Pra Qu Agncia? - Bolivia Junho 2015

  • Published on
    07-Apr-2016

  • View
    216

  • Download
    0

DESCRIPTION

 

Transcript

  • BOLVIAJUNHO-2015

  • Leonardo Amaral

    Turismlogo - Diretor Executivo

    Caros Viajantes,

    com imenso prazer que vo

    s apresento a

    PRA QUE AGNCIA?, a concretiz

    ao do meu

    sonho de proporcionar peque

    nas aventuras

    ao redor do globo.

    Em 2013, motivado por esse

    sonho, reuni

    Em 2013, motivado por esse

    sonho, reuni

    alguns amigos e montei u

    ma excurso

    passando pela Blivia, Chile e

    Argentina. Ver

    a alegria estampada no ros

    to de minha

    amiga, que acabara de viajar p

    ara o exterior

    pela primeira vez, foi at o mo

    mento a coisa

    mais gratificante que ocorreu

    em minha vida.

    Antes, em 2012, juntei qua

    tro amigos e

    Antes, em 2012, juntei qua

    tro amigos e

    viajamos para Orlando.

    Agora, bacharel em Turismo

    , posso dizer

    que estou mais que preparado

    para ir alm,

    tornar este o meu projeto pess

    oal de vida e

    de trabalho, unindo minha pai

    xo e porque

    no dizer o meu maior vcio. Q

    uero mostrar

    que sim possvel viajar a um

    baixo custo

    vivenciando momentos inesque

    cveis.

    Espero que voc possa se j

    untar a ns na

    Espero que voc possa se j

    untar a ns na

    sua prxima aventura!

  • PRA QU AGNCIA

  • Gastronomia sem dvida diz muito sobre a cultura do lugar, os hbitos e costumes de um povo, portanto, ao longo da viagem, experimentaremos exclusivamente iguarias e refeies tpicas.

    BUEN PROVECHO!

    Grupos menores so a melh

    or maneira

    de viajar, pois permitem uma

    experincia mais aprofunda

    da.

    Nosso grupo ter entre 15-2

    0 viajantes.

    PEQUENO GRUPO

    Sabemos que

    a

    liberdade

    importante pa

    ra

    voc, por isso

    nos

    certificamos d

    e te

    dar exatamen

    te

    isso! Conscien

    tes

    que duas pes

    soas

    que duas pes

    soas

    no pensam d

    a

    mesma forma

    ,

    procuramos

    equilibrar os

    passeios incl

    udos

    com bastante

    tempo livre, p

    ara

    tempo livre, p

    ara

    que voc pos

    sa

    desfrutar melh

    or

    da viagem.

    Seu tempo,

    suas regras!

    voc!quem faz

    viagemAA viagem nao apenas os lugares que voc visita, mas tambm as pessoas que voc conhece ao longo dela. Embarque nessa viagem com pessoas que buscam as mesmas experincias e as levem para toda uma vida.

    levem para toda uma vida.

    amigosna vida

    companheirosna viagem,

  • EXPERIMENTE O MELHOR DA BOLVIA!

  • ROTEIRO

  • Os principais sintomas do mal de altura so falta de ar, tontura, enjo e dor de cabea. Dar um tempo para o corpo se acostumar com a altitude a melhor forma de amenizar o mal de altura. Mascar folhas de coca uma tradio andina que alivia o mal-estar.No tem os efeitos psicotrpicos da cocana.

    DIA 4 | La Paz Chegaremos em La Paz pela manh. Aps acomodao, dia livre para se aclimatar. Recomenda-se o mximo de repouso possvel devido a altitude da cidade, 3.660 metros acima do nvel do mar, a capital mais alta do mundo.

    DIA 3 | Santa Cruz de la Sierra Chegada pela manh ao Terminal Bimodal de Santa Cruz de la Sierra. Visitaremos a Plaza 24 de Septiembre, praa principal da cidade. Realizaremos cmbio de reais ou/e dlares por bolivianos. Tempo livre para comer e passear antes de retornamos ao Terminal onde embarcaremos em um nibus que nos levar at a cidade de La Paz.

    O famoso trem da morte, ao contrrio do que parece, seu nome no vem do fato de ele fazer um percurso cheio de perigos, como desfiladeiros, pontes prestes a cair e bandoleiros mal-encarados. O apelido nasceu no sculo passado, quando a composio foi usada para transportar leprosos, doentes e corpos das vtimas de uma grave epidemia de febre amarela que se abateu sobre a regio de Santa Cruz. Alm disso, naquela poca, a ferrovia no estava em suas melhores condies e descarrilamentos eram comuns, o que contribuiu para reforar a m fama do trem.

