e Educao

  • Caixas de Correio so retratadas em selos postais

    Os Correios lanaram no dia 9 de outubro, Dia Mundial dos Correios, na cidade de Braslia (DF), uma quadra de selos (de emisso es-pecial), de tiragem limitada com 600 mil exemplares, divulgando Caixas de Correio. Com valor facial de R$ 2,00 cada, os selos brasileiros fazem parte da Srie Amrica, da UPAEP Unio Postal das Amricas, Espanha e Portu-gal, e podem ser adquiridos nas agncias e na loja virtual dos Correios (www.correios.com.br/correiosonline). De autoria da desig-ner Ceclia Langer, a quadra contempla em cada selo uma Caixa de Correio, correspon-dendo poca em que foi uti-lizada. Ao fundo, abrangendo toda a quadra, v-se uma es-trada, saindo do barro para o paraleleppedo at chegar ao asfalto, simbolizando a linha do tempo em que se utili-zava cada uma dessas caixas: Imprio, Repblica, DCT, e, por fim, os dias atuais. Na reproduo das caixas, em primeiro plano, foi utilizada a calcografia digital (tcnica de gravao), na cor marrom escuro para a caixa do Imprio e verde esmeralda nas caixas da Repblica e do DCT, preservando suas cores originais. A caixa atual se destaca das demais, num plano diferente, por meio do embossing (relevo seco) e verniz localizado, suge-rindo a ideia de modernidade. Ao lado das caixas h a mensagem ENVIE CARTAS A QUEM VOC AMA em tinta luminescente invisvel, identificada apenas com a incidncia de luz UV (ultravioleta).

    Histrico A emisso Srie Amrica teve incio no ano de 1989, aps deciso dos pases-membros da ento

    UPAE Unio Postal das Amricas e Espanha, em 1985, atualmente UPAEP, em vista da adeso, tambm, de Portugal como membro daquela Unio, aps 1991. A Srie foi criada com o objetivo de divulgar, difundir e integrar a variada realidade, histria e cultura

    daqueles pases, por meio da emisso de selos com um tema comum, neste ano, Caixas de Correio. Considera-se como fato inicial de servio de cor-reios a carta de Pero Vaz de Ca-minha, escrita em 1500 ao rei D.Manuel I, em Portugal, sobre a descoberta da Terra de Vera Cruz. Simbolicamente, esta carta representa a certido de nascimento do Brasil, o primeiro documento escrito de sua his-tria e o incio do servio postal brasileiro. A necessidade crescente de co-

    municao faz com que os servios de correios evoluam constantemente, e, consequentemente, tem-se o aper-feioamento do servio postal. No entanto, mesmo nos dias atuais, em que o correio eletrnico e a internet aten-dem mundialmente ao fluxo dinmico e intermitente das notcias e acontecimentos, cones criados para atender as necessidades postais continuam atuantes e indispen-sveis, como o caso dos selos postais, das cartas, e, principalmente, das caixas de coleta, por meio das quais os Correios recolhem e transportam as correspondncias que ali so depositadas pelas comunidades. Empenhada no objetivo de associar as Caixas de Correio a importantes fases da histria do Brasil, a Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos selecionou para esta quadra de selos as caixas representativas do Imprio, da Repblica, do DCT Departamento de Cor-reios e Telgrafos e dos dias atuais.

    Por Carlos Roberto Favaro (Abrajof 305)carlosfavarao@ig.com.br

    6

    Cultura e Educao

  • Sugesto de leitura

    Noah foge de casa(Lanamento 2011)

    Em seu primeiro livro infanto-juvenil desde o enorme sucesso de O menino do pijama listrado, John Boyne deixa a fbula histrica e o ambiente dos campos de concentrao

    da Segunda Guerra Mundial e mergulha em um mundo em que cachorros e burros falam, portas andam e laranjas se espremem sozinhas. Noah tem oito anos e acha que a maneira mais fcil de lidar com seus problemas e no pensar neles. Quando se v cara a cara com uma situao muito maior do que ele prprio, o menino simplesmente foge de casa, aventurando-se sozinho pela floresta desconhecida. Logo, Noah chega a uma loja mgica de brinquedos, com um dono bastante peculiar. Ele tem uma histria para contar, uma histria cheia de aventuras que termina com uma promessa quebrada, uma histria que vai levar o fabricante de brinquedos a pensar sobre o seu passado e Noah a pensar sobre aquilo que deixou para trs.

    John Boyne Editora Companhia das letras

    Sugestes de leitura Nacional - EstrangeiraSugestes de leitura Nacional - Estrangeira

    As Esganadas(Lanamento 2011)

    Rio, 1938. Um perigoso assassino est solta nas ruas. Seu alvo so mulheres jovens, bonitas e... gordas. Suas armas so irresistveis doces por-tugueses. Com requintes de crueldade gastronmi-

    ca, ele mata sem piedade suas vtimas e depois expe seus cadveres acintosamente, escarnecendo das autoridades. Para investigar os crimes, o famigerado chefe de polcia Filinto Ml-ler designa um delegado ranzinza, assessorado por um auxiliar obtuso e medroso, e que contar com a inestimvel ajuda de um sofisticado e culto ex-inspetor. Na perseguio ao criminoso, os trs investigadores ganham a desejvel companhia de uma jovem linda, destemida, viajada e moderna, que reprter e fotgrafa da principal revista ilustrada do pas.

    J Soares Editora Companhia das letras

    Box Monteiro Lobato Conta outra vez(Edio 1 /2011)

    Monteiro Lobato adaptou para crianas histrias famosas de

    um jeito especial: colocou Dona Benta para cont-las como s as avs sabem fazer. E enquanto ela narra aventuras como as de Pe-ter Pan ou de Dom Quixote, a turma do Stio participa com comentrios divertidos. Nesta caixa voc encontra oito livros de Monteiro Lobato, cada um ilustrado por um artista di-ferente. A caixa contm oito livros: - Fbulas - Peter Pan - Aventuras de Hans Staden - Histrias da Tia Nastcia - Dom Quixote das crianas - O Minotauro - Os doze trabalhos de Hrcules - Histrias diversas.

    Monteiro Lobato Editora Globo

    Steve Jobs Enfim a biografia (Lanamento 2011)

    De Walter Isaacson, au-tor das famosas biografias de Benjamin Franklin e de Albert Einstein, esta a bio-grafia exclusiva de Steve Jobs, da Apple, elaborada a partir de inmeras entrevistas com o prprio Jobs, seus amigos e desafe-tos. A figura que emerge da escrita clara e precisa de Isaacson absolutamente fasci-nante, em toda a sua complexidade.

    Walter Isaacson - Editora Companhia das Letras

    Um pblico comprometido com a leitura crtico, rebelde, inquieto, pouco manipulvel e no cr em

    lemas que alguns fazem passar por ideias.

    Mrio Vargas Llosa

    Tel (11) 2427.6744nobel.atibaia@terra.com.brwww.nobelatibaia.com.br

    Cultura e Educao

  • Feliz Natal e Prspero Ano Novo de volta s aulas

    ESTTICA CANINA

    Banho - Tosa - Hidratao Tingimento - Taxi Dog

    Estrada Rio Acima, n 118JD Odorico Pereira - Mairipor-SP

    Fones.: (11) 4604.4264 ou 9755.0627esteticacaninapriscilaribeiro@hotmail.com

    MT

    Locao e Consertos de mquinas e motores eltricos para construo civil em geral

    Fones.: (11) 4412.8616 ou (11) 7179.8774 (11) 7889.0661 ou 122*26423

    Atendemos com hora marcada Estacionamento prprio

    PAPELARIA DO ESTUDANTE

    Av. Antonio de Oliveira, n 61 Centro - Mairipor-SP

    Fones.: (11) 4419.2718 ou 4419.2567

    COUNTRY WESTERN

    Roupas e Acessrios

    Av. Dr. Alpio Ferreira, n 136B Centro - Piracaia-SP

    Fone.: (11) 4036.6245

    8

    Galeria

  • TIJOTELHA

    Visite nosso ShowroomChurrasqueiras - Lareiras - Telhas

    - Tijolos - Acessrios

    Al. Prof Lucas Nogueira Garcz, n 2700 JD Paulista - Atibaia-SP

    Fones.: (11) 4418.2546 ou 4418.2547www.tijotelhaatibaia.com.br

    PLOTPRINT

    Calendrio em PVC PersonalizadoQuebra-Cabea Personalizado

    Descanso de Copo personalizadoMouse Pad Personalizado

    Fones.: (11) 4412.1409 ou 3402-1409www.plotprint.com.br

    contato@plotprint.com.br

    D como presente um futuro de sucesso

    CCAA

    Ingls e espanhol voc aprendee nunca mais esquece

    Av. So Joo, n 167 - Centro - Atibaia-SPFone/Fax: (11) 4412.4958 ou 4413.0901

    atibaia@ccaa.com.br

    DRA. MARIANA MARCHETTINutricionista CRN:31042

    Otimize a sua performance e alcance seus objetivos.

    Avaliao nutricional, reeducao alimentar, reduo de peso, ganho de massa muscular,

    hipertrofia, uso correto de suplementos nutricionais e preparo para competies

    Av. 9 de Julho, n 137, sala 9 C. Atibaia-SPFones: (11) 4418.2836 ou 6473.0018

    marchetti.nutricao@yahoo.com.br

    9

    Galeria

  • End.: Av. Da Saudade, n 21 Centro - Atibaia-SP

    Fone.: (11) 2427.1230

    taberstore@yahoo.com.br

    SODI DOCESSensaes irresistveis at o ltimo pedao

    Hummm... O nome mudou, mas as sensaes continuam as mesmas.

