Noticirio 17 11 15

  • Published on
    24-Jul-2016

  • View
    215

  • Download
    1

DESCRIPTION

 

Transcript

  • O DEBATEDIRIO DE MACA

    Maca recebe debate sobre transporte

    Calendrio dene regras para as "Eleies 2016"

    Cruzamento registra novo acidente

    Audincia Pblica realizada ontem reuniu moradores da regio

    Fabiano Paschoal vence eleio da OAB Maca

    WANDERLEY GIL

    WANDERLEY GIL

    KAN MANHES

    www.odebateon.com.br

    Eleio contou com a participao de 589 advogados de Maca, Quissam, Carapebus e Conceio

    Demandas relativas ao valor da passagem, o respeito gratuidade e aos horrios de sa-da dos coletivos foram debati-dos ontem durante a audincia pblica promovida pelo Detro com objetivo de incluir Maca no processo de elaborao da

    Situado em um dos trechos mais movimentados da cidade, o cruzamento das Ruas Viscon-de de Quissam e Euzbio de Queiroz registrou na manh de ontem (16), um novo acidente, sem grandes propores.O acidente envolveu um ca-

    minho que transportava refri-gerantes e um Gol branco. No

    houve feridos, porm, o aciden-te acabou travando o trnsito no local. A coliso surge como um novo alerta sobre os riscos re-gistrados no local, onde aciden-tes de mais gravidade j foram registrados.No local h sinalizao, mas a

    imprudncia ainda gera riscos ao condutores. PG. 6

    Antecipado por discursos registrados no parlamento mu-nicipal, e por debates calorosos nas redes sociais, o processo eleitoral de 2016 comea a ga-nhar forma a partir da defini-o do calendrio j aprovado pelo Tribunal Superior Eleito-ral (TSE), e disponvel para os partidos e pr-candidatos que almejam entrar na briga pelos mandatos dos Poderes Execu-tivo e Legislativo da Capital Na-cional do Petrleo. Aprovado no ltimo dia 11, o Calendrio das Eleies 2016 definiu regras que comearam a ser aplicadas em outubro deste ano, com o encerramento do prazo para os candidatos registrarem domi-

    clio eleitoral nos locais onde pretendem concorrer ao pleito. Seguindo tambm a minirrefor-ma poltica aprovada pelo Con-gresso, e sancionada pelo gover-no federal no final de agosto, o Calendrio apresenta novidades em relao aos pleitos passados, como a ampliao do prazo pa-ra a filiao partidria de pos-tulantes aos cargos de prefeito e vice-prefeito, alm das cadei-ras que constituiro o plenrio da Cmara de Vereadores, cujo nmero ainda ser estipulado pela atual legislatura. A expec-tativa que a prxima formao do Legislativo seja composta por 21 mandatos, cinco a mais que o registrado atualmente. PG. 3

    nova concesso do transporte intermunicipal de passageiros. O encontro promovido no audi-trio do Senai reuniu tambm moradores e representantes de cidades vizinhas, diretamente ligadas economia da Capital Nacional do Petrleo. PG. 2

    Equipe do Detro ouviu demandas de passageiros da regio

    Fabiano dedicou vitria ao grupo de apoio sua campanha para a 15 subseo da OAB

    Veculos foram

    parcialmente danificados

    Com 246 votos, Dr. Fabiano Paschoal venceu a disputa pela presidncia da 15 subseo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Maca. No pleito, marcado por im-previstos, Edgar Santacruz obteve 182 votos e Franois Pimentel, 161. O resultado foi divulgado por volta

    das 19h10, cerca de duas horas aps o encerramento da votao. Prevista ini-cialmente para ocorrer de forma digital,

    a eleio acabou sendo realizada por voto manual, em virtude da pane registrada nas duas urnas eletrnicas, cedidas pelo Tribunal Regional Eleitoral. A votao teve incio s 9h e durante

    todo o dia, a sede contou com a participa-o macia dos advogados credenciados para votao. Participaram do pleito 589 advogados

    de Maca, Quissam, Carapebus e Con-ceio de Macabu. PG. 6

    Maca (RJ), tera-feira17 de novembro de 2015Ano XL, N 8866Fundador/Diretor: Oscar Pires

    R$ 1,00

    DIVULGAO PM KAN MANHES

    ARMA ENCONTRADA COM MENORES PELA PM

    SEMANA COMEA COM 530 VAGAS DE EMPREGO

    INDSTRIA E COMRCIO INICIA CURSOS NESTA TERA

    POLCIA, PG.6 ECONOMIA, PG.5 POLTICA, PG.3

    facebook/odebate

    twiter/odebate

    issuu/odebateon

    Carta de demandas marca sesso itinerante

    Sebastio Caldas vence corrida em Maca

    NDICETEMPO

    COTAO DO DLAR

    ESPORTE ESPORTEPOLTICA

    Moradores do Parque Atlntico reivindicaram apoio do Legislativo PG. 3

    Atleta veterano participou da Corrida e Caminhada Rosa e Azul Vilarejo PG. 10

    TIAGO FERREIRA/ASSESSORIA DIVULGAO

    Vitria sobre o Atltico Goianiense retirou o Maca do 'Z-4' Sebastio garantiu medalha

    Maca com chances de se salvar do rebaixamentoAlvianil Praiano est a duas rodadas de deciso sobre futuro na Srie B PG. 10

    EDITORIAL 4

    PAINEL 4

    GUIA DO LEITOR 4

    ESPAO ABERTO 4

    CRUZADINHA C2

    HORSCOPO C2

    CINEMA C2

    AGENDA C2

    Mxima 29 CMnima 21 C

    Compra R$ 3,8152Venda R$ 3,8159 Anuncie: (22) 2106-6060 (215)

    POLCIA EDITORIA POLTICA CADERNO DOIS

    Polcia prende suspeito de roubo

    UFRJ Maca vai sediar novo encontro

    Combate corrupo conquista adeso

    Portadores de Alegria: 16 anos de cidadania

    Celular de vtima foi rastreado e bandido encontrado PG. 6

    Sade, Mdia e Informao tema de seminrio PG. 7

    MPF j recolheu em Maca 2,5 mil assinaturas PG. 3

    Grupo celebra data com novo espetculo CAPA

    CIDADEGERAL

    POLTICA

    Candidato VotosFabiano Paschoal 246Edgar Santacruz 182Franois Pimentel 161

    RESULTADO

    Eleies para a 15 subseo da OAB

  • O DEBATE DIRIO DE MACA2 Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015

    Cidade

    Busca por passagens de nibus cresceFERIADO

    Por conta do feriado de 20 de novembro - Dia da Conscin-cia Negra, o movimento na Ro-doviria de Maca deve sofrer um aumento significativo nes-se perodo, que pode ultrapas-sar o nmero de 10 mil pessoas por dia. Muitos cidados devem aproveitar a ocasio para deixar a cidade nesse perodo. Diante disso, assim como

    de costume, as empresas de nibus j esto preparando o esquema especial para aten-der o aumento na demanda. Durante o feriado devem ser disponibilizados nibus extras para atender a todos. No entanto, as empresas

    sempre reforam o pedido para que as pessoas comprem

    Empresas orientam os clientes a comprarem os bilhetes com antecedncia

    suas passagens com o mximo de antecedncia. Essa semana, o jornal O DEBATE fez uma busca nos sites das princi-pais empresas que operam no terminal. Em algumas delas, determinadas localidades, co-mo interior de Minas Gerais e cidades do nordeste no esto disponveis. Apesar disso, nes-ses casos o cliente deve ligar ou comparecer aos guichs na prpria rodoviria.Ao contrrio da maioria dos

    municpios da regio, os quais recebem um fluxo crescente de pessoas nessa poca, Maca, por ser um polo industrial, acaba tendo parte da populao dei-xando a cidade. Assim como vem aconte-

    cendo nos outros feriados, as buscas por passagem com antecedncia tm sofrido um aumento, porm muita gente ainda prefere arriscar e deixar tudo para cima da hora. Mes-

    KAN MANHES

    Movimento deve aumentar na prxima quinta-feira por conta do feriado

    mo com nibus extras dispon-veis, essa escolha pode acabar atrapalhando os planos na ho-ra de viajar.Vale lembrar que o guich

    local apenas uma das opes para a compra dos bilhetes. A Auto Viao 1001, por exemplo, disponibiliza suas vendas em agncias terceirizadas ou pela internet e telefone. O cliente pode tirar dvidas ou efetuar as compras atravs do site: www.autoviacao1001.com.br, ou pelo telefone (21) 4004-5001. J na Itapemirim, a compra pode ser efetuada pelo site: www.itape-mirim.com.br ou pelo telefone: 0800-723-2121. A Rodoviria de Maca con-

    siderada a principal alternativa de entrada e sada da cidade.Para quem for viajar, algu-

    mas dicas so fundamentais para evitar problemas. Crianas menores de 12 anos s podem viajar acompanhadas. A SOCI-

    CAM, empresa que administra o terminal, sugere que o passa-geiro chegue com antecedncia para evitar problemas.

    Os usurios em Maca devem ficar atentos chegada dos ni-bus na plataforma e aos avisos do sistema de som, j que no h

    possibilidade de parar em pla-taformas com numerao de-terminada por causa da grande movimentao.