  • DIA 5 | La Paz

    Preparem-se para encarar a montanha Cha

    caltaya, na cordilheira dos Andes e est a

    5.421 metros

    Preparem-se para encarar a montanha Cha

    caltaya, na cordilheira dos Andes e est a

    5.421 metros

    acima do nvel do mar. Chacaltaya j foi co

    nsiderado a estao de esqui mais alta do

    mundo. Hoje

    em dia, infelizmente, j no existe neve sufic

    iente para isso, tornando impraticvel a ativid

    ade. Embora

    a altura do Chacaltaya possa assustar, a va

    n nos levar at quase 5.300m e, a partir d

    a, teremos

    que caminhar por uma subida ngreme os po

    ucos mais de 100m restantes. Pode parecer

    fcil mas,

    levando em conta a altitude, o ar rarefeito e

    o ngulo da subida, bem cansativo. Ap

    s vencermos

    o Chacaltaya, partiremos para conhecer o V

    alle de la Luna, l a paisagem muda drastic

    amente. Em

    uma leve caminhada, de cerca de 45 min

    utos, dessa vez em um clima rido e com

    outra vista

    uma leve caminhada, de cerca de 45 min

    utos, dessa vez em um clima rido e com

    outra vista

    deslumbrante, seguiremos em uma visita

    guiada nesse vale que dizem se asseme

    lhar com a

    superfcie lunar. Retorno ao hostel no final da

    tarde.

  • DIA 6 | La PazAps o caf da manh, a estrada da morte ou a estrada mais perigosa do mundo, que une La Paz

    Aps o caf da manh, a estrada da morte ou a estrada mais perigosa do mundo, que une La Paz a Coroico e se estende por 65km, nos aguarda. Deve o seu nome a muitos acidentes fatais, devido sua estreita faixa nica (s vezes com menos de 4m) com trfego nos dois sentidos, falta de barreira de segurana, e seus precipcios (at 600m) que se situam na grande parte do percurso. E como faremos esse percurso? De BIKE! dia de Downhill, caros aventureiros. Saremos do hostel pela manh. Sero cerca de 4 horas de pedalada, com diversas pausas para fotos e filmagens. Ser oferecido diversos snacks durante todo o trajeto. No final, almoaremos e teremos tempo livre e piscina antes de retornamos ao hostel no comeo da noite. De brinde um DVD com fotos e vdeos

    e piscina antes de retornamos ao hostel no comeo da noite. De brinde um DVD com fotos e vdeos e uma camiseta com a frase IM DEATH ROAD SURVIVOR.

  • 1o dia

    DIA 8-10 | Tour em Veculo 4x4 pelo Salar de U

    yuni e Arredores

    Chegada em Uyuni pela manh, onde iniciaremo

    s o tour de 3 dias pelo Salar de Uyuni em vec

    ulo 4x4

    (cada veculo comportar 6 pessoas).

    O Salar de Uyuni, a 20km da cidade de Uyuni

    , a maior plancie de sal da Terra, com uma

    rea de

    12 mil km, a 3600m de altura. No inverno, de ma

    io a novembro, pode-se rodar por mais de 100

    km em

    linha reta, deslizando em uma verdadeira mesa,

    plana, toda branca de sal.

    DIA 7 | La Paz

    Dia livre para aproveitarmos melhor a capital boliviana. noite, emba

    rcaremos

    em um nibus turstico para a cidade de Uyuni, ponto de partida para

    a nossa

    prxima aventura.

  • Acordaremos bem cedo para visitarmos a zona vulcnica Sol De Maana, onde veremos os giseres e tomaremos banho nas guas termais. Passaremos pelo Deserto de Dal, Laguna Esmeralda e Vulco Licancabur (onde fica a fronteira entre Bolvia e Chile), voltando rumo ao norte, passaremos pelo Valle De Las Rocas (conjunto de pedras vulcnicas), visitaremos a Villa Mar e a povoado mineiro de San Cristbal. Retorno a Uyuni no final da tarde. Em horrio pr-determinado embarcaremos em um nibus para Sucre.

    3o dia

    Logo pela manh visitaremos o Salar de Chiguana, o mirante do Volco Ollague, e algumas lagunas, como: Caapa, Hedionda, Chiarcota, Onda, entre outras, e o Deserto de Siloli, com a rbol de Piedra, at chegarmos a Laguna Colorada, onde passaremos a noite. Pernoite em alojamento de sal.

