JOB SHADOWING - ETAP escola ? outubro.16 maro.17 maio.17 maio.17 staff staff staff staff componente

  • Published on
    27-Sep-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Transcript

  • JOB SHADOWING

  • OUTUBRO.16

    MARO.17

    MAIO.17

    MAIO.17

    STAFF

    STAFF

    STAFF

    STAFF

    COMPONENTE

    COMPONENTE

    COMPONENTE

    COMPONENTE

    RICARDO LUS // JOO BARROSO

    CLUDIA LIMA // ROSLIA ROBEIRO

    JORGE OLIVEIRA // VITOR CERQUEIRA // DULCINEA FIQUEIREDO

    ANGELINA PRESA // PAULO ALVES // LILIANA FERNANDES

    INFORMTICA // MULTIMDA

    HOTELARIA

    MECATRNICA // ELETRNIA

    DIREO PEDAGGICA // SERV. ORIENTAO E PSICOLOGIA

    TORQUAY

    BRESCIA

    BARCELONA

    BRESCIA

    03

  • 04

    INFORMTICA // MULTIMDIATORQUAY

  • CONHECER QUEM RECEBE OS NOSSOS ALUNOS

    The Training Partnership Ltd (TTPL) foi fundada pelo CEO Jayne Stroud em 1996 parafornecer um ambiente seguro para os jovens inscritos em programas de formaoprofissional longe de casa.

    Em 20 anos contruram reputao de oferecer estgios excecionais com um programasocial animado. A TTPL incentiva o crescimento pessoal e a conscincia cultural, enquantomaximiza as oportunidades de empregabilidade individuais. Para o TTPL, o foco sobretoda a experincia - aprendizagem de qualidade, amizades feitas e experincias adquiridas.Nos ltimos dois anos, a TTPL hospedou cerca de 2000 formandos no Reino Unido,fornecendo experincia de trabalho, programas de formao e estudo da lnguaprofissional.

    Em 2016, a TTPL lanou um portflio global de programas que abrangem cincocontinentes e 15 pases, oferecendo experincias de melhoria de carreira para pessoas detodo o Reino Unido.

    05

  • WELCOME MEETING

    Iniciamos a nossa mobilidade com um meeting de boas vindas TTPL com a WendyWilliams, diretora financeira, no qual nos foi abordado o programa e explicadas todas asatividades planeadas para a nossa mobilidade.

    ENSINO NO REINO UNIDO E EXPERINCIAS DE TRABALHO

    Com o intuito de compreendermos o ensino e, assim assimilar o mximo de informaopossivel, iniciamos o nosso job shadowing com uma palestra sobre o Ensino no ReinoUnido e Experincias de Trabalho" com Frank Sobey, professor no South Devon College,consultor de negcios, jornalista, blogger e acolhedor de estagirios.

    O Sr. Sobey teve um discurso inspirador e entusiasmante onde houve troca de experinciasentre os diversos participantes, nomeadamente em termos de nveis e evoluo do ensinovocacional e de experincias com alunos estagirios.

    REUNIO DE BOAS VINDAS AOS ALUNOS

    Participamos na reunio de boas vindas com os estudantes/estagirios TTPL onde foramabordados assuntos como a segurana, boas prticas, contactos de emergncia, posturaprofissional, a logstica e atividades semanais. Foi uma oportunidade para os alunos seconhecerem e compreenderem as regras do jogo.

    06

  • HIGH SCHOOL AND VOCATIONAL SCHOOL

    Assistimos a aulas tericas e prticas de diversas reas. Ficamos a saber que os alunosnormalmente s tm 4 dias de aulas por semana, existe uma paragem semanal a meio dosperodos letivos, os docentes lecionam cerca de 20 horas semanais e o resto tempo paraa preparao de aulas e atividades.

    Quanto aos espaos, tm instalaes excelentes, vrios laboratrios, oficinas que ocupampavilhes e open spaces para os alunos poderem trabalhar e estudar nos tempos livres.Todo o trabalho burocrtico e administrativo e efetuado apenas por administrativos,deste modo, os docentes apenas tm que se preocupar com as atividades de naturezaletiva (preparao de aulas, avaliaes e investigao).

