NBR 6136 - EcivilUFES 6136 Blocos vazados de concreto simples para alvenaria Requisitos. Objetivo Esta Norma estabelece os requisitos para o recebimento de blocos vazados de concreto

  • Published on
    14-Feb-2018

  • View
    225

  • Download
    5

Transcript

NBR 6136Blocos vazados de concreto simples para alvenaria RequisitosObjetivoEsta Norma estabelece os requisitos para o recebimento de blocos vazados de concreto simples, destinados execuo de alvenaria com ou sem funo estrutural.Definies bloco vazado: Componente de alvenaria cuja rea lquida igual ou inferior a 75% da rea bruta. rea bruta: rea da seo perpendicular aos eixos dos furos, sem desconto das reas dos vazios. rea lquida: rea mdia da seo perpendicular aos eixos dos furos, descontadas as reas mdias dos vazios. dimenses nominais: Dimenses comerciais dos blocos,indicadas pelos fabricantes, mltiplas do mdulo M = 10 cm eseus submdulos M/2 e M/4. dimenses reais: Aquelas obtidas ao medir cada bloco,equivalentes s dimenses nominais diminudas em 1 cm, quecorrespondem espessura mdia da junta de argamassa. blocos modulares: Blocos com dimenses coordenadas, para aexecuo de alvenarias modulares, isto , alvenarias comdimenses mltiplas do mdulo M = 10 cm e seus submdulosM/2 e M/4. famlia de blocos: Conjunto de componentes de alvenaria queinteragem modularmente entre si e com outros elementosconstrutivos. Os blocos que compem a famlia, segundo suasdimenses, so designados como bloco inteiro (blocopredominante), meio bloco, blocos de amarrao L e T (blocospara encontros de paredes), blocos compensadores A e B(blocos para ajustes de modulao) e blocos tipo canaleta. classe: Diferenciao dos blocos segundo o seu uso.ClassificaoOs blocos de concreto, especificados de acordo com esta Norma,devem atender, quanto a seu uso, s classes descritas a seguir,indicadas nas tabelas 1, 2 e 3: a) classe A Com funo estrutural, para uso em elementos dealvenaria acima ou abaixo do nvel do solo; b) classe B Com funo estrutural, para uso em elementos dealvenaria acima do nvel do solo; c) classe C Com funo estrutural, para uso em elementos dealvenaria acima do nvel do solo;NOTA: Recomenda-se o uso de blocos com funo estrutural classe Cdesignados M10 para edificaes de no mximo um pavimento, osdesignados M12,5 para edificaes de no mximo dois pavimentos e osdesignados de M15 e M20, para edificaes maiores. d) classe D Sem funo estrutural, para uso em elementos dealvenaria acima do nvel do solo.Materiais Concreto: O concreto deve ser constitudo decimento Portland, agregados e gua. Cimento : Somente cimentos que obedeam sespecificaes brasileiras para cimento (ABNT NBR5732, ABNT NBR 5733, ABNT NBR 5735, ABNTNBR 5736 e ABNT NBR 11578), destinados preparao de concretos e argamassas, soconsiderados nesta Norma. gua: A gua de amassamento deve ser limpa eisenta de produtos nocivos hidratao docimento. Agregados: Os agregados grados e midos devemestar de acordo com a ABNT NBR 7211. Escrias de altoforno, cinzas volantes, argila expandida ou outrosagregados leves ou no podem ser usados com acondio de que o produto final atenda aos requisitosfisico-mecnicos da Tabela 3. Recomenda-se que adimenso mxima caracterstica do agregado noultrapasse a metade da menor espessura de parede dobloco. Aditivos e adies : - Ser permitido o uso de aditivos, de acordo com aABNT NBR 11768, adies ou pigmentos, desde que oproduto final atenda aos requisitos fisico-mecnicos daTabela 3.