Manual de instrues - DELTA OHM srl padova italy ... ? Caractersticas de temperatura das solues

  • Published on
    23-Jun-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Transcript

  • Manual de instrues Medidores de conductividade e pH / termmetros HD2156.1 HD2156.2

    www.deltaohm.com

    Empresas / Marcas de GHM

    Brasileiro

    Manter para referncia futura.

  • HD2156 - 2 - V2.4

    CONTEDOS

    INTRODUO ......................................................................................................................................................... 3

    DESCRIO DO TECLADO E DO MENU .......................................................................................................... 8

    MEDIO DO PH...................................................................................................................................................16 COMPENSAO AUTOMTICA OU MANUAL DO pH ...................................................................................................16 CALIBRAO DO ELETRODO DE pH .........................................................................................................................17

    Caractersticas de temperatura das solues padro Delta OHM ............................................................................20

    MEDIO DE CONDUTIVIDADE .......................................................................................................................21 COMPENSAO AUTOMTICA OU MANUAL DA CONDUTIVIDADE ...............................................................................22 CALIBRAO DE CONDUTIVIDADE...........................................................................................................................23

    Tabela de soluo padro a 147S/cm, 1413S/cm, 12.88mS/cm e 111800mS/cm 26 ENTRADA DIRETA PARA SONDAS DE TEMPERATURA Pt100 E Pt1000 .........................................................................27

    Como medir ..............................................................................................................................................................27 Instrues para conectar o mdulo TP47 para sondas combinadas de condutividade/temperatura, sondas Pt100 4 fios e Pt1000 2 fios .........................................................................................................................27

    AVISOS E INSTRUES DE OPERAO ..........................................................................................................31 NOTAS SOBRE A UTILIZAO DO ELETRODO DE pH ..................................................................................................32 OBSERVAES SOBRE MEDIO DE CONDUTIVIDADE ...............................................................................................32

    SINAIS E FALHAS DO INSTRUMENTO .............................................................................................................33

    AVISO DE BATERIA FRACA E SUBSTITUIO DE BATERIA ......................................................................35

    ARMAZENAGEM DO INSTRUMENTO...............................................................................................................36

    SERIAL INTERFACE AND USB ...........................................................................................................................37

    ARMAZENAGEM E TRANSFERNCIA DE DADOS PARA UM PC.................................................................39 A FUNO LOGGING - SOMENTE PARA O HD2156.2 ................................................................................................39 LIMPANDO A MEMRIA SOMENTE PARA O HD2156.2 .............................................................................................39 A FUNO PRINT .................................................................................................................................................40

    CONEXO A UM PC ..............................................................................................................................................41 CONEXO COM A PORTA SERIAL RS232C DO INSTRUMENTO ....................................................................................41 CONEXO COM A PORTA USB 2.0 DO INSTRUMENTO SOMENTE PARA HD2156.2.....................................................41

    OBSERVAES SOBRE SEGURANA OPERACIONAL E NO TRABALHO .................................................42

    CARACTERSTICAS TCNICAS DO INSTRUMENTO .....................................................................................43 DADOS TCNICOS DAS SONDAS .....................................................................................................................47

    Eletrodos de pH ...................................................................................................................................................47 Eletrodos Redox ..................................................................................................................................................49 sondas de condutividade 2 e 4 eletrodos ........................................................................................................49 Sondas Pt100 4 fios e Pt1000 2 fios completas com mdulo TP47 .................................................................50

    CDIGOS DE PEDIDO ..........................................................................................................................................51

  • HD2156 - 3 - V2.4

    INTRODUO Os HD2156.1 e HD2156.2 so instrumentos portteis com um grande display LCD. Eles medem pH, mV, potencial redox (ORP), condutividade, resistividade lquida, total de slidos dissolvidos (TDS) e salinidade usando sondas combinadas de 4 e 2 anis condutividade/temperatura. A temperatura medida somente pelas sondas Pt100 ou Pt1000 de imerso, penetrao ou de contato. A calibrao do eletrodo de pH, mesmo a manual, pode ser feita em um, dois ou trs pontos e a seqncia de calibrao pode ser escolhida de uma lista de 13 buffers. A calibrao da sonda pode ser automaticamente em um ou mais das solues de calibrao de condutividade 147S, 1413S, 12880S ou 111800S/cm. O instrumento HD2156.2 um datalogger. Ele memoriza at 20,000 jogos de trs medies compostas de pH ou mV, condutividade ou resistividade ou TDS ou salinidade e temperatura: estes dados podem ser transferidos do instrumento conectado a um PC atravs da porta serial RS232C ou da porta USB 2.0. O intervalo de armazenagem, impresso e taxa baud podem ser configurados usando o menu. Os modelos HD2156.1 e HD2156.2 so montados com uma porta serial RS232C e podem transferir as medies obtidas para um PC ou para uma impressora em tempo real. A impresso e, para o modelo HD2156.2, o armazenamento sempre incluem trs parmetros: temperatura pH ou mV ou ou TDS ou g/l. A funo Max, Min e Avg calcula os valores mximo, mnimo ou mdio. Outras funes incluem: a funoAuto-HOLD e o desligamento automtico o qual tambm pode ser desabilitado. Os instrumentos tm grau de proteo IP66. Este manual descreve os modelos HD2156.1 e HD2156.2: se no especificado de outra forma, a inteno que esta descrio seja aplicvel para ambos os modelos.

  • HD2156 - 4 - V2.4

    Medidor de Condutividade Medidor de pH Termmetro HD2156.1

  • HD2156 - 5 - V2.4

    HD2156.1

    1. Conector BNC para eletrodo pH/mV. 2. Conector 8 polos DIN45326 entrada para sonda combinada 4 anis ou 2 anis para

    condutividade/temperatura, para sondas de temperatura Pt100 4 fios diretos e Pt1000 2 fios completa com mdulo TP47.

    3. Conector para entrada de suprimento externo de energia (positivo no centro). 4. Smbolo da bateria: mostra o nvel de carga da bateria. 5. Indicadores de funo. 6. Linha secundria do display. 7. Tecla CAL/ : durante operao normal inicia a calibrao da sonda de condutividade ou do

    eletrodo de pH; no menu, aumenta o valor atual. 8. Tecla FUNC/ENTER: durante operao normal mostra os valores mximo (MAX), o mnimo

    (MIN) e a mdia (AVG) das medies atuais. No menu, confirma a seleo atual. Atualiza a medio no display quando a funo Auto-Hold est habilitada.

    9. Tecla pH/mV-ESC: alterna a varivel principal entre pH e mV. No menu, confirma a seleo atual.

    10. Tecla SERIAL: inicia e finaliza a transferncia de dados para a porta de comunicao serial. 11. Tecla MENU: permite acessar e sair do menu.

    12. Tecla --TDS/ESC: alterna a varivel principal entre condutividade, resistividade, slidos totais dissolvidos (TDS) e salinidade. No menu, cancela a operao em progresso sem fazer alteraes.

    13. Tecla C/F: quando a sonda no estiver conectada, permite modificao manual da temperatura. Quando a sonda estiver conectada, se esta tecla for pressionada duas vezes, muda a unidade de temperatura de graus Celsius para Fahrenheit.

    14. Tecla ON-OFF/AUTO-OFF: liga e desliga o instrumento; quando pressionada junto com a tecla CAL, desabilita o desligamento automtico.

    15. Indicadores de eficincia do eletrodo de pH. 16. Smbolos MAX, MIN e AVG. 17. Linha principal do display. 18. Linha para smbolos e comentrios. 19. Conector MiniDin 8 polos para RS232C. Para conexo ao PC (com cabo HD2110CSNM ou

    C206) ou impressora (com cabo HD2110CSNM).

  • HD2156 - 6 - V2.4

    Medidor de Condutividade Medidor de pH Termmetro HD2156.2

  • HD2156 - 7 - V2.4

    HD2156.2

    1. Conector BNC para eletrodo pH/mV. 2. Conector 8 polos DIN45326 entrada para sonda combinada 4 anis ou 2 anis para

    condutividade/temperatura, para sondas de temperatura Pt100 4 fios diretos e Pt1000 2 fios completa com mdulo TP47.

    3. Conector para entrada de suprimento externo de energia (positivo no centro). 4. Smbolo da bateria: mostra o nvel de carga da bateria. 5. Indicadores de funo. 6. Linha secundria do display. 7. Tecla CAL/ : durante operao normal inicia a calibrao da sonda de condutividade ou do

    eletrodo de pH; no menu, aumenta o valor atual.

    8. Tecla FUNC/ENTER: durante operao normal mostra os valores mximo (MAX), o mnimo (MIN) e a mdia (AVG) das medies atuais. No menu, confirma a seleo atual. Atualiza a medio no display quando a funo Auto-Hold est habilitada.

    9. Tecla pH/mV-ESC: alterna a varivel principal entre pH e mV. No menu, confirma a seleo atual.

    10. Tecla SERIAL/ERASE LOG: inicia e finaliza a transferncia de dados para a porta de comunicao serial. No menu, limpa os dados contidos na memria do instrumento.

    11. Tecla LOG/DUMP LOG: durante operao normal, inicia e finaliza o salvamento de dados na memria interna; no menu, inicia a transferncia de dados da memria do instrumento para PC.

    12. Conector Mini-USB tipo B para conexo USB 2.0. Para conexo ao PC (com cabo CP23). 13. Tecla MENU: permite acessar e sair do menu.

    14. Tecla --TDS/ESC: alterna a varivel principal entre condutividade, resistividade, slidos totais dissolvidos (TDS) e salinidade. No menu, cancela a operao em progresso sem fazer alteraes.

    15. Tecla C/F: quando a sonda no estiver conectada, permite modificao manual da temperatura. Quando a sonda estiver conectada, se esta tecla for pressionada duas vezes, muda a unidade de temperatura de graus Celsius para Fahrenheit.

    16. Tecla ON-OFF/AUTO-OFF: liga e desliga o instrumento; quando pressionada junto com a tecla CAL, desabilita o desligamento automtico.

    17. Indicadores de eficincia do eletrodo de pH. 18. Smbolos MAX, MIN e AVG. 19. Linha principal do display. 20. Linha para smbolos e comentrios. 21. Conector MiniDin 8 polos para RS232C. Para conexo ao PC (com cabo HD2110CSNM ou

    C206) ou impressora (com cabo HD2110CSNM).

  • HD2156 - 8 - V2.4

    DESCRIO DO TECLADO E DO MENU Prefcio O teclado do instrumento composto de teclas de funo nica, como a tecla MENU, e teclas de funo dupla, como a tecla ON-OFF/Auto-OFF. Nas teclas de funo dupla, a funo na parte superior a funo principal, enquanto que aquela na parte inferior a funo secundria. Quando o instrumento est no modo padro, a funo principal est ativa. No menu ou em conjunto com a tecla FUNC, a funo secundria ativada. A presso na tecla acompanhada de uma confirmao sonora de um curto "beep": se soar um "beep" mais longo, significa que a tecla errada foi pressionada. A funo especfica de cada tecla descrita abaixo em detalhe. O que se segue abaixo pode ser visto no display ao mesmo tempo:

    1. pH (ou mV) e temperatura 2. condutividade (ou resistividade ou total de slidos dissolvidos ou salinidade) e

    temperatura. Se no for possvel ver pH (ou mV) e condutividade ao mesmo tempo: uma medio ou a outra devem ser selecionadas usando as teclas "pH/mV- " e "--TDS/ESC". Na impresso direta e ao registrar tres grandezas so capturadas ao mesmo tempo: pH/mV, condutividade e temperatura.

    Tecla ON-OFF/Auto-OFF

    O instrumento ligado e desligado usando a tecla ON/OFF. Ao ligar todos os segmentos de displays so habilitados por uns poucos segundos, inicia um Auto-teste, e mostra os valores atuais da constante cell (CELL-clula) e coeficiente de temperatura (ALPH - alfa). Finalmente o instrumento configurado no modo de funcionamento padro, mostrando a medio que permaneceu habilitada da ltima vez que foi desligado, na linha principal, e a temperatura na linha secundria.

    MIN

    cmmin

    s23

    mm

    k

    >>>

    Ao ligar, se nenhuma sonda estiver conectada, o ultimo ajuste manual de temperatura aparece na linha secundria. O smbolo da unidade de medio (C ou F) comea a piscar, e a letra "m" que significa"manual" aparece prximo ao smbolo da bateria. Os dados da sonda so capturados aps ligar o instrumento: se aparecer a mensagem ERR na linha secundria, necessrio desligar e ligar o instrumento novamente. Substituir as sondas quando o instrumento estiver desligado.

  • HD2156 - 9 - V2.4

    +

    Desligamento automtico

    O instrumento tem uma funo AutoPowerOff (Desligamento automtico)desliga automaticamente o instrumento aps 8 minutos, se nenhuma tecla for pressionada neste intervalo de tempo. A funo AutoPowerOff pode ser desabilitada mantendo pressionada a tecla CAL/ ao ligar o instrumento: o smbolo de bateria vai piscar para lembrar o usurio de que o instrumento s poder ser desligado pressionando-se a tecla . A funo do desligamento automtico desabilitada quando uma fonte externa de energia utilizada. Por outro lado, no pode ser desabilitado quando as baterias estiverem descarregadas.

    Tecla FUNC/ENTER

    Durante operao normal, permite mostrar e registrar o valor mximo (MAX), mnimo (MIN) e mdio (AVG) das medies do pH, mV, condutividade, resistividade lquida, total de slidos dissolvidos, salinidade e temperatura, que so atualizados com a aquisio de novas amostras. A freqncia de aquisio uma vez por segundo. Para alternar de pH para mV, pressionar a tecla "pH/mV- ". Use a tecla "--TDS/ESC" para alternar de condutividade para resistividade lquida, para total de slidos dissolvidos ou para salinidade. No menu, a tecla ENTER confirma o parmetro atual e depois vai para o prximo.

    As medies MAX, MIN e AVG permanecem na memria enquanto o instrumento estiver ligado, mesmo aps sair da funo de clculo. Para restaurar os valores anteriores e reiniciar uma nova sesso de medies, pressionar FUNC at aparecer a mensagem "FUNC CLR", use ento as teclas de seta para selecionar YES e confirmar usando ENTER. De acordo com os ajustes no item de menu "RCD Mode", as indicaes mxima, minima e mdia tm diferentes significados: favor verificar a descrio abaixo da tecla MENU. Ateno: os dados capturados usando a funo Record no podem ser transferidos para o PC.

    Tecla CAL/

    Aumenta o parmetro atual quando usada no menu; quando usada no modo medio, inicia a varivel mostrada (pH ou condutividade) calibrao (favor verificar o captulo dedicado para pH, pgina 17, e condutividade, pgina 23, calibrao).

