IMRE LAKATOS Nomes:Ns:Srie: Ana32 D Antonio42 D Bruno62 D Fbio162 D Geison182 D Giovani202 D Guilherme222 D Karen312 D Ricardo412 D EE Dom Jos de Camargo.

  • Published on
    17-Apr-2015

  • View
    105

  • Download
    3

Transcript

  • Slide 1
  • IMRE LAKATOS Nomes:Ns:Srie: Ana32 D Antonio42 D Bruno62 D Fbio162 D Geison182 D Giovani202 D Guilherme222 D Karen312 D Ricardo412 D EE Dom Jos de Camargo Barros Indaiatuba, disciplina de Filosofia TRABALHO DE FILOSOFIA DO 3 BIMESTRE DE 2007
  • Slide 2
  • IMRE LAKATOS Imre Lakatos afirma que h casos em que a teoria no apresenta condies suficientes de explicar os fatos, surgindo as hipteses, ad-hoc, com o objetivo de proteger o ncleo firme das idias.
  • Slide 3
  • IMRE LAKATOS Porm, a atitude mais comum quando uma teoria no est sendo mais aceita a refutao ou a tentativa de modificao da teoria; esta comea a ser modificada com explicaes adhoc, construdas para explicar questes pontuais, desprovidas de excedente emprico (experimental).
  • Slide 4
  • IMRE LAKATOS De Lakatos extrai-se a idia de um conhecimento imperfeito, no definitivo. Contudo, a aprendizagem s ser confirmada quando se tiver clareza no significado dos conceitos, atribuindo sentido aos contedos nas suas prticas dirias, atravs de seu real entendimento, ou seja, aplicando tudo o que foi aprendido.
  • Slide 5
  • IMRE LAKATOS De acordo com as pesquisas cientficas de Lakatos, a filosofia da cincia e histria da cincia se tornam prximas, atribuindo crticas para as diferentes concepes de metodologia e da distino entre os dois tipos de histria, a histria interna e a histria externa.
  • Slide 6
  • IMRE LAKATOS Na Metodologia dos Programas de Pesquisa de Lakatos, as teorias no so consideradas isoladamente caracterizando um sistema que pode resistir s instncias falseadoras mais facilmente que estivessem isoladas umas das outras. Lakatos afirma que o programa de investigao consiste em regras metodolgicas; algumas nos dizem quais so os caminhos que devem ser evitados (heurstica negativa), outras nos dizem quais so os caminhos que devem ser seguidos (heurstica positiva).
  • Slide 7
  • IMRE LAKATOS Lakatos caracteriza um programa de pesquisa por seu ncleo firme. A falsidade que incide sobre ele desviada pela heurstica negativa, que probe a declarao da falsidade do ncleo firme. Comeam, ento, a surgir inmeras hipteses e explicaes (ad-hoc), que auxiliam a estabelecer as condies iniciais para a defesa do ncleo firme, dando origem ao chamado cinturo protetor.
  • Slide 8
  • IMRE LAKATOS Com este processo, que pode ser relacionado com o que ocorre nas salas de aula e na rotina das pessoas, surgem as possveis anomalias ou fatos no explicados, que so modificados, validados e incorporados ao cinturo protetor por meio da heurstica positiva, esta, que segundo Lakatos, consiste num conjunto parcialmente articulado de sugestes ou palpites sobre como mudar e sofisticar o cinto de proteo refutvel.
  • Slide 9
  • IMRE LAKATOS Fundamentados nas idias de Imre Lakatos, pode-se dizer que as pessoas j possuem um conjunto de conhecimentos prvios, idias, valores e crenas, e que s agregam a este conjunto, novos conhecimentos quando eles so devidamente conduzidos e adaptados a esse conjunto pr-existente.
  • Slide 10
  • REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS www.sbf1.sbfisica.org.br www.sbf1.sbfisica.org.br

Recommended

View more >