Jornal dos Bairros - 12 Fevereiro 2016

  • Published on
    25-Jul-2016

  • View
    213

  • Download
    1

DESCRIPTION

Jornal dos Bairros - 12 Fevereiro 2016

Transcript

  • Itaja, 12 de fevereiro de 2016 | Ano XXI | N 777Feito para todas as classes

    Na CmaraVereadora quer reabrir processo contra ex-vereador Z Alvercino Ferreira | Pg. 8

    Neide UriarteFesta transporta participantes para o Hava | Pg. 6

    Proteo via WhatsApp

    Programe-se para pagar o IPTU com 15% de desconto

    Pg. 5

    Geral

    Pg. 5

    Dengue: agentes vistoriam mais de 49 mil imveis em Itaja

    Geral

    Pg. 4

    Brbara Damsio inicia nova turn no Teatro Municipal

    Variedades

    Temendo assaltos e furtos, moradores de Itaja criam grupos em aplicativo de mensagens para se prevenir | Pg. 3

    Proteo via WhatsApp

  • Ano XXI - edio 777 - 12 de fevereiro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    2 Opinio

    Diretor: Carlos Bittencourt | direcao@bteditora.com.brColaboradores: Neide Uriarte, Alexandre Balbino e Mariana LeoneEdio: Marjorie Basso | jornalismo@bteditora.com.br

    Diagramao: Solange Alves solange@bteditora.com.br

    Departamento Comercial: (47) 3344.8600

    Circulao: Itaja, Balnerio Cambori, Navegantes e regio.Fale conosco: Sugesto de temas, opinies ou dvidas: direcao@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tv

    Jornal filiado Associao dos Jornais do Interior de Santa CatarinaRua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro,Florianpolis, CEP 88.015-090Fone (48) 3029.7001 e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br

    O Jornal do Bairros uma publicao da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Anita Garibaldi, 425Centro Itaja SC.Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv

    O Jornal dos Bairros no se responsabiliza pelos

    artigos assinados pelos seus colaboradores ou de

    matrias oriundas de assessorias de imprensa de

    rgos oficiais ou empresas particulares.

    Expediente

    Imagem da semanaDivulgao

    Alexandre Balbinobalbinoitajai@gmail.com

    facebook.com/aschmitbalbino

    (47)3241.6338

    Bebeu gua? T com sede?

    No ltimo sbado, dia 6, a TraumaTran, com apoio da SKD Jud, realizou uma ao de conscientizao aos motoristas que passaram pelo semforo do Asilo Dom Bosco. Cada motorista recebeu um copinho com gua mi-neral com a seguinte frase: MOTORISTA, NO TRNSITO O MELHOR COM-BUSTVEL A GUA.

    Estvamos em perodo de Carnaval, festa que lembra muita alegria, gen-te reunida e, claro, lembra bebida alcolica. No estamos aqui para cri-ticar ou entrar no mrito de quem bebe ou no. Estamos aqui para ir con-tra os motoristas que insistem em dirigir alcoolizados. Foram entregues aproximadamente mil copinhos de gua mineral. O pblico foi o mais di-versificado, desde os mais jovens aos mais idosos, alguns adora-ram a ideia. Mas teve tambm aqueles que j estavam sob efeito do lcool e no curti-ram muito a ideia.

    O trnsito brasilei-ro tem matado mais do que muitas guer-ras ou catstrofes que chamam a aten-o do mundo todo, so aproximadamen-te 60 mil mortes por ano. E o que deve ser feito para mudar estes nmeros? Ser que o governo no vem fazendo sua parte implantando polticas de combate a esses nme-ros, investindo em infraestrutura nas estradas? Ou ser que falta ainda a conscincia de cada envolvido no trnsito, seja ele pedestre, ciclista, mo-tociclista, motorista ou passageiro?

    A TraumaTran nasceu em Itaja em julho do ano passado com o intuito de atuar na conscientizao no trnsito. Somente assim ser possvel al-canar menores ndices da imprudncia que aflige todos os envolvidos.

    E voc que tem acompanhado nossa coluna, qual sua opinio a respeito do trnsito em nossa cidade? Em seu ponto de vista, o que pode ser feito para melhor-lo. Gostaria muito de ter o seu feedback. E por falar em feedback, nesta ao que fizemos houve um caso interessante. Ao receber um copinho com gua um motorista ficou to feliz com a ideia que soltou uma dica bacana: poxa, na prxima vocs poderiam fazer algo com rela-o utilizao do celular ao volante. Maravilhoso, aguarde Itaja, pois a vm mais ideias!

