INTERESSADA: ESCOLA POLITCNICA DE ? interessada: escola politcnica de pernambuco - poli / upe

  • Published on
    02-Jul-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Transcript

INTERESSADA: ESCOLA POLITCNICA DE PERNAMBUCO - POLI / UPE ASSUNTO: RENOVAO DE RECONHECIMENTO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAO RELATORA: CONSELHEIRA NELLY MEDEIROS DE CARVALHO PROCESSO N 100/2012 PARECER CEE/PE N 39/2013-CES APROVADO PELO PLENRIO EM 22/04/2013 I - RELATRIO: Atravs do Ofcio n 329/2012 do gabinete da Reitoria da Universidade de Pernambuco, o reitor da instituio solicita a renovao do reconhecimento do curso de Bacharelado em Engenharia de Controle e Automao, ministrado na Escola Politcnica de Pernambuco, que integra aquela universidade, por ele conduzida. O processo encontra-se instrudo pelos seguintes documentos: - Ofcio dirigido ao presidente do CEE/PE, com encaminhamento e pedido; - Ato de criao da mantenedora; - Regimento; - CNPJ; - Certides negativas; - Identificao dos dirigentes; - Relatrio do cumprimento e evoluo do curso; - Projeto do Curso a ser reconhecido ou renovado; - CD com projeto de curso. II - ANLISE: O curso em anlise foi implantado com denominao de Engenharia Eltrica Mecatrnica no incio dos anos 90 e teve seu reconhecimento homologado pela Portaria SEDUC n 7153 de 21/11/2005. O curso teve seu funcionamento autorizado por resoluo do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extenso (CEPE) da UPE, Resoluo CEPE 16, de 31 de maio de1999. Posteriormente, por julgar que, no atendia mais s necessidades da economia e do mercado, a Direo da Escola, junto com o Colegiado, decidiu adequar a denominao ao contedo do curso, denominando-o Engenharia de Controle e Automao, buscando o atendimento das normas e diretrizes conjuntas do MEC e do CONFEA. Recebendo o presente processo da presidncia da CES - Cmara de Educao Superior, aps anlise preliminar, esta relatoria solicitou ao presidente do CEE/PE designao de Comisso de Avaliao das condies de oferta do curso pleiteado. A comisso foi formada por Fernando Menezes Campelo de Souza- presidente- por Patrcia Silva Lessa, especialista, e por esta relatora, Conselheira Nelly Carvalho, representando o CEE/PE. PARECER CEE/PE N 39/2013-CES PROCESSO N 100/2012 2A visita de verificao in loco ocorreu em 03 de maro de 2013, originando o relatrio que segue: Relatrio da Avaliao para Renovao de Reconhecimento do Curso de Bacharelado em Engenharia de Controle e Automao da UPE Instituio avaliada- Escola Politcnica de Pernambuco - POLI / UPE, Recife, PE Curso: Bacharelado em Engenharia de Controle e Automao. Comisso avaliadora: Fernando Menezes Campello de Souza (PhD, Engenharia Eltrica), presidente Patrcia Silva Lessa (Doutora, Engenharia Nuclear), especialista Nelly Carvalho (relatora) Parecer Conclusivo A estrutura do curso de Bacharelado em Engenharia de Controle e Automao oferecido pela UPE segue a LDB e o mesmo vem sendo oferecido com regularidade adequada e complementa as necessidades de formao de pessoal com qualificao superior para o Estado de Pernambuco. O projeto acadmico sob apreciao bem estruturado e h um forte envolvimento do corpo docente. A demanda pelo curso parece ser regular (nmero de vagas adequado, percentual de formandos compatvel com o esperado em cursos de Engenharia, nota vestibular indicando boa concorrncia). De uma forma geral o curso encontra-se bem estruturado, atual, tem uma alta demanda, aceitao e