LIVRO DE AGEU Exposição Bíblica – Estudo 1 INTRODUÇÃO Contexto Histórico Antes de iniciarmos nosso estudo no livro de Ageu é importante analisarmos o contexto histórico. “A maioria dos profetas do Antigo Testamento (12 deles) profetizaram antes do cativeiro Babilônico. Dois deles (Ezequiel e Daniel) profetizaram durante o cativeiro Babilônico. E três profetas, de um total de 17 (Ageu, Zacarias e Malaquias) profetizaram após o cativeiro Babilônico, sendo que Ageu, foi o primeiro profeta a se pronunciar após o cativeiro Babilônico, ou seja, Deus usa o profeta Ageu para falar com o povo de Israel no período pós-exílio1”. É importante começarmos com o livro de Esdras, para um pano de fundo mais completo: Em Esdras 1.1-11 temos o decreto de Ciro, rei da Pérsia, restaurando o povo de Israel à sua terra depois de 70 anos de cativeiro em Babilônia (Jr. 25.11). “Ciro conquistou Babilônia em 539 a.C. (em outubro) e segundo a sua política de estimular os povos subjulgados a retornarem às suas terras de origem, promulgou em 538 a.C. um decreto autorizando os judeus a fazerem o mesmo2. Em Esdras 2, temos o número de 50.000 pessoas que retornaram sob a liderança de Zorobabel (Sealtiel). No capítulo 3, Esdras nos mostra que os alicerces do templo foram lançados e ouve grande festa entre os judeus. Podemos notar versículos 12 e 13 que nos diz que alguns choraram quando lembraram da magnificência do antigo templo feito por Salomão que fora destruído por Nabucodonosor 50 anos antes, e este novo templo parecia ser menor e mais simples. Em Esdras 4, o autor nos conta que os inimigos de Israel quando ficaram sabendo que os judeus estavam reedificando seu templo, levantaram oposição contra eles, de sorte que enviaram uma carta ao rei Artaxerxes3 inventando que os judeus estavam reconstruindo o templo e a cidade com uma motivação tríplice: se os judeus não fossem detidos, o rei sofreria danos financeiros (vs. 13), sua honra seria manchada (vs. 14) e ele perderia parte do seu reino (vs. 15-16)4. O http://www.youtube.com/watch?v=JXGaXlft63A RYRIE, Charles. A Biblia Anotada. Mundo Cristão. 3 Artaxerxes (Significa Grande Rei), Dario e Assuero (Significa Poderoso) são títulos, qualquer um ou todos eles poderiam ser utilizados para designar cada um desses reis. DAKE. Bíblia de Estudo. 4 RYRIE, Charles. A Biblia Anotada. Mundo Cristão. 2 1 resultado é que o rei mandou que a obra fosse imediatamente parada, com isso os inimigos de Israel acharam que tinham tido uma grande vitória. “Então – durante esse tempo de interrupção da obra, Deus começou a levantar os profetas Ageu e Zacarias, que estavam em Jerusalém. Eles começaram a encorajar os judeus para retomarem a obra no templo a despeito do decreto ser ou não confirmado. Foram inspirados pelo Espírito Santo, que já sabia que em breve aquele decreto para a construção do templo seria confirmado, e assim todos os impedimentos por parte dos inimigos seriam derrotados pela autoridade civil. A obra realmente recomeçou por meio desses profetas (Esdras 5.1-2)5”. Tema do Livro O Senhor Deus comissionou o profeta Ageu para estimular o povo de Israel a terminar a construção do templo que haviam começado (Ageu 1.1-2). Propósito do Livro “Ageu buscou desafiar o povo de Deus com respeito às suas prioridades... O Livro de Ageu é um lembrete dos problemas que o povo de Deus enfrentou naquele momento, de como as pessoas corajosamente confiaram em Deus e como Deus providenciou para as suas necessidades6”. O Dr. Sheed em sua análise de Ageu diz que na realidade: “o profeta desmascara violentamente o falso ponto de vista, mas prevalecente, de que a obra de Deus é secundária e deve esperar até que sejam solucionados os problemas econômicos. Ele mostra antes que estes problemas são um julgamento contra a negligência