PC-MA-FCC Prova Pc03 Tipo 001

  • Published on
    08-Apr-2016

  • View
    21

  • Download
    2

Transcript

  • I N S T R U E S

    P R O V A

    FUNDAO CARLOS CHAGASSetembro/2006

    - Verifique se este caderno:

    - corresponde a sua opo de cargo.

    - contm 50 questes, numeradas de 1 a 50.

    Caso contrrio, reclame ao fiscal da sala um outro caderno.

    No sero aceitas reclamaes posteriores.

    - Para cada questo existe apenas UMAresposta certa.

    - Voc deve ler cuidadosamente cada uma das questes e escolher a resposta certa.

    - Essa resposta deve ser marcada na FOLHADE RESPOSTAS que voc recebeu.

    VOC DEVE:

    - procurar, na FOLHADE RESPOSTAS, o nmero da questo que voc est respondendo.

    - verificar no caderno de prova qual a letra (A,B,C,D,E) da resposta que voc escolheu.

    - marcar essa letra na FOLHADE RESPOSTAS, conforme o exemplo:

    - Marque as respostas primeiro a lpis e depois cubra com caneta esferogrfica de tinta preta.

    - Marque apenas uma letra para cada questo, mais de uma letra assinalada implicar anulao dessa questo.

    - Responda a todas as questes.

    - No ser permitida qualquer espcie de consulta, nem o uso de mquina calculadora.

    - Voc ter 3 horas para responder a todas as questes e preencher a Folha de Respostas.

    - Devolva este caderno de prova ao aplicador, juntamente com sua Folha de Respostas.

    - Proibida a divulgao ou impresso parcial ou total da presente prova. Direitos Reservados.

    ATENO

    A C D E

    GOVERNO DO ESTADO DO MARANHO

    SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO, ORAMENTO E GESTO

    Perito Criminalstico

    3

    Concurso Pblico para provimento de cargos de

    a Classe

    Conhecimentos GeraisConhecimentos Especficos I

    ____________________________________________________

    Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001 0000000000000000 00001001001

    N de Inscrio MODELO

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:05

    2 GEMDP-Conhecimentos Gerais3

    CONHECIMENTOS GERAIS

    Ateno: As questes de nmeros 1 a 5 referem-se ao textoabaixo.

    A memria

    A memria, por vezes, uma maldio. Meu querido

    amigo Amilcar Herrera me confessou: Eu desejaria, um dia,acordar havendo me esquecido do meu nome... No entendi.

    Esquecer o prprio nome deve ser uma experincia muito

    estranha. A ele explicou: Quando eu me levanto e sei que meu

    nome Amilcar Herrera, sei tambm tudo o que se espera de

    mim. O meu nome diz o que devo ser, o que devo pensar, o que

    devo falar. Meu nome uma gaiola em que estou preso. Mas

    se, ao acordar, eu tiver me esquecido do meu nome, terei me

    esquecido tambm de tudo que se espera de mim. Se nada se

    espera de mim, estou livre para ser aquilo que nunca fui.

    Comearei a viver minha vida a partir de mim mesmo, e no a

    partir do nome que me deram e pelo qual sou conhecido.

    Entendi na hora e fiz ligao com algo que o poeta

    Alberto Caeiro escreveu: Procuro despir-me do que aprendi,

    procuro esquecer-me do modo de lembrar que me ensinaram, e

    raspar a tinta com que me pintaram os sentidos, desencaixotar

    minhas emoes verdadeiras, desembrulhar-me e ser eu, no

    Alberto Caeiro, mas um animal humano que a natureza

    produziu.

    (Adaptado de Rubem Alves, Quarto de badulaques)

    1. A afirmao de que a memria, por vezes, umamaldio justifica-se, de acordo com a argumentao dotexto, pelo fato de que a memria

    (A) costuma ser falha, o que impede que reconstituamoscorretamente o nosso passado.

    (B)) determina de tal modo nossa identidade que nostornamos prisioneiros desta.

    (C) impede que correspondamos s expectativas que osoutros tm em relao a ns.

    (D) nos torna to saudosos do passado que no con-seguimos projetar nosso futuro.

    (E) um processo sentimental que no nos deixa viversegundo os princpios da razo.

