Estresse: Teu Gnero  Feminino... Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Cincias Mdicas UNICAMP Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Cincias Mdicas. slide 0

Estresse: Teu Gnero Feminino... Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Cincias Mdicas UNICAMP Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Cincias Mdicas.

  • Published on
    22-Apr-2015

  • View
    104

  • Download
    1

Transcript

Slide 1 Slide 2 Estresse: Teu Gnero Feminino... Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Cincias Mdicas UNICAMP Dr. Renato M.E. Sabbatini Faculdade de Cincias Mdicas UNICAMP Slide 3 Boa tarde ! Slide 4 E a, tudo tranqilo? Slide 5 O dia foi bom? Slide 6 Pouca coisa para fazer.... Slide 7 O chefe gostou ? Slide 8 E em casa, maravilha ? Slide 9 Os filhos so uns anjinhos ? Slide 10 E a sogra um amor ? Slide 11 O nosso amiguinho do dia a dia: Estresse Slide 12 Kit Anti-Estresse Instrues: 1. Afixe em uma parede bem firme 2. Siga as instrues dentro do circulo 3. Repita o passo 2 at desmaiar 4. O estresse acabar ao ocorrer o passo 3 BATA A CABEAAQUI Para passar o estresse: Slide 13 Estresse um grande problema Afeta de 30 a 35% da populao urbana, sendo um fator importante para outras doenas Maior causa de absentesmo Grande aumento no estresse ps-traumtico (desastres, perdas, violncia, terrorismo) Grande aumento entre crianas e adolescentes Varia amplamente entre faixas etrias, sexo e profisses, tamanho da cidade e faixa de renda Slide 14 Estresse e as mulheres Estresse duas vezes mais comum em mulheres do que em homens: Estudo francs: 20,8% de alto estresse entre mulheres de 30 a 39 anos de idade, versus 2% para homens da mesma idade Mulheres reagem de forma diferente dos homens ao estresse Mulheres so mais vulnerveis ao estresse e tm mais depresso, ansiedade e fobias como conseqncias (3 a 4 vezes mais do que homens) Slide 15 Voc estressada? 1. Sim, muito estressada, sou ansiosa e reajo mal e por muito tempo s coisas que me afetam negativamente 2. Me estresso bastante no dia a dia, mas os efeitos passam logo 3. Nada de anormal, apenas os estresses cotidianos, que me afetam pouco 4. No sou estressada, levo a vida numa boa Slide 16 A escala do estresse Estresse moderado 70-75% Hipoestresse 2-3% Estresse alto 10-25% Slide 17 Sintomas psquicos do estresse Irritabilidade, raiva Reaes emocionais negativas desproporcionais causa Choro fcil, vontade de sumir Fadiga crnica, cansa-se facilmente Insnia, acorda cansada Memria e concentrao afetadas Slide 18 Sintomas fsicos do estresse Dores de cabea freqentes Tenso e dores musculares Boca seca, mos frias Opresso cardaca, taquicardia Sintomas gastrointestinais (acidez, refluxo, lcera, constipao) Infeces e viroses freqentes Slide 19 O que causa o estresse ? Slide 20 Amor e trabalho so os pilares da nossa humanidade Sigmund Freud Slide 21 O estresse uma resposta normal do organismo... Faz parte da nossa herana biolgica... E essencial para a nossa sobrevivncia Slide 22 As Causas do Estresse Ameaa Agresso Dor Ameaa Agresso Dor Slide 23 Reao de Luta ou Fuga Secreo de hormnios (adrenalina, cortisol) Contrao dos vasos sanguineos da pele Dilatao dos vasos sanguineos dos msculos Taquicardia Aumento da respirao Dilatao das pupilas Piloereco Slide 24 Estresses na vida urbana Slide 25 Os elos da cadeia do estresse Estressor Resposta Vulnerabilidade Aes Padro de resposta Slide 26 Fases do estresse Alerta Resistncia Exausto Perigo! Slide 27 As Causas do Estresse Presso Controle Presso Controle Slide 28 Presso versus controle Baixo estresse Ativo