    Fique atento e pratique a educao no trnsito. Uma nova direo para muitas vidas comea com voc.

    Michel, o CoringaPor Hlio Rebello, cientista poltico

    Foi chantagem, sim, sem dvidas que foi, porm, alm do embasamento poltico, o jurdico tambm tem o mesmo peso no processo que pede o impedimento da presidente Dilma.

    Assim como o luntico Jnio Quadros, o incrdulo Collor de Mello, Dilma, a entristecida, se apega ao populismo para justificar uma estada mais longa no Palcio do Planalto. O povo me colocou aqui e somente o povo poder me tirar.

    Essa justificativa to frgil e inconsistente quanto as dunas que se movimentam ao sabor dos ventos. Naquele momento, naquele contesto, cada qual em sua poca, a fotografia do momento lhes conferiu uma maioria que legitimou suas chegadas ao poder. Porm, a di-nmica sociedade , como diria o poeta, uma metamorfose ambulante, ento se apegar na cantilena ato que no se sustenta ao menor sinal que coloque o eleito diante de fatos que o levem a ser abatido em um processo de impeachment.

    A hora de reunir-se e se articular, a hora de conversar repetidamente e quantas e quan-tas vezes forem necessrias e a reside um grande problema. A presidente Dilma tem srias dificuldades em se articular; ela no tem bom trnsito nessa rea. Muitos a consideram ar-rogante, ento ela joga todas as suas fichas na confiana (que ela diz ter) no vice-presidente Michel Temer, que por sua vez to enigmtico quanto o Charada, inimigo do Batman.

    Tudo em Michel soa como charada. Suas falas, seu sorriso, sua seriedade, seu silncio ou suas aes. Michel Temer o fiel da balana, contudo, eles tm flertado com a oposio com a mesma tranquilidade de quem se encontra com um grande amigo e isso deixa o PT inquie-to e fazem os companheiros pensarem quando ele est conosco ou contra ns?.

    Situaes relevantes como os ilustres presos em Curitiba, o estrago do Rio Doce, Passadina, o rombo na Petrobras, a Lava Jato, o desemprego galopante e a estagnao da economia sero assuntos relegados a segundo plano e aqui cabe uma pergunta: at quando esse go-verno ir se segurar?

    Cunha acatou o pedido de impeachment em documento assinado por Hlio Bicudo (um dos fundadores do PT), o jurista Miguel Reale Jnior e a doutora em direito penal, formada pela USP, Janana Pachoal.

    uma trinca de respeito, porm, quem acatou o pedido de impedimento no to respei-toso e reto quanto os signatrios. Cunha est longe disso, mas a coisa da poltica brasileira que atira a pedra seja em qual for o telhado.

    Alguns dizem que Michel Temer j tomou sua posio, mesmo que no tenha manifestado qual posio tomou. Ele enigmtico e um coringa.

    O Carnaval de Itaja comeou animado j na sexta-feira com msica no Mercado Pblico e a presena de personagens como a Mulher Maravilha, a festa continuou nos clubes no feriado

    Artigo

  • 3WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Ano XXI - edio 777 - 12 de fevereiro de 2016 Geral

    Vi uma pessoa desconhecida rondando a rua, tem movimentao no terreno do fulano. Talvez estas sejam as frases mais en-viadas por vizinhos em grupos criados no WhatsApp. Em Itaja, o aplicativo de men-sagens instantneas virou uma espcie de arma para os moradores no combate aos frequentes roubos e furtos em residncias. com a tecnologia que os vizinhos trocam informaes sobre tudo o que acontece em determinada rua ou bairro.

    H dois meses, o grupo SOS Vizinhos, criado no WhatsApp, rene mais de 20 pes-soas, todos moradores do Centro de Itaja. Eles se dividem entre as ruas Alexandre Fle-ming, Almirante Barroso e Anita Garibaldi e possuem algo em comum: a sensao de insegurana. O grupo foi criado pela pro-fessora Neide Pasold Uriarte, 55, depois de a moradora ser vtima de um assalto na rua.

    por meio do aplicativo de mensagens que os vizinhos trocam informaes sobre qualquer movimentao desconhecida nas ruas. O aplicativo at aproximou os morado-res do SOS Vizinhos, que hoje prestam um tipo de servio voluntrio uns aos outros:

    _ como um sistema de segurana, mas que no funciona 100%. Apesar disso, bom trocar informaes com os outros vizinhos e, agora, no cuidamos s da nossa casa, mas das demais _ comenta a tcnica em segu-rana de trabalho Anelise de Lima, 23.