    2. Considere as afirmaes abaixo sobre o texto.

    I. As posies de Amilcar Herrera e Alberto Caeiroso contraditrias entre si, embora digam respeitoao mesmo assunto.

    II. Para Amilcar Herrera, quem perde a memria doprprio nome liberta-se das expectativas criadasem relao sua conduta.

    III Para Alberto Caeiro, o prprio processo de lembraras coisas resulta no da natureza, mas de umaprendizado que acabou sendo imposto.

    Em relao ao texto est correto o que se afirma em

    (A) I, II e III.

    (B) I e II, apenas.

    (C) I e III, apenas.

    (D) II, apenas.

    (E)) II e III, apenas._________________________________________________________

    3. Caso se substitua o termo sublinhado na frase Meu nome uma gaiola em que estou preso pelo termo ......, aexpresso em que estou dever ser substituda por ...... .

    Preenchem corretamente as lacunas da frase acima:

    (A) confinado - de que estou

    (B) limitado - em cuja estou

    (C) imobilizado - a qual estou

    (D)) condenado - a que estou

    (E) adstrito - a cuja estou_________________________________________________________

    4. O verbo indicado entre parnteses dever flexionar-senuma forma do plural para preencher de modo correto alacuna da frase:

    (A) ...... (acabar) por mais nos favorecer o que foiesquecido do que todas as coisas de que costu-mamos nos lembrar.

    (B) ......-se (costumar) atribuir s nossas memriasuma vantagem que, para o autor do texto, elas nopropiciam.

    (C)) A ningum ...... (dever) limitar essas expectativas,criadas pela memria que cristaliza a personalidade.

    (D) ......-se (sedimentar) nos processos da nossamemria o perfil de uma personalidade a que nosobrigamos a ser fiis.

    (E) fora dos nomes prprios ...... (corresponder),pelas razes expostas no texto, a fora de estrei-tamento do espao que h numa gaiola.

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:05

    GEMDP-Conhecimentos Gerais3 3

    5. A redao incoerente e incorreta obriga a corrigir a se-guinte frase:

    (A) Na obra do poeta Alberto Caeiro percebe-se, de fato,que uma de suas aspiraes a de se identificarto-somente como um ser da natureza, despojadode sua imagem social.

    (B) Ao se referir ao dos outros sobre ns, AlbertoCaeiro um crtico implacvel, pois v nela umaoperao artificial que acaba por sufocar a verda-deira natureza da nossa personalidade.

    (C)) Para o seu amigo Amilcar Herrera, diz o autor, quenossa identidade prejudica-nos quando determina onome a que nos submetemos por conta da ao danossa prpria memria pessoal.

    (D) No deixa de ser radical a teoria que atribui memria o bloqueio das aes mais criativas, so-bretudo para quem a considera um elemento funda-mental em nosso contnuo aprendizado da vida.

    (E) Se a primeira frase de seu amigo provocou no autorsurpresa e estranhamento, a consecuo do racioc-nio de Amlcar Herrera foi bastante esclarecedora, re-velando uma cativante originalidade de pensamento.

    _________________________________________________________

    6. A taxa de variao da velocidade de um projtil, emrelao ao tempo, o valor da acelerao deste projtil. Aequao da velocidade V (em m/s) em relao ao tempo t(em s) dada por:

    V(t) = 5t2 + 40t

    Os valores, respectivamente, da velocidade mxima que oprojtil atinge e o de sua acelerao aos 3 segundos so:

    (A) 4 m/s; 100 m/s2

    (B) 8 m/s; 75 m/s2

    (C) 8 m/s; 10 m/s2

    (D)) 80 m/s; 10 m/s2

    (E) 80 m/s; 7,5 m/s2_________________________________________________________

    7. Aps a realizao de uma campanha, o nmero de armasapreendidas em operaes policiais passou a diminuir razo de 10% ao ano. Se o nmero de armas apreendidasno ano anterior campanha foi de 40.000, depois dequanto tempo, a partir dessa data, o nmero de armasapreendidas ser igual a 25.000, mantida a taxa dediminuio anual?

    (A) 2 anos e 6 meses.

    (B) 3 anos.

    (C) 3 anos e 6 meses.

    (D) 4 anos e 3 meses.

