Res. 1 - Frmas Para Concreto 1

  • Published on
    29-Jan-2016

  • View
    216

  • Download
    0

DESCRIPTION

Formas para concreto 1 - tecnologia das construes.

Transcript

  • FRMAS PARA CONCRETO PARTE 1

    As frmas so estruturas provisrias

    Porm, so ESTRUTURAS

    Principal funo de modelar (dar forma) a qualquer pea de concreto

    Pilares

    Vigas

    Lajes

    Sapatas

    Paredes

    Escadas, etc.

    EXIGNCIAS

    Resistncia

    Estanqueidade

    Regularidade geomtrica (preciso estrutural)

    Textura requerida (superfcie do concreto)

    Baixa aderncia ao concreto (desforma)

  • Segurana

    Economia

    Facilidade de montagem e desforma

    Reaproveitamento do sistema

    PAINS DE PILAR

    Formados de chapas de madeira compensada, estruturados por meio de montantes verticais constitudos por dois sarrafos de madeira. O conjunto travado por tensores metlicos, e sua estabilidade garantida por meio de sarrafos de prumo.

  • PAINS DE VIGA

    Os painis de fundo e os painis laterais so confeccionados em chapas de madeira compensada;

    O conjunto enrijecido por meio de pontaletes duplos de madeira que trabalham como escoras e, ao mesmo tempo, como gravatas, abraando as laterais da viga. So os "garfos.

  • PAINS DE LAGES

    O assoalho das lajes constitudo de chapas de madeira compensada, em geral de 18mm, fixadas em longarinas formadas por dois sarrafos de pinho.

    O escoramento/cimbramento, pode ser metlico ou de madeira (em geral pontaletes

    de pinus).

    Cargas atuantes

    Painis laterais de vigas, pilares e paredes:

    Peso prprio do concreto

    Altura da pea

    Altura e velocidade de lanamento

    Empuxo adicional - vibrao

    Temperatura Sobrecarga:

    Classificao

    Convencional

    Industrializada de Madeira

    Industrializada Modulada (Metlicas)

  • Materiais Utilizados

    Madeira

    Metal

    Ao

    Alumnio

    Zinco

    Plstico

    Papelo (tubos) pilares redondo de at 1,0m

    Concreto, Fibra de Vidro, Poliestireno Expandido,Tijolos, Gesso, Solo, etc.

    A escolha destes materiais determinada em funo de:

    nmero de utilizaes previstas;

    textura requerida da superfcie do concreto;

    cargas atuantes;

    tipo estrutura a ser moldada;

    custo dos componentes e mo-de-obra;

    equipamentos para transporte;

    cronograma das obras;

    investimento inicial, etc.

    O CUSTO DA FORMA

    Custo do concreto armado

    20% do custo da obra

    Custo da frma

    50% do custo de produo de concreto

    10% do custo global da obra

  • Soluo: Racionalizao

    Racionalizao

    Objetivos

    O mximo aproveitamento da capacidade resistente dos componentes;

    O aumento da segurana nas operaes de utilizao;

    O aumento da vida til e reaproveitamento dos componentes da frma;

    A reduo do consumo de mo-de-obra em recortes, montagens e desmontagens.

    Recomendaes

    Padronizao da estrutura: isto , pavimentos-tipo iguais, sendo as frmas do trreo iguais s do subsolo com algumas adaptaes;

    Padronizao das dimenses dos pilares: ou seja, pilares com seo constante e armadura varivel em cada pavimento;

    Modulao: modular os vos desde a concepo arquitetnica, buscando o uso de formas regulares; Adoo de um PROJETO DO SISTEMA DE FRMAS.

    Sistema Convencional de Frmas de Madeira

    Molde

    Madeira na forma de tbua ou compensado:

    2,5cm de espessura

    30,0cm de largura

    4,0m o comprimento mais comum Painel de madeira compensada

    Sem tratamento

    Acabamento resinado faces lixadas (tratamento superficial)

    Reutilizao: 8 vezes, no mximo

    Acabamento plastificado (com bordas seladas ou no)

    Reutilizao: 25 vezes em funo da espessura da pelcula da resina aplicada em uma ou nas duas faces

  • Chapas de Compensado

    Obtidas pela colagem de lminas de madeira (e = 1 a 4mm) com fibras perpendiculares entre si.

    Brasil - n mpar de lminas.

    Estrutura do Molde

    Madeira Serrada

    Tbuas 2,5cm x 30,0cm

    Caibros ou Pontaletes: 5,0cm x 6,0cm; 7,5cm x 7,5cm

    Sarrafos 2,5cm x 5,0cm; 2,5cm x 7,0cm;

    Escoramento

    Madeira

    Pontaletes: 7,5cm x 7,5cm com at 4,0m ou 5,0m (mximo)

    Madeira rolia (eucalpto) at 20,0m de comprimento Metlico

    Compra ou aluguel

    Grande capacidade de carga (3x maior que a madeira)

    Ajuste de altura

    Alta durabilidade

    Acessrios

    Tipo e quantidade timos

    Reduo de custos

    Manuteno das frmas

    Compra - kg

    Parafusos

    Hastes rosqueadas

    Chapas metlicas

  • Esticadores

    Luvas

    Arames galvanizados ou recozidos

    Cunhas de madeira

    Projeto de Produo de Frma

    So fundamentais para instrumentalizar a fabricao dos painis de frmas e a sua

    montagem/desforma, visando garantir:

    A otimizao do uso dos materiais empregados na fabricao das frmas,

    A geometria das peas que sero moldadas,

    A produtividade no uso desses painis e o reaproveitamento esperado.

    Deve contemplar no mnimo

    Desenhos de montagem da frma

    Planta de locao de eixos e gastalhos / locao de pilares

    Planta de cimbramento, travamentos, guias e barrotes e escoras remanescentes

    Planta de processo de paginao da laje

    Desenhos de confeco da frma

    Especificaes tcnicas dos materiais e Normas bsicas operacionais.

Recommended

View more >