    Espao de Convivncia ter novas atividadesCAVALEIROS

    Praticar uma atividade fsica fundamental para man-ter a sade em dia. Em Maca, os cidados tm a oportunida-de de se exercitar ao ar livre e de forma gratuita. As academias populares, como so conheci-das, esto distribudas em vrios bairros da cidade. Um dos espaos mais popula-

    res o Espao de Convivncia da Orla dos Cavaleiros. Alm da academia e do parquinho, os frequentadores contam com di-versas atividades fsicas e cultu-rais. Com o horrio de vero e os dias mais quentes, o movimento s tem aumentado, o que ga-rante o coordenador do local, Jorge Pereira da Silva (Ben Johnson). Por ser um espao democrtico, que rene pesso-as de todos os cantos de Maca, a frequncia tem sido cada vez maior. As pessoas esto ali em busca de qualidade de vida. E es-

    Entre as novidades para o vero esto as aulas de pilates e a escolinha de futebol infantil

    se ambiente descontrado tem incentivado isso, enfatiza.Segundo Jorge, o vero pro-

    mete diversas novidades para o pblico adulto e infantil. Entre algumas das atividades confir-

    madas est o 'Pilates' com a pro-fessora rica. As aulas, que sero realizadas sempre s teras e quartas-feiras, das 8h s 10h, comeam no dia 1 de dezembro. Alm disso tambm tem a

    aula de 'Funcional' com a pro-fessora Juliana, sempre s teras e quintas-feiras, a par-tir das 18h30. Essa uma das aulas que tem maior frequncia, porque est em alta e, o melhor,

    WANDERLEY GIL

    Espao fica localizado no final da Praia dos Cavaleiros, prximo Restinga do Pecado

    de graa, diz o coordenador. J para as crianas vai ter es-

    colinha de futebol na areia. Ain-da no h data definida, mas a expectativa de iniciar ainda em dezembro. J temos a estrutu-ra que ser colocada l. A nossa proposta oferecer uma ativida-de para as crianas, enquanto os pais se exercitam, explica Jorge.O Espao de Convivncia

    tem como objetivo incentivar a prtica esportiva, melhorando a condio fsica das pessoas, e, consequentemente, promoven-do uma melhor qualidade de vida e sade para a populao. Entre os benefcios, ele ajuda

    no combate ao stress, cansao e sedentarismo. Fora que a ati-vidade fsica, quando feita da maneira correta, ajuda a reduzir as taxas de glicemia, colesterol, obesidade, e tambm promo-vem a socializao das pessoas. A programao a seguinte:

    segundas e quartas-feiras, s 7h40, acontece a aula de fun-cional na areia, com a professo-ra Josiane. No mesmo horrio tambm oferecido o servio de massoterapia. Na tera tem o

    professor Wander Passos, com aula de 'Zumba', s 18h30, e nas sextas-feiras, a partir das 7h30, a professora Renata Lobato d mais exerccios de funcional.J no final de semana acon-

    tece o "Sbado Feliz, sempre a partir das 18h. O evento conta com pula-pula, carrinho de pi-poca, teatrinho, piscina de boli-nhas, carrinho de algodo doce, entre outras atividades. Ainda no sbado, na parte do dia, tam-bm tem aula de capoeira para crianas e adultos. No mesmo dia tambm acon-

    tece o projeto A orla em duas rodas, que tem como objetivo incentivar as pessoas da terceira idade a pedalar. Jorge enfatiza que a atividade pode ser praticada por pessoas de qualquer faixa etria. O Domingo da Famlia conta

    com pula-pula, piscina de boli-nhas, carrinho de pipoca, pintu-ra facial, aluguel de moto eltri-ca, videogame, alm da atrao mais aguardada pela crianada: apresentao dos palhaos da Companhia Chirulico, e mui-tas outras atividades, sempre a partir das 8h.

    KAN MANHES

    Em Maca, o encontro aconteceu nesta segunda-feira, no auditrio do Senai

    SENAI

    Detro realiza audincia pblica em MacaEncontro teve como objetivo principal debater a licitao do sistema de nibus intermunicipal

    Marianna Fontesmarifontes@odebateon.com.br

    Com o objetivo de debater a li-citao do sistema de nibus intermunicipal, a secretaria de Estado de Transportes (Se-trans), por meio do Departamen-to de Transportes Rodovirios (Detro), esteve em Maca nesta segunda-feira (16) para realizar uma audincia pblica. O encontro aconteceu no audi-

    trio do Senai, reunindo pessoas da sociedade civil e autoridades. A con-sulta pblica em Maca a stima de um total de 12, que esto sendo realizadas em todo o Estado do Rio.

    Por determinao do gover-nador, Luiz Fernando Pezo, ns vamos estar percorrendo 3.114 quilmetros, principalmente no interior, onde a demanda grande. Estamos sendo bem recebidos nos municpios que estamos visitando. Somente nessas seis audincias que realizamos j conseguimos contar com a participao de cerca de 800 pessoas. E a populao est sendo importante, pois tem contribudo para que a gente consiga melhorar o servio em todo o estado. O Detro est de portas abertas para ouvir as reclamaes e sugestes, para isso contamos com vrios canais, como, por exemplo, a nossa Ouvidoria.

    Tudo que chega at a gente averi-guado para que possamos corrigir os problemas, conta o presidente do Detro, Carlos Luiz Martins. Ele ressalta que Maca um dos

    municpios contemplados com uma das maiores empresas de ni-bus do estado: a Auto Viao 1001. Ns identificamos aqui na regio algumas reclamaes que so co-muns, como a questo da gratuida-de e da superlotao, por exemplo, e outras que so mais especficas de cada cidade. A regio Norte Flumi-nense uma das que tem o melhor servio, mas claro que at aqui tem demandas que precisam ser melhoradas, completa.

    Quem no pode estar presente, mas deseja contribuir com suges-tes e crticas, pode participar pela internet no site do Detro (http://www.detro.rj.gov.br). O interessa-do pode assistir todos os vdeos das audincias que j foram realizadas, e tambm pode interagir de modo que venha agregar nesse processo, ressalta a presidente da Comisso de Licitao, Andreia Sahione. Entre os assuntos que j vm

    sendo abordados nas audincias anteriores esto: parmetros para a definio das tarifas, idade mni-ma para concesso da gratuidade do idoso, critrios para participa-o de empresas estrangeiras no

    processo licitatrio, padronizao da frota e investimentos da outorga arrecadada com a concorrncia no setor de transportes. Tambm foram apresentadas as

    projees e definies dos lotes de regies que sero licitados, todo o processo e as diversas exigncias que tero de ser cumpridas pelas empresas candidatas a participar do consrcio. As audincias pblicas so o pri-

    meiro passo do processo que con-tratar operadores para atuar no sistema de transporte coletivo p-blico por nibus no Estado do Rio de Janeiro. O projeto prev a lici-tao para empresas ou consrcios

    por 20 anos e maior integrao com os demais modais, racionalizando os trajetos e melhorando o servio aos usurios. As empresas ou con-srcios interessados em participar da licitao tero que cumprir as exigncias de qualificao tcnica estabelecidas pelo Governo do Es-tado e a concorrncia ser definida pelo maior valor de outorga. Esta a primeira vez que um processo licitatrio com tais caractersticas realizado pelo Governo do Estado.O Detro ainda vai estar nas

    seguintes localidades: Trs Rios (dia 17), Terespolis (dia 17), Angra dos Reis (dia 19) e Rio de Janeiro (dia 30).

    Novos txis comeam a circular na cidade. Cerca de 20% das 68 novas autonomias concedidas esse ano j esto sendo integradas atual frota

    NOTA

  • O DEBATE DIRIO DE MACA Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015 3

    PolticaREGULAMENTO

    Calendrio do TSE dene as regras para as "Eleies 2016"Partidos e pr-candidatos j seguem risca datas que definem o processo eleitoral na cidade

    Mrcio Siqueiramarcio@odebateon.com.br

    Antecipado por discursos registrados no parlamen-to municipal, e por deba-tes calorosos registrados nas re-des sociais, o processo eleitoral de 2016 comea a ganhar forma a partir da definio do calend-rio j aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e dis-ponvel para os partidos e pr-candidatos que almejam entrar na briga pelos mandatos dos Po-deres Executivo e Legislativo da Capital Nacional do Petrleo.Aprovado no ltimo dia 11, o

    Calendrio das Eleies 2016 definiu regras que comearam a ser aplicadas em outubro des-te ano, com o encerramento do prazo para os candidatos regis-trarem domiclio eleitoral nos locais onde pretendem concor-rer ao pleito.Seguindo tambm a minir-

    reforma poltica aprovada pelo Congresso, e sancionada pe-lo governo federal no final de agosto, o Calendrio apresenta novidades em relao aos plei-tos passados, como a ampliao do prazo para a filiao partid-ria de postulantes aos cargos de prefeito e vice-prefeito, alm das cadeiras que constituiro o plenrio da Cmara de Verea-dores, cujo nmero ainda ser estipulado pela atual legislatu-ra. A expectativa que a pr-xima formao do Legislativo seja composta por 21 mandatos, cinco a mais que o registrado atualmente.Segundo as regras eleito-

    rais, os partidos e candidatos

    KAN MANHES

    Candidatos, partidos e eleitores j comeam a se preparar para o pleito que ocorrer dia 2 de outubro

    j devem cumprir obrigaes eleitorais a partir de janeiro do prximo ano.O calendrio aplica tambm

    medidas relativas a agentes pblicos de mandato, que iro buscar ou no a reeleio.Segundo o calendrio, quem

    quiser concorrer s eleies no prximo ano deve se filiar a um partido poltico at o dia 2 de abril de 2016, ou seja, seis meses antes da data da disputa. Pela regra anterior, para dispu-tar uma eleio o cidado preci-sava estar filiado a um partido poltico um ano antes do pleito.

    As convenes para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberao sobre coligaes devem ocorrer de 20 de julho a 5 de agosto de 2016. O prazo antigo estipulava que as con-venes partidrias deveriam acontecer de 10 a 30 de junho do ano da eleio.J os pedidos de registro de

    candidatos devem ser apresen-tados pelos partidos polticos e coligaes ao respectivo car-trio eleitoral at s 19h do dia 15 de agosto de 2016. Pela regra passada, esse prazo terminava s 19h do dia 5 de julho.

    LEGISLATIVO

    Carta de Demandas marca sesso ItinerantePresidentes das Associa-es de Moradores de bairros da rea do Parque Atlntico, situados entre o Parque Aero-porto e o So Jos do Barreto, apresentaram uma 'Carta de Reivindicaes' por servios pblicos, durante a sesso da Cmara Itinerante realizada no local, no ltimo sbado (14).O documento lista necessi-

    dades bsicas para os bairros, como manuteno de ruas, fis-calizao de espaos pblicos e a criao de reas e espaos de lazer com atividades voltadas s crianas.A Carta reforou a lista de so-

    licitaes feitas por moradores que participaram da audincia pblica. Assim como as demais sesses da Cmara Itinerante, a violncia foi um dos assuntos criticados por famlias do local.De forma especial, a sesso do

    Parque Atlntico registrou tam-bm a cobrana de moradores por incentivos ao esporte. O assunto foi levantado pelo vice-presidente da Federao Esta-dual de Muay Thai, Diego An-drade que solicitou o apoio do governo, atravs do programa 'Bolsa Atleta', para incentivar lutadores que, com poucos re-cursos, j conquistaram meda-lhas em competies regionais.

