Principais Perodos da Historia da Filosofia resumidos at filosofia moderna

  • Published on
    07-Jul-2015

  • View
    805

  • Download
    0

Transcript

PRINCIPAIS PERODOS DA HISTORIA DA FILOSOFIAFILOSOFIA ANTIGA (do sculo VI a.C. ao sculo VI d.C.).

FILOSOFIA PATRSTICA (do sculo I ao sculo VII) inicia-se com as epstolas de So Paulo e o Evangelho de So Joo e termina no sculo VIII, quanto teve incio a Filosofia Medieval. Recebe este nome porque foi obra no s de dois apstolos (Paulo e Joo), mas tambm dos chamados Padres da Igreja, isto e, os primeiros dirigentes espirituais e polticos do cristianismo, aps a morte dos apstolos. FILOSOFIA MEDIEVAL (do sculo VIII ao sculo XIV) abrange pensadores europeus, rabes e judeus. Perodo em que a Igreja Romana dominava a Europa, ungia e coroava reis, organizava Cruzadas Terra Santa e criava, volta das catedrais, as primeiras universidades ou escolas. E, a partir do sculo XII, por ter sido ensinada nas escolas, a Filosofia Medieval tambm passa a ser conhecida com o nome de escolstica. As principais influncias foram Plato, conhecido pelos medievais como neoplatnico (isto e, interpretado pelo filosofo Plotino, do sculo VI d.C.) e Aristteles, conservado e traduzido pelos rabes, particularmente Avicena e Averris. Neste perodo surge, propriamente, a Filosofia Crist, que na verdade, a teologia. Um dos temas mais constantes so as provas da existncia de Deus e da imortalidade da alma, isto , demonstraes racionais da existncia do infinito criador e do esprito humano imortal. FILOSOFIA DA RENASCENA (do sculo XIV ao sculo XVI) marcada pela descoberta das obras de Plato desconhecidas na Idade Mdia e de novas obras de Aristteles, que passam a ser lidas em grego e a receber novas tradues latinas, mais acuradas e fiis. A poca tambm se dedica recuperao das obras de grandes autores e artistas gregos e romanos e a imitao deles. Neste perodo histrico destaca-se o chamado humanismo, o homem valorizado, colocado como centro do Universo, defendido em sua liberdade e em seu poder criador e transformador. Perodo de idias, das descobertas martimas, crtica ao poder da Igreja e a sociedade em geral, culminou com a Reforma Protestante, baseada na idia de liberdade de crena e de pensamento. A Igreja respondeu com a Contra-Reforma e com o aumento do violento poder da Inquisio. Alguns nomes do perodo: Dante, Giordano Bruno, Maquiavel, Montaigne, Erasmo, Coprnico e Kepler. FILOSOFIA MODERNA (do sculo XVII a meados do sculo XVIII), perodo do Grande Racionalismo Clssico no qual procura se superar o pessimismo

terico, representado pelo ceticismo, ou seja, a atitude filosfica que duvida da capacidade da razo humana para conhecer a realidade exterior e o homem. O primeiro grande princpio se refere ao sujeito do conhecimento, ao invs de comear seu trabalho conhecendo a natureza e Deus, para depois se referir ao homem, parte-se da indagao da capacidade da razo humana para conhecer e demonstrar a verdade dos conhecimentos. Para vencer o ceticismo, a Filosofia precisa responder a pergunta: como o intelecto pode conhecer o que diferente dele, Como o esprito pode conhecer a matria, Como o sujeito espiritual pode conhecer os objetos corporais, o seu prprio corpo e os demais corpos da natureza. Essa concepo de realidade, intrinsecamente racional e que pode ser plenamente captada pelas idias e conceitos propiciou a possibilidade de se captar a realidade como sendo organizada tambm racionalmente, por meio de um sistema ordenado de causalidades fsico-matemticas perfeitas e plenamente conhecveis, pela razo humana, que deu origem cincia clssica. Podemos ilustrar tal concepo da seguinte forma: O livro do mundo, diz Galileu, est escrito em caracteres matemticos e para l-lo preciso conhecer matemtica. Alguns de seus principais pensadores: Descartes, Galileu Galilei, Pascal, Hobbes, Locke, Newton etc. FILOSOFIA DA ILUSTRAO ou ILUMINISMO (meados do sculo XVIII ao comeo do sculo XIX), perodo que tambm cr nos poderes da razo, chamada de As luzes (por isso o nome de Iluminismo). Pela razo pode conquistar a liberdade e a felicidade social e poltica; o progresso e a perfectibilidade do homem, livrando-se das supersties e preconceitos de todos os tipos; o progresso das civilizaes aperfeioa a razo; a natureza e o reino das relaes necessrias de causa e efeito ou das leis universais e imutveis, enquanto a civilizao e o reino da liberdade e da finalidade proposta pela vontade livre dos prprios homens, em seu aperfeioamento moral, tcnico e poltico. O Iluminismo ou Filosofia da Ilustrao influenciou os movimentos revolucionrios do perodo, especialmente a Revoluo Francesa, tambm influenciou o progresso da cincia em geral e do pensamento econmico. Alguns pensadores do perodo: Hume, Voltaire, Rousseau, Kant etc. FILOSOFIA CONTEMPORNEA de meados do sculo XIX at os dias atuais. Por ser o mais prximo de ns, parece ser o mais complexo e difcil de definir, pois ainda estamos vendo surgirem as vrias filosofias e posies filosficas. (Extratos e adaptaes a partir do livro Convite Filosofia de Marilena Chau, 13 ed., 2005, pp. 46-50, Editora tica)