PLANO DE ENSINO ASSISTNCIA INTENSIVA EM ENFERMAGEM CLNICA E CIRRGICA

  • Published on
    03-Aug-2015

  • View
    214

  • Download
    10

Transcript

PLANO DE ENSINO

1. IDENTIFICAO CURSO: TCNICO EM ENFERMAGEM (x) TEC.EM RADIOLOGIA ( ) TURMA: 2011-D MDULO: IV DISCIPLINA: Assistncia Intensiva em enfermagem Clnica e Cirrgica PROFESSOR (A): Enf. Fagner Alfredo Ardisson Cirino Campos

CONTEDO: O aspirante em tcnico de enfermagem no final da disciplina ter noes tericas do conhecimento da enfermagem, sobre o foco tcnico, durante o cuidado do paciente/cliente em clnica mdica e cirrgica e na unidade de terapia intensiva (UTI). Durante as aulas o contedo ser dividido em blocos conforme a afinidade do conhecimento a ser exposto nas diferentes complexidades que determinam a assistncia de enfermagem.

OBJETIVOS:

GERAL: Proporcionar base terica para o tcnico de enfermagem poder executar a assistncia de enfermagem em clnica mdica, cirrgica e UTI, conforme a Lei do Exerccio Profissional (Lei no 7.498, de 25 de junho de 1986) que define as atribuies do tcnico de enfermagem em consonncia com a superviso do enfermeiro.

METODOLOGIA: Para tanto utilizar a metodologia de ensino didtico, priorizando um aprendizado dinmico, (re) construtivo com auxilio do professor.

RECURSOS E MATERIAS DIDTICOS QUE SERO UTILIZADOS: Xrox, apresentao em slides e seminrio. Data Show.

AVALIAO: Sero aplicadas trs provas tericas durante o decorrer das disciplinas com peso 1, 2 e 3, a nota final ser obtida por meio da mdia ponderada, o aluno que alcanar mdia superior a 6 pontos ser aprovado. Ser feito um seminrio com bnus para alunos que no conseguirem alcanar a mdia e de aumento na mdia para os que conseguirem (esse bnus chegar at 1 ponto).

DATA CONTEDO 30/06/2012 Assistncia de enfermagem em clnica cirrgica. 31/06/2012 Assistncia de enfermagem em clnica cirrgica. 06/08/2012 Apresentao do professor, disciplina, alunos, plano de ensino, ementa, modelo de avaliao, onde buscar o conhecimento cientfico para embasar e solidificar os conhecimentos oriundos das aulas. Introduo a UTI (organizao, estrutura e funcionamento, instalao, equipamentos especficos, filosofia, critrios de admisso e alta.) 07/08/2012 Continuao UTI (organizao, estrutura e funcionamento, instalao, equipamentos especficos, filosofia, critrios de admisso e alta). Alterao do aparelho cardiocirculatrio (infarto agudo do miocrdio, angina, IC, tipos de choque, coagulao intravascular disseminada, noes de cirurgias cardacas, hipertenso arterial, edema agudo de pulmo e arritmias). 13/08/2012 Teoria da RCP e Aula prtica no laboratrio 14/08/2012 Cardiologia na UTI: Noes de acessos venosos, cateter venoso central, presso venosa central, cateter arterial, balo intra-artico, insero de marca passo e seu controle, monitorao cardaca, desfibrilao, bomba de infuso, oxmetro de pulso, monitores de presso eletrocardigrafo. 20/08/2012 Funcionamento dos aparelhos e equipamentos necessrios para o controle e manuteno da vida (Monitor cardaco, desfibrilador, carro de emergncia, bomba de infuso, marca passo cardaco, oxmetro de pulso, eletrocardigrafo e monitores de presso). 21/08/2012 Finalizao do contedo de cardiologia aplicada a enfermagem, em especial ao tcnico de enfermagem. 27/08/2012 Alterao do aparelho respiratrio: Insuficincia respiratria aguda, pneumotrax, hemotrax e derrame pleural, sndrome de angstia respiratria, embolia pulmonar e broncopneumonia. 28/08/2012 Procedimentos especializados na UTI: controle das vias respiratrias, entubao, ventilao mecnica, traqueotomia, gasometria e toracocentese. 03/09/2012 Planto de dvidas e incio da aula sobre endocrinologia: diabetes mellitus, cetoacidose diabtica, coma diabtico,

METODO Atividade complementar realizada em casa. Atividade complementar realizada em casa. Discusso/ apresentao de slides.