    WANDERLEY GIL

    Sucesso da ao realizada no Calado dever ser repetido em praa

    Indstria e Comrcio inicia hoje cursos do 'Pr-Atendimento'

    GESTO

    Programa rene profissionais do setor varejista que passaro por capacitao

    comea nesta tera-feira (17) o primeiro curso gratuito e de capacitao para profissio-nais que atuam no comrcio da cidade. Atravs do Programa Pr-Atendimento, os comerci-rios tero acesso a informaes e treinamentos focados na rea de vendas e relacionamento ao cliente, prticas fundamentais para garantir ao comrcio a ele-vao do faturamento diante de um cenrio de retrao da eco-nomia nacional.Organizado pela subsecreta-

    ria municipal de Indstria, Co-mrcio, leo e Gs, o Programa conta com a parceria da Asso-ciao Comercial e Industrial de Maca (ACIM) que sediar a formao dos comercirios.A partir desta tera-feira

    (17), das 8h s 12h, 34 profis-sionais que atuam em lojas e estabelecimentos comerciais da cidade iniciaro o curso e treinamento do mdulo 'Ma-rketing & Vendas - O vendedor como elemento de marketing'. At a prxima tera-feira

    (24) eles tero contato com profissionais reconhecidos pelo mercado e com experin-cia em consultoria ministrada junto ao setor varejista de Ca-bo Frio e Armao dos Bzios, dois polos do turismo da Re-gio dos Lagos.

    J nesta quarta (18) o Pr-Atendimento iniciar o m-dulo 'Tcnicas de Negociao', conceito importante para a adequao do mercado de-manda do consumidor e si-tuao atual do mercado.Para o segundo mdulo j h

    a formao de uma turma com-posta por 20 alunos, todos pro-fissionais do comrcio da cidade.A equipe do Pr-Atendimen-

    to informa que ainda d tempo de se inscrever nos cursos. O procedimento pode ser feito na Casa do Empreendedor, na Rua Agenor Caldas, 261 - Im-betiba, ou pelo telefone (22) 2796-1277. Os interessados podem procu-

    rar tambm a ACIM e a Cmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para obter maiores informaes.

    KAN MANHES

    Cursos so direcionados aos profissionais que atuam no setor varejista da Capital Nacional do Petrleo

    MOBILIZAO

    Combate corrupo conquista a adeso de 2,5 mil macaenses

    em menos de trs horas, mais de 200 assinaturas foram recolhidas pela equipe da Pro-curadoria da Repblica em ao realizada na ltima sexta-feira (13) no Calado da Avenida Rui Barbosa. Na reta final da mobili-zao em defesa das 10 medidas contra a corrupo, o Ministrio Pblico vai intensificar as ativi-dades em busca do apoio da so-ciedade macaense.Com a meta de obter a adeso

    de cinco mil pessoas apenas na cidade, a Procuradoria de Re-pblica contabiliza em Maca aproximadamente 2,5 mil re-gistros de pessoas que apoiam a formatao do projeto de ini-ciativa popular que ser enviado

    Procuradoria deve ampliar aes nas ruas na reta final de recolhimento das assinaturas

    pelo Ministrio Pblico Federal ao Congresso com objetivo de 'atacar' o principal gerador da corrupo: a impunidade.O recolhimento das assina-

    turas ser encerrado em 9 de dezembro deste ano, quando se comemora o Dia Mundial de Combate Corrupo.Para atingir a meta na cida-

    de, a Procuradoria da Repbli-ca pretende criar mais um dia de recolhimento de assinatu-ras nas ruas.Com o sucesso da ao rea-

    lizada no Calado da Avenida Rui Barbosa nas sextas-feiras, a equipe deve estar s quintas na Praa Verssimo de Melo. A adeso da populao fun-

    damental para que crimes como os investigados pela Operao Lava-Jato, que identificou os esquemas de corrupo na Pe-trobras, sejam prevenidos e te-nham maior rigor na punio.

    IVANA GRAVINA/ASSESSORIA

    De acordo com a procura pe-la capacitao, novas turmas sero criadas pelo programa.O Pr-Atendimento faz par-

    te de uma srie de medidas criadas pela secretaria mu-nicipal de Desenvolvimento

    Econmico, Tecnolgico e Turismo, para fomentar se-tores da economia da cidade e contribuir com a restrutu-rao dos mercados ligados cadeia offshore, principal vocao da cidade.

    Conceitos da capacitaoEntender o mercado, a con-

    corrncia e conhecer o produto a ser vendido so fatores fun-damentais para o sucesso de qualquer negcio. As estrat-gias de marketing funcionam como mola propulsora para que as equipes de vendas possam ter uma boa atuao diante do cliente. A tarefa do bom ven-dedor vai alm de vender. Ele

    representa a empresa diante do cliente e, por isso, deve es-tar treinado de acordo com os objetivos mercadolgicos da organizao. Saber se portar no salo de vendas, entender as necessidades e desejos dos clientes, contornar objees e lidar com situaes de conflito so caractersticas essenciais do bom vendedor.

    Vereadores registraram demandas

    O Palcio Natlio Salvador Antunes recebe nesta tera-feira (17) sesso ordinria da Cmara

    NOTA

    ELEIES

    Calendrio2016

    2 de abril: Data at a qual os que pretendam ser candidatos a cargo eletivo nas eleies de 2016 devem estar com a filiao deferida; 4 de maio: ltimo dia para o eleitor requerer inscrio eleitoral ou transferncia de domiclio; 20 de julho: Data a partir da qual permitida a realizao de convenes destinadas a deliberar sobre coligaes e escolher candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador; 5 de agosto: ltimo dia para a realizao de convenes; 16 de agosto: Data a partir da qual ser permitida a propaganda eleitoral. Data a partir da qual os candidatos, os partidos polticos e as coligaes podero realizar comcios; 26 de agosto: Incio do perodo da propaganda eleitoral gratuita no rdio e na televiso; 1 de outubro: ltimo dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre 8 e 22 horas, e tambm para distribuio de material grfico; 2 de outubro: Data em que se realizar a votao do primeiro turno das eleies.

    A resoluo do calendrio das eleies de 2016 incorpora, tambm, outras alteraes pro-duzidas pela reforma eleitoral, como a reduo da campanha eleitoral de 90 para 45 dias, co-meando em 16 de agosto.Em Maca ser definido pe-

    la Justia Eleitoral se, no pr-ximo ano, haver a exibio de propaganda eleitoral pela televiso e rdio. Esse tipo de propaganda ser permitido de acordo com o resultado da reunio geral sobre as eleies, realizada junto aos partidos antes do pleito.

  • O DEBATE DIRIO DE MACA4 Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015

    Opinio

    ESPAO ABERTO

    EDITORIAL FOTO LEGENDA

    O tom crtico dado por sindicalistas postura de funcionrios da Petrobras - que no aderiram ao movimento de greve - representa o antagonismo da proposta levantada pela prpria categoria em busca da restruturao da companhia: a unio pelo pas.

    O governo, envolvido em crises e priorizando arranjos polticos para se sustentar, esquece ou relega programas que efetivamente ajudariam esta administrao carente de tudo, principalmente de recursos para investir no desenvolvimento e obras sociais. De-veria j ter colocado em ao um bem elaborado projeto de ter-ceirizao e de retomada das Parcerias Pblico-Privadas (PPPs).

    Ataques

    Alternativas que o governo despreza

    Em um movimento que j pro-vocou revs no processo produtivo do petrleo nacional, nico fato po-sitivo em meio crise institucional vivida pela companhia, a paralisa-o das atividades de milhares de profissionais responsveis pelo sucesso alcanado pela Petrobras nos ltimos anos, comprova o alto grau de insatisfao da populao quanto ao aparelhamento poltico vivido pela estatal nos ltimos anos. Mas o ato no garante em nada que esse sistema vai ser superado.Hoje, a greve iniciada h 15 dias

    significa mais um descontrole ad-ministrativo da nova direo da Petrobras, que ainda no conseguiu apresentar fatos concretos que faa acreditar na restruturao da com-panhia, a mdio e longo prazo.A instabilidade nociva ao olhar

    do mercado internacional do pe-trleo para as operaes de leo e gs realizadas no pas. O momento nebuloso afasta a possibilidade da indstria oshore atrair boa parte dos US$ 700 bilhes prospectados pelas grandes empresas do setor, que atuam no pas e no mundo.

    O termo 'pelego' tornou-se ca-racterstica disseminada nas redes sociais, e que transformaram pro-

    fissionais de carreira, experientes e importantes para a recomposio administrativa da Petrobras como meros desertores de um movimento que no criminaliza os que, de fato e comprovadamente, pela Operao Lava-Jato, saquearam os cofres da companhia e a levaram bancarrota. Se 'pelego' aquele que no ade-

    re a uma manifestao, qual o ad-jetivo dado queles que produziram um rombo de mais de R$ 6 bilhes a Petrobras, que podero ter os recursos derivados de propinas e esquemas de lavagem de dinheiro repatriados sob o nico peso da incidncia do Imposto de Renda?No se pode questionar uma

    mobilizao construda por uma coletividade, por representantes escolhidos de forma democrtica, na base do voto, e que possuem argumentos contundentes para questionar medidas adotadas por 'pessoas de fora'.Mas tambm no d para cri-

    minalizar pessoas que dividem o mesmo sentimento e angstia com o resto do pas, afetado pela corrupo e pelo enfraquecimen-to da empresa que foi, um dia, o sonho profissional de quase todos os brasileiros.

    Terceirizao alternativa legal desde 1967 (Decreto-Lei 200/67) e possui elenco de leis regulamentadoras permitindo ao governo melhor desin-cumbir-se das tarefas de planejamen-to, coordenao, superviso e controle. Outro objetivo impedir o crescimento desmesurado da mquina administra-tiva, transferindo a empresas privadas as atribuies em reas de atividades meio. Alm de oferecer servio pblico de melhor qualidade, o governo econo-mizaria com a exonerao de recursos humanos ociosos ou deslocamento pa-ra setores carentes de pessoal.

    As PPPs representam escala mais elevada, transferindo a empresas pri-vadas a responsabilidade pela execu-o de projetos e obras que o governo no tem como realizar, por mais prio-ritrias que sejam. Ao no fazer nem uma coisa nem outra, o poder pblico se mostra inerte, no resolve carn-cias que se avolumam a cada dia e os projetos ficam mais caros e inexequ-veis, agravando os problemas. O pas enfrenta graves dificuldades em infra-estrutura e logstica que emperram o desenvolvimento, elevam o custo Brasil e prejudicam o setor produtivo.

    As Parcerias Pblico-Privadas, tem-porria e timidamente adotadas aqui, foram criadas no Reino Unido, na d-cada de 1990. Na Europa, alm da In-glaterra, pases como Frana, Portugal, Itlia, Irlanda, Alemanha e Holanda, j adotaram com sucesso tal modalidade. Na Amrica do Norte, o Canad tam-bm faz esse tipo de parcerias. Porm, as PPPs no so exclusividade de pa-ses desenvolvidos, constituindo reali-dade importante nos pases da Europa Central e na prpria Amrica Latina, onde se destacam Mxico e Chile.

