Armadilhas da pontuação Carmelino tem o hábito de escrever um bilhete para sua família, indicando o presente que quer ganhar de aniversário. Neste ano, em especial, logo de manhã, bem na hora que estava escrevendo o bilhete, ouviu a buzina do ônibus escolar. Na pressa, esqueceu a pontuação. Seu bilhete ficou assim: “O que eu quero é uma bicicleta não um videogame de jeito nenhum gostaria de uma bola oficial”. O pai de Carmelino foi o primeiro a ler o bilhete e disse para a mãe: “Eu não disse? De fato, ele quer uma bicicleta”. A mãe, como tinha pensado em outro tipo de presente, ficou intrigada. Resolveu dar também uma olhada no bilhete e concluiu feliz: „‟Você não entendeu, está claro que ele quer um videogame”. Toda essa confusão aconteceu porque o texto estava sem sinais de pontuação. Cada pessoa que leu o bilhete colocou uma pontuação diferente. Afinal, qual era o brinquedo escolhido por Carmelino? Vamos pontuar corretamente a frase, de acordo com o que ele imaginou: “O que eu quero é uma bicicleta? Não. Um videogame? De jeito nenhum. Gostaria de uma bola oficial”. Pleonasmos viciosos Esta seção mostra apenas alguns exemplos de pleonasmos viciosos, aqui não estão localizados todos. Pleonasmo Cego dos olhos Sangrava sangue Maluco da cabeça Subir para cima Descer para baixo Entrar para dentro Sair para fora Hemorragia de sangue Pessoa Humana Unanimidade de todos Significado Se está cego, é do olho. Se sangra, é sangue. Se está maluco, só pode ser da cabeça. Se está subindo, só pode ser para cima. Se está descendo, é para baixo. Se está entrando, é para dentro. Se está saindo, é para fora. A hemorragia já é um derramamento de sangue para fora dos vasos. Se é uma pessoa, só pode ser humana. Utiliza-se para diferenciar da Pessoa Jurídica. Se é unânime se trata de todos. Última versão definitiva Acabamento final Amanhecer o dia Surpresa inesperada Conviver junto Encarar de frente Gritar alto Certeza absoluta Elo de ligação Dupla de Dois Verdade verdadeira Olhar com os olhos Isto é um fato real Multidão de Pessoas Estréia pela primeira vez Cala a boca Goteira no teto. Panorama geral Prefiro mais Mais melhor Ganhar de graça Criar novas Própria autobiografia Infarto do coração Há muitos anos atrás Se é a última versão, será a definitiva. A menos que seja a última até aquele momento. Se é um acabamento, só pode ser final. Se está a Amanhecer, só pode ser o dia. Se é uma surpresa, logo, será inesperada. Se uma pessoa está convivendo com outra, só pode ser junto. Se a pessoa está encarando, só pode ser de frente. Se uma pessoa grita, só pode ser alto. Se uma pessoa tem certeza, ela só pode ser absoluta. Se é um elo, apenas é de ligação. Se é dupla, tem que ser de dois Se é uma verdade, só pode ser verdadeira. Se uma pessoa está olhando, só pode ser com os olhos. Se é fato, é real. Se é uma multidão, só pode ser de pessoas. Se é estreia,tem que ser a primeira vez. Se é para se calar, tem de ser da boca. Se é goteira, é no teto; se é na parede, escorre; no chão é poça. Se é um panorama, vai ser uma abordagem geral. Se você prefere algo, é óbvio que irá gostar mais daquilo. Se alguma coisa é melhor, obviamente será mais conveniente. Se você ganha alguma coisa, ela é de graça. Se não fosse, seria uma compra. Se você cria alguma coisa, logo ela é nova. A autobiografia é a sua própria biografia. O infarto é uma lesão que afeta o miocárdio. Se algo ocorreu há muitos anos, certamente será do pretérito. Países do mundo Viúvo(a) do falecido(a) Fato verídico Almirante da marinha Demente mental Os países estão localizados no mundo (planeta). Se ele(a) é viúvo(a), seu marido(esposa) está falecido(a). Se é um fato, é algo verdadeiro. Se é verdadeiro, é verídico. Só existe essa espécie de patente na marinha. A demência é uma deficiência que afeta a mentalidade. Decapitar (ou guilhotinar) a Se você decapita alguém, está retirando a cabeça desse sujeito. cabeça Suicidou(-se) a si mesmo Comer com a boca Prefeito municipal Amanhecer o dia Andar os pés Adiar para depois Sussurrar baixo Comparecer pessoalmente Conclusão final Mar salgado [editar]Outros pleonasmos Alguns autores, escritores e cantores usaram pleonasmos literários e viciosos em suas obras. Pleonasmo "Sorriu para Holanda um sorriso ainda marcado de pavor." "Chovia uma triste chuva de resignação." "E rir meu riso e derramar meu pranto." "Detalhes tão pequenos de nós dois." "Morrerás morte vil na mão de um forte." "Ó mar salgado, quanto do teu sal. São lágrimas de Portugal." Autor/Escritor/Cantor Viana Moog Manuel Bandeira Vinícius de Morais Roberto Carlos Gonçalves Dias Fernando Pessoa Se alguém se suicida, ele o mata. Se você está comendo alguma coisa, só é possível com a boca. Se alguém é prefeito, governa um município. Se o dia está começando, ele está amanhecendo. Se andamos, utilizamos os pés. Se algo está sendo adiado, ele ficará para depois. Se é sussurro, é baixo. Se você comparece, está apresenta-se em um local. Se é conclusão, está no epílogo. Se é mar, tem sua água salgada. "O cadáver de um defunto morto que já faleceu." "Eu nasci, há dez mil anos atrás." "Foi o que vi com meus próprios olhos." "Eu canto um canto matinal." "A ameaça, o perigo, eu os apalpava quase." Roberto Gómez Bolaños Raul Seixas Antonio Calado Guilherme de Almeida Guimarães Rosa
Please download to view
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
...