    (E)) 5 anos.

    8. Duas seqncias de nmeros, a primeira em ordem cres-cente e a segunda em ordem decrescente, foram obtidasa partir da permutao dos algarismos do nmero 1357 edos algarismos do nmero 174, respectivamente. A somadas posies dos nmeros 7153 na primeira seqncia e417 na segunda seqncia

    (A) 25

    (B)) 24

    (C) 23

    (D) 22

    (E) 21_________________________________________________________

    9. Duas embalagens tm, cada uma, o preo inversamenteproporcional ao seu volume, estabelecido pela qualidadedo material empregado. A primeira embalagem na formacilndrica, com o raio da base de 10 cm e 15 cm de altura,enquanto a segunda na forma cnica, com raio da basede 20 cm e altura de 12 cm. A primeira embalagem custaR$ 24,00. O preo da segunda embalagem

    (A) R$ 7,50

    (B) R$ 15,00

    (C)) R$ 22,50

    (D) R$ 24,50

    (E) R$ 25,60_________________________________________________________

    10. A energia liberada por uma bomba provocou um terremotoque atingiu 4 pontos na escala Richter, enquanto umterremoto de causas naturais atingiu 6 pontos na mesmaescala. A equao matemtica que a escala utiliza :

    Rb Rn = log

    nMbM

    Nessa equao Mb e Mn so as quantidades de energialiberadas nos dois terremotos, o provocado pela bomba eo natural, e Rb e Rn so os valores das magnitudes dosdois terremotos, no caso, respectivamente, 6 e 4 pontos.

    Quantas vezes a energia liberada no terremoto causadopela bomba menor do que a liberada pelo terremoto decausas naturais?

    (A)) 100

    (B) 24

    (C) 10

    (D) 2

    (E) 1,5

    Dados: log 2 = 0,30 log3 = 0,48

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:05

    4 GEMDP-Conhecimentos Gerais3

    11. No quadrado ABCD representado abaixo, foi retirada aparte sombreada

    A B

    CD

    3 4

    21

    Duas das figuras numeradas, se deslizadas sobre estafolha de papel, preencheriam, juntas, a parte retirada. Soelas as de nmeros

    (A) 1 e 2.

    (B) 2 e 3.

    (C)) 3 e 4.

    (D) 1 e 3.

    (E) 2 e 4._________________________________________________________

    12. Considere trs nmeros estritamente positivos e siga asinstrues abaixo.

    I. Adicionar 3 unidades a cada um deles.

    II. Adicionar os trs resultados encontrados em I.

    III. Multiplicar por 3 o resultado encontrado em II.

    IV. Subtrair 6 do resultado encontrado em III.

    V. Adicionar 15 ao resultado encontrado em IV.

    VI. Dividir por 3 o resultado encontrado em V.

    VII. Subtrair o resultado encontrado em II do resultadoencontrado em VI.

    O resultado encontrado em VII

    (A) a soma dos trs nmeros considerados.

    (B) o triplo da soma dos trs nmeros considerados.

    (C) 2

    (D)) 3

    (E) 4

    13. Se uma torneira aberta tem vazo de 1 litro de gua porminuto, ento, abertas simultaneamente,

    (A) duas dessas torneiras levam 2 minutos para despe-jarem 2 litros de gua.

    (B) duas dessas torneiras levam 6 minutos para despe-jarem 4 litros de gua.

    (C) trs dessas torneiras levam 12 minutos para despe-jarem 3 litros de gua.

    (D) trs dessas torneiras levam 6 minutos para despe-jarem 2 litros de gua.

    (E)) quatro dessas torneiras levam 2 minutos para des-pejarem 8 litros de gua.

    _________________________________________________________

    14. Pesquisados sobre o hbito de tomar caf no horrio doalmoo, no perodo de segunda a sexta-feira, trs colegasafirmaram:

    Euclides: No tomo caf s teras nem s sextas-feiras.

    Lus: Tomo caf todas as teras, quintas e sextas-feiras e no tomo nos demais dias.

    Francisco: Tomo caf todas as segundas e quartas-feirase no tomo nos demais dias.