    Portanto, pases que possuem in-fraestrutura consolidada e moderna logstica adotam o sistema por en-tenderem que investimentos nessas reas geram crescimento econmico e bem-estar social. O Brasil no tem essa viso e isso explica por que os indicadores so muito menores, in-clusive na comparao com pases tambm em desenvolvimento. Ento, para voltar a crescer, ser necessrio incrementar o setor de infraestrutura a fim de alavancar o crescimento eco-nmico e melhorar a competitividade

    do setor privado.O Brasil tem caractersticas di-

    ferentes e por isso mais cuidado e ateno deve ter. um pas em cresci-mento e h regies em que parece que tudo est por fazer, diante do rpido crescimento urbano que naturalmen-te pressiona a demanda por servios pblicos e logstica. Exemplo disso a regio Centro Oeste. A expanso da fronteira agrcola, principalmente, le-vou em sua esteira a formao de cida-des e mdias concentraes urbanas a ritmo impressionante, com estabe-lecimento de comrcio diversificado, indstrias de apoio e prestadoras de servios. Isso requer energia, estradas, ferrovias, escolas, sade pblica, co-municao moderna, etc. O governo no consegue acompanhar esse ritmo e acaba inibindo investimentos em prejuzo do desenvolvimento. Nos-sa agropecuria moderna, de alto rendimento, o agronegcio sustenta a balana comercial, mas escoamento de safras e transporte do produto in-dustrializado o n grdio, o gargalo responsvel por perdas incalculveis.

    No governo Lula alguns contratos de PPPs foram iniciados, porm sem muito xito junto ao empresariado nacional que considera as exigncias demasiadamente rgidas. Para atrair o interesse em novos projetos neces-srio promover a flexibilizao das normas e estabelecer marco regula-trio com regras claras e definidas, pois somente vontade poltica no promover a concretizao de pro-grama dessa importncia.

    Se o governo impotente, se no consegue suprir a demanda, por que no delegar, fazer parcerias e conces-ses? O ideal um pas enxuto, leve, no gastador e cuidando daquilo que lhe obrigao institucional e cons-titucional, como sade pblica, edu-cao, segurana, etc. Isso, todavia, deve ser buscado com seriedade, isto , terceirizao e parcerias com con-tratos perfeitos, isentos de brechas para corrupo.

    Luiz Carlos Borges da Silvei-ra empresrio, mdico e pro-fessor. Foi Ministro da Sade e Deputado Federal.

    WA

    ND

    ER

    LE

    Y G

    IL

    PAINEL

    EXPEDIENTE GUIA DO LEITOR Telefones teisEJORAN - Editora de Jornais, Revistas e agncias de Notcias

    CNPJ: 29699.626/0001-10 - Registradona forma de lei.DIRETOR RESPONSVEL: Oscar Pires.SEDE PRPRIA: Rua Benedito Peixoto, 90 - Centro - Maca - RJ.Confeccionado pelo Sistema de Editorao AICS e CTP (Computer to Plate).Impresso pelo Sistema Offset.

    CIRCULAO: Maca, Quissam, Conceio de Macabu, Carapebus, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Casimiro de Abreu.

    A direo do O DEBATE no se responsabiliza e nem endossa os conceitos emitidos por seus colaboradores em aes ou artigos assinados, sendo de total responsabilidade do autor.

    Filiado ADJORI-RJ - Associao dos Diretores de Jornais do Estado do Rio de Janeiro e ABRAJORI - Associao Brasileira de Jornais do Interior. ANJ - Agncia Nacional de Jornais. ADI Brasil - Associao dos Jornais Dirios do Interior.

    REPRESENTANTE: ESSI PUBLICIDADE E COMUNICAO S/C LTDA.

    SO PAULO: R. Ablio Soares, 227/8 andar - Conjunto 81 - CEP: 04005-000 Telefone: (11) 3057-2547 e Fax: (11) 3887-0071 RIO DE JANEIRO: Av. Princesa Isabel, 323 - sala 608 - CEP: 22011-901 - Telefone: (21) 2275-4141 BRASLIA: SCS Ed. Maristela, sala 610 / DF - CEP: 70308-900 - Telefone: (61) 3034-1745(61) 3036-8293.TEL/FAX: (22) 2106-6060, acesse: http://www.odebateon.com.br/, E-MAIL: odebate@odebateon.com.br, COMERCIAL: Ligue (22) 2106-6060 - Ramal: 215, E-MAIL: comercial@odebateon.com.br, classificados: E-mail: classificados@odebateon.com.br

    POLCIA MILITAR 190

    POLCIA RODOVIRIA FEDERAL 191

    SAMU 192

    CORPO DE BOMBEIROS 193

    DEFESA CIVIL 199

    POLCIA CIVIL 123 DP 2791-4019

    DISQUE-DENNCIA (POLCIA MILITAR) 2791-5379

    DELEGACIA DE POLCIA FEDERAL (24 HORAS) 2796-8330

    DELEGACIA DE POLCIA FEDERAL (OPERAES) 2796-8320

    DELEGACIA DE POLCIA FEDERAL (PASSAPORTE/VISTO) 2796-8320

    CMARA DE MACA 2772-2288

    HPM 2773-0061

    CEDAE: 2772-5090

    AMPLA 0800-28-00-120

    PREFEITURA MUNICIPAL 2791-9008

    DELEGACIA DA MULHER 2772-0620

    GUARDA MUNICIPAL 2773-0440

    AEROPORTO DE MACA 2763-5700

    CARTRIO ELEITORAL 109 ZONA 2772-3520

    CARTRIO ELEITORAL 254 ZONA 2772-2256

    CORREIOS (SEDE) 2759-3390

    CORREIOS CENTRO 2762-7527

    CEG RIO 0800-28-20-205

    RDIO TAXI MACA 2772-6058

    CONSELHO TUTELAR I 2762-0405/ 2796-1108 PLANTO: 8837-4314

    CONSELHO TUTELAR II 2762-9971/ 2762-9179 PLANTO: 8837-3294

    CONSELHO TUTELAR III (SERRA) 2793-4050/2793-4044 PLANTO: 8837-4441

    Mantendo o discurso da "Pauta pelo Brasil", sindicatos que representam os petroleiros mantm a greve iniciada h 15 dias. O movimento fez surgir, nos ltimos dias, termo que vem ganhando espao nas redes sociais: os 'pelegos', adjetivo criado por sindicalistas para criticar a atuao de funcionrios da Petrobras que se recusam a aderir paralisao, entendendo que o melhor para a empresa manter o atual ritmo de produo. A briga boa e segue sem dia para encerrar.

    IrregularPassageiros da cidade denunciam a atuao irregular de taxistas, que passaram a cobrar bandeira fechada em corridas realizadas du-rante a madrugada, principalmente na sada de eventos pblicos e privados na cidade. Segundo a norma, obrigatrio a utilizao de taxmetro em cidades com mais de 100 mil habitantes. A denncia foi levada secretaria municipal de Mobilidade Urbana, que fiscali-zar a atuao dos permissionrios do trans-porte individual de passageiros.

    AtrasoObjetos postais seguem sendo travados no centro de triagem do Correios, situado no So Jos do Barreto. Para quem quiser ter acesso a correspondncias ou produ-tos adquiridos pela internet melhor seguir at a unidade, no horrio entre 9h e as 17h, para tentar retir-los. Devido deficin-cia na infraestrutura da autarquia federal, a populao ainda enfrenta problemas no recebimento de objetos postais em suas residncias e empresas.

    Trnsito Com o andamento das obras de saneamen-to da subestao Centro, todo o trnsito que passa por dentro do Novo Cavaleiros est sendo desviado para a Via do Sol, hoje ni-co acesso entre a Avenida Aristeu Ferreira da Silva e a RJ 106. Com isso, o trfego no local segue congestionado a qualquer hora do dia, principalmente em funo da passagem de carretas, caminhes e nibus. bom lembrar que, segundo previso da Odebrecht Ambien-tal, as obras seguiro at 2018.

    EleiesAgilidade, eficincia e transparncia marca-ram o processo eleitoral para a definio da nova presidncia da 15 subseo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Maca. O pleito foi bastante disputado e reuniu cer-ca de 700 advogados que atuam na Capital Nacional do Petrleo, Carapebus, Quissam e Conceio de Macabu. A memria da ex-presidente da instituio, Andrea Meirelles, foi lembrada e homenageada por todas as chapas que participaram da disputa.

    CorrupoEm menos de trs horas, cerca de 200 assi-naturas foram recolhidas pela equipe da Pro-curadoria da Repblica em Maca, na defesa pelas 10 medidas contra a corrupo. At 9 de dezembro, no Dia Mundial de Combate Corrupo, os representantes do Ministrio Pblico Federal pretendem alcanar a meta de registrar a adeso de cinco mil macaenses ao projeto de iniciativa popular, que ser en-viado ao Congresso Nacional, para reduzir a impunidade contra o crime organizado.

    Ciclomobilidade As Ruas Alcides Mouro e Tlio Barreto re-gistram, diariamente, a circulao de deze-nas de pessoas que utilizam a bicicleta como meio de transporte, seguindo principalmente em direo ao centro da cidade. Hoje, as vias que ligam a Aroeira regio do comrcio lo-cal ainda no foram inseridas na rota do Plano Municipal de Ciclomobilidade, uma proposta interessante, porm complexa de ser aplicada diante do nmero expressivo de veculos que tambm circulam por esse trajeto.

    AtendimentoA Casa do Empreendedor inicia hoje os cursos relativos ao Pr-Atendimento, uma iniciativa criada pela subsecretaria de Indstria, Comrcio, leo e Gs, com objetivo de auxiliar o comrcio a elevar o percentual de vendas no perodo do fim de ano. As aulas acontecem no auditrio da Associao Comercial e Industrial de Maca (ACIM). O primeiro mdulo abor-dar as prticas de marketing em vendas, focado na atividade dos comercirios.

    Limpeza Um dos mais importantes recursos hdri-cos para a drenagem natural das guas de chuva na cidade, o canal situado margem da Linha Verde precisa passar por novo processo de manuteno e limpeza. que a vegetao aqutica blo-queia a passagem da gua entre os dutos implantados sob a ponte que d acesso a Aroeira, reconstruda h cerca de um ano aps ser destruda pelas chuvas que atingiram a cidade em 2012.