    Al. Prof Lucas Nogueira Garcz, n 1201 B Vila Thas - Atibaia-SPFone.: (11) 3402.2125

    www.sodiedoces.com.br

    TABERNCULO

    DJ EDUARDO MONTEOLIVA

    Tchiquila EventosDJ profissional experiente em eventos

    sociais e corporativos.Locao de equipamentos de sonorizao,

    iluminao, telo, TVs de LCD, pistas de dana...

    Fones.: (11) 9966.9664 ou 4411.6754www.tchiquilaeventos.mus.br

    COLGIO POPULUS

    Matrculas Abertas 2012Educao Completa

    Inscreva-se para o concurso de bolsas

    R: Napoleo Ferro, n 352 Alvinpolis - Atibaia-SP

    Fones: (11) 4411.0080 ou 2427.1716 ou 2427.1718

    www.colegiopopulus.com.br

    10

    Galeria

  • BEMVIVER

    Foco total nos consumidores que procuram as melhores empresas, produtos e servios nas

    cidades de Atibaia, Mairipor e regio.

    Fones.: Atibaia (11) 7569.3559 ou 7822.1168Mairipor (11) 7823.3981www.revistabemviver.art.br

    contato@revistabemviver.art.br

    Anuncie!

    DEBORAS

    Bronzeamento a jato - Colorao - Balayage - Strong - Corte - Escova progressiva -

    Definitiva - Penteado - Maquiagem - Mechas - Mega Hair - Manicure e pedicure - Alongamento

    de porcelana - Depilao

    Praa 24 de Junho, n 107 Alvinpolis - Atibaia-SP

    (altura do n 800 da av. Faria Lima)Fones: (11) 4413.4843 ou 7333.6496

    Galeria

    11

  • MAIRIPOR - GENTE QUE FAZ

    Ieda e Rafael Tadeu Martin

    Vinna Mara (Artista Plstica)

    Maria de Lourdes Francisco (Pastora Presidente da Aliana das Naes)

    Rafael Tadeu tem um jeito todo especial de contemplar o novo. Sem medo de ousar segue em busca de novos projetos, no somente para sua vida, mas para melhorar o dia a dia de quem realmente precisa. Conhecido e querido por ser uma pessoa sempre pronta em ajudar... Na casa de Rafael pude con-templar muitas doaes chegando; cestos imensos de roupas e alimentos, verdadeiros multires que iro garantir o conforto,a sade e a alegria de muitas famlias. Rafael Tadeu doa tambm par-te de seu tempo e se dispe a dividir seu espao com a famlia e grandes embala-gens com destino certo.O lar de algum, porque quem quer faz! Rafael Tadeu Gente que faz!

    Em nome de toda a famlia Chamma,desejamos aos leitores da BemViver um Feliz Natal e um Prspero Ano Novo! Deus nos d pessoas e coisas, para aprendermos a alegria... Depois, retoma coisas e pessoas para ver se j somos capa-zes da alegria sozinhos... Essa... a alegria que ele quer...

    Inaugurou seu ateli em Mairipor no ano de 1985. Palestrante e seminarista em escolas de ar-tes em vrias cidades do Brasil fazem parte de seu extenso currculo. Autodidata em pintura sobre tela. Com cores delicadas, traos espontneos e inmeras habilidades, ela expressa a paixo, fora e f em seus trabalhos, em outras palavras, Vinna Mara uma mulher forte e alegre coloca sua paixo pela vida em suas obras! Os amantes de artes so unnimes: Vinna Mara produz uma arte mpar. O que lhe rendeu inmeros ttulos e menes honrosas. Vinna Mara a arte de Gente que faz!

    Maria de Lourdes R. Francisco, realizou em Mairipor o 1 Con-gresso de Mulheres nacional e internacional. H 44 anos em Mairipo-r, trava uma luta silenciosa: defender a autoestima das mulheres. Sempre convidada para participar de eventos e congressos no Brasil e no exterior, cujo

    tema a restaurao das mulheres, pois sabido que as mulheres geram vidas e so alvos constantes de precon-ceitos com consequncias desastrosas para a vida secular e em famlia. O obje-tivo principal desta ministrao resga-tar valores espirituais e pessoais basea-do em ensinamentos bblicos.

    12

    Por Lilian Chamma

    Coluna Social

  • ATIBAIA - GENTE QUE FAZ

    Emil Ono e a jornalista Ana Gouva

    Lucila Mary Hashimoto, mdica pediatra, me e presidente da ONG Conscincia Solidria

    Rose Ribeiro (Empresria e Consultora de Moda)

    Desde que adotou a cidade de Atibaia, Ana Gouva vem re-alizando um belo trabalho, di-vulgando e participando diretamente das aes e eventos da cidade. Ana Gouva ganha tambm destaque nesta coluna por ser uma profissio-nal que demonstra amar o que faz. Sempre presente nos acontecimen-tos, se dispe a estar pessoalmente colhendo assim informao segura e

    O destaque desta coluna gente que faz homenageia a Dra. Lucila Mary Hashimoto pela

    A Rose Ribeiro uma mulher cheia de personalidade, ale-gria e beleza. Dona de um estilo nico se-gue suas prprias tendncias e faz moda em Atibaia. Define-se como despojada e respeita o estilo de cada cliente da sua loja, mas no deixa de con-tagiar todas com a sua maneira de vestir. A RoThe Outlet leva a lu-minosidade de Rose Ribeiro. No por acaso que a bela ainda mais bela nos modelitos em color/block. Alm de fazer moda para comercializao, Rose Ribeiro pres-ta pessoalmente s mulheres con-sultoria de moda. Seu diferencial a preocupao em no vender so-mente produtos e sim satisfao. Afinal no h nada pior que chegar das compras e descobrir que aquele vestido to caro no era bem seu estilo! Em razo da sua experin-cia internacional, agrega ainda mais valor as suas dicas, entretanto, tm o dom de traduzir tudo isso para a nossa realidade. Rose Ribeiro segue inven-tando moda, descobrindo estilos e compartilhando suas ideias e novos conceitos em se vestir pela cidade.

    de contedo. Sua atuao, seu car-ter e dignidade so hoje referncias do bom profissional com qualidade de formao. Ana formou-se inicial-mente como professora primria e posteriormente fez complementao pedaggica em Educao Artstica. Cursou ainda Artes Cnicas adqui-rindo formao de atriz e diretora artstica. Em Atibaia, graduou-se em Jornalismo e atualmente diretora da empresa COTIDIANA que desen-volve projetos nos setores cultural e social de comunicao sem se es-quecer da solidariedade. Consegui reunir no meu trabalho o que amo: comunicao e cultura. A indicao desta moo trouxe-me felicidade e fora para seguir meu caminho. Obri-gada a todos, disse a homenageada Ana Gouva que Gente que faz!

    incansvel dedicao aos cidados. Sempre engajada em programas im-portantes, projetos e benefcios so-ciais e assistenciais realizados no municpio. Para quem ainda no teve o prazer em conhecer visite o site da associao conscincia solidria: www.conscienciasolidaria.org.br Atividade principal: produ-o e socializao de estudos e pes-quisas que ampliem conhecimento da sociedade e dos cidados sobre os direitos de cidadania, bem como dos gestores pblicos, subsidiando-os na formulao e avaliao de impactos na poltica de assistncia social.

    A jornalista Ana Gouva recebeu uma Moo de Congratulao de autoria do vereador Emil Ono, um reconhecimento por seu empenho no campo scio, cultural e da comunicao regional.

    13

    Coluna Social

  • Boutique Star Fashion Mairipor Moda Festa

    A Star Fashion nos mostra neste editorial de moda Festa, lin-dos vestidos e ternos chiques e atuais. Os vestidos sempre com muito brilho, simplicidade e outros exuberantes nas aplicaes, cortes e tecidos esvoaantes! Um questionamento muito comum entre as mulheres na hora de escolher um modelito para uma ocasio mais for-mal. O que vestir em casamento, festa de formatura, recepes. Por esse motivo muitas procuram ficar atentas as novidades e tendncias que faz sucesso e, pensando em ajudar nesta tarefa, a Star Fashion prope ser sua consultora de moda. O traje de festa ou abi como tambm conhecido, alm de deixar a mulher ainda mais elegante e bonita pre-cisa oferecer conforto. importante saber que os mode-los de vestidos para festa variam muito de acordo com a estao, por isso cuidado, no usual vestir peas de inverno no vero! Para 2012 as opes de vestido para festas promete atender aos mais variados estilos. Outro destaque para a variedade de cores, formatos e tecidos que sem dvida ir inovar o seu visual. A pri-meira dica para escolher um belo vestido apostar naque-

    14

    Moda e Beleza

  • le modelo com um bom caimento, valorizando sempre a silhueta. Como existem diversos esti-los, no caso das mulheres mais dis-cretas uma tima alternativa apos-tar nos modelos de corte bsico. J as ousadas encontram nas peas mais elaboradas sua identidade. O

    A Boutique Star Fashion faz aniversrio de trs anos e quem ganha presente so os clientes que iro usar e abusar de seus modelos dia a dia, calados e toda uma linha de alto vero. E a novidade que a loja trs este ano vai esbanjar elegncia e sofisticao para homens e mulheres. Com uma imensa coleo de vestidos de festa e ternos, com opo de compra e aluguel, sem falar que facilidade de pagamento questo de honra para a Star Fashion. Voc no ter razes para no entrar 2012 ainda melhor!

    importante estar antenada para escolher o modelo certo para cada ocasio. Vale tambm lembrar o que fica bem para uma pessoa, pode no cair bem para outra! Na dvida o pretinho bsico funciona muito bem. Mas como voc pode ver neste edi-torial opes o que no faltam na Boutique Star Fashion. Os modelos 2012 foram re-paginados e esto atuais e moder-nos, embora resgatem tendncias de outras pocas. Looks romnticos esto em alta e contam geralmente com ren-das, babados e outras modelagens e tecidos mais delicados. As cores vibrantes seguem em evidncia, fa-zendo parte da maioria das peas. Os vestidos curtos tambm podem ser uma tima alternativa, porm so indicados para mulheres mais jovens, mas importante ficar atenta ao tecido. Em plena era da tecnologia da informao bom mesmo se an-tecipar para estar sempre frente.Por isso a Boutique Star Fashion adotou um atendimento diferencia-do, com uma equipe treinada em consultoria de moda.