    Outra moradora, que preferiu no se iden-tificar, diz que os furtos e roubos nas trs ruas so corriqueiros. A ocorrncia mais re-cente foi a uma loja de cortinas na rua Almi-rante Barroso. A moradora desconfiou dos barulhos e movimentaes, ligou para a Po-lcia Militar (PM) e, depois, avisou ao grupo:

    _ Fiquei muito nervosa. Eles estavam fur-tando a loja de madrugada. No dia seguin-te, os proprietrios viram a mensagem que deixei no grupo e agradeceram. O grupo funciona assim: ns comunicamos e temos

    esse cuidado em cuidar das casas de nossos vizinhos.

    Mesmo sendo um forte aliado, os grupos no WhatsApp podem aumentar ainda mais a sensao de insegurana. Para a moradora, que preferiu o anonimato, o medo faz com que os moradores tratem qualquer pessoa desconhecida como ladro:

    _ H muitos andarilhos nas ruas do Centro e ns sentimos medo. por isso que avisa-mos sobre qualquer movimento estranho. Se algum vai viajar ou ficar fora por um tempo, os vizinhos j sabem e ficam de olho na casa que ficar vazia.

    Virou rotinaA vizinhana da rua Menina Rosana da

    Silva, no bairro So Joo, tambm usa a tec-nologia em favor dos vizinhos. O grupo foi criado no incio deste ano aps um assalto mo armada e furtos em duas residncias. Agora, qualquer movimento motivo de preocupao entre eles, que antes conside-ravam a rua como um ponto de tranquilida-de.

    Alm dos alertas dirios, o grupo possibili-ta o envio de fotos de suspeitos. Em janeiro, um adolescente foi apreendido em flagrante aps furtar uma residncia na rua. O melian-te arrombou o porto e se escondeu dentro de um armrio. A foto, compartilhada no Facebook da PM, foi parar no grupo dos vi-zinhos.

    Efetivo est longe de ser o ideal

    Furtos e roubos so registrados quase to-dos os dias em Itaja. A vtima deve sempre procurar a delegacia de polcia ou a Central de Planto Policial para registrar o fato. Se-gundo a assessoria de imprensa do 1 Ba-talho de Polcia Militar de Itaja, o nmero de ocorrncias de furto ou roubo grande devido falta de efetivo.

    Moradores de Itaja apelam tecnologia para evitar roubos em residnciasNo WhatsApp, os vizinhos trocam informaes sobre movimentaes e supostos ladres que rondam os bairros

    Insegurana toma conta das casas e dos celulares

    Fernanda Vieira

    Dicas de segurana Tranque sempre portas e portes de acesso casa. No os deixe abertos inutilmente, ainda que por poucos momentos. Os delinquentes se valem de nossos descuidos. Arrombamentos so mais frequentes atravs dos acessos dos fundos das casas, ento tranque as portas intermedirias. Roubos em residncias tm grande incidncia nos horrios das 7h s 9h ou das 18h s 20h. No exiba joias, celulares, cmeras digitais ou dinheiro. Seja discreto. No saia com grandes quantias de dinheiro ou cartes de crdito se no houver necessidade. No abra a carteira ou a bolsa na frente de estranhos. Ao retornar para casa, evite transitar em ruas ou praas mal iluminadas. Se sentir que est sendo seguido, entre em algum estabelecimento comercial ou atravesse a rua. Ao sair sozinho, procure sempre ficar no centro da calada e na direo contrria ao trnsito. Fica mais fcil perceber a aproximao de um suspeito. No caso de furto ou qualquer ocorrncia policial, no perca tempo, comunique imediatamente Delegacia de Polcia mais prxima da rea. Procure conhecer seus vizinhos e combinar com eles medidas de auxlio mtuo. A solidariedade importante nos momentos de perigo.