    Sabe-se que todos os dias pelo menos um deles tomacaf no almoo e h um dia em que os trs tomam cafjuntos. Se apenas Francisco no falou a verdade, ento ostrs tomam caf juntos na

    (A) sexta-feira.

    (B)) quinta-feira.

    (C) quarta-feira.

    (D) tera-feira.

    (E) segunda-feira._________________________________________________________

    15. As sentenas abaixo so verdadeiras.

    Se vou Braslia de avio, o vo atrasa.

    Se o vo para Braslia atrasa, fico mal-humorado.

    Ento, tambm verdade que

    (A)) se o vo para Braslia no atrasa, no estou indo Braslia.

    (B) se no vou Braslia de avio, fico mal-humorado.

    (C) se o vo para Braslia no atrasa, no fico mal-humorado.

    (D) o vo para Braslia no atrasa e no fico mal-humorado.

    (E) vou Braslia de avio e no fico mal-humorado.

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:05

    GEMDP-Conhecimentos Gerais3 5

    16. Quanto evoluo tecnolgica dos microcomputadores, correto afirmar que

    (A)) o pente de memria DDR-DIMM, embora sendo su-cessor da memria SDR-DIMM, no mantm nenhu-ma compatibilidade relacionada ao slot de conexo placa-me.

    (B) os teclados atuais so conectados ao computadoratravs de conectores do tipo DIN, com maior quan-tidade de pinos, o que permite a adio de mais fun-es a esse dispositivo. Uma destas funes atecla [POWER] que, associada fonte de alimenta-o de energia AT, provoca o desligamento do com-putador, sem a necessidade de acionamento do bo-to power on/off do computador.

    (C) face ao seu baixo custo e maior velocidade, os hard-disks (winchester) com tecnologia SCSI tm sido lar-gamente utilizados nos computadores pessoais(PC), em detrimento aos hard-disks com tecnologiaIDE.

    (D) em funo das memrias RAM terem alcanadocapacidades que podem ser medidas em gigabytes,o uso de memrias auxiliares do tipo cache, vemsofrendo descontinuidade.

    (E) os pentes de memrias tipo EDO podem atingirvelocidades superiores a 333 MHz e so compat-veis com as memrias DDR-DIMM.

    _________________________________________________________

    17. Considerando o Windows, verso em portugus e mousecom configurao padro, analise as seguintes afir-maes.

    I. Clicar com o boto direito do mouse em qualquerespao vazio da lista do lado direito do WindowsExplorer e escolher as opes do item Exibir.

    II. Clicar com o boto esquerdo do mouse no itemExibir do menu principal e escolher a opodesejada.

    III. Clicar com o boto esquerdo do mouse no coneModos de Exibio e escolher a opo desejada.

    Para alterar os modos de exibio dos diretrios earquivos no Windows Explorer correto o que se afirmaem

    (A) I, apenas.

    (B)) I, II e III.

    (C) II, apenas.

    (D) II e III, apenas.

    (E) III, apenas.

    18. Analise os itens abaixo, relativos ao manuseio dediretrios e arquivos no Windows Explorer.

    I. Quando um diretrio exibe a figura de uma moabaixo do seu cone padro, significa que seu usopode ser compartilhado com outros usurios.

    II. As funes recortar e colar so executadas suces-sivamente quando, dentro do mesmo drive, utiliza-mos o mouse para arrastar um arquivo de umdiretrio para outro.

    III. Uma das formas de se apagar um arquivo direta-mente, sem que ele seja transferido para a lixeirado Windows, selecion-lo e, em seguida, pres-sionar as teclas [SHIFT] + [DEL].

    correto o que se afirma em

    (A) I, apenas.(B) II, apenas.(C) I e II, apenas.(D)) I, II e III.(E) II e III, apenas.

    _________________________________________________________

    19. Analise as afirmaes abaixo, acerca do Word.

    I. Para sublinhar uma palavra posiciona-se o cursorno incio da mesma e pressiona-se simultanea-mente, as teclas [Crtl] + [S].

    II. Os cabealhos e rodaps j existentes no docu-mento podem ser modificados clicando-se direta-mente sobre eles, desde que o documento se en-contre no modo de exibio Layout de impresso.

