NEGCIOSVERDESINDICADORES GESTO AMBIENTAL GESTO AMBIENTAL.

  • Published on
    07-Apr-2016

  • View
    246

  • Download
    22

Transcript

Slide 1

NEGCIOS VERDES

INDICADORES GESTO AMBIENTAL Eco negcios as Inovaes verdes como Oportunidades de negcio

Sustentabilidade O que isso tem a ver com a gente?At o incio de 2007, era tema de conversa restrita a um crculo de especialistas, empresas socialmente responsveis e ambientalistas

SUSTENTABILIDADE3E o que mudou?O planeta est ficando cada dia mais quente, que estamos retirando 30% a mais de recursos do ele capaz de repor que e boa parte da responsabilidade disso no se deve, como se imaginava, a fenmenos naturais, mas ao Homem.

O que mudou foi a certeza.E a urgnciaSustentabilidadeSUSTENTABILIDADE4O Planeta em riscoA terra no suporta as atuais 8 bilhes de toneladas de carbono/ano, na forma de dixido de carbono, 5 bilhes acima da sua capacidade de absoro.

O Desafio 80-20: reduzir em 20 anos at 80% da emisso de gases de efeito estufa ou ento corremos o risco de nos aproximar do limite um risco em potencial.

O PLANETA EM RISCO5O dilema, segundo MunasingheEst claro que o atual modelo de desenvolvimento esgotar a vida do Planeta. preciso repensar novos modos de consumo e produo, antes que no haja mais condies de produzir e consumir.6O dilema, segundo MunasingheO modelo atual est numa encruzilhada. o fim da bolha da Era Industrial, da noo extrair-produzir-descartar,da mentalidade do ou/ou, da viso das partes sobre a viso do todo.O modelo atual no se sustenta.7Como superar o dilema ?Com a substituio de um modelo de desenvolvimento e de uma economia comprovadamente insustentveis por uma modelo e economia sustentveis, que possibilitem gerao de riqueza com equilbrio ambiental e justia social.

COMO SUPERAR ESTE DILEMA ?8E como fazer isso na prtica?A partir de uma mudana radical de modelos mentais que incorporem o fato de que no vivemos a utopia da abundncia. Empresas precisam aprender a produzir de modo sustentvel. Indivduos precisam aprender a consumir de modo sustentvel. Governos precisam estimular empresas e indivduos a produzirem e consumirem de modo sustentvel.

COMO FAZER ISTO NA PRTICA9A onda verde:duas grandes pressesCresce o sentimento de que os limites do Planeta podem restringir operaes de negcio, readequar mercados e ameaar o bem-estar de todos.

(2) Empresas enfrentam um nmero crescente de pblicos sensveis s questes socioambientais.

A ONDA VERDE DUAS GRANDES PRESSES10 ECONEGCIOS DA CONSCINCIA A PRTICA

InOvArProduzir de modo sustentvel exigir das empresas InOvAO em tecnologias, produtos e servios.InOvAr no significa necessariamente criar o novo, at porque essa filosofia parece no fazer muito sentido do ponto de vista da racionalidade do planeta.

InOvArInOvAr no significa necessariamente grandes descobertas, mas inovaes incrementares, pequenas inovaes que se do no nvel dos processos:

Reduzindo a quantidade de matria-prima e energia por unidade produzida.Desmaterializando serviosDesenhando melhor produtos (ecodesign)Eliminando substncias txicas.Aumentando a vida til do produto

Como a empresa pode ser competitiva buscando a interseco entre os interesses dos negcios e os da sociedade e do planeta?A pergunta central ...

14InOvAr exigir...Organizaes flexveis, no fragmentadas, facilitadoras do dilogo, tolerantes diferena (diversidade), no hierrquicas e controladoras, um tanto caticas, aberta s colaboraes dos pblicos de interesse...

15InOvAr exigir...Organizaes vivas, educadoras, aprendizes estruturadas semelhana dos sistemas biolgicos , capazes de criar o futuro e no projet-lo a partir dos elementos do passado.

16 O QUE E QUEM SO OS PARTICIPANTES DESTE MERCADO

OS SETORES QUE FAZEM PARTE DESTE MERCADO E POR QU

O caso NIKEEm 1996: anti-exemplo de Responsabilidade Social Empresarial.Em 2001: incio de um processo de sustentabilidade em processos e produtos.