- Os aditivos no devem conter substnciaspotencialmente capazes de promover a deteriorao doconcreto dos blocos ou materiais prximos, quer porcontato direto, quer por disseminao de ons.Outros requisitos Os blocos devem ser fabricados e curados por processos queassegurem a obteno de um concreto suficientemente homogneo ecompacto, de modo a atender a todas as exigncias desta Norma. Oslotes devem ser identificados pelo fabricante segundo sua procednciae transportados e manipulados com as devidas precaues, para noterem sua qualidade prejudicada. Os blocos devem ter arestas vivas e no devem apresentar trincas,fraturas ou outros defeitos que possam prejudicar o seu assentamentoou afetar a resistncia e a durabilidade da construo, no sendopermitida qualquer reparo que oculte defeitos eventualmenteexistentes no bloco. Por ocasio do pedido de cotao de preos, o comprador deve indicaro local da entrega do material, bem como a classe, a resistnciacaracterstica compresso, as dimenses e outras condiesparticulares dos blocos desejados especificados no projeto. Para fins de fornecimentos regulares, a unidade de compra o bloco.Requisitos especficosDimenses: As dimenses reais dos blocos vazados de concreto, modulares e sub-modulares devem corresponder s dimenses constantes na Tabela 1. A espessura mnima de qualquer parede de bloco deve atender Tabela 2. A tolerncia permitida nas dimenses das paredes de 1,0 mm para cada valor individual.Tabela 1 Dimenses reaisNOTA: As tolerncias permitidas nas dimenses dos blocos indicados na tabela 1 so de 2,0 mm para alargura e 3,0 mm para a altura e para o comprimento. Os componentes das famlias de blocos de concretotm sua modulao determinada de acordo com as ABNT NBR 5706 e ABNT NBR 5726.Tabela 2 Designao por classe, largura dos blocos e espessura mnimadas paredes dos blocos A menor dimenso do furo (Dfuro) para as classes A e B,atendidas as demais exigncias desta Norma, deve obedeceraos seguintes requisitos:- Dfuro > 70 mm para blocos M15;- Dfuro > 110 mm para blocos M20. Os blocos classe A devem ter msulas de acomodao comraio (r) mnimo 40 mm e os blocos classes B e C devem termsulas com raio mnimo de 20 mm, com centro tomado noencontro da face externa da parede longitudinal com o eixotransversal do bloco, conforme a figura:msulasBlocos aparentes: Blocos para uso em elementos de alvenaria, conforme classes estabelecidas em 4.1, podendo apresentar faces lisas ou com texturas. A permeabilidade mxima de cada bloco deve ser igual estabelecida pela ACI 530.1, determinada de acordo com a ASTM E 514. Para blocos cujas faces apresentem texturas, as tolerncias dimensionais podem variar nas dimenses relativas a esta face.Requisitos fsico-mecnicos Os blocos vazados de concreto prescritos nesta Norma devem atender aos limites de resistncia, absoro e retrao linear por secagem estabelecidos na Tabela 3. A resistncia caracterstica fbk deve ser determinada de acordo com o descrito em EnsaiosInspeo Lotes : Os lotes devem ser constitudos a critrio docomprador, sendo satisfeitas as seguintes condies:a) o lote de inspeo (do comprador) deve ser formado por umconjunto de blocos com as mesmas caractersticas,produzidos pelo mesmo fabricante, sob as mesmas condiese com os mesmos materiais, cabendo ao fornecedor aindicao, no documento de entrega, da resistnciacaracterstica compresso e data do seu atendimento, datade fabricao e nmero de identificao do lote de fbrica;b) um lote pode ser composto por blocos com datas defabricao diferenciadas, de no mximo cinco dias,respeitando-se os requisitos do item acima. O lote devecorresponder aos blocos empregados na construo de nomximo 1 000 m de parede;c) nenhum lote pode ser constitudo de mais de 20 000 blocos. Idades de controle: A idade de controle pode ser tomada de duas formas, conforme condies estabelecidas:Condio 1: A idade de controle deve ser a data da entrega dos carregamentos que compuserem o lote, ou seja, o fabricante deve fornecer o componente com as caractersticas fsico-mecnicas atendidas na data da entrega.Condio 2: A idade de controle pode ser tomada aps a data da entrega