    Feira Em novo espao, a Feira do Produtor, re-alizada sempre aos sbados, registra um maior pblico de visitantes e comprado-res aps trocar de endereo. Funcionan-do atualmente na Rua Manoel Joaquim dos Reis, via ligada Rua Jandira Perlin-geiro, a feirinha um patrimnio cultu-ral da cidade, alm de auxiliar pequenos produtores rurais a manter a tradio do trabalho com a terra. Qualidade de vida o foco principal do evento.

    NOTA

    A Feira do Produtor Rural de Maca, conhecida como Feirinha da Roa, est em novo endereo. A nova estrutura est localizada na Rua Manoel Joaquim dos Reis, ao lado do Supermercado Extra, no Centro. Funcionando todo sbado de 5 s 13 horas

  • O DEBATE DIRIO DE MACA Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015 5

    Economia

    TRABALHO

    Nmero de empregos volta a aumentar em Maca

    Pela quarta vez consecuti-va, a Lista de Oportunidades da Agncia de Trabalho, Edu-cao Profissional e Renda (AgeTrab) registrou aumento no nmero de vagas de empre-go disponveis dentro da cida-de. Nesta semana, a oferta de 527 postos para vrios setores, que variam principalmente entre o ramo offshore e rea comercial. Para pessoas com menos

    qualificao e experincia profissional, as maiores opor-tunidades seguem no comr-cio e no setor de servios, para cargos como corretor de im-veis (35); vendedor externo (39); manicure (24); auxiliar de servios gerais (12); ope-rador (10); instrutor tcnico em segurana do trabalho (8);

    Esta semana, AgeTrab oferece mais de 500 oportunidades para vrios setores

    duteiro oshore (6); vendedor (6) e pedreiro (4). J no setor oshore so 86

    vagas para taifeiro; 24 pa-ra chefe de cozinha; 23 para ajudante de cozinha; 18 para nutricionista; 18 para taifeiro martimo; 12 para padeiro; 8 para cozinheiro e 5 para salo-neiro. Para concorrer a qual-quer um dos cargos neces-srio possuir comprovao de curso profissionalizante em instituio reconhecida pelo MEC, alm de ter concludo o ensino mdio. E, especial-mente para o cargo de nutri-cionista, tambm necessrio ter dois anos de experincia especificamente na funo e ingls fluente.Alm destas, tambm exis-

    tem vagas disponveis para pessoas com deficincia fsica, com 6 vagas em aberto para o cargo de auxiliar administrati-vo; 3 para empacotador; 1 para auxiliar de apoio operacional e 1 para auxiliar de eltrica.

    A lista completa com todos os cargos disponveis pode ser conferida nos classificados desta edio.

    PASSO A PASSO

    Para se candidatar a qual-quer uma das vagas ofere-cidas, o mais indicado que os interessados realizem um agendamento on-line por meio do site www.macae.rj.gov.br/trabalhoerenda. Em seguida, basta comparecer sede da AgeTrab, que fica localizada na sede do Maca Facilita da Barra, em frente ao Moarcyrzo, com docu-mentos originais (carteira de identidade, CPF e carteira de trabalho, alm de currculo atualizado). O servio de ca-dastro gratuito, tanto para as empresas quanto para os trabalhadores. O horrio de atendimento ao pblico de segunda a sexta-feira, das 8 s 16h.

    KAN MANHES

    Este o terceiro aumento consecutivo de vagas na AgeTrab

    OFFSHORE

    Greve dos petroleiros entra na terceira semana

    Mesmo aps a nova oferta de acordo oferecida pela Pe-trobras, o Sindicato de Petro-leiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF) afirma que o movimento da categoria ser mantido na regio. No lti-mo desdobramento do caso, os petroleiros da Bacia de Campos que aderiram pa-ralisao foram orientados a desembarcar das plataformas, deixando a companhia literal-mente deriva. De acordo com a entidade,

    a deciso foi tomada com o objetivo de sobrecarregar as

    Mesmo aps nova proposta de negociao da Petrobras, sindicalistas indicam intensificao do movimento

    equipes de contingncia for-madas pela prpria Petrobras, visando reduzir os impactos de produo ao mercado. At o momento, petroleiros de oi-to plataformas j solicitaram o processo de desembarque, mas apenas os de P-09 desem-barcaram de fato.As plataformas que ainda

    estejam sob controle dos tra-balhadores devem ser para-das, respeitando a segurana das instalaes e entregues ao Geplat, informou o Sindipe-tro-NF.J em terra, o foco principal

    dos manifestantes continua sendo o Terminal de Cabi-nas, que vem contando com mobilizaes dirias diante dos portes da base. Alm disso, outros pontos estrat-gicos que passaram a ganhar destaque na paralisao so os aeroportos: alm de Ma-

    WANDERLEY GIL

    Terminal de Cabnas e Aeroportos so pontos estratgicos principais

    ca, Campos e Cabo Frio j tiveram aes do movimento organizadas.Da ltima vez que se pro-

    nunciou sobre o caso, a Pe-trobras disse que a oferta de negociao seria a ltima e definitiva.Diante dos avanos na pro-

    posta, aguardamos um posicio-namento favorvel dos empre-gados e seus representantes, levando ao encerramento das mobilizaes promovidas pelas entidades sindicais, declarou a companhia em nota oficial.Ainda segundo estimativas

    do Sindipetro-NF, apenas na Bacia de Campos, onde o mo-vimento atingiu 51 unidades martimas, mais de dois mi-lhes de barris de petrleo deixaram de ser produzidos, resultando em um prejuzo de, pelo menos, R$ 400 mi-lhes para a petrolfera.

    SERVIO

    Caixa segue como lder em nmero de reclamaesEm Maca, diariamente, agncia do Centro vive lotada de clientes

    Guilherme Magalhesguilherme@odebateon.com.br

    Ontem, o que h muito tempo j no segredo para nenhum cliente da Caixa Econmica Federal vol-tou a ganhar estatsticas sli-das. De acordo com um levan-tamento realizado pelo Banco Central (BC), ironicamente, a instituio bancria mais po-pular do pas segue como lder em nmero de reclamaes. No penltimo relatrio do gnero, divulgado ainda em agosto, a instituio bancria pblica j havia sido destacada como a primeira do ranking. Em nmeros especficos, se-

    gundo o documento divulgado pelo BC, em outubro a Caixa recebeu 863 queixas consi-deradas procedentes: a maior parte (355) por irregularida-des referentes integridade, confiabilidade, segurana, si-gilo ou legitimidade das ope-raes e servios relacionados a cartes de crdito.Ainda conforme o relatrio,

    com 705 queixas, em segun-do lugar vem o Bradesco. Em

    terceiro lugar, aparece o Ita, com 426 reclamaes proce-dentes. Respectivamente, em quarto e quinto lugar ficaram HSBC e Santander. O ranking completo est disponvel no site www.bcb.gov.br

    SINDICATO DOS BANCRIOS DE MACA CORROBORA ESTATSTICA

    Na agncia da Caixa Eco-nmica Federal localizada no Centro da cidade, diariamente inmeras filas se formam para atendimento e as reclamaes so de todo tipo. Como refle-xo da situao, diversas vezes durante este ano membros do Sindicato dos Bancrios de Maca e Regio (SeebMR) realizaram manifestaes reivindicando a contratao urgente de funcionrios pa-ra elevar o contingente das unidades instaladas no s no municpio como em toda a regio.Segundo Nayana Passos,

    representante do SeebMR, o problema simples.Em dezembro de 2014, a

    WANDERLEY GIL

    Segundo Banco Central, em outubro, agncia bancria recebeu 863 queixas consideradas procedentes

    instituio tinha 101 mil em-pregados. Mas por meio do Plano de Apoio Aposenta-doria (PAA), este ano mais de 3 mil pararam de trabalhar.

    Como resultado, a falta de trabalhadores, que j era for-te, se agravou ainda mais. O problema que, somente na regio, milhares de aprovados

    no ltimo concurso pblico do banco aguardam convoca-o, revelou a representante do sindicato ressaltando que todos os dias milhes de be-

    nefcios como o Bolsa Fami-la, seguro-desemprego, PIS, abono salarial, aposentado-rias e penses do INSS so pagos na instituio.

    NOTA

    Procon intensifica aes para reta final de ano. Tenda no Calado deve voltar a funcionar at o fim deste ms, com objetivo de auxiliar os consumidores nas compras de Natal

  • O DEBATE DIRIO DE MACA6 Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015

    Polcia

    DIVULGAO PM

    Os produtos roubados de uma loja foram encontrados com o suspeito em sua residncia

    RIO DAS OSTRAS

    Polcia rastreia celular e consegue prender suspeito de roubo

    A Polcia Militar (PM) prendeu um homem suspeito de cometer roubo em um esta-belecimento comercial, na Rua Jandira Moraes Pimentel, no Centro de Rio das Ostras.Segundo as informaes, as

    vtimas acionaram a polcia e informaram o roubo de 15 pe-as de roupa, quatro anis, R$ 193,00 em espcie e dois celu-lares, modelo Iphone 6. Atravs de um dos aparelhos roubados, a polcia conseguiu rastrear via GPS a localizao do suspeito. Em posse da informao, mi-

    litares seguiram, com o apoio do BPRV at a Rua Par, no bairro Cidade Praiana e tiveram xito em encontrar o suspeito em posse das mercadorias que te-riam sido roubadas e alm dos produtos, com o homem tam-bm foi encontrada uma pistola de brinquedo.Diante dos fatos, a guarnio

    encaminhou o material e o sus-peito para a 123 DP (Delegacia

    Em outra ao, policiais conseguiram apreender drogas encontradas em uma residncia no bairro ncora

    de Planto no final de semana), onde foi feito o Auto de Priso em Flagrante.

    NCORAPoliciais militares receberam

    uma denncia de trfico de dro-gas na Rua Lrio da Paz, em uma residncia no bairro ncora, em Rio das Ostras. A denncia informava que dois homens es-tavam comercializando drogas e passou as caractersticas e o apelido de um deles.No local, os policiais encon-

    traram um homem de 19 anos, com as caractersticas infor-madas na denncia. Ao ser in-dagado pelos militares sobre a denncia, o jovem prontamen-te negou as acusaes. Contu-do, os policiais seguiram para a residncia mencionada na de-nncia e foram recebidos por uma mulher, de 24 anos, que permitiu a entrada dos policiais na casa.Aps revista no local, os agen-

    tes encontraram em um quarto anexo residncia 22 buchas de maconha e R$ 24,00 em es-pcie, ambos em uma sacola plstica. Guarnio seguiu para a 128

    DP, onde foi feito o registro e os suspeitos foram ouvidos e liberados.