    A Gr-Bretanha voltou, nos ltimos anos, a apostar no ensino vocacional/profissional mastm sofrido, tal como ns, da poltica de escolaridade obrigatria at aos 18 anos e doNEET (Not Employed, in Education or Training), ou seja, muitos jovens que no estoempregados, no sistema educativo ou em estgio.

    07

  • 08

  • VISITAS A EMPRESAS

    Visitamos 3 work placements, isto , 3 empresas que normalmente acolhem alunosestagirios nas reas de informtica.

    A primeira estava inserida na rea de instalao, manuteno, reparao e configurao deequipamentos, sistemas e servios informticos.

    A segunda, onde encontramos os nossos alunos, est relacionada com a rea web, designe produo de vesturio personalizado. E a terceira inclua a rea de web developers,programao e sistemas de informao.

    Foi muito interessante a troca de conhecimentos entre empresrios, alunos e professorespois verificamos que estamos no bom caminho em termos de matrias e tecnologiaslecionadas, metodologias transmitidas e ferramentas utilizadas, e que estas colmatam asnecessidades das empresas e vo de encontro aos requisitos exigidos pelos empregadores.

    09

  • COMMUNICATING WITH CONFIDANCE

    O dia comeou com o workshop Communicating with Confidence, no qual Ali Shorer,diretora especialista em "Articulacy, abordou o tema da arte da comunicao verbal.Fizemos um conjunto de atividades, exerccios e apresentaes relacionadas com ovocabulrio e a oralidade.

    BUSINESS AND VOCATIONAL ENGLISH

    Novamente com o Frank Sobey, desta vez com o workshop Business and VocationalEnglish fizemos exerccios de vocabulrio formal, linguagem no-verbal e auscultamosatentamente as recomendaes do que se deve dizer e no dizer, fazer ou no fazer nasprimeiras impresses e contactos com empresrios e clientes.

    10

  • SOCIAL MEETINGS

    De tarde visitamos a manso Torre Abbey,a sua histria, arte e esplendor e no mesmolocal foi realizado, nos seus jardins, umlanche-convvio entre o TTPL, os docentesparticipantes do programa e os alunosestagirios.

    Estivemos tambm com diversos alunosdos programas Erasmus (incluindo osnossos), que esto em parceria com o TTPL,num meeting semanal para troca deexperincias entre estudantes, no pubSpinning Wheel que eles denominam deLanguage Caf.

    Estas atividades permitem aos alunosconviver com as mais diferentes culturas eformas de estar, de todos os estagirios daTTPL.

    A partilha de experincias extremamentegratificante para os alunos.

    11

  • PARTILHANDO INFORMALMENTE

    Dia em Plymouth por comboio: visita cidade com o grupo de docentes proveniente daAlemanha, ao Plymouth Gin Factory, Mayflower Steps, Hoe, Smeetons Tower e DrakeCircus.

    Durante este dia houve uma maior interao informal com o grupo alemo e foi possvelsaber o seguinte: em termos de horas de aulas letivas e estgios para os alunos, muitosemelhante ao nosso; em termos de horas letivas para os docentes, tm 25 horas e meiaporque lecionam em blocos de 45 minutos ou hora e meia; em termos de aesdisciplinares, no tm grandes problemas e os que surgem normalmente resolvem comum dilogo com os alunos, com os psiclogos e/ou com os assistentes socias.

    Os ingleses, em termos de aes disciplinares, tm o detention, isto , ficam na escola decastigo a fazer trabalhos aps as aulas, tm que ter uma conversa com o diretor da escola(reitor) juntamente com o encarregado de educao.

    Existe tambm a possibilidade de fazerem trabalho comunitrio dentro da escola, tarefascomo: limpeza, jardinagem, cantina, etc. Em casos extremos mudam de escola ou tmhome tutoring (ensino em casa) mas, em ambos os casos uma vergonha/humilhaopara o aluno e para a famlia.

    Ficamos a saber tambm que tanto os ingleses como os alemes tm uma a duas semanasde paragem letiva a meio de cada perodo (tanto para os alunos como para os docentes,no tm aulas nem trabalham nessas semanas), alis, foi por esse motivo que o grupoalemo esteve em Torquay nessa semana.