e ser no mximo aos 28 dias, contados a partir da data de produo mais recente dos diversos carregamentos que compem o lote. A aplicao desta condio fica sujeita aceitao do consumidor. Amostragem: Efetuado o fornecimento, ou no decorrer deste,cabe ao comprador ou seu representante legal:a) colher, para fins de ensaio, aleatoriamente blocos queconstituiro amostra representativa de todo o lote do qualforam retirados;b) encaminhar como amostra para os ensaios indicados a seguiros blocos predominantes do lote que compe a alvenaria,geralmente aqueles denominados como inteiro na Tabela 1.Quando os blocos predominantes forem de outradenominao, estes igualmente podem constituir amostrapara ensaio, de acordo com critrio estabelecido entrecomprador e fornecedor;c) o tamanho da amostra deve ser definido conforme Tabela 4;d) as amostras devem ser identificadas antes de serem remetidasa um laboratrio para execuo dos ensaios prescritos nestaNorma. A identificao de cada espcime no deve cobrir maisde 5% da rea superficial do bloco.Tabela 4 Tamanho da amostraEnsaios Os ensaios a serem executados so:- Resistncia compresso;- Anlise dimensional, absoro e rea lquida;- Retrao linear por secagem;- PermeabilidadeValor caracterstico de resistncia compresso do blocoO valor da resistncia caracterstica compresso pode ser determinado de duasformas conforme critrios estabelecidos aseguir, sendo que, o valor do desvio-padrodeve ser determinado por terceira partesegundo critrios estatsticos, baseado emensaios realizados em laboratrio de terceiraparte qualificado, com apresentao dodocumento relativo ao desvio-padro e seurespectivo prazo de validade. Valor no conhecido do desvio-padro dafbrica: O valor da resistncia caracterstica compresso (fbk) dos blocos de concreto,referida rea bruta, deve ser estimado apartir da expresso:Onde: fbk,est: a resistncia caracterstica estimada da amostra, expressa em megapascals; fb(1), fb(2),, fbi: so os valores de resistncia compresso individual dos corpos-de-prova da amostra, ordenados crescentemente; n: igual quantidade de blocos da amostra. Valor conhecido do desvio-padro da fbrica: Ovalor da resistncia caracterstica compresso(fbk) dos blocos de concreto, referida rea bruta,deve ser determinado a partir da expresso:fbk = fbm -1,65 x sonde:fbm: a resistncia mdia da amostra expressa,em MPa;s: o desvio-padro do fabricante. O clculo do desvio-padro do fabricante develevar em considerao pelo menos 30 corpos-de-prova, retirados em intervalos regulares deproduo para cada faixa de resistncia adotada.Aceitao e rejeio O lote deve ser aceito sempre que:a) ao receber o material e no estabelecimento do lote, o comparador, por simples constatao visual, verificar que se cumpriu todos os requisitos citados;b) as dimenses reais de todos os blocos da amostra atenderem ao especificado;c) as caractersticas fsico-mecnicas atenderem ao especificado no projeto. Se os resultados da inspeo conduzirem recusa de 10%ou mais dos blocos de um determinado fornecimento, estepode ser rejeitado em sua totalidade. Todavia, facultadoao fornecedor e ao comprador a substituio doscomponentes recusados at o mximo de 10% do total dosblocos do lote em exame. Se os resultados no satisfizerem as exigncias acima, deve-se fazer uso da amostra destinada contraprova, que deveter sido retirada do mesmo lote. Se os novos resultadossatisfizerem as exigncias desta Norma, o lote deve seraceito. Estando o lote de acordo, pode-se iniciar a aplicao dosblocos antes do recebimento do resultado dos ensaios. Se osresultados dos ensaios no estiverem de acordo, o lote deveser reprovado. Se ainda no foi aplicado alvenaria, o lotedeve ser inteiramente substitudo. Caso j tenha sidoaplicado, deve-se cumprir o contrato entre as partes.

Recommended

View more >