    Tecla C/F

    Quando a sonda de temperatura conectada, a tecla alterna a unidade de medio de graus Celsius para Fahrenheit. O valor de temperatura medido usado para compensar a medio de pH ou de condutividade. Se a sonda no estiver presente , a temperatura de compensao deve ser introduzida manualmente:

  • HD2156 - 10 - V2.4

    para mudar manualmente o valor mostrado na linha inferior do display, pressionar C/F uma vez. A temperatura indicada comea a piscar. Enquanto o display estiver piscando, possvel mudar a temperatura de compensao usando as setas ( e ). Confirmar usando ENTER. O display para de piscar, e a temperatura mostrada usada para compensao. Se a sonda de temperatura no estiver presente, para alternar a unidade de medio entre C e F, necessrio pressionar duas vezes a tecla C/F.

    Tecla --TDS (condutividade - resistividade - TDS - salinidade) / ESC

    Alterna a varivel principal entre condutividade, resistividade, total de slidos dissolvidos (TDS) e salinidade. O parmetro selecionado usado para mostrar, imprimir, e registrar. No menu, a tecla limpa ou cancela a funo ativa (ESC).

    Funo Auto-HOLD O instrumento tem uma funo Auto-Hold, a qual pode ser configurada no MENU, que "congela" a medio automaticamente quando esta estiver estvel (dentro de 1 dgito) por mais de 10 segundos: a mensagem HOLD mostrada. Para realizar uma nova medio, necessrio pressionar a tecla FUNC/ENTER. A mensagem HOLD comea a piscar, enquanto o display segue a atual tendncia de medio, at que esta se estabilize novamente e a mensagem HOLD permanece ativa.

    Tecla pH/mV -

    Alterna a medio da varivel principal entre pH e mV. O parmetro selecionado usado para mostrar, imprimir e registrar.

    Funo Auto-HOLD O instrumento tem uma funo Auto-Hold, a qual pode ser configurada no MENU, que "congela" a medio automaticamente quando esta estiver estvel (dentro de 1 mV) por mais de 10 segundos: a mensagem HOLD mostrada. Para realizar uma nova medio, necessrio pressionar a tecla FUNC/ENTER. A mensagem HOLD comea a piscar, enquanto o display segue a atual tendncia de medio, at que esta se estabilize novamente e a mensagem HOLD permanece ativa. OBSERVAO: quando a funo Auto-Hold habilitada, a medio em mV desabilitada. Para restaurar o display em mV, desabilitar a funo Auto-Hold no menu. Quando usada no menu, diminui o valor da varivel atual.

    Tecla MENU

    O primeiro item de menu acessado inicialmente pressionando-se a tecla MENU; pressionar ENTER para ir aos prximos itens. Para modificar o item mostrado, use as teclas de seta ( e ). O valor atual confirmado pressionando-se a tecla ENTER e o display se move para o prximo parmetro. Se ESC for pressionada o ajuste cancelado. Para sair do menu, pressionar a tecla MENU a qualquer tempo.

  • HD2156 - 11 - V2.4

    Os itens do menu so listados nesta ordem:

    1) Administrao dos dados memorizados (somente HD2156.2): A mensagem >>>_LOG_DUMP_or_ERAS (transferir ou apagar dados) percorre a linha de comentrios. O algarismo central se refere ao nmero de pginas de memria livre (FREE LIVRE).Todos os dados da memria sero permanentemente apagados ao pressionar SERIAL/Erase LOG. Ao pressionar LOG/DumpLOG, a transferncia de dados registrados pela porta serial iniciada ; a BAUD-RATE deve ser previamente ajustada para o valor mximo (veja por favor os itens de menu descritos abaixo e o pargrafo ARMAZENANDO E TRANSFERINDO DADOS PARA UM COMPUTADOR PESSOAL na pgina 39).

    2) Identificador da amostra que est sendo medida: um nmero que aumenta progressivamente associado com a funo nica PRINT (intervalo de impresso ajustado para 0) para impresso de etiquetas. O ndice aparece na impresso de amostra nica junto com a data, hora, e os valores medidos de condutividade (resistividade lquida, total de slidos dissolvidos ou salinidade) e temperatura ou pH (ou mV). Este item de menu permite que o valor da primeira amostra seja configurado: a cada vez que a tecla PRINT pressionada, a identificao ID na impresso aumentada de 1 permitindo assim medies progressivas de todas as amostras medidas. Se a funo Auto-Hold, descrita abaixo neste captulo, estiver habilitada, o intervalo de tempo de impresso forado para zero. Pressionando SERIAL somente faz com que a impresso ocorra quando a medio estiver estabilizada (o smbolo HOLD fica parado). Mais tarde, possvel repetir a impresso vontade, mas enquanto o modo HOLD estiver habilitado, o nmero identificador de amostra no aumentado. Isto til quando mais etiquetas devam ser impressas com o mesmo cdigo de identificao, isto , sem aumentar o cdigo a cada vez. A mensagem "SMPL ID UNT=RSET SER=PRNT" percorre a linha de comentrios: usando as setas ( e ) o valor do identificador de amostra medida no momento pode ser alterado. Mantendo a tecla C/F (Unit-unidade) pressionada o nmero proposto ajustado rapidamente para zero. A informao no cabealho do instrumento ser impressa usando a tecla SERIAL.

    3) Funo AUTO-HOLD: o instrumento normalmente opera no modo vista contnua (configurao do default). Neste modo a medio mostrada atualizada a cada segundo. Se a funo Auto-Hold estiver habilitada, o instrumento realiza a medio e quando esta estabiliza ele vai para o modo HOLD . para atualizar a indicao do display, pressionar FUNC/ENTER. A funo Auto-Hold aplicada para medio do pH, condutividade e todas as medies resultantes. Na figura a seguir voc pode ver um exemplo do processo de medio com a funo Auto-Hold habilitada. A sonda imersa em um lquido com condutividade 1 e, para realizar a medio, a tecla FUNC/ENTER deve ser pressionada: a medio da condutividade aumenta progressivamente at alcanar o valor final. O smbolo HOLD pisca. Na extenso indicada por 1, a medio permanece estvel por 10 segundos, dentro de dois dgitos: ao final deste intervalo (ponto 2), o instrumento vai para o modo HOLD, apresentando o valor final estvel.

  • HD2156 - 12 - V2.4

    2 digit10s

    t

    1

    4) Intervalo de impresso e registro: Ajusta o intervalo em segundos entre dois registros ou

    duas transferncia de dados para a porta serial. O intervalo pode ser ajustado a 0, 1s, 5s, 10s, 15s, 30s, 60s (1min), 120s (2min), 300s (5min), 600s (10min), 900s (15min), 1200s (20min), 1800s (30min) e 3600s (1hora). Se o valor 0 for ajustado, SERIAL trabalha no comando: o envio de dados para a porta serial realizado a cada vez que a tecla for pressionada. O registro (LOG) realizado com intervalos de um segundo mesmo que o intervalo for ajustado para 0. Com um intervalo de 1 a 3600s, a transferncia de dados contnua iniciada quando a tecla SERIAL for pressionada. Para finalizar as operaes de registro (LOG) e a transferncia de dados contnua (SERIAL com um intervalo maior que 0) pressione a mesma tecla novamente.

    5) Modo Sleep (dormir) LOG (Desligamento automtico durante o registro) (somente HD2156.2): Esta funo controla o desligamento automtico do aparelho durante o registro ocorrendo entre a captura de uma amostra e a prxima. Quando o intervalo for mais baixo que 60 segundos, o instrumento sempre permanece ligado. Com intervalos maiores ou igual a 60 segundos, possvel desligar o instrumento entre os registros: ele vai ligar no momento da amostragem e desligar imediatamente aps, desta forma aumentando a vida da bateria. Usando as setas selecione YES e confirme usando ENTER a fim de habilitar o desligamento automtico, selecionar NO e confirmar para desabilitar o desligamento automtico e manter o instrumento em funcionamento contnuo. Observao: Mesmo se for selecionado Sleep_Mode_LOG=YES, o instrumento no desligar por intervalos menores do que um minuto.

    6) LAST CAL pH m/d h/m (ltima calibrao do pH): o display mostra o ms e o dia (m/d) na linha principal, e a hora e os minutos (h/m) na linha secundria da ltima calibrao do eletrodo de pH. Este item do menu no pode ser modificado. O ano da calibrao no mostrado.

    7) BUFR_1_pH (Primeiro buffer de pH): seleciona o valor do primeiro buffer para a calibrao do eletrodo de pH. Os buffers pre ajustados so compensados para temperatura. A indicao ATC mostrada na linha inferior. O buffer USER, definido pelo usurio, no compensado para temperatura: para alterar seu valor, v para o passo "SET USER BUFR pH". Favor verificar o pargrafo dedicado calibrao de pH na pgina 17.

    8) BUFR_2_pH (Segundo buffer de pH): seleciona o valor do segundo buffer para a calibrao do eletrodo de pH. Nenhum valor de soluo de buffer muito prximo (menos que 2pH) do primeiro buffer proposto. Isto tambm vlido para o buffer USER, definido pelo usurio no passo "SET USER BUFR pH": se, por exemplo BUFR_1=6.860 e USER=5.000, o BUFR_2 USER no aparece entre os valores porque est muito prximo do BUFR_1. A seleo NIL (=nenhum buffer) desabilita o buffer atual. O buffer USER, definido pelo usurio, no compensado para temperatura. Favor verificar o pargrafo calibrao do pH na pgina 17.

  • HD2156 - 13 - V2.4

    9) BUFR_3_pH (Terceiro buffer de pH): seleciona o valor do terceiro buffer a calibrao do eletrodo de pH. Nenhum valor de soluo de buffer muito prximo (menos que 2pH) dos dois primeiros buffers proposto. Isto tambm vlido para o buffer USER, definido pelo usurio no passo "SET USER BUFR pH": se, por exemplo BUFR_1=6.860 e USER=5.000, o BUFR_2 USER no aparece entre os valores porque est muito prximo do BUFR_1. A seleo NIL (=nenhum buffer) desabilita o buffer atual. O buffer USER, definido pelo usurio, no compensado para temperatura. Favor verificar o pargrafo calibrao do pH na pgina 17.

    10) SET USER BUFR pH (Configurar o buffer do usurio para pH): este o buffer cujo valor pode ser definido pelo usurio usando as setas; todos os valores de 0 a 14pH esto disponveis. Este buffer no compensado para temperatura, de forma que o valor do buffer deve ser ajustado temperatura real da soluo. Como alternativa, o valor correto de acordo com a temperatura pode ser ajustado na fase de calibrao.

    11) K CELL (Constante da clula de condutividade): ajusta o valor nominal da constante da clula da sonda de condutividade. Os valores 0.01, 0.1, 0.7, 1.0 e 10 cm-1 (com tolerncias de30% a +50% do valor nominal) so admitidos. A constante da clula deve ser inserida antes de iniciar a calibrao da sonda. Um sinal ERR gerado se o valor real da constante da clula exceder os limites 30% ou +50% do valor nominal. Neste caso necessrio verificar se o valor ajustado est correto, se as solues de calibrao esto em bom estado, e ento continuar com a nova calibrao. A alterao da constante da clula acarreta reajuste na data da calibrao: uma nova calibrao atualiza a data de calibrao.

    12) LAST CAL K COND m/d h/m (ltima calibrao de condutividade): o display mostra o ms e o dia (m/d) na linha principal, e a hora e minutos (h/m) na linha secundria da calibrao anterior da sonda de condutividade. Este item de menu no pode ser modificado. O ano de calibrao no mostrado. A mudana na constante da clula usando o parmetro K CELL_COND restaura a data.

    13) ALPH_T_COND (Coeficiente de temperatura T): o coeficiente de temperatura T a medio em percentual da variao da condutividade, de acordo com a temperatura e est expressa em %/C (ou %/F). Os valores admitidos variam de 0.00 para 4.00%/C. Use as setas ( e ) para ajustar o coeficiente desejado T, e confirmar com ENTER.

    14) REF_TEMP_COND (Temperatura de referncia de condutividade): indica a temperatura para a qual o valor da condutividade mostrada padronizado e pode ser igual a 20C ou 25C. usando as setas ( e ), ajusta o valor desejado e confirma com ENTER.

    15) TDS COND (Fator de converso /TDS): representa a razo entre o valor de condutividade medido e a quantidade total de slidos dissolvidos na soluo, expresso em mg/l (ppm) ou g/l (ppt). Este fator de converso depende da natureza dos sais presentes na soluo: no campo de tratamento de qualidade e controle de gua, onde o principal componente CaCO3 (Carbonato de clcio), um valor de 0.5 usado normalmente. Para gua de agricultura, para preparao de fertilizantes, e m hidropnicos, usado um fator de cerca de 0.7. Usando as setas ( e ), ajustar o valor desejado, selecionando- o no range de 0.40.8, e confirmar com ENTER.

    16) RCD MODE (Modo gravao): o instrumento captura um valor de pH, de condutividade e de temperatura a cada segundo. Se o parmetro RCD MODE estiver ajustado para condutividade, os valores mximo (MAX) e mnimo (MIN) so mostrados usando a referncia FUNC/ENTER para condutividade: a temperatura indicada e o pH so aqueles medidos condutividade mxima e mnima e no so a temperatura e o pH mximo e mnimo. Similarmente, se o parmetro RCD MODE estiver ajustado para "pH", os valores mximo e mnimo mostrados usando a referncia FUNC/ENTER para pH: a temperatura e a condutividade indicadas so aquelas medidas ao pH mximo e mnimo e no temperatura e

  • HD2156 - 14 - V2.4

    condutividade mxima e mnima.

    Se o parmetro RCD MODE estiver ajustado para "tp" (=temperatura), os valores mximo e mnimo mostrado usando a referncia FUNC/ENTER para a temperatura: a condutividade e o pH indicados so aqueles medidos a temperatura mxima e mnima e no a condutividade e/ou o pH mximo e mnimo.

    Finalmente, se o parmetro RCD MODE estiver ajustado para "Indep" (=independente), os valores mximo e mnimo mostrados usando FUNC/ENTER so independentes: o pH, condutividade e temperatura indicados so os valores mximo e mnimo mas no se referem necessariamente ao mesmo momento de medio (default de fbrica).