  • Ano XXI - edio 777 - 12 de fevereiro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    4 Variedades

    A programao cultural de Balnerio Cam-bori tambm est recheada neste ms. Du-rante todo o ms, a loja Saccaro abre o es-pao para o artista plstico Andr Murh. O pblico pode conferir as telas vibrantes do artista carioca, que tambm estaro venda no local. No Teatro Municipal Bruno Nitz, a comdia invade o palco e promete muitas gargalhadas com As Velhas Virgens.O artista carioca Andr Grega Perez, o Mu-rh, retorna Balnerio Cambori com uma exposio na loja de mveis Saccaro. A arte de Andr traz traos simples e tons vibran-tes nas obras, instigando o observador a um olhar profundo. Murh faz uma reflexo sobre a percepo humana, promovendo um olhar mais alegre da vida.

    Andr Murh teve suas obras expostas em mais de seis estados brasileiros, entre So Paulo Rio de Janeiro e Esprito Santo, e em Nova Iorque. Em Balnerio Cambori, as obras podem ser contempladas e compra-das de segunda sexta-feira, das 9h s 19h e aos sbados, das 9h s 13h. A loja Saccaro fica na avenida do Estado, nmero 1340.

    O ator Wendel Amorim traz para Balnerio Cambori o espetculo As Velhas Virgens, no sbado, 20. A pea ser encenada no Tea-tro Municipal Bruno Nitz, s 20h. A comdia conta a histria de duas idosas que so tran-cadas, acidentalmente. Os ingressos sero

    O Teatro Municipal de Itaja abre as portas para a cantora Brba-ra Damsio neste domingo, s 20h30. Junto com o quarteto, ela apre-senta o show Voc mesmo essa flor, composto de msicas de compositores catarinenses na voz de Brbara. A cantora aproveita para lanar a turn, que passar por 26 cidades de Santa Catarina.

    O show tem participao dos msicos Arnou de Melo, nos contrabaixos, Willian Goe, na bateria, e Davi Sartori no piano. Brbara Damsio desenvolve um trabalho genuinamente brasileiro e busca uma es-ttica sofisticada, aprimorando a concep-o musical na juno da msica instru-mental e vocal.

    Em Itaja, as apresentaes so gratuitas e seguem at o dia 19 de maro no Teatro Municipal. O show Voc mesmo essa flor foi selecionado pelo Circuito Sesc de Msica 2016. A cada ano, trs expoentes musicais do Estado so escolhidos para apresentar seus shows gratuitamente:

    _ uma alegria ter sido selecionada. Po-dermos levar o nosso trabalho em todas

    as regies catarinenses. uma oportu-nidade mpar para os artistas _ comenta Brbara.

    Segundo a cantora, o propsito do show a valorizao e divulgao do trabalho de compositores catarinenses. Voc mesmo essa flor preserva e for-talece a cultura popular regional, abrindo um novo leque de msicos e poetas de Santa Catarina. O Circuito Sesc de Msica ocorre em forma de mini festival, com trs concertos em cada municpio.

    Voc mesmo essa flor teve participa-o especial de Guinha Ramires (violo), Rubens Azevedo (sopros) e da cantora Elza Soares. O cenrio um grande mural feito pela artista plstica Ryana Gabech, em parceria com o coletivo Laava, de Flo-rianpolis. O figurino de Llia Machado de Melo, com direo artstica de Brbara Damsio e direo musical de Arnou de Melo e Willian Goe.

    Brbara cantora, educadora musical e jornalista. Natural de Itaja, mas residente em Balnerio Cambori, sempre teve for-te atuao artstica nas duas cidades.

    Brbara Damsio lana nova turn com show gratuito no Teatro Municipal de Itaja

    Cantora foi selecionada para o Circuito Sesc de Msica

    Exposio de arte e espetculos teatrais esto na programao cultural de Balnerio Cambori

    Divulgao

    Andr Murh mostra seus trabalhos vibrantes em galeria de loja

    vendidos a R$ 40, com promocionais a R$ 25. A censura de 16 anos.

    O elenco composto de Wendel Amorim e Grego Lira. A dupla sobe ao palco para nar-rar uma noite de aventuras entre duas irms dentro de uma biblioteca. O espetculo traz um conceito dinmico para o teatro, com a participao de um espectador ao longo da pea. O Teatro Municipal Bruno Nitz est lo-calizado na avenida Central, nmero 50, no Centro de Balnerio Cambori.

