Gesto do Conhecimento nos Sistemas de Educao a Dist ? Gesto do Conhecimento e os sistemas

  • Published on
    11-Nov-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Transcript

  • Gesto do Conhecimento nos Sistemas de Educao a

    Distncia

    Aline Montenegro Leal Silva1, Vinicius Ponte Machado1, Gildsio Guedes

    Fernandes2

    1Departamento de Informtica e Estatstica Universidade Federal do Piau (UFPI)

    Campos Universitrio Ministro Petrnio Portella Bairro Ininga CEP 64049-550

    Teresina PI Brasil

    2Centro de Educao a Distncia Universidade Federal do Piau (UFPI)

    Rua Olavo Bilac, 1148 Bairro Centro CEP 64001-280 Teresina PI Brasil

    alineleal5@yahoo.com.br, vinicius@ufpi.edu.br, guedes@ufpi.edu.br

    Abstract. The importance of knowledge combined with distance learning has

    created a need to investigate the existing level of integration between the

    Knowledge Management (KM) and the Distance Education. The Information

    Technology tools (TI) has become a great ally of the KM, in view of the large

    number of information to be given on organizational environments.

    Resumo. Dada a importncia da disseminao do conhecimento oriunda dos

    mtodos do ensino a distncia, surge a necessidade de investigar o nvel de

    integrao existente entre a Gesto do Conhecimento (GC) e a Educao a

    Distncia (EaD). As ferramentas de Tecnologia da Informao (TI) tm se

    tornado uma grande aliada da GC, tendo em vista o grande nmero de

    informaes a serem administradas nos ambientes organizacionais. Neste

    artigo, discutiremos como as ferramentas de TI, que auxiliam na EaD, podem

    ser vistas tambm como instrumentos de GC.

    1. Introduo

    Desde da dcada de 1990, o conhecimento passou a ser considerado um dos recursos mais importantes das organizaes (MEC INEP, 2010). Essa relevncia se confirma

    em um contexto de competitividade e de disponibilidade limitada de certos recursos

    (terra, mo de obra, capital). O conhecimento revela-se como fonte de diferenciao

    entre as organizaes de todo mundo ao possibilitar a gerao de uma vantagem

    competitiva sustentvel.

    O conceito de Educao a Distncia (EaD) definido por Moore e Kearsley

    (2007), envolve o processo de ensino-aprendizagem, entre alunos e professores,

    ocorrendo em locais distintos, durante todo ou grande parte do tempo em que ensinam e

    aprendem. Estando em locais diferentes, eles dependem de algum tipo de tecnologia

    para transmitir informaes e proporcionar um meio pelo qual possa interagir, trocar

    experincia e compartilhar conhecimentos.

    O presente trabalho tem como objetivo investigar o nvel de integrao entre a

    Gesto do Conhecimento e os sistemas de Educao a Distncia. Para isso, foi escolhido

    o Centro de Educao Distncia da Universidade Federal do Piau, que faz uso da GC

    em seus processos organizacionais.

    mailto:alineleal5@yahoo.com.brmailto:vinicius@ufpi.edu.brmailto:guedes@ufpi.edu.br

  • 2. Referencial Terico

    Nesta seo so apresentadas algumas definies acerca da Gesto do Conhecimento, o

    seu papel nas organizaes, os processos de GC e a influncia que a Tecnologia da

    Informao tem sobre a Gesto do Conhecimento em uma instituio pblica de

    Educao a Distncia.

    2.1 Gesto do Conhecimento

    H inmeras tentativas de definio do termo Gesto do Conhecimento. Beijerse (1999)

    diz que a GC pode ser definida como uma maneira de desenvolver, aumentar e usar sua

    capacidade de interpretao de dados e informaes atravs de recursos disponveis na

    organizao, experincias, habilidades dos funcionrios, cultura, carter; utilizando um

    processo para dar significado a esses dados e informaes.

    Para melhor entender a Gesto do Conhecimento e em especial, a teoria da

    criao do conhecimento necessrio entender a diferena entre dados, informao e

    conhecimento. Em geral, os dados so considerados como fatores primrios, a

    informao considerada como um conjunto organizado dos dados e o conhecimento

    entendido como informao significativa (Bhatt, 2001). Em outras palavras, pode-se

    dizer que os dados so simples fatos que se tornam informao, se forem combinados

    em uma estrutura compreensvel; ao passo que a informao torna-se conhecimento se

    for colocada em um contexto, podendo ser usada para tomar decises. Uma informao

    convertida em conhecimento quando um indivduo consegue lig-la a outras

    informaes, avaliando-a e entendendo seu significado no interior de um contexto

    especfico (Bhatt, 2001).

