Resumo Eureca! - Business Model Generation

  • Published on
    13-May-2015

  • View
    9.278

  • Download
    3

DESCRIPTION

Resumo produzido pelo Blog Eureca! do livro Business Model Generation - http://blogeureca.com

Transcript

  • 1.Nov.2011Business Model Generation Inovao em Modelos de NegciosEscrito por Alex Osterwalder, Yves Pigneur e mais 470 pessoas de 45 pasesResumido por

2. Business Model Generationhttp://www.businessmodelgeneration.com2 3. IntroduoEsse resumo foi produzido como contribuio do Blog Eureca! para a Semana Global deEmpreendedorismo de 2011, e ser distribudo gratuitamente entre todos os seusassinantes (http://blogeureca.com).O objetivo do documento no substituir o livro, mas apenas destacar os principaisconceitos apresentados e se colocar como um guia de referncia rpida sobre o assuntoabordado na publicao.Peo que, caso utilizem algum trecho desse material, nos citem como fonte. uma maneirade respeitar as horas de dedicao que foram empregadas para confeccionar esse material.Espero que continuem sempre nos acompanhando no blog!Um abrao,Marcelo Vieira marcelo.vieira@blogeureca.com@celovieira 3 4. Sumrio O que Modelo de Negcios...................................................... 05 O Canvas............................................................................................................... 06 Padres de Modelos de Negcios.......................................... 19 Design...................................................................................................................... 31 Estratgia............................................................................................................. 41 Processo................................................................................................................ 45 4 5. O que um Modelo de Negcios? Um modelo de negcios descreve como a empresa cria, entrega ecaptura valor5 6. 1. O CanvasQuando estamos discutindo modelos de negcios, importante garantir que todosos envolvidos usem uma linguagem comum, que ao mesmo tempo facilite acompreenso e no seja simplista. O Canvas uma ferramenta que buscaenderear esses pontos6 7. 1. O CanvasSegmentos de Clientes: Para quem voc est gerando valor? Que problemas esses clientes realmente querem que voc resolva?Exemplos:- Mercado de massa- Nicho- Segmentado- Multilateral7 8. 1. O CanvasProposta de Valor: Qual problema voc est ajudando a resolver? Quais necessidades est satisfazendo para cada segmento de clientes? Exemplos: - Novidade - Exclusividade - Desempenho - Preo - Convenincia - Reduo de risco8 9. 1. O CanvasCanais: Como cada segmento de clientes deseja ser atingido? Quais so os pontos de contato?Exemplos:- Web- Lojas prprias- Lojas parceiras- Atacado- Equipe de vendas9 10. 1. O CanvasRelacionamento com Clientes: Que tipo de relacionamento precisa ser estabelecido com cada segmento declientes? Pessoal, automatizada, fidelizao?Exemplos:- Assistncia pessoal- Self-service- Automatizada- Comunidades- Cocriao- Clubes10 11. 1. O CanvasFonte de Receita: Quanto os clientes esto realmente dispostos a pagar? Por quais solues? Como preferem pagar? As receitas so transacionais ou recorrentes? Exemplos: - Venda de recursos - Taxa de uso - Taxa de assinatura - Aluguel/Leasing - Licenciamento11 12. 1. O CanvasRecursos Principais: Quais os ativos essenciais para o negcio? Quais recursos so necessrios para sustentar o modelo de negcios?Exemplos:- Infraestrutura- Intelectual- Humano- Financeiro12 13. 1. O CanvasAtividades-Chave: Quais so as atividades cruciais para o modelo de negcios? O que voc precisa fazer muito bem para o modelo de negcios funcionar?Exemplos:- Produo- SAC- Plataforma/rede- Marca 13 14. 1. O CanvasParcerias Principais: Quais tipos de parcerias impulsionam o modelo de negcios? Com quais parceiros e fornecedores devemos nos relacionar?Exemplos:- Aliana Estratgica- Joint Ventures- Coopetio- Relao comprador-fornecedor14 15. 1. O CanvasEstrutura de Custo: Qual a estrutura de custos resultante do seu modelo de negcios? Quais elementos do modelo de negcios mais impactam os custos? Seu modelo de negcios direcionado por custo ou por valor?Exemplos:- Custos fixos- Custos variveis- Economias de escalae escopo15 16. 