Nova NR 12 - Segurana no trabalho em mquinas e equipamentos

  • Published on
    21-Dec-2016

  • View
    214

  • Download
    2

Transcript

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 terotecbrito10@gmail.com

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 terotecbrito10@gmail.com

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    CONSTITUIO FEDERALDecreto Lei 5452, de 1 de maio de 1943 aprova

    CONSOLIDAO DAS LEIS DO TRABALHO Lei 6514, de 22 de dezembro de 1977, que altera o Capitulo V doTtulo II da CLT relativo a Segurana e Medicina do Trabalho .

    Artigos 154 a 201

    PORTARIAPortaria 3214, de 08 de junho de 1978 aprova as

    NORMAS REGULAMENTADORAS - NR

    PORTARIA Portaria n 197 , de 17 de dezembro de 2010 , altera a NR 12 Mquinas e

    Equipamentos , aprovada pela Portaria n 3214 , de 8 de junho de 1978Portaria n 2546, de 14 de dezembro de 2011 , altera a NR 31 Segurana e Sade no Trabalho

    na Agricultura, Pecuria ,Silvicultura, Explorao Florestal E AquiculturaPortaria n 308 , de 29 de fevereiro de 2012, altera a NR 20 Segurana no Trabalho com

    Inflamveis e Combustveis

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    ITENS : 06 156ITENS : 06 156

    ANEXOS : 02 12ANEXOS : 02 12

    FALHA SEGURA + SISTEMAS DE SEGURANA + TECNOLOGIASFALHA SEGURA + SISTEMAS DE SEGURANA + TECNOLOGIAS

    NOVOS CONCEITOS

    MANUTENO + GLOSSRIO : CAPACITAO + HABILITAOMANUTENO + GLOSSRIO : CAPACITAO + HABILITAO

    ORGANIZAO DO TRABALHO e PROTEOORGANIZAO DO TRABALHO e PROTEO

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    PRINCPIOS GERAIS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    TITULO da NR 12

    NR-12 SEGURANA NO TRABALHO EMMQUINAS E EQUIPAMENTOS

    ARRANJO FSICO e INSTALAES12.6. Nos locais de instalao de mquinas e equipamentos, as reas

    de circulao devem ser devidamente demarcadas eem conformidade com as normas tcnicas oficiais.

    12.6.1. As vias principais de circulao nos locais de trabalho e as queconduzem s sadas devem ter, no mnimo, 1,20

    m (um metro e vinte centmetros) de largura.12.6.2. As reas de circulao devem ser mantidas permanentemente

    desobstrudas

    FASES DE UTILIZAO12.1.1. Entende-se como fase de utilizao a construo, transporte,

    montagem, instalao, ajuste, operao, limpeza,manuteno, inspeo, desativao e desmonte da mquina ou equipamento

    PRAZOS e TIPOS de MQUINASAs obrigaes so aplicveis de acordo com prazos e

    o tipo de mquinas , NOVAS OU USADAS

    INSTALAES e DISPOSITIVOS ELTRICOS12.14. As instalaes eltricas das mquinas e equipamentos devem serprojetadas e mantidas de modo a prevenir, por meios seguros, os perigosde choque eltrico, incndio, exploso e outros tipos de acidentes, forme

    previsto na NR10.12.15. Devem ser aterrados, conforme as normas

    DISPOSITIVOS de PARADA de EMERGNCIA12.56. As mquinas devem ser equipadas com um ou mais dispositivos

    de parada de emergncia, por meio dos quais possam ser evitadassituaes de perigo latentes e existentes.

    12.56.1. Os dispositivos de parada de emergncia no devem serutilizados como dispositivos de partida ou de acionamento.

    SISTEMAS de SEGURANAUm dos aspectos mais importantes desta nova NR a introduo de

    regras complexas sobre sistemas de segurana, enfatizando anecessidade de interligao desses dispositivos; exige-se contnuo

    monitoramento desses sistemas e exclusivamente por parte depessoal qualificado.