    Segundo Nonaka e Takeuchi (1997), existem dois tipos de conhecimento: o

    conhecimento tcito e explcito. O conhecimento tcito pode ser entendido como as

    habilidades inerentes a uma pessoa; sistema de ideias, percepo e experincias: difcil

    de ser formalizado, transferido ou explicado a outra pessoa. J o conhecimento explcito

    que o conhecimento relativamente fcil de codificar, transferir e reutilizar,

    formalizado em textos, grficos, tabelas, figuras, desenhos, esquemas, diagramas,

    facilmente organizados em bases de dados e em publicaes em geral.

    Nonaka (1994) apresenta quatro etapas de transferncia de conhecimento:

    socializao (transferncia de conhecimento tcito para tcito), internalizao

    (transferncia de explcito em tcito), externalizao (transferncia do conhecimento

    tcito em conhecimento explcito) e combinao (transferncia do conhecimento

    explcito em explcito) (Figura 1).

    Figura 1: Espiral do conhecimento: Nonaka e Takeuchi (1997, p. 80).

  • Essas etapas foram baseadas em Nonaka e Takeuchi (1997) e acontecem em

    qualquer tipo de conhecimento, inclusive na Educao a Distncia.

    2.2 Gesto do Conhecimento Organizacional

    O ambiente em que as organizaes esto inseridas caracterizado por mudanas

    rpidas e contnuas em mltiplas dimenses. Novos conhecimentos precisam ser

    continuamente criados para que a empresa sobreviva no ambiente competitivo atual

    (Nonaka e Takeuchi, 2008). O aspecto central da sociedade do sculo XXI a

    caracterizao do conhecimento como o ativo de produo mais importante, estando

    frente dos ativos tradicionais como mo-de-obra, capital e tecnologia.

    Para Cavalcante (2011), o conhecimento est associado criao, construo,

    manuteno e mudanas que as pessoas fazem ao ambiente em que atuam, utilizando-se

    de dados e informaes considerados relevantes. Mesmo que o ser humano seja o

    principal condutor do conhecimento no ambiente organizacional, em geral ele no o faz

    sozinho pois age de forma compartilhada com os demais indivduos. Percebe-se ento

    que o conhecimento organizacional completo pode ser adquirido apenas quando os

    indivduos continuam modificando seus conhecimentos atravs da interao com outros

    membros da organizao (Nonaka e Takeuchi, 1997). Nas prximas sesses, veremos

    como os processos e ferramentas de TI alavancam tal interao.

    2.3 Os processos de Gesto do Conhecimento

    A Gesto do Conhecimento envolve processos destinados a criao, identificao,

    captura, organizao e compartilhamento do conhecimento na organizao. Esses

    processos so definidos a seguir segundo Harris et. al. (1999): criao, identificao,

    captura e codificao, seleo e validao, memria organizacional, acesso e

    compartilhamento e uso e aplicao.

    Criao: o processo atravs do qual a organizao produz conhecimento novo

    ou cria novas combinaes de conhecimento; Identificao: refere-se determinao

    das competncias essenciais organizao e qualificao da captao interna com

    relao aos domnios correspondentes a essas competncias; Captura e codificao:

    extrao do conhecimento a partir da informao e integrao de dados dispersos.

    Seleo e validao: o processo de avaliao do valor do conhecimento

    formalizado e filtragem dos mais relevantes para a organizao; Organizao,

    armazenagem e manuteno (memria organizacional): consiste em classificar o

    conhecimento j validado e armazen-lo na base interna de conhecimento, ou seja, a

    formao da memria organizacional; Acesso e compartilhamento: refere-se

    disseminao do conhecimento, seja atravs da busca por parte do usurio, ou atravs da

    notificao ou integrao da informao sem a necessidade de solicitao; Uso e

    aplicao: diz respeito aplicao do conhecimento soluo de problemas, tomada

    de decises, a processos de inovao e aprendizagem dentro da organizao (Machado

    et. al., 2003).

    2.4 Tecnologia da Informao como Mediao da Gesto do Conhecimento

    As ferramentas de gesto do conhecimento esto associadas s tecnologias de

    informao e comunicao, desenvolvidas sempre voltadas aos objetivos da instituio

  • relacionada. Dentre esses objetivos, pode-se citar: criao, organizao,

    contextualizao, divulgao, compartilhamento e utilizao de conhecimento.