1. O Canvas Parcerias Atividades-Proposta de Relacionamento Segmentos de PrincipaisChaveValor com Clientes ClientesCanais Recursos-ChaveEstrutura deFontes deCusto Receita 17. 1. O Canvas Parcerias Atividades-Proposta de Relacionamento Segmentos de PrincipaisChaveValor com Clientes Clientes LADO ESQUERDO DO CANVAS LADO DIREITO DO CANVASeficincia valorCanais Recursos-ChaveEstrutura deFontes deCusto Receita 18. 1. O Canvas Comoutilizar? Comparar oCriar e Elaborar um modelo de negcios modelo de negciosAlinhar na atual com o futuroorganizaopessoalPensar o todoTestar e Avaliare evitar ficar presoaos detalhesideias de negcio 19. 2. Padres de Modelos de NegciosO livro apresenta 5 padres de modelos denegcios, que refletem caractersticas, arranjos ecomportamentos similares. So eles:1. Desagregao2. Cauda longa3. Plataformas multilaterais4. Grtis5. Modelo de negcios aberto 19 20. 2. Padres de Modelos de NegciosDesagregao: As empresas devem se concentrar em uma de trs disciplinas de valor: excelncia operacional, liderana de produto ou intimidade com o cliente O modelo de negcios deve refletir essa desagregao entre as disciplinasExemplos: Empresas de telefonia mvel Modelo desagregadode infraestruturaModelo de negcios agregado:Risco de desalinhamento estratgicoModelo desagregado de inovao em Modelo desagregado produto de relacionamento com cliente20 21. 2. Padres de Modelos de NegciosCauda Longa: Baseado no conceito de Chris Anderson no livro de mesmo nome A cauda longa se concentra em um nmero maior de produtos, cada um deles vendendo em menores quantidadesExemplos: Netflix, eBay, YouTube, Facebook, Lulu.com, LegoGerenciamento GrandeFornecedorese promoo da Muitos escopo desegmentosde contedo plataformacontedo dede nichode nichoProviso donichoservio Contedo FerramentasFornecedoresgerado peloPlataforma de produo Internetde contedousurio de contedo de nichoDesenvolvimento +Vender menos de MAISGerenciamento da plataforma 21 22. 2. Padres de Modelos de NegciosPlataformas Multilaterais: Modelos de negcios que funcionam como intermedirios entre dois grupos,conectando-os As plataformas multilaterais frequentemente encaram um dilema no estilo oovo e a galinha, pois precisam atrair e atender simultaneamente a todos osgrupos envolvidos para gerar valor. Uma maneira de resolver isso subsidiando um dos grupos envolvidos, mas daemergem uma srie de questionamentos: Qual grupo subsidiar? Qual dos grupos se preocupa mais com preo? A receita gerada ser suficiente para cobrir os subsdios?Exemplos: Visa, Google, eBay, Microsoft, Financial Times 22 23. 2. Padres de Modelos de NegciosPlataformas Multilaterais: Gerenciamento e promoo daSugesto Segmento plataforma de valor 1de cliente 1 Fornecimento do servioSugesto Segmentode valor 2de cliente 2Plataforma... etc... etcDesenvolvimento + gerenciamento da Fluxo de receita 1plataforma Fluxo de receita 2Possveis custos com subsdios de um oumais segmentos de clientes ... etc 23 24. 2. Padres de Modelos de NegciosGrtis como Modelo de Negcios: Modelos em que pelo menos um dos segmentos de clientes envolvidos sebeneficia continuamente de ofertas sem custos Esse padro se subdivide em 3 tipos de modelos de negcio:1. Plataformas multilaterais com base em anncios2. Freemium (servios bsicos gratuitos com servios premium opcionais3. Isca e Anzol, onde uma oferta inicial gratuita ou barata atrai o usurio para compras recorrentesExemplos: Jornal Metro, Flickr, Skype, Dropbox, Google, Gillette24 25. 2. Padres de Modelos de NegciosGrtis como modelo de negcios:1. Plataformas multilaterais com base em annciosDesenvolvimento Espao de+ manuteno daanncio +AnunciantesplataformaaltafrequnciaProduto ou Plataforma ClientesservioCustos da plataforma Taxas de anncioCustos de aquisio da clientelaGrtis 25 26. 