PONTUAÇÃO

by geraldo-santos-santos

on

Report

Category:

Documents

Download: 0

Comment: 0

17

views

Comments

Description

Download PONTUAÇÃO

Transcript

Armadilhas da pontuação Carmelino tem o hábito de escrever um bilhete para sua família, indicando o presente que quer ganhar de aniversário. Neste ano, em especial, logo de manhã, bem na hora que estava escrevendo o bilhete, ouviu a buzina do ônibus escolar. Na pressa, esqueceu a pontuação. Seu bilhete ficou assim: “O que eu quero é uma bicicleta não um videogame de jeito nenhum gostaria de uma bola oficial”. O pai de Carmelino foi o primeiro a ler o bilhete e disse para a mãe: “Eu não disse? De fato, ele quer uma bicicleta”. A mãe, como tinha pensado em outro tipo de presente, ficou intrigada. Resolveu dar também uma olhada no bilhete e concluiu feliz: „‟Você não entendeu, está claro que ele quer um videogame”. Toda essa confusão aconteceu porque o texto estava sem sinais de pontuação. Cada pessoa que leu o bilhete colocou uma pontuação diferente. Afinal, qual era o brinquedo escolhido por Carmelino? Vamos pontuar corretamente a frase, de acordo com o que ele imaginou: “O que eu quero é uma bicicleta? Não. Um videogame? De jeito nenhum. Gostaria de uma bola oficial”. Pleonasmos viciosos Esta seção mostra apenas alguns exemplos de pleonasmos viciosos, aqui não estão localizados todos. Pleonasmo Cego dos olhos Sangrava sangue Maluco da cabeça Subir para cima Descer para baixo Entrar para dentro Sair para fora Hemorragia de sangue Pessoa Humana Unanimidade de todos Significado Se está cego, é do olho. Se sangra, é sangue. Se está maluco, só pode ser da cabeça. Se está subindo, só pode ser para cima. Se está descendo, é para baixo. Se está entrando, é para dentro. Se está saindo, é para fora. A hemorragia já é um derramamento de sangue para fora dos vasos. Se é uma pessoa, só pode ser humana. Utiliza-se para diferenciar da Pessoa Jurídica. Se é unânime se trata de todos. Última versão definitiva Acabamento final Amanhecer o dia Surpresa inesperada Conviver junto Encarar de frente Gritar alto Certeza absoluta Elo de ligação Dupla de Dois Verdade verdadeira Olhar com os olhos Isto é um fato real Multidão de Pessoas Estréia pela primeira vez Cala a boca Goteira no teto. Panorama geral Prefiro mais Mais melhor Ganhar de graça Criar novas Própria autobiografia Infarto do coração Há muitos anos atrás Se é a última versão, será a definitiva. A menos que seja a última até aquele momento. Se é um acabamento, só pode ser final. Se está a Amanhecer, só pode ser o dia. Se é uma surpresa, logo, será inesperada. Se uma pessoa está convivendo com outra, só pode ser junto. Se a pessoa está encarando, só pode ser de frente. Se uma pessoa