    III. O menu Tabela, contm, entre outros, os itensDesenhar tabela, Converter e Mesclar clulas.

    IV. As rguas de orientao podem ser exibidas ouocultadas atravs do menu Inserir opo Rgua.

    correto o que se afirma em

    (A) I, II, III e IV.(B) I, II e IV, apenas.(C)) II e III, apenas.(D) II e IV, apenas.(E) III e IV, apenas.

    _________________________________________________________

    20. Em relao s tabelas no Word correto afirmar que possvel

    (A) inserir somente colunas direita, em uma tabela jexistente.

    (B) a converso de um texto em tabela, mas no deuma tabela em texto.

    (C) inserir apenas clulas individuais em uma tabela jexistente.

    (D) inserir apenas colunas esquerda, em uma tabela jexistente.

    (E)) a converso de um texto em tabela e de uma tabelaem texto.

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:07

    6 GEMDP-Per.Criminalstico-PC03

    CONHECIMENTOS ESPECFICOS

    21. Numa pista plana e horizontal, um carro com velocidadeinicial de 72 km/h freia uniformemente at parar na menordistncia possvel e sem o uso do motor para a reduode marcha. O coeficiente de atrito esttico entre os pneuse a pista 0,60 e a acelerao da gravidade vale 10 m/s2.A distncia mnima , nestas condies,

    (A)) 33 m

    (B) 48 m

    (C) 57 m

    (D) 68 m

    (E) 70 m_________________________________________________________

    22. O pndulo balstico um dispositivo que se usava para adeterminao da velocidade de uma bala. Consta de umcorpo de massa M preso ao teto por dois fios de massadesprezvel.

    y

    Contra ele disparada horizontalmente uma bala de mas-sa m, que na coliso permanece incrustada nele. O siste-ma se eleva, ento, a uma distncia mxima vertical y.Adotando os valores: M = 12 kg, m = 0,050 kg, g = 10 m/s2e y = 0,20 m, a velocidade da bala, em m/s,

    (A) 2,4 . 102

    (B) 3,6 . 102

    (C)) 4,8 . 102

    (D) 6,0 . 102

    (E) 6,3 . 102_________________________________________________________

    23. Um tanque cilndrico, de raio 4,0 m e altura 10 m, contm240 toneladas de lcool, cuja densidade 8,0 . 102 kg/m3.Adote g = 10 m/s2.

    A presso hidrosttica num ponto do lquido situado suameia altura vale, em N/m2,

    (A) 1,8 . 103

    (B)) 2,4 . 104

    (C) 3,6 . 103

    (D) 6,0 . 103

    (E) 8,0 . 103

    24. Sob potncia constante de 168 W, promovido oaquecimento de 2,0 kg de certa substncia pura, durante10 minutos e construiu-se o grfico. Adote 1 cal = 4,2 J.

    0

    20

    60

    10 t (min)

    ( C)o

    O calor especfico da substncia, em cal/g C,

    (A) 0,75(B) 0,60(C) 0,45(D)) 0,30(E) 0,15

    _________________________________________________________

    25. Uma mquina trmica realiza o ciclo de Carnot, operandoentre duas fontes de calor. A temperatura absoluta dafonte fria F e da fonte quente Q.

    Nestas condies, o rendimento dessa mquina vale

    (A)FQ

    (B) QF

    (C)F

    FQ

    (D)FQFQ

    +

    (E)) QFQ

    _________________________________________________________

    26. Um raio de luz incide sob ngulo de 30 em um espelhoplano AB, colocado horizontalmente.

    30ON

    A B

    Se o espelho sofrer uma rotao, no sentido horrio, de30 em torno de A, o ngulo que o raio refletido formarcom o espelho na nova posio ser de

    (A) 15(B)) 30(C) 45(D) 60(E) 75

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:07

    GEMDP-Per.Criminalstico-PC03 7

    27. Num ponto P, prximo superfcie da Terra, uma partculade massa m = 2,0 . 103 kg e eletrizada com cargaq = 4,0 . 106 C est em equilbrio sob a ao de doiscampos: um gravitacional e outro eltrico. Assumindo quea acelerao da gravidade nesse ponto vale 10 m/s2, ovetor campo eltrico em P vertical,

    (A)) descendente e tem intensidade 5,0 . 103 N/C.(B) ascendente e tem intensidade 2,0 . 104 N/C.(C) ascendente e tem intensidade 5,0 . 103 V/m.(D) descendente e tem intensidade 2,0 . 103 V/m.(E) ascendente e tem intensidade 2,0 . 103 N/C.