    A tecnologia um fator chave para a gesto do conhecimento, pois com o

    grande nmero de informaes a ser administradas nos ambientes organizacionais

    necessrio que se tenham ferramentas que permitam o controle eficaz. Segundo Servin

    (2005), essas tecnologias podem apoiar a gesto do conhecimento em dois pontos

    principais: primeiro, fornecer meios para que as pessoas possam organizar, armazenar e

    acessar informaes de conhecimento explcito, como por exemplo em bibliotecas;

    segundo, conectar as pessoas para que elas possam compartilhar conhecimento.

    3. Educao a Distncia

    O conceito de Educao a Distncia no Brasil definido oficialmente no Decreto n

    5.622 de 19 de dezembro de 2005 (MEC INEP, 2010).

    Diversos conceitos de negcios foram criados e remodelados com a Internet.

    Expresses como e-commerce, e-business, e-book e e-mail fazem parte do cotidiano das

    corporaes. A essas expresses est se juntando o termo e-learning, que tem como

    meta prover a educao institucional de uma srie de facilidades quando em conjunto

    com uma certa infraestrutura tecnolgica.

    O e-learning, tambm conhecido por Ensino a Distncia ou Educao a

    Distncia (EaD), tornou-se uma tendncia, contribuindo com os mtodos tradicionais de

    ensino e apresentando alternativas que ensejam economia de recursos e de tempo na

    produo de conhecimento (Guedes, 2010).

    Esse conhecimento deve integrar atividades em conjunto com as novas

    tecnologias de informao e comunicao, de maneira que estas sirvam como

    ferramentas qualitativas e inovadoras e que tenham a capacidade de instrumentalizar

    alunos e professores para o desenvolvimento de novos mtodos de trabalho (Guedes,

    2010).

    4. Educao a Distncia e Gesto do Conhecimento

    No Centro de Educao a Distncia da Universidade Federal do Piau, alm dos

    encontros presenciais comuns em todos os cursos na modalidade de EaD, faz-se uso de

    um conjunto de ferramentas TI disponveis em quase todos os Ambientes Virtuais de

    Aprendizagem. As ferramentas podem ser as usuais da internet como, correio

    eletrnico, frum de discusso, bate-papo e links com textos especficos do contexto

    abordado. Tais ferramentas contribuem para uma externalizao do conhecimento

    (transferncia do conhecimento tcito em explcito) (Nonaka e Takeuchi, 1997). Usa-se

    tambm um texto bsico, no formato digital, escrito para consulta dos alunos, tutores e

    pessoal de apoio. Tais textos no formato digital j so lidos por alguns atravs de

    equipamentos do tipo e-reader, como por exemplo, o Kindle, da Amazon.

    Atualmente, existem vrias plataformas de ambientes virtuais a distncia que se

    integram Gesto do Conhecimento. Dentre elas, podem ser citadas Moodle, SIGAA

    (Machado et. al., 2014) e Amadeus (Gabardo et. al., 2010), sendo que a principal

    plataforma utilizada pela Universidade Federal do Piau para encontros a distncias o

    Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) SIGAA (Sistema Integrado de Gesto de

    Atividades Acadmicas), o qual tambm j vem sendo bastante utilizado em outras

  • instituies. Essas ferramentas viabilizam interao dos usurios do AVA (alunos,

    tutores e pessoal de apoio) e assim deve ser feito na GC segundo Nonaka e Takeuchi

    (1997).

    4.1. Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) como Ferramenta de Gesto do

    Conhecimento

    As transformaes mais marcantes ocorridas na EaD refletem a mudana de um

    ambiente informacional, para um ambiente de conhecimento, onde a figura do professor

    considerada como mediador da aprendizagem e o facilitador do acesso ao

    conhecimento com base no dilogo e na interao. Nesse cenrio, o Ambiente Virtual

    de Aprendizagem, torna-se um espao, no qual sua reconfigurao est disposta em

    novas e diversificadas oportunidades educacionais.

    O enfoque dado aprendizagem na EaD est relacionado ao compartilhamento

    de conhecimento e a formao de redes de conhecimento que intensificam a interao

    entre os atores educacionais (Lvy, 1998).

    Desta forma, os AVAs so considerados espaos de interao e aprendizagem

    propcios ao compartilhamento de conhecimento ao possibilitar ampla participao dos

    atores e enriquecimento do processo pedaggico, tornando-os mais dinmicos e

    criativos (Ferguson et. al., 2012).

    A tutoria, inclusive, constitui uma internalizao do conhecimento (transferncia

    de conhecimento explcito em tcito) e tem uma infraestrutura fsica para dar suporte ao

    desenvolvimento das atividades do processo de ensino e aprendizagem. Esta infra-

    estrutura fsica chamada de Polo de Apoio presencial.

