Jornal dos Bairros 07 Junho 2013

  • Published on
    30-Mar-2016

  • View
    213

  • Download
    1

DESCRIPTION

Jornal dos Bairros 07 Junho 2013

Transcript

  • Prefeitos da Amfri debatem repasse para o Hospital Pequeno Anjo

    ITAJA NAVEGANTES BALNERIO CAMBORI | 7 DE JUNHO DE 2013 | ANO XII | N 653

    Safra da tainha frustra pescadores

    industriais

    PGINA 4

    PGINA 5

    Mais de 80 casais dizem sim

    neste sbado

    Univali promove campanha do

    agasalho

    Ministra Ideli anuncia investimento de mais de

    R$ 200 milhes para Porto de Itaja

    Apae realiza pedgio deste sbado e pede ajuda de voluntrios

    Loteamento Portal II ganha

    nova crechePGINA 7

    5 5

    5

    4

    Divulgao

    PGINA 4

    Comemoraes do aniversrio de

    Itaja comeam nesta sexta-feira

    Nelson Robledo

    Divulgao

    Jorn

    al d

    os B

    airr

    os

  • Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 653 - 7 de JUNHO de 2013 | Ano XII | Pgina 2

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 653 - 7 de JUNHO de 2013 | Ano XII | Pgina 3

    O Jornal do Bairros uma publicao da empresa Letras Editora Ltda. (ME), com sede na Rua Jorge Mattos, 15 Centro Itaja SC.Telefone: (47) 3344.8600 Site: www.jornaldosbairros.tv | Twitter: @jornalbairros

    Diretor: Carlos Bittencourt | direcao@bteditora.com.brColaboradores: Marcelo Nunes, Neide Uriarte e Hlio RebelloJornalistas:Leonardo Thom - DRT SC 04607 JPRenara Almeida DRT SC04030 JPDiagramao: Solange Alves | solange@bteditora.com.brDepartamento Comercial: (47) 3344.8600Circulao: Itaja, Balnerio Cambori, Navegantes e regio.Fale conosco: Sugesto de temas, opinies ou dvidas:

    direcao@bteditora.com.br | jornalismo@jornaldosbairros.tvO Jornal dos Bairros no se responsabiliza pelos artigos assinados pelos seus colaboradores ou de matrias oriundas de assessorias de imprensa de rgos oficiais ou empresas particulares.

    Jornal filiado Associao dos Jornais do Interior de Santa CatarinaRua Adolfo Melo, 38, Sala 901, Centro, Florianpolis, CEP 88.015-090Fone (48) 3029.7001 - e-mail: adjorisc@adjorisc.com.br

    EXPEDIENTE

    &Poltica

    CafCom

    LeiteHlio Rebellohelio_rebello@ibest.com.br

    REBELO & ZENDRONADVOGADOS

    Rua Dr. Pedro Ferreira, 155, sala 1502 15 andar - Centro - Itaja

    Fone: (47) 3398.1165 | (47) 9923.7503

    A TRANSPARNCIA ATIVA DE QUEM SERVE

    SANTA REELEIO Colombo vai encerrando seu terceiro ano de man-

    dato to apagado e sem sal de como quando ele entrou no governo. Ao longo desses anos Colombo no con-seguiu se entender com a Educao e pesa contra ele o maior tempo em que os professores mantiveram os braos cruzados, ou seja, mais de 40 dias.

    Tem deixado a desejar no quesito Segurana e est literalmente apanhando da criminalidade. S que quem paga essa fatura a populao, que necessita se des-locar do trabalho para casa/trabalho usa os transportes pblicos e ficam a merc das mudanas de humor da marginalidade e a qualquer momento uma pira pode ser acesa. As SDRs que ele as apelidou de cabide de empregos, nada mudaram na sua gesto.