    Moda e Beleza

  • Alto Vero

    O mximo do calor est prximo, e com ele o perodo que muitas marcas aproveitam para trazer novidades s vitrines. Para o Alto Vero 2012 a inspirao vem das dcadas de cinquenta e setenta com uma diversidade de cores e tons vi-brantes, mistura de estampas e detalhes artesanais, o alto vero surge com frescor, singeleza e suavidade. Mesmo com o estilo todo peculiar de cada marca, algumas tendncias prometem emplacar e ganhar a simpatia da maioria das mulheres. Com a alegria das cores a

    tendncias e estilos 50 e 70 de algumas marcas para vestidos, blusas, jeans, saias e moda praia prometem muita elegncia a mulher atual. Para a temporada algumas marcas investiram na tendncia co-lor block, com looks com estampas vivas como o turquesa, contrastan-

    do com a neutralidade de algumas peas pretas e brancas. O aspecto

    artesanal tambm foi um ponto forte na coleo, a qual contou com vestidos de

    croch e bordados vazados. Algumas marcas trouxeram bons tem-pos como inspirao para a coleo alto

    vero 2012, o que refletiu em uma coleo vaporosa, pontuada na leveza tanto material quanto visual propor-cionada por uma variedade de cores de tons pastel. Enquanto algumas colees foram conduzidas pela delicadeza e feminilidade proposta por vestidos es-tampados, super femininos, com silhueta anos 50 e, ao mesmo tempo, com certa sensualidade. Outras marcas apresentam peas casuais e so-fisticadas para deixar a mulher mais segura de si com peas que exaltem sua feminilidade. Entrando num clima tropical encontraremos estampas florais e de folhagens. A renda vem com tudo! Algumas marcas apos-tam no vestido com rendas como rechilieu, bilro e renas-cena em cores claras. Existem marcas preocupadas com a sustentabi-lidade, com matrias-primas naturais aliadas ao design arrojado, estampas pintadas a mo com motivo de folha-gens e florais com cores vivas. A coleo alto vero 2012 da moda praia de al-gumas marcas importantes prope peas leves e despo-jadas inseridas num clima romntico, comportado e bem tropical. Enquanto outras marcas refletem o mesmo tropi-calismo, porm com uma estamparia autntica, alegre e que proporciona versatilidade. Na modelagem o foco o modelo tomara-que-caia torcido e aplicaes metlicas.

    Feliz Natal e Um Prspero Ano Novo!

    Por Lilian Chamma

    Moda e Beleza

  • Tecnologia 3D e HD so diferenciais da Cermica Portinari

    A tecnologia digital chega ao mundo cermico e veio para revolucionar a esttica dos porcella-natos. O sistema digital de impresso a apos-ta da Cermica Portinari, que traz para o mercado o que existe de mais moderno no que se refere deco-rao de revestimentos. Este sistema, realizado com a mquina inkjet traz como vantagens a alta definio da imagem (HD), variao visual ilimitada (Infinity Design) e impresso nos relevos (3D Image). O equipamento eleva o nvel de qualidade de impresso como uma fotografia e possibilita criar pro-dutos com caractersticas estticas diferenciadas. Prova disso a Coleo Eco Life HD que tra-duz com fidelidade a aparncia e a textura das ma-deiras nobres e com as vantagens de um porcellanato como durabilidade e praticidade.

    Alto Vero

    Disponvel em duas cores e em cinco formatos diferentes pode ser aplicado tanto em paredes, quanto em pavimentos. Nas verses antiderrapantes, pode substituir a madeira normalmente utilizada ao redor de piscinas. A Coleo Travertino HD tambm foi criada com o processo digital de impresso. Ideais para os ambien-tes de estilo clssico, as peas trazem, alm do relevo, imagens variadas numa perfeita semelhana s pedras com as vantagens do porcellanato: maior resistncia s manchas e ao desgaste.

    Informaes imprensa: J Ribes Comunicao Fone.: (11) 3721.3232 Tati Ribeiro - tati@joribes.com.brSandro Menezes sandro@joribes.com.br

    Casa e ConfortoPor Equipe Espao Cermico

  • A magia das cores

    Sabemos que as cores tm grande influncia sobre o psiquismo humano e as pessoas devem ser orientadas para aplic-las corretamente nos ambientes de acordo com suas ne-cessidades ntimas e estticas. Por suas vibraes e diferentes graus de luminosidade, as cores podem criar ambientes mais claros ou mais aconchegantes, amplos, envolven-tes ou dispersivos, tensos ou mais calmos, vazios ou completos, em-belezar ou depreciar, dar mais ou menos calor. AS CORES MUDAM OS AMBIENTES As qualidades de cada cor devem ser

    analisadas cuidadosamente, logo no incio do projeto de decorao e devem ser escolhidas de acordo com a personalidade e o gosto dos moradores. Ao escolhermos uma cor para um determinado ambiente pri-meiramente devemos optar entre a gama de cores quentes ou frias: CORES QUENTES: as co-res que contm amarelo e verme-lho como o laranja, so cores for-tes, vivas e excitantes. Estimulam o apetite e o intelecto. So ideais para ser usadas em ambientes que no recebem muita luz natural, pois aquecem e iluminam os espaos. J em um ambiente ensolarado devem ser evitadas, pois transmitem a sen-sao de abafamento e diminuem

    o espao, acabando por se tornarem cansativas e pe-sadas. CORES FRIAS: as

    cores como o azul, verde e violeta, so repousan-

    tes e ficam timas em ambientes lumi-nosos, com muitas

    janelas. Transmitem sensao de frescor e amplitude. Possuem a qualidade de transformar pequenos aposentos em ambientes mais es-paosos. Mas, se forem usadas em uma sala que receba pouca luz na-tural, passaro apenas uma sensa-o de frio e solido. Cuidado com os azuis, pois se usados em dema-sia podem ser depressivos. CORES NEUTRAS: com-binam com todas as outras, sendo ideais para reformas ou modifica-es de ambientes onde j tenha sido empregada uma cor quente. O bege, cinza e o marrom so to-nalidades que se encontram nessa faixa. So cores que se adaptam a qualquer decorao. Alm disso, os pigmentos desenvolvidos pela moderna indstria de tintas possi-bilitam as mais diversas variaes de tonalidades e de cores. Assim, possvel encontrarmos maravilho-sos tons de marrom que ficam muito bem para destacar uma parede que receba quadros em tons claros, ou ento, podemos encontrar um tom de bege composto com amarelo que seja extremamente vivo.

    Por Nida ChalegreArquiteta e Decoradora

    Casa e Conforto

  • Desejamos todos os nossos clientes, amigos e colaboradores um natal repleto de muita paz, sade e um ano novo repleto de realizaes.

    Feliz Natal o que deseja a equipe IMVEIS & CIA.

    Imveis venda

    LTIMA UNIDADE (CASA NOVA)ACEITA FINANCIAMENTO BANCRIO.02 dormitrios, sala, cozinha, banheiro social, la-vanderia, quintal gramado, garagem, rua com asfal-to, fcil acesso.Valor: Apenas R$ 140 mil

    CASA NOVA (ABAIXO DO VALOR DE MERCADO)02 dormitrios, sala, cozinha, banheiro social, parte externa com 01 quarto, lavanderia, garagem coberta, salo de festas com forno e fogo a lenha. Excelente acabamento, excelente localizao.Valor: R$ 220 mil

    Jd Estncia Brasil: terreno com 726,00m por R$ 65 mil. Jd Maracan: terreno com 1.033m por R$ 35 mil. Jd Imperial: terreno com 200m por R$ 42 mil. Estncia San Remo: terreno com 708m por R$ 28 mil. Paraso da Usina: terreno com 603m por R$ 38 mil. Rancho Caioara: terreno com 5.320m por R$ 95 mil.

    Chcaras Maring: terreno com 3.340m por R$ 110 mil. Jd Imperial (comercial): terreno com 270m ideal para construo de galpo por R$ 180 mil (PROJETO APRO-VADO). Cond. Estncia Santa Maria do Laranjal: terreno com 1.000m por R$ 35 mil.