sobre a obra de Deus...7” I. A RECONSTRUÇÃO DO TEMPLO – 1.1-15 A. A Exortação de Deus aos líderes – vs.1-2 Deus aqui está chamando a atenção de Zorobabel (da linhagem real de Judá até Davi; governador de Judá8, neto de Jeconias, rei de Judá que fora levado cativo para Babilônia) e Josué, que foi o primeiro sumo sacerdote pós-exílio. O foco do povo após voltarem do cativeiro fora construir suas casas e terminálas em todos os seus detalhes, porém, não pensaram na reconstrução do templo. “O povo estava a dizer: ‘Não veio ainda o tempo’ (vs. 2)... Era o tempo da colheita e por isso o povo estava por demais atarefado. As colheitas eram magras e, portanto, os tempos eram difíceis. O trabalho havia sido interrompido desde dezesseis anos passados devido à feroz oposição e perseguição do ‘povo que habitava na terra’ e essa oposição certamente rugiria novamente se qualquer tentativa fosse feita para reiniciar a obra de reconstrução... 5 6 DAKE. Bíblia de Estudo. CPAD. http://www.gotquestions.org/Portugues/Livro-de-Ageu.html 7 SHEED, Russel. Bíblia Sheed; São Paulo: Vida Nova, p 1303 8 DAKE. Bíblia de Estudo. CPAD. A raiz da dificuldade estava na frieza deles em fazer as coisas de Deus. Arrumaram desculpas como forma de desviarem o foco de sua responsabilidade. Se houvesse fé que era a vontade de Deus a reconstrução do templo, o povo não haveria parado a construção. A mensagem que segue, dirigida diretamente ao povo (vs.10), sugere claramente que o verdadeiro impedimento jazia na letargia da nação. É o caráter e não a escassez de tempo, nem tempos dificultosos e nem mesmo a oposição de adversários que impede o progresso do trabalho de Deus. Não há tempo apropriado quando os homens estão desinteressados. Qualquer tempo é apropriado para aqueles que estão em sintonia com os desejos de Deus9”. B. A Repreensão de Deus – vs.3-6, 9-11 (Vs. 4) Casas apaineladas ou estucadas, eram moradias adornadas com madeira e isto era um sinal de luxo, visto que madeira em Judá era algo dispendioso. O grande contraste se dava em relação a Casa do Senhor que estava apenas com os alicerces de pedra expostos ao tempo pelos últimos 16 anos. O Senhor destacou o contraste entre a indisposição do povo em reconstruir o seu Templo (“...Não veio ainda o tempo, o tempo em que a Casa do Senhor deve ser edificada...”) e a disposição em construírem para si mesmos belas casas: “Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?. A presença do Senhor no meio deles era o mais importante. Reconstruir a Casa do Senhor deveria ser sua prioridade10”. (Vs. 5) Deveriam considerar todas as coisas que haviam feito nestes anos procurando uma prosperidade que foi fracassada, pois, vemos no versículo a seguir o resultado da infidelidade do povo. (Vs. 6) Cinco experiências após voltarem do exílio: 1. 2. 3. 4. 5. Semeais muito e colheis pouco; Comeis, porém, não vos fartais; Bebeis, mas não vos saciais; Vesti-vos, mas ninguém se aquece; O que recebe salário recebe num saquitel furado. Todas essas coisas eram resultado de sua infidelidade à Deus. (Vs. 9) Duas razões por que os judeus não prosperaram: 1. Porque a casa de Deus estava deserta e nenhum esforço foi feito para reedifica-la; 2. Porque cada um dos homens era egoísta e todos proveram para si mesmos casas e desfrutam delas. Ninguém estava preocupado com a casa de Deus. 9 10 O Novo Comentário da Bíblia. Edições Vida Nova. http://www.estudosdabiblia.net/200519.htm (Vs. 10-11) Três maldições por causa da negligência para com a casa de Deus 1. Seria retido o orvalho do céu; 2. Ficariam sem colheita; 3. Seca sobre a terra, os montes, o trigo, o mosto, o azeite, as colheitas, os homens, o gado e o trabalho das mãos. “Deus os desapontava em todas as suas expectativas. As visitações continuavam enquanto durava a