  • 5WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Ano XXI - edio 777 - 12 de fevereiro de 2016 Geral

    Seguem os trabalhos de construo da ponte da Jacob Ardig, que ligar os bair-ros Dom Bosco e Cidade Nova. Aps a co-locao das cinco vigas do vo central, a ponte comeou a receber as pr-lajes e a armao fixa que antecedem a concreta-gem do vo central.

    A construo da ponte segue para a eta-pa final. Ela ter 80 metros de extenso por 16 metros de largura, 35 metros de vo livre, duas pistas para veculos, com cinco metros de largura cada uma, e passeio de trs metros de cada lado para pedestres e ciclistas.

    Quem quer economizar com a taxa de IPTU deste ano deve se agilizar. Nesta se-gunda-feira, dia 12, vence o prazo para pa-gamento em cota nica com desconto de 15%. No dia 15 de maro tambm ser pos-svel fazer o pagamento em cota nica, mas nesse caso o desconto cai para 10%.

    Tambm em 15 de maro o vencimento da primeira parcela, sem desconto. O con-tribuinte que pagou o imposto do ano pas-sado em dia, ganha 10% de desconto. Para quem aderiu ao programa Itaja mais Linda o

    desconto de 40%. Neste ano o reajuste do IPTU ser de 9.92% de acordo com o IPCA. A meta arrecadar R$ 45 milhes.

    Conforme j noticiado, neste ano no h pontos fixos para entrega do carn. Os con-tribuintes recebero o carn em casa ou po-dero baix-lo via internet acessando o site da prefeitura. O imposto j est disponvel para download. Basta acessar itajai.sc.gov.br e clicar no banner IPTU 2016. preciso ter em mos o nmero do CPF ou do Cadastro de Imvel.

    O combate e preveno ao mosquito aedes aegypti continua sendo uma das principais metas de Itaja, as-sim como em boa parte do pas. Tanto que em 20 dias de atuao dos agentes comu-nitrios e agentes de endemias, foram vis-toriados mais de 49 mil imveis na cidade.

    Durante o perodo em questo foram visi-tados ao todo 49.112 imveis, outros 14.123 estavam fechados e houve 433 recusas. Agora, equanto equipes atuam nas visto-rias para fechar os imveis que faltam ser verificados no Centro, outras equipes atuam na Barra do Rio, Fazenda, Cidade Nova, So Vicente e Cordeiros em busca de recuperar os imveis que, na passagem dos agentes, estavam fechados.

    Tipos de resduosEm relao aos tipos de resduos identi-

    ficados e eliminados dos imveis durante as verificaes, os nmeros de quarta-feira foram os seguintes:

    TIPO B: 34 - pequenos depsitos mveis (vasos / frascos com gua, pratos, garrafas retornveis, recipientes de degelo em gela-deiras, bebedouros em geral, pequenas fon-tes ornamentais, materiais em depsitos de construo e objetos religiosos)

    TIPO D1: 26 - lixo (recipientes plsticos, garrafas PET, latas, sucatas e entulhos de construo)

    TIPO D2: 03 - materiais rodantes (pneus, cmaras de ar)

    Recipientes / depsitos tratados com lar-vicida: 262

    Recipientes / depsitos de difcil acesso inspecionados: 00 (caixas, lajes, calhas)

    Com isso, o total parcial de resduos elimi-nados soma:

    TIPO B: 4.571 - pequenos depsitos m-veis (vasos / frascos com gua, pratos, gar-rafas retornveis, recipientes de degelo em geladeiras, bebedouros em geral, pequenas fontes ornamentais, materiais em depsitos de construo e objetos religiosos)

    TIPO D1: 5.602 - lixo (recipientes pls-ticos, garrafas PET, latas, sucatas e entulhos de construo)

    TIPO D2: 138 - materiais rodantes (pneus, cmaras de ar)

    Recipientes / depsitos tratados com lar-vicida: 15.537.899

    Recipientes / depsitos de difcil acesso inspecionados: 222 (caixas, lajes, calhas)

    O trabalhoO primeiro ciclo de visitas aos imveis

    em reas de infestao em Itaja iniciou no dia 12 de janeiro e conforme estabelecido pela Secretaria de Estado da Sade no Pla-no Estadual de Intensificao das Aes de Mobilizao e Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, deve ser concludo at 12 de feve-reiro.

    Um segundo ciclo de inspees dever ser realizado at 11 de maro, com repeti-es bimestrais entre a segunda quinzena de maro e junho de 2016.