    Agora visando a reeleio e sabendo da sua to-tal falta de empatia com a populao ele cria a Santa Renda, isto , um programa assistencialista que ir dis-tribuir dinheiro entre as camadas sociais mais carentes. Este programa est mais para Santa Reeleio. Colom-bo criou uma dependncia que ser usada em prol a sua reeleio. Como diz a propaganda de governo, so muitos os catarinenses que vivem em situaes prec-rias. Precrias de renda, precrias de conhecimento e precrias no que se diz respeito a perceber uma arma-dilha.

    DEVEDORES: R$ 5 BILHES Os mil maiores devedores de tributos de Santa Ca-

    tarina esto recebendo ateno especial por parte da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Objetivo inten-sificar a cobrana de cerca de R$ 5 bilhes, atravs de aes judiciais que permitam, principalmente, a penhora de parte do pagamento recebido por meio de cartes de crdito e dbito. Esta iniciativa inovadora

    vem sendo admitida pelo Judicirio como uma forma de combater a inadimplncia, explica o chefe da Pro-curadoria Fiscal (Profis), Juliano Dossena, que ressalta que a medida um grande avano da Justia no marco do progresso tecnolgico do comrcio na atualidade.

    CADEIA DE EXPORTAO Raimundo Colombo participou em Braslia de au-

    dincia na Agncia Nacional de Transportes Aquavi-rios (Antaq), destacando a importncia dos investimen-tos nos portos do Estado no cenrio atual, favorecido pela abertura do mercado japons para a carne suna catarinense. No encontro, representantes da Antaq pro-meteram agilidade no processo de regularizao do ter-minal porturio da Seara Braskarne, localizado junto ao Porto de Itaja e importante engrenagem na cadeia da exportao de carne catarinense.

    SDRs NA MIRA DO PT Aps eleger as secretarias regionais como o alvo

    da vez, a bancada do PT na Assembleia est propondo a realizao de uma consulta pblica para ouvir enti-dades e populao acerca da atuao e da necessidade das 36 SDRs. A matemtica do PT essa: Com a ex-tino das 36 secretarias regionais sob o argumento, entre outros, de que, este ano, o custeio de R$ 336,7 milhes e os salrios R$ 101,6 milhes superaro os investimentos, previstos em R$ 268,7 milhes.

    Raimundo Colombo j as chamou de cabide de emprego e depois teve que engolir o que disse, quando se alinhou a trplice e se curvou a LHS, mentor e criador dessas Secretarias Regionais.

    MAIS UM PARTIDO O partido de Marina Silva (Rede Sustentabilidade)

    precisa de 500 mil assinaturas em nove estados do pas para atingir os 0,5% do eleitorado e pretende fechar a entrega em 15 de junho, o que dar tempo para que o TSE conceda o registro at 30 de setembro, tempo hbil para filiar os novos integrantes e concorrer em 2014.

    JURO ZERO O governador Raimundo Colombo sancionou a

    Lei n 16.006 que institui o Programa Badesc Cidades Juro Zero. Com isso, todos os prefeitos catarinenses podero financiar recursos para investir nos municpios a juro zero. A operao ser feita pela Agncia de Fo-mento do Estado de Santa Catarina - Badesc. um im-portante incentivo, principalmente para os que esto no primeiro mandato.

    O Governo do Estado vai disponibilizar R$ 350 milhes em 2013. O valor financiado para as prefeitu-ras depende da capacidade de endividamento de cada uma. Os projetos devem ser encaminhados para o Ba-desc. Outra vantagem do programa a desburocratiza-o e a agilidade, em virtude do conhecimento e da ex-perincia da equipe que analisa os pedidos. Em 2012, o Badesc financiou R$ 196 milhes para o setor pblico.

    RESULTADO DA PESQUISA A pesquisa do Centro de Cincias da Administra-

    o e Socioeconmicas da Udesc, deu respaldo cient-fico a anlises feitas ao longo dos anos. Considerando os resultados de eleies desde 2000 e informaes so-bre populao e PIB dos municpios, o estudo chegou s seguintes concluses:

    1) PMDB, PSD, PP, PT, PSDB e DEM detiveram em mdia 94,5% do poder poltico em Santa Catarina nos ltimos doze anos;

    2) O PMDB o maior partido no Estado;3)O surgimento do PSD tirou do DEM o status de

    grande partido da poltica catarinense;4) O PT e o PSDB se destacam nas cidades maio-

    res, enquanto os outros quatro predominam em muni-cpios menores.