    DISPOSITIVOS de PARTIDA, ACIONAMENTO e PARADA12.24. Os dispositivos de partida, acionamento e parada das mquinas

    devem ser projetados, selecionados e instalados de modo que: a) no se localizem em suas zonas perigosas;

    b) possam ser acionados ou desligados em caso de emergncia poroutra pessoa que no seja o operador;

    c) impeam acionamento ou desligamento involuntrio pelo operador oupor qualquer outra forma acidental;

    d) no acarretem riscos adicionais; ee) no possam ser burlados.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS ASPECTOS ERGONMICAS

    12.94. As mquinas e equipamentos devem ser projetados, construdos emantidos com observncia aos os seguintes aspectos:

    a) atendimento da variabilidade das caractersticas antropomtricas dosoperadores;

    b) respeito s exigncias posturais, cognitivas, movimentos e esforosfsicos demandados pelos operadores;

    c) os componentes como monitores de vdeo, sinais e comandos, devempossibilitar a interao clara e precisa com o operador de forma a reduzir

    possibilidades de erros de interpretao ou retorno de informao;d) os comandos e indicadores devem representar, sempre que possvel, a

    direo do movimento e demais efeitos correspondentes;e) os sistemas interativos, como cones, smbolos e instrues devem ser

    coerentes em sua aparncia e funo;f) favorecimento do desempenho e a confiabilidade das operaes, com

    reduo da probabilidade de falhas na operao;g) reduo da exigncia de fora, presso, preenso, flexo, extenso ou

    toro dos segmentos corporais;h) a iluminao deve ser adequada e ficar disponvel em situaes de

    emergncia, quando exigido o ingresso em seu interior.12.95. Os comandos das mquinas e equipamentos devem ser projetados,

    construdos

    SINALIZAO12.116. As mquinas e equipamentos, bem como as instalaes em

    que se encontram, devem possuir sinalizao de segurana paraadvertir os trabalhadores e terceiros sobre os riscos a que esto

    expostos, as instrues de operao e manuteno e outrasinformaes necessrias para garantir a integridade fsica e a sade

    dos trabalhadores.

    MANUAIS12.125. As mquinas e equipamentos devem possuir manual de

    instrues fornecido pelo fabricante ou importador, com informaesrelativas segurana em todas as fases de utilizao.

    12.126. Quando inexistente ou extraviado, o manual de mquinas ouequipamentos que apresentem riscos deve ser reconstitudo peloempregador, sob a responsabilidade de profissional legalmente

    habilitado

    RISCOS ADICIONAIS12.106. Para fins de aplicao desta Norma, devem ser considerados os

    seguintes riscos adicionais:a) substncias perigosas quaisquer, sejam agentes biolgicos ou

    agentes qumicos em estado slido, lquido ou gasoso, que apresentemriscos sade ou integridade fsica dos trabalhadores por meio de

    inalao, ingesto ou contato com a pele, olhos ou mucosas;b) radiaes ionizantes geradas pelas mquinas e equipamentos ou

    provenientes de substncias radiativas por else utilizadas, processadasou produzidas;

    c) radiaes no ionizantes com potencial de causar danos sade ouintegridade fsica dos trabalhadores;

    d) vibraes;e) rudo;f) calor;

    g) combustveis, inflamveis, explosivos e substncias que reagemperigosamente; e

    h) superfcies aquecidas acessveis que apresentem risco dequeimaduras causadas pelo contato com a pele.

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    PROCEDIMENTOS de TRABALHO e SEGURANA

    12.130. Devem ser elaborados procedimentos de trabalho e seguranaespecficos, padronizados, com descrio detalhada de cada tarefa,

    passo a passo, a partir da anlise de risco.12.130.1. Os procedimentos de trabalho e segurana no podem ser as

    nicas medidas de proteo adotadas para se prevenir acidentes, sendoconsiderados complementos e no substitutos das medidas de proteo

    coletivas necessrias para a garantia da segurana e sade dostrabalhadores

    DISPOSIES FINAIS12.153. O empregador deve manter inventrio atualizado das mquinas e equipamentos com identificao

    por tipo, capacidade, sistemas de segurana e localizao em planta baixa, elaborado por profissionalqualificado ou legalmente habilitado.

    12.153.1. As informaes do inventrio devem subsidiar as aes de gesto para aplicao desta Norma.12.154. Toda a documentao referida nesta norma, inclusive o inventrio previsto no item 12.153, deve

    ficar disponvel para o SESMT, CIPA ou Comisso Interna de Preveno de Acidentes na Minerao CIPAMIN, sindicatos representantes da categoria profissional e fiscalizao do Ministrio do Trabalho e

    Emprego.12.155. As mquinas autopropelidas agrcolas, florestais e de construo em aplicaes agro-florestais e

    respectivos

    OUTROS REQUISITOS ESPECFICOS de SEGURANA12.148. As ferramentas e materiais utilizados nas intervenes em mquinas e equipamentos

    devem ser adequados s operaes realizadas12.150. proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais no apropriados a essa

    finalidade.