    OPORTUNIDADE PARA AQUISIO DE TERRENO

    Nunca se entregue, nasa sempre com as manhs. Deixe a luz do sol brilhar no cu do seu olhar. F na vida, f no homem, f no que vir. Ns podemos tudo, ns podemos mais. Vamos l fazer o que ser.

    (Gonzaguinha).

    Casa e Conforto

    19

    Por Equipe de Imveis & Cia

  • Bem-estar embrulhado com papel e fita

    As maravilhas do ato de dar e receber presentes. Ges-tos que vo alm de ser uma ideia gostosa. Segundo o tex-to abaixo faz muito bem tambm a sade e fala direto ao corao. Pesquisadores da Universi-dade do Sul da Dinamarca compro-varam algo que o filsofo Sneca,

    contemporneo de Jesus Cristo, j dizia h mais de 2 mil anos: Muitas vezes, uma pequena oferta produz grandes efeitos. Por meio de res-sonncia magntica, eles desco-briram que a mera imagem de um embrulho bonito j desencadeia um turbilho de reaes cerebrais. O estudo, publicado na conceitu-ada revista inglesa New Scientist, revela que a viso do pacote acio-na reas de comunicao verbal, como o giro fusiforme esquerdo, usado na leitura, e o crtex frontal inferior, responsvel por dar signifi-cado s coisas. Para psiquiatras e psiclo-gos, esse o retrato do afeto na

    massa cinzenta. Presentear faz parte da natureza humana e um gesto que d tanto sensao de bem-estar a quem d como a quem recebe, diz a psicloga Maria Cris-tina Dotto, da Universidade de So Paulo. O curioso: as respostas ce-rebrais so mais intensas quanto maior for a proximidade do objeto ofertado com smbolos de carinho. Dessa maneira, uma rosa pode fa-zer muito mais efeito no crebro do que um carro ltimo tipo, explica a psicloga. Isto explica uma outra teo-ria onde diz que no importa o ta-manho do presente nem o tipo to formoso do embrulho, a simples lembrana de presentear a pessoa j faz todo o efeito, aquela coisa de viajar e trazer uma lembrancinha daquelas Fui a tal lugar lembrei de voc! tem um grande significado para quem recebe.

    Fonte Pesquisa: Ig Sade

    por Fabiana Parajara

    Casa e Conforto

  • Produo fotogrfica, hora de inovar!

    A paixo pela imagem est pre-sente desde os primrdios com as pinturas rudimenta-res nas paredes das cavernas, mas foi em 1826 ano da primeira foto-grafia permanente, que o mundo se apaixonou por essa arte que desde ento, evolui constantemente. Uma paixo primeira vista: fotografia e moda. Conceitos, bele-za, maquiagem e estilo. Muitas ve-zes apenas uma modelo num fundo neutro, imagem forte e singela, at a criao de um mundo imaginrio com grande produo. Seja qual for a proposta do ensaio, a produo fotogrfica envolve vrios fatores imprescind-veis para o sucesso final: maquia-gem, stylist, direo, iluminao; e o trabalho em equipe d o toque final para a perfeita harmonia dos detalhes. Simples ou sofisticada, uma produo valoriza ainda mais a ima-gem da pessoa fotografada, que so-mado com o olhar apurado do fot-grafo expe a alma do fotografado atravs das lentes.

    O interessante sempre usar duas produes distintas, uma que se espelhe em seu estilo e uma totalmente contrria a voc exploran-do horizontes e sensaes novas. Uma forte tendncia para o vero 2012 so maquiagens em

    cores fortes (color blocking), acess-rios coloridos e romnticos e o estilo Navy Marinheiro que vem fazendo sucesso desde a ltima estao. Em fotos caseiras ou no es-tdio profissional pesquise sempre as novidades e divirta-se na produo!

    22

    Festas e EventosPor Ale Marques

  • Gostaria de agradecer todos que encontrei, nesse es-pao das edies BemViver deste ano, pelo carinho que recebi. Tambm gostaria de aproveitar o momento para desejar um Feliz Natal e um maravilhoso Ano Novo !! No bouquet da foto esto os meus sinceros votos de paz, harmonia e prosperidade para cada um de vocs. Com muito carinho FELIZ 2012!!!!

    Monique BourganosA Florista

    Por Monique Bourganos

    Festas e Eventos

  • Carne Bovina: Alimento Indispensvel

    sempre bom lembrar: no existe alimento que conte-nha todos os nutrientes, em quantidade e qualidade necess-rias manuteno da sade e das atividades dirias. Por esse motivo, os nutricionistas recomendam que a dieta seja composta de alimentos pertencentes a vrios grupos (car-nes, leite e derivados, frutas, vege-tais e cereais). Com relao ao gru-po das carnes, sabe-se que a carne bovina magra, similarmente carne branca das aves (sem pele) e ao lombo suno, fonte importante de protena e deve fazer parte de uma dieta balanceada com os nutrientes dos demais grupos de alimentos.

    A carne bovina tambm uma excelente fonte de protena. Uma poro de 100 gramas de con-trafil grelhado de animais zebu-nos, sem a gordura de cobertura, contm 30 gramas de protena. O teor calrico baixo (190 quiloca-lorias), como tambm so as con-centraes de colesterol (67 mili-gramas/100 gramas) e gordura (3,9 gramas/100 gramas). Alm de con-ter elevados teores de protena de alta qualidade, a carne bovina rica em cidos graxos essenciais, em vi-taminas do complexo B, em mine-rais e em aminocidos essenciais. Possuem ainda altas concentraes de cido linolico conjugado (CLA),

    composto associado preveno e combate de determinados tipos de cncer. Por causa da multiplicidade de nutrientes que a compe e alta biodisponibilidade dos mesmos, a carne bovina tem sido considerada como um alimento de alta densida-de nutricional. Todos os nutrientes conti-dos na carne so importantes para a sade humana, destacando-se os minerais ferro e zinco. O sintoma clssico de deficincia de ferro a anemia. Dietas deficientes em ferro retardam o crescimento de crianas, alm de prejudicar a habilidade de aprendizado. De todas as carnes, a bovina a que apresenta os maiores teores de ferro. Ressalta-se que nenhum alimento contm todos os nutrientes necessrios sade humana; im-portante que a dieta seja variada, in-cluindo carne e derivados, frutas, ve-getais, cereais, leite e subprodutos. Hbitos e costumes inadequados, como absteno ou consumo exces-sivo de determinados alimentos, so altamente prejudiciais sade e de-vem receber ateno adequada.

    Por Luciene Regina Carrio FernandesNutricionista CRN 17586

    24

    Festas e Eventos

  • Lig Chopp Germnia Atibaia

    H 10 anos inaugurou em Atibaia mais uma loja da rede Lig Chopp Germnia, com o objetivo de oferecer como-didade e inovao em pequenos e grandes eventos. A partir desse ponto, a Lig Chopp Germnia Atibaia vem se destacando pela qualidade nos produtos e no seu atendimento personalizado, com grande varie-dades em equipamentos, oferecen-do assim qualidade e requinte para sua festa. Atendendo as choperias, bares e buffets de Atibaia e regio, tornando-se assim um dos prin-cipais distribuidores da rede Lig Chopp Germnia. Temos a medida certa para seu evento. Venha nos fazer uma visita e degustar o deli-cioso Chopp Germnia. s vezes, tudo que preci-samos de um bom copo de cho-pp bem gelado e cremoso. No um desses chopp aguados e sem

    cremosidade. Falo de um chopp re-almente cremoso, de um dourado escuro, com a espuma do colari-nho com dois dedos de espessura, um copo de chopp que, quando lhe servido, voc o ergue com sole-nidade do tampo da mesa e olha sorrindo para ele e ainda sorrindo o conduz at os lbios e fecha os olhos ao sorver o primeiro gole e sente o lquido denso escorrendo--lhe garganta abaixo e fazendo sua alma RELAXAR e todo o seu ser se alegra e voc exclama: Aaaaaaaah Podemos ficar horas falan-do sobre a cremosidade e leveza do Chopp Germnia, mas um gole vale mais do que mil palavras.

    Tome e Retome a TradioFones: (11) 4412.0298 (11) 3402.1976

    Por Equipe Chopp Germnia Atibaia

    Festas e Eventos

  • A Arte de Fotografar Crianas

    Como uma pessoa que no fez cursos de fotografia pode fazer lindas fotos? Porque as fotos de crianas sempre ficam borradas? Muitas pessoas j aprovei-tam a fotografia digital para fazer inmeras fotos sem gastar muito di-nheiro. Outra vantagem que a ima-gem digital permite ser usada at em produtos personalizados.

    A melhor cmera pode ser a sua! 1 - Como em muitas cenas a criana est com sombra no rosto ou a cmera no possui ajuste manual para uma foto mais rpida, ento um flash rpido acaba sendo a principal deciso na compra de sua cmera e normalmente as cmeras bateria so mais rpidas que as cmeras a

    pilha. claro que uma cmera com um bom flash e uma boa lente no se encontra nas vitrines de grandes lojas que vendem vrios produtos, pois ao contrrio, ningum iria comprar os mo-delos em promoo. J em uma loja especializada em fotos voc pode en-contrar cmeras melhores, pois se tra-ta de uma empresa preocupada com a qualidade da sua revelao. 2 - No se preocupe com a resoluo da imagem, pois hoje todas as cmeras possuem alta resoluo. A praticidade da cmera tambm fundamental, pois s vezes um equi-pamento mais profissional pode no estar com voc em todos os momen-tos do dia a dia e exige mais treina-mento para se acostumar com todos os ajustes, por isso que em momen-

    tos nicos vale pena contratar um fotgrafo especializado que sabe ajus-tar rapidamente o equipamento para cada situao. 3 - Evite usar o modo auto, para no ficar com fotos borradas. Se-lecione uma opo onde o flash pode-r ficar sempre ligado e certifique-se que o flash est iluminando a criana, assim a lente fecha rapidamente ao detectar uma cena clara e sua foto fi-car mais ntida. Para cmeras com o flash lento procure ambientes bem ilumina-dos e fique de costas para a fonte de luz na hora da foto. 4 - Por ltimo. Se abaixe e fi-que sempre com a cmera na altura dos olhos da criana esperando o me-lhor momento para clicar.