    12

  • ENSINO

    Aposta forte no ensino vocacional e profissional.

    Melhores espaos, equipamentos, cursos e horrios.

    Mais organizao, tarefas bem definidas, separao da parte letiva eadministrativa.

    Foco na qualidade e pormenor e no na quantidade e disperso: menos mais.

    Planeamento e calendarizaes de tarefas mais detalhadas.

    Disciplina e pontualidade.

    ESTGIOS / EMPRESAS

    Envolvimento ativo na criao do plano curricular.

    Preocupao em adaptar o estgio aos interesses e perfil do estagirio.

    Contedos semelhantes mas com equipamentos de ltima gerao.

    Pontualidade e perfecionismo.

    ENSINO ESPECIAL E ORIENTAO VOCACIONAL

    Interveno de psiclogas e assistentes sociais nos casos de indisciplina e tambmno ensino especial e orientao vocacional desde tenra idade e ao longo dopercurso acadmico.

    13

  • 14

    HOTELARIABRESCIA

  • O programa da mobilidade em que participamos tinha como objetivo a realizao deatividades de Job Shadowing.

    Para tal, durante toda a semana estaramos integradas no CENTRO DE FORMAOPROFISSIONAL CANOSSA, que desenvolve a sua atividade formativa desde a dcada de70, tendo iniciado esta atividade para ministrar formao na rea de cozinha erestaurante a crianas com dificuldades auditivas.

    O objetivo seria ento assistir s aulas dos diferentes cursos e participar tanto quantopossvel no decorrer das mesmas.

    15

  • O grande lema do centro Aprender fazendo, em italiano Fare per imparare, e da agrande aposta das aulas da componente tcnica , para os alunos do quarto ano queesto em processo de obteno de diploma profissional, o conceito de Escola Empresa.

    Assim a estes alunos proposta a explorao do seu prprio negcio enquadrado naescola, sendo que devero ter a seu cargo todas as tarefas inerentes no s criao domesmo, mas tambm da sua gesto, desenvolvimento, promoo e marketing.

    As reas de negcio so o Restaurante (Restaurante Didtico e Restaurante Easy), aPastelaria e o Catering.

    Desde a venda de produtos feitos na prpria escola (azeite, sal, compotas e conservasbem como diversos produtos de pastelaria), diretamente ao cliente ou atravs dasvendas online na pgina da escola, at ao servio de refeies, mediante reserva prvia,s sextas e sbados no Restaurante Didtico, e todos os dias no Restaurante Easy, osalunos so levados a desenvolver uma postura orientada para o cliente e para o negcioonde desenvolvem as suas capacidades e desafiam os seus limites.

    Cursos de trs anosAjudante de Cozinha

    Aprendiz de Restaurante e Bar

    Ajudante de Padaria e Pastelaria

    1 ano 990 horas

    2 ano - 1070 horas

    3 ano - 990 horas

    De setembro a junho / Frequnciaobrigatria

    30 horas semanais, de segunda a sexta,das 08h00 s 14H00

    Estgios 310 horas no segundo ano, 300horas no terceiro ano

    Financiado pela Regio da Lombardia

    Certificado profissional aps o 3 ano (3nvel europeu)

    Acesso ao 4 ano, exame prvio Diplomaprofissional

    Quarto AnoTcnico de Cozinha

    Tcnico de Restaurante Bar

    Tcnico de Pastelaria

    1 ano de durao, 990 horas

    Diploma Profissional de Tcnico

    16

  • CAST ALIMENTIA ESCOLA DOS MESTRES DO PALADAR

    De grande interesse a visita escola de cozinha, CAST ALIMENTI, que ministra formaesespecializadas em diferentes reas, como cozinha, pastelaria, panificao, chocolates,pizzaiolo e gelados.

    De acordo com a informao que nos deram na escola, criada em 1997, a CAST ALIMENTInasce partir de uma ideia de base: tornar claro o que significa ser profissional. Desenvolverformao de modo a que o trabalho de um cozinheiro ou de um pasteleiro fosse encaradocom a mesma importncia e rigor que o trabalho de um mdico ou de um advogado.