    Este estudo completo est disponvel no site www.callipolis.org.br.

    Servir um ato nobre, a nobreza de um ato, contudo, proporcional ao tamanho da disponibi-lidade que demonstramos ter ao pratic-lo, j que a virtude da nobreza vai alm dos nossos compor-tamentos ordinrios. Quando falamos em nobre-za da alma, estamos falando de um plus, de algo mais. No dizer do italiano Pietro Ubaldi, o servir uma qualidade superior do poder, o comando su-premo , simplesmente, a suprema obedincia.

    Da mesma forma que a nobreza do servio pblico est na qualidade do servio que se presta, a grandeza de liderar tambm est, justamente, na nobreza de servir, pois, liderar servir, assumir cargo pblico servir.

    Quem presta um servio tem a obrigao de tambm prestar contas do que fez e de como o fez. Prestar contas, portanto, uma decorrncia simples e obrigatria da prestao do servio.

    O Poder Pblico o agente do bem comum, est constitudo para satisfazer as necessidades coletivas. Para isso, claro, tem despesas, que implicam a utilizao de recursos pblicos, arre-cadados dessa mesma populao, para que a ela voltem sob a forma de escolas, segurana, estra-das, sade, etc. O dinheiro que arrecadado pelo Poder Pblico, no lhe pertence e, sim, ao povo; o Poder Pblico , apenas, seu guardio, seu fiel depositrio e seu administrador.

    claro que, se o dinheiro no pertence a quem exerce o Poder Pblico, nasce para os seus titulares o dever de informar ao povo a maneira como os recursos esto sendo empregados. Essa prestao de contas feita perante o Poder Legis-lativo, perante a Cmara de Vereadores de Itaja, que o Poder que, em nome do povo, autoriza as despesas, mediante a aprovao da Lei Oramen-tria Municipal - LOM.

    A obrigatoriedade que tem o administrador da coisa pblica de informar como usou o dinheiro do povo, no representa uma desconfiana em re-lao aos procedimentos por ele adotados, mas, sim, uma oportunidade que tem o povo de conhe-cer a destinao dada ao seu dinheiro, e se esta destinao se pautou pelo que estabelece a Lei e pelos legtimos interesses da comunidade.

    Para haver virtude na transparncia, preciso que ela seja ativa, espontnea e sincera, isto , que no precise ser provocada pelo cidado. Confor-me a Lei de Acesso a Informao, os rgos e en-tidades devem divulgar as informaes, indepen-dentemente de solicitao, no devendo se limitar a publicar dados, mas deve pensar a informao de modo amplo, permitindo que o cidado acesse seus bancos de dados e a partir deles busque sanar suas necessidades, utilizando-os, inclusive, para gerar produtos que agreguem valor sociedade.

    Sem informao no h cidadania.

    Jonas Tadeu NunesCoordenador do Observatrio Social de Itaja

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 653 - 7 de JUNHO de 2013| Ano XII | Pgina 4

    A Apae de Itaja realizar neste s-bado (08)o 15 Pedgio Apae, que estar presente em 20 pontos da cidade. A ao acontecer das 08h s 14h nas principais ruas do municpio. A instituio precisar de voluntrios e pede a ajuda da comuni-dade, no s na hora de doar, mas tam-bm de ajudar nos pontos de coleta.

    Para participar, basta entrar em con-tato com a instituio pelo telefone (47) 3348-8813 e falar com a Deise ou Nilce.

    Os voluntrios tambm podem se apresentar em algum dos pontos de coleta e ser voluntrio no pedgio.

    Pontos de Coleta que precisam de voluntrios:

    Supermercados Xande Distribuidor Muller (Rua: Brusque) Biblioteca Municipal Promenac - Av. Campos Novos Escola Anbal Csar

    No ano passado, foram arrecadados quase 26 mil reais, que foram investidos no stio da instituio. Nesse ano, a ver-ba ser destinada para compra de mesas e cadeiras para salas de aula.