negligência. Todo o tempo eles foram cegos aos problemas envolvidos e à mão disciplinadora de Deus. Seu egoísmo não os levara a parte alguma. Trouxe-lhes perda em vez de ganho. Suas necessidades eram tão dispendiosas que os salários não davam para cobrir os gastos; não havia, portanto, superávit. Era preciso mostrar a pessoas tão egoístas e egocêntricas o prejuízo que elas sofriam por negligenciar a obra do Senhor na busca de lucro material11. C. As Promessas de Deus – vs. 8 Duas promessas para Israel acerca do templo: 1. Dela (a casa) me agradarei; 2. Serei glorificado. O povo deveria imediatamente ir atrás dos materiais para a edificação da casa de Deus. Eles deveriam dar a Deus o devido lugar em suas vidas e assim Ele seria honrado na adoração do Seu povo. D. A Reação de Todos – vs. 12-15 Evidências sobre Sua presença logo foram sentidas: 1. O povo obedeceu a voz do Senhor e às palavras do profeta; o povo temeu ao Senhor (vs.12)12; 2. EU SOU CONVOSCO (vs. 13). Esse é o fato que tem animado homens a praticar os grandes feitos do mundo: Moisés (Êx 3.12), Gideão (Jz 6.16), Jeremias (Jr 1.8). Debaixo dessa mesma promessa os soldados de Cristo têm combatido e combaterão até o fim (Mt 28.20)13. 3. O segredo em realizar qualquer obra para Deus – se os homens obedecerem de acordo com a orientação (vs. 14). É notável que todos os governantes e as pessoas estavam animados para obedecer – bem diferente do que havia acontecido 70 anos antes e durante esse tempo, quando nenhum líder e somente algumas pessoas ouviram Jeremias, Ezequiel, Daniel e outros que anunciavam a mensagem de Deus. Se tivessem ouvido esses profetas, não teriam ido para o cativeiro; no entanto não ouviram. 4. Observe que o povo e os lideres foram animados através da palavra do Senhor. Quando lemos no Novo Testamento o apóstolo Paulo dizendo: "No 11 12 http://www.ebdareiabranca.com/ProfetasMenores/licaoPMenores09.htm DAKE. Bíblia de Estudo. CPAD. 13 O Novo Comentário da Bíblia. Edições Vida Nova. demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder" (Ef 6:10), ele está recomendando que o cristão tome força na palavra de Deus, pois ela é o poder de Deus, para salvação e para fortalecer14. APLICAÇÃO DO ESTUDO 1 Notamos no capítulo 1 de Ageu que o grande problema do povo estava em sua infidelidade. Hoje em dia nossa vida se assemelha muito com as coisas que lemos e estudamos. As “primeiras coisas”, a vontade de Deus, deve vir sempre em primeiro lugar. Notemos Paulo em I Coríntios 15.3 quando ele fala “antes de tudo”. A atitude que o povo de Israel tomou é um avesso ao sentimento de Davi em II Samuel 7.2. A lição importante para nós não se dá no fato da prosperidade material, mas da obediência a Deus e Sua Palavra. Não era mais importante o templo edificado, mas sim o culto a Deus restabelecido. Assim como os Israelitas, esquecemos que só temos verdadeira vida e liberdade quando Deus habita em nós (Marcos 8:36; João 3:16; Colossenses 1:13). Esquecemos que o Senhor já resgatou a humanidade pagando um alto preço pela salvação do homem (1 Pedro 1:17-21; 2 Coríntios 5:18-19) e que deixar para buscá-lo depois pode ser mais difícil e até tarde demais (Eclesiastes 12:1-8; Isaias 55:6; Hebreus 3:12-13). Somos chamados no tempo que se chama hoje, para edificar a Casa do Senhor, não depois (Atos 17:30-31)15. Eu convido cada um dos irmãos a fazermos o que manda Mateus 6.33, buscar em PRIMEIRO LUGAR o seu reino e a sua justiça e todas essas coisas vos serão acrescentadas. Esta na hora de cuidarmos da “Casa” de Deus. 14 15 http://www.estudobiblico.org/antigo-testamento/antiga-alianca/profeta-menores/profeta-ageu/669-ageu-capitulo-1?showall=&start=1 http://www.estudosdabiblia.net/200519.htm
Please download to view
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
...