    Por Felippe ZambranoFotgrafo

    Festas e Eventos

  • Vero, sol, mar, piscina, ar condicionado: a pele e o cabelo ficam expostos e precisamos ter cui-dados especiais. Primeiro, uma alimentao e hidratao equili-brada para manter a sade que ir se refletir na pele, colaborando para um bronzeado uniforme. Os cuidados com a pele do corpo e face, e os cabelos, devero ser feitos com produtos leves, espec-ficos para essa poca do ano. Preparar-se para as festas de natal e ano novo, e tambm para as formaturas, levam a procura de tra-tamentos especficos, com cabeleireiros e com esteti-cistas, seja para uma simples limpeza de pele no jovem formando, ou para tratamentos revitalizantes para peles mais maduras. Para esses procedimentos existem hoje apare-lhos e produtos diferenciados para cada necessidade, com uma avaliao cuidadosa o profissional de esttica poder montar um protocolo . Hoje temos, como exemplo, o peeling de cristal, que faz uma afinao na pele removendo a camada de clulas mortas, preparando a pele para receber outras aplicaes de outro aparelho e produtos. O aparelho de radio frequencia aplicado logo aps o peeling de cristal, vai estimular a sua pele na camada basal para receber com melhor comunicao celular os produtos aplicados. Mas a grande novidade desse vero o apare-lho de laser de baixa intensidade feito para ser aplica-do pelo profissional esteticista. O aprimoramento desse equipamento permitiu ampliar o seu uso em procedimen-tos estticos tornando os tratamentos mais eficazes. Sua indicao voltada para hiperpigmentao melnica, terapia antiaging , acne, estrias e muito mais. Por ser um laser de baixa intensidade, atua dire-tamente no metabolismo celular e proporciona a energia qumica necessria para que as clulas e tecidos se re-cuperem de processos patolgicos e sejam estimulados a produzir substncias importantes na sntese de clu-las, tecidos e sistemas como um todo. A aplicao desse aparelho tem como vanta-gem ser indolor, no tem efeitos colaterais e no inva-

    Vero, festas e viagens

    Maria Alice Reicher BorgesEsteticista-GerneticieneRua Jose Bim 105 - Atibaia-SPFone.: (11) 4413.0952malicereicher@hotmail.com

    sivo, e, associado a cosmticos, favorece os processos de reparo na pele, constituindo um recurso eficaz no combate ao envelhecimento, acne, celulite entre outras indicaes. Com todas essas novidades na esttica, apare-lhos, cosmticos e uma orientao personalizada, tere-mos com certeza uma pele linda para as festas e frias. Quero agradecer todos os leitores da revis-ta BemViver, tambm as suas diretoras/editoras Olga Bagattini Assaf e Priscila Mora, por ter colaborado com essa revista. Desejo todos um feliz natal e um ano novo com muitas realizaes e felicidades!

    Por Maria Alice Reicher Borges

    Sade e Bem-estar

    27

  • Cogumelos e seu valor nutricional

    Uma das caractersticas es-senciais da Planta ser au-totrfica, isto , tem a capa-cidade de produzir suas substncias orgnicas a partir de substncias e foras inorgnicas: luz solar, calor, gua, dixido de carbono e minerais. Como tal, o reino vegetal assume o papel de ser a base nutritiva dos outros seres vivos heterotrficos, os quais necessitam para sua subsis-tncia materiais orgnicos previa-mente elaborados. Este o caso dos fungos, tendo, alm disso, paredes celulares de protenas e no de ce-lulose e produzindo tambm quitina, uma substncia caracterstica dos insetos. As cincias biolgicas cria-ram para os fungos um reino espe-cial os Fungi, ao lado das Plantae e Animlia, como subdivises do domnio Eucariontes, abrangendo todos os seres vivos providos de n-cleos celulares. Os cogumelos so fungos Basidiomicetos, ou seja, aqueles que formam um chapu semelhan-te a uma sobrinha. Podendo ser bem observados nos cogumelos mais comumente consumidos, tais como:

    Champignon, Cogumelo do Sol, Shiitake, Shimeji, Pleurotus entre outros. Entre os Basidiomicetos, existem espcies que so Nutracu-ticas e outras Nutriceuticas. Os Fun-gos Nutriceuticos, so aqueles que possuem valor medicinal, ou seja, podem e muitas vezes so utilizados para confeco de Frmacos. J os Nutraceuticos, tem valor alimentar e so normalmente utilizados como alimentos, porm tem tambm valor medicinal, seja em virtude de algum componente existente que seja ativo em preveno ou mesmo auxilie na recuperao de certas doenas. Observamos que os cogu-melos so ricos em protenas, e h de se ressaltar a Albumina que uma monoprotena gigantesca (pre-sente tambm na castanha do Par, no leite, na clara dos ovos etc), sen-do bastante completa tem um valor nutricional considervel, substituin-do a carne em vrias situaes. M-dicos Geriatras, recomendam a mui-tos de seus pacientes, o consumo de cogumelos, em funo

    da sensibilidade de seu sistema di-gestivo. Como se no bastasse, os cogumelos so ricos em vitaminas: B1, B2, B12, C, PP, K e cido Pan-totnico. Apresentam sais minerais: Clcio, Fsforo, Ferro e Potssio. So portanto eficazes como alimentos, previnem uma srie de doenas dando maior resistncia aos seres humanos, e atuam contra fadiga. Para aqueles que se preo-cupam com as gordurinhas a mais, os cogumelos tem baixo valor cal-rico, pois apresentam quantidades mnimas de gorduras, no servindo portanto como alimento energtico, e tambm no possuem o temido colesterol mal, podendo ser utili-zados no conjuntos dos alimentos dietticos, para quem est fazendo algum tipo de regime, mas claro que nestes casos devem sempre consultar seu mdico ou nutricionis-ta. Como iguaria dos bons saborea-dores utilizem vontade e um bom apetite.

    Para obter mais informaes e pedidos: Csar BagattiniFone:(11) 4412.1390 | 9875.7021e-mail: bbaaggaattiinnii@bol.com.br

    28

    Por Csar BagattiniEng Agrnomo

    Sade e Bem-estar

  • Conhea a Hidroterapia e seus benefcios

    A gua essencial em todas as atividades humanas: alimentao, hi-giene, transporte, lazer, processos industriais, comerciais e agrco-las, que demandam gua em qualidade e quantidade diferenciada. Mas tambm a gua e seus efeitos tm sido usados desde os tem-pos mais antigos como um meio teraputico. O aprimoramento e o interesse dos profissionais tm contribudo para trazer benefcio e a cura para as mais diversas doenas. A maneira com que os corpos se comportam na gua e ainda a possibilidade de aquecer ou esfriar a gua, transformam-se nas prin-cipais ferramentas que os Fisioterapeutas possuem para elaborar os mais diversos tratamentos para seus pacientes. Manobras especficas executadas na gua permitem movimentos que no so possveis a muitos pacientes execut-los fora dela. Os efeitos da flutuao possibilitam que as tcnicas sejam feitas com maior eficincia e a turbulncia, ou seja, a agitao da gua pode ser usada de uma forma que no possvel no ar, e o peso da gua significa que ela pode ser empurrada e utilizada como resistncia. Como consequncia da melhor aceitao das vantagens das ativi-dades na gua, o nmero de recursos esto aumentando e os Fisioterapeu-tas tem se tornado mais interessados e habilidosos na aplicao de tcnicas e tambm mais cientes dos benefcios da Hidroterapia como um comple-mento do condicionamento e da melhora no desempenho de cada indivduo.

    Efeitos Fisiolgicos, Teraputicos e Psicolgicos da Hidroterapia: Alvio de dor e da contrao invo-luntria dos msculos; Manuteno ou aumento de ampli-tude de movimento das articulaes; Fortalecimento muscular e treino de resistncia; Reeducao dos msculos parali-sados; Melhora da circulao; Manuteno e melhora do equil-brio, coordenao e postura; Entre outros.

    Podem se beneficiar do tra-tamento na gua: crianas, jovens, idosos, gestantes, atletas, pacientes obsttricos, neurolgicos, respiratrio e outros mais. Pensando em seus benef-cios, a Cnica de Fisioterapia Luce-na oferece o que h de melhor para voc, tambm em Hidroterapia. Venham conhecer a nossa piscina teraputica e tirar suas dvidas. O melhor est aqui!Obs.: No necessrio ser alu-no da Academia para utilizar os servios da Fisioterapia.

    Por Ft. Juliana C. B. Granzotto Marciano Crefito 3/87835 Ft. Jurandyr A. de Freitas Junior Crefito 3/37251

    29

    Sade e Bem-estar

  • Criana mal educada... ningum merece!