2. Padres de Modelos de NegciosGrtis como modelo de negcios:2. Freemium (servios bsicos gratuitos com servios premium opcionais Desenvolvimento PersonalizaoGrande base + manuteno da automatizadaServio bsicode usurios infraestrutura+ de massa gratuitogratuitosPequenaServios base dePlataformapremium usuriospagantes Custos fixosServios bsicos gratuitos Custos de servios para usurios premium Servios premium pagos Custos de servios para usurios grtis26 27. 2. Padres de Modelos de NegciosGrtis como modelo de negcios:3. Isca e AnzolProduo e/ouentrega doservio Produto Isca Trava Clientes MarcaProduto ouservio Anzol Patentes Produo + servios 1x compra da iscaCompras repetidas dos produtos ou Subsdio do produto isca servios anzol27 28. 2. Padres de Modelos de NegciosModelo de negcios aberto: utilizado para capturar valor sistematicamente colaborando com parceiros externos O processo pode acontecer de dentro para fora ou de fora para dentroExemplos: P&G, GlaxoSmithKline, Innocentive 28 29. 2. Padres de Modelos de NegciosModelo de negcios aberto:de fora para dentroProjeoGerenciamentoParceiros de de rede inovao Explorar mercado secundrioComprar Capacidade deComunidade projeoinovao!de pesquisaAcesso a rede de Inovao Externalizao Custos de desenvolvimento29 30. 2. Padres de Modelos de NegciosModelo de negcios aberto:de dentro para foraMercado Resultados de secundrio P&DLicenas PropriedadePlataformas de intelectual nointernet Clientes de utilizadainovao Transferncia de vendas Taxas de LicenciamentoRamificao 30 31. 3. DesignNo livro so apresentadas 6 tcnicas de design queajudam na elaborao de modelos de negcios. Soelas:1. Insights dos clientes2. Ideao3. Pensamento visual4. Prottipos5. Storytelling6. Cenrios 31 32. 3. DesignInsights dos Clientes: Adotar a perspectiva do cliente um princpio bsico para todo o processo de design de modelos de negcios O desafio desenvolver uma compreenso mais profunda dos clientes e no simplesmente perguntar o que eles querem. Como disse uma vez Henry Ford: Se eu perguntasse aos meus clientes o que eles queriam, teriam me dito um cavalo mais rpidoPVRC SCAs perspectivas do cliente devem alimentar nossasCN escolhas em relao a proposta de valor, canais de distribuio, R$relacionamento com os clientes e fluxo de receita 32 33. 3. DesignInsights dos Clientes: O Mapa da Empatia: ajuda a ir alm das caractersticas demogrficas edesenvolver uma compreenso melhor do ambiente, dos comportamentos,preocupaes e aspiraes dos potenciais clientesO que ele pensa e sente? - O que realmente importa para ele? - O que o motiva? - Quais seus sonhos e desejos? O que ele escuta? - O que tira seu sono? O que ele v?- O que seus amigos dizem? - Quem est em torno dele?- Quem realmente o influencia? - Quem so seus amigos?Como?- A quais tipos de ofertas ele est- Que canais de mdia so influentes? O que ele diz e faz? exposto diariamente?- Qual a atitude dele?- O que ele diz s outras pessoas?Qual a sua dor? - Quais os conflitos entre o que diz e Quais o ganhos?o que realmente pensa?- Quais as suas maiores frustraes?- O que ele realmente quer ou- Que obstculos existem entre ele eprecisa?o que ele deseja?- Como mede o sucesso?- Quais riscos teme enfrentar? 33 34. 3. Design34 35. 3. DesignIdeao: Um desafio que enfrentamos ao criar novas opes de modelos de negcios ignorar o status quo e buscar ideias realmente novas A ideao possui duas fases principais: gerao de ideias, onde a quantidade o que importa, e a sntese, na qual as ideias so discutidas, combinadas e reduzidas a um pequeno nmero de opes viveisGerao Sntese 35 36. 3. DesignIdeao:Perguntas-chave no processo Nossa equipe diversificada o suficiente para gerar ideias novas? Como devemos nos preparar antes de gerar ideias? Que inovaes podemos imaginar para cada componente do modelo de negcios? Que critrios so mais importantes para priorizar nossas ideias? Como seria o modelo de negcios completo de cada ideia? EquipeImerso Expanso Seleo Prottipo 36 37. 3. DesignPensamento Visual: Utilize elementos visuais como figuras, rascunhos, diagramas e PostIts para construir e discutir significados Explique o seu modelo de negcios apresentando um bloco porvez. Para fazer isso, siga essas etapas: 1. Mapeie seu modelo de negcios: faa uma primeira verso simples etextual 2. Desenhe cada elemento do modelo de negcio: substitua os textos porimagens simples, sem muitas detalhes. No se preocupe com a qualidadedo desenho, mas com a mensagem transmitida 3. Defina a linha narrativa: defina uma sequncia de apresentao que faasentido. Qualquer ponto de partida possvel! 