    5. Concluso

    Com o estudo realizado para o desenvolvimento do presente artigo, percebe-se que a

    EaD est integrada com a Gesto do Conhecimento, tendo em vista que as ferramentas

    foram utilizadas com sucesso. No caso da Universidade Federal do Piau, os alunos

    utilizam vrias ferramentas dentro de um Ambiente Virtual de Aprendizagem, tais como

    correio eletrnico, frum de discusso, bate-papo e links com textos especficos do

    contedo abordado, constituindo, portanto, uma externalizao do conhecimento e

    consequentemente, uma integrao com a GC. Dessa forma, o modelo de EAD

    juntamente com as ferramentas de GC fazem a espiral do conhecimento girar!

    O uso de gesto do conhecimento bastante favorvel melhoria dos processos

    organizacionais dos sistemas de educao distncia (e vice-versa), que a cada dia vem

    se destacando com mais espao de atuao perante as diversas reas de estudos. Na

    continuao do nosso trabalho, pretende-se investigar o impacto dessas ferramentas no

    contexto da GC em instituies que usam AVAs analisando o impacto de cada uma

    delas na captao e disseminao do conhecimento.

    6. Referncias

    Beijerse, R. P. U. (1999). Questions in knowledge management: defining and

    conceptualising a phenomenon. Journal of Knowledge Management. Vol. 3, n. 2, p.

    94 110.

  • Bhatt, G. D. (2001). Knowledge management in organizations: examining the

    interaction between technologies, techniques, and people. Journal of Knowledge

    Management. Vol. 5, n. 1, p. 68 75.

    Cavalcante, Jacqueline. (2011). Anlise das prticas de Gesto do Conhecimento em

    uma empresa de servios de assessoria e educao profissional. Qualit@es Revista

    Eletrnica ISSN 1677 4280 Vol. 12 No 2.

    Chiavenato, Idalberto. (2000). Introduo a Teoria Geral da Administrao. 6. ed. Rio

    de Janeiro: Campus.

    Ferguson, Rebecca; Buckingham Shum, Simon. (2012). Towards a social learning space

    for open educational resources.

    Gabardo, P., Quevedo, S., Ulbricht, V. R. (2010). Estudo Comparativo das Plataformas

    de Ensino-Aprendizagem. Florianpolis: EGC/UFSC.

    Guedes, Gildsio. (2010). Introduo a Educao a Distncia.ISBN.978-85-7463-309-1.

    1. ed. Teresina: Grfica Editora Edufpi. V. 01. 120p.

    Harris, K. et. al. (1999). The Knowledge Management Scenario: Trends and Directions

    for 1998-2003. Strategics Analysis Report #R-07-7706, The Gartner Group.

    Lvy, Pierre. (1998). A Inteligncia Coletiva. So Paulo: Editora Loyola.

    Machado, V. P.; Furtado, Vasco. (2003). Improving Organizational Memory through

    Agents for Knowledge Discovery in Database. In: Agent-Mediated Knowledge

    Management, 2003, Palo Alto, California. AAAI Spring Symposium Agent-

    Mediated Knowledge Management (AMKM-03). Palo Alto - California - EUA:

    AAAI Press, p. 74-81.

    MEC - INEP. (2010). Censo da Educao Superior de 2009. Resumo Tcnico, 34.

    Braslia, DF, Brasil: MEC.

    Moore, Michael G.; Kearsley, Greg. (2007). Educao a distncia: uma viso integrada

    Edio especial ABED Associao Brasileira de Educao a Distncia. So

    Paulo: Thomson Learning.

    Nonaka, I. (1994). A dynamic theory of organizational knowledge creation,

    Organization Science, Vol.5, No.1, February, p. 14.

    Nonaka, I.; Takeuchi, H. (1997). Criao de Conhecimento na Empresa. 4. ed. Rio de

    Janeiro: Campus.

    Nonaka, I.; Takeuchi, H. (2008). Dados eletrnicos. Porto alegre: Bookman.

    Servin (2005). ABC of Knowledge Management, Freely extracted from the NHS

    National Library for Health at. Disponvel em: http://

    www.library.nhs.uk/knowledgemanagement/by Graud Servin.

    Silva, S. B. J.; Machado, Vinicius; Arajo, F. N. 2014. Sistema Tutor Inteligente

    baseado em Agentes na plataforma Moodle para Apoio as Atividades Pedaggicas da

    Universidade Aberta do Piau. In: Workshop de Minerao de Dados em Ambientes

    Virtuais de Ensino/Aprendizagem (WMDAVA'2014), Dourados. Anais do

    Congresso Brasileiro de Informtica na Educao - CBIE 2014.

    http://lattes.cnpq.br/9385561556243194