    Quem nunca passou pela ex-perincia de visualizar uma cena terrvel protagonizada por uma criana mal educada? Agres-sividade, exploso de ira, raiva, e, ati-tudes desrespeitosas, so reaes comuns em criana mal educada. Ao mesmo tempo em que essa criana domina a cena com um show desmedido, seus pais, ficam em posio de refns, ou, de algozes, elevando a voz, praticando algum gesto violento, ou, mesmo ameaan-do-as colocar freio no momento em que chegarem em casa. Gritar e ameaar no so as melhores atitudes para cessar o com-portamento de uma criana mal edu-cada, muito menos praticar algum tipo de castigo fsico. Um tempo de pau-sa pode ser a sada. A criana deve-r ser colocada em uma situao, que ao ver e sentir dela, desagradvel e pouco confortvel. Este tempo o su-ficiente para ela ceder e refletir sobre seu comportamento. Concluso, sempre que for possvel, no d ateno ao mal com-portamento da criana. Quando ela fizer algo positivo, parabenize-a com afeto e gestos de carinho. A criana precisa sentir que ela amada pelo que ela , e, que ela no precisa de atitudes desrespeitosas para chamar a ateno de algum.

    Se tudo parece to fcil, en-to como possvel agir em algumas situaes de conflito? Em minha ex-perincia como terapeuta, tenho co-lhido bons frutos com a metodologia que vou apresentar:

    1-Pais precisam ter pacincia e persistncia em suas atitudes. Alguns pais, sem desejarem, emitem dupla mensagem aos seus fi-lhos. Num momento, onde o bom hu-mor impera, ou, esto diante de uma situao onde no podem contrariar os filhos, tudo permitido, compras, brincadeiras, alimentos, etc. Num outro momento, onde o humor est abalado, a mesma situao vivida com ansiedade, angstia, e, o NO a criana, soa como algo sem prece-dentes e sem cabimento. Assim sen-do, no h criana que possa decifrar o cdigo de conduta dos pais. Os pais precisam de consistncia e perseve-rana para mostrar o que certo e errado.2-Ter um lugar para chamar de seu. Em algumas situaes nos sentimos fragilizados ou impossibili-tados de repreender nossos filhos, e aqui no cabe enumerar os n moti-vos, pois, cada um sabe o seu. O mais importante, no mo-mento, salientar a criana, que seu comportamento est sendo inade-quado, e, que ao chegarem em casa, ela ir para o lugar de costume, a fim de pensar sobre o seu compor-tamento.Incentive, elogie e seja mui-to afetiva quando seu filho estiver se comportando bem. Isso agregar boa autoestima e certeza de que vale a pena ser visto e valorizado por boas condutas.3-A introjeo da negativa. No podemos esquecer que a criana viaja por um ciclo evolutivo, e, por isso, no vamos esperar que um beb de um ano e pouco seja

    bem comportado ele ainda est tecendo um longo caminho rumo aos bons hbitos e boas maneiras. A partir dessa fase os exemplos dos adultos sero fundamentais para seu comportamento, tanto os ticos como os morais. por volta dos 2 anos de idade, que a criana vai assimilan-do a noo de certo e errado. Desde pequenininho vale a pena reforar o bom comportamento, as boas atitu-des, e, desestimular as atitudes e os comportamentos inadequados.4-Desateno dos pais No raro identificarmos por trs de uma ao, ou, comportamen-to inadequado de uma criana, um desejo de chamar a ateno, e, de ser vista por seus pais. Nessas cir-cunstncias, a criana torna-se into-lerante e mal educada com o intuito de chamar a ateno dos pais para si. Caso a criana no se sinta valoriza-da em suas necessidades, sua auto referncia torna-se prejudicada. Concluso, educar uma criana d trabalho demanda olhar para elas com toda nossa ateno, cuidado e carinho. No balano final, chegamos a concluso de que fize-mos um bom trabalho e que criar nossos filhos valeu muito a pena.

    Dra. Regiane Glashan Coren 31970Especialista: Terapia Familiar, Casal, Individual, Peri-NatalMestre, Doutora e Ps-Doutora UNIFESPFellow University os Pittsburghwww.terapeutadebebes.com.br

    30

    Por Dra. Regiane Glashan Coren 31970

    Sade e Bem-estar

  • Os aparelhos auditivos ajudam?

    O que um aparelho auditivo? um equipamento eletrnico, movido a bateria, que amplifica o som, alto o suficiente para que seja ouvido confortavelmente por uma pes-soa com impedimento auditivo.

    Tecnologia dos aparelhos auditivos A tecnologia dos aparelhos auditivos fica mais sofisticada a cada dia. Os aparelhos auditivos so fundamentais para ajudar um indivduo com perda auditiva a ouvir melhor. Eles so projetados de acordo com a perda au-ditiva, melhorando a habilidade para entender a fala e fornecendo a quantidade ideal de amplificao nas fre-quncias onde esto perdendo sons importantes.

    Os aparelhos auditivos se dividem em 3 tipos de tec-nologia: Analgico: Captam os sons e os converte em sinais. Esses aparelhos possuem trimmers que so ajus-tveis pelo profissional responsvel. Programvel: Aparelhos que devem ser conec-tados a computadores para regulagem, tambm ofere-cem muitas possibilidades de ajustes. Digital: Contm chips de computadores que convertem os sinais eletrnicos contnuos em sinais numricos contnuos codificados. Desta forma, o apare-lho digital pode executar um complexo processamento de som, como reduzir a intensidade do rudo de fundo, numa taxa extremamente rpida com alto grau de pre-ciso. Semelhante tecnologia digital usada em CD

    players, cmeras fotogrficas, celulares; os aparelhos auditivos oferecem qualidade sonora e caractersticas sofisticadas.

    Como funcionam os aparelhos auditivos? 1- O microfone capta o som e o converte em sinais eltricos. 2- O conversor transforma os sinais eltricos em nmeros ou dgitos. 3- Os cdigos binrios so analisados e manipu-lados pelo chip para realizar aes complexas e precisas. 4- O conversor transforma a resposta numri-ca digital em sinais eltricos novamente. 5- O receptor transforma os sinais eltricos em acsticos novamente, e estes so enviados pelo canal auditivo ao tmpano. O processo acontece rapidamente: existem mi-lhes de clculos que ocorrem no aparelho auditivo a cada segundo.

    Tipos de aparelhos auditivos Retro-Auricular: Adaptados externamente no pavilho auricular por meio de um molde de acrli-co ou silicone que conduz o som para dentro do canal auditivo. Intra-Auricular: Introduzidos indiretamente, ocupando toda concha do pavilho auricular. Intracanal: So menores que os intra-auricula-rese podem possuir um controle de volume local. Microcanal: So os menores aparelhos e ficam bem dentro do canal auditivo.

    Por Rosimeiry Gabriel PeroCentro auditivo AUDI-PR

    31

    Sade e Bem-estar

  • Vermfugos e vacinas

    Qualquer animal quando ado-tado seja em abrigo, loja ou canil deve receber cuidados que so peridicos e se estende por toda sua vida como vermfugos e va-cinas. O peso e porte do animal in-terferem na dosagem do vermfugo por isso importante falar com um mdico veterinrio sobre o assun-to para esclarecer alguns procedi-mentos. O vermfugo, por exemplo, administrado antes das primeiras vacinas e sua segunda dose aps 15 dias. Depois de alguns meses este procedimento poder ser repetido. J algumas vacinas so administradas em mais de uma dose com intervalos de 21 dias e depois o reforo feito anualmente. Podemos entender um pouco melhor sobre estas vacinas lendo a matria a seguir escrita por um mem-bro de nossa equipe o Mdico Veteri-nrio Dr. Fabio Oberdan Capuani.

    Vacinas e vacinaes em ces e gatos. Voc j deve ter se questio-nado algumas vezes sobre a vacina-

    o de seu animal... Quando devo vacinar? S existe vacina de cam-panha? Qudrupla, quntupla, V8, V10...? Pois , h muitas informa-es que explicarei abaixo. Para ces: Normalmente a primeira dose de vacina deve ser feita entre 45 e 60 dias. H necessi-dade de reforos entre 21 e 30 dias, podendo variar de 2 a 5 doses, de-pendendo da raa, circunstncia e da vacina utilizada. Aps esta fase inicial devemos fazer reforos anual-mente das vacinas, exceto para lep-tospirose (normalmente reforo em 6 meses para regies de risco). As vacinas disponveis no mercado so: V8 ou V10 Adeno-vrus, parainfluenza, parvovirose, cinomose, coronavirose, hepatite, leptospirose (2 ou 4 tipos) , Gripe, Leishmaniose, Leptospirose (sepa-rada da V8 ou V10) e Raiva. Para gatos: A primeira dose deve ser feita aos 2 meses de vida e reforos com intervalos de 30 dias. Aps esta fase, tambm devemos fazer reforos anuais.

    As vacinas disponveis so: Qudrupla ou V4 Clam-dia, calicivirose, panleucopenia, ri-notraquete. Quntupla ou V5 Clam-dia, calicivirose, panleucopenia, ri-notraquete, leucemia e Raiva. As informaes acima no so regra e, cada mdico veterinrio usa o seu protocolo de vacinao. Consulte sempre um mdico veterinrio. Para maiores informaes, consulte nosso site: www.hv-atibaia.com.br

    32

    Por Fabio Oberdan CapuaniMdico Veterinrio

    Animais e Cia

  • A Aquatica Slade produz tudo que voc precisa para fitnessInforme publicitrio

    A empresa Aquatica Slade foi constituda em 1997 para ser uma empresa completa no ramo de acessrios esportivos para

    academias, clubes e escolas em geral.

