Ps- Graduao e Educao Continuada em Sade Renato M.E. Sabbatini Ncleo de Informtica Biomdica da UNICAMP e Instituto Edumed.

  • Published on
    07-Apr-2016

  • View
    213

  • Download
    1

Transcript

  • Ps-Graduao e Educao Continuada em SadeRenato M.E. SabbatiniNcleo de Informtica Biomdica da UNICAMP e Instituto Edumed

  • Graduao x Ps-GraduaoO curso mdico tem a mesma durao (6 anos) desde o sculo XIIIO conhecimento mdico publicado aumenta em 10% ao ano e renovado em 50% a cada 3 anosMetade de tudo que o aluno aprende na graduao est obsoleto ao final do cursoLogo: Necessidade de aprendizado permanente. Necessidade de especializao cada vez maior.

  • Formas de Aprendizagem Aps a GraduaoAtualizao dos conhecimentosCapacitao tcnica e treinamentoResidncia profissionalReciclagem e recapacitaoEducao ps-graduadaStricto sensuLato sensu

  • Educao Ps-GraduadaLato sensuAperfeioamento (120 horas)Especializao (> 360 horas)Stricto sensuMestrado acadmicoMestrado profissionalDoutoradoRegulamentao: CAPES www.capes.gov.br

  • Ps-Graduao no Brasil 20021570 programas de mestrado e doutorado em 160 instituies42% de aumento desde 199696% M 53,5% D 50% M+DSul e Sudeste respondem por 77% dos programas de mestrado e 86% dos programas de doutoradoApenas 65 programas de mestrado profissionalizante (4% do total)

  • Ps-Graduao no Brasil 2002Agrrias, Biolgicas e Sade: 41%Humanas, Letras e Artes: 31%Exatas e Engenharias: 23%

    Alunos: 128.000 (48% mestrado)Docentes: 32.000 (98% doutores)Relao alunos/docente: 4,07

  • Ps-Graduao no Brasil 2002Instituies pblicas: 86% dos programas (federais: 56%)Programas de qualidade so caros (docentes titulados, com carreira, que fazem pesquisa)USP+UNICAMP+UNESP: 23% dos programas e 34% dos doutorados

  • Ps-Graduao em Sade 2002307 programas, 8.200 alunosMedicina: 15350%Odontologia: 7324%Sade Coletiva: 23Enfermagem:18Farmcia:17Educao Fsica:17Outros:13

  • Fatores de Desenvolvimento e Qualidade da Ps-GraduaoPrograma bem estruturado, padronizado em nvel nacional, com continuidade de mais de 30 anosSistema de avaliao CAPESTitulao docenteApoio financeiro, infraestruturaVinculao a programas de pesquisaFomento sistemtico

  • Reconhecimento de CursosTodos os nveis de ensino so abertos iniciativa privadaInstituies de ensino sujeitas ao MECTodos devem seguir a LDBEPara cursos lato-sensu, necessrio apenas o registro da instituio no MECPara cursos stricto-sensu necessrio o reconhecimento prvio do curso pelo MEC

  • O Fenmeno MBACursos de especializao duram menos, tm menor exigncia de titulao docente e embasamento em pesquisa, tem maior variedade e flexibilidadeNo necessitam acreditao pelo MECTtulos com valor limitado no mercado de trabalhoBoa fonte de renda para instituies (podem ser cobrados pelas pblicas)MBA: exploso e consequente desvalorizao

  • Problemas da Educao em SadeProvocados pela avalanche do progresso cientfico, que est inviabilizando os modelos clssicos de ensinoO acesso tradicional informao dificulta o ensino e aprendizagem. Informaes ficam obsoletas rapidamenteHeterogeneidade do ensino, m distribuio de recursos

  • Quais so as Solues?Realizar uma mudana cultural profundaFormao ao invs de informaoQuebra do paradigma baseado no professorPromoo da cultura da informticaDemocratizao do acesso informaoDifuso da qualidade de ensinoAumento dramtico do uso de tecnologias modernas de informao:Videoconferncia/telemedicinaInternet/WWWPublicaes eletrnicasEducao a distncia

  • Os Objetivos CentraisDar condies e ferramentas para o profissional ser um eterno aprendiz (life long learner): educao permanenteEnsinar o uso eficiente e bem informado das tecnologias acesso informao e a metodologia cientfica

  • As Tendncias da EducaoHaver uma profunda mudana no papel do professor em relao ao aluno. O ensino ser mais focalizado na construo do conhecimento pelo prprio aluno do que do ensino pelo professor.