4. Conte a histria: conte a histria do seu modelo de negcios, uma imagempor vez37 38. 3. DesignProttipos: Um prottipo uma ferramenta pensante, que nos ajuda aexplorar diferentes direes nas quais podemos levar nossomodelo de negcio A prototipagem parte central de um processo de questionamentoque ajuda a fornecer uma viso melhor do que falta na suacompreenso inicial de uma situao Rascunhe a Elabore oExamine aTeste noideiamodeloviabilidade campo- Inclua a proposta- Desenvolva o- Calcule custos e - Execute testesde valor e asmodelo de receitas com potenciaisprincipais fontes de negcios completo - Estime o clientes parareceita- Estime opotencial de lucro validar a proposta potencial de de valor, canais,38 mercadopreos, etc. 39. 3. DesignStorytelling: Explicar modelos de negcios inovadores por meio de narrativas ajuda a comunicar com eficincia o assunto que ele trata Boas histrias atraem ouvintes e contribui para vencer a resistncia ao novo As tcnicas de storytelling citadas no livro so: Palavra e imagem: contar a histria de um protagonista e seu ambiente utilizando uma ou diversas imagens Vdeo: contar a histria utilizando vdeo para misturar realidade com fico Interpretao: fazer com que as pessoas interpretem os papeis dos protagonistas da histria para tornar o cenrio real e tangvel Texto e imagem: contar a histria utilizando textos e uma ou diversas imagens Quadrinhos: utilizar uma srie de imagens de cartoon para contar a histria de um protagonista de forma tangvel 40. 3. DesignCenrios: A funo principal de desenhar cenrios guiar o processo dedesenvolvimento de modelos de negcios, no contexto de umdesign especfico e detalhado O objetivo de combinar cenrios com esforos de inovao emmodelos de negcios ajudar a organizao a se preparar para ofuturo O livro sugere 3 etapas para a construo de cenrios futuros: Desenvolva um conjunto de cenrios futuros com base em dois ou mais critrios principais Descreva cada cenrio com uma histria que aponte os elementos principais do cenrio Desenvolva um ou mais modelos de negcios apropriados para cada cenrio 41. 4. EstratgiaEsta sesso do livro aborda a reinterpretao daestratgia atravs das lentes do Canvas, explorandoas seguintes reas:1. Ambiente do Modelo de Negcios2. Avaliao de Modelos de Negcios3. Estratgia do Oceano Azul sob a tica do Modelo de Negcios 41 42. 4. EstratgiaAmbiente do Modelo de Negcios: imagem retirada do livro 43. 4. EstratgiaAvaliao de Modelos de Negcios Uma maneira eficiente de observar os componentes de ummodelo de negcios em detalhes combinar o Canvas com aanlise SWOT (sigla em ingls para foras, fraquezas,oportunidades e ameaas) INTERNAS FORASFRAQUEZAS EXTERNASOPORTUNIDADES AMEAASTEIS PERIGOSAS 44. 4. EstratgiaA Estratgia do Oceano Azul sob a tica do Modelo de Negcios Modelo das 4 Aes (do livro Estratgia do Oceano Azul): 1. Dentre os fatores que o setor considera indispensveis, quais devem sereliminados? 2. Que fatores devem ser reduzidos bem abaixo do padro do setor? 3. Que fatores devem ser elevados acima do padro do setor? 4. Que fatores devem ser criados e que o setor nunca ofereceu? ELIMINARELEVAR- CUSTOS + VALOR REDUZIR CRIAR 45. 5. ProcessoO processo de design de Modelos de Negciosproposto pelo livro tem 5 fases:1. Mobilizao2. Compreenso3. Design4. Implementao5. Gerenciamento 45 46. 5. Processo1. Mobilizao 2. Compreenso Definir os objetivos da jornada Examinar o ambiente Testar ideias preliminares Estudar clientes em potencial Planejar Entrevistar especialistas Formar a equipe Coletar ideias e opinies3. Design4. Implementao5. Gerenciamento Brainstorm Comunicar e envolver Examinar o ambiente Prottipos Executar Avaliar Teste continuamente o Seleo Modelo de Negcios 47. Business Model Generation Inovao em Modelos de NegciosEscrito por Alex Osterwalder, Yves Pigneur e mais 470 pessoas de 45 pasesResumido por