    Temos uma linha variada de

    fabricao prpria e de importao

    direta que abrange desde a parte de

    esportes aquticos como: natao, hi-

    droginstica, hidroterapia, materiais

    recreativos para piscinas, at a parte

    de solo, acessrios para fitness, mus-

    culao, pilates (bolas, arco flexvel,

    soft ball), yoga, artes marciais, e reves-

    timentos para salas de pilates, yoga e

    salas de lutas.

    Na linha de materiais aqu-

    ticos fabricamos caneleiras, halteres,

    coletes flutuantes e temos toda parte

    de recreao como: tapetes em forma-

    tos de bicho, jogos submersos e flutu-

    antes, gol para recreao, rede de biri-

    bol entre outros.

    Na linha de fitness temos tor-

    nozeleiras, halteres, colchonetes, els-

    ticos, e tambm atendemos na linha de

    pilates e yoga, com bolas de alonga-

    mento, esteira para yoga, exercise ball

    e faixas elsticas.

    Na rea de artes marciais dis-

    pomos de toda linha de tatamis de di-

    versas espessuras, com encaixe Italia-

    no antiderrapante, 10/20/30/ou 40mm

    de espessura, assim como acessrios

    pessoais como luva de box, saco de

    box, protetor de cabea e de torax.

    Atendemos a Sesc, Sesi, Pre-

    feituras, Hotis, clubes, pousadas, lojas,

    academias, e consumidor.

    Lembrando que para o final do

    ano, muitos hotis que recebem hspe-

    des cada vez mais exigentes e bem in-

    formados quanto atividade fsica, ns

    temos tudo que voc necessita, desde

    brinquedos para as crianas at aces-

    srios para adultos.

    Venha nos visitar e deixar mais

    atrativo seu empreendimento.

    Para lojas da regio dispomos

    de um preo especial, ligue e faa seu

    cadastro.

    Voc pode conferir todos os

    equipamentos em nosso site: www.

    aquaticaslade.com.br.

    horrio de atendimento:

    Segunda sexta das 8:00 s 17:30.

    Endereo: Av. Nossa Senhora do

    Rosrio, 325 - Atibaia-SP.

    Telefone de contato:

    (11) 4413.5722 ou 4413.4996.

    Aguardamos a sua visita.

    Esporte e lazer

  • O caminho que leva a Minas passa pelas melhores cidades paulistasUma delas, Mairipor, est numa regio privilegiada cercada por uma natureza deslumbrante e atraes para todas as idades e gostos

    A Rodovia Ferno Dias, principal estrada de acesso aos estados de Minas Gerais e Esprito Santo, passa por importantes cidades tursticas de So Paulo. Par-te dessas cidades est aqui em nosso entorno, oferecendo interessantssimas opes de lazer e entretenimento. Nesta edio, falaremos de Mairipor, primeira cidade, sentido Minas. Tambm conhecida popularmente como Aldeia Pitoresca, graas aos seus atributos naturais, Mairipor abriga residncias de alto padro a maioria, destinada ao veraneio e descanso, recebendo seus habi-tantes nos finais de semana, feriados prolongados e frias. Seus pontos tursticos so inmeros, e as opes de lazer tambm. Boa parte da demanda turstica da ci-dade est concentrada na Serra da Cantareira, reconhe-cida como Patrimnio da Humanidade pela Unesco. L se concentram condomnios de luxo e stios, restaurantes e

    pousadas. A Serra da Cantareira muito procurada por pessoas que curtem o turismo de aventura. Com uma extensa rea geogrfica, seus atrativos avanam pela Rodovia Ferno Dias, at fazer divisa com a cidade de Atibaia. Entre eles, Pico do Olho D gua, Sete Quedas, Represa, Pedra Vermelha. Recentemente, com a inaugurao do Centro Educacional Monsenhor Jos Lelio Mendes Ferreira, um espao dedicado a atividades de formao e a eventos, tais como, exposies, teatro, seminrios e shows entre outros, com diversos ambientes, incluindo um auditrio com equipamentos de ltima gerao e lotao para mais de 400 pessoas, Mairipor caminha para se tornar um conhecido polo cultural. O Centro Educacional uma das inmeras conquistas da atual gesto, marcada principal-mente pela excelente atuao na sade e educao.

    Por Denise LoureiroJornalista

    Diversos

  • Flores: Recurso emocional

    As flores so um instrumen-to, um meio, uma forma, um modo, um gesto, enfim um recurso emocional mpar, inusitado, inteligente, esperto, vip, chic, que tem de melhor no auxlio e reforo nas relaes interpessoais no m-bito social, familiar, humano, educa-o, trabalho, negcios e lazer. As flores so procuradas, aceitas, con-templadas e apreciadas de forma

    universal por todas as raas, sexos, idades, credos e formas de vida. Ter Flores ter paz e har-monia, seja em casa ou no seu tra-balho. Viver com flores e plantas or-namentais/aromticas embasadas e principalmente flores de corte, viver com o dom da natureza e da vida, traduzido em amor e bons flu-dos, pois as flores do um toque de beleza e elevao para qualquer ambiente. Elas elevam o astral e a qualidade de vida das pessoas que nele transitarem, visitarem ou esta-rem trabalhando/morando. Dar Flores dar emoo e beleza. transmitir calma e harmo-nia atravs de suas cores e aromas. Quando damos flores, poupamos palavras, pois as flores sabem dar a mensagem. As flores so seu carto de visita mais completo pois alm de belas so suavemente per-fumadas. Dar flores cultivar um dos mais elevados hbitos de bem viver, de bem servir, de ser til, de ser desejado, de chamar a ateno, de se diferenciar.

    Receber Flores: Quando recebemos flores, somos tomados de um conjunto de emoes e sen-saes maravilhosas como surpre-sa, beleza, elevao, distino, ale-gria, jbilo, requinte e bem estar. As flores so expresso carinhosa de respeito. Podem representar vrios motivos para explicar sua presena, quando as recebemos quer em for-ma de mao, ramo, buqu, arranjo e mesmo envasada. Dica de Etiqueta: Agrade-a sempre direta e imediatamente pessoa que te enviou (dedicou) as flores! Mesmo no concordando com o fato ou a circunstncia, de-monstre sua sensibilidade e edu-cao no agradecimento, contendo sua eventual repulsa e/ou contra-riedade. Agradecer no quer dizer concordar. Consentir, aceitar da sua vontade e sentimento pessoal... isto sim, j o segundo momento/lance do jogo... Das relaes e das mensagens.

    fonte: fernandanovaes.com.br

    Diversos

  • Reviso de frias Gratuita!Viaje com segurana por conta do Centro Automotivo do Barbosa Auto Posto

    Antes de viajar se prepare para aproveitar bem as suas frias, longe do estresse. Uma boa dica dar uma checada geral no veculo para no correr o risco de ficar no meio do caminho e comear mal o perodo de descanso. Nesta poca do ano, existem muitas pro-moes de reviso, cuidado com o profissional que vai cuidar de seu veculo e do bem maior que a sua vida e a vida de outros. O Centro Automotivo oferece inspeo com descontos de at 10% nos servios, gratui-dade na reviso e conta com profissionais atentos e aptos para uma avaliao segura e sem custos. Pra completar o servio est includa a checagem da suspenso, o rodzio de pneus e a vistoria de freios, iluminao (faris e lanternas), palhetas dos limpadores e sistema de arrefeci-mento, entre outros. No Centro Automotivo do Barbosa Auto Posto na cidade de Mairipor/SP, a reviso inclui

    at balanceamento e alinhamento. J se o carro es-tiver precisando realmente do servio, a cobrana feita parte com o desconto de 10%. importante ressaltar que a reviso gratui-ta, mas a reposio de peas e o servio de troca no. A reviso muito conveniente j que nas viagens o carro tem um maior esforo. Sem a reviso peridica o motorista arrisca uma pane no veculo, os gastos sero muito maiores, pois a quebra de um componente pode danificar ou-tros, afirma Wagner Barbosa, diretor do Centro auto-motivo do Barbosa Auto Posto. A manuteno preventiva, sem dvida, o ideal para no gastar muito na reviso antes de viajar e no correr o risco de ficar na estrada ou de sofrer algum acidente.

    36

    Diversos

  • O Barbosa Auto Posto conta com um servio de abastecimento de com-bustveis da Bandeira BR. Eficincia no atendimen-to, onde o cliente sempre muito bem recebido. O esta-belecimento conta com loja de convenincia fast food e servio Pit stop.

    O Centro Automotivo e o Barbosa Auto Posto desejam todos boas festas e um feliz 2012!

    Diversos

  • Olha eu no Google!

    Voc j parou para pensar em qual o segredo de alguns sites campees de acesso? Pois saiba que a explicao pode ser mais simples do que voc imagina e que os bons resultados e os grandes nmeros de acesso deles no acon-tecem por acaso. cada dia mais comum na web o trabalho de SEO e SEM, que nada mais que otimizar os resultados das buscas.