Estudo 1 - Livro de Ageu

by wesley-tati-aninha

on

Report

Category:

Documents

Download: 0

Comment: 0

1,076

views

Comments

Description

Download Estudo 1 - Livro de Ageu

Transcript

LIVRO DE AGEU Exposição Bíblica – Estudo 1 INTRODUÇÃO Contexto Histórico Antes de iniciarmos nosso estudo no livro de Ageu é importante analisarmos o contexto histórico. “A maioria dos profetas do Antigo Testamento (12 deles) profetizaram antes do cativeiro Babilônico. Dois deles (Ezequiel e Daniel) profetizaram durante o cativeiro Babilônico. E três profetas, de um total de 17 (Ageu, Zacarias e Malaquias) profetizaram após o cativeiro Babilônico, sendo que Ageu, foi o primeiro profeta a se pronunciar após o cativeiro Babilônico, ou seja, Deus usa o profeta Ageu para falar com o povo de Israel no período pós-exílio1”. É importante começarmos com o livro de Esdras, para um pano de fundo mais completo: Em Esdras 1.1-11 temos o decreto de Ciro, rei da Pérsia, restaurando o povo de Israel à sua terra depois de 70 anos de cativeiro em Babilônia (Jr. 25.11). “Ciro conquistou Babilônia em 539 a.C. (em outubro) e segundo a sua política de estimular os povos subjulgados a retornarem às suas terras de origem, promulgou em 538 a.C. um decreto autorizando os judeus a fazerem o mesmo2. Em Esdras 2, temos o número de 50.000 pessoas que retornaram sob a liderança de Zorobabel (Sealtiel). No capítulo 3, Esdras nos mostra que os alicerces do templo foram lançados e ouve grande festa entre os judeus. Podemos notar versículos 12 e 13 que nos diz que alguns choraram quando lembraram da magnificência do antigo templo feito por Salomão que fora destruído por Nabucodonosor 50 anos antes, e este novo templo parecia ser menor e mais simples. Em Esdras 4, o autor nos conta que os inimigos de Israel quando ficaram sabendo que os judeus estavam reedificando seu templo, levantaram oposição contra eles, de sorte que enviaram uma carta ao rei Artaxerxes3 inventando que os judeus estavam reconstruindo o templo e a cidade com uma motivação tríplice: se os judeus não fossem detidos, o rei sofreria danos financeiros (vs. 13), sua honra seria manchada (vs. 14) e ele perderia parte do seu reino (vs. 15-16)4. O http://www.youtube.com/watch?v=JXGaXlft63A RYRIE, Charles. A Biblia Anotada. Mundo Cristão. 3 Artaxerxes (Significa Grande Rei), Dario e Assuero (Significa Poderoso) são títulos, qualquer um ou todos eles poderiam ser utilizados para designar cada um desses reis. DAKE. Bíblia de Estudo. 4 RYRIE, Charles. A Biblia Anotada. Mundo Cristão. 2 1 resultado é que o rei mandou que a obra fosse imediatamente parada, com isso os inimigos de Israel acharam que tinham tido uma grande vitória. “Então – durante esse tempo de interrupção da obra, Deus começou a levantar os profetas Ageu e Zacarias, que estavam em Jerusalém. Eles começaram a encorajar os judeus para retomarem a obra no templo a despeito do decreto ser ou não confirmado. Foram inspirados pelo Espírito Santo, que já sabia que em breve aquele decreto para a construção do templo seria confirmado, e assim todos os impedimentos por parte dos inimigos seriam derrotados pela autoridade civil. A obra realmente recomeçou por meio desses profetas (Esdras 5.1-2)5”. Tema do Livro O Senhor Deus comissionou o profeta Ageu para estimular o povo de Israel a terminar a construção do templo que haviam começado (Ageu 1.1-2). Propósito do Livro “Ageu buscou desafiar o povo de Deus com respeito às suas prioridades... O Livro de Ageu é um lembrete dos problemas que o povo de Deus enfrentou naquele momento, de como as pessoas corajosamente confiaram em Deus e como Deus providenciou para as suas necessidades6”. O Dr. Sheed em sua análise de Ageu diz que na realidade: “o profeta desmascara violentamente o falso ponto de vista, mas prevalecente, de que a obra de Deus é secundária