    17) Probe type (Tipo de sonda): a mensagem "PRBE_TYPE" percorre a linha de comentrios. A linha principal no centro do display mostra o tipo de sonda de temperatura conectada ao instrumento. Sondas combinadas de condutividade/temperatura com sensor Pt100 ou Pt1000, ou sondas somente de temperatura podem ser conectadas entrada:

    Pt100 4 fios usando modulo TP47 Pt1000 2 fios usando mdulo TP47

    Aps ser ligado, o instrumento automaticamente detecta as sondas de temperatura: o item de menu Probe Type configurado pelo instrumento e no pode ser modificado pelo usurio. Se nenhuma sonda de temperatura ou sonda combinada com sensor de temperatura estiver conectada, o instrumento seleciona o sensor Pt1000.

    18) YEAR: (ano): Seleciona o ano corrente. Use as setas para modificar este parmetro e confirme usando ENTER.

    19) MNTH (ms): seleciona o ms corrente. Use as setas para modificar este parmetro e confirme usando ENTER.

    20) DAY (dia): Seleciona o dia corrente. Use as setas para modificar este parmetro e confirme usando ENTER.

    21) HOUR (hora): Seleciona a hora corrente. Use as setas para modificar este parmetro e confirme usando ENTER.

    22) MIN: (minutos): Seleciona os minutos. A fim de sincronizar corretamente o minuto, possvel restaurar os segundos pressionando-se a tecla C/F. Use as setas para ajustar o minuto corrente mais um, e assim que este minuto for alcanado, pressionar C/F: isto sincroniza o tempo para segundo. Pressionar ENTER para ir para o prximo item.

    23) BAUD_RATE (Taxa Baud): Indica a freqncia usada para a comunicao serial com o PC. Valores de 1200 a 38400 baud. Usar as setas para modificar este parmetro e confirmar usando ENTER. A comunicao entre o instrumento e o PC (ou porta serial da impressora) somente funciona se as taxas baud do aparelho e do PC forem as mesmas. Se a conexo USB for usada o valor deste parmetro automaticamente ajustado (veja por favor os detalhes na pgina 39).

    Tecla LOG/DumpLOG -somente HD2156.2

    No modo medio, esta funo inicia e pra o registro do bloco de dados a ser salvos na memria interna do instrumento. A freqncia do registro de dados ajustada no parmetro do menu "Print and log interval". O dados registrados entre o incio e a parada subseqente representam um bloco.

  • HD2156 - 15 - V2.4

    Quando a funo registro estiver ligada, a indicao LOG mostrada, o smbolo bateria pisca e o beep emitido a cada vez que o registro ocorrer, o smbolo bateria no aparece quando se usa uma fonte externa de suprimento de energia. Para finalizar o registro, pressionar LOG.

    Se a funo Auto-HOLD estiver habilitada (favor verificar o menu), o registro de dados desabilitado. The HD2156.2 pode desligar durante o registro entre uma captura e a prxima: a funo controlada pelo parmetro Sleep_Mode_LOG. Quando o intervalo de registro for menor do que um minuto, o instrumento de registro permanece ligado, com um intervalo de pelo menos um minuto, ele se desliga entre uma captura e a prxima se o parmetro Sleep_Mode_LOG = YES (SIM).

    >>>

    Dump LOG - somente HD2156.2

    Quando a tecla LOG for pressionada depois da tecla MENU, a transferncia dos dados registrados iniciada na porta serial. Veja por favor o pargrafo dedicado transferncia de dados na pgina 39.

    Tecla SERIAL key - somente HD2156.1

    Tecla SERIAL/EraseLOG - somente HD2156.2

    No modo medio, esta funo inicia e pra a transferncia de dados para a sada serial RS232C. De acordo com o ajuste introduzido no item do menu Print and log interval, uma nica amostra pode ser impressa se Print and log interval=0 ou uma impresso contnua indefinida de dados medidos pode ser ajustada se Print and log interval=1...3600. A operao de impresso acompanhada pelo aparecimento no display do smbolo RS232 e pelo piscar do smbolo bateria; quando for usado um suprimento de energia externo o smbolo da bateria no vai aparecer. Pressionara SERIAL para finalizar a impresso contnua. Antes de iniciar a impresso com SERIAL, ajustar a taxa baud. Para fazer isso, selecione o item do menu Baud Rate e selecione o valor mnimo igual a 38400 baud usando as setas. Confirmar pressionando ENTER. O software DeltaLog9 para PC ajusta automaticamente o valor de taxa baud durante a conexo. Se voc estiver usando um programa diferente do DeltaLog9, certifique-se de que a taxa baud a mesma tanto para o aparelho quanto para o PC: a comunicao somente funcionar desta forma.

    >>>

    Apagar memria- somente HD2156.2

    Quando pressionada depois da tecla MENU, a tecla SERIAL, apaga permanentemente todos os dados contidos na memria do aparelho.

  • HD2156 - 16 - V2.4

    MEDIO DO pH

    O instrumento trabalha com eletrodos de medio de pH, eletrodos de medio de redox potencial (ORP), e eletrodos de on especfico. A medio de pH deve sempre ser acompanhada por uma medio de temperatura. As sondas com sensores Pt100 4 fios, Pt1000 2 fios podem ser usadas para medir temperatura ou para compensao automtica do coeficiente Nernst com o eletrodo de pH. A indicao pH ou mV mostrada na linha principal pressionando-se a tecla "pH/mV"; a linha secundria mostra a temperatura. Se nenhuma sonda de temperatura com sensor de temperatura estiver conectada, a linha secundria mostra a temperatura manual.

    O eletrodo para medio de pH O eletrodo para medio de pH, geralmente em vidro, gera um sinal eltrico proporcional ao pH de acordo com a lei de Nernst. Desse sinal os seguintes aspectos so considerados: Ponto zero: o pH onde o eletrodo gera um potencial de 0 mV. Na maioria dos eletrodos, este valor encontrado a cerca de pH 7. Desvio ou Assimetria Potencial (Offset or Asymmetry Potential): mV gerado por um eletrodo quando imerso na soluo de buffer a pH 7. Geralmente oscila entre 20 mV. Declive (Slope): Resposta do eletrodo expressa em mV por unidades de pH. O declive terico do eletrodo a 25C 59.16 mV/pH. Quando o eletrodo novo o declive est perto do valor terico. Sensitividade (Sensitivity): a expresso do declive do eletrodo em termos relativos. obtido dividindo-se o valor real do declive pelo valor terico, e expresso em %. O potencial de assimetria e o declive variam no tempo com o uso do eletrodo, o qual precisa de calibrao regular. Os eletrodos de pH devem ser calibrados usando as solues padro (veja pargrafo abaixo para calibrao do eletrodo de pH). Os eletrodos de ORP e de ons especficos no precisam de calibrao j que suas voltagens absolutas so medidas. As solues padro redox so usadas somente para verificar a qualidade de um eletrodo redox. No requerida calibrao pelo usurio do sensor de temperatura: as sondas de 4 fios e 2 fios com entrada direta so checadas para conformidade classe A de tolerncia de acordo com a norma IEC751 - BS1904 - DIN43760. As sondas so detectadas ao ligar o instrumento, o que no pode ser realizado quando o instrumento j estiver ligado, por isso, se uma sonda for conectada e o instrumento estiver ligado, necessrio desligar e ligar novamente.

    COMPENSAO AUTOMTICA OU MANUAL DO pH Numa medio correta de pH, os resultados precisam ser expressos junto com o valor da temperatura ao qual a leitura realizada. O declive do eletrodo varia de acordo com a temperatura de um modo conhecido de acordo com a lei de Nernst: isto , uma variao de 1pH, que a 25C significa 59.16mV, a 100C significa 74.04mV.

  • HD2156 - 17 - V2.4

    6pH 7pH

    pH

    8pH

    74.04mV

    -74.04mV

    59.16mV

    -59.16mV

    54.20mV

    -54.20mV

    0mV

    mV

    T=100C, 74.04mV/pH

    T=25C, 59.16mV/pH

    T=0C, 54.20mV/pH

    Quando uma sonda de temperatura estiver presente, o instrumento aplica automaticamente a funo ATC: funo de compensao automtica de temperatura. Para desabilitar essa funo, a sonda de temperatura deve ser desconectada. Se no houver uma sonda de temperatura e o valor correto no for introduzido manualmente, a extenso do erro na medio de pH proporcional temperatura e ao prprio valor de pH. Na ausncia da sonda de temperatura, a parte inferior do display mostra a temperatura de compensao ajustada manualmente. Pelo default esta igual a 25C. Para indicar esta condio, o smbolo C ou F pisca intermitentemente prximo ao valor da temperatura. Alm disso, na linha principal um m (isto , manual) acionado perto do smbolo da bateria (se estiver presente). Nos impressos, a indicao MT impressa. Se a sonda estiver presente, impresso o smbolo AT no lugar.

    para alterar manualmente a temperatura de compensao pressionar C/F uma vez: o valor indicado da temperatura comea a piscar. Selecionar o valor de temperatura desejado usando as setas, e confirmar usando ENTER. O display pra de piscar, e a temperatura mostrada usada para compensao. Para alterar a unidade de medio entre C e F, necessrio pressionar duas vezes a tecla C/F.

    CALIBRAO DO ELETRODO DE pH A calibrao do eletrodo usada para compensar os desvios do potencial zero e de declive, aos quais o eletrodo fica sujeito com o tempo. A freqncia de calibrao depende da preciso desejada pelo usurio e pelos efeitos que a amostra medida tem sobre o eletrodo. Geralmente, ns recomendamos calibrao diria, mas

  • HD2156 - 18 - V2.4

    responsabilidade do usurio estabelecer a freqncia mais apropriada, o que vai depender de sua experincia pessoal. A calibrao pode ser realizada usando 1, 2 ou 3 pontos. Quando usando 1 ponto, o desvio (offset) corrigido, com 2 pontos o desvio e o ganho so corrigidos; finalmente, no caso de calibrao em trs pontos dois desvios (offset) e dois declives (slope) so calculados, o segundo ponto aquele onde o zero realizado. O instrumento tem uma memria de 13 buffers com tabelas adequadas de temperatura de compensao (ATC) mais um buffer "User" (usurio), no compensado. Os tres buffers podem ser selecionados usando os itens de menu e BUFR_1_pH, BUFR_2_pH, BUFR_3_pH. Normalmente sero selecionados um para banda cida, um neutro e um alcalino: @25C BUFR_1_pH (NEUTRO) 6.860 6.865 7.000 7.413 7.648

    BUFR_2_pH (ACIDO) 1.679 2.000 4.000 4.008 4.010

    BUFR_3_pH (ALCALINO) 9.180 9.210 10.010 Os buffers em negrito so predefinidos na fbrica, estes so os da "DeltaOHM".

    Se a calibrao do eletrodo no for realizada no instrumento, ou as baterias tiverem sido mudadas ou se a ltima calibrao falhou, a mensagem CAL pisca no display.

    Procedimento de calibrao 1. Mostra a medio em pH pressionando-se a tecla "pH/mV". 2. Inserir a sonda de temperatura e o eletrodo na soluo de um buffer de calibrao. Se nenhuma

    sonda de temperatura estiver disponvel, usar outro termmetro e introduzir o valor manualmente como indicado no pargrafo "Automatic or manual pH compensation".

    3. A calibrao do eletrodo comea ao pressionar CAL. 4. Entre os trs buffers preparados, o instrumento automaticamente detecta aquele mais prximo

    do valor de pH que est sendo lido e o sinaliza na parte inferior do display. Se o buffer no for detectado o primeiro buffer BUFR_1 proposto.

    5. Neste ponto o smbolo CAL no est piscando no display e o que se segue mostrado de forma descrescente: a) o valor nominal do buffer escolhido a 25C (a indicao percorre a tela) b) o valor da medio de pH com a calibrao atual c) o valor da temperatura compensada do buffer.

    6. O valor de temperatura detectada e compensada do buffer, mostrada na linha inferior, pode ser modificado usando as setas.

    7. Pressionar ENTER para prosseguir com a calibrao. O valor do desvio do eletrodo mV (OFFS) mostrado no display por alguns segundos.

    8. Depois de uns poucos segundos o instrumento mostra a medio novamente, corrigida de acordo com a nova calibrao, mas permanece no modo calibrao. Pressionada repetidamente a tecla ENTER permite repetir a calibrao no ponto, por exemplo, para obter um valor mais estvel.

  • HD2156 - 19 - V2.4

    9. Para finalizar a calibrao no eletrodo pressionar "ESC", ou continuar a calibrao para o segundo ponto.

    10. Extrair o eletrodo do buffer, limp-lo cuidadosamente, e inserir o mesmo no buffer seguinte. 11. Pressionar uma vez a tecla MENU. 12. O instrumento mostra o valor detectado no novo buffer: continuar repetindo os passos no ponto

    4. OBSERVAES: Depois da calibrao, o instrumento mostra uma indicao da qualidade do eletrodo:

    Nenhum sinal: eletrodo funcionando. 1 pequeno quadrado piscando no canto direito inferior: eletrodo quase exaurido. 2 pequenos quadrados piscando no canto inferior direito: eletrodo exaurido precisa ser substitudo.

    A calibrao nos 3 pontos deve sempre ser realizada de acordo com a seqncia fixada: NEUTRO>>CIDO>>BSICO. O buffer bsico deve ser o ultimo da seqncia .

    Mesmo sem pressionar ENTER , a calibrao interrompida pressionando-se ESC; os valores anteriores continuaro a ser usados.

    Os buffers sempre so apresentados na seqncia ajustada no menu com os parmetros BUFR_1, BUFR_2, BUFR_3. A calibrao no ponto 2 possvel usando a seqncia BUFR_1 - BUFR_2 ou BUFR_2 - BUFR_3 ou mesmo BUFR_1 - BUFR_3. A calibrao no ponto 3 somente possvel usando a seqncia exata BUFR_1 - BUFR_2 - BUFR_3.

    Seqncias de Calibrao de pH permitidas

    Seq

    nci

    as d

    e C

    alib

    ra

    o pe

    rmiti

    das 1 BUFR_1 BUFR_2 BUFR_3

    2 BUFR_1 - BUFR_2 BUFR_2 - BUFR_3 BUFR_1 - BUFR_3

    3 BUFR_1 - BUFR_2 - BUFR_3

    Um buffer pode ser desabilitado na fase de seleo de opo (modo MENU) escolhendo o valor

    NIL. Neste caso, o buffer desabilitado excludo da seqncia e no ser proposto. Se nenhum outro buffer for esperado aps o primeiro, como BUFR_2 e BUFR_3 terem sido

    ajustados para NIL, o modo calibrao finalizado pressionando-se MENU. Em qualquer caso onde nenhuma operao for realizada, o modo calibrao pra

    automaticamente aps 60 segundos. Se a calibrao for rejeitada pelo instrumento por ser considerada excessivamente corrompida, a

    mensagem CAL ERR vai aparecer, seguida de um longo beep. O instrumento permanece no modo calibrao e mantm os valores de calibrao anteriores: neste ponto, se a calibrao foi interrompida usando ESC, o instrumento sinaliza a anomalia com a mensagem CAL piscando.

  • HD2156 - 20 - V2.4

    Caractersticas de temperatura das solues padro Delta OHM As 13 solues padro relacionadas na tabela na pgina 18 so memorizadas no instrumento com as variaes adequadas de acordo com a temperatura: as caractersticas dos 3 buffers padro Delta Ohm a 6.86pH, 4.01pH e 9.18pH (@25C) so relacionadas abaixo. 6.86 pH @ 25C 4.01 pH @ 25C

    C pH C pH C pH C pH 0 6.98 50 6.83 0 4.01 50 4.06 5 6.95 55 6.83 5 4.00 55 4.07

    10 6.92 60 6.84 10 4.00 60 4.09 15 6.90 65 6.85 15 4.00 65 4.10 20 6.88 70 6.85 20 4.00 70 4.13 25 6.86 75 6.86 25 4.01 75 4.14 30 6.85 80 6.86 30 4.01 80 4.16 35 6.84 85 6.87 35 4.02 85 4.18 40 6.84 90 6.88 40 4.03 90 4.20 45 6.83 95 6.89 45 4.05 95 4.23

    9.18 pH @ 25C

    C pH C pH 0 9.46 50 9.01 5 9.39 55 8.99

    10 9.33 60 8.97 15 9.28 65 8.94 20 9.22 70 8.92 25 9.18 75 8.90 30 9.14 80 8.88 35 9.10 85 8.86 40 9.07 90 8.85 45 9.04 95 8.83

  • HD2156 - 21 - V2.4

    MEDIO DE CONDUTIVIDADE Os instrumentos trabalham com sondas combinadas de condutividade/temperatura, somente sondas de condutividade de 4 anis e 2 anis ou sondas de temperatura. As sondas Pt100 4 fios, Pt1000 2 fios podem ser usadas para medir temperatura, a qual usada para compensao automtica da condutividade. O instrumento obtm o seguinte da medio de condutividade:

    A medio da resistividade lquida (, k, M),

    A concentrao do total de slidos dissolvidos (TDS) de acordo com o fator de converso /TDS, o qual pode ser modificado usando o menu,

    A salinidade (quantidade de NaCl na soluo, expresso em g/l). As indicaes de condutividade, resistividade, TDS ou salinidade so mostradas na linha principal ao pressionar --TDS/ESC; a linha secundria mostra a temperatura.

    As sondas de condutividade devem ser calibradas periodicamente. Para facilitar esta operao, quarto solues de calibrao automtica detectadas pelo instrumento so fornecidas:

    Soluo 0.001 Molar KCl (147S/cm @25C),

    Soluo 0.01 Molar KCl (1413S/cm @25C),

    Soluo 0.1 Molar KCl (12880S/cm @25C),

    Soluo 1 Molar KCl (111800S/cm @25C), A calibrao do usurio do sensor de temperatura no requerida: as sondas de 4 fios e 2 fios com entrada direta so checadas para conformidade com tolerncia classe A de acordo com a norma IEC751 - BS1904 - DIN43760. As sondas so detectadas ao ligar o instrumento, o que no pode ser realizado quando o instrumento j estiver ligado, por isso se a sonda for conectada e o instrumento estiver ligado, este deve ser desligado e ligado novamente.

    Sonda padro A sonda padro de condutividade e temperatura combinada de 4 eletrodos tem cdigo SP06T. a zona de medio da clula delimitada por um sino em Pocan. Uma chave de posicionamento, presente na parte final da sonda, orienta o sino corretamente quando a sonda introduzida. Para limpeza, simplesmente puxar o sino ao longo do eixo da sonda sem girar. No possvel realizar medies sem o sino.

    O range de medio de temperatura da sonda 0+90C.

    Sondas 4-anis ou 2-anis Os medidores de condutividade HD2156.1 e HD2156.2 usam sondas para medio de condutividade de 4-anis ou 2-anis. As sondas de 4-anis so preferidas para medir solues de alta condutividade, tanto acima de um range estendido como em presena de poluentes. As sondas 2-anis operam em um range mais curto de medio mas com uma preciso comparvel com uma sonda de 4-anis.

  • HD2156 - 22 - V2.4

    As sondas podem ser em vidro ou em plstico: a primeira pode trabalhar em presena de poluentes agressivos, as ltimas sendo mais resistente colises, e dessa forma, mais adequadas para uso industrial.

    Clulas com sensor de temperatura As sondas montadas com sensor de temperatura Pt100 ou Pt1000 embutido medem simultaneamente a condutividade e a temperatura: permitindo assim a correo automtica do efeito da ltima na soluo de condutividade.

    Escolhendo a constante da clula A constante uma pea de informao que caracteriza a clula. Depende de sua geometria e expressa em cm1. No existe clula capaz de medir o total da escala de condutividade com preciso suficiente. Conseqentemente, clulas com diferentes constantes so usadas, permitindo medies exatas em diferentes escalas. A clula com constante K = 1cm1 permite medies de baixa condutividade at condutividade relativamente alta. A clula de medio terica feita de duas placas metlicas 1 cm2 separadas uma da outra por 1 cm. Este tipo de clula tem uma constante de clula Kcell de 1 cm1. Em essncia, o nmero, forma, material e dimenses das placas so muito diferentes de modelo para modelo, de fabricante para fabricante. As sondas de baixa constante K so preferencialmente usadas para valores baixos de condutividade, aquelas com constantes altas para valores altos. O range de medies indicativas relacionado no diagrama a seguir:

    COMPENSAO AUTOMTICA OU MANUAL DA CONDUTIVIDADE A medio de condutividade se refere temperatura padro, chamada de temperatura de referncia T_REF_COND: isto , o instrumento prope a condutividade que voc obteria se a temperatura fosse T_REF_COND. Esta temperatura poderia ser 20C ou 25C de acordo com o ajuste no item de menu T_REF_COND. A condutividade aumenta por cada grau de variao de temperatura que caracterstica da soluo e indicada pelo termo "coeficiente de temperatura T": valores admissveis de 0.00 a 4.00%/C, valor do default 2.00%/C. Quando uma sonda combinada com sensor de temperatura estiver presente, o instrumento automaticamente aplica a funo de compensao de temperatura, e prope a medio usando a temperatura de referncia T_REF de acordo com o coeficiente T no display.

  • HD2156 - 23 - V2.4

    Na ausncia da sonda de temperatura, a parte inferior do display mostra a temperatura de compensao ajustada manualmente (default=25C). Para indicar esta condio, o smbolo C ou F pisca intermitentemente prximo ao valor da temperatura. No display principal um "m" (manual) ativado prximo do smbolo da (se houver). A indicao MT aparece nos impressos. Por outro lado, se a sonda de temperatura estiver presente, aparece o smbolo AT.

    para mudar manualmente a temperatura de compensao pressionar a tecla C/F uma vez: o valor de temperatura indicado comea a piscar. Selecionar o valor de temperatura desejado usando as setas e confirmar com ENTER. O display pra de piscar, e a temperatura mostrada usada para compensao. Para alterar a temperatura de medio entre C e F, pressionar a tecla C/F duas vezes.

    CALIBRAO DE CONDUTIVIDADE A calibrao da sonda pode ser realizada em um, dois ou trs pontos, usando as solues padro detectadas automaticamente pelo instrumento (calibrao automtica) ou outras solues com valor conhecido (calibrao manual). A nova calibrao remove os dados da calibrao anterior. Por exemplo, se o instrumento calibrado em 4 pontos e uma nova calibrao em 1 ponto executada, o instrumento ser calibrado em um nico ponto.

    O smbolo CAL pisca quando a constante da clula modificada usando o menu (favor verificar a descrio do item de menu K_CELL na pgina 10).

    Calibrao automtica de condutividade usando solues padro memorizadas O instrumento pode reconhecer quatro solues padro de calibrao:

    Soluo 0.001 Molar KCl (147S/cm @25C),

    Soluo 0.01 Molar KCl (1413S/cm @25C),

    Soluo 0.1 Molar KCl (12880S/cm @25C),

    Soluo 1 Molar KCl (111800S/cm @25C), Usando uma dessas solues, a calibrao automtica; o procedimento pode ser repetido com as solues padro remanescentes. A calibrao manual possvel com soluo de condutividade diferente daquela usada na calibrao automtica.

    A temperatura da soluo para a calibrao automtica deve estar entre 15C e 35C: se a temperatura da soluo estiver abaixo de 15C ou acima de 35C, a calibrao rejeitada: a indicao CAL ERR aparece.

  • HD2156 - 24 - V2.4

    1. Ligar o instrumento com a tecla ON/OFF.

    2. Selecionar a medio de condutividade pressionando "--TDS/ESC". 3. Ajustar a constante da clula selecionando entre os valores admissveis : 0.01, 0.1, 0.7, 1.0 ou

    10.0

    4. Mergulhar a clula do medidor de condutividade na soluo de calibrao at que os eletrodos estejam cobertos com o lquido.

    5. Mexer levemente a sonda para remover qualquer possvel ar dentro da clula de medio. 6. Se a sonda de condutividade no for montada com sensor de temperatura, pressionar C/F e,

    usando as setas, introduzir o valor da temperatura da soluo da amostra manualmente (ajuste manual de temperatura). Confirmar pressionando ENTER.

    7. Pressionar a tecla CAL. A unidade de medio (S/cm ou mS/cm) aparece na linha de comentrios. A linha central mostra o valor da soluo de condutividade na temperatura medida, ou se a sonda no estiver presente, na temperatura manualmente ajustada. Na linha inferior, o valor de buffer padro mais prximo da temperatura compensada. Na linha inferior, a temperatura compensada padro mais prxima do valor do buffer.

    Se a medio for em TDS, resistividade ou salinidade, pressionando-se CAL, o instrumento passa automaticamente para o modo calibrao de condutividade.

    8. Pressionar ENTER para confirmar o valor mostrado. O valor nominal da constante da clula (KCELL) e o coeficiente de temperatura ajustado T so mostrados no display. Pressionar repetidamente a tecla ENTER permite repetir a calibrao no ponto, por exemplo, para obter um valor mais estvel.

    9. Para finalizar a calibrao da sonda, pressionar --TDS/ESC. 10. Enxaguar a sonda com gua. Se ento voc for realizar medies de baixa condutividade, ns

    recomendamos enxaguar a sonda usando gua destilada ou destilada duas vezes. O instrumento est calibrado e pronto para uso.

    Calibrao manual de condutividade usando solues padro no memorizadas A calibrao manual possvel a qualquer soluo de calibrao e temperatura se estiver dentro dos limites de medio do instrumento e desde que voc conhea a condutividade da soluo na temperatura a qual a calibrao realizada. Proceder como se segue:

    1. Ligar o instrumento com a tecla ON/OFF.

    2. Selecionar a medio de condutividade pressionando "--TDS/ESC". 3. Ajustar a constante da clula da sonda selecionando entre os valores admissveis: 0.01, 0.1, 0.7,

    1.0 ou 10.0

    4. Mergulhar a clula medidora em uma soluo de condutividade conhecida at que os eletrodos estejam cobertos com o lquido.

    5. Mexer levemente a sonda para remover qualquer possvel ar dentro da clula de medio. 6. Pressionar MENU, e ento FUNC/ENTER at que o item ALPH aparea. O coeficiente de

    temperatura ajustado T mostrado no display. Observe abaixo que o valor mostrado deve ser

  • HD2156 - 25 - V2.4

    ajustado novamente ao final do procedimento. Ajuste o valor para 0.00. Isto vai excluir a compensao de temperatura durante a medio de condutividade.

    7. Medir a temperatura pressionando C/F. De acordo com a temperatura detectada, determine a condutividade da soluo de calibrao usando a tabela que especifica a temperatura de acordo com a condutividade.

    8. Selecionar a medio de condutividade pressionando --TDS/ESC.

    9. Pressionar a tecla CAL. O smbolo CAL ativado. A unidade de medio (S/cm ou mS/cm) aparece na linha de comentrios. Se a condutividade da soluo de calibrao for suficientemente prxima (-30% a +50%) quelas das solues padro, a linha secundria mostra o valor. De outra forma o valor calculado mostrado, de acordo ao ajuste atual. Na linha central o valor de condutividade da soluo indicado de acordo com os ajustes atuais da constante da clula.

    10. Use as setas para selecionar o valor de condutividade determinado no ponto 4 e confirme usando ENTER. Se aparecer a indicao, veja a observao abaixo.

    11. O valor nominal da constante da clula (KCELL) e o coeficiente de temperatura T ajustado para 0 so mostrados no display. Pressionar repetidamente a tecla ENTER permite repetir a calibrao no ponto, por exemplo, para obter um valor mais estvel.

    12. Para finalizar a calibrao da sonda, pressionar --TDS/ESC. 13. Volte para MENU e selecione ALPH: re-introduzir o coeficiente de temperatura como era antes

    da calibrao.

    14. Enxaguar a sonda com gua. Se agora voc for realizar medies de baixa condutividade, ns recomendamos enxaguar a sonda usando gua destilada ou destilada duas vezes.

    O instrumento agora est calibrado e pronto para uso. OBSERVAES: Sem ter pressionado ENTER, de qualquer forma, a calibrao pode ser interrompida

    pressionando-se --TDS/ESC; os valores anteriores continuaro a ser usados.

    Aps confirmar a calibrao usando ENTER, o instrumento checa se a correo para condutividade no excedeu os limites de 70% ou 150% do valor terico. Se a calibrao for rejeitada por ser considerada excessivamente corrompida, a mensagem CAL ERR vai aparecer, seguida de um longo beep. O instrumento permanece no modo calibrao e mantm os valores de calibrao anteriores: neste ponto, se a calibrao for interrompida usando ESC, o instrumento sinaliza a anomalia atravs da mensagem CAL piscando.

    As causas mais freqentes de erro so devido ao mal funcionamento da sonda (depsitos, sujeira,) ou deteriorao das solues padro (ms condies de preservao, alterao devido poluio com diferentes solues de condutividade,....).

    Se a medio for em TDS, resistividade ou salinidade, ao pressionar CAL, o instrumento passa automaticamente em calibrao da condutividade.

  • HD2156 - 26 - V2.4

    Tabela de soluo padro a 147S/cm, 1413S/cm, 12.88mS/cm e 111800mS/cm A tabela relaciona as solues padro detectadas automaticamente pelo instrumento de acordo com a temperatura.

    C S/cm S/cm mS/cm mS/cm C S/cm S/cm mS/cm mS/cm

    15.0 121 1147 10.48 92.5 26.0 150 1440 13.13 113.8 16.0 124 1173 10.72 94.4 27.0 153 1467 13.37 115.7 17.0 126 1199 10.95 96.3 28.0 157 1494 13.62 117.7 18.0 128 1225 11.19 98.2 29.0 161 1521 13.87 119.8 19.0 130 1251 11.43 100.1 30.0 164 1548 14.12 121.9 20.0 133 1278 11.67 102.1 31.0 168 1581 14.37 124.0 21.0 136 1305 11.91 104.0 32.0 172 1609 14.62 126.1 22.0 138 1332 12.15 105.9 33.0 177 1638 14.88 128.3 23.0 141 1359 12.39 107.9 34.0 181 1667 15.13 130.5 24.0 144 1386 12.64 109.8 35.0 186 1696 15.39 132.8 25.0 147 1413 12.88 111.8

  • HD2156 - 27 - V2.4

    ENTRADA DIRETA PARA SONDAS DE TEMPERATURA Pt100 E Pt1000

    O instrumento aceita sondas de temperatura de Platina com resistncias de 100 e 1000. A sonda Pt100 conectada a 4 fios, a Pt1000 a 2 fios, com a corrente de excitao escolhida para minimizar os efeitos de auto-aquecimento do sensor. As sondas de 4 fios e 2 fios com entrada direta so verificadas para conformidade com tolerncia classe A de acordo com a norma IEC751 - BS1904 - DIN43760. As sondas de temperatura so detectadas automaticamente pelo instrumento (favor verificar a descrio do menu Probe Type na pgina 14). A unidade de medio C ou F pode ser escolhida para display, impresso, e registro usando a tecla C/F.

    Como medir A medio de temperatura por imerso realizada inserindo-se a sonda no lquido por pelo menos 60 mm; o sensor alojado na parte final da sonda. Na medio de temperatura por penetrao a ponta da sonda deve ser inserida a uma profundidade de pelo menos 60mm, o sensor est alojado na parte final da sonda. Quando da medio da temperatura em blocos congelados conveniente usar uma ferramenta mecnica para abrir uma cavidade no bloco, na qual a ponta da sonda deve ser inserida. Para realizar uma medio de contato correta, a superfcie de medio deve ser lisa e polida, e a sonda deve estar perpendicular ao plano de medio. De forma que, para obter uma medio correta, recomenda-se inserir uma gota de leo ou pasta condutora de calor (no usar gua ou solvente). Este mtodo tambm melhora o tempo de resposta.

    Instrues para conectar o mdulo TP47 para sondas combinadas de condutividade/temperatura, sondas Pt100 4 fios e Pt1000 2 fios Todas as sondas Delta Ohm so fornecidas com um conector. Os instrumentos HD2156.1 e HD2156.2 tambm trabalham com sondas combinadas de condutividade/temperatura, sondas Pt100 de 4 fios e sondas Pt1000 de 2 fios fabricadas por outros produtores: para a conexo do instrumento prescrito o conector TP47 ao qual os fios da sonda devem ser soldados.

    As instrues para conectar a sonda ao mdulo TP47 so fornecidas abaixo. O mdulo fornecido completo com guia de cabo e bucha para cabos com dimetros mximos de 5 mm.

  • HD2156 - 28 - V2.4

    Siga as instrues para abrir o mdulo e conectar a sonda: Desparafusar a guia de cabos e extrair a bucha, remover a etiqueta usando um instrumento cortante, desparafusar o anel do lado oposto como ilustrado na figura:

    Abrir os dois revestimentos do mdulo: o circuito impresso ao qual a sonda de temperatura deve ser conectada est alojado dentro. Os fios que saem da clula de condutividade devem ser soldados diretamente nos pinos 1 - 2 - 4 - 5 do conector. Do lado esquerdo existem 1....4 pontos nos quais os fios dos sensores Pt100 e Pt1000 devem ser soldados. Os jumpers JP1...JP4 esto no centro da placa. Estes devem ser abertos:

    1234

    Pt100 3 wiresPt1000Ni1000Not Used

    Antes de soldar, passar o cabo da sonda atravs da guia e da bucha. Soldar os fios do sensor de temperatura como mostrado na tabela:

    Sensor Conexo da placa TP47 Jumper

    Pt100 4 fios 4 JP43 JP3

    1 JP12 JP2

    Nenhum

    Pt1000 2 fios

    JP44JP33

    JP11JP22

    Nenhum

  • HD2156 - 29 - V2.4

    Os fios que saem da sonda de condutividade so soldados diretamente no conector DIN45326 como mostrado na tabela a seguir:

    Sensor Conexo direta ao conector DIN45326 Jumper

    Sonda de condutividade

    de 2 anis

    Vista interna do conector

    Jumper entre os pinos 1 e 4

    Jumper entre os pinos 2 e 5

    Sonda de condutividade

    de 4 anis

    Vista interna do conector

    Nenhum

    Como uma alternativa, os sensores Pt100 e Pt1000 podem ser soldados diretamente nos pinos do conector DIN45326, como relacionado na tabela a seguir:

    Sensor Conexo direta ao conector DIN45326 Jumper

    Pt100 4 fios

    Pt100

    Vista interna do conector

    Nenhum

    Pt1000 2 fios

    Pt1000

    Vista interna do conector

    Jumper entre os pinos 6 e 7

    Jumper entre os pinos 3 e 8

  • HD2156 - 30 - V2.4

    Os fios que saem da sonda combinada de condutividade/temperatura Pt100 so soldados diretamente no conector como mostrado na tabela a seguir

    Sensor Conexo direta ao conector DIN45326 Jumper

    Sonda de condutividade

    2 anis Sensor de

    temperatura Pt100

    Pt100

    Vista interna do conector

    Jumper entre os pinos 1 e 4

    Jumper entre os pinos 2 e 5

    Sonda de condutividade

    4 anis

    Sensor de temperatura

    Pt100

    Pt100

    Vista interna do conector

    Nenhum

    Tenha certeza de as soldas esto limpas e perfeitas. Uma vez que a operao de soldagem estiver completa, coloque os dois revestimentos, insira a bucha no mdulo e aparafuse a guia de cabo. Na outra ponta do mdulo, introduzir o anel com o O-Ring como indicado na figura.

    Tenha certeza de que o cabo no est tranando enquanto est aparafusando a guia de cabo. Agora a sonda est pronta.

  • HD2156 - 31 - V2.4

    AVISOS E INSTRUES DE OPERAO 1. No expor a sonda gases ou lquidos que possam corroer o material do sensor ou a prpria

    sonda. Limpar a sonda cuidadosamente depois de cada medio. 2. No dobrar os conectores da sonda ou for-los para cima ou para baixo. 3. No dobrar ou forar os contatos quando inserir o conector da sonda no instrumento. 4. No dobrar, deformar ou deixar cair as sondas, pois isso poderia causar danos irreparveis. 5. Sempre selecionar a sonda mais adequada para a sua aplicao. 6. No usar sondas em presena de gases ou lquidos corrosivos. O alojamento dos sensores feito

    de ao inoxidvel AISI 316, enquanto o invlucro da sonda feito de ao inoxidvel AISI 316 mais prata. Evite contato entre a superfcie da sonda e qualquer superfcie pegajosa ou substncia que possa corroer ou danificar a sonda.

    7. Acima de 400C e abaixo de 40C, evite exploses violentas ou choques trmicos para sondas de temperatura de Platina pois isso poderia causar danos irreparveis.

    8. Para obter medies de temperatura confiveis, as variaes de temperaturas muito rpidas devem ser evitadas.

    9. As sondas de temperatura para medies de superfcie (sondas de contato) devem ser seguradas perpendicularmente contra a superfcie. Aplicar leo ou pasta condutora de calor entre a superfcie e a sonda a fim de melhorar o contato e reduzir o tempo de leitura. O que quer que voc faa, no use gua ou solvente para esta finalidade. Uma medio de contato sempre difcil de realizar. Sempre tem alto nvel de incerteza e depende da habilidade do operador.

    10. Medies de temperatura em superfcie no metlicas usualmente requerem muito tempo devido baixa condutividade de calor dos materiais no metlicos.

    11. A sonda no isolada de seu alojamento externo, seja muito cuidadoso para no entrar em contato com partes vivas (acima 48V). Isto poderia ser extremamente perigoso para o instrumento assim como para o operador, que poderia ser eletrocutado.

    12. Evite tirar medies em presena de fontes de alta freqncia, fornos de microondas ou grandes campos magnticos, pois os resultados podem no ser confiveis.

    13. Aps o uso limpe a sonda cuidadosamente. 14. O instrumento resistente gua e IP66, mas no blindado e por isso no deve ser imerso em

    gua sem fechar os conectores livres usando tampas. Os conectores da sonda devem ser montados com buchas de selamento. Se o instrumento cair dentro da gua, checar se houve qualquer infiltrao de gua. Manusear o instrumento delicadamente em qualquer situao para prevenir qualquer infiltrao de gua do lado do conector

    Manuteno

    O alojamento do instrumento feito de plstico ABS e as protees so de borracha: no usar nenhum solvente incompatvel para limpeza. No usar nenhum produto abrasivo para limpeza.

  • HD2156 - 32 - V2.4

    NOTAS SOBRE A UTILIZAO DO ELETRODO DE pH

    A mdia de vida de um elctrodo de pH de cerca de 1 ano, dependendo-do uso e manuteno. Os elctrodos utilizados a temperaturas elevadas ou em ambientes alcalinos fortes, normalmente tm uma vida mais curta. Os novos eletrodos devem ser condicionados durante metade de um dia imersos em um buffer de 6.86pH ou 4pH. Calibrar o elctrodo utilizando solues tampo perto dos valores que voc tem que medir. Um novo elctrodo deve ser sempre calibrado com um pH neutro (6.86pH) como primeiro ponto e pelo menos em um segundo ponto.

    A seguir esto listados alguns problemas que ocorrem com freqncia e as possveis solues. Medida pH errada. Verifique os seguintes:

    Verifique o diafragma no est bloqueado e limpe-o, se necessrio, usando a soluo HD62PT. Verifique o sistema de referncia no est poludo e, se o eletrodo recarregvel, substituir o eletrlito. Verifique a ponta do eletrodo no tem bolhas de ar dentro e que o eletrodo est imerso suficientemente. Mesmo resduos de sujidade depositada na membrana pode alterar a medida: usar a soluo para a limpeza de protena HD62PP. Resposta lenta e medies erradas. Uma causa possvel pode ser o envelhecimento ou a eroso da membrana, ou um curto-circuito no conector. Conservao. Armazenar o elctrodo imerso na soluo HD62SC.

    OBSERVAES SOBRE MEDIO DE CONDUTIVIDADE

    A vida til da clula pode ser ilimitada, desde que seja realizada a manuteno necessria e que ela no quebre. Alguns dos problemas mais freqentes e suas solues possveis so relacionados abaixo. Medio da condutividade diferente do valor esperado. Checar se a clula usada adequada para o range de medio. Checar se a clula no est suja, se no h bolhas de ar dentro dela. Calibrar novamente usando o padro apropriado.

    Resposta lenta ou instabilidade. Checar se a clula no est suja, se no h traos de leo ou bolhas de ar dentro dela. Se voc trabalha com clula preta de Platina, pode ser necessria a regenerao dos elctrodos. Valor constante da clula no aceito. Checar se as solues padro esto em boas condies, se o valor da constante da clula coincide com aquele selecionado no instrumento e se a temperatura da soluo est dentro do range 1535C.

  • HD2156 - 33 - V2.4

    SINAIS E FALHAS DO INSTRUMENTO A tabela a seguir uma lista de todas as indicaes de erro e informaes mostradas pelo instrumento e fornecidas ao usurio em diferentes situaes de operao:

    Indicaes do display Explicao

    ERR

    Aparece se a sonda de condutividade/temperatura estiver medindo um valor que excede o range de medio.

    Esta mensagem aparece se a medio do pH exceder os limites -2.00pH19.99pH, se a medio mV exceder os limites 2.4V, se a sonda de temperatura, j detectada pelo instrumento, for desconectada.

    CAL ERR

    Aparece quando, durante a calibrao, o valor lido excede os limites de -30% ou +50% do valor da soluo padro compensado para temperatura ou a temperatura da soluo menor do que 15C ou maior do que 35C. No pH quando os limites do desvio e/ou o declive excedem os seguintes valores:

    |Desvio| > 20mV Declive < 50mV/pH ou Declive> 63mV/pH.

    LOG MEM FULL Memria cheia; o instrumento no pode armazenar mais dados, o espao da memria est cheio.

    CAL blinking

    Nenhuma calibrao surtiu efeito ainda, ou o valor da constante da clula foi modificado no menu (favor verificar a descrio do item de menu K_CELL na pgina 13).

    Na calibrao do pH a calibrao no foi completada corretamente.

    m Nenhuma sonda com sensor de temperatura foi conectada. A letra "m" indica que a temperatura mostrada foi introduzida manualmente.

    OVER Abundncia de medio: aparece quando a sonda mede um valor que excede a faixa de medio ou que a medio mV est inclusa na faixa +2.0+2.4V.

    UNDR Abundncia de medio: aparece quando a medio mV est inclusa na faixa -2.4-2.0V.

    SYS ERR # Erro no programa de gerenciamento do instrumento. Contatar o fornecedor do instrumento e comunicar o cdigo numrico # mostrado no display.

    CAL LOST Erro no programa: aparece depois de ligar o aparelho por alguns segundos. Contatar o fornecedor do instrumento.

    BATT TOO LOW CHNG NOW

    Indicao de carga insuficiente da bateria que aparece ao ligar o instrumento. O instrumento emite um longo beep e desliga. Substituir as baterias.

  • HD2156 - 34 - V2.4

    A tabela a seguir relaciona as indicaes fornecidas pelo instrumento da forma como elas aparecem no display, junto com a sua descrio.

    Indicao no Display Explicao ALPH Coeficiente de temperatura TAUTO-HOLD Funo automtica que mantm a medio mostrada no displayBATT TOO LOW - CHNG NOW Bateria descarregada substituir imediatamente BAUDRATE Valor de taxa baudBUFR_1_pH Valor do primeiro buffer de pH BUFR_2_pH Valor do segundo buffer de pH BUFR_3_pH Valor do terceiro buffer de pH CAL ERR Erro de calibraoCOMM STOP Impresso completadaCOMM STRT Impresso iniciadaDAY_ DiaDUMP_END Transferncia de dados completada DUMP_In_PROG Transferncia de dados em progresso FUNC CLR Limpando valores max, min e mdio FUNC CLRD Valores max, min e mdio limposHOUR HoraKCEL_COND Condutividade da constante K da clula KOHM Medio da resistividade em k LAST CAL COND m/d h/m ltima data mes/dia hora/minutes de calibrao da condutividade LAST CAL pH m/d h/m ltima data mes/dia hora/minutes de calibrao de pH LOG IN PROG Registro em progressoLOG MEM FULL Memria cheiaLOG_CLRD Dados de memria limposLOG_DUMP_OR_ERAS Transfere ou apaga dadosLOG_STOP Registro completoLOG_STRT Registro iniciadoMIN >>> USE_UNIT_TO_ZERO SEC Minutos >>> usar a tecla UNIT para restaurar os segundosMNTH MsMOHM Medio da resistividade em M NaCl Medio da salinidade em g/lNIL Desabilita o atual buffer de pH OFFS Desvio na medio de pH OHM Medio da reisitividade em OVER Excedido o limite mximo do range esperado PLS_EXIT >>> FUNC RES_FOR_FACT ONLY Favor sair usando ESC >>> funo reservada para calibrao de fbricaPRBE_TYPE Tipo de sonda conectadaPRNT AND LOG INTV Intervalos de impresso e registro PRNT INTV Intervalo de impressoPROB COMM LOST Perda de comunicao com a sonda PROB ERR Erro sonda no esperadaRCD MODE Modo de operao da funo record (max, min, avg) REF_TEMP COND Temperatura de referncia de condutividade SET USER BUFR pH Valor de buffer de pH definido pelo usurio SLP_MODE_LOG Desligamento automtico durante o modo gravao SLPE% Ganho em % durante a calibrao do pH SMPL ID REL=RSET SER=PRINT Identificador de amostra - REL=restaura- SERIAL=impresso de cabealhoSYS ERR # Nmero # de erro do programaTDS Total de slidos dissolvidosUNDR Limite mnimo do range esperado foi excedido YEAR Ano

  • HD2156 - 35 - V2.4

    AVISO DE BATERIA FRACA E SUBSTITUIO DE BATERIA O smbolo da bateria o smbolo constante da bateria no display mostra o estado da carga. Para mostrar que as baterias descarregaram, o smbolo esvazia. Quando a carga diminui mais ele comea a piscar.

    Neste caso, as baterias devem ser substitudas o mais rpido possvel. Se voc continuar a usa-las, o instrumento pode no mais assegurar medies corretas por muito tempo. Os dados da memria so mantidos. Se o nvel de carga da bateria for insuficiente, a seguinte mensagem aparece enquanto voc liga o aparelho:

    BATT TOO LOW CHNG NOW

    O instrumento emite um longo beep sonoro e desliga. Neste caso, substitua as baterias para ligar de novo o aparelho. Para evitar a perda de dados, a sesso de registro finalizada, se o HD2156.2 estiver registrando dados e a voltagem da bateria cair abaixo no nvel mnimo de operao. O smbolo de bateria desliga quando um fornecimento externo de energia estiver conectado. Para substituir as baterias, desligue o instrumento e desparafuse a tampa da bateria no sentido anti horrio. Depois de substituir as baterias (4 baterias alcalinas 1.5 V tipo AA) aparafuse a tampa no sentido horrio.

    Depois de substituir as baterias, os parmetros data, hora, taxa baud, tipo de sonda, intervalo de impresso e registro, devem ser configurados novamente: a fim de simplificar esta operao, ao inserir novas baterias o instrumento liga automaticamente e pede estes parmetros na seqncia. Para ir para o prximo item pressione ENTER, para retornar ao modo de medio, pressione MENU.

  • HD2156 - 36 - V2.4

    MAL FUNCIONAMENTO APS LIGAR O INSTRUMENTO DEPOIS DA SUBSTITUIO DAS BATERIAS Depois de substituir as baterias, o instrumento pode reiniciar incorretamente, neste caso, repita a operao. Depois de desconectar as baterias, espere uns poucos minutos para permitir que os condensadores de circuito descarreguem completamente, ento recoloque as baterias.

    AVISO SOBRE USO DE BATERIA

    As baterias devem ser removidas quando o instrumento no for usado por longo tempo. Baterias descarregadas devem ser substitudas imediatamente. Evite vazamento de baterias. Sempre usar baterias alcalinas de boa qualidade a prova de vazamento. s vezes, no

    mercado, possvel encontrar baterias novas com capacidade insuficiente de carga.

    ARMAZENAGEM DO INSTRUMENTO Condies de armazenamento do instrumento:

    Temperatura: -25+65C. Umidade: Abaixo de 90%RH sem condensao. No guardar o instrumento em lugares onde:

    A umidade for alta. O instrumento possa ser exposto diretamente luz do sol. O instrumento possa ser exposto a uma fonte de alta temperatura. O instrumento possa ser exposto vibraes fortes. O instrumento possa ser exposto ao vapor, sal ou qualquer gs corrosivo..

  • HD2156 - 37 - V2.4

    SERIAL INTERFACE AND USB Os instrumentos HD2156.1 e HD2156.2 so montados com uma interface serial RS-232C eletricamente isolada, o HD2156.2 tambm tem uma interface USB 2.0. Os cabos seriais que podem ser usados so:

    HD2110CSNM: cabo de conexo serial com um conector MiniDin de 8 polos em uma ponta e um conector Sub D de 9 polos fmea na outra ponta;

    C.206: cabo de conexo serial com um conector MiniDin de 8 polos em uma ponta e um conector USB tipo A na outra ponta. Com conversor RS232/USB integrado;

    CP23: cabo de conexo com um conector Mini-USB tipo B em uma ponta e um conector USB tipo A na outra ponta (somente para HD2156.2).

    A conexo atravs do cabo C.206 requer a instalao prvia dos drivers USB do cabo. Antes de conectar o cabo C.206 ao PC, instale os drivers. A conexo atravs do cabo CP23 no requer a instalao dos drivers USB: quando o instrumento ligado ao PC, o sistema operacional reconhece automaticamente o instrumento como um dispositivo HID (Human Interface Device) e usa os drivers j includos no sistema operacional.

    Cabo Porta instrumento Porta PC

    Instalao driver USB

    HD2110CSNM RS232 (MiniDin) RS232 (SubD 9 polos) No

    C.206 RS232 (MiniDin) USB Si

    CP23 USB (Mini-USB) USB No Os parmetros de transmisso serial do instrumento padro so:

    Taxa Baud 38400 baud Paridade Nenhuma N. bit 8 Bit de Parada 1 Protocolo Xon/Xoff

    possvel mudar a taxa baud da porta serial RS232C ajustando o parmetro "Baudrate" no menu (favor olhar a pgina 14). Os valores possveis so: 38400, 19200, 9600, 4800, 2400, 1200. Os outros parmetros de transmisso so fixos. A conexo USB 2.0 no requer ajuste de parmetros

    Os instrumentos so fornecidos com um conjunto completo de comandos e inquiries de dados para enviar via PC. Os comandos trabalham com um programa de comunicao serial padro (por exemplo Hyperterminal) somente atravs da porta serial RS232 do instrumento, usando o cabo HD2110CSNM ou o cabo C.206.

    Todos os comandos transferidos ao instrumento devem ter a seguinte estrutura: XYcr onde : XY o cdigo de comando e cr o Retorno do Transporte (ASCII 0D) Comando Resposta DescrioP0 & Detonao (trava o teclado do instrumento por 70 segundos)P1 & destrava o teclado do instrumento

    S0 AT 25.0 147.0 7.00 Medices capturadas (24 caracteres) AT = compensao de temperatura automticaG0 Model HD2156 -2 Modelo do instrumento

  • HD2156 - 38 - V2.4

    Comando Resposta DescrioG1 M=pH/conductivity meter Descrio do modeloG2 SN=12345678 Nmero de srie do instrumentoG3 Firm.Ver.=01-01 Verso firmwareG4 Firm.Date=2004/06/15 data da firmwareG5 cal 0000/00/00 00:00:00 Data e hora da calibraoG6 Probe A= Cond.+Pt1000 Tipo de sonda conectada na entradaGB User ID=0000000000000000 Cdigo do usurio (ajustar com T2xxxxxxxxxxxxxxxx) GC Cabealho de impresso do instrumentoK0 Pra a impresso de dados

    K1 PRINTOUT IMMEDIATE MODE Impresso imediata de dados K4 & Inicia o registro de dadosK5 & Pra o registro de dadosKP & Funo desligamento automtico = ENABLE KQ & Funo desligamento automtico = DISABLE LD PRINTOUT OF LOG Dados impressos registrados na memria flash LE & Apaga dados na memria flashLN &2000 Nmero de pginas livres na memria flash LUAn & Ajusta a unidade de medio para temperatura n=0 > C n=1 > F

    LUBn

    & Ajusta a unidade de medio para condutividade n=0 > S/cm n=1 > n=2 > TDS n=3 > NaCl

    LUCn & Ajusta a unidade de medio para o pH n=0 > pH n=1 > mV RA & # Leitura do ajuste do intervalo LOG/PRINT RP & 700 Nvel da bateria (Resoluo. 0.01V)RUA U= C Unidade de medio para temperaturaRUB U= uS Unidade de medio para condutividadeRUC U= pH Unidade de medio para pH

    WA# & Ajusta o intervalo LOG/PRINT# um nmero hexadecimal 0...D que representa a posio do intervalo na lista 0,1,5,10,..., 3600 segundos.

    WC0 & Ajuste do desligamento de SELFWC1 & Ajuste da habilitao de SELF Os caracteres do comando so exclusivamente superiores aos caracteres do alojamento. Uma vez introduzido um comando correto, o instrumento responde com &; quando uma combinao errada de caracteres for introduzida, o instrumento responde, com ?. As cadeias de respostas do instrumento terminam com o envio do comando CR (Retorno do Transporte). O instrumento no envia o comando LF (Alimentao da Linha). Antes de enviar os comandos para o instrumento via porta serial, recomenda-se travar o teclado para evitar conflitos de funcionamento: use o comando P0. Quando completo, restaure o teclado com o comando P1.

  • HD2156 - 39 - V2.4

    ARMAZENAGEM E TRANSFERNCIA DE DADOS PARA UM PC Os instrumentos HD2156.1 e HD2156.2 podem ser conectados a um computador pessoal via uma porta serial RS232C ou uma porta USB 2.0, e trocar dados e informaes atravs de um software DeltaLog9 trabalhando em um ambiente operacional Windows. Ambos os modelos podem enviar valores medidos em tempo real diretamente ao PC, atravs da funo PRINT; o HD2156.2 tambm pode armazenar os valores medidos usando a funo Logging (tecla LOG) em sua memria interna. Se necessrio, os dados armazenados na memria podem ser transferidos ao PC mais tarde.

    A FUNO LOGGING - SOMENTE PARA O HD2156.2

    A funo Logging permite o registro at de 20.000 conjuntos de trs medies [T--pH] pelas sondas conectadas s entradas. O registro sempre inclui trs parmetros. Cada conjunto de trs dados composto de: temperatura em C ou F, condutividade ou resistividade ou TDS ou NaCl, pH ou mV.

    Os parmetros registrados so selecionados usando as teclas C/F, pH/mV- e --TDS/ESC. O intervalo de tempo entre duas medies consecutivas pode ser ajustado de 1 segundo a 1 hora. O registro se inicia pressionando-se a tecla LOG e termina pressionando-se a mesma tecla novamente: os dados memorizados desta maneira formam um bloco contnuo de dados Veja a descrio dos tens do menu na pgina 10.

    Se a opo de desligamento automtico entre dois registros (MENU >> Sleep_Mode_LOG) estiver habilitada, aps pressionar a tecla LOG o instrumento registra o primeiro dado e desliga. 15 segundos antes do prximo instante de registro, ele liga novamente para capturar a nova amostra, e ento desliga

    Os dados armazenados na memria podem ser transferidos para um PC usando o comando DUMP LOG: MENU >> LOG. Durante a transferncia de dados o display mostra a mensagem DUMP; para parar a transferncia de dados pressionar ESC no instrumento ou no PC.

    LIMPANDO A MEMRIA SOMENTE PARA O HD2156.2

    Para limpar a memria use a funo Erase Log (MENU >> SERIAL/Erase Log). O instrumento inicia a limpeza da memria interna, ao fim da operao, volta ao display normal OBSERVAES: A transferncia de dados no faz com que a memria seja apagada, a operao pode ser repetida

    quanta vezes for requerida. Os dados registrados permanecem na memria independente das condies da bateria. Para imprimir os dados com uma impressora interface paralela, voc deve usar um adaptador

    serial paralelo (no fornecido). A conexo direta entre o instrumento e a impressora via conector USB no funciona. Algumas teclas so desabilitadas durante o registro. As seguintes teclas trabalham: ON/OFF,

    FUNC (Max-Min-Avg e SERIAL). O registro iniciado com o display no modo Max-Min-Avg procede normalmente com os valores

    reais medidos. Somente o display mostra respectivamente os valores Max, Min e Avg. O registro desabilitado, se a funo Auto-HOLD for habilitada. possvel ativar ambas as funes, o registro (LOG) e a transferncia direta (PRINT) ao mesmo

    tempo.

  • HD2156 - 40 - V2.4

    A FUNO PRINT A funo PRINT envia as medies tomadas em tempo real pelas entradas do instrumento diretamente ao PC ou impressora. As unidades de impresso de dados das medies so as mesmas que aquelas usadas no display. A impresso sempre inclui trs parmetros. Cada jogo de trs dados composto de temperatura em C ou F, condutividade ou resistividade ou TDS ou NaCl, pH ou mV. Os parmetros impressos so selecionados usando as teclas C/F, pH/mV- e --TDS/ESC.

    A funo iniciada pressionando SERIAL. O intervalo de tempo entre duas impresses consecutivas pode ser ajustado de 1 segundo a 1 hora (favor verificar o item de menu Print and log interval na pgina 10). Se o intervalo de impresso for igual a 0, pressionando-se PRINT um nico dado enviado para o dispositivo conectado. Se o intervalo de impresso for maior que 0, a transferncia de dados continua at que o operador finalize pressionando SERIAL novamente. A funo PRINT trabalha com um programa de comunicao serial padro (por exemplo Hyperterminal) somente atravs da porta serial RS232 do instrumento, usando o cabo HD2110CSNM ou o cabo C.206. Conectar a impressora HD40.1 usando o cabo HD2110CSNM. OBSERVAES: A impresso formatada atravs de 24 colunas. Algumas teclas so desabilitadas durante a transmisso serial. As seguintes teclas trabalham:

    ON/OFF, FUNC (Max-Min-Avg) e LOG. A tecla FUNC no tem efeito nos dados impressos, somente no display. Se a funo Auto-Hold estiver habilitada, o intervalo de tempo de impresso forado

    para zero: pressionar SERIAL somente faz com que a impresso ocorra quando a medio estiver estabilizada (smbolo HOLD parado). Mais tarde, possvel repetir a impresso vontade, mas enquanto HOLD estiver habilitada, o nmero do identificador de amostra no aumentado. Isto til quando mais etiquetas devam ser impressas com o mesmo cdigo de identificao sem aumentar o cdigo a cada vez.

    possvel ativar tanto a funo de registro (LOG) quanto de transferncia direta (PRINT) ao mesmo tempo.

  • HD2156 - 41 - V2.4

    CONEXO A UM PC HD2156.1 Conexo a um PC com o cabo:

    HD2110CSNM: conector MiniDin de 8 polos em uma ponta e um conector Sub D de 9 polos fmea na outra ponta;

    C.206: conector MiniDin de 8 polos em uma ponta e um conector USB tipo A na outra ponta. Com conversor RS232/USB integrado (requer a instalao dos drivers USB).

    HD2156.2 Conexo ao PC com o cabo:

    CP23: conector Mini-USB tipo B em uma ponta e um conector USB tipo A na outra ponta;

    HD2110CSNM: conector MiniDin de 8 polos em uma ponta e um conector Sub D de 9 polos fmea na outra ponta;

    C.206: conector MiniDin de 8 polos em uma ponta e um conector USB tipo A na outra ponta. Com conversor RS232/USB integrado (requer a instalao dos drivers USB).

    Os instrumentos so fornecidos com o software DeltaLog9 que gerencia a conexo, as operaes de transferncia de dados, a apresentao grfica e a impresso das medies capturadas ou registradas. O software DeltaLog9 complementado com "On-line Help" Ajuda On-line (tambm em formato PDF) que descreve suas caractersticas e funes.

    CONEXO COM A PORTA SERIAL RS232C DO INSTRUMENTO

    1. O instrumento de medio deve estar desligado 2. Usando o cabo Delta Ohm HD2110CSNM ou C.206, conectar o instrumento de medio

    primeira porta serial RS232C (COM) ou USB livre do PC. 3. Ligar o instrumento e ajustar a taxa baud para 38400 (MENU >> ENTER at o parmetro da

    Taxa Baud >> selecionar 38400 usando as setas >> confirmar com ENTER). Os parmetros permanecem na memria at a substituio das baterias

    4. Lanar a aplicao DeltaLog9 e pressionar CONNECT. Espere para que a conexo ocorra e siga as indicaes na tela. Para uma descrio da aplicao DeltaLog9, favor verificar a Ajuda on-line.

    CONEXO COM A PORTA USB 2.0 DO INSTRUMENTO SOMENTE PARA HD2156.2

    A conexo atravs do cabo CP23 no requer a instalao dos drivers USB: quando o instrumento ligado ao PC, o sistema operacional reconhece automaticamente o instrumento como um dispositivo HID (Human Interface Device) e usa os drivers j includos no sistema operacional.

    Para verificar se a conexo foi bem sucedida, duplo clique em "Gerenciador do Dispositivo" no Painel de Controle. Os seguintes itens devem aparecer:

    "Dispositivos de Interface Humana" >> "HID-compliant device" "Dispositivos de Interface Humana" >> "Dispositivo de interface humana USB"

    Quando o cabo USB for desconectado, estes itens desaparecem e voltam quando ele for conectado novamente.

  • HD2156 - 42 - V2.4

    OBSERVAES SOBRE SEGURANA OPERACIONAL E NO TRABALHO Uso autorizado As especificaes tcnicas devem ser observadas como mostradas no captulo "CARACTERSTICAS TCNICAS". Somente est autorizada a operao e funcionamento do instrumento de medio de acordo com as instrues dadas neste manual de operaes. Qualquer outro uso completamente desautorizado. Instrues gerais de segurana Esse sistema de medio construdo e testado em cumprimento com os regulamentos de segurana EN 61010-1:2010 para instrumentos de medies eletrnicas. Este deixa a fbrica em condies tcnicas de garantia e segurana. O funcionamento fcil e a segurana operacional do sistema de medio somente podem ser garantidos se as medidas de segurana e as instrues especficas de segurana contidas neste manual forem seguidas durante a operao do aparelho. O funcionamento fcil e a segurana operacional do instrumento somente podem ser garantidos sob condies ambientais e eltricas de operao que estejam especificadas no captulo "CARACTERSTICAS TCNICAS". No usar nem guardar o produto em lugares como os listados abaixo:

    Mudanas rpidas na temperatura ambiente que possam causar condensao. Gases corrosivos ou inflamveis Vibrao ou choque diretos no instrumento. Perturbao excessiva de induo, eletricidade esttica, campo magntico ou perturbao.

    Se o sistema de medio for transportado de um ambiente frio para um ambiente quente, a formao de condensao pode prejudicar o funcionamento do sistema de medio. Neste caso, espere at que a temperatura do sistema de medio alcance a temperatura ambiente antes de colocar o sistema de medio de volta a operar. Obrigaes do comprador O comprador deste sistema de medio deve assegurar que as seguintes leis e normas de procedimentos sejam observadas quando usando substncias perigosas.

    Legislao EEC diretiva para segurana no trabalho. Legislao nacional para segurana do trabalho. Normas de segurana.

  • HD2156 - 43 - V2.4

    CARACTERSTICAS TCNICAS DO INSTRUMENTO Instrumento

    Dimenses (ComprimentoxLarguraxAltura) 185x90x40mm Peso 470g (completo com as baterias) Materiais ABS, borracha Display 2x4 dgitos mais os smbolos rea visvel: 52x42mm

    Condies de operao Temperatura de funcionamento -550C Temperatura de armazenamento -2565C Umidade relativa de funcionamento 090%RH sem condensao Grau de proteo IP66

    Energia Baterias 4 Baterias tipo AA 1,5V Autonomia 200 horas com baterias alcalinas Energia absorvida com instrumento desligado 20A Rede (cod. SWD10) Adaptador de rede 100-240Vac/12Vdc-1A

    Segurana dos dados memorizados Ilimitada, independente de condies das baterias

    Tempo Data e Hora Escala em tempo real Preciso Sada max 1min/mes

    Armazenagem de valores medidos - modelo HD2156.2 Tipo 2000 pginas de 10 amostras cada Quantidade 20000 jogos de medidas compostos,

    dependendo da configurao, de [pH ou mV], [ ou ou TDS ou NaCl], [C ou F].

    Intervalo de armazenagem selecionvel 1s, 5s, 10s, 15s, 30s, 1min, 2min, 5min, 10min, 15min, 20min, 30min e 1 hora

    Interface serial RS232C Tipo RS232C eletricamente isolado Taxa Baud Pode ser ajustado de 1200 a 38400 baud Bit de dados 8 Paridade Nenhuma Bit de parada 1 Controle do fluxo Xon/Xoff Comprimento do cabo serial Max 15m Intervalo de impresso selecionvel imediato ou 1s, 5s, 10s, 15s, 30s, 1min,

    2min, 5min, 10min, 15min, 20min, 30min e 1 hora

    Interface USB - modelo HD2156.2 Tipo 1.1 - 2.0 eletricamente isolado

  • HD2156 - 44 - V2.4

    Conexes Entrada pH/mV Conector fmea BNC Entrada de Condutividade Conector macho 8 polos DIN45326 Interface serial RS232 Conector de 8 polos MiniDin Interface USB (somente HD2156.2) Conector Mini-USB tipo B Adaptador de rede (cod. SWD10) Conector de 2 polos (positivo no centro)

    Medio de pH pelo instrumento Range de medio -2.00+19.99pH Resoluo 0.01pH Preciso 0.01pH 1dgito Impedncia da entrada >1012 Erro de calibrao @25C |Desvio| > 20mV Declive > 63mV/pH ou Declive < 50mV/pH Sensitividade > 106.5% ou Sensitividade < 85% Compensao temperatura automtica/manual -50+150C

    Medio de mV pelo instrumento Range de medio -1999.9+1999.9mV Resoluo 0.1mV Preciso 0.6mV ou 1 da leitura (o maior) Desvio aps 1 ano 0.5mV/ano

    Solues padro detectadas automaticamente (@25C) 1.679pH - 2.000pH - 4.000pH - 4.008pH -

    4.010pH - 6.860pH - 6.865pH - 7.000pH - 7.413pH - 7.648pH - 9.180pH - 9.210pH - 10.010pH

    Medio de condutividade pelo instrumento Range de medio (Kcell=0.1) / Resoluo 0.0019.99S/cm / 0.01S/cm Range de medio (K cell=1) / Resoluo 0.0199.9S/cm / 0.1S/cm 2001999S/cm / 1S/cm 2.0019.99mS/cm / 0.01mS/cm 20.0199.9mS/cm / 0.1mS/cm Range de medio (K cell=10) / Resoluo 2001999mS/cm / 1mS/cm Preciso (condutividade) 0.5% 1dgito

  • HD2156 - 45 - V2.4

    Medio de resistividade pelo instrumento Range de medio (Kcell=0.1) / Resoluo At 100Mcm / () Range de medio (Kcell=1) / Resoluo 5.0199.9cm / 0.1cm 200999cm / 1cm 1.00k19.99kcm / 0.01kcm 20.0k99.9kcm / 0.1kcm 100k999kcm / 1kcm 110Mcm / 1Mcm Range de medio (Kcell=10) / Resoluo 0.55.0cm / 0.1cm Preciso (resistividade) 0.5% 1dgito

    Medio do total de slidos dissolvidos (com coeficiente /TDS=0.5) Range de medio (Kcell=0.1) / Resoluo 0.0019.99mg/l / 0.05mg/l Range de medio (K cell=1) / Resoluo 0.0199.9 mg/l / 0.5 mg/l 2001999 mg/l / 1 mg/l 2.0019.99 g/l / 0.01 g/l 20.099.9 g/l / 0.1 g/l Range de medio (K cell=10) / Resoluo 100999 g/l / 1 g/l Preciso (total de slidos dissolvidos) 0.5% 1dgito

    Medio de salinidade Range de medio / Resoluo 0.0001.999g/l / 1mg/l 2.0019.99g/l / 10mg/l 20.0199.9g/l / 0.1g/l Preciso (salinidade) 0.5% 1dgito

    Compensao automtica//manual de temperatura 0100C com T que pode ser selecionado de 0.00 a 4.00%/C

    Temperatura de referncia 20C ou 25C

    Fator de converso /TDS 0.40.8

    Constante da clula K (cm-1) 0.01, 0.1, 0.7, 1.0 e 10.0

    () A medio de resistividade obtida da medio recproca de condutividade. Prximo ao fundo de escala, a indicao de resistividade aparece como est relacionado na tabela abaixo.

    K cell = 0.01 cm-1 K cell = 0.1 cm-1

    Condutividade (S/cm)

    Resistividade(Mcm)

    Condutividade (S/cm)

    Resistividade (Mcm)

    0.001 S/cm 1000 Mcm 0.01 S/cm 100 Mcm 0.002 S/cm 500 Mcm 0.02 S/cm 50 Mcm 0.003 S/cm 333 Mcm 0.03 S/cm 33 Mcm 0.004 S/cm 250 Mcm 0.04 S/cm 25 Mcm

  • HD2156 - 46 - V2.4

    Solues padro automaticamente detectadas (@25C)

    147S/cm

    1413S/cm

    12880S/cm

    111800S/cm Medies de temperatura pelo instrumento

    Range de medio do Pt100 -50+200C Range de medio do Pt1000 -50+200C Resoluo 0. 1C Preciso 0.25C Desvio aps de 1 ano 0.1C/year

  • HD2156 - 47 - V2.4

    DADOS TCNICOS DAS SONDAS

    ELETRODOS DE pH

    CDIGO DE PEDIDO

    RANGE DE MEDIO E USO DIMENSES

    KP20

    014pH / 080C / 2bar Corpo de Epoxi - GEL 1 diafrgma cermico

    gua de circulao, gua de beber, Emulses de gua, Galvnico, Sucos de fruta,

    Suspenses de gua, Tintas, Titulao, Verniz.

    KP30

    014pH / 080C / 2bar Corpo de Epoxi - GEL 1 diafrgma cermico Cabo L=1m com BNC

    gua de circulao, gua de beber, Emulses de gua, Galvnico, Sucos de fruta,

    Suspenses de gua, Tintas, Titulao, Verniz.

    KP50

    014pH / -5100C / 2barCorpo em vidro - GEL

    1 diafrgma anel de Teflon Verniz, Cosmticos, Emulses de gua,

    Galvnico, Cremes, gua deisonizada, TRIS buffer,

    gua de beber, Sucos de fruta , Solues de baixo teor

    inico, Maionese, Alimentos preservados, Tintas,

    Titulao, Titulao em solues de gua, Suspenses

    de gua, Sopa, gua de circulao, Amostras

    viscosas.

    KP61

    214pH / 080C / 2barCorpo de vidro

    Referncia lquida 3 diafrgmas cermicos

    gua de circulao, Misturas, Po, Sucos de

    fruta , Verniz, Cosmticos, Cremes, gua deisonizada, gua de beber, Emulses de

    gua, Galvnico, Sopa, Iogurte, Leite, Tiltulao, Alimentos preservados,

    Titulao em solues de gua, Suspenses de gua, Maionese, Vinho, Solues

    de baixo teor inico, Manteiga, Substncias

    proticas, Tintas, Amostras viscosas.

  • HD2156 - 48 - V2.4

    CDIGO DE PEDIDO

    RANGE DE MEDIO E USO DIMENSES

    KP62

    014pH / 080C / 2bar Corpo em vidro - GEL 1 diafrgma cermico

    Tintas, Verniz, gua de beber, Emulses de gua, Sucos de

    fruta , Galvnico, Suspenses de gua, Titulao, gua de

    circulao.

    KP63

    014pH / 080C / 1barCorpo de vidro

    Referncia lquida KCl 3M 1 diafrgma cermico Cabo L=1m com BNC

    Tintas, Verniz, gua de beber, Emulses de gua,

    Sucos de frutas, Galvnico, Suspenses de gua,

    Titulao, gua de circulao

    KP64

    014pH / 080C / 0.1bar Corpo de vidro

    Referncia lquida KCl 3M Diafrgma de anel de Teflon Tintas, Verniz, Cosmticos, Cremes, gua deisonizada, gua de beber, Emulses de gua, Sucos de frutas, Sopas, Solues de baixo teor inico,

    Alimentos preservados, Suspenses de gua, Titulao, Titulao em solues de gua

    TRIS buffer, gua de circulao, Amostras viscosas,

    Vinho.

    KP70

    214pH / 050C / 0.1bar Corpo de Epoxi GEL

    1 furo aberto Misturas, Po, Tintas, Verniz, Cosmticos, Cremes, gua de

    beber, Emulses de gua, Sucos de frutas, Galvnico, Sopa, Maionese, Alimentos preservados, Queijo, Leite,

    Suspenses de gua, Amostras viscosas, gua de

    circulao, Manteiga, Iogurte.

    KP80

    214pH / 060C / 1barCorpo de Epoxi GEL

    1 furo aberto Misturas, Po, Tintas,

    Verniz, Cosmticos, Cremes, gua de beber, Emulses de

    gua, Sucos de frutas, Galvnico, Sopa, Maionese,

    Alimentos preservados, Suspenses de gua,

    Titulao em solues de gua, Amostras viscosas, Leite, Titulao, gua de

    circulao, Iogurte.

  • HD2156 - 49 - V2.4

    CDIGO DE PEDIDO

    RANGE DE MEDIO E USO DIMENSES

    KP100

    014pH / 080C / 1barCorpo de vidro

    Referncia lquida KCl 3M Diafrgma anel de Teflon

    Eletrodo combinado de pH, membrana plana, conector

    S7, corpo de vidro, para pele, couro, papel.

    ELETRODOS REDOX

    CDIGO DE PEDIDO

    RANGE DE MEDIO E USO DIMENSES

    KP90

    2000mV 080C

    5bar Corpo de vidro

    Referncia lquida KCl 3M Uso geral

    KP91

    1000mV 060C

    1bar Corpo de Epoxi GEL Cabo L=1m com BNC

    Uso geral No para servio pesado

    SONDAS DE CONDUTIVIDADE 2 E 4 ELETRODOS

    CDIGO DE PEDIDO RANGE DE MEDIO DIMENSES

    SP06T

    K=0.7 5S/cm 200mS/cm

    090C 4 eletrodos clula

    Pocan/Platina

    SPT401.001

    K=0.01 0.04S/cm 20S/cm

    0120C 2 eletrodos clula

    Ao AISI 316

  • HD2156 - 50 - V2.4

    CDIGO DE PEDIDO RANGE DE MEDIO DIMENSES

    SPT01G

    K=0.1 0.1S/cm 500S/cm

    080C 2 eletrodos clula

    Vidro/Platina

    SPT1G

    K=1 10S/cm 10mS/cm

    080C 2 eletrodos clula

    Vidro/Platina

    SPT10G

    K=10

    500S/cm 200mS/cm 080C

    2 eletrodos clula Vidro/Platina

    SONDAS Pt100 4 FIOS E Pt1000 2 FIOS COMPLETAS COM MDULO TP47

    Modelo Tipo Range de aplicao Preciso

    TP47.100.O 1/3 DIN Filme fino Pt100 4 fios -50+250C 1/3 DIN

    TP47.1000.O 1/3 DIN Filme fino Pt1000 2 fios -50+250C 1/3 DIN

    TP87.100.O 1/3 DIN Filme fino Pt100 4 fios -50+200C 1/3 DIN

    TP87.1000.O 1/3 DIN Filme fino Pt1000 2 fios -50+200C 1/3 DIN

    Desvio de temperatura @ 20C Pt100 0.003%/C Pt1000 0.005%/C

  • HD2156 - 51 - V2.4

    CDIGOS DE PEDIDO HD2156.1 Kit composto do instrumento HD2156.1, 4 baterias alcalinas 1,5 V, manual de

    operao, maleta e software DeltaLog9 (pode ser baixado do site Delta OHM). HD2156.2 Kit composto do instrumento datalogger HD2156.2, 4 baterias alcalinas 1,5 V,

    manual de operao, cabo CP23, maleta e software DeltaLog9 (pode ser baixado do site Delta OHM).

    Eletrodos pH/mV, sondas de condutividade, sondas de temperatura, solues padro de referncia, cabos de conexo para eletrodos pH com conector S7, cabos HD2110CSNM e C.206 devem ser pedidos em separado.

    HD2110CSNM Cabo de conexo MiniDin 8 polos Sub-D fmea 9 polos para RS232C.

    C.206 Cabo de conexo MiniDin 8 polos USB tipo A. Com conversor RS232/USB integrado.

    CP23 Cabo de conexo Mini-USB tipo B USB tipo A. DeltaLog9 Software para transferir e gerenciar dados no PC usando os sistemas operacionais

    Windows (do 98). SWD10 Fornecimento de energia estabilizado voltagem dos terminais principais

    100-240Vac/12Vdc-1A HD40.1 Kit composto da impressora trmica porttil, 24 colunas ,entrada serial, largura de

    papel 57mm, 4 baterias recarregveis NiMH 1,2V, fornecimento de energia SWD10, 5 rolos de papel trmico e manual de operao.

    BAT-40 Baterias sobressalentes para impressora HD40.1 com sensor de temperatura embutido. RCT Kit com quarto rolos de papel trmico, largura 57 mm, dimetro 32 mm.

    HD22.2 Fixador de laboratrio de eletrodo composto de uma placa base com agitador magntico incorporado, suporte e fixador de eletrodo sobressalente. Altura max. 380mm. Para eletrodos 12mm.

    HD22.3 Fixador de laboratrio de eletrodo com placa base de metal. Fixador flexvel de eletrodo para livre posicionamento. Para sondas 12mm.

    ELETRODOS DE pH

    KP 20 Eletrodo combinado de pH para uso comum, GEL preenchido, com conector de rosca S7, corpo de Epoxi.

    KP 30 Eletrodo combinado de pH para uso comum, GEL preenchido, cabo 1m com BNC, corpo de Epoxi.

    KP 50 Eletrodo combinado de pH para uso comum, verniz, emulses, GEL preenchido, com conector de rosca S7, corpo de Vidro.

    KP 61 Eletrodo combinado de pH, 3 diafragmas, para leite, creme, etc. referncia lquida, com conector de rosca S7, corpo de vidro.

    KP 62 Eletrodo combinado de pH, 1 diafrgma, para gua pura, verniz, GEL preenchido, com conector de rosca S7, corpo de vidro.

    KP 63 Eletrodo combinado de pH para uso comum, verniz, cabo 1 m com BNC, eletrlito KCl 3M, corpo de vidro.

    KP 64 Eletrodo combinado de pH para gua, verniz, emulses, etc., eletrlito KCl 3M, com conector de rosca S7, corpo de vidro.

  • HD2156 - 52 - V2.4

    KP 70 Eletrodo combinado de pH micro, diam.6.5mm, GEL preenchido, para po, misturas, queijo, etc., com conector de rosca S7, corpo de vidro.

    KP 80 Eletrodo combinado pontuado de pH, GEL preenchido, com conector de rosca S7, corpo de vidro.

    KP100 Eletrodo combinado de pH, corpo de vidro, eletrlito KCl 3M, diafrgma anel de Teflon, membrana plana, connector S7, para pele, couro, papel.

    CP Cabo de extenso 1.5m com conectores BNC de um lado e S7 no outro lado, para eletrodo sem cabo com conector S7 .

    CP5 Cabo de extenso 5m com conectores BNC de um lado e S7 no outro lado, para eletrodo sem cabo com conector S7.

    CP10 Cabo de extenso 10m com conectores BNC de um lado e S7 no outro lado, para eletrodo sem cabo com conector S7.

    CP15 Cabo de extenso 15m com conectores BNC de um lado e S7 no outro lado, para eletrodo sem cabo com conector S7.

    CE Conector de rosca S7 para eletrodo pH. BNC Conector fmea BNC para extenso de eletrodo..

    ELETRODOS ORP

    KP90 Eletrodo REDOX PLATINA para uso comum, com conector de rosca S7, eletrlito KCl 3M, corpo de vidro.

    KP91 Eletrodo REDOX PLATINA para uso geral, no para servio pesado, GEL preenchido, cabo 1m com BNC, corpo de vidro.

    SOLUES PADRO DE pH

    HD8642 Soluo padro 4.01pH - 200cc.

    HD8672 Soluo padro 6.86pH - 200cc. HD8692 Soluo padro 9.18pH - 200cc.

    SOLUES PADRO REDOX

    HDR220 Soluo padro Redox 220mV 0,5 l. HDR468 Soluo padro Redox 468mV 0,5 l.

    SOLUES ELETROLTICAS

    KCL 3M 100ml soluo pronta para uso para preenchimento dos eletrodos KP63, KP64, e KP90.

    LIMPEZA E MANUTENO

    HD62PT Limpeza do diafrgma (tiourea em HCl) 500ml.

    HD62PP Limpeza de protena (pepsina em HCl) 500ml. HD62RF Regenerao (cido fluordrico) 100ml.

  • HD2156 - 53 - V2.4

    HD62SC Soluo para preservao de eletrodo 200ml.

    SONDAS DE CONDUTIVIDADE E COMBINADAS DE CONDUTIVIDADE E TEMPERATURA SP06T Sonda combinada de condutividade e temperatura 4 eletrodos em Platina, corpo

    em Pocan. Constante da clula K = 0.7. Range de medio 5S/cm 200mS/cm, 090C.

    SPT401.001 Sonda combinada de condutividade e temperatura 4 eletrodos de ao AISI 316. Constante da clula K = 0.01. Range de medio 0.04S/cm 20S/cm, 0120C.

    SPT01G Sonda combinada de condutividade e temperatura 2 eletrodos em fio de platina, corpo de vidro. Constante da clula K = 0.1. Range de medio 0.1S/cm 500S/cm, 080C.

    SPT1G Sonda combinada de condutividade e temperatura 2 eletrodos em fio de platina, corpo de vidro. Constante da clula K = 1. Range de medio 10S/cm 10mS/cm, 080C.

    SPT10G Sonda combinada de condutividade e temperatura 2 eletrodos em fio de platina, corpo de vidro. Constante da clula K = 10. Range de medio 500S/cm 200mS/cm, 080C.

    SOLUES PADRO DE CONDUTIVIDADE HD8747 Soluo de calibrao padro 0.001mol/l igual a 147S/cm @25C - 200cc.

    HD8714 Soluo de calibrao padro 0.01mol/l igual a 1413S/cm @25C - 200cc. HD8712 Soluo de calibrao padro 0.1mol/l igual a 12880S/cm @25C - 200cc. HD87111 Soluo de calibrao padro 1mol/l igual a 111800S/cm @25C - 200cc.

    SONDAS DE TEMPERATURA COMPLETAS COM MDULO TP47

    TP47.100.O Sonda de imerso, sensor Pt100 direto com 4 fios. Haste da sonda 3 mm, comprimento 230 mm. Cabo de conexo com conector 4 fios, comprimento 2 metros.

    TP47.1000.O Sonda de imerso, sensor Pt1000. Haste da sonda 3 mm, comprimento 230 mm. Cabo de conexo com conector 2 fios, comprimento 2 metros.

    TP87.100.O Sonda de imerso, sensor Pt100 direto com 4 fios. Haste da sonda 3 mm, comprimento 70 mm. Cabo de conexo com conector 4 fios, comprimento 2 metros.

    TP87.1000.O Sonda de imerso, sensor Pt1000. Haste da sonda 3 mm, comprimento 70 mm. Cabo de conexo com conector 2 fios, comprimento 2 metros.

    TP47 Somente conector para conexo da sonda: Pt100 direto 4 fios, Pt1000 2 fios.

    Os laboratrios de metrologia LAT N 124 da DELTA OHM so credenciados ISO/IEC 17025 pela ACCREDIA com relao Temperatura, Umidade, Presso, Fotometria / Radiometria, Acstica e Velocidade do Ar. Os laboratrios podem fornecer certificados de calibrao para as quantidades credenciados.

  • HD2156 - 54 - V2.4

    OBSERVAES

  • GUARANTIA

    CONDIES DE GARANTIA Todos os instrumentos DELTA OHM foram submetidos a testes rigorosos e so garantidos por 24 meses da data da compra. A DELTA OHM vai reparar ou substituir quaisquer peas que ela considerar ineficientes dentro do perodo de garantia e livre de encargos. A substituio completa est excluda e nenhum pedido de perdas e danos ser reconhecido. A garantia no inclui quebra ou danos acidentais devido ao transporte, negligncia, uso incorreto, conexo incorreta com voltagem diferente daquela considerada para o instrumento. Alm disso, a garantia deixa de ser vlida se o instrumento for reparado ou adulterado por terceiros no autorizados. O instrumento deve ser enviado ao vendedor sem encargos de transporte. Para quaisquer disputas o frum competente a Corte de Pdua.

    Os aparelhos eltricos e eletrnicos com o seguinte smbolo no podem ser descartados em lixos pblicos. Em cumprimento Diretriz 2011/65/EU, aos usurios europeus de aparelhos eltricos e eletrnicos possvel devolver os aparelhos usados ao Distribuidor ou Fabricante quando da compra de um novo. O descarte ilegal de aparelhos eltricos e eletrnicos punido por multa administrativa pecuniria.

    Esta garantia deve ser enviada junto com o aparelho para nosso centro de assistncia tcnica. IMPORTANT: A garantia vlida somente se o cupon estiver corretamente preenchido e com todos os detalhes.

    Cdigo do instrumento: HD2156.1 HD2156.2 Nmero de srie

    RENOVAES

    Data Data

    Inspetor Inspetor

    Data Data

    Inspetor Inspetor

    Data Data

    Inspetor Inspetor

  • GHM GROUP Delta OHM | Delta Ohm S.r.l. a socio unico Via Marconi 5 | 35030 Caselle di Selvazzano | Padova | ITALY Phone +39 049 8977150 | Fax +39 049 635596 www.deltaohm.com | info@deltaohm.com

    O nvel de qualidade de nossos instrumentos o resultado de uma contnua melhoria do produto. Tal situao poder causar possveis diferenas ao comparar este manual com o instrumento que voc comprou. Desde j nos desculpamos por quaisquer equvocos que possam ser encontrados neste manual.

    Dados, desenhos e descries includos neste manual no esto juridicamente em vigor. Ns nos reservamos o direito de modificar e corrigir o manual sem aviso prvio.

  • GHM GROUP Delta OHM | Delta Ohm S.r.l. a socio unico Via Marconi 5 | 35030 Caselle di Selvazzano | Padova | ITALY Phone +39 049 8977150 | Fax +39 049 635596 www.deltaohm.com | info@deltaohm.com

    V2.4 19/03/2018

Recommended

View more >