Edio nmero 1497 - 17 de julho de 2012

  • Published on
    27-Mar-2016

  • View
    232

  • Download
    1

DESCRIPTION

Edio Digital - Jornal Tribuna Independente - TribunaHoje.com

Transcript

  • TERA-FEIRA MACEI - ALAGOAS - 17 DE JULHO DE 2012 - N 1497 - R$ 1,50 tribunahoje.com

    A Operao Lei Seca apre-endeu na ltima semana 25 veculos - todos recolhidos ao ptio do Detran -, autuou 105 condutores e recolheu 34 CNHs. Na grande maio-ria dos casos, as apreenses ocorreram por negativa do motorista em fazer o teste do bafmetro. Os veculos recolhidos estavam com problemas na documen-tao ou impostos e taxas em atraso. A operao faz parte do plano de seguran-a Brasil Mais Seguro e ter continuidade. A assessoria dos rgos envolvidos no informou, no entanto, se houve revista de veculos em busca de armas e drogas. 11

    A delegada Maria Angeli-ta Romeiro, de Combate a Roubo a Banco, descartou ontem qualquer ligao en-tre os assaltos que vm ocor-rendo a bancos em Alagoas

    e o perodo eleitoral. Essa conexo foi sugerida por sindicatos de trabalhdores em bancos e por dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 11

    Muitos motoristas foram pegos de surpresa ontem com as modificaes de trnsito em diversas ruas dos bairros do Poo e Ja-ragu. Em algumas ruas, com sinalizao incom-pleta, houve choque entre veculos. A reportagem da

    Tribuna Independente flagrou uma dessas situa-es no cruzamento entre as ruas S e Albuquerque e Desembargador Paulo Rocha. Tcnicos da SMTT disseram que as mudanas foram anunciadas em fai-xas fixadas nessas ruas. 12

    SEM CONEXO

    Delegada descarta ligao entre assaltos a banco e perodo eleitoral

    POLICIAIS e agentes de trnsito bloquearam a rua para fazer testes de bafmetro e verificar documentao dos veculos

    MOTORISTAS se confundiram com as mudanas e bateram

    VILELA E LUIZ OTVIO conheceram como funciona o Porto de Navegantes, em Santa Cata-

    ADAILSON CALHEIROS

    SANDRO LIMA

    EXEMPLAR DOASSINANTE

    NOVO LINOAcusado por 40 crimes, Soares tenta o retornoO ex-prefeito do municpio de Novo Lino, Lula Soares, que acusado de cometer mais de 40 homicdios em Alagoas e Pernambuco, quer por fim ao seu dia-a-dia de foragido da polcia. Ele tenta conseguir um habeas corpus do Tribunal de Jus-tia de Alagoas para poder voltar vida pblica. O pedi-do de liberdade est sendo analisado pelo desembar-gador Otvio Praxedes. O advogado do ex-poltico, Welton Roberto, v irregula-ridades na demora do caso, onde Soares tem priso decretada pela Justia em 2001 e ainda no h previ-so para julgamento. Pg. 4

    POO E JARAGU

    Mudana de trnsito acaba gerando tumulto e batidas entre veculos

    PENEDO

    Ministrio Pblico pede impugnao de 13 candidatosO Ministrio Pblico Esta-dual (MPE) na cidade de Penedo ajuizou 13 aes de impugnao de registros de candidaturas contra um candidato a prefeito e doze a vereador do municpio. Oito pedidos foram por uso de nomes ou expresses que associam as candidaturas a rgos ou servios pblicos, como Carlos da Educao, Cassia Agente de Sade, Henrique do Esporte, Ednal-do da Cooperativa, Claudio do Bolsa Famlia, Marcos Unimed, Zefa da Cohab, Neide do Conselho, Messias da UE, dentre outros. A ao ser julgada pela Justia Eleitoral. Pg. 5

    ARAPIRACA

    Polcia Ambiental apreende mais de 400 pssarosMais de 400 pssaros silves-tres foram apreendidos ontem por policiais do Batalho Ambiental na feira livre de Arapiraca. Os comerciantes fugiram antes da chegada dos policiais. As gaiolas foram des-trudas e os pssaros encami-nhados ao Ibama. Pg. 10

    ASSALTOMais um hospital alvo de ao de homens armados Mais uma unidade hospitalar foi alvo da ao de bandidos em Macei. Dessa vez foi o Hospital de Olhos Santa Lu-zia, no bairro Gruta de Lour-des. Dois homens renderam o vigilante, levaram sua arma e uma motocicleta que estava no estacionamento. Pg. 11

    EM ESTUDOSGoverno planeja implantar novo porto em AlagoasO governador Teotonio Vilela e o secretrio do Planejamento, Luiz Otvio, foram ao terminal porturio da cidade de Nave-gantes, e a sede da Cermica Portobello, em Tijucas, Santa Catarina, para nortear o plane-jamento de implantao de um novo porto em Alagoas. Pg. 5