    2o dia

  • DownhillDeath Road

    Visita GuiadaValle de la Luna

    Visita GuiadaChacaltaya

    Piscina

    Jantar

    Almoo

    Caf da Manh

    Sem Banho

    Hostel

    Veiculo 4x4

    Trem

    Pernoite em nibus

    Transfer Van Privada

    TrasladoHostel / Aeroporto

    TrasladoAeroporto / Hostel

    LEGEND

    A

    DIA 15 | Campo Grande - Macei

    Em horrio pr-determinado embarcaremos de vo

    lta a Macei.

    Encerramento dos nossos servios. Espero que vocs ten

    ham desfrutado

    dessa grande aventura, e aqui no ficar um adeus, e sim

    , um at logo.

  • - Parte Area (MCZ/CGR/MCZ) - Taxas de Entrada (Chacaltaya Bs 15, Valle de la Luna Bs 15, Downhill Bs 25 e Reserva Eduardo Alvaroa Bs 150, Isla del Pescado Bs 30) - Despesas com Vacinas e Documentao- Atividades mencionadas como opcionais. - Refeies no mencionadas - Despesas de carter pessoal tais como lavanderia, telefonemas, etc, sendo- Despesas de carter pessoal tais como lavanderia, telefonemas, etc, sendo estas de responsabilidade do passageiro.

    O QUE NO INCLUI

    + Visitas guiadas Chacaltaya e Valle de la Luna + Tour de 3 Dias e 2 Noites em Veculo 4x4 pelo Salar de Uyuni e Arredores + Downhill pela Estrada de la Muerte, com todo equipamento de segurana. + Guias acompanhando o grupo desde Macei+ 9 Cafs da manh, 4 Almoos, 3 Jantares+ 6 Noites em hostels (quartos compartilhados) + 2 Noites em alojamentos de sal (quartos compartilhados)+ 2 Noites em alojamentos de sal (quartos compartilhados)+ 1 Noite a bordo do Tren de la Muerte + 1 Noite em nibus turstico com internet Wi-Fi + Traslado Aeroporto/Hostel/Aeroporto + Van Privada Campo Grande/Fronteira (vice-versa)+ Day-Use com piscina no Hostel em Santa Cruz de la Sierra+ Todos os deslocamentos por via terrestre na Bolvia+ DVD com fotos e filmagens do Downhill + DVD com fotos e filmagens do Downhill + Camiseta com a frase IM DEATH ROAD SURVIVOR+ Free Shoots nas festas do Hostel em La Paz+ Camiseta Personalizada Pra Qu Agncia?O Q

    UE INCLUI NO ROTEIRO

    ENTRADA DE R$500 + SALDO RESTANTE

    AT 30 DIAS ANTES DA VIAGEM.

    R$1.800,00

    POR PESSOA

  • A FOLHA DE COCA

    Experimentar um punhado das folhinhas, de certa forma, faz parte de uma viagem Bolvia. E no se preocupe: voc no ficar chapado, nem muito louco. Por certo, a folha produz uma reao metablica que aumenta a resistncia ao cansao e fadiga, o que ocorre de uma maneira suave e natural e tambm ajuda no processo de aclimatao a mais de 3.500m, altitude onde comum sofrer com dificuldades de respirao e dores de cabea. A grosso modo, seu efeito lembra o de um guaran em p fortificado.

    Venerada pelos primeiros indgenas da regio, a Mama Coca era a filha de Pachamama, a Me-Terra, e para eles constitua-se numa oferenda dos deuses ao povo, usada para espantar os maus espritos dos seus lares e plantaes. Sculos depois, uma plantaes. Sculos depois, uma elite aristocrtica do antigo Imprio Inca costumava utiliz-la em rituais e na medicina. Historicamente a popularizao do seu consumo para a mastigao e o preparo de chs (mate de coca) ocorreu nos anos de domnio espanhol, quando o anos de domnio espanhol, quando o trabalho forado pela escravido sob severas condies imps o uso de um energtico capaz de manter os nativos trabalhando mesmo com fome e frio. Os ndios quchuas e aimars ainda faziam rituais que incluam sacrifcios em louvor a incluam sacrifcios em louvor a planta, acreditando que isso traria sorte e garantiria uma boa colheita.

  • CONTATO@PRAQUEAGENCIA.COM.BR

    @PRAQUEAGENCIA

    /PRAQUEAGENCIA

    COMPARTILHE ESSA EXPERINCIA!