    SEO - Search Engine Op-timization a prtica de seguir as regras e algoritmos dos buscadores ( seu programador sabe do que es-tou falando) de forma natural, e com isso, fazer com que um site aparea

    no topo dos principais buscadores, elevando assim, sua visibilidade tendo como consequncia, o au-mento significativo de vendas, cre-dibilidade e visibilidade da marca. Alm da estrutura de como o site foi projetado, fatores como a relevn-cia do contedo publicado, comuni-cados imprensa on-line e o bom uso das redes sociais ir influenciar o posicionamento para o sucesso do seu site. SEM - Search Engine Ma-rketing um conjunto de tcnicas de marketing na Internet que tem por objetivo a promoo de um we-bsite nas pginas de resultado de forma paga ( chegou a hora de gas-

    tar) que podem ser de links patro-cinados (como o sistema do Goo-gle) ou ainda incluso de anncios. A rea de links interessante por oferecer um modelo chamado PPC (Pay per click), ou seja, voc paga proporcionalmente quantidade de cliques que voc recebe, como no Facebook. A somatria de uma boa campanha usando a busca orgni-ca, os resultados pagos, e quanti-dade de pginas que possuem links que remetem para sua pgina (Link Building) no garantem o primeiro lugar nas buscas, mas, faz com que seu site suba muitas posies sem gastar muito.

    Por Lucas Arena

    Marketing

  • Eu preciso de voc!

    Passamos a vida tentando de-monstrar que somos fortes. Aprendemos que temos de nos virar sozinhos. Ouvimos tantas vezes: para de chorar, voc j grande, levanta que no foi nada... Como no foi nada? Doeu! E qual o tamanho que te-mos de ter para ainda merecer-mos poder chorar? Acostumamos-nos a acre-ditar que precisamos ser corajo-sos, que no devemos incomodar os outros, que temos de ser inde-pendentes. Mas, quantas vezes nos sentimos frgeis e as paredes do nosso quarto parecem gigantes e aquele medo que aprendemos a esconder vem forte, sem pedir licena. Ficamos pequenos, inde-fesos, nos encolhemos em po-sio fetal e algumas lgrimas resolvem descer pelo rosto com tudo... at mordemos as mos para controlar essa dor dentro do peito.

    Por qu? Por que esconde-mos tanto a nossa fragilidade? Por que lavamos o rosto, ensaiamos um sorriso e responde-mos ao outro: Estou bem, est tudo certo, j passou? Com isso nos afastamos de mos amigas, de colos quentes, de afagos acolhedores e trancamos nossa dor num quarto escuro dentro de ns. Seria to mais simples di-zer: Eu preciso de voc. Preciso de carinho, de um sorriso, de um abra-o e se for possvel, de um colo bem confortvel, tambm. Quando assumimos nossos momentos de tristeza, de luto inter-no, de cansao, de dor e de que pre-cisamos do outro, estamos criando um belo vnculo humano. Precisar do outro dar-lhe a oportunidade de ser til, de demons-trar sua capacidade de doao. bom ajudar... Sentimo--nos capazes. preciso ser ajuda-do, sentimo-nos humanos. Sem precisarmos fingir, sem precisarmos engolir um so-

    luo a seco, sem precisarmos nos fazer de fortes e inatingveis. sadio incomodar, pedir ajuda e ocupar o outro... O outro sempre se sen-te mais confortvel quando til. Aqueles que se viram sozinhos, que so autossuficientes, so to sem graa. Grite: Eu preciso de voc, e de voc tambm... Quer saber, eu preciso de todo mundo... Eu no sou de ferro, no sou super-heri. Eu sou apenas um ser humano que s vezes fica triste, chora, sente solido, tem in-segurana, passa por perdas, frus-traes, sente cansao e, muitas vezes, um medo grande de no conseguir... Hai!

    Sandra LciaCoach Lifecaciaritreinamentos@hotmail.comwww.caciaritreinamentos.com.brcel.: (11) 8969.8581nextel: 107*41958

    Por Sandra Lcia NascimentoCoach Life

    39

    Comportamento

  • Massa: Farinha de trigo 300 grs ou 3 xcaras (ch) Acar refinado 150 grs ou 1 xcara (ch) Manteiga sem sal 120 grs Sal 1 pitada Ovo inteiro 1 unidade Gema 1 unidade

    Recheio: 2 latas de leite condensado Suco de limo 70 ml ou de xcara (ch)

    Cobertura: Clara 100 grs ou 3 unidades Acar refinado 200 grs ou 11/4 xcara (ch)

    Ingredientes: Salsinha picada 1 xcara (ch) leo e azeite misturados xcara (ch) Queijo ralado 1 xcara (ch) Tomates maduros sem pele 3 unidades Cebola 1 unidade grande Azeitona verde 200 grs Farinha de trigo 8 colheres (sopa) Fermento qumico 1 colher (sopa) Ovos inteiros 3 unidades Organo e sal gosto

    Modo de preparoMassa:Na batedeira (ou com as mos) misturar a manteiga com o acar at obter uma farofa, acrescentar o ovo e a gema, em seguida a farinha e o sal. No trabalhe demais a massa s misture at obter uma massa ho-mognea. Abra a massa entre dois sacos plsticos na espessura de 0,50 cm. E leve na geladeira para gelar por 20 minutos. Coloque na assadeira e coloque no-

    Modo de preparo:Pique todos os ingredientes frescos e misture com os ingredientes secos, por ltimo acrescente as gemas e as claras em neve delicadamente. Coloque em forma untada e leve ao forno 170C para assar.

    Chef Samira Galisi. - www.samiragalisi.blogspot.com - fones: (11) 3721.6482 - 9249.1391

    Torta de Limo

    Torta de Temperos

    vamente na geladeira por 15 minutos. Fure a massa com garfo e leve ao forno e pr asse a massa (at que doure as laterais).

    Recheio:Misture as duas latas de leite condensado com o suco de limo. Coloque sobre a massa pr- assada e reser-ve para colocar a cobertura.

    Cobertura:Bata na batedeira as claras, assim que montarem adi-cione aos poucos o acar. Espalhe sobre o recheio com uma esptula ou com saco de confeitar. Leve ao forno para dourar o merengue com acar. Colocar o quindim nas forminhas e descansar por 30 minutos. Assar em B.M. a 200 C por aproximadamente 15 minutos. Desenformar frio.

    40

    Por Chef Samira Galisi

    Culinria

  • 41

    Passatempo

  • ACIA..................................................4414.4166Ass. Comercial Mairipor...4419-0922 / 4419.2642

    Aneel Ag. Nac. Energia Eltrica...............167gua (Saae)..................................0800.112190Ambulncia...................................................192APAE.................................................4414.4900Assist. Dep. Ag. Qumicos..........0800.7713163Auto Pista Ferno Dias...............0800.2830381Banco Central do Brasil................0800.992345Biblioteca Central..............................4412.7553Biblioteca Mairipor...........................4419.4287Bombeiros....................................................193Cmara Municipal.............................2119.1100Cmara Municipal Mairipor..............4419.0800Cartrio Eleitoral Atibaia....................4412.6136Cart. Eleitoral Mairipor...........4604.2836 / 4419.2651

    Casa do Empreendedor....................4411.2656Ceatox- Assist. Toxicolgica........ 0800.148110

    Centro de Convenes.....................4412.7776Cine Atibaia.......................................4412.2995Correios Ag. Centro...........................4413.2843Correios Ag. Rodoviria....................4411-0480Correios Ag. Alvinpolis....................4402.3939Correios.......................................0800.7250100Defesa Civil...................................................199Delegacia de Polcia..........................4412.9511Delegacia Mairipor......4604.2230 / 4419.3980Delegacia da Mulher....................................180Delegacia Terra Preta....4486.1947 / 4486.5599Despertador Automtico...............................134Disk Aids.......................................0800.162550Disk Denncia..............................................181Elektro.........................................0800.7010102Forum Atibaia....................................4412.9688Guarda Municipal..............................4413.0127Hospital Albert Sabin.........................4414.5000

    Hospital e Maternidade Mairipor.....4419.4422Hospital Novo Atibaia.........................4414.6000Hora Certa....................................................130Ibama.............................................0800.618080Informaes de Telefones............................102Justia Eleitoral.............................................148INSS............................................................135Ministrio da Sade......................0800.611997Ministrio do Trabalho.......................4412.6399Museu da Histria Natural................4412.7186Museu Joo Batista Conti.................4412.7153Museu Olho Latino............................4418.1487OAB Mairipor..............4604.2621 / 4419.2971Polcia Ambiental...............................4412.7613Polcia Militar................................................190Polcia Rod. Estadual........................4411.0264Polcia Rod. Federal..........................4412.3116 Polcia Rod. Federal Mairipor...........2485.8978

    Prefeitura de Atibaia...........................4414.2000Prefeitura de Mairipor..................... 4419.8000Ponto de Taxi Mercado Mun..........4411.0384Ponto de Taxi Pa. do Rosrio.......4411.1881Pronto Socorro Mairipor..................4604.2390Receita Federal............................................146Rodoviria de Atibaia..........................4411.4276Rodoviria Mairipor.........................4419.0999Santa Casa de Atibaia.......................4412.3059Secretaria Est. de Educao......0800.7700012Secretaria dos Dir. Humanos.......................100Secretaria da Sade........................4414..2220Secretaria do Turismo......................4414.0000Setor de Identidade..........................4412.8593Sub-Prefeitura Terra Preta..4486.1950 / 4486.1953

    Viao Atibaia...................................4411.0215Vigilncia Sanitria...........................4414.3350

    TELEFONES TEIS