    A afirmao de que o Porto de Itaja deve receber R$287 milhes do Governo Federal foi feita pela ministra-chefe da Secretaria de Relaes Institu-cionais, Ideli Salvatti, aps a audincia com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o ministro interino dos Por-tos, Mrio Lima Jnior, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e o prefeito de Itaja, Jandir Belini, reali-zada nesta quarta-feira (5), no Palcio do Planalto, em Braslia.

    No encontro, ficou definido inves-timento de R$ 287 milhes no Porto de Itaja. Dentro do recurso previsto para Itaja, R$ 165 milhes sero empenha-dos pelo Governo Federal para dragar o porto da cidade. Com isso, ser am-pliada a capacidade de cabotagem, per-mitindo que o porto receba navios de grande porte.

    Com a aprovao da MP dos Portos, h recursos para melhorar a in-fraestrutura dos portos no Programa de Investimentos em Logstica, anunciado no ano passado pela presidenta Dilma Rousseff, e a modernizao da gesto porturia. Por isso, os portos catarinen-ses recebero investimentos do Gover-no Federal, disse a ministra.

    Portos A ministra Ideli acompanhou a

    audincia do governador Raimundo Colombo e do prefeito de Itaja, Jandir Bellini com a ministra Gleisi Hoffmann. Na pauta, os investimentos do Gover-no Federal para os portos de SC, princi-palmente, para ampliao do Porto de Itaja e as implicaes dos vetos da MP dos Portos em SC, anunciados pela a ministra Gleisi.

    Em primeira discusso e vota-o os vereadores de Itaja aprovaram o Projeto de Lei Ordinria (PLO) n 256/2013, de autoria do Executivo Municipal. O PLO prev abertura de crdito adicional suplementar no va-lor de at R$ 1.200.000,00 a ser des-tinado Empresa Pblica Itaja Parti-cipaes S/A e aplicados no projeto do distrito de inovao da cidade.

    De acordo com o Chefe de Ga-binete, Manoel Conceio (Nelinho), esse dinheiro ser retirado do Gabi-nete do Prefeito para ser investido no distrito de inovao.

    A Empresa Pblica Itaja Parti-cipaes S/A precisa do recurso para legitimar a sua existncia, uma forma de estabelecer a formao do capital da empresa, esclarece.

    Ele acrescenta que o distrito vai concentrar diversas empresas nacio-nais na cidade, que possui localiza-

    o geogrfica privilegiada.O distrito vai atrair grandes em-

    presas que sero parceiras da cida-de. Isso vai atrair emprego e renda, vai trazer grandes benefcios. A Brasil Foods um exemplo de parceria que o distrito j trouxe para Itaja, con-clui Nelinho.

    AprovaoDurante a votao, o vereador

    Douglas Cristino da Silva (PSD) des-tacou sua preocupao sobre as em-presas que estaro neste polo de ino-vao e pediu a ateno do Executivo para que as empresas de Itaja tenham espao garantido.

    Anna Carolina (PRB) destacou a importncia dos vereadores terem tido mais tempo para conhecer e ava-liar bem o projeto e que valores desta magnitude devem ser amplamente de-batidos.

    Apae pede ajuda de voluntrios para pedgio deste sbadoDivulgao

    Porto de Itaja deve receber mais de R$200 milhes do Governo Federal

    Thamyres Oliveira - SRI/PR

    Vereadores aprovam repasse para a Empresa Pblica Itaja Participaes S/A

    DIVULGUE SUA EMPRESA NO JORNAL DOS BAIRROS - 3348.3040 | 3344.8600

    Pesca da tainha frustra expectativa da pesca industrial

    A temporada de pesca da tainha co-meou h um ms, mas ainda no deixou o Sindicato dos Armadores e das Inds-trias de Pesca de Itaja e Regio (Sindipi) satisfeito. De acordo com o presidente do sindicato, Jorge Siese, uma nova portaria baixada este ano foi uma proibio dis-farada que beneficia os interesses dos pescadores artesanais. A portaria permite apenas que os pescadores industriais pes-quem a 5 milhas de distncia da costa.