ASS.COORDENAO

Discusso/ apresentao de slides.

Aula prtica. Discusso/ apresentao de slides.

Discusso/ apresentao de slides.

Discusso/ apresentao de slides. Discusso/ apresentao de slides.

Discusso/ apresentao de slides.

Discusso em grupo

hiperosmolar e no-cettico. 04/09/2012 Prova peso 1: todo contedo. 10/09/2012 11/09/2012

17/09/2012

18/09/2012

24/09/2012

25/09/2012 01/10/2012

02/10/2012 08/10/2012

09/10/2012

15/10/2012 16/10/2012 22/10/2012

Aplicao de prova terica Correo da prova e aula motivacional Conversa em grupo e individual. Seminrio - morte e morrer, morte Apresentao de trabalho enceflica, doao de rgos e cuidados paliativos. Assistncia de enfermagem ao RN: fototerapia e manuseio de incubadora. Alteraes do aparelho digestrio: Discusso/ apresentao hemorragia digestiva alta e baixa, de slides. heptica, insuficincia heptica aguda, alterao do aparelho endcrino: Crise tireotxica e coma mixedematoso. Alteraes no aparelho renal, Discusso/ apresentao insuficincia renal aguda, mtodos de slides. dialticos, dilise peritoneal, hemodilise e colocao de cateter para dilise peritoneal. Grande queimado: fisiopatologia da Discusso/ apresentao queimadura, cuidados de enfermagem, de slides. enxertia de pele, assistncia de enfermagem nas complicaes da queimadura, infeco no grande queimado e sepsemia. Prova 2: contedo programado em sala de Discusso/ apresentao aula. de slides. Apresentao de trabalhos: Alteraes em Prova escrita. Neurologia: encefalopatia, traumas crnio-enceflico e raqui-medulares. Raiva humana. Hidrocefalias, crises convulsivas e estado Aplicao de prova epiltico. Miastenia grave. terica. Acidentes vasculares cerebrais, Discusso/ apresentao meningites. Assistncia de enfermagem de slides. em paciente com quadro ttano. Estado de coma, avaliao do nvel de Aula prtica em sala de conscincia (correlao entre o nvel de aula. conscincia e condies pupilares, respiratria, vegetativas e critrios de perceptividade e reatividade). ltimo planto de dvidas e aula para Discusso em grupo. vida profissional. Exposio das mdias no mural e Discusso em grupo. discusso em grupo. Recuperao para quem ficar. Prova.

REFERNCIAS:

Brunner e Suddarrth. Tratado de enfermagem mdico-cirrgica. 10 Ed. V.1. Rio de Janeiro (RJ): Koogan, 2008. Brunner e Suddarrth. Tratado de enfermagem mdico-cirrgica. 10 Ed. V.2. Rio de Janeiro (RJ): Koogan, 2008. Knobel E. Terapia Intensiva: enfermagem. So Paulo (SP): Atheneu, 2006. Morton PG, Fontaine DK, Hudak CM, Gallo BM. Cuidados crticos de enfermagem: uma abordagem holstica. 8 Ed. Rio de Janeiro (RJ): Guanabara Koogan, 2007. Oliveira BFM, Parolin MKF, Junior EVT. Trauma atendimento pr-hospitalar. So Paulo (SP): Atheneu, 2007. Orlando JMC. UTI muito alm da tcnica... a humanizao e a arte do intensivismo (e muitas outras dicas teis para o dia-a-dia). So Paulo (SP): Atheneu, 2002. Stefanini E, Kasinski N, Carvalho AC. Cardiologia. Barueri (SP): Manole, 2005. Knobel E. Condutas no paciente grave. So Paulo (SP): Atheneu, 2006. Diepenbrock N. Cuidados intensivos. Rio de Janeiro (RJ): Guanabara Koogan, 2005.

SITES SUGERIDOS:

http://www.amib.org.br http://www.sobrati.com.br/ http://riscocirurgico.com.br/pre-operatorio/apache-ii-ndice-gravidade-pacientes-unidade-terapia-intensiva http://arquivosdeenfermagem.blogspot.com.br/2009/04/manual-de-procedimentos-em-uti.html

DATA:16/10/2012

PROFESSOR (A) ___________________________________ Enf. Fagner Alfredo Ardisson Cirino Campos

COORDENAO _____________________________________ Dbora Pellenz

Recommended

View more >