e deve esperar até que sejam solucionados os problemas econômicos. Ele mostra antes que estes problemas são um julgamento contra a negligência sobre a obra de Deus...7” I. A RECONSTRUÇÃO DO TEMPLO – 1.1-15 A. A Exortação de Deus aos líderes – vs.1-2 Deus aqui está chamando a atenção de Zorobabel (da linhagem real de Judá até Davi; governador de Judá8, neto de Jeconias, rei de Judá que fora levado cativo para Babilônia) e Josué, que foi o primeiro sumo sacerdote pós-exílio. O foco do povo após voltarem do cativeiro fora construir suas casas e terminálas em todos os seus detalhes, porém, não pensaram na reconstrução do templo. “O povo estava a dizer: ‘Não veio ainda o tempo’ (vs. 2)... Era o tempo da colheita e por isso o povo estava por demais atarefado. As colheitas eram magras e, portanto, os tempos eram difíceis. O trabalho havia sido interrompido desde dezesseis anos passados devido à feroz oposição e perseguição do ‘povo que habitava na terra’ e essa oposição certamente rugiria novamente se qualquer tentativa fosse feita para reiniciar a obra de reconstrução... 5 6 DAKE. Bíblia de Estudo. CPAD. http://www.gotquestions.org/Portugues/Livro-de-Ageu.html 7 SHEED, Russel. Bíblia Sheed; São Paulo: Vida Nova, p 1303 8 DAKE. Bíblia de Estudo. CPAD. A raiz da dificuldade estava na frieza deles em fazer as coisas de Deus. Arrumaram desculpas como forma de desviarem o foco de sua responsabilidade. Se houvesse fé que era a vontade de Deus a reconstrução do templo, o povo não haveria parado a construção. A mensagem que segue, dirigida diretamente ao povo (vs.10), sugere claramente que o verdadeiro impedimento jazia na letargia da nação. É o caráter e não a escassez de tempo, nem tempos dificultosos e nem mesmo a oposição de adversários que impede o progresso do trabalho de Deus. Não há tempo apropriado quando os homens estão desinteressados. Qualquer tempo é apropriado para aqueles que estão em sintonia com os desejos de Deus9”. B. A Repreensão de Deus – vs.3-6, 9-11 (Vs. 4) Casas apaineladas ou estucadas, eram moradias adornadas com madeira e isto era um sinal de luxo, visto que madeira em Judá era algo dispendioso. O grande contraste se dava em relação a Casa do Senhor que estava apenas com os alicerces de pedra expostos ao tempo pelos últimos 16 anos. O Senhor destacou o contraste entre a indisposição do povo em reconstruir o seu Templo (“...Não veio ainda o tempo, o tempo em que a Casa do Senhor deve ser edificada...”) e a disposição em construírem para si mesmos belas casas: “Acaso, é tempo de habitardes vós em casas apaineladas, enquanto esta casa permanece em ruínas?. A presença do Senhor no meio deles era o mais importante. Reconstruir a Casa do Senhor deveria ser sua prioridade10”. (Vs. 5) Deveriam considerar todas as coisas que haviam feito nestes anos procurando uma prosperidade que foi fracassada, pois, vemos no versículo a seguir o resultado da infidelidade do povo. (Vs. 6) Cinco experiências após voltarem do exílio: 1. 2. 3. 4. 5. Semeais muito e colheis pouco; Comeis, porém, não vos fartais; Bebeis, mas não vos saciais; Vesti-vos, mas ninguém se aquece; O que recebe salário recebe num saquitel furado. Todas essas coisas eram resultado de sua infidelidade à Deus. (Vs. 9) Duas razões por que os judeus não prosperaram: 1. Porque a casa de Deus estava deserta e nenhum esforço foi feito para reedifica-la; 2. Porque cada um dos homens era egoísta e todos proveram para si mesmos casas e desfrutam delas. Ninguém estava preocupado com a casa de Deus. 9 10 O Novo Comentário da Bíblia. Edições Vida Nova. http://www.estudosdabiblia.net/200519.htm (Vs. 10-11) Três maldições por causa da negligência para com a casa de Deus 1. Seria retido o orvalho do céu; 2. Ficariam sem colheita; 3. Seca sobre a terra, os montes, o trigo, o mosto, o azeite, as colheitas, os homens, o gado