    _________________________________________________________

    28. O circuito eltrico esquematizado abaixo constitudo deum gerador, de f.e.m. E = 30 V e resistncia internar = 2,0 , alimentando uma associao de resistoreshmicos cujas resistncias eltricas esto indicadas e umampermetro A que pode ser considerado ideal.

    A

    E = 30 V4,0 20

    30

    36 r = 2,0

    Nestas condies, a indicao do ampermetro, emampres, vale

    (A) 0,5(B) 1,0(C)) 1,5(D) 2,0(E) 3,0

    _________________________________________________________

    29. A tabela abaixo contm as temperaturas de fuso eebulio de cinco hidrocarbonetos.

    HidrocarbonetoTemperatura

    de fuso / C

    Temperatura

    de ebulio / CI

    159,0 0,5

    II129,7 36,0

    III128,8 58,0

    IV 95,0 68,0

    V 91,0 98,0

    Poder ser utilizado como combustvel gasoso, emtemperatura ambiente de 25 C, o hidrocarboneto

    (A) V.

    (B) IV.

    (C) III.

    (D) II.

    (E)) I.

    30. O etanol solvel em gua porque

    I. possui um grupo hidroxila, hidroflico.

    II. sua molcula apolar.

    III. forma ons em contato com a gua.

    IV. possui cadeia carbnica lipoflica.

    correto o que se afirma APENAS em

    (A) II.(B) II e III.(C) II, III e IV.(D)) I.(E) I, II e III.

    _________________________________________________________

    31. O acetileno um gs inflamvel que pode ser obtido pelareao

    CaC2 (s) + H2O (l) C2H2 (g) + CaO (s) carbureto gua acetileno cal

    Quando se formam 52 g de acetileno, numa reao com100% de rendimento, a massa de CaO gerada

    (A) 124 g(B)) 112 g(C) 104 g(D) 56 g(E) 52 g

    _________________________________________________________

    32. Um gs ideal teve sua temperatura aumentada em cincovezes a presso constante. Assim, espera-se um volumefinal correspondente a

    (A) um dcimo do valor inicial.(B) um quinto do valor inicial.(C) duas vezes o valor inicial.(D) dez vezes o valor inicial.(E)) cinco vezes o valor inicial.

    _________________________________________________________

    33. A tabela abaixo apresenta dados referentes constituiode vrios tomos.

    tomo Nmero deprtons

    Nmero denutrons

    Nmero deeltrons

    A 5 6 5

    B 6 6 6

    C 7 7 7

    D 8 8 7

    E 8 9 8

    F 10 11 10

    Aqueles que representam istopos so:

    (A) A e B(B) B e C(C) C e D(D)) D e E(E) E e F

    Dados:Massas molares (g/mol)C2H2 = 26CaO = 56

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:07

    8 GEMDP-Per.Criminalstico-PC03

    34. O teor de cido etanico, H3CCOOH, em vinagre pode serdeterminado pela reao com uma base, como o hidrxido

    de sdio, NaOH. Nessa reao, a proporo entre onmero de molculas do cido e da base que reagem

    (A)) 1:1

    (B) 1:2

    (C) 2:1

    (D) 2:3

    (E) 3:1_________________________________________________________

    35. Considere as seguintes frmulas estruturais:

    H H

    H

    H

    C

    I IIO

    H H

    IVS

    H H

    IIIN

    H HH

    Pertencem mesma famlia da classificao (tabela) pe-ridica, os elementos

    (A) C e O

    (B) C e N

    (C)) O e S

    (D) O e N

    (E) N e S_________________________________________________________

    36. A molcula que pode sofrer reao de hidrogenao

    (A) CH4

    (B) H3C CH2 CH3

    (C) CCH3

    CH3

    CH3CH3

    (D) H3C CH2 CH2 CH3

    (E)) H2C = CH2

    37. Sobre as protenas, fizeram-se as afirmaes abaixo.

    I. A sua forma depende unicamente da seqncia deseus aminocidos.

    II. Todos os seres vivos apresentam os mesmos 20aminocidos em suas protenas.

    III. As ligaes peptdicas so pontes de hidrognio.

    IV. Sua sntese ocorre no ncleo das clulas.

    correto o que se afirma APENAS em

    (A) I.