Passivo Alto estresse Baixa Alta PRESSO Baixo Alto CONTROLE Slide 29 As Causas do Estresse Mudana Mudana Slide 30 Mudanas ruins causam estresse... Morte do cnjugue100 Separao conjugal 73 Priso 65 Morte de parente prximo 63 Doena crnica ou prolongada 53 Perda do emprego 47 Doena em famlia 44 Dificuldades sexuais 39 Slide 31 Mas mudanas boas tambm! Casamento 50 Aposentadoria 45 Gravidez 44 Nascimento de um filho 43 Aumento de salrio 38 Novo emprego 36 Promoo no emprego 29 Frias 13 Slide 32 Conseqncias do estresse crnico Destruio neuronal extensa Ansiedade e fobias Sndrome do pnico Depresso Hipertenso Cardiopatia Doenas somatiformes Slide 33 O crculo vicioso Estresse Depresso Leso cerebral Slide 34 As Causas do Estresse Incerteza Medo Slide 35 Outro crculo vicioso Estresse Ansiedade Depresso Slide 36 Os companheiros do estresse Ansiedade (nsia): preocupao + medo + expectativa negativa Angstia (do alemo angst: medo indefinido) Fobia (do grego phobos, medo) Slide 37 Como evitar o estresse Estressor Resposta Vulnerabilidade Aes Padro de resposta XXX Slide 38 Estresse e as mulheres Slide 39 Qumica cerebral sinapse Neurotransmissores envolvidos nas emoes Serotonina Dopamina Noradrenalina Endorfina Slide 40 Maiores Causas de Estresse na Mulher Mudanas hormonais (menstruao e menopausa) e seus efeitos sobre as emoes Conflitos entre o trabalho e os cuidados com filhos menores Dupla jornada: carga alta de responsabilidade na gesto emocional e educacional familiar Conflitos conjugais e familiares Slide 41 Ciclo Menstrual Slide 42 Personalidade e Estresse Personalidade tipo A (dominante): impacincia, velocidade, agressividade Personalidade tipo D (distmica): mau humor, irritabilidade, pessimismo, negativismo Slide 43 Estresse, depresso e libido feminino Maior sensibilidade s flutuaes hormonais Hormnios mais importantes: Testosterona Oxitocina Maior vulnerabilidade a fatores de relacionamento e auto-estima Slide 44 Estresse na menstruao Mudanas fsicas e psicolgicas que antecedem e acompanham a menstruao Aumenta muito a susceptibilidade com a queda de hormnios sexuais Sndrome da tenso premenstrual (TPM) Sndrome da disforia menstrual (SDM) Slide 45 Preveno do estresse na menstruao Evitar determinados alimentos e excitantes (cafena, nicotina, etc.) Tratamento do edema com diurtico Tratamento farmacolgico da irritabilidade e das flutuaes do humor Terapia cognitiva comportamental Terapia hormonal com anticoncepcional hormonal trifsico ou implante hormonal Slide 46 TPM e SDM Maior labilidade emocional Episdios de irritabilidade e agressividade Depresso Edema corporal (abdmen, seios, crebro) Sensao de mal estar, cefalia, nusea Queda no libido Slide 47 Estresse e a crise da menopausa Desconforto fsico causado pelos sintomas Alteraes na aparncia fsica e na auto- estima Alteraes no padro de sono Alteraes na vida sexual e marital Flutuaes buscas de humor e afeto Sndrome do ninho vazio Depresso Slide 48 Preveno do estresse na menopausa Dieta e nutrio mais saudveis e regulares Aconselhamento psicolgico e mdico frequentes Fazer exerccios fsicos Balancear melhor trabalho e lazer, adotar um passatempo relaxante, realizar trabalhos sociais Tomar suplementos vitamnicos e minerais Tratamento farmacolgico dos distrbios de humor e do sono Terapia de reposio hormonal Slide 49 A plula da felicidade Descoberta dos antidepressivos do tipo Prozac (fluoxetina) Diminui as preocupaes normais da vida e a ansiedade reativa Aumenta o bom humor e as emoes positivas Diminui a vulnerabilidade ao stress Slide 50 Estresse e o crebro

Recommended

View more >