e o trabalho das mãos. “Deus os desapontava em todas as suas expectativas. As visitações continuavam enquanto durava a negligência. Todo o tempo eles foram cegos aos problemas envolvidos e à mão disciplinadora de Deus. Seu egoísmo não os levara a parte alguma. Trouxe-lhes perda em vez de ganho. Suas necessidades eram tão dispendiosas que os salários não davam para cobrir os gastos; não havia, portanto, superávit. Era preciso mostrar a pessoas tão egoístas e egocêntricas o prejuízo que elas sofriam por negligenciar a obra do Senhor na busca de lucro material11. C. As Promessas de Deus – vs. 8 Duas promessas para Israel acerca do templo: 1. Dela (a casa) me agradarei; 2. Serei glorificado. O povo deveria imediatamente ir atrás dos materiais para a edificação da casa de Deus. Eles deveriam dar a Deus o devido lugar em suas vidas e assim Ele seria honrado na adoração do Seu povo. D. A Reação de Todos – vs. 12-15 Evidências sobre Sua presença logo foram sentidas: 1. O povo obedeceu a voz do Senhor e às palavras do profeta; o povo temeu ao Senhor (vs.12)12; 2. EU SOU CONVOSCO (vs. 13). Esse é o fato que tem animado homens a praticar os grandes feitos do mundo: Moisés (Êx 3.12), Gideão (Jz 6.16), Jeremias (Jr 1.8). Debaixo dessa mesma promessa os soldados de Cristo têm combatido e combaterão até o fim (Mt 28.20)13. 3. O segredo em realizar qualquer obra para Deus – se os homens obedecerem de acordo com a orientação (vs. 14). É notável que todos os governantes e as pessoas estavam animados para obedecer – bem diferente do que havia acontecido 70 anos antes e durante esse tempo, quando nenhum líder e somente algumas pessoas ouviram Jeremias, Ezequiel, Daniel e outros que anunciavam a mensagem de Deus. Se tivessem ouvido esses profetas, não teriam ido para o cativeiro; no entanto não ouviram. 4. Observe que o povo e os lideres foram animados através da palavra do Senhor. Quando lemos no Novo Testamento o apóstolo Paulo dizendo: "No 11 12 http://www.ebdareiabranca.com/ProfetasMenores/licaoPMenores09.htm DAKE. Bíblia de Estudo. CPAD. 13 O Novo Comentário da Bíblia. Edições Vida Nova. demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder" (Ef 6:10), ele está recomendando que o cristão tome força na palavra de Deus, pois ela é o poder de Deus, para salvação e para fortalecer14. APLICAÇÃO DO ESTUDO 1 Notamos no capítulo 1 de Ageu que o grande problema do povo estava em sua infidelidade. Hoje em dia nossa vida se assemelha muito com as coisas que lemos e estudamos. As “primeiras coisas”, a vontade de Deus, deve vir sempre em primeiro lugar. Notemos Paulo em I Coríntios 15.3 quando ele fala “antes de tudo”. A atitude que o povo de Israel tomou é um avesso ao sentimento de Davi em II Samuel 7.2. A lição importante para nós não se dá no fato da prosperidade material, mas da obediência a Deus e Sua Palavra. Não era mais importante o templo edificado, mas sim o culto a Deus restabelecido. Assim como os Israelitas, esquecemos que só temos verdadeira vida e liberdade quando Deus habita em nós (Marcos 8:36; João 3:16; Colossenses 1:13). Esquecemos que o Senhor já resgatou a humanidade pagando um alto preço pela salvação do homem (1 Pedro 1:17-21; 2 Coríntios 5:18-19) e que deixar para buscá-lo depois pode ser mais difícil e até tarde demais (Eclesiastes 12:1-8; Isaias 55:6; Hebreus 3:12-13). Somos chamados no tempo que se chama hoje, para edificar a Casa do Senhor, não depois (Atos 17:30-31)15. Eu convido cada um dos irmãos a fazermos o que manda Mateus 6.33, buscar em PRIMEIRO LUGAR o seu reino e a sua justiça e todas essas coisas vos serão acrescentadas. Esta na hora de cuidarmos da “Casa” de Deus. 14 15 http://www.estudobiblico.org/antigo-testamento/antiga-alianca/profeta-menores/profeta-ageu/669-ageu-capitulo-1?showall=&start=1 http://www.estudosdabiblia.net/200519.htm
Fly UP