    Jacques MarcovitchEx-Reitor da USP

  • Revoluo (s,f)Mudana drstica e abrangente em um regime ou estado de coisas, sublevao, convulso.

  • O Que Educao Continuada o conjunto das atividades educacionais que servem para manter, desenvolver ou aumentar o conhecimento, as habilidades e o desempenho e relacionamento profissional que um mdico usa para prover servios para seus pacientes, para o pblico ou para a profisso.

    Accreditation Council for Continued Medical Education

  • A Importncia do Auto-EstudoAcompanhamento da literatura cientfica publicada, visitas regulares biblioteca, assinatura de revistasAquisio e leitura de livrosAquisio de programas de auto-estudo por impressos, CD-ROMs e InternetVisita regular a sites com informaes profissionais mdicasParticipao em congressos e seminriosParticipao em sociedades cientficas

  • Tipos de Educao Continuada em SadeCategoria AMA 1:Atualizao CientficaDesafio ClnicoDiscusso de CasoSimulao de CasoAvaliao FormativaCategoria AMA 2:Curso Modular pela WebCurso por TeleconfernciaCurso por Videoconferncia

  • Pilares do Novo Ensino:Tecnologias da Informao1. Todas as disciplinas devem ter apoio de tecnologias educacionais:home page da disciplinadisponibilizao de materiais on-linefunes de comunicaofunes de gerenciamento do aprendizadosubstituio da carga horria tericagrau varivel de presencialidade: no existem mais disciplinas puramente presenciais ou puramente distncia

  • Pilares do Novo Ensino:Acesso Informao2. Todos os alunos e todos docentes tm acesso 24/7 informao eletrnica:CD-ROMs e DVDudio, vdeo sob demandateleconferncialivros e peridicos eletrnicoscomputadores portteis e palmtops para emprstimoredes de computadores na escola e hospital

  • Universalidade e Qualidade Atravs da VirtualidadeConvnios de cooperao docente e clnica com universidade de alta qualidade no Brasil e no exteriorRecepo de aulas e cursos atravs de videoconferncia e WebFacilitao de contatos para estgios, internato, residncia, pesquisas, etc.Aumento do nvel do corpo docenteEducao a distncia

  • Educao a DistnciaOcorre quando existe distncia fsica entre alunos e professoresIndependncia da localizao fsica e tempoOtimizao do aprendizadoIdeal para educao mdica continuada e recertificaoNo se aplica a tudoMidias: correio, TV, Internet e videoconferncia

  • Oportunidades em EAD na SadeRevalidao obrigatria do diploma atravs de crditos de EMCFormao profissional em locais remotos e em grande volume, sem que o formando precise se deslocar para os grandes centrosEAD equivalente legalmente a curso presencial (MEC)Cursos de graduao e ps a distncia precisam ter mnimo de 20% de carga presencialAt 20% da carga horria de curso presencial pode ser dada a distncia sem autorizao

  • Benefcios da EAD Independncia geogrfica Independncia temporal Boa relao custo-benefcio Aprendiz dirige o seu aprendizado Comunicao aumentada Qualquer um pode se beneficiar Material mais estimulante Caminhos inovadores

  • Os Elementos Bsicos da EducaoInstruo Textos de leitura, aulas expositivas, slides e transparncias, imagens, exerccios propostos, estudos de caso, sites recomendados, etc.Interao Grupo de discusso, interao em classe virtual, etc.Avaliao Exames e provas on-line, trabalhos de casa, etc.Certificao

  • Tipos de Apoio da InternetCursos Puramente PresenciaisHome-page do cursoSuporte on-line a material didticoComunicao com alunos via emailCursos Mistos ou Puramente RemotosMais: Comunicao sncrona (chat)Gerenciamento acadmico on-lineAvaliao on-line

  • A caracterstica interativa da Internet Podemos simular praticamente qualquer situao que ocorra num contexto educacionalAulas magistrais e palestras, Sesses de tira-dvidas, Discusses de casos clnicos, Exames orais ou escritos,Trabalho em grupo, Conversas telefnicas, Transmisso de vdeo ou de udio em tempo real, ou sob demanda

  • Animaes Multimdia Interativas: FlashCiclo de vida do HIV

  • Tutorial Interativo Multimedia: Shockwave

  • Simulao Clnica

  • Realidade Virtual

  • Ensino Clnico por VideoconfernciaPermite a comunicao e a colaborao visual bidirecional em tempo real entre pessoas, bem como o envio de dados.Sistemas dedicadosSistemas desktop

  • Equipamento NecessrioSistema dedicado de videoconferncia, com cmara, microfones, software, monitor de TV ou projetor multimdiaConectividadeLinhas ISDN de 128, 256, 512 kbpsLinha IP dedicada (CIR mnimo de 128)Local fsico (sala, auditrio, etc.)