    Inicialmente, a meta de Itaja era vistoriar 57 mil imveis por ciclo, considerando as visitas em prdios at o terceiro andar, no Centro e nos oito bairros infestados (Cordei-ros, So Vicente, Cidade Nova, Barra do Rio, So Joo, So Judas, Vila Operria e Fazen-da). No entanto, aps o incio do trabalho de campo, o municpio decidiu verificar a totalidade dos imveis verticalizados, o que aumentou o universo a ser atingido na ao para 63.862.

    Combate dengue: em 20 dias, agentes vistoriam 49 mil imveis em ItajaPrimeiro ciclo de vistorias foi concludo com 433 recusas em receber os profissionais, o que prejudica o trabalho

    Primeiro pagamento do IPTU com desconto vence nesta segunda-feira

    Pr-lajes da ponte da Jacob Ardig comeam a ser colocadas

    EDITAL DE CONVOCAO EDITAL DE CONVOCAO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINRIA PARA

    ELEIO DA DIRETORIA DA ASSOCIAO DO CNCER AMOR PRPRIO A Associao do Cncer Amor Prprio, com sede nesta, rua Brusque, n 329, bairro Centro, atravs de

    sua Diretoria, devidamente representada por sua Presidente Sra. Nilza Maria Martins, CONVOCA atravs do presente edital, todos os associados e voluntrios da Associao do Cncer Amor Prprio, para As-sembleia Geral Ordinria, que ser realizada s 14 horas, do dia 18 de fevereiro de 2016.

    A Assembleia Geral instalar-se- em primeira convocao s 14 horas, com a presena da maioria dos associados e voluntrios com direito a voto e, em segunda e ltima convocao decorridos trinta minutos da primeira, com qualquer nmero.

    Itaja, 11 de fevereiro de 2016. NILZA MARIA MARTINS PRESIDENTE

  • Ano XXI - edio 777 - 12 de fevereiro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    6 Especial

    Neide Uriarte

    Cantinho da Saudade: Joo Valrio Fernandes, o JocaNossos sinceros sentimentos de pesar aos familiares de Joo Valrio Fernandes, o Joca, que faleceu na ltima tera-feira, dia 9, vtima de um acidente de automvel em Balnerio Cambori. Todos conheciam o Joca da risada gostosa e inigualvel, que foi professor de educao fsica e se dedicou Federao Catarinense de Handebol. A veia esportiva herdou do seu falecido pai, Sr. Juclio Fernandes, que se destacou na natao.

    Niver da Gaby Dedico a coluna desta semana linda

    aniversariante do dia 9 de fevereiro Gabrielly Andrade. Parabns, Gaby! Super feliz

    aniversrio! Continue sendo sempre esta jovem exemplar, estudiosa, amiga de todos e

    que s traz orgulho aos pais Fabiane e Jorge e ao irmo Gregory.

    Reincio das atividades na RFCC As atividades da Rede Feminina de Combate ao Cncer de Itaja reiniciaram na segunda feira, dia 8. J esto sendo agendados os exames preventivos, para manh e tarde, no horrio das 8h s 11h30 ou das 14h s 17h. Estamos tambm fazendo a entrega de exames que foram realizados no ano passado e que muitas pacientes no foram buscar.

    Gente do bem que merece destaque: Valcir e Paulo O casal Valcir e Paulo Tietjen est merecendo um descanso. Alm de trabalhar arduamente no disque gelo do Pir, poir dar conta de atender a clientela nesta temporada de vero no fcil, ainda arruma tempo para a solidariedade. Valcir e Paulo atendem famlias haitianas que chegam em Itaja. Arrumam alojamento, alimentos, vesturio, etc... Eles se destacam por serem pessoas do bem, que contribuem para deixar o mundo melhor. Que Deus os abenoe e proteja sempre!

  • 7WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Ano XXI - edio 777 - 12 de fevereiro de 2016 Especial

    neidefestas@matrix.com.br

    Neide Pasold Uriarte

    (47)9977.2390

    Noite do Hava Na segunda-feira de Carnaval o casal Simone e Vnio

    Victorino reuniu familiares e amigos para uma festa do Hava em sua residncia. Teve decorao temtica feita

    com muito capricho, buffet de salgados e frutas, bebidas, flores e muita msica comandada pelo DJ Jr. Agradecemos o convite para participarmos desta linda festa. Estava uma

    noite perfeita, com o clima quente e alegre!