    BRASIL Acidente automobilstico em Gois mata trs alagoanos que trabalhavam em usina 7

    POUPANA: 0,5000%

    DLAR COMERCIALR$ 2,03 R$ 2,03

    DOLAR PARALELOR$ 2,09 R$ 2,18

    OURO:R$ 103,80

    Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas

    em reas isoladas

    02:28 1.908:51 0.414:53 1.920:58 0.5

    Mnima

    20Mxima

    29

    Mars

    FINANAS

    TEMPO

    Operao Lei Seca recolhe 34 CNHs e apreende 25 veculos

  • PolticaSabatina s deve acontecer em agosto, em virtude do recesso da Assembleia

    A nova derrota da Assembleia Legislativa do Estado s deve ser pauta no plenrio em agosto. que o parlamento se encontra em recesso, iniciando as atividades no dia 1. A Tribuna Independente tentou contato com o deputado estadual e presidente da Casa, Fer-nando Toledo, para saber se j existe um prazo - aps recebido o ofcio - para a realizao da sabatina. Mas, no conseguiu xito. O celular se encontrava fora de rea de cobertura ou desligado.

    SANDRO LIMA

    Ricardo Schneider: A manifestao da PGE importante

    VITRIA

    Procurador geral do MPC comemora deciso do governador

    O procurador-geral do Estado, Marcelo Teixeira, reconhece que no h ne-nhuma deciso judicial que suspenda o cumprimento do Acrdo.

    Urge que se lhe d efe-tividade na forma indicada pela Procuradoria Judicial desta PGE, a saber: a) que se proceda conforme manda a Constituio Estadual, Art. 95 e seguintes e b) acatan-do o Acrdo mencionado, assente, ainda, na indicao da egrgia Corte de Contas estadual, referente esco-lha efetuada para o cargo de Conselheiro, em membro do Ministrio Pblico Especial, remeta-se ao ilustrado Poder Legislativo para o comple-mento das medidas constitu-cionais de sua competncia. Desta forma, vo os autos Secretaria do Gabinete Civil para os fins que lhes so pr-prios.

    Com isto, o governador Teotonio Vilela tem amplo aparo para o ato. O fato foi comemorado pelo procura-dor-geral do MP de Contas, Ricardo Schneider, e demais procuradores.

    Segundo Schneider, no despacho, a PGE destaca que a ALE ajuizou recla-mao, mas que at agora no h deciso judicial a impedir que se cumpra o acrdo do TJ. Os procura-dores afirmam que dado cumprimento Constituio Estadual ao se enviar o pro-cesso de nomeao de Gusta-vo Henrique Santos Casa de Tavares Bastos.

    O parlamento ainda aguarda a deciso final do

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012POLTICA2 TribunaIndependente

    Supremo Tribunal Federal a respeito do assunto. Po-rm, os procuradores do MP de Contas esperam que isto no seja motivo para adiar a deciso: O MP conta com o cumprimento por parte da Assembleia da deciso do Tribunal de Justia do Esta-do de Alagoas.

    Schneider diz que im-

    portante que o cargo venha a ser preenchido o mais rpido possvel, visto que a Corte de Contas vem trabalhan-do desfalcado de um titular, tendo na cadeira um conse-lheiro substituto. Importan-te a manifestao da PGE favorvel ao rgo e acolhida pelo governador Teotonio Vi-lela, finaliza. (L.V)

    TC: procurador ser sabatinado na ALEGovernador Teotonio Vilela recebe orientao da PGE para encaminhar nome de Gustavo Santos Assembleia

    DIVULGAO

    De acordo com o rito, Gustavo Santos ser sabatinado e posteriormente deve ser nomeado por Vilela

    SEM PROBLEMAS

    Vilela est respaldado por Procuradoria

    Para Marcelo Teixeira, procurador-geral do Estado, como o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou a li-minar que pedia a suspen-so dos efeitos do acrdo do Tribunal de Justia do Estado, o governador Teo-tonio Vilela pode seguir com o trmite sem maiores pro-blemas, pois vale a deciso local.

    O Supremo - entretan-to - ainda no fez a anlise do mrito, o que pode acar-retar em alterao quanto a cadeira de conselheiro. Mas, de acordo com o procurador--geral, Ricardo Schneider, o MP de Contas segue con-fiante quanto a deciso do STF.

    Schneider explica ainda que na apreciao do mri-to, a Associao Nacional do Ministrio Pblico de Con-tas (Ampcon), que entrou com o mandado de seguran-a logo no incio do processo para garantir a vaga do r-go, deve ser ouvida pelos ministros.

    Vilela sempre frisou que quanto ao cargo de conse-lheiro sempre esperaria para nomear conforme as decises judiciais. O chefe do Executivo ressaltou que vai cumprir a lei.