    Dotada dos meios tcnicos e equipamentos mais avanados do mercado do ponto de vistatecnolgico, mas tambm dos recursos humanos mais competentes e com diversoscrditos obtidos na sua carreira profissional, esta escola oferece condies nicas deformao.

    A PASTICCERIA PINICELI

    Nesta elegante pastelaria, uma das mais afamadas de Brscia, com uma produo demilhares de unidades dirias, as nossas alunas puderam aperfeioar as suas tcnicas eformao recebida na escola.

    O RISTORANTE I TEMPLARI

    Um dos locais gastronmicos mais procurados em Brscia, de qualidade superior, comuma cozinha gourmet e pratos de excelente qualidade e inovadores.

    Chefiada pelo Chef Alesandro Ferrera, a cozinha do restaurante foi o local onde os alunoscresceram do ponto de vista profissional criando e desenvolvendo pratos que dominavamcompletamente.

    17

  • 18

  • 19

  • 20

    MECATRNICA // ELETRNICABARCELONA

  • INSTITUT ESTEVES TERRADAS uma escola secundria no centro de Cornell de Llobregat (Barcelona).Comearam o trabalho educacional em 1976 e desde ento tm feito um esforo paramelhorar continuamente a qualidade dos diferentes aspetos envolvidos no processo deaprendizagem.Tem mais de 250 empresas parceiras, 1857 acordos de colocao e considerado um dosmelhores institutos pblicos de Espanha.

    OFERTA FORMATIVA

    Educao Secundria Obrigatria

    Educao Secundria Obrigatria 1. ciclo (de 12 a 14 anos)

    Educao Secundria Obrigatria 2. ciclo (de 14 a 16 anos)

    CICLOS FORMATIVOS DE GRAU MDIO

    Eletromecnica de Veculos Automvel: 2000 horas (2 cursos)Gesto Administrativa: 2000 horas (2 cursos)Manuteno Eletromecnica: 2000 horas (2 cursos)Mecanizao: 2000 horas (2 cursos)Pr-impresso digital: 2000 horas (2 cursos)Sistemas Microinformticos: 2000 horas (2 cursos)O Instituto apresenta um grande investimento na rea de manuteno eletromecnica ena rea de mecnica.

    21

  • INSTITUT ESTEVES TERRADASAposta na parceria com empresas, quer para o patrocnio de equipamentos, quer para acolocao de alunos estagirios (FIAT, SEAT).

    Instituto bem organizado, com salas para cada departamento.

    Turmas compostas por 30 alunos, mas sempre acompanhadas por 2 professores.

    A formao em contexto de trabalho realiza-se no perodo da manh ou no perodo datarde, o restante perodo completado com aulas tcnicas.

    No existe componente sociocultural.

    Os alunos so acompanhados por tutores e encaminhados para uma REDE, compostapor tcnicos quando no apresentam aproveitamento escolar. Essa Rede trata de osencaminhar para novos Cursos, mesmo que isso implique a mudana de Instalaes.

    22

  • INSTITUT LA GUINEUETAO instituto est localizado na zona norte de Barcelona no distrito de Nou Barris, emCanyelles. O pblico-alvo deste instituto, vm de diferentes partes da Espanha e nosltimos anos de uma vaga de emigrao principalmente da Amrica Latina.A diversidade de culturas torna a integrao dos alunos difcil, fator que se reflete noabandono escolar que ronda os 29% neste Instituto em particular, nos Cursos de GrauMdio.

    OFERTA FORMATIVA DE FORMAO PROFISSIONAL GRAU MDIO (SECUNDRIO)CFGM dEletromecnica de VeculosCFGM de CarroceriaCFGM de Gesto administrativaCFGM de Sistemas microinformticosCFGM De Emergncias sanitriasCFGM de auxiliares de enfermariaCFGM de Farmcia

    PROGRAMAS DE FORMAO E INSERO

    Auxiliar de reparao e manuteno de veculos ligeiros

    Este Curso, foi bastante apresentado na nossa visita, este tipo de formao destina-se aalunos que no conseguem terminar o Ensino de Grau Mdio (Ensino Secundrio), osalunos so acompanhados de forma individual, de modo a conclurem o Curso, soalunos bastante desmotivados e complicados, a durao do Curso de 1000horas comFCT no final do Curso.