    CAPACITAO12.135. A operao, manuteno, inspeo e demais intervenes em

    mquinas e equipamentos devem ser realizadas por trabalhadoreshabilitados, qualificados, capacitados ou autorizados para este fim.

    12.136. Os trabalhadores envolvidos na operao, manuteno,inspeo e demais intervenes em mquinas e

    MANUTENO, INSPEO, PREPARAO, AJUSTES e REPAROS

    PRIORIZAO PROTEO COLETIVA e ORGANIZAO DO TRABALHO

    PESSOAS DEFICIENTES

    GLOSSRIO

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    NOVAS TECNOLOGIAS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    CONCEITO DE FALHA SEGURA

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo I Distncia de Segurana e Requisitos para uso Detectores de presena eletrnico

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo I Distncia de Segurana e Requisitos para uso Detectores de presena eletrnico

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo I Distncia de Segurana e Requisitos para uso Detectores de presena eletrnico

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo II PROGRAMA DE CAPACITAO

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo III MEIOS DE ACESSO PERMANENTE

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo III MEIOS DE ACESSO PERMANENTE

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo IV GLOSSRIO

    SIL Safety Integrity LevelPL Performance LevelAOPD Active Opto-electronic Protective DeviceESPE Electro-sensitive Protective EmergencyPMI Ponto Morto InferiorPMS Ponto Morto SuperiorEPC Estrutura de Proteo na CapotagemEPCO Estrutura de Proteo Contra Queda de ObjetosTDP Tomada De Potncia

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo IV GLOSSRIO

  • Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo IV GLOSSRIO

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo IV GLOSSRIO

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo XI MQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRCOLA e FLORESTAL

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo XI MQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRCOLA e FLORESTAL

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo XI MQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRCOLA e FLORESTAL

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo XI MQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRCOLA e FLORESTAL

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    Anexo V MOTOSSERRAS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    PRAZOS de VIGNCIAS - Retificada no D.O.U. de 10/01/11 - Seo 1 - pg. 84

    MQUINAS NOVAS e USADASMQUINAS NOVAS e USADAS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    PRAZOS de VIGNCIAS - Retificada no D.O.U. de 10/01/11 - Seo 1 - pg. 84

    Anexo XI MQUINAS e IMPLEMENTOS para USO AGRCOLA e FLORESTALAnexo XI MQUINAS e IMPLEMENTOS para USO AGRCOLA e FLORESTAL

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    ARRANJO FSICO e INSTALAES - EM VIGOR

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.6 a 12.13 DEMARCADAS , VIAS ACESSO 1,20 m, reas de circulao desobstrudas, materiais e produtos acabados locais demarcados , distncias mnimas entre mquinas, pisos limpos , livres de objetos e sem graxas, leos, ferramentas organizadas, maquinas instaladas estveis, maquinas mveis com travas no min. duas rodas, movimentao de materiais e peas areas sobre os trabalhadores

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    ARRANJO FSICO e INSTALAES - EM VIGOR

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.6 a 12.13 DEMARCADAS , VIAS ACESSO 1,20 m, reas de circulao desobstrudas, materiais e produtos acabados locais demarcados , distncias mnimas entre mquinas, pisos limpos , livres de objetos e sem graxas, leos, ferramentas organizadas, maquinas instaladas estveis, maquinas mveis com travas no min. duas rodas, movimentao de materiais e peas areas sobre os trabalhadores

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    ARRANJO FSICO e INSTALAES - EM VIGOR

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.6 a 12.13 DEMARCADAS , VIAS ACESSO 1,20 m, reas de circulao desobstrudas, materiais e produtos acabados locais demarcados , distncias mnimas entre mquinas, pisos limpos , livres de objetos e sem graxas, leos, ferramentas organizadas, maquinas instaladas estveis, maquinas mveis com travas no min. duas rodas, movimentao de materiais e peas areas sobre os trabalhadores

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    INSTALAES e DISPOSITIVOS ELTRICOS EM VIGOR exceto 12.20.2/12.22