    (B)) II.

    (C) I e II.

    (D) II e III.

    (E) III e IV._________________________________________________________

    38. O esquema abaixo representa a respirao celular.

    glicose

    Etapa I ATP

    ATPEtapa II

    CO2

    NADH + FADH2

    Etapa III

    ATP

    O2 H O2

    ADP + Pi

    correto afirmar que a etapa

    (A) I ocorre na mitocndria e a II no cloroplasto.

    (B) I ocorre na crista mitocondrial e a II na matrizmitocondrial.

    (C)) I ocorre no citoplasma e a II na matrizmitocondrial.

    (D) II ocorre no citoplasma e a III nas cristasmitocondriais.

    (E) II ocorre nas cristas mitocondriais e a III namatriz mitocondrial.

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:07

    GEMDP-Per.Criminalstico-PC03 9

    39. O sistema excretor humano constitudo por um conjuntode estruturas. A urina formada nos nfrons, localizados

    KKI ; o sangue filtrado KKII e os KKIII conduzem a

    urina dos rins bexiga.

    Para completar corretamente a frase acima, I, II e IIIdevem ser substitudos, respectivamente, por

    (A) na bexiga, nos glomrulos e tbulos contornadosproximais.

    (B) nos ureteres, no duto coletor e vasos deferentes.(C) nos glomrulos de Malpighi, nos rins e tbulos

    contornados distais.

    (D)) nos rins, nas cpsulas de Bowman e ureteres.(E) na ala de Henle, na bexiga e esfincteres.

    _________________________________________________________

    40. A concentrao de um determinado composto de 0,3%em uma clula e de 0,1% no fluido circulante. Para que aclula aumente a concentrao deste composto ela deverealizar

    (A)) transporte ativo.(B) difuso.(C) transporte passivo.(D) osmose.(E) difuso facilitada.

    _________________________________________________________

    41.

    III

    IV

    I

    II

    A figura acima representa um corte no caule de umaangiosperma. As setas indicam o sentido do fluxo daseiva. correto afirmar que

    (A) III indica o meristema e IV indica os vasos libe-rianos.

    (B) III indica vasos lenhosos e IV indica o meristema.

    (C) II indica as traquedes e III indica as clulascompanheiras.

    (D) I indica o xilema e II indica o floema.

    (E)) I indica vasos liberianos e II indica vasos lenho-sos.

    42. A quantidade de DNA em clulas de uma cultura delaboratrio duplica entre a

    (A) prfase e anfase da mitose.(B) prfase I e a prfase II da meiose.(C) anfase e a telfase da mitose.(D)) fase G1 e a fase G2 da interfase.(E) diacinese e o paquteno da prfase.

    _________________________________________________________

    43. Atualmente, muitos cursos de gua recebem um fluxo denutrientes inorgnicos proveniente de fertilizantes agrco-las, alm de lixo e resduos industriais. Quando um lagode gua doce recebe excesso destes materiais, ocorre,inicialmente, uma exploso de crescimento de algas ecianobactrias e o lago torna-se mais produtivo. Depois deum certo tempo, conforme os organismos morrem, a aodos decompositores

    (A)) consome todo o oxignio dissolvido e ocorre a perdada diversidade do lago.

    (B) recicla os nutrientes para a gua do lago, promo-vendo um aumento da produtividade primria.

    (C) aumenta o pH da gua devido ao aumento daconcentrao de CO2 (gua cida).

    (D) favorece a proliferao de muitas bactrias pato-gnicas que provocam vmito e diarria.

    (E) libera amnia e ocorre a seleo natural dosorganismos resistentes a compostos nitrogenados.