  • Equipamento OpcionalVideocassetes para emisso e gravaoComputador para exibio de slides, navegao na Internet, etc.Cmara de documentos

  • Sinergia Teleconferncia-WebCada curso ministrado por tele ou videoconferncia tem um site correspondente na plataforma Teleduc, no Instituto EdumedAtravs do site, o aluno tem acesso a slides, leituras, links, frum de discusso e chat para trabalhos extra-classe.

  • Aplicaes da VideoconfernciaSegunda opinio mdica/retaguardaAtendimento de emergnciaDiscusso de casos clnicosAvaliao para referncia de pacientesCongressos virtuaisEducao a distnciaEntrevistas e defesas de tese

  • Videoconferncia na Educao Distncia Aulas expositivas Demonstraes Casos clnicos Orientao Reunies

  • Algumas Aplicaes EmpresariaisAprimoramento gerencialTreinamento em marketing e vendasLanamento de novos produtosTreinamento de representantes e filiaisCursos de MBA, especializao, etc.Educao continuadaGrupos de foco

  • Universidade CorporativaEstrutura que engloba e unifica as atividades internas e externas de educao, treinamento e aperfeioamento dos funcionrios e executivos da empresa;Pode ser inteiramente terceirizada (docentes, cursos, site na Web, etc.), sem necessidade de investimento em infraestrutura fsica e humana prpria

  • Proposta Rede EdumedImplementao de uma rede de educao distncia de alta qualidade, baseada na Internet e na tecnologia de vdeo (satlite, fibra tica, video-conferncia)Cada faculdade/hospital receber pelo menos uma sala completamente equipada de teledidtica e telemedicinaProcesso colaborativo de gerao de contedo pelos melhores centrosAproveitamento pelo setor privado e pblico no acadmico (empresas, hospitais, postos, etc.)

  • InternetRede Nacional deEducao a Distnciaem MedicinaSatlite digitalInternetVideoconfernciaMeta: 90 faculdades e 500 hospitais Centros produtoresCentros consumidores

  • Focos de Ensino/AprendizadoReforo e complementao do ensino de graduao, ps-graduao e residnciaCursos de extenso, especializao e ps-graduao (mestrado/doutorado)Educao continuada (life-long learner): voluntria e para recertificao mdicaEnsino clnico de beira de leito (resoluo de problemas), discusso de casosAuto-didatismo, formao em servio

  • Gesto do ProjetoAssociao civil sem fins lucrativos baseada em CampinasConsrcio Edumed de Faculdades, Hospitais e AssociaesConselho Corporativo com participao das empresasAtuao no setor social, educao e sadePesquisa em tecnologias de informao em sadewww.edumed.org.br

  • Grupo de Consultoria EdumedObjetivo: dar consultoria e assessoria para a formao de novos cursos na rea da sadeFormado por profissionais acadmicos especializados e de grande experincia, oriundos das melhores universidades pblicas de SPreas de atuao: tecnologia de informao, projeto pedaggico e curricular, capacitao do corpo docente em ensino e pesquisa, credenciamento, marketing do ensino superior.Projetos especiais: PBL, EBM, PSF

  • Servios do Instituto EdumedConsultoria e assessoria no desenvolvimento de programas de educao continuada e treinamento corporativo, montagem de universidades corporativas virtuaisDesenvolvimento e hospedagem de sites de EAD e uso de videoconferenciaLocao de salas, equipamentos, etc.

  • Curso de Capacitao de Instrutores em EADCurso intensivo prtico de 24 horasTreinamento no uso da Web, plataformas de gerenciamento de ensino/aprendizagem e televideoconfernciaCapacitao em planejamento e gesto de e-learningCampinas, 25 a 27 de julho, 29 a 31 de agosto.

  • Desafios e ReflexesComo modificar o paradigma e a cultura nas escolas?Quando, quem e como treinar o corpo docente e discente nas novas tecnologias educacionais?Onde achar os recursos financeiros?Como evitar a desumanizao do ensino?Como continuar evoluindo?Como gerar um modelo auto-sustentvel?