reconhecimento pela comunidade profissional atuante na rea. Somos de parecer favorvel renovao do reconhecimento do curso. Quanto estrutura fsica O curso dispe de um nmero suficiente de salas de aula para ministrar as disciplinas. Os espaos fsicos disponibilizados parecem adequados s exigncias do curso. Os laboratrios didticos so ainda um ponto fraco e necessitam de maior investimento por parte da IES. H tambm uma crtica geral quanto inexistncia de gabinetes para os docentes, dificultando a disponibilizao de horrios de atendimento para os estudantes e preparao de aula. Valeria a pena disponibilizar alguns gabinetes, mesmo que compartilhados, para os docentes envolvidos com o ncleo do curso. Isto poderia melhorar o nvel dos graduandos e estimular os docentes. Quanto ao corpo docente A apresentao do curso indica a existncia de docentes envolvidos com o curso, como sugerido pelo MEC. Corpo docente em geral bem qualificado, contando com mestres e doutores e pessoal com experincia profissional. J so esboadas diversas atividades de pesquisa por grupos isolados, mas tais atividades merecem um maior apoio da administrao. Cabe continuar o investimento na qualificao do corpo docente existente. Sugere-se a contratao de pessoal com alta formao acadmica para aumentar o quadro de docentes e a oferta de disciplinas. Constata-se a existncia de mecanismos de avaliao docente, o que constitui um ponto positivo na avaliao. PARECER CEE/PE N 39/2013-CES PROCESSO N 100/2012 3Quanto proposta de estrutura curricular e a organizao didtica O nmero total de horas requerido para concluso do curso de 3.705 horas, atendendo s diretrizes curriculares nacionais para formao em Engenharia. O estgio curricular obrigatrio encontra-se previsto na matriz, com carga horria atendendo as especificaes da legislao. O currculo proposto segue as Diretrizes Curriculares Nacionais. A carga horria proposta para a concluso adequada. As polticas institucionais para o curso de Bacharelado em Engenharia de Controle e Automao esto sendo implementadas conforme os documentos do projeto do curso. O Planejamento Pedaggico do Curso (PPC) descreve adequadamente os contedos curriculares, a proposta moderna, com carga horria suficiente a uma formao de engenharia. O documento prope ementas e contedos programticos compatveis com a proposta curricular. Os procedimentos de avaliao nas disciplinas, o acompanhamento docente e discente esto implementados coerentemente. H uma preocupao institucional com a formao profissional, particularmente com estgio curricular e outras atividades complementares. Somos favorveis renovao do reconhecimento do curso, pleiteada pelo solicitante. Fernando Campelo de Souza (Presidente) Patrcia Silva Lessa (Especialista) Nelly Carvalho (Relatora) Quanto matriz curricular, a instituio no informou que havia sido mudada. Embora tenha autonomia para tanto, este fato deveria ter constado do pedido de renovao enviado ao CEE/PE. Sendo assim, abaixo seguem transcritas ambas, a matriz anterior e a vivenciada atualmente. MATRIZ APROVADA EM 2005 PRIMEIRO PERODO C.H. SEGUNDO PERODO C.H Introduo Engenharia 30 lgebra Linear 60 Clculo 1 60 Clculo 2 60 Desenho 60 Desenho Auxiliado por Computador 60 Expresso em Lngua Portuguesa 30 Fsica 1 75 Geometria Analtica 60 Mtodos Computacionais 1 60 Introduo Cincia da Computao 60 Probabilidade e Estatstica Bsica 60 Qumica Geral 90 TOTAL 375Sociologia 30 TOTAL 420 TERCEIRO PERODO C.H. QUARTO PERODO C.H Clculo 