    _________________________________________________________

    44. Representa adequadamente a equao do Patrimnio deuma entidade:

    (A) Ativo + Passivo Exigvel = Situao Lquida.(B) Passivo Exigvel () Situao Lquida = Ativo.(C) Ativo = Situao Lquida + Ativo Diferido.(D)) Ativo = Passivo Exigvel + Situao Lquida.(E) Situao Lquida = Ativo Permanente + Ativo Circu-

    lante._________________________________________________________

    45. Na Contabilidade Pblica, considerada receita decapital:(A) Receita patrimonial.(B)) Receita de alienao de bens mveis e imveis.(C) Receita de juros sobre a dvida ativa.(D) Receita de aplicaes financeiras de curto prazo.(E) Receita industrial.

    _________________________________________________________

    46. No que diz respeito aos livros e s tcnicas de escritu-rao contbil, correto afirmar que(A) o livro Dirio deve ser obrigatoriamente autenticado

    no Registro Pblico competente, mas o livro Razoest dispensado dessa formalidade.

    (B) permitida a escriturao trimestral do livro Dirio,quando o movimento da empresa considerado depequena monta.

    (C) o livro Razo s considerado de escrituraoobrigatria nos casos de inexistncia ou dispensa doDirio.

    (D) lanamento de estorno aquele que, efetuadoposteriormente, complementa, reduz ou aumenta umvalor registrado incorretamente.

    (E)) quando h aumento de valor das contas dopatrimnio lquido da entidade, estas devem sercreditadas na escriturao contbil.

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br

  • 11/09/06 - 11:07

    10 GEMDP-Per.Criminalstico-PC03

    47. A conta denominada Adiantamento de Clientes

    (A)) apresenta saldo credor.(B) deve ser creditada quando a venda for efetivamente

    realizada.(C) classificada no Ativo Realizvel a Longo Prazo do

    Balano Patrimonial da companhia.(D) representa entrega antecipada da mercadoria pela

    companhia fornecedora.(E) deve ser contabilizada como resultado de exerccios

    futuros._________________________________________________________

    48. A Cia. Comercial Alvorada adquiriu 4.000 unidades deuma mercadoria vista por R$ 250.000,00, mais o IPI alquota de 10% e ICMS em destaque alquota de 18%.Uma semana depois, devolveu 200 unidades desse lotepor defeito na fabricao. Sabendo-se que a companhiano contribuinte do IPI e utiliza o sistema do inventriopermanente, a referida devoluo de compras implicou,em sua escriturao contbil, crdito da conta de estoquesno valor de, em R$,(A) 10.250,00(B) 11.275,00(C)) 11.500,00(D) 12.075,00(E) 12.500,00

    _________________________________________________________

    49. A Cia. Comercial Juazeiro do Norte, que utiliza o sistemado inventrio permanente, adquiriu um lote de merca-dorias por R$ 200.000,00. Posteriormente, vendeu metadedo referido lote por R$ 160.000,00, a prazo, para um clien-te tradicional da companhia. Ao receber a encomenda, ocliente devolveu 10% do lote adquirido, em funo dedefeitos encontrados nas peas. As operaes de com-pras, vendas e devolues de vendas esto sujeitas in-cidncia do ICMS alquota de 18%. O lanamento daoperao de devoluo de vendas implicou, na contabili-dade da companhia:

    (A) Reduo do custo das mercadorias vendidas novalor de R$ 10.000,00.

    (B)) Reduo do lucro bruto no valor de R$ 4.920,00.(C) Aumento dos estoques no valor de R$ 16.000,00.(D) Reduo da despesa com ICMS no valor de

    R$ 2.680,00.(E) Reduo de clientes no valor de R$ 13.320,00.

    _________________________________________________________

    50. No Balano Patrimonial da Cia. Vassouras de um deter-minado exerccio social, foram extradas as seguintesinformaes:Ativo Circulante ........................................ R$ 285.000,00Ativo Realizvel a Longo Prazo................ R$ 75.000,00Patrimnio Lquido ................................... R$ 320.000,00Supondo-se a inexistncia do grupo de Resultados deExerccios Futuros e sabendo-se que o ndice de liquidezgeral naquele exerccio foi 1,2 enquanto o de liquidez cor-rente foi 1,25, o valor do Ativo Permanente da companhiano Balano Patrimonial correspondeu, em R$, a:(A) 72.000,00(B) 228.000,00(C)) 260.000,00(D) 300.000,00(E) 320.000,00

    MODELO Caderno de Prova, Cargo PC03, Tipo 001

    www.pciconcursos.com.br