    WANDERLEY GIL

    Veculo colide com caminho e gera transtornos na regio central

    NOTA

    Coliso entre um caminho e um veculo no Centro

    No incio da tarde do lti-mo sbado (14), por volta das 13h30, uma coliso entre um caminho e um veculo, na confluncia das Ruas Euzbio

    O acidente aconteceu na confluncia das Ruas Euzbio de Queiroz com Visconde de Quissam

    de Queiroz com Visconde de Quissam, gerou transtornos para os motoristas que transi-tavam pelo local.Quem conhece a regio, diz

    que h um alto ndice de pe-quenas colises no local. Por isso, de extrema importncia que os motoristas fiquem aten-tos quando realizarem o cruza-mento dessas vias, respeitando a sinalizao e a preferncia.

    ELEIES

    Fabiano Paschoal vence a disputa pela presidncia da 15 Subseo da OABCandidatos mantiveram-se animados durante todo o processo da eleio Ludmila Fernandesludmila@odebateon.com.br

    Com 246 votos, Dr. Fabia-no Paschoal venceu a disputa pela presidncia da 15 subseo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Maca. No pleito, marcado por imprevistos, Edgar Santacruz obteve 182 votos e Franois Pi-mentel, 161.O resultado foi divulgado por

    volta das 19h10, cerca de duas horas aps o encerramento da votao. Prevista inicialmente

    para ocorrer de forma digital, a eleio acabou sendo realizada por voto manual, em virtude da pane registrada nas duas urnas eletrnicas cedidas pelo Tribu-nal Regional Eleitoral.Logo aps a apurao, Dr. Fa-

    biano Paschoal fez a primeira declarao como presidente da subseo.A vitria o resultado de um

    trabalho srio, rduo e de com-prometimento de um grupo que acredita no crescimento dos advogados da 15 Subseo. O foco agora de muito traba-

    lho com fora de vontade para conquistar as demandas dos profissionais de Maca, Cara-pebus, Quissam e Conceio de Macabu, comemorou Dr. Fabiano.A votao teve incio s 9h, e

    durante todo o dia a sede con-tou com a participao macia dos advogados credenciados para votao. Logo pela ma-nh, as duas urnas eletrnicas apresentaram defeitos e, em seguida, o processo seguiu com urnas manuais. Mas o problema no gerou insatisfao dos can-

    didatos, que fizeram questo de acompanhar a votao e a apu-rao dos votos, que se iniciou s 17h.Cada candidato contou com

    dois fiscais na mesa eleitoral. Ao todo, foram seis advogados realizando a funo: Andr Co-elho e Dilma Ferreira da Costa, da chapa 221 (Dr. Fabiano Pas-choal); Lia Cordeiro G. Pinheiro e Luciano Firmo, ambos da cha-pa 222 (Dr. Franois Pimentel); e Cristiana da Silva Siqueira e Andr Luiz Quadros Machado da 223 (Dr. Edgar Santacruz).

    Mulher espancada e morta no Parque Aeroporto

    HOMICDIO

    Mais um caso de homicdio registrado em Maca. Desta vez, uma mulher, que no te-ve sua identidade revelada, 57 anos presumveis, foi vtima de um menor de 16 anos, em sua prpria residncia, localizada no Parque Aeroporto.Segundo informaes da Po-

    lcia, a vtima havia ajudado o jovem a sair das ruas h alguns meses atrs, dando moradia em sua prpria casa. Contudo, o menor teria furtado cerca de R$ 20 mil e, por consequncia, a mulher colocou o rapaz para fo-ra de casa. Aps diversos apelos para que ela o aceitasse de volta, a vtima resolveu ajud-lo nova-mente.Infelizmente, a boa ao no

    resultou em um final feliz para a mulher, que no ltimo sbado (14) foi encontrada morta den-tro do sto em sua residncia,

    Suspeito um menor de idade que ela ajudou a sair das ruas

    com sinais de espancamento na cabea e vrios cortes pelo cor-po. A vtima havia sido morta horas antes, quando os vizinhos ouviram a mulher implorar por socorro e chamaram a polcia.Ainda de acordo com as infor-

    maes da Polcia Civil, o menor de idade foi encaminhado para a Delegacia e indagado sobre o paradeiro da vtima. Porm, o jovem negou saber onde a mulher estava e pediu para ser liberado. Em busca da vtima, poli-

    ciais entraram na residncia, buscando informaes que pu-dessem lev-los at a vtima. A equipe localizou, ento, o corpo escondido na parte inferior da residncia. A investigao est sendo re-

    alizada pela 123 DP, e o menor de idade ficou apreendido sus-peito de ter cometido o assas-sinato.

    RECENTES CASOS DE HOMICDIOSCom este caso, sobe para cin-

    co, em um ms, o nmero de assassinatos no municpio. Na semana passada, no dia 11 de no-vembro, um homem foi alveja-do com cerca de cinco tiros em plena luz do dia, no Lagomar. No dia 5 de novembro, uma jo-vem de 21 anos foi encontrada morta com marcas de tiros, es-pancamento a pauladas e sinais de violncia sexual, no bairro Virgem Santa. Segundo as informaes, a

    mulher teria sado com o na-morado e no retornado sua residncia. Aps divulgao de que um corpo de mulher havia sido encontrado na Virgem Santa, o pai seguiu at o local e fez o reconhecimento. Os peritos que estavam na ce-

    na do crime informaram que a Polcia trabalha com a suspeita de crime passional. Segundo eles, a vtima teria sido morta s margens do rio e o corpo ar-rastado para o matagal, onde foi encontrado. J no dia 27 de outubro, o cor-

    po de uma mulher com marcas

    de tiros foi encontrado em uma ciclovia, no bairro Visconde de Arajo. Outro caso recente aconte-

    ceu na tarde de 29 de outubro, no bairro Cajueiros, prximo a uma escola do municpio. Dois homens estavam sentados em uma lanchonete, quando pes-soas que estavam em um vecu-lo passaram em alta velocidade efetuando vrios disparos em direo ao comrcio.De acordo com populares

    que presenciaram a cena, fo-ram realizados cerca de 15 a 20 disparos de arma de fogo contra os dois homens que estavam no local. Vrios tiros atingiram a fachada do estabe-lecimento, inclusive o quadro de luz. Alm disso, o para-brisa de um carro, que estava esta-cionado em frente escola, tambm foi atingido.As duas vtimas foram alveja-

    das: um dos homens morreu a caminho do hospital e o outro foi internado no Hospital P-blico Municipal (HPM).

    WANDERLEY GIL

    Dr. Fabiano Paschoal foi o vencedor das eleies da 15 Subseo da OAB

    Procon orienta consumidores sobre compras na Black Friday. Os problemas mais comuns nas compras pela internet so: entrega de produtos diferentes dos anunciados ou com defeitos; falta de garantia; preos superiores aos j praticados; comercializao por empresas fantasmas.

    NOTA

  • O DEBATE DIRIO DE MACA Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015 7

    GeralOPORTUNIDADE

    UFRJ divulga edital de seleo para mestrado e doutorado As vagas oferecidas so para os Programas de Cincias Ambientais e Conservao. As inscries sero abertas em janeiro Juliane Reis Juliane@odebateon.com.br

    A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Campus Maca Profes-sor Alosio Teixeira, divulgou, na ltima semana, os editais de seleo dos candidatos de Mestrado e Doutorado - turma 2016/1 do Programa de Ps-Graduao em Cincias Am-bientais e Conservao (PPG-CiAC). No total sero 20 vagas para o

    mestrado e 10 para o doutorado. As inscries devero ser reali-zadas entre os dias 11 e 31 de janeiro na Secretaria do PPG-CiAC, de segunda a quarta-feira, das 9h s 16h, e quinta e sexta-feira, das 9h s 12h, no Ncleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Maca (NU-PEM/UFRJ) - Av. So Jos do Barreto 764 (atrs do Centro de Convenes), Bairro So Jos do Barreto, Maca-RJ - ou pe-lo e-mail ppgciac2016@gmail.com . De acordo com o edital, para o

    Programa de Mestrado todos os candidatos sero submetidos a Processo Seletivo nico. A rela-o das inscries homologadas ser publicada no mural da Se-cretaria do PPG-CiAC e na p-gina do Programa (www.macae.ufrj.br/ppgciac) a partir do dia 3 de fevereiro de 2016.E somente poder se subme-

    ter ao Processo Seletivo o can-

    didato que tiver sua inscrio homologada e apresentar do-cumento de identificao com foto e a documentao compro-batria solicitada no edital.O Processo Seletivo ocorre-

    r no NUPEM/UFRJ, nos dias 16/02/2016 - Prova Escrita; 17/02/2016 - Anlise de Leitura

    KAN MANHES

    As inscries para os programas podero ser feitas entre os dias 11 e 31 de janeiro na sede do Nupem

    e Interpretao de Texto em In-gls e Anlise de Currculo e dia 18/02/2016 - Arguio e Anlise do Pr-Projeto. O PPG-CiAC pretende for-

    mar um profissional com base slida nas cincias dedicadas Conservao e Manejo dos Re-cursos Naturais, sendo capaz de

    integrar conceitos e mtodos oriundos de diversas disciplinas da Biologia, Qumica, Bioqumi-ca e Geologia na anlise de ques-tes ambientais. As linhas de pesquisa do PPG-CiAC incluem a descrio e reconhecimento da rica biodiversidade regional em seus vrios nveis e valores,

    bem como a compreenso do funcionamento dos ecossiste-mas naturais para seu manejo, conservao e uso sustentvel. J para o Programa de Dou-

    torado, a relao das inscries homologadas ser publicada no mural da Secretaria do PPG-CiAC e na pgina do Programa

    (www.macae.ufrj.br/ppgciac) a partir do dia 3 de fevereiro de 2016.Assim como na seleo para

    o mestrado, somente poder se submeter ao Processo Seletivo o candidato que tiver sua ins-crio homologada e apresen-tar documento de identifica-o com foto e a documentao comprobatria. O Processo Seletivo tambm

    ser realizado no NUPEM/UFRJ. As datas da seleo sero 23/02/2016 - Anlise de Leitu-ra e Interpretao de Texto em Ingls e 24 e 25/02/2016 - Ar-guio e Anlise do Pr-Projeto. O curso de Doutorado com

    caracterstica interdisciplinar ser voltado para mestres em reas diversas como Cincias Ambientais, Cincias Sociais, Qumica, Geologia, Geografia e outras reas afins e ter dou-torado, com a durao de 450 horas, e deve ser composto por quatro disciplinas obrigatrias e 18 eletivas. Um dos principais objetivos

    de implantao do curso no Campus a formao de um profissional na rea, e que, ao mesmo tempo, seja capacitado para produo de conhecimen-tos cientficos considerados es-senciais para o desenvolvimen-to da regio Norte Fluminense e outras partes do pas, uma vez que a universidade comeou a formar, este ano, os primeiros mestres em Cincias Ambien-tais e Conservao.