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.14 a 12.23 Atender NR 10, aterradas, proteo contra umidade e avarias, condutores, quadros, ligaes e derivaes, proteo sobre tenso, monitorar inverso de fase, proibido chave geral das partida e parada, chaves tipo faca, exposio partes energizadas e baterias

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    INSTALAES e DISPOSITIVOS ELTRICOS EM VIGOR exceto 12.20.2/12.22

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.14 a 12.23 Atender NR 10, aterradas, proteo contra umidade e avarias, condutores, quadros, ligaes e derivaes, proteo sobre tenso, monitorar inverso de fase, proibido chave geral das partida e parada, chaves tipo faca, exposio partes energizadas e baterias

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    DISPOSITIVOS de PARTIDA , ACIONAMENTO e PARADA EM VIGORexceto 12.26 a 12.31 e 12.36 e 12.37

    12.24 a 12.37 Dispositivos, comandos bimanuais, dois ou mais dispositivos , comandos bimanuais em pedestal, acessos e facilidades

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    DISPOSITIVOS de PARTIDA , ACIONAMENTO e PARADA EM VIGORexceto 12.26 a 12.31 e 12.36 e 12.37

    12.24 a 12.37 Dispositivos, comandos bimanuais, dois ou mais dispositivos , comandos bimanuais em pedestal, acessos e facilidades

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    SISTEMAS de SEGURANA EM VIGORexceto 12.39 a 12.40 e 12.43 e 12.47; 12.51 e 12.55

    12.38 a 12.55 Dispositivos de Segurana, intertravamento, protees fixas, mveis, sensores de segurana, sensores opto-eletricos.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    SISTEMAS de SEGURANA EM VIGORexceto 12.39 a 12.40 e 12.43 e 12.47; 12.51 e 12.55

    12.38 a 12.55 Dispositivos de Segurana, intertravamento, protees fixas, mveis, sensores de segurana, sensores opto-eletricos.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    SISTEMAS de SEGURANA EM VIGORexceto 12.39 a 12.40 e 12.43 e 12.47; 12.51 e 12.55

    12.38 a 12.55 Dispositivos de Segurana, intertravamento, protees fixas, mveis, sensores de segurana, sensores opto-eletricos.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    DISPOSITIVOS de PARADA de EMERGNCIA EM VIGOR

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.56 a 12.63 Dispositivos de Parada de Emergncia no pode ser utilizado para partida ou parada.

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    MEIOS de ACESSO PERMANENTES EM VIGOR exceto 12.65,12.69, 12.73 a 12.75

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.64 a 12.76 Meios de acesso fixados e seguros : elevadores, rampas, passarelas, plataformas ou escadas de degraus.

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    MEIOS de ACESSO PERMANENTES EM VIGOR exceto 12.65,12.69, 12.73 a 12.75

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.64 a 12.76 Meios de acesso fixados e seguros : elevadores, rampas, passarelas, plataformas ou escadas de degraus.

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    COMPONENTES PRESSURIZADOS EM VIGOR

    12.77 a 12.84 Medidas de segurana complementar a NR 13 , tubulaes, mangueiras, pneumticos e demais componentes pressurizados.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    COMPONENTES PRESSURIZADOS EM VIGOR

    12.77 a 12.84 Medidas de segurana complementar a NR 13 , tubulaes, mangueiras, pneumticos e demais componentes pressurizados.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    TRANSPORTADORES DE MATERIAIS EM VIGOR

    ASPECTOS ERGONMICOS EM VIGOR

    RISCOS ADICIONAIS EM VIGOR

    MANUAIS EM VIGOR

    PROCEDIMENTOS de TRABALHO e SEGURANA EM VIGOR

    12.85 a 12.93 MOVIMENTOS PERIGOSOS E CONTNUOS DE MATERIAIS TRANSPORTADORES12.94 a 105 MQUINAS DEVEM SER PROJETADAS , FABRICADAS e OPERADAS adaptando ascondies Psico-fisiolgicas do trabalhador . ERGONOMIA106 a 110 Substncias perigosas, radiaes ionizantes e no ionizantes, vibraes, rudo, calor, combustveis, explosivos, superfcies aquecidas. RISCOS ADICIONAIS125 a 129 Manual de instrues de operao e segurana - MANUAIS130 a 134 Procedimentos de trabalho e segurana especficos, padronizados, com detalhamento da tarefa, passo a passo, a partir da anlise de risco Procedimentos de trabalho e segurana.135 a 147 Operao, manuteno, inspeo devem ser realizadas por trabalhadores habilitados, qualificados, capacitados ou autorizados para este fim. - Capacitao

    CAPACITAO EM VIGOR

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    MANUTENES, INSPEES, PREPARAO, AJUSTES e REPAROS EM VIGOR

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    12.111 a 12.115 Mquinas e Equipamentos devem ser submetidos a manuteno preventiva e corretiva, com planejamento e gerencialmente com PH, registrando todas as Ordens de servios em livros de registros ou informatizado.