    Segundo aniversrio de Bernardo Bellini Fiorin Quem comemora aniversrio de 2 aninhos neste dia 11 de fevereiro o lindo e esperto Bernardo

    Bellini Fiorin. Ele filho do casal Greici Bellini Fiorin e Valdir Fiorin Filho e irmo do Matheus. Parabns, Bernardo! Feliz aniversrio! Beijinhos especiais da amiga tia Neide.

    Niver JordanaQuem tambm aniversaria no dia 12 a lindssima Jordana Jessica Gomes. Ela filha do casal Juarez Gomes e Luzia Alves. Parabns, Jordana! Que Deus sempre ilumine seu caminho.

  • Ano XXI - edio 777 - 12 de fevereiro de 2016

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    8 Poltica

    A Comisso Parlamentar de Inqurito (CPI) da Codetran caminha para a reta final. A CPI apura fatos investigados na Operao Parada Obrigatria, como fraudes na Coordenadoria de Trnsito (Codetran) de Itaja. O ex- vereador Jos Alvercino Ferreira (PP), um dos principais envolvidos no caso. Apesar da estar perto de ser encerrada, o parecer do relator sobre a apurao ainda um mistrio. Os membros tentaro que haja consenso para no haver votos contrrios.

    De acordo com o presidente da CPI, vereador Thiago Morastoni (PT), o relatrio final pode ser entregue at o dia 16 de maro. Apesar do prazo, o objetivo da comisso entrega-lo em duas semanas. Segundo o parlamentar, ainda h necessidade de aparar algumas arestas para que haja unanimidade:

    _ Nossa ideia sempre foi construir um relat-rio em consenso. Fizemos um trabalho em con-junto entre todos os vereadores da comisso, sem posies de divergncia ou bloqueios. Es-pero que possamos concluir desta forma.

    O relatrio final aguarda concluso do re-lator da CPI da Codetran, vereador Fernando Pegorini (PP). Segundo informaes de Thiago, o documento est 90% concludo, mas ainda faltam detalhes. Os procedimentos de instru-

    Relatrio final da CPI da Codetran ser entregue em no mximo duas semanasMembros da comisso esperam haver consenso, por isso se reuniro nesse meio tempo

    o foram concludos ainda no ano passado e a apresentao s depende da emisso do relatrio e da entrega de documentos pen-dentes:

    _ Faremos uma reunio com todos os mem-bros da comisso antes de finalizar o relatrio.

    A reportagem no conseguiu contato com o vereador Fernando Pegorini. Ele est ausen-te da Cmara de Vereadores de Itaja devido um acidente automobilstico na semana pas-

    sada. A assessoria de imprensa da cmara no pde confirmar o estado de sade do verea-dor, pois aguardava uma nota oficial.

    Os fatos apurados pela CPI da Codetran partem de investigaes do Grupo de Atua-o Especial de Combate ao Crime Organiza-do (Gaeco). A comisso ganhou o nome de CPI da Codetran por envolver agentes ligados coordenadoria na poca em que os crimes eram investigados.

    Vereador segue apto a se candidatarNesta semana a vereadora Anna Caro-

    lina (PSDB) solicitou o desarquivamento do processo da cassao do ex-vereador Jos Alvercino que corria na Comisso de tica da Cmara. A ao foi arquivada porque no entendimento dos membros da comisso, perdeu a essncia uma vez que Z perdeu o mandato em 2015.

    Com o processo arquivado pela co-misso, o ex-parlamentar est apto para concorrer nas prximas eleies. De acordo com o vereador Clayton Ba-tschauer (PR), membro da comisso na poca da instaurao, as chances de rea-brirem o processo foram descartadas. O processo corria por quebra de decoro parlamentar e caso fosse aprovado, Z Ferreira poderia ficar inelegvel:

    _ No chegamos a votar, estvamos no processo de defesa quando o pro-cesso foi arquivado. Estvamos na me-tade do caminho.

    O ex-vereador foi cassado pela Mesa Diretora, no fim de 2015, por ultrapassar o limite de dias fora da cmara previsto no Regimento Interno e na Lei Orgni-ca Municipal. Na poca, Z Ferreira foi preso na Operao Parada Obrigatria, deflagrada pelo Grupo de Atuao Es-pecial de Combate ao Crime Organiza-do, e tinha pedido licena parlamentar.