    RECURSO HDRICO

    Desperdcio de gua na Capital do Petrleo

    Enquanto os municipes de alguns bairros da cidade ficam dias, e at meses, sem saber o que cair uma gota de gua nas torneiras de suas residn-cias, o desperdicio desse bem to precioso registrado em diferentes pontos da cidade. Desde a ltima sexta-feira, por exemplo, o caso est ocorrendo em um chafariz localizado no Visconde. E quem passa no local se en-

    tristece com a situao. o desperdicio de um importante recuros natural que deveria es-tar chegando as casas e matan-do a sede de diversas familias. A gente sabe o quanto a pre-cariedade no abastecimento prejudica os moradores, prin-cipalmente os que residem em bairros mais distantes do Cen-tro, como Nova Holanda, Mal-vinas, Nova Esperana, Barreto, Lagomar, entre outros, disse um morador que prefere no se identificar. Lembrando que a crise h-

    drica um problema a nvel nacional, e apesar do Brasil ser considerado o pas mais rico em gua doce no mundo - so mais de 8200 km3 -, o que representa cerca de 13% do total em todo planeta, infelizmente, boa par-te dela no apresenta condies para o consumo da populao, o que deveria ser mais um motivo

    Em meio crise hdrica, registro de vazamentos so frequentes e, em paralelo, bairros sofrem sem o abastecimento

    para uma maior fiscalizao por parte dos rgos responsveis pelo abastecimento. A prpria Cedae - concessionria respon-svel pelo abastecimento na ci-dade - trabalha com a Campa-nha Toda Gota Conta, cujo objetivo o de orientar sobre o uso consciente. No entanto, em lugares pblicos observa-se o desperdcio. Um dado que preocupa, j

    que, apesar de dois teros da Terra ser composta por gua, estatsticas da Organizao das Naes Unidas (ONU) apontam que menos de 1% desse total potvel - levando em conside-rao que 97% gua salgada.E em Maca no diferente.

    O rio Maca, responsvel por abastecer o municpio, est cada vez mais se tornando um rio contaminado por efluentes. Quanto mais o tempo passa, mais ele luta para sobreviver em meio aos despejos de es-gotos que recebe diariamente, acompanhado de descartes ir-regulares e destruio de suas

    chamadas piscinas naturais. Com isso, mesmo o poder p-

    blico no fazendo a sua parte, de extrema importncia que cada um como cidado possa adotar medidas no dia a dia pa-ra reduzir o desperdcio e evitar a degradao. Na hora de eco-nomizar a gua, por exemplo, uma pessoa que escova os den-tes com a torneira aberta, gasta mais de 10 litros, sendo que boa parte vai embora pelo ralo. Se isso fosse feito com a torneira fechada, a reduo poderia ser de mais de 90%. J o chuveiro apontado co-

    mo um dos grandes viles. Um banho de aproximadamente 15 minutos, com o registro aberto, consome mais de 130 litros de gua. Se isso fosse feito com a torneira fechada, essa quanti-dade seria reduzida em mais de 65%. A redao de O DEBATE

    entrou em contato com a CE-DAE, mas at o fechamento da edio o rgo no havia se pronunciado.

    SYLVIO SAVINO

    Desde a ltima sexta-feira (13) um vazamento vem ocorrendo no chafariz localizado no bairro Visconde

    DEBATES

    Mais uma edio do Sade, Mdia e Informao

    A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Campus Maca Professor Alo-sio Teixeira vai realizar nesta tera-feira (17) a 4 edio do Sade, Mdia e Informao. A iniciativa, com o tema Divul-gao Cientfica para quem? Para todos!, tem como obje-tivo reunir profissionais e es-tudantes das reas de sade, comunicao e educao para compartilhar experincias e conhecimentos em divulgao cientfica e sade. O evento promovido pelo

    projeto de extenso universit-ria Construindo Pontes entre a Evidncia Cientfica e a Ges-to em Sade (UFRJ-Maca), coordenado pela professora Uliana Pontes Vieira. De acor-do com a docente, a atividade consiste em um evento acad-mico de extenso universitria, que oferecer palestras, segui-das de debate entre os partici-pantes, sobre o tema proposto.O evento foi criado pensan-

    do na necessidade de falarmos de cincia e sade em diferen-tes meios, para diferentes p-blicos, e no apenas em escolas ou unidades de sade. Este ano, um dos destaques abordar o ensino de cincias para surdos, enfatizando a importncia da incluso de todos no acesso ao conhecimento, disse. Na oportunidade haver a

    A iniciativa visa reunir profissionais e estudantes para compartilhar experincias e conhecimentos

    participao de diversos pro-fissionais que iro destacar as formas de falar de cincia em diferentes cenrios, adequando a abordagem s especificidades de cada pblico.Entre eles, a Professora Vi-

    vian Rumjanek da UFRJ ir apresentar projeto, que desen-volve h anos, dedicado ao en-sino de biocincias para surdos e deficientes auditivos; a equipe do CRIM Maca que responde a dvidas da populao sobre o uso correto de medicamentos; Carolina Pires do CATAN da Secretria Municipal de Sade de Maca que ir falar sobre o uso de indicadores para a orien-tao alimentao saudvel; e

    a biloga e professora Jessica Oliveira, que est desenvolven-do jogos educativos que ajudam adolescentes a desenvolver co-nhecimentos sobre doenas causadas por vetores. A organizao lembra, ain-

    da, que a fim de manter o com-promisso social com a Creche Cantinho da Criana e o Re-canto dos Idosos, quem quiser certificado de participao de-ver colaborar doando os kits de leitura ou higiene no dia do evento. O kit de leitura poder ser composto por dois livros, ou um livro e uma revista em bom estado. J o de higiene dever compor uma escova de dente, pasta e sabonete.

    KAN MANHES

    Evento ser realizado nesta tera-feira, das 13h s 20h, na sede da Cidade Universitria

    Vestibular Faculdade Municipal: ltima semana para pagamento da inscrio

    NOTA

  • O DEBATE DIRIO DE MACA8 Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015

    REGIO

    Fotos de Maca so premiadas em Mostra de Fotograa da EPFV Encontro do Patrimnio Fluminense encerra com premiao da Mostra de Fotografia e Poesia

    Trs dias repletos de cul-tura, debates e um olhar diferenciado sobre o rico patrimnio fluminense. Assim pode ser resumido o V Encon-tro do Patrimnio Fluminense (EPF), que escolheu a cidade de

    Quissam como sede em 2015.O EPF o principal frum

    de reflexo e discusso pbli-ca da V Semana Fluminense do Patrimnio, que acontece em diversas cidades do estado do Rio de Janeiro at o dia 22

    de novembro. O tema central deste ano foi Territrio, Me-mria e Identidade Cultural, sendo realizado entre os dias 12 e 14 de novembro, no Centro Cultural Sobradinho, Institu-to Federal Fluminense Quis-sam, encerrando na Fazenda Machadinha.O encerramento contou, pe-

    la manh, com a mesa-redonda Gesto do Territrio e Prote-o do Patrimnio, tendo co-mo participantes Rosemary Ribeiro Ferreira, presidente da Colnia Z-27 (Pesca Arte-sanal de Quissam); Debora Bronz, pesquisadora vincula-da ao Laboratrio de Pesquisas em Etnicidade, Cultura e De-senvolvimento; Claudia Bove, professora do Departamento de Botnica do Museu Nacio-

    nal/UFRJ, e Marcelo Braga Pessanha, chefe da Reserva do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba.J a parte da tarde foi mar-

    cada pela premiao das fotos e poesias inscritas na Mostra Cultural de Fotografia e Poesia Olhares Sobre o Patrimnio Fluminense. Um dos objeti-vos da mostra a divulgao do patrimnio cultural flumi-nense, incentivando tambm a sua preservao. Os trabalhos inscritos foram divididos en-tre as seguintes modalidades: Patrimnio da Regio Norte Fluminense, Cultura em Ao e Por Onde Andei.As fotos e poesias completas

    podem ser conferidas no site www.patrimoniofluminense.rj.gov.br.

    DIVULGAO

    Os trabalhos inscritos foram divididos entre trs modalidades

  • O DEBATE DIRIO DE MACA Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015 9

    DIVULGAO/ ARQUIVO PESSOAL

    Idosa recebeu os familiares em sua residncia para comemorar seu aniversrio

    HOMENAGEM

    Idosa de 107 anos inspira projeto social

    Marianna Fontesmarifontes@odebateon.com.br

    Alcanar o centenrio, e com sade, um privilgio para poucos nessa vida. Esse o caso de Dona Hilda Martinho de Almeida, que no ltimo dia 9 comemorou seu 107 ani-versrio. A idosa, que reside h quase duas dcadas em Maca foi a principal inspirao para ngela Lima na hora de criar o Projeto Um Olhar Sobre o Idoso. Essa semana, ela abriu as

    portas de sua casa para receber amigos e familiares, que fizeram questo de prestigi-la. Apesar da idade, tem uma sade inve-jvel. Recebeu todo mundo em uma reunio intima com muito carinho e gratido, principal-mente do bisneto Rafael, jovem de 13 anos que sempre est per-to dela. Acredito que ela seja ho-je a segunda idosa mais velha de Maca. Ela foi a minha inspira-o para criar esse projeto, pois uma das poucas que chegam a essa idade e tem o suporte e cui-dados da famlia. Infelizmente, muitos so colocados em asilos. Meu propsito , atravs dessa iniciativa, despertar nos jovens a importncia deles respei-tarem e cuidarem dos idosos, assim como meu neto faz, en-fatiza ngela.De acordo com relato de fami-

    liares, Dona Hilda, que nasceu

    Dona Hilda Martinho de Almeida serviu de incentivo para a criao do Um Olhar Sobre o Idoso

    no Rio de Janeiro no dia 9 de no-vembro de 1908, tem uma sade que causa inveja em muitos jo-vens, mantm uma alimentao regular, anda e l sem o uso de culos. Entre seus livros prefe-ridos esto os de romance. Ao longo de sua vida, ela teve

    cinco filhos (sendo trs j faleci-dos), seis netos e oito bisnetos. Por conta de algumas limita-es, ela vive atualmente junto ao seu filho Ivan de Almeida e a nora Neusa Lima de Almeida, em um apartamento no bairro de Imbetiba.Para quem no conhece o

    projeto para o qual Dona Hilda serviu de fonte de inspirao, Um Olhar Sobre o Idoso tem como objetivo promover aes em benefcio de entidades que acolhem as pessoas da terceira idade. Atravs de campanhas, ela

    sempre arrecada doaes (fral-das geritricas, latas de leite, produtos de higiene, entre ou-tros) para a Liga Beneficente So Joo Batista (Casa do Ido-so) e para o Recanto dos Idosos. Alm disso, o projeto tambm tem como intuito sensibilizar a sociedade sobre a importncia de zelar e respeitar os idosos. Ela explica que a ideia realizar esse trabalho com a parceria de estudantes das escolas do mu-nicpio. Para isso, informa que est agendada uma reunio com a secretaria de Educao na pr-xima semana, visando apresen-tar o projeto e tentar fazer uma parceria. Quem quiser se unir ao proje-

    to, ou fazer a doao de fraldas geritricas (tamanhos: M e G), pode entrar em contato pelo telefone: (22) 2762-5078.