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    SINALIZAO PRAZO AT 30/12/2011

    12.116 a 12.124 Mquinas e Equipamentos , bem como as instalaes devem possuir sinalizao de segurana em advertncia aos trabalhadores e terceiros sobre os riscos a que esto expostos.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    TRANSPORTADORES DE MATERIAIS EM VIGOR

    12.85 a 12.93 Os movimentos perigosos dos transportadores contnuos de materiais devem ser protegidos, especialmente nos pontos de esmagamento, agarramento e aprisionamento formados pelas esteiras, correias, roletes, acoplamentos, freios, roldanas, amostradores, volantes, tambores, engrenagens, cremalheiras, correntes , guias , alinhadores, regio do esticamento e contrapeso e outras partes mveis acessveis durante a operao normal

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    OUTROS REQUISITOS ESPECFICOS de SEGURANA PRAZO AT 30/12/2011

    12.148 a 12.152 Ferramentas e materiais devem ser adequados s operaes da Mquina; proibido andar com ferramentas no bolso ou locais inapropriados a essa finalidades.

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    ANEXO XI MQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrcola e Florestal PRAZO AT 30/12/2011

    MQUINAS AGRCOLAS TRATORES cobertura de proteo TPD

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    ANEXO XI MQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrcola e Florestal PRAZO AT 30/12/2011

    MQUINAS AGRCOLAS TRATORES Escada de acesso

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    ANEXO XI MQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrcola e Florestal EM VIGOR [EXCETO VER NOTA]

    PRAZO AT 20-12-2013 : Subitem 6.5.1, para colhedoras;Subitens 15.1.2, 15.3, 15.4, 15.5, 15.12, 15.16, 15.21, 15.22, 15.23,15.24 e 15.25 para mquinas autopropelidas;Subitens 6.5.2, 6.5.4, 6.6, 6.6.1 e 15.25.

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AUDITORIA NR 12 AGROINDSTRIA SUCROENERGTICA

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

    ANEXO XI MQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrcola e Florestal EM VIGOR [EXCETO VER NOTA]

    PRAZO AT 20-12-2013 : Subitem 6.5.1, para colhedoras;Subitens 15.1.2, 15.3, 15.4, 15.5, 15.12, 15.16, 15.21, 15.22, 15.23,15.24 e 15.25 para mquinas autopropelidas;Subitens 6.5.2, 6.5.4, 6.6, 6.6.1 e 15.25.

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    CASES EMPRESAS AUDITADAS

    ANTES DEPOIS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    CASES EMPRESAS AUDITADAS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    CASES EMPRESAS AUDITADAS

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • PRESERVANDO VIDAS E A NATUREZAPRESERVANDO VIDAS E A NATUREZA

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 terotecbrito10@gmail.com

  • PRESERVANDO VIDAS E A NATUREZAPRESERVANDO VIDAS E A NATUREZA

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 terotecbrito10@gmail.com

  • NOVA NR 12 SEGURANA NO TRABALHO EM MQUINAS e EQUIPAMENTOS

    AGRADECIMENTOS

    CONCENTRE-SE NOS PONTOS FORTES,RECONHEA AS FRAQUEZAS,

    AGARRE AS OPORTUNIDADES E PROTEJA-SE CONTRA AS AMEAASSUN TZU ( 500 aC )

    Muito obrigado pela oportunidade. Vamos em busca da melhoria continua com SSDC SEGURANA, SADE, DISPONIBILIDADE e CONFIABILIDADE Marco Brito

    Muito obrigado pela oportunidade. Vamos em busca da melhoria continua com SSDC SEGURANA, SADE, DISPONIBILIDADE e CONFIABILIDADE Marco Brito

    Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br

  • Eng Marco Brito TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 terotecbrito10@gmail.com

Recommended

View more >