  • ContatoRenato M.E. SabbatiniNcleo de Informtica Biomdica da UNICAMP www.nib.unicamp.br sabbatin@nib.unicamp.brInstituto Edumed www.edumed.net (19) 3295-8191 video 3295-9001

    O aperfeioamento contnuo do mdico e de outros profissionais de sade envolve sua participao em um nmero de atividades de aprendizado ao longo de sua vida, que so amplamente variadas em escopo, em profundidade e objetivo. As quatro principais formas so:reciclagem: o mdico aprende de novo coisas que j sabe, ou aprende novas coisas dentro de sua especialidade, principalmente com o objetivo de melhorar seu posicionamento na especialidade Atualizao: o profissional atualiza-se sobre novos conhecimentos gerados pelo progresso da medicina em uma rea muito especfica de sua atuao. Envolve acompanhar a literatura cientfica, ler revises de literatura, etc.Capacitao tcnica: o profissional aprende novas metodologias, tcnicas e aparelhos para introduz-los em sua prtica clnica e continuar competitivo ou oferecer novos servios Educao ps-graduada: o profissional participa de cursos de diversas naturezas para complementar sua formao ao longo da vida, tais como cursos de extenso universitria, cursos em congressos, cursos de especializao, ps-graduao lato-sensu e stricto-sensu, etc.Esta a definio de Educao Mdica Continuada, como feita pelo Conselho de Credenciamento de Educao Mdica Continuada dos EUA.O profissional de sade competente capaz de uma grande autonomia na definio de seus objetivos educacionais na carreira, e na realizao de atividades que permitam implement-las. Por isso, o auto-didatismo extremamente importante, pois independe de tempo ou espao, podendo ser acomodado entre as atividades dirias do profissional. Para orientar-se o que precisa aprender, interessante visitar regularmente congressos e seminrios, e participar de pelo menos uma sociedade cientfica em sua sociedade. Existem atualmente diversos recursos de informao que permitem o auto-aprendizado, como bibliotecas mdicas, sites on-line, programas de auto-estudo fornecidos por empresas e universidades, que usam materiais impressos, CD-ROMs, etc.Existem vrias atividades de ensino e aprendizagem que poderamos considerar como sendo parte da educao mdica continuada. A American Medical Association, que a lder inconteste nessa rea, especifica dois tipos de categorias: 1 e 2. A categoria 1 consiste de atividades mais voltadas ao auto-aprendizado, com nenhum ou moderado grau de interao. A atividade 2 consiste de cursos propriamente ditos, usando vrios meios a distncia e presenciais. O sistema funciona base de crditos educacionais (um nmero de pontos ligado a cada curso, que podem ser acumulados pelo mdico, e usados para vrios propsitos, como recertificao, currculo, etc.).

    Independncia geogrfica - Estudantes podem estudar em qualquer lugar. Isto significa que as atividades instrucionais sejam dadas obrigatoriamente na mesma rea fsica.Independncia temporal - A combinao de possibilidades de distribuio de informao, comunicao assncrona e pedagogia apropriada no depende do tempo. Por exemplo, um estudante pode assistir a uma aula gravada na Web ou em videocassete na hora em que quiser, e no quando o professor determinar uma data e horrio.Plataforma independente - Muitas aplicaes existentes como CD Roms, treinamento baseado em computador, etc. so especficas a uma plataforma particular (Windows ou Mac, marcas de computador, etc.). A natureza plataforma-independente da web remove este problema, exceto alguns sistemas multimdia como shockwave (no-Unix) Comunicao aumentada - falam um com o outro, individualmente ou em grupo, enviam questes. comumente reportado que que pessoas falam mais eletronicamente por email, chat do que face-a-face.Educao no mais privilgio de poucos.Qualquer um se beneficia e ganha conhecimento e experinciaDirige o seu aprendizado. Ele necessita de um guia, um conselheiro, mas ele deve ter a responsabilidade para participar em programas, fazer avaliaes, desenvolver habilidadesAlta relao de custo-benefcio, pois pode treinar um maior nmero de pessoas e com maior freqncia, reduz custos de deslocamentos de pessoal, eNovos alunos podem ser includos no sistema sem custo adicional;A Internet um recurso relativamente recente na hstria das comunicaes. A WWW (World Wide Web) mais recente ainda: comeou em 1993 nos EUA e Europa, e em 1995 no Brasil. Portanto, estamos apenas na infncia das suas aplicaes, e ela est ainda muito longe de atingir toda a classe mdica brasileira.

Recommended

View more >