3 60 Clculo 4 60 Fsica 2 60 Fsica Experimental 2 60 Fsica Experimental 1 45 Complementos de Matemtica 60 Mecnica 1 60 Material de Construo Mecnica 45 Mtodos Computacionais 2 45 Mecnica 2 60 Cincia dos Materiais 60 Fsica 3 60 Fenmenos de Transporte 90 TOTAL 345TOTAL 420 QUINTO PERODO C.H. SEXTO PERODO C.H Circuitos Eltricos 1 60 Circuitos Eltricos 2 60 Mecnica Aplicada 1 60 Eletrnica Analgica 60 Eletrnica 1 60 Engenharia de Segurana 45 Metrologia 60 Instalaes Eltricas Industriais 60 Sistema de Controle 1 60 Mecnica Aplicada 2 60 Transmisso de Calor 1 60 Resistncia dos Materiais 2 60 Resistncia dos Materiais 1 60 Termodinmica 1 60 TOTAL 420 TOTAL 405 PARECER CEE/PE N 39/2013-CES PROCESSO N 100/2012 4STIMO PERODO C.H. OITAVO PERODO C.H Desenho de Mquinas 1 60 Desenho de Mquinas 2 60 Elementos de Mquinas 1 60 Elementos de Mquinas 2 60 Eletrnica Digital 60 Eletrnica de Potncia 2 60 Estgio Supervisionado 180 Engenharia Ambiental 30 Sistema de Controle 2 60 Instrumentao e Controle 60 Sistemas Hidrulicos e Pneumticos 60 Mquinas Trmicas 3 60 Vibraes Mecnicas 60 Microcontroladores 45 TOTAL 540 TOTAL 375 NONO PERODO C.H. DCIMO PERODO C.H Direito para Engenheiros 30 Administrao Industrial 60 Engenharia Econmica 60 Elementos de Robtica 60 Gesto da Qualidade 45 Fabricao Auxiliada por Computador 60 Informtica Industrial 60 Disciplinas Eletivas do 10 Perodo 240 Mecnica de Preciso 60 TOTAL 420Projeto de Final de Curso 60 Disciplinas Eletivas do 9 Perodo 105 TOTAL 420 ELETIVAS 9 PERODO ELETIVAS 10 PERODO Instrumentao ptico-Eletrnica 45 Automatizao e Robotizao em Soldagem 60 Introduo Engenharia Nuclear 45 Autotrnica 45 Introduo Identificao e ao Controle de Sistemas Dinmicos 60 Custos Industriais e Administrao Financeira 45 Linguagem de Programao Aplicada Automao 60 Ergonomia 45 Mecnica de Preciso 60 Formao de Empreendedores Mtodos Computacionais Aplicados Engenharia Mecatrnica Introduo Engenharia de Produo 60 Rede de Computador 1 60 Inteligncia Artificial 60 Refrigerao 60 Marketing 45 60 Processamento de Resultado 45 Turbina a Gs 60 MATRIZ VIVENCIADA ATUALMENTE 1 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Clculo Diferenciado e Integral 1 60 - 60 04 Geometria Analtica 60 - 60 04 Informtica para Controle e Automao 30 30 60 04 Lgica Matemtica 60 - 60 04 Qumica Geral 45 30 75 05 Sociologia e Meio Ambiente 30 - 30 02 TOTAL 345 23 2 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO lgebra Linear 60 - 60 04 Clculo Diferencial e Integral 2 60 - 60 04 Engenharia Econmica 30 - 30 02 Expresso Grfica 1 30 45 75 05 Fsica 1 60 - 60 04 Matemtica Discreta para Automao 60 - 60 04 Portugus Instrumental 30 - 30 02 TOTAL 375 25 PARECER CEE/PE N 39/2013-CES PROCESSO N 100/2012 5 3 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Clculo Diferencial e Integral 3 60 - 60 04 Clculo Numrico 60 - 60 04 Eletricidade Aplicada - 60 60 04 Fsica 2 60 - 60 04 Mecnica Geral 60 - 60 04 Processo de Fabricao 60 - 60 04 TOTAL 360 24 4 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Clculo Diferencial e Integral 4 60 - 60 04 Circuitos Eltricos 1 60 - 60 04 Complementos de Matemtica 60 - 60 04 Desenho de Mquinas 30 45 75 05 Fsica 3 60 - 60 04 Mecnica Geral 2 60 - 60 04 Probabilidade e Estatstica 60 - 60 04 TOTAL 435 29 5 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Circuitos Eltricos 2 60 - 60 04 Direito para Engenheiros 30 - 30 02 Eletromagnetismo 1 60 - 60 04 Eletrnica 1 60 - 60 04 Laboratrio de Eletrnica 1 - 30 30 