O CASO NIKE19O caso NIKEDarcy Winslow, chefe do setor de calados femininos, chamada a iniciar uma revoluo verdeCria um grupo de estratgias sustentveis para pensar verde.Integra departamentos de inovao, designers, gerentes de produtos, engenheiros e empregados.Implanta planejamento participativo e estimula sugesto de idias.Estabelece metas verdes

20O caso NIKE: Resultados(1) Padres elevados em reduo de desperdcio e responsabilidade coletiva na fabricao.(2) Criao de uma linha de vesturio base de algodo orgnico.

(3) Criao de uma linha de tnis de borracha com componentes livres de toxinas qumicas.(4)Retirada dos solventes dos processos de manufatura.(5) Utilizao de materiais alternativos ao PVC em toda a linha de produtos

21O caso NIKE:A metaEst em curso um grande projeto de design para criar produtos inteiramente desmontveis ao final do seu ciclo de vida, com componentes reciclveis e reutilizveis.

22O Caso GE

O CASO GE23O Caso GEEm 2004: Jeffrey Immelt comunica executivos que todos os departamentos tero de criar produtos verdes.Reao: Incredulidade.Lgica do CEO: Green is Gren

Como uma empresa centenria, com faturamento de US$ 180 bi, e sem nenhuma preocupao ambiental, vai conseguir mudar modelo de negcio?

24O Caso GEResultadosEm 2007: linha Ecoimagination teve vendas de U$ 14 bi (10% do volume de vendas da GE) para um investimento de U$ 1 bi da empresa.Negcios verdes crescem trs vezes mais que a mdia.

25O Caso GEResultadosEm 2010: a empresa espera faturar US$ 25 bi com a linha Ecoimagination, formada por mais 60 produtos, entre turbinas e sistemas de controle de energia domstico.

26O Caso GELorraine Bolsinger, executiva de Marketing, chamada a coordenar a linha Ecoimagination.(1) Transforma engenheiros e vendedores de 11 reas de negcio em condutores do processo verde.(2) Cria uma sistema de metas e padres.(3) Define cinco variveis, entre as quais viabilidade econmica e eficincia comparada aos produtos concorrentes.

27O Caso GEOutros resultados importantesReduo de emisses em 20% mesmo com aumento em 40% nas vendas.Expectativa de valorizao em 12% das aes por conta do crescimento dos negcios limpos.

28O Caso GE:DesafiosEnvolver uma empresa gigantes com 327 mil funcionrios numa nova cultura.Criar mercados novos para atender demandas que no existiam antes.(3) Tornar os produtos comercialmente viveis, por causa da baixa escala inicial e do alto custo de desenvolvimento.(4) Sustentar o discurso na prtica contra uma cobrana pblica maior.

29O caso Prius

O CASE DA TOYOTA O PRIUS30O Caso PriusEm 1993: Toyota inicia projeto para construir o carro do sculo 21, anunciando investimento em pesquisa de motor hbrido eltrico-etanolReao: ironia e desdm dos concorrentes.

31O Caso PriusAposta da Toyota: consumidores verdes em ascenso e previsvel aumento do preo da gasolina.Em 2004: Prius considerado o carro do ano.

32O Caso PriusEm 2006: com as vendas do Prius e o prestgio gerado pelo carro, a Toyota chega a um faturamento de U$ 11,8 bi e encosta na GM.Prius passa a ser um dos carros mais vendidos no mundo.

33Cinco etapas paraimplantar sustentabilidadeCinco etapas para implementar sustentabilidade1) Escolher questes que repercutiro entre os clientes, procurando atender necessidades ou preocupaes que eles tenham nas esfera social, ambiental ou econmica.2) Envolver os fornecedores para que as operaes fiquem mais sustentveis

343) Concentrar as aes naquilo que a empresa conhece e faz melhor.4) Antecipar-se s mudanas, transformando o que seriam desafios pra os clientes em oportunidades de negcio.5) Capacitar funcionrios para que eles percebam oportunidades e participem da construo delas.

A Toyota e o seu hbrido PriusSustentabilidade nos negcios ....35INDICADORES AMBIENTAIS DE DESEMPENHO So instrumentos referenciais que quantificam informaes complexas acerca da relao da empresa com o meio-ambiente em um formato simples para prover o monitoramento dos problemas ambientais bem como gerar subsdios para a tomada de decisoREFERENCIAIS PARA OS INDICADORESNmero limitadoClareza na proposioColeta realista de dadosCustos aceitveisIdentificao das causasConfiabilidadeEscala temporal e espacialAUDITORIA AMBIENTALIdentificar a mais importante interao empresa/ambienteAvaliar os graus de impacto ambientalIdentificar as prioridades e responsabilidadesAvaliar equipes de treinamentoAvaliar sistemas de informaoMonitorar o desempenho ambiental

O QUE MEDIR ?

Recommended

View more >