grita, só pode ser alto. Se uma pessoa tem certeza, ela só pode ser absoluta. Se é um elo, apenas é de ligação. Se é dupla, tem que ser de dois Se é uma verdade, só pode ser verdadeira. Se uma pessoa está olhando, só pode ser com os olhos. Se é fato, é real. Se é uma multidão, só pode ser de pessoas. Se é estreia,tem que ser a primeira vez. Se é para se calar, tem de ser da boca. Se é goteira, é no teto; se é na parede, escorre; no chão é poça. Se é um panorama, vai ser uma abordagem geral. Se você prefere algo, é óbvio que irá gostar mais daquilo. Se alguma coisa é melhor, obviamente será mais conveniente. Se você ganha alguma coisa, ela é de graça. Se não fosse, seria uma compra. Se você cria alguma coisa, logo ela é nova. A autobiografia é a sua própria biografia. O infarto é uma lesão que afeta o miocárdio. Se algo ocorreu há muitos anos, certamente será do pretérito. Países do mundo Viúvo(a) do falecido(a) Fato verídico Almirante da marinha Demente mental Os países estão localizados no mundo (planeta). Se ele(a) é viúvo(a), seu marido(esposa) está falecido(a). Se é um fato, é algo verdadeiro. Se é verdadeiro, é verídico. Só existe essa espécie de patente na marinha. A demência é uma deficiência que afeta a mentalidade. Decapitar (ou guilhotinar) a Se você decapita alguém, está retirando a cabeça desse sujeito. cabeça Suicidou(-se) a si mesmo Comer com a boca Prefeito municipal Amanhecer o dia Andar os pés Adiar para depois Sussurrar baixo Comparecer pessoalmente Conclusão final Mar salgado [editar]Outros pleonasmos Alguns autores, escritores e cantores usaram pleonasmos literários e viciosos em suas obras. Pleonasmo "Sorriu para Holanda um sorriso ainda marcado de pavor." "Chovia uma triste chuva de resignação." "E rir meu riso e derramar meu pranto." "Detalhes tão pequenos de nós dois." "Morrerás morte vil na mão de um forte." "Ó mar salgado, quanto do teu sal. São lágrimas de Portugal." Autor/Escritor/Cantor Viana Moog Manuel Bandeira Vinícius de Morais Roberto Carlos Gonçalves Dias Fernando Pessoa Se alguém se suicida, ele o mata. Se você está comendo alguma coisa, só é possível com a boca. Se alguém é prefeito, governa um município. Se o dia está começando, ele está amanhecendo. Se andamos, utilizamos os pés. Se algo está sendo adiado, ele ficará para depois. Se é sussurro, é baixo. Se você comparece, está apresenta-se em um local. Se é conclusão, está no epílogo. Se é mar, tem sua água salgada. "O cadáver de um defunto morto que já faleceu." "Eu nasci, há dez mil anos atrás." "Foi o que vi com meus próprios olhos." "Eu canto um canto matinal." "A ameaça, o perigo, eu os apalpava quase." Roberto Gómez Bolaños Raul Seixas Antonio Calado Guilherme de Almeida Guimarães Rosa
Fly UP