    Depois que saiu essa portaria, a safra ficou muito inexpressiva, porque a tainha est dentro dessas 5 milhas, ou seja, ao invs de proibir a pesca indus-trial, fizeram uma medida para dificultar ao mximo a capacidade dessa pesca, avalia Siese.

    O presidente do sindicato no pos-sui nmeros precisos, mas afirma que os

    pescadores esto muito decepcionados, a ponto de alguns chegarem a burlar a nova portaria.

    A pesca da tainha como se fosse o natal, uma festa para os pescadores, mas este ano, est to desanimador que, preocupados com suas situaes financei-ras, algumas embarcaes se posicionam a 4 milhas da costa e acabam sendo pegos pela Polcia Federal, explica.

    Outra crtica a limitao para 60 licenas. Se a tainha est em extino, deveriam proibir a pesca por, pelo menos cinco anos, para a ento voltar a pescar. Da forma que est sendo feita, poucos so privilegiados e a maioria prejudicada, conclui.

    Apesar das dificuldades, j h tainha disponvel no Mercado do Peixe, que cus-ta entre R$ 10 e 20 o quilo.

    Jornal dos Bairros

    Apesar da dificuldade dos pescadores, Mercado do Peixe j vende tainha

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 653 - 7 de JUNHO de 2013 | Ano XII | Pgina 5

    DIVULGUE SUA EMPRESA NO JORNAL DOS BAIRROS - 3348.3040 | 3344.8600

    Alunos da Comisso Bem Estar do Menor de Ita-ja (Combemi) que participam do projeto Vereador e Prefeito por um Dia visitaram a Cmara de Itaja na quarta-feira (5). Os jovens conheceram a estrutura e o funcionamento da sede do Legislativo itajaiense e foram recebidos pelo presidente da Casa, vereador Osvaldo Gern (PP).

    Durante a visita da manh, Gern destacou a im-portncia do projeto para que os jovens entendam o processo democrtico.

    Vocs devem estudar bastante, para que um dia venham a ser vereador ou prefeito. Estamos traba-lhando hoje para deixar a Cmara para vocs, disse o presidente aos adolescentes. O vereador Clayton Luis Batschauer (PR) tambm falou de sua experincia na Cmara para os alunos.

    Durante a tarde, outra parte dos alunos da Com-bemi visitou o Legislativo e foi recebida pelos vereado-res Carlos Ely (PPS), Julcemar Ferreira (DEM) e Dulce Amaral (PSD).

    ConcursoMais de cem adolescentes participam de um con-

    curso de redao no qual escrevem sobre o que fariam se fossem prefeito ou vereador por um dia. Segundo a assistente social da Combemi, Josilane de Mello Barbo-sa, uma comisso vai eleger os melhores trabalhos e os autores vo tomar posse nesta sexta-feira (14), durante a Sesso Solene de aniversrio de Itaja. O evento aconte-ce na Cmara de Vereadores, a partir das 19h.

    Que tal fazer uma reviso no guarda-roupa e doar as peas que no usa mais? A Universidade do Vale do Itaja (Univali) iniciou a Campanha do Agasalho 2013. O objetivo arrecadar roupas e cobertores e destina-los populao de baixa ren-da, do municpio de Itaja.

    As caixas de coleta estaro distribudas pelo Campus Itaja, na reitoria, no DCE e na Biblioteca Central Comunitria. As doaes sero recolhidas at a primeira semana de agosto e a primeira en-trega de agasalhos ser no dia 27 de julho, no Bairro Nossa Senhora das Graas.

    A campanha organizada pelo projeto Uni-vali Faz, do Centro de Cincias Sociais Aplicadas-Gesto (Ceciesa-Gesto), e pelo Diretrio Central dos Estudantes (DCE).

    Itaja completar 153 anos no dia 15 de Junho, mas quem vai ganhar o presente se-ro 83 casais habilitados que vo formalizar sua unio numa cerimnia civil neste sbado (08), no Centreventos.

    Dentre os benefcios oferecidos pelo Municpio, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, aos casais, esto a entrega de lembranas, o registro com fot-grafo profissional e a documentao de con-trato civil do matrimnio gratuitamente.

    A comunidade do Bairro Espinheiros, mais especificamente do Loteamento Portal II, conta com um novo Centro de Educao Infantil (CEI), da Rede Municipal de Ensino. A unidade j est em funcionamento com 196 crianas matricula-das de zero a seis anos de idade, em perodo par-cial e integral e se chama CEI Maria da Glria Stringari. A inaugurao do novo espao integra o calendrio de comemoraes pelos 153 anos de Itaja e ocorre nesta segunda-feira (10), s 17 horas. O investimento ultrapassa o valor de R$ 1 milho.

    Construda em uma rea de 1.118,48 m, a nova unidade prioriza a acessibilidade, a fim de permitir seu uso por alunos com necessidades especiais, criando e sinalizando rotas acessveis, ligando os ambientes de uso pedaggico, adminis-trativo, recreativo, esportivo e de alimentao. Os espaos esto divididos em salas de aula com so-lrios e fraldrios, salas de informtica, ambiente multifuncional, sanitrios, recreio coberto, refei-trio, sala dos professores, superviso, coordena-o e secretaria, lavanderia, cozinha, parquinho e ainda um mini anfiteatro.

    O valor investido neste novo CEI de R$ 1.200.000,00, sendo que a maior parte da ver-ba oriunda do Fundo Nacional de Desenvol-vimento da Educao (FNDE) e do Programa de Acelerao do Crescimento (PAC 2), por meio do Programa Nacional de Reestruturao e Aquisio de Equipamentos para a Rede Escolar Pblica de Educao Infantil (ProInfncia), do Governo Fe-deral. Mas tambm conta com investimentos do Municpio.

    Participantes do projeto Prefeito e Vereador por um

    dia visitam a Cmara

    Divulgao

    Univali promove Campanha do Agasalho

    Loteamento Portal II ganha nova creche

    Unidade da Secretaria Municipal de Educao ser entregue nesta segunda-feira

    Mais de 80 casais dizem sim neste sbado

    Divulgao

    Divulgao

    A cidade de Itaja completa 153 anos no dia 15, mas as comemoraes j iniciam nesta sexta-feira (07). Do porto pesca, do surfe s regatas, do turismo aos negcios, Itaja repleta de riquezas e belezas que encantam e se refletem em todos os lugares. Banhada pelo rio e pelo mar, Itaja uma cidade naturalmente privilegiada. E foi pensando nessa relao da cidade com o mar que uma comisso formada por secretrios e representantes da comunidade pensou a programao da festa de aniversrio deste ano.

    Foi construda uma comisso para que pudsse-mos abranger todas as reas como sade, educao, obras, entre outros. Com o grupo formado, conclumos que o foco deveria ser em atraes itajaienses, com ar-tistas da cidade, como forma de valorizar ainda mais a nossa cidade, conta o Chefe de Gabinete, Manoel Conceio, o Nelinho.

    O secretrio de Educao, dson dvila, tambm participou da comisso e citou alguns destaques para o aniversrio deste ano.

    Temos a inaugurao da Unidade de Sade Joo Victorino, no Cidade Nova; a reinaugurao do Mer-cado Pblico; o lanamento da 31 Festa Nacional do Colono; alm diversos eventos culturais e shows com artistas da cidade, elenca o secretrio.

    O mar de ItajaPara vila, as comemoraes deste ano ressaltam

    tudo o que o mar ensina e proporciona para a cidade. O mar nos traz coisas boas, nos inspira, nos d ali-mento, nos permite realizar esportes e at mesmo pas-sar o dia com quem amamos. Itaja tem essa relao ntima com o mar e sobre isso que queremos falar neste aniversrio, destaca.

    As comemoraes dos 153 anos de Itaja come-am no dia 7, com a 4 Copa Itaja de Voleibol no Ginsio Ivo Oliveira e encerra no dia 16, com a Corri-da Rstica, na Praa Gensio M. Lins. A programao completa pode ser conferida no site www.novo.itajai.sc.gov.br.

    Comemoraes do aniversrio de Itaja

    comeam nesta sexta-feiraRelao da cidade com o mar ser o destaque

    da festa de 153 anos do municpio

    Reproduo/PM

    I

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 653 - 7 de JUNHO de 2013| Ano XII | Pgina 6

    Neide Uriarteneidefestas@matrix.com.br

    9977.2390

    em DestaqueSociedade

    Escolha da Mais Bela Idosa de Itaja

    Atendendo gentil convite da diretora de Pol-ticas Temticas da Secretaria Municipal de Desen-volvimento Social, Christiane Stuart, estive parti-cipando como jurada, representando o Jornal dos Bairros, no dia 29 de maio, da Escolha da Mais Bela Idosa de Itaja, na Sociedade Recreativa e Cultural da Vila. Uma tarde muito especial, onde os grupos de idosos de Itaja estiveram prestigian-do e torcendo por suas candidatas.

    A mais bela idosa de Itaja a Sra. Teresinha Schmitz Bagartoli, de 62 anos, representante do Centro de Arte e Lazer do Bairro So Joo. Aps o concurso teve incio a tarde danante com o Gru-po Musical Marca Serrana.

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 653 - 7 de JUNHO de 2013 | Ano XII | Pgina 7

    Em Assembleia Geral Extraordi-nria, realizada na sede da Prefeitura de Navegantes representantes muni-cipais decidiram que vo contribuir para que o Hospital Pequeno Anjo continue atendendo normalmente. Os prefeitos de Balnerio Piarras, Itaja, Itapema, Navegantes, Porto Belo e os vice-prefeitos de Cambo-ri, Itaja, Navegantes e Penha parti-ciparam do encontro realizado nesta semana.

    A vice-reitora da Univali, Amn-dia Maria de Borba, e a diretora ad-ministrativa do Pequeno Anjo, tila Provesi tambm estiveram presen-tes no encontro onde foi discutido maneiras para que cada prefeitura disponibilize recursos para a manu-teno do Hospital Universitrio Pe-queno Anjo HUPA.

    tila destacou que por causa das alteraes na Lei da Filantropia (Lei n 12.101) a Fundao Univa-li no pode repassar as verbas da mesma maneira como fazia antes e que assim os municpios da regio, o Governo do Estado de Santa Ca-tarina e o Governo Federal preci-sam ajudar no custeio das despesas

    da unidade. Se o HUPA no tiver um posicionamento dos governantes quanto ao custeio do dficit mensal de aproximadamente R$ 600 mil, o pronto-socorro vai fechar e reduzir em 50% os leitos destinados ao SUS, a partir de 1 de julho, enfatiza.

    A vice-prefeita de Itaja, Dalva Maria Rhenius comunicou que seu municpio j se comprometeu em aumentar o valor do repasse ao hos-pital que antes era de R$ 85 mil para R$ 204 mil, reajustando em 150% o valor. Os nove outros municpios integrantes da AMFRI prometeram dar ateno situao e tambm iro apoiar, mas os valores exatos sero decididos na prxima assem-bleia que ser realizada na sede da AMFRI, no dia 21/06.

    O apoio que cada municpio ir contribuir ainda no foi definido, pois os representantes municipais precisam saber primeiro qual ser a contrapartida do governo estadual. Para ter conhecimento destas infor-maes, os prefeitos iro solicitar uma audincia com o Governador Raimundo Colombo para os prxi-mos dias.

    Prefeitos da AMFRI discutem repasse para

    o Hospital Pequeno Anjo

  • WWW.JORNALDOSBAIRROS.TV

    Jornal dos Bairros - ITAJA/SC - Edio N 653 - 7 de JUNHO de 2013| Ano XII | Pgina 8

    Marcelo NunesFALANDO DEESPORTES

    marcelonunesitj@gmail.com

    DECEPONingum esperava que o humilde FC Porto

    da distante Porto Unio, viria at Itaja e venceria com justia o favorito Marclio Dias. Dentro de campo, os comandados de Paulo Turra voltaram a repetir o tal volume de jogo, as quatorze fina-lizaes, constantemente citadas pelo tcnico na coletiva, mas sem pontos importantes nos outros jogos at aqui. Faltou raa, faltou empenho, faltou sujar a cara com a cal do campo. Ningum conse-gue entender, como um time que veio entrosado, que ficou concentrado no Hotel Marambaia em Balnerio Cambori, que tem toda a estrutura b-sica para jogar bem uma segunda diviso no do Brasileiro, no em So Paulo, mas em Santa Ca-tarina, conseguiu fazer um jogo to aptico, prin-cipalmente na primeira etapa e to desorganizado na segunda. Pois , leitor esse time que chegou com cartaz do Paran, que marcou apenas dois gols em quatro jogos e com bolas paradas, custa cerca de R$ 200 mil mensais ao Marclio e a par-ceira LA Sports. Esse time o time que deveria sobrar na Diviso Especial e que com todo respeito que o Porto merece, levou apenas um a zero, por-que pelas circunstncias deveria ter levado mais uns dois.

    Canoinhas que acompanhou a derrota para o Con-crdia sobre um caminho ao lado do Estdio.

    DECISOE se o tempo colaborar, no domingo s 10h

    da manh, a bola rola para a grande deciso da 22 Copa Primavera. Portuguesa de Navegantes e Dom Bosco se enfrentam no Estdio Dr. Herclio Luz. Promovida pela ACFAI a Associao dos Clubes de Futebol Amador de Itaja, o ingresso para a final da Primavera de 3 reais ou a doao de agasalho que ser destinado a uma instituio de caridade.

    POR FALAR EM...Neste sbado (07), a RICTV Record promo-

    ve o passeio ciclstico em prol da Campanha do Agasalho Aquea uma comunidade. A partir das 8 horas da manh, estaremos de bicicleta percor-rendo os principais pontos da cidade, arrecadando sua doao. O time de apresentadores e reprteres da RICTV Itaja tambm vai estar presente no pas-seio. A concentrao para o percurso de 9 quil-metros, acontece na Avenida Marcos Konder em frente a Unimed Litoral, s 9 horas da manh.

    DERROTA Vergonha para o elenco e decepo para a torcida

    Mar

    celo

    Nun

    es

    IMPROVISO Torcida do Canoinhas d um jeito de ver o jogo

    COMPETNCIA E HUMILDADEEles saram de Porto Unio, no distante Oeste

    Catarinense s 10 horas da manh em um micro-nibus. E chegaram em Itaja as cinco da tarde, a pegaram suas coisas e foram ao Shopping, dar uma volta at a hora do jogo. Essa foi a trajetria do elenco do Porto, o time que junto com o Brus-que lidera a Diviso Especial. Formado por jovens, o Porto 2013 resultado de uma parceria entre o time e uma empresa carioca de gesto no futebol, assim como a LA Sports. O cinegrafista Fabiano Correia e eu, conversamos com os garotos, quan-do se preparavam para voltar ao Oeste. E olha, poucas vezes, vi um pessoal to feliz, as expres-ses eram de quem tinha faturado a Copa do Mun-do. Parabns aos meninos do Porto. E olha, vale a pena ficar de olho, em dois atletas deste time, o lateral direito Yuri que brincou com os marca-dores do Marclio e o meia Dudu, esses dois, tem tudo para ir longe.

    PARADOXONa Srie B, os Catarinense vo bem, obriga-

    do. Na Diviso Especial, os micos se repetem. Es-tdios com portes fechados so rotina, obrigando a torcida a improvisar. Como bem fez, a galera do