02 Materiais Eltricos 60 04 Modelagem e Anlise de Sistemas 60 - 60 04 Metrologia e Projeto Mecnico Auxiliar de Computador 15 45 60 04 TOTAL 420 28 6 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Converso Eletromecnica de Energia 60 - 60 04 Dinmica das Mquinas 60 - 60 04 Eletrnica Analgica 60 - 60 04 Eletrnica Digital 60 - 60 04 Laboratrio de eletrnica Analgica e Digital - 30 30 04 Engenharia de Segurana do Trabalho 45 - 45 03 Resistncias dos Materiais 60 - 60 04 TOTAL 375 27 PARECER CEE/PE N 39/2013-CES PROCESSO N 100/2012 6 7 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Controladores Lgicos Programveis 15 45 60 04 Elementos de Mquinas 60 - 60 04 Eletrnica de Potncia 60 - 60 04 Sistemas de Controle 1 60 - 60 04 Sistemas Digitais 60 - 60 04 Termofludos 60 30 90 06 TOTAL 390 26 8 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Elementos de Robtica 60 - 60 04 Instrumentao e Controle 45 15 60 04 Informtica Industrial 60 - 60 04 Microcontroladores 60 - 60 04 Sistemas de Controle 2 60 - 60 04 Sistemas Hidrulicos e Pneumticos 60 30 90 06 TOTAL 390 26 9 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Administrao 30 - 30 02 Instalaes Eltricas Industriais 60 - 60 04 Metodologia Cientfica 30 - 30 02 Qualidade de Energia 30 - 30 02 Sistemas de Controle 3 60 - 60 04 Eletivas* 180 180 12 TOTAL 390 26 *Ver lista de eletivas oferecidas na tabela denominada disciplinas eletivas 10 PERODO COMPONENTE CURRICULAR CARGA HORRIA TERICA CARGA HORRIA PRTICA CARGA HORRIA TOTAL CRDITO Estgio Supervisionado 160 160 Projeto de Final de Curso 30 30 60 Atividades Complementares 30 30 60 TOTAL 280 O aluno ser aprovado com a mdia 7, correspondente mdia aritmtica das notas das avaliaes parciais e 75% de frequncia. O Projeto contempla a realizao de estgio e de um Projeto de Final de Curso, como itens obrigatrios para a concluso. Dados observados relativos aos ltimos 5 anos, indicam que apenas 24% do nmero de alunos por semestre concluem o curso, considerando que 30 alunos ingressam semestralmente. O relatrio da Comisso de avaliao ressaltou a falta de espao disponvel para que o professor possa interagir com o aluno fora da sala de aula, fato j observado no Parecer CEE/PE n 63/2005-CES. Insistimos que a POLI acate o pedido, beneficiando, dessa forma, os anseios de professores e alunos, em tempo breve. PARECER CEE/PE N 39/2013-CES PROCESSO N 100/2012 7III - VOTO: Em face do exposto e analisado, e considerando o relatrio da Comisso de Avaliao das condies de oferta, nosso voto favorvel ao pleito da solicitante de Renovao de Reconhecimento do Curso de Bacharelado em Engenharia de Controle e Automao, ofertado pela Escola Politcnica de Pernambuco, mantida pela Universidade de Pernambuco, por um prazo de cinco anos. o voto. Comunique-se interessada e Secretaria de Educao de Pernambuco. IV - CONCLUSO DA CMARA: A Cmara de Educao Superior acompanha o Voto da Relatora e encaminha o presente Parecer apreciao do Plenrio. Sala das Sesses, em 15 de abril de 2013. ARNALDO CARLOS DE MENDONA - Presidente REGINA CLIA LOPES LUSTOSA RORIZ - Vice-Presidente NELLY MEDEIROS DE CARVALHO - Relatora FERNANDO ANTNIO GONALVES JOS AMARO BARBOSA DA SILVA PAULO MUNIZ LOPES V - DECISO DO PLENRIO: O Plenrio do Conselho Estadual de Educao de Pernambuco decide aprovar o presente Parecer nos termos do Voto da Relatora. Sala das Sesses Plenrias, em 22 de abril de 2013. Prof. Fernando Antnio Gonalves Presidente Alc.

Recommended

View more >