    APOIO

    Centro de Formao auxiliar elevao de ndice da educaoUnidade inaugurada na semana passada promover capacitao dos profissionais da rede municipal de ensino

    Os profissionais da Educa-o agora possuem um espao exclusivo para os cursos de capacitao: o novo Centro de Formao Conti-nuada Carolina Garcia, que fica no ltimo andar do Col-gio Municipal Professora Ma-ria Izabel Damasceno Simo, no Centro. Na inaugurao ocorrida na sexta-feira (13), tambm foi feita a entrega da premiao dos alunos e escolas participantes do concurso com o slogan Seja um aluno nota mil. Faa bem a Prova Brasil.O novo local conta com cin-

    co salas de aula, uma sala ad-ministrativa e um auditrio com capacidade para atender um pblico de 200 pessoas. Ainda neste ms sero minis-trados cinco cursos."Colocar-se no lugar do ou-

    tro, acreditar na justia e na fraternidade, reverter o egos-mo e criar referncias sociais fundamental para o proces-so transformador que preci-samos" - destacou o prefeito Dr. Aluzio (PMDB) durante a inaugurao do espao.O Centro de Formao tam-

    bm ir ampliar o projeto To-dos na Escola, reativar o proje-to Escola de Pais e promover o Frum Permanente de Discus-so sobre a Famlia e a Escola, reunies com as equipes gesto-ras das escolas e criar uma car-tilha sobre os procedimentos diversos a serem adotados nas unidades. A criao do Centro faz parte das metas da Secre-taria de Educao em prol da valorizao dos que atuam nas 108 escolas municipais.O secretrio municipal de

    Educao, Guto Garcia, dis-se que diversos cursos sero oferecidos no Centro, sendo alguns por intermdio dos professores da UFRJ. Guto anunciou que a gesto nas es-colas a partir do prximo ano ser participativa. "Os direto-res no estaro sozinhos, mas junto com outros profissio-nais: orientadores educacio-nais e pedaggicos, supervi-sores, formando um colegiado gestor", pontuou.A neta da homenageada

    com o nome do Centro, Ma-rilena Garcia, explicou a vida de Carolina Garcia e o desejo de perpetuar seu exemplo de vida. "O espao tem um signi-ficado histrico em diversos ciclos da educao. Estamos num momento de reflexo sobre os papis da famlia

    e dos educadores no sculo XXI, quando a intolerncia e o dio norteiam a humanidade. Quero destacar a coragem do prefeito, que vem desmontan-do um sistema criado h trs dcadas", disse.A Coordenadora de Progra-

    mas e Projetos de Formao Continuada, Regina Clia, destacou a democratizao do acesso ao conhecimento produzido nos meios educa-cionais. "Desejamos oferecer melhor qualidade pedaggica com enfoque no conhecimento e na formao humanista", fri-sou. A subsecretria de Ensino Fundamental, Gelda Tavares, disse que est fazendo pesqui-sas nas escolas para saber o que os alunos mais precisam, a fim de elaborar cursos de formao que capacitem os profissionais.

    Atendimento jurdico da ABAIS orienta comunidade

    SOCIAL

    Profissionais realizam atendimento gratuito a moradores de comunidades da cidade

    Desde o ms de agosto, a As-sociao Brasileira de Apoio Iniciativa Social (ABAIS) vem oferecendo um verdadeiro servio de utilidade pblica comunidade em geral. Trata-se do Atendimento Jurdico Gratuito, que acontece sema-nalmente na sede da institui-o, mediante agendamento.A iniciativa tem por objetivo

    viabilizar o acesso justia e orientar a comunidade de for-ma geral, possibilitando que as pessoas possam se orientar quanto aos seus direitos e be-nefcios legais. Este servio comunidade s tem sido poss-vel devido a uma parceria que firmamos com um escritrio de advocacia de Niteri. Temos ti-do bastante procura e estamos muito satisfeitos com os resul-tados declarou Jocianne Cot-ts, presidente da ABAIS.Segundo Jocianne, o aten-

    dimento jurdico vem sendo considerado pela instituio como um verdadeiro servio de utilidade pblica, j que muitas pessoas possuem a demanda, mas muitas vezes no tm recursos financeiros

    para arcar com as despesas para o atendimento. " nossa funo, enquanto instituio social, estar atenta com re-lao s demandas da comu-nidade, e identificamos que muitas pessoas encontram dificuldades financeiras quan-do necessitam de um servio

    de orientao jurdica. Neste sentido, fazemos o que est ao nosso alcance para suprir essas demandas, explicou a presidente da entidade.O atendimento est sendo

    prestado nas reas do Direito Trabalhista, do Consumidor e Cvel, ocorrendo sempre s

    segundas-feiras, das 10h s 17h, e teras-feiras, das 9h s 16h. O agendamento pode ser feito durante toda a semana atravs do telefone (22) 3081-1899, ou pessoalmente na sede da ABAIS, situada na Rua Pre-feito Miranda Sobrinho, 179 casa 101, Visconde de Arajo.

    DIVULGAO

    Populao pode agendar atendimento junto equipe de advogados que atuam na instituio

    ASSESSORIA

    Dr. Aluzio, Guto Garcia e Marilena Garcia participaram da inaugurao do local

  • O DEBATE DIRIO DE MACA10 Maca, tera-feira, 17 de novembro de 2015

    Esporte

    DIVULGAO

    Sebastio Caldas incluiu mais uma medalha de ouro em sua coleo de vitrias

    SUPERAO

    Sebastio Caldas vence aCorrida Rosa e Azul Vilarejo

    A vitria conquistada por Sebastio Caldas neste final de semana teve um gos-tinho a mais. Veterano das corridas de rua, o atleta ga-rantiu a medalha de ouro na categoria 80 a 85 anos e subiu no lugar mais alto do pdio da Corrida Rosa e Azul Vilarejo, realizada no domingo (15) em Maca.Sob sol forte, Sebastio

    cumpriu com tranquilidade o percurso de cinco quilme-

    Atleta veterano macaense ficou em primeiro lugar na categoria 80 a 85 anos de prova realizada em Maca

    tros marcado entre trechos da Rua Carlos Tinoco Garcia , no Sol Y Mar. Ele se uniu aos cerca de 350 atletas de vrias partes da regio que participa-ram da prova com objetivo de chamar a ateno para a luta e a preveno contra o cncer de mama e o de prstata. O evento foi organizado

    pela Meeting Eventos. Parte da renda arrecadada com as inscries ser encaminhada para a Unio Macaense Soli-dria no Combate ao Cncer de Mama (Unamama).O hngaro Zoltan Rafrae e

    a campista Mnica Feliciana foram os grandes vencedores da prova.A Corrida Rosa e Azul con-

    tou tambm com caminhada de dois quilmetros.

    FUTEBOL

    Sobrevivncia do Maca na Srie B denida ponto a pontoAlvinil Praiano alterna com o Cear as posies entre o rebaixamento e a permanncia na segunda diviso do Brasileiro

    Por um ponto de diferen-a, o Maca Esporte tro-cou com o Cear a posi-o na zona do rebaixamento e respira aliviado, por ora, na Srie B do Campeonato Bra-sileiro. A vitria suada de 4 a 3

    contra o Atltico Goianiense, registrada no sbado, dia 14, trouxe alvio ao time, que vive situao embolada na reta final da competio nacional.Aps a sequncia de duas

    derrotas e um empate, o Alvia-nil Praiano conseguiu, enfim, somar trs pontos na tabela da Srie B. Porm, a sua per-manncia na segunda diviso do Brasileiro ainda depende

    de garra, suor e de duas vitrias seguidas, nas duas ltimas ro-dadas da competio.Hoje, apenas um ponto sepa-

    ra o Maca do Cear. Ocupando as 16 e 17 posies respectivas na tabela, as equipes acumulam 42 e 41 pontos e seguem de olho

    nos desempenhos do Oeste e do Atltico Goianiense, somando 43 pontos cada um, mantendo os mesmos nmeros relativos a vitrias (10), empates (13) e derrotas (13).A 37 e penltima rodada

    do campeonato comea a ser disputada nesta sexta-feira, dia 20, data em que o Maca vai encarar o Boa Esporte. A partida acontece no Estdio Cludio Moacyr de Azevedo a partir das 20h30, uma boa van-tagem do time da casa sobre o adversrio que no tem mais chances de seguir na segunda diviso do Brasileiro.O Cear entrar em campo

    no sbado (21) contra o Am-rica de Minas Gerais, segundo colocado da tabela na Srie B, na partida que acontecer no Estdio Independncia, em Belo Horizonte. Na ltima rodada da Srie

    B, os dois times que brigam pela permanncia na segun-da diviso do Brasileiro iro se enfrentar. De acordo com a tabela, o Maca e o Cear iro jogar no dia 28 no Estdio Pre-sidente Vargas, uma desvanta-gem para o Alvianil Praiano. Porm at l muita coisa ainda pode acontecer.

    TIAGO FERREIRA/ASSESSORIA

    Um ponto faz o Maca respirar aliviado na Srie B do Campeonato Brasileiro

    A Fundao Maca de Cultura (FMC), por meio do Polo de Cultura da Fronteira, realizou no sbado (14), o primeiro batizado de capoeira, uma homenagem ao Dia da Conscincia Negra, que celebrado em todo o Brasil no dia 20 de novembro

    NOTA

    Jornal 17-11-2015 (01)Jornal 17-11-2015 (02)Jornal 17-11-2015 (03)Jornal 17-11-2015 (04)Jornal 17-11-2015 (05)Jornal 17-11-2015 (06)Jornal 17-11-2015 (07)Jornal 17-11-2015 (08)Jornal 17-11-2015 (09)Jornal 17-11-2015 (10)