    ENCAMINHAMENTOA Procuradoria Geral do

    Estado exps para o gover-nador que diante do atual quadro nada impedia que fosse dado cumprimento ao rito previsto pelo artigo 95 e consectrios da Carta Po-ltica Estadual, que cuida da escolha do conselheiro do Tribunal de Contas. (L.V)

    LUIS VILARREPRTER

    O Ministrio Pblico de Contas se encon-tra a um passo de ter seu primeiro membro - de-pois de 24 anos - sentado em uma das sete cadeiras de conselheiro do Tribu-nal de Contas do Estado de Alagoas. O governador Teo-tonio Vilela Filho (PSDB) encaminhou - na manh de ontem, dia 16 - um ofcio Assembleia Legislativa do Estado com o nome do pro-curador Gustavo Henrique Santos para que fosse dado incio ao rito processual que culmina com a nomeao.

    Pela Constituio Esta-dual, Gustavo Santos ser sabatinado pelos deputados estaduais e - em seguida - seu nome ser encaminhado novamente para o governa-dor, para a devida nomea-o.

    A no ser que o parla-mento estadual compre a briga reprovando o pro-curador. O MP de Contas acredita no tranquilo trmi-te at a nomeao, apenas cobra celeridade diante da espera que se arrasta desde a aposentadoria do ex-con-selheiro Isnaldo Bulhes.

    A nomeao do procu-rador a segunda derrota

    consecutiva do presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Toledo (PSDB), na busca pelo cargo. Na primeira vez que entrou na disputa, Toledo perdeu na Justia para os auditores. Agora, a briga judicial com os procuradores, mas com to-

    tal vantagem - nas recentes decises - para o procurador Gustavo Henrique dos San-tos.

    Quanto ao rito processual para a nomeao teve incio com a Procuradoria Geral do Estado. Ao analisar o caso - com base na recente deciso

    ESPLANADALEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

    Nmero assustador

    O novo fantasma que est assombrando a Esplanada, em Braslia, identificado por um conjunto de cinco nmeros: 12.683. Vem a ser a nova lei contra a lavagem, que permite a rpida alienao de valores e bens no declarados colocados em nome de laranjas. Est todo mundo de cabelo em p, diz o autor do projeto que originou a lei, senador Antnio Carlos Valadares (PSB-SE). Ele estima em cerca de 30 bilhes de dlares o volume movimentado anualmente no Brasil pela reciclagem. A corrupo o principal pilar de sustentao do crime organizado.

    Di bolsoValadares diz que a 12.683 a ferramenta institucional para o pas fazer, finalmente, o enfrentamento ao crime organizado e aos desvios de dinheiro pblico, apertando o dodi da malandragem: o bolso.

    Os primeiros alvosO ex-presidente da Valec, Jos Francisco das Neves, o Juquinha, foi o primeiro alvo, com perto de 20 milhes bloqueados. A famosa casa onde Carlinhos Cachoeira foi preso, em Goinia, tambm est na mira.

    Presso institucionalO senador Valadares elogia a coragem da presidente Dilma Roussef em san-cionar sem vetos a nova lei, resultado, segundo ele, do apoio de instituies como Polcia Federal, Ministrio Pblico Federal, Receita, OAB e outros rgos de controle.

    Revolta contra os jurosO PDT est puxando a rebelio contra a alta taxa de juros internos e a sangria nas reservas com o pagamento de 200 bilhes de dlares, no ano passado, para rolar a dvida externa. Indignado, o deputado Giovanni Queiroz (PA) diz que com metade dessa dinheirama possvel construir uma malha rodoviria federal de 50 mil quilmetros e todos os portos e aeroportos do pas.

    Educao, sade e habitaoA outra metade, diz Queiroz, seria suficiente para dotar o Brasil de redes de educao e sade plenas e ainda atender toda a demanda nacional por habitao popular, construindo 4 milhes de casas. So as perdas internac-ionais, contra as quais Leonel Brizola tanto brigou em vida.

    AssaltoOs juros de 4,5% a 4,7% cobrados pela Caixa e Banco do Brasil no cheque especial ou no carto de crdito, nas palavras de Queiroz, caso de polcia. um crime contra o cidado. um crime de usura porque, em qualquer pas do mundo existe uma lei que penaliza quem explora o cidado.

    Imigrao e terrorismoA Polcia Federal instala esta semana a primeira adidncia na Espanha. Entre as principais tarefas esto a soluo dos conflitos de imigrao e a cooperao na preveno contra eventuais atentados terroristas na Copa de 2014.

    Desafio cavalarA presidente do TSE, ministra Crmen Lcia definiu como prioridade a apli-cao da Lei da Ficha Limpa nas eleies deste ano. Na mira esto dezenas de candidaturas j registradas na justia eleitoral.

    Primeiro a LDOQuem quiser sair de frias ter de fazer a lio de casa. Se no votarem hoje a Lei de Diretrizes Oramentrias (LDO) e duas MPs cuja vigncia est se exaurindo, os deputados podem dar adeus ao recesso.

    Apostando no inimigoO PDT de Porto Alegre est botando pilha no candidato do PