Jornal dos Bairros - 18 Maro 2016

  • Published on
    27-Jul-2016

  • View
    216

  • Download
    4

DESCRIPTION

Jornal dos Bairros - 18 Maro 2016

Transcript

  • Itaja, 18 de maro de 2016 | Ano XXI | N 782Feito para todas as classes

    EsporteAtleta de Itaja participa de seletiva nacional de taekwondo | Pg. 8

    Neide UriarteBaile retr com DJ China agita o Castelo Montemar | Pg. 6

    Pg. 8

    Tenistas representam Itaja em torneio nos Estados Unidos

    Esportes

    Aps rebulio com aumento da zona azul, prefeito de Itaja revoga deciso

    Acrscimo de 50% na tarifa pegou motoristas de surpresa e vereadores encabearam manifestaes contra o reajuste | Pg. 5

    Pr-candidato a prefeito de Itaja pelo PCdoB, Sandro Garcia fala sobre a necessidade de governar para os menos favorecidos e, apesar de estar em um partido aliado ao PT, diz querer o impeachment da presidente Dilma | Pg. 3

    Chikungunya: dois casos confirmados e dois em anlise em Itaja

    Pg. 4

    Geral

    Pg. 4

    Outono comea neste domingo com calor acima da mdia

    Geral

  • Ano XXI - edio 782 - 18 de maro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    2

    Jornal dos Bairros

    www.jornaldosbairros.tv

    @jornalbairros

    T na rede

    Josy Borges Isso mais ridculo, aumenta, ganha uma semana esse dinheiro, desvia e depois volta ao preo antigo. Eu digo mesmo at onde quando o povo vai ser palhao, colocamos esse bando de gente para representar a gente pra qu? Temos q fazer a mudana de legislao, as leis so todas a favor deles. (17-03-2016)Sobre o aumento da tarifa de zona azul em Itaja

    Ivan Mafra O Prefeito assinou o aumento de 50% pensando que o povo fosse engolir, ms se enganou e teve que voltar atrs!!!! (16-03-2016)Sobre o aumento da tarifa de zona azul em Itaja

    Opinio

    Diretor: Carlos Bittencourt | direcao@bteditora.com.brColaboradores: Neide Uriarte, Alexandre Balbino e Mariana LeoneEdio: Marjorie Basso | jornalismo@bteditora.com.br

    Diagramao: Solange Alves solange@bteditora.com.br

    Departamento Comercial: (47) 3344.8600

    Circulao: Itaja, Balnerio Cambori, Navegantes e regio.Fale conosco: Sugesto de temas, opinies ou dvidas: direcao@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tv

    Jornal filiado Associao dos Jornais do Interior de Santa CatarinaRua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro,Florianpolis, CEP 88.015-090Fone (48) 3029.7001 e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br

    O Jornal do Bairros uma publicao da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Anita Garibaldi, 425Centro Itaja SC.Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv

    O Jornal dos Bairros no se responsabiliza pelos

    artigos assinados pelos seus colaboradores ou de

    matrias oriundas de assessorias de imprensa de

    rgos oficiais ou empresas particulares.

    Expediente

    Marie Isabelita Bom seria o prefeito bater o martelo e acabar com a indecncia de cobrar no mnimo uma hora, quando os estacionamentos privados so obrigados a fracionar em minutos. Outra indecncia a gente ir ao Itaja Shopping, ou Balnerio Cambori Shopping, e ser obrigado a pagar 6,00 reais por 3 horas, mesmo quando vc s vai comer um pratinho de almoo, naquela praa de alimentao que nem WC tem por perto. Eles tm processo rolando, reclamaes no Procon, mas nos exploram e nos tratam como idiotas. (16-03-2016)Sobre o aumento da tarifa de zona azul em Itaja

    Alexandre Balbinobalbinoitajai@gmail.com

    facebook.com/aschmitbalbino

    (47)3241.6338

    Homenagem do PDT de Balnerio em aluso ao Dia das Mulheres

    Eu sou mulher e decidi viver de escolhas, no de chances, optei por ser motiva-da e no manipulada, ser til e no usada, me sobressair, no competir. Eu escolhi ouvir minha prpria voz, no a opinio dos outros. Eu descobri que ser mulher ser livre, ser lder, senhora do meu destino.

    Na ltima sexta-feira, dia 11, a Ao da Mulher Trabalhista (AMT), organizao das mulheres do PDT de Balnerio Cambori, homenageou 12 mulheres smbolos de luta e representao. O jantar com mais de 250 pessoas marcou a comemora-o ao Dia Internacional da Mulher, reafirmando o compromisso dos Trabalhistas com as causas em defesa da ampliao dos direitos das mulheres.

    As 12 homenageadas representam a excelncia da mulher nos mais diferentes segmentos:

    - Terezinha Moreno - fundadora da AMT de Balnerio Cambori, membro hist-rica e atuante do PDT;

    - Lias Menacho - fundadora da Biblioteca Comunitria Bem Viver, projeto social voltado para as crianas do Bairro das Naes;

    - Soldado Ana Paula - membro da corporao do Corpo de Bombeiros;- Marisa Zanoni - professora e nica representante feminina na legislatura atual

    da Cmara de Vereadores;- Dra. Jaina - advogada atuante que integra atualmente o Conselho de Direitos

    da Mulher;- Tais Baruffi - comandante da Guarda Municipal, dedica-se desde 2006 segu-

    rana pblica;- Iolanda Achutti - vereadora por cinco mandatos, nica mulher a presidir a C-

    mara de Vereadores; Fundadora da creche Viana de Carvalho;- Flvia - guia Turstica h mais de 20 anos e profunda conhecedora de uma das

    principais matrizes econmicas da cidade, o turismo;- Zez - lder comunitria da Praia do Estaleiro, comandou a associao de mo-

    radores e foi vereadora em Cambori;- Bia da Sade - funcionria pblica h 22 anos, atua com dedicao em prol da

    comunidade;- Sargento Vanusa - policial militar que atua no Batalho da PM, na cidade;- Roseni - lder comunitria da Barra, artes que estimula as mulheres na arte e

    impulsiona um novo caminho econmico.Deixo aqui um forte abrao a todas as mulheres, que por meio de muita luta

    tem feito seu belo papel nesta sociedade.Fiquem com Deus!

    ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIRIOComarca - Itaja / 3 Vara CvelRua Uruguai, 222, Centro - CEP 88302-901, Fone: (47) 3341- 9468, Itaja-SC - E-mail: itajai.civel3@tjsc.jus.brJuiz de Direito: Jos Agenor de AragoChefe de Cartrio: Acir Aquilino de Borba

    EDITAL DE CITAO - MONITRIA - COM PRAZO DE 30 DIASMonitria n 0005642-21.2014.8.24.0033Requerente: Maria Luci Bortolatto - ME (Pet Shop Animal Vita)/Requerido: Debora Alexandra dos Anjos/Citando(a)(s): Debora Alexandra dos Anjos, Rua Jos Cndido, 192-3, Casa 03, So Joo - CEP 88305-070,Itaja-SC, CPF 904.504.859-00, RG 3056740.Valor do Dbito / Descrio do(s) Bem(ns): R$ 455,33. Data do Clculo: 27/03/2014. Por intermdio do presente, a(s) pessoa(s) acima identificada(s), atualmente em local incerto ou no sabido, fica(m) ciente(s) de que, neste Juzo de Direito, tramitam os autos do processo epigrafado, bem como CITADA(S) para efetuar(em) o pagamento do montante exigido ou a entrega da coisa reclamada ou oferecer(em) embargos, em 15 dias, contados do transcurso do prazo deste edital. Em caso de cumprimento ficar o ru isento do pagamento de custas e honorrios advocatcios (art. 1.102-c, 1, do CPC). ADVERTNCIA: No sendo oferecidos os embargos no prazo marcado constituir-se- de pleno direito, o ttulo executivo judicial (art. 1.102-c, do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido o presente edital, o qual serafixado no local de costume e publicado 2 vez(es), com intervalo de 15 dias na forma da lei.Itaja (SC), 01 de maro de 2016.

  • 3WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Ano XXI - edio 782 - 18 de maro de 2016 Entrevista

    poltico. Difcil algum que tenha tanta informa-o sobre os problemas de Itaja quanto eu.

    Jornal dos Bairros Historicamente o PCdoB esteve junto com o governo da presidente Dil-ma Roussef (PT). No atual momento, isso enfra-quece a sigla?

    Sandro Garcia Santa Catarina um Estado exemplo para o pas, com pouqussimos benefi-ciados do programa Bolsa Famlia, com poucas pessoas realmente precisando de auxlio nacio-nal. A presidente Dilma perdeu aqui. Se eu sou a favor do impeachment da Dilma? Sim, porque eu sou contra qualquer pessoa que fez mau uso do dinheiro pblico e que tenha metido a mo no dinheiro que do povo, que recebeu presen-tes para beneficiar grupos empresariais. Eu sou a favor da sada de todos os envolvidos nesses esquemas. Ns significamos a renovao. Temos um grupo de pessoas para renovar e acabar com essa dependncia dos grupos polticos e empre-

    sariais. No porque algum vai me dar R$ 10 mil que eu vou canalizar uma obra para essa pessoa. Esse o grande erro da poltica hoje. Parece que pre-ciso vender a alma aos grupos empresariais para se eleger. Neste momento, eu sou contra o governo Dilma e, por mim, o PCdoB se desligaria desse ca-tastrfico governo. Nosso gru-po no possui nenhum cargo de confiana na prefeitura de Itaja, somos novos, no pos-sumos vereadores na Cmara. Queremos fazer uma nova po-ltica.

    Jornal dos Bairros Voc tem feito vdeos questionando algumas atitudes do governo municipal. Um deles referente poltica ha-bitacional no municpio. Voc entende que este governo focou no desenvolvimento e deixou as pessoas um pouco de lado?

    Sandro Garcia Em 2009, nas comemoraes dos 150 anos de Itaja, o prefeito Jandir Bellini (PP) me falou que no ia fazer casas populares; ele no queria crescer as demandas sociais e ele se pe como uma pessoa extremamente de direita. O prefeito no pensa nas comunidades mais pobres. Hoje, o governo est administrando para grupos exclusivos, sendo a Estapar, Coletivo [transporte pblico], Ambiental [limpeza urba-na], Empresa de Navegao Santa Catarina [ferry boat de Itaja] e outros grupos empresariais. Eles no se importam com a populao mais humilde. Em oito anos, o governo fez s 80 casas, sendo

    Jornal dos Bairros De que forma aconteceu seu ingresso no PCdoB? Houve um convite?

    Sandro Garcia Por questes profissionais, eu no podia me filiar a nenhum partido. Eu era apresentador de televiso em uma emissora local e a empresa pedia para que ns no estivssemos ligados a nenhum parti-do. Eu me filiei em janeiro deste ano, assim que sa da emissora. Entrei na luta do PCdoB porque conhe-cia muito o trabalho da deputada federal ngela Albino e do presidente do diretrio municipal, Mar-celo Warner. O ingresso no PCdoB foi um convite de ambos. Hoje eu estou fora da televiso porque tenho projetos polticos, ento no posso emitir opinio j que eu sou vinculado a um lado poltico.

    Jornal dos Bairros Como surgiu a possibilidade de ser o pr-candi-dato pelo partido? Voc j concorreu em algum outro pleito?

    Sandro Garcia Concorri a vereador em uma cidade do Rio Grande do Sul, ficando em primeira suplncia. Tambm trabalhei muito com assesso-ria de comunicao. Fui assessor de um deputa-do federal em Mato Grosso e outros candidatos a prefeitos. Trabalhei em campanha e marketing eleitoral, mas chegou a minha vez. Quando acon-teceu o convite eu estava com o programa de maior patrocnio da emissora, maior sucesso e nmeros de ligaes, eram cerca de 40 ligaes por programa. Fiquei cerca de 10 anos recebendo reclamao da populao de Itaja, eram coisas f-ceis e que no eram resolvidas. Percebi que minha melhor maneira de solucionar esses problemas e oferecer maior qualidade de vida, at mesmo uma igualdade social, era por meio de um pleito

    Itaja envelheceu o jeito de administrar, est ultrapassada

    pais, moram de favor em algum lugar ou pagam aluguel, mas deixam de comer. uma coisa insa-na. Como voc pode tirar a comida das pessoas por uma m gesto pblica? So anos de incom-petncia e o prefeito deixou aumentar muito o nmero de pessoas sem uma residncia.

    Jornal dos Bairros Em sua opinio, existem outros secretrios que ocupam funes para as quais no esto preparados?

    Sandro Garcia Voc no consegue fazer uma reunio com 30 pessoas, comea neste ponto. Trinta secretrios. Itaja envelheceu o jeito de ad-ministrar, est ultrapassada. As cidades mais mo-dernas do mundo trabalham na divulgao de seus trabalhos. Um secretrio entrega ao prefeito um relatrio bimestral de atividades. Em Itaja, tudo o que feito feito com dinheiro de nossos impostos, quando existem fundaes no pas e os governos estadual e federal. Os impostos de-veriam ir para sade e educao, j a mobilidade urbana, por exemplo, deve ser um projeto para os ministrios, para os governos. Elegeram o Jandir, ele deu os espaos para as pessoas, mas no co-bra. Ele no administra esse governo, no mnimo, h uns seis anos. Cada um fica na sua e no existe uma cobrana por resultados. Os secretrios no do satisfao imprensa, no tm desejo de vitria. Qual a ltima vez que o morador viu um secretrio celebrando uma vitria? No existe. Eles no tm vontade de governar, eles apenas tm salrio e status, mas no trabalham mais. So acomodados.

    Jornal dos Bairros O que tem te levado a fa-zer tantos vdeos polmicos? Seria a eleio ou antes os vnculos com emissoras te impediam de dizer o que pensa?

    Sandro Garcia Eu tenho 8 mil livros de Itaja vendidos. Eu estudei a histria de Lauro Muller, Marcos Konder, todos os prefeitos do municpio. Eles tinham vontade de administrar, eram vigo-rosos, tinham amor pela cidade. O que vemos hoje um bolo fatiado entre vrios partidos, mas sem um comandante. Isso nos revolta. Exis-te um grupo de egostas que venceram na vida e que no permite que os mais humildes tambm venam. Eu comecei a delinear todos esses ab-surdos, como o nepotismo, a falta de vontade de trabalhar, entre outras coisas. Na minha opinio, um secretrio deveria procurar a imprensa no mnimo uma vez por ms para divulgar todos os trabalhos. A maioria dos secretrios de aposen-tados, tem a vida feita. A minha prioridade, caso eu passe na conveno e venha a governar, ser cada secretaria ter 10 universitrios elaborando projetos para Braslia e Florianpolis, buscando dinheiro em outros locais e no o dinheiro do nosso imposto. Por que a cidade no desenvolve? Porque vivemos s com o dinheiro dos impostos. Existe preguia de fazer projetos. Eu j elaborei projetos para Fundao Roberto Marinho, para a Petrobrs e outros, e garanto que no so difceis, basta apenas ter uma equipe que queira buscar esse dinheiro.

    Jornal dos Bairros Como o PCdoB est se articulando para as eleies municipais? J se sabe com qual outra sigla ser formada uma possvel aliana?

    Sandro Garcia Ns estamos conversando com todos os partidos. Temos uma proposta pr-pria, com prioridade para a mobilidade urbana. Queremos que a localidade do Santa Regina se ligue cidade, queremos levar a base da Polcia Militar para as reas mais distantes para proteger aquela populao. uma necessidade integrar essas localidades cidade. Nesse momento, ns vimos pessoas que pensam que Itaja no tm l-deres, que vm para c s com a vontade de ser prefeito. Eu sou contra isso. O Paulinho Bornhau-sen (PSDB) quebrou Florianpolis e no vai mais ser candidato l. O Dcio Lima (PT) prometeu du-plicar a BR-407, em Blumenau, mas no realizou o trabalho e tambm quebrou a cidade. Eles acham que Itaja terra de ningum e que eles podem vir aqui e fazer um curral eleitoral. Ns queremos pessoas que morem e conheam Itaja, nisso se encaixam os partidos Solidariedade, PMDB e ou-tros partidos. Em todo caso, somos contra todas as pessoas que queimaram o filme em suas cida-des e agora querem dar uma de bonzinhos em Itaja. Ns vamos combater isso.

    Natural de Bag, no Rio Grande do Sul, o gacho Sandro Garcia, 45 anos, mais

    conhecido em Itaja pelo vnculo com emissoras de televiso locais. A profisso o aproximou

    da populao itajaiense, aumentando a popularidade do agora pr-candidato a prefeito. Atualmente, o apresentador se

    desligou das telinhas e aposta em um novo sonho: governar Itaja. Filiado ao PCdoB desde

    janeiro deste ano, Sandro se tornou figura caracterstica na cidade por apresentar um

    programa de cunho social. Recebia reclamao dos telespectadores e buscava por solues.

    Deixou a emissora para se dedicar corrida eleitoral, a convite dos polticos ngela Albino e Marcelo Werner. Fora da televiso, mas no das

    cmeras, Sandro Garcia apostou em uma nova estratgia: alertar a populao sobre o atual

    governo municipal por meio de vdeos em uma rede social. Em entrevista ao Jornal dos Bairros, o pr-candidato fala sobre os vdeos polmicos

    publicados no Facebook, a indignao com o governo Jandir Bellini e as articulaes do

    PCdoB para as eleies de 2016.

    PerfilSandro Garcia

    Esse o grande erro da poltica

    hoje. Parece que preciso

    vender a alma aos grupos

    empresariais para se eleger

    que elas j estavam 70% prontas no governo do ex-deputado Volnei Morastoni (PMDB). Esse um governo muito ruim. Nesse governo o pobre no tem direito a casa prpria. Passaram trs secret-rios de Habitao e nenhum deles deu conta do trabalho por falta de apoio e de empenho do Jan-dir. No meu ponto de vista, ele o pior prefeito em termos sociais nos 155 anos de Itaja. Ele foi o prefeito mais cruel e o mais insensvel.

    Eu recebia reclamaes relacionadas a esse assunto todos os dias. A irm do prefeito e se-cretria de Segurana, Susi Bellini, representaria para a Polcia Militar 3 mil litros de gasolina. So R$ 12 mil gastos com uma secretria sem funo alguma. Ela no faz nada. Temos um secretrio fictcio de uma secretaria que no funciona para nada. Ns estamos em um momento de que mais vale um vnculo familiar do que um retorno para a populao por meio de impostos. Pagamos impostos para um prefeito fazer favores ao seu irmo, que chamado nepotismo, de uma funo completamente inexistente. A funo da Susi um enfeite, uma esttua dentro da Administrao Pblica.

    Jornal dos Bairros Voc questiona a qualifi-cao da secretria Susi Bellini em um dos seus vdeos. Por que necessrio bater nessa tecla?

    Sandro Garcia A Secretaria de Segurana poderia funcionar com a Guarda Armada. Sem isso, melhor reverter os R$ 12 mil gastos com a Susi para a Polcia Militar. uma secretaria infame, mantida apenas para tirar uma despesa a mais da famlia Bellini. Chega a ser ridculo. uma fbrica de multas, no possui uma ao educativa, no tem nada. Ns vivemos da mesma maneira com ou sem a Secretaria de Segurana.

    Somos o centro da regio e aqui circula muito dinheiro, sendo assim precisamos de uma segu-rana mais aprimorada. Eu sou a favor da insta-lao de uma Guarda Armada. Os municpios que possuem esse servio registraram queda na violncia e protegeram os jovens de drogas, pro-tegeram as praas, as escolas, as pessoas retorna-ram s ruas porque se sentem seguras. Onde exis-te lei, no existe bandido. O vdeo que publiquei sobre a Susi Bellini est em cerca de 5 mil visuali-zaes, mais de 100 compartilhamentos e rendeu muitos comentrios.

    O Jandir est h muito tempo no poder, so 16 anos, e ele j nem sabe mais diferenciar a casa dele da prefeitura. Para ele tudo a mesma coi-sa. Ns, enquanto cidados e trabalhadores, que pagamos parqumetro e todas as cobranas, ns vemos que no h um respeito pelo dinheiro pago por ns. Temos 30 secretarias, mas funcio-naramos perfeitamente com 12. Hoje, a maioria das famlias novas moram nos fundos da casa dos

  • Ano XXI - edio 782 - 18 de maro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    4 Geral

    Mariana Leonecancercomalegria@hotmail.com

    Cancercomalegria

    facebook.com/cancercomalegria

    Como um tornado que se aproxima e chega destruindo o que est ao seu redor. Quantos de ns somos surpreendidos pelas tempestades? Seja por um acidente, uma enfermidade, uma crise, um desemprego. As tempestades no comunicam ou programam uma visita, mas chegam em nossas vidas e entram em nossos lares sem bater na porta ou pedir licena.

    As tempestades chegam como um tornado, de forma to intensa que abalam as estruturas da nossa vida. Normalmente, elas espalham pelo cho tudo aquilo que levamos anos para construir, seja um casamento que se desfaz pelo vento da inveja ou da infidelidade conjugal, uma doena grave que de repente abala a famlia ou um acidente trgico que ceifa a vida de um ente querido, por um divrcio traum-tico ou por uma simples decepo que nos fere e nos maltrata.

    As tempestades da vida so to perigosas que muitas vezes nos faz to fracos e incapazes de administrar os problemas com as nossas prprias foras. H proble-mas que nos deixam com uma profunda sensao de impotncia, onde no temos fora para resistir a fria dos ventos ruins.

    A vida nos faz passar por tantos obstculos e nos cansa, como se nossas pernas no mais tivessem foras para chegar a lugar algum.

    No entanto, quando o problema maior do que as nossas foras, no temos que nos desesperar, mas sim sermos humildes. Devemos olhar com f para Deus e lhe entregar toda a nossa vida, porque quando a tempestade est fora do nosso con-trole, certamente ela no est fora do controle de Deus.

    Como voc tem olhado para as tempestades da sua vida? Com um olhar de pa-vor? Com um olhar ctico ou com um olhar de incerteza e desesperana?

    Na verdade voc precisa olhar com a fora do exerccio da sua f, pois a f capaz de mudar sua viso e entendimento com relao s coisas que voc tem vivido. Exercite a sua f e foque em maneiras de melhorar a sua vida e aceitar as tempes-tades. Afinal, se no houvesse a tempestade, no aconteceria o milagre do cresci-mento pessoal e espiritual, porque sempre necessrio acontecer uma tempestade para que acontea uma reforma ntima.

    Podemos olhar as tempestades como uma oportunidade de reforar a f e nos re-novar como pessoa. Revelamos a qualidade e o tamanho da nossa f quando somos provados pelo Senhor. Onde no h aprendizagem, no h crescimento, isso fato.

    Se no tivssemos um dia de tempestade, nossas vidas seriam cruis. Nunca ter-amos a oportunidade de amadurecer na f por meio das lutas do dia a dia.

    Exercite a cada dia a sua f e aproveite as tempestades da vida como uma oportu-nidade de aprender algo novo. Aproveite a oportunidade de recomear.

    E assim, quando tudo parece escuro, voc ir observar que tudo torna-se colori-do e, pouco a pouco, voc vai descobrindo novas cores, surpreendendo-se com os efeitos. O sofrimento vai passando e as alegrias vo ganhando vida, gerando risos e uma satisfao genuna invade o seu ser.

    Tenho entendido que desafios nos so propostos como um propsito. Todos eles, por pior que sejam, querem nos ensinar algo. Assim como a casca de um ovo, nossa vida tambm precisa ser quebrada para que possamos renascer.

    Reforce sua f, aguce sua sensibilidade e abra sua mente para o inesperado. As-sim, voc perceber as maravilhas que chegam logo aps a tempestade.

    Aprender com os sofrimentos faz com que sejamos mais fortes diante da vida. Desapegue dos problemas, eles no sero eternos. Tenha pacincia. Uma hora, de um jeito ou de outro, tudo passa. Foque apenas no aprendizado que voc obter para o seu prprio bem.

    Afinal, tudo nessa vida passageiro, at mesmo ns. Viva cada momento como um presente de Deus.

    Voc j passou por um momento na vida em que parecesse ser o fim de tudo?

    A Secretaria de Sade divulgou nesta se-mana que dois casos de chikungunya foram confirmados em Itaja e outros dois esto em anlise. Os casos confirmados so im-portados, as pessoas contraram em outras regies do Brasil e vieram para Itaja. J os casos em anlise preocupam, pois se tratam de pacientes que teriam sido picados na zona rural da cidade.

    A prefeitura recebeu o diagnstico positi-vo do Laboratrio Central de Sade Pblica para os casos em anlise. Mas necessrio realizar uma contraprova do exame, ento nesta semana foram coletadas novas amos-tras de sangue. O resultado deve ficar pron-to na prxima semana.

    Alm disso, o programa de Controle da Dengue tambm est realizando buscas por vetores do mosquito transmissor da doena onde os pacientes teriam sido picados. Essa busca comeou na ltima segunda-feira e permanece.

    Em nota oficial, o secretrio de Sade, Osvaldo Gern, explica que o Ministrio de Sade define como caso suspeito da doena qualquer paciente que apresentar febre de incio sbito maior de 38,5C e artralgia ou artrite intensa com incio agudo. necess-rio ateno aos pacientes que tm histrico recente de viagem s reas nas quais o vrus circula de forma contnua.

    Para impedir a proliferao do vrus, o pa-ciente com suspeita deve fazer uso de repe-lente. Tanto a chikungunya quanto a dengue e o zika vrus so doenas transmitidas pelo mosquito aedes aegypti.

    Itaja soma 26 casos confirmados de den-gue, sendo 10 autctones e 16 importados. No mesmo perodo, em 2015, a cidade tinha 904 casos, sendo 881 de transmisso dentro do municpio. A Secretaria de Sade refora os cuidados permanentes em relao eli-minao de possveis pontos de acmulo de gua, para evitar a proliferao do mosquito.

    Est quase na hora de aposentar as roupas mais fresquinhas e dar adeus ao vero intenso. Neste domingo, a partir da 1h30 inicia-se o outono astronmi-co. Estao de transio, o outono deve ser marcado por caractersticas de vero na pri-meira metade, depois com as caractersticas do inverno. Para os meses de maro, abril e maio, as temperaturas mximas continuam na casa dos 28C, mas as ondas de frio po-dem ocorrer a partir da segunda quinzena de abril.

    De acordo com o meteorologista e coor-denador do Laboratrio de Climatologia da Univali, Sergey Alex de Arajo, o outo-no deve iniciar com temperaturas acima da mdia histrica devido s influncias do El Nio. Apesar disso, o fenmeno perde foras nos prximos meses, indicando uma esta-o mais fria na segunda metade.

    Nos prximos trs meses, as temperaturas mximas sero de 28,8C, 26,7C e 24,0C, respectivamente. As temperaturas mni-mas no trimestre ficam em torno de 20,2C,

    18,2C e 14,9C. Segundo os modelos nacio-nais e internacionais, o ms de maro no deve registrar temperaturas baixas.

    A partir de maio, o El Nio enfraquece e entra em um perodo de neutralidade. Na regio do centro sul as caractersticas gerais do fenmeno so de chuvas e temperaturas acima da mdia. Conforme o El Nio enfra-quece, essas caractersticas tambm per-dem a fora de forma gradativa:

    _ Existe um perodo de transio entre 60 e 90 dias que se mantm a influncia do El Nio. Conforme os institutos nacio-nais e internacionais, esse fenmeno de 2015/2016 foi equivalente aos de 1997/1998 e 1982/1983.

    As chuvas devem continuar nos prximos meses de outono, com previso para ndices levemente acima da mdia. Segundo Ara-jo, a climatologia da regio demonstra que as chuvas diminuem no outono e, principal-mente, no inverno. Entre maro e maio, os totais de chuva para Itaja ficam em 179, 123 e 112 milmetros.

    Outono comea neste domingo com temperaturas altas Ondas de frio comeam em abril com o enfraquecimento do El Nio

    Itaja tem dois casos confirmados de chikungunya e outros dois casos em anlise

  • 5WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Ano XXI - edio 782 - 18 de maro de 2016 Geral

    O reajuste sem prvio aviso da tarifa de zona azul em Itaja deu o que fa-lar nesta semana. Mas para o moto-rista que estranhou o aumento de 50%, uma boa notcia: os valores voltam ao normal na segunda-feira. Isso porque o prefeito Jandir Bellini se viu obrigado a revogar o acrscimo para que o municpio no sofresse aes na Justia.

    A medida que fez a tarifa de uma hora pular de R$ 1 para R$ 1,50 comeou a valer no dia 14. Quem parou o carro nas vagas de estacionamento rotativo estranhou o valor por no ter havido campanha informando que haveria o aumento e logo vereadores se manifestaram contra a nova cobrana.

    O vereador Thiago Morastoni (PMDB) pro-metia entrar na Justia contra a nova tarifa. Chegou a finalizar a documentao para protocolar na quinta-feia, mas na quarta o prefeito suspendeu a cobrana.

    _ uma afronta aos direitos do consumi-dor, pois no h qualquer critrio de propor-cionalidade e razoabilidade. Tem que haver um porqu de um servio pblico concedi-do aumentar 50% da noite para o dia.

    Na sesso parlamentar de tera-feira, 15, o vereador Osvaldo Mafra (SD) usou a tribuna para questionar o reajuste. Para ele o Poder Executivo tambm no possui fundamentos concretos que justifiquem o aumento. Em setembro do ano passado, Mafra questio-

    nou a Estapar e a prefeitura de Itaja sobre o contrato entre as duas partes.

    _ Descobrimos muita coisa. A empresa arrecada muito com esse servio, mas o re-passe ao municpio pequeno. Esse um contrato que lesa diretamente os cofres p-blicos, sendo que nem 10% so repassados para o Executivo.

    Na poca, o parlamentar encaminhou toda a documentao recebida sobre o con-trato ao Ministrio Pblico (MP) para anlise. Agora, o departamento jurdico de Mafra estuda uma medida cabvel para que o ve-reador entre com uma ao judicial contra o aumento na tarifa:

    _ Esse um contrato mal feito, usado de m f pela Estapar e pela prefeitura. Algum est sendo beneficiado dentro da empresa.

    A vereadora Anna Carolina (PSDB) solici-tou prefeitura documentos que compro-vem a necessidade do aumento, pois tam-bm entende ser abusivo. Ela quer saber por que nem a empresa e nem a prefeitura divulgaram com antecedncia esse reajuste.

    SuspensoCom a suspenso, as medidas jurdicas fi-

    cam suspensas por hora. O decreto assinado na tarde de quarta-feira pelo prefeito Jandir Bellini no esclarece se ser estipulado um prazo para fazer uma campanha informati-va sobre o aumento para que ele ento seja

    Aumento da tarifa de zona azul causa rebulio entre motoristas de ItajaReajuste na tarifa foi implantado na segunda-feira, sem aviso prvio; parlamentares questionaram e prefeitura voltou atrs

    implantado novamente. Caso isso ocorra, quem dever decidir a prefeita em exerc-cio Dalva Rhenius, que tambm assumiu na quarta.

    Previsto em contratoEm comunicado, a prefeitura de Itaja

    informou que o reajuste est previsto em contrato e inferior ao ndice Nacional de Preos ao Consumidor Amplo (IPCA). Admi-nistrado pela concessionria Estapar, o siste-ma de estacionamento rotativo Zona Azul

    Digital de Itaja nunca teve as tarifas reajus-tadas at ento.

    A Zona Azul Digital opera na cidade com 2.508 vagas, alm de 84 para deficientes, 141 para idosos, 81 de Zona Branca e 1.052 para motociclistas. Atualmente, 133 parqu-metros esto em funcionamento.

    A assessoria de imprensa da concession-ria informou que a empresa operava a zona azul com valores defasados em Itaja e que emprega mo de obra local, arcando direta-mente com os custos relativos operao.

  • Ano XXI - edio 782 - 18 de maro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    6

    Neide Uriarte

    Especial

    Baile retrO baile retr organizado pelo renomado DJ China foi

    um sucesso. Tendo como cenrio o castelo Montemar, o evento contou com msicas das dcadas de 70, 80 e 90. Tudo sob o comando do DJ China e sua equipe. Parte da renda do evento foi destinada ao Asilo Dom

    Bosco. Mais uma vez, o amigo DJ China deu um grande exemplo de solidariedade e amor ao prximo. Quem o conhece bem, sabe que ele est sempre disposto a

    ajudar as entidades beneficentes de Itaja. Com agenda sempre muito disputada, conseguiu reservar uma data e preparar essa linda festa. Eu o admiro muito e sempre

    prestigio os seus eventos. DJ China, continue sempre com esse corao generoso. Parabns!

  • 7WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Ano XXI - edio 782 - 18 de maro de 2016

    neidefestas@matrix.com.br

    Neide Pasold Uriarte

    (47)9977.2390

    Especial

    O Dia Internacional da Mulher foi comemorado pelas amigas da associao Amor Prprio com um jantar na churrascaria Vieira Grill de Itaja. O tradiconal jantar contou com a presena de 200 mulheres. Uma noite especial, carregada de muita emoo, confraternizao e alegria. Padre Mrcio do Parque Dom Bosco deu uma beno especial na ocasio e deixou uma mensagem maravilhosa. O cantor Arildo Simo e o grupo

    Cantando por A deram um toque especial e marcante no evento. Houve sorteio de brindes e todas foram agraciadas com um boto de rosa e uma garrafa de vinho como lembrana.

    Aniversio de Dara VictorinoNo dia 15 de maro a jovem Dara Victorino comemorou 20 anos de vida. A data foi celebrada com uma festa funk em sua residncia. Os pais Simone e Vnio Victorino, alm da irm Rafaela Victorino, ajudaram Dara a recepcionar os convidados. Um abrao especial da colunista, para essa amiga muito querida, desejando muitas felicidades hoje e sempre.

    Jantar da Amor Prprio

  • Ano XXI - edio 782 - 18 de maro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    8 Esportes

    Seletiva de Taekwondo Neste fim de semana, o municpio de Ita-

    ja ter representante na Seletiva Nacional de Taekwondo, para a formao da Seleo Brasileira da modalidade. Quem carrega o nome do municpio para Vitria, no Espri-to Santo, onde ser realizada a seleo, a atleta Natana Civa Caurio de 18 anos.

    Para a equipe tcnica da Fundao Mu-nicipal de Esporte e Lazer, as chances de a lutadora garantir uma vaga na equipe brasileira so grandes. Natana participa da Seletiva Nacional na categoria +73 quilos.

    Moleque Bom de BolaA Fundao de Esporte est com inscri-

    es abertas para o Moleque Bom de Bola. Interessados no projeto devem realizar as inscries na Secretaria de Desenvolvimen-to Regional. O campeonato catarinense mirim ocorre nas categorias masculino e feminino, vlido para crianas entre 12 a 14 anos.

    As inscries seguem at o dia 28 de maro, diretamente na SDR, na rua Jorge Mattos, nmero 21, no Centro de Itaja. O Moleque Bom de Bola um campeonato realizado pela Fesporte, desde 1992. O ob-jetivo valorizar o esporte amador, a edu-cao para a cidadania e o desenvolvimen-to humano.

    As equipes inscritas de Itaja passaro por uma etapa municipal, valendo uma vaga para a etapa microrregional. As disputas acontecem entre os dias 11 e 15 de abril, em local a ser definido pela FMEL. A etapa microrregional est prevista para o ms de maio em local a definir pela Fesporte.

    O municpio de Itaja est sendo bem representado no campeona-to de tnis Future Bakersfield. Os atletas Orlando Luz, Marcelo Zormann, Joo Pedro Sorgi e Joo Walendowsky, da equi-pe ADK Tennis, permanecem na Califrnia, onde ocorrem as disputas, at o domingo. O torneio profissional realizado em quadra

    rpida e oferece US$ 25 mil.Orlando, Marcelo e Joo Pedro esto na

    chave principal do torneio e entraram em quadra a partir de tera-feira. J o tenista Joo iniciou o campeonato no qualifying. No fim de semana passado, o atleta venceu os dois primeiros jogos, respectivamente, contra o japons Kento Tagashira e o norte-

    Tenistas de Itaja disputam torneio profissional nos Estados UnidosTrs atletas participam do campeonato na chave principal e iniciam as disputas a partir desta tera-feira

    Orlando Cruz est na chave principal, junto de Marcelo e Joo Pedro

    -americano Brian Battitone.Para um dos coordenadores tcnicos da

    ADK Tennis, Patrcio Arnold, o grupo tem potencial para avanar no torneio. Com premiao alta, o Future de Bakersfield atrai tenistas bastante ranqueados. Apesar disso, o coordenador se diz confiante nos tenistas de Itaja e garante que, mesmo sendo uma competio difcil, os quatro atletas podem surpreender nas quadras.

    Mais tenistas em quadraA equipe itajaiense da ADK Tennis tam-

    bm participa do 33 Campeonato Interna-cional Juvenil de Tnis de Porto Alegre. O torneio rene tenistas de 45 pases na capi-tal gacho at o dia 20.

    Na categoria 18 anos, que conta pontos para o ranking mundial da Federao Inter-nacional de Tnis, Arion Santinho enfrentar John Mcnally na primeira rodada da chave principal. Eduardo Ribeiro, Andr Cezar e Antnio Pruner Neto no passaram do qua-lifying. No ano passado, o ttulo dos 18 anos masculino ficou com Orlando Luz, atleta da ADK Tennis.

    A equipe de Itaja ainda tem Higor Chung participando da categoria Tennis Kids, dos oito aos 11 anos, e Benjamin Poli e Leonar-do Federico jogando a 16 anos. O grupo acompanhado pelo tcnico Luiz Peniza.

    Marcelo Roggia