    23

  • 24

  • 25

  • 26

    DIREO PEDAGGICABRESCIA

  • Na regio de Lombardia, em Itlia existem vrios centros de informao para jovenschamados Informagiovani. Trata-se de um servio pblico, promovido pelos Municipios,cujo grande objetivo facultar informao diversa aos jovens: ofertas formativas,voluntariado, emprego, cursos de vero, cursos de lnguas, iniciativas desportivas, etc.

    Centro de Informao de Brescia: servio pblico do Municpio de Brescia (Servio dePolticas Juvenis) subcontratado Cooperativa Tempo Libero e Cooperativa Il Calabrone.

    Disponvel para todos (especial ateno aos utentes da seguinte faixa etria:14-35)

    Aberto 3 horas todos os dias (seg - sex)

    Gratuito e de fcil acesso

    Vai de encontro aos interesses e necessidades dos jovens

    As informaes oferecidas so completas, atualizadas, precisas, prcas e fceis deulizar.

    27

  • SERVIOS ADICIONAIS

    Produo de folhetos e panfletos sobre temas de interesse para os jovens

    www.bresciagiovani.it

    Noceboards (quadro de nocias)

    Sportelli specialisci (Servios de Orientao)

    Internet access

    CV (apoio na elaborao)

    Informalavoro (Folheto semanal com vagas de emprego locais)

    Aperivi in lingua (Happy hour em ingls, para jovens e dinamizado por jovens)

    Servio de informao diretamente nas escolas

    Eventos

    A Cooperativa Tempo Libero faz a orientao vocacional nas escolas. Trata-se de umServio gratuito, em parceria com o municpio de Brescia, opcional, cada jovem procurao servio voluntariamente. Fora da escola existe um ponto de informaoInformagiovani.

    EDUCATIONSchool,

    Vocaonal training, Tertiaryeducaon

    Job search and employmentmatters

    Leisure, Volunteering, Sport Internaonal mobility andEuropean opportunies

    Informationand advice

    28

  • ORIENTAO E INFORMAO VOCACIONAL EM BRESCIA

    A orientao vocacional ocorre a partir do ensino mdio . No 3. perdodo do 7.ano trabalha-se o autoconhecimento e a fundamentao da futura escolha, no 1.perdo doo 8. ano (final do ensino mdio) a informao. No ltimo ano do ensinosecundrio trabalha-se o prosseguimento de estudos e/ou a entrada no mercadode trabalho.

    O servio entra nas escolas a pedido das mesmas.

    Quando as atividades so desenvolvidas nas escolas todos tm de participar.

    Ao nvel da orientao vocacional tambm do apoio aos professores (formao)para que estes possam efetuar um acompanhamento contnuo e eficiente.

    Existe tambm um servio/modalidade em que so os prprios jovens/alunos quevo s escolas darem o seu testemunho aos jovens/alunos mais novos. Para talservio, os jovens tm de se candidatar e so selecionados.

    One-to-oneguidance andcounselling

    EducaonalStudy Motivaon and

    Re-motivationChange of school

    Internaonal mobilityStudy Training, Work,Volunteering abroad

    European opportunies

    Volunteering inBrescia

    29

  • EQUIPA

    4 coordenadores para:

    Atividades de orientao e aconselhamento

    Atividades Educacionais

    Media

    Centro de juventude Piastra

    2 pessoas na receo/acolhimento (4 pessoas ,no total, a trabalhar por turnos)

    4 pessoas no backoffice

    2 pessoas para aconselhamento sobre "educao" e "mobilidade internacional

    3 profissionais externos para avidades de aconselhamento sobre "emprego","voluntariado" (e "teatro")

    1 estagirio/a

    Dados estatsticos relativos procura ao Centro de Informao de Brescia(ltimos 3 anos)

    Total number of users at front desk

    13.399Male 57%Female 43%

    NATIONALITY:

    IT 61%EU 6%

    NON-EU 32%

    AGE:

    14-18: 9%19-32: 59%>32: 31%

    30

  • SISTEMA DE ENSINO ITALIANO (Durao de 13 anos)

    Ensino Primrio: 5 anos

    Ensino Mdio: 3 anos

    Ensino Secundrio: 5 anos

    OPES APS O ENSINO MDIO (3. CICLO portugus)

    Dopo la terza media

    LICEU: durao de 5 anos

    Objetivo: ensino mais terico que visa o prosseguimento de estudos universitrios

    reas: Clssico; Cientfico, Cincias Humanas, Artstico e Msica e Dana

    INSTITUTO TCNICO: durao de 5 anos

    Objetivo: ensino mais prtico, principalmente atravs do desenvolvimento de projetos.Orientado, exclusivamente, para o estudo de assuntos tcnicos e econmicos (porexemplo, economia, administrao de empresas, direito, finanas e marketing) e turismo.

    reas: administrao, finanas, marketing e turismo. Os dois primeiros anos so comuns es no terceiro que se escolhe a especializao.

    INSTITUTO PROFISSIONAL: durao de 5 anos

    Objetivo: promover a aquisio de competncias especficas para uma rpida entrada nomundo do trabalho, mas tambm para a continuao dos estudos na universidade eensino superior tcnico

    reas: Indstria, Artesanato e Servios (reas que se subdividem)

    31

  • IEFP: durao de 3 anos

    Durao: trs anos (com a possibilidade de acrescentar um ou dois anos) - 990 horas porano (30 horas por semana). O quarto ano de especializao opcional e permite obter acertificao escolar e profissional (dupla certificao). Caso no final do quarto ano o alunopretender ir para a Universidade, ter de obter um diploma atribudo pelo estado. Para tal,o jovem ter de frequentar mais um ano/ dois anos (dependendo da distribuio da cargahorria) num instituto profissional ou num instituto tcnico do estado, onde o preparampara o exame final. Sem aprovao nesse exame no existe a possibilidade deprosseguimento de estudos universitrios.

    Objetivo: dar uma formao tcnico-profissional especfica e permitir a aquisio decompetncias para a entrada rpida no mundo do trabalho, mercado de trabalho.

    reas: Indstria, Artesanato e Servios (reas que se subdividem)

    CURIOSIDADE

    Um aluno que frequente um IEFP s pode trabalhar por conta de outrem (operador de).Para ser proprietrio ter de frequentar o 4. ano ou ter 3 anos de formao e 5 anos deexperincia profissional.

    COMBATER O ABANDONO ESCOLAR/BAIXA ESCOLARIDADE (ensino secundrio)

    Existe uma medida a nvel nacional que permite, caso o jovem queira abandonar aescola para ir trabalhar, fazer um contrato com as empresas que asseguram que ojovem conclua as horas de formao na escola (cerca de 400 horas) e as restantesso de formao em contexto de trabalho (enquanto funcionrio da empresa). Asempresas tm vantagens financeiras (pagam menos impostos)

    32

  • TEMPO LIBERO: apresentao de Projeto

    PRINCIPAL PARCEIRORegio Aux de France/Norte (com competncias para decidir)

    DUEOrganizao territorial que se ocupa dos jovens NEET (16 e 25 anos)

    PASES ENVOLVIDOSFrana; Blgica; Luxemburgo e Itlia

    FUNDAMENTAO DO PROJETONa regio Aux de France existe uma elevada taxa de desemprego e de abandono escolar.A DUE participa em projetos europeus de mobilidade e tem verificado que os jovens queparticipam em mobilidades tendem a aumentar a sua autoestima e dispem de maisoportunidades no mercado de emprego.

    O projeto pretende estruturar um percurso de formao alternativo e envolveescolas, empresas e associaes empresariais.

    Encontra-se em fase de experimentao e tem em conta, em primeiro lugar, osinteresses dos jovens.

    Ser trabalhada com os jovens informao realista relativa s diferentes profisses,com vista a desconstruir ideias estereotipadas em relao s mesmas, por exemplo.

    A estrutura do projeto ser comum para todos os pases envolvidos. Contudo,pretende-se que o ajustem/adaptem sua realidade. Por exemplo: no Luxemburgo,se houver um nmero suficiente de empresas, de um determinado setor, a solicitarcolaboradores com uma determinada formao possvel criar percursos deformao especficos para dar resposta a essa necessidade. Em Itlia, tal no possvel porque a formao profissional est definida/estruturada. Contudo, comeste projeto, pretende-se criar um percurso alternativo de formao.

    As reas visadas em Itlia so: Receo, Pastelaria, Cozinha e Turismo.

    Em Itlia sero envolvidos 15 jovens e em Frana 50 jovens.

    33

  • 3 ANOS DE PROJETO

    FASE 1Estruturao do projeto

    Diagnstico de necessidades das empresas e associaes empresariais, com vista aconhecer quais as reas mais solicitadas em cada territrio.

    FASE 2seleo dos jovens a envolver em parceria com as instituies do territrio (escolas,centros de emprego,).

    FASE 3Formao (setembro de 2017 a junho de 2018) esta formao paralela clssica. Estoa ser criados instrumentos para trabalhar as competncias transversais (hard skills)

    Aps a formao, os jovens iro fazer uma mobilidade de 3 meses, sempreacompanhados por um tutor/educador.

    A Tempo Libero est a desenvolver um guia de boas prticas a ser entregue a cada tutorque ter de lidar com um pblico particularmente difcil/desmotivado.

    34

  • SCOULA BOTTEGA

    Sede de Brescia Via G. Carducci

    reas de Formao

    MecnicaEletricidadeEstticaAdministraoDesign

    Cursos de 4 anos

    Estgio no 2. ano: 300-350 horas

    Nmero total de alunos: 670

    DESISTNCIASmuito poucas e ocorrem, principalmente, no primeiro ano. habitual tambm ocorrerem no quarto ano,nas reas da estca e cabeleireiro, porque so aliciados para comearem a trabalhar.

    LISTA DE ESPERAtm lista de espera e em cada ano rejeitam cerca de 100 alunos.

    35

  • SCOULA BOTTEGA

    Sede de Brescia Via Reagazzi

    reas de Formao:

    Mecatrnica automvel

    Carroaria

    Cursos de 4 anos

    Nmero total de alunos: 350

    ESTGIO

    2. ano: estgio de 400H

    3. ano: estgio de 400H com alternncia

    4. ano: 400H com alternncia

    Turmas de 30 alunos com um professor. Em laboratrio/oficina tm dois professores.

    Dados:

    Nas aulas prticas, do a possibilidade a alunos do 1. ano de assistir a aulas deoutros anos como forma de reforar a motivao/interesse demonstrado.

    Todos os anos fazem control de segurana oficina e aos equipamentos.

    No h livros em nenhuma disciplina. Todos os contedos so fornecidos pelosprofessores.

    No terceiro ano alguns alunos so j contratados pelas empresas e no acabam opercurso. Est a ser implementado o modelo alemo.

    O nmero de inscritos baixou para o prximo ano letivo porque a escola estatal esta reter os alunos porque tambm oferece cursos profissionais.

    A escola tem uma parceria com uma escola estatal com o objetivo de, em conjunto,aps aprovao de candidatura, desenvolverem o 5. ano o qual permite aosalunos, aps aprovao do exame final (preparado na escola profissional masrealizado na escola estatal), prosseguirem estudos universitrios.

    Como a regio deixou de financiar o 5. ano, caso os jovens pretendam fazer o 5.ano na escola profissional tm de pagar.

    36

  • INSTITUTO MANTEGNA

    Foi dada a oportunidade de a Psicloga da ETAP assistir a sesses de Informao eOrientao com uma turma do 3. ano do curso de Restaurante e Bar.

    Durao das sesses de Informao e Orientao: 3 encontros de 2 horas

    Objetivo: Dotar os jovens de conhecimentos, instrumentos e recursos facilitadores dainsero no mercado de trabalho.

    Atividades: Elaborao do CV e Explorar os sites de divulgao de ofertas de emprego(principalmente a nvel local).

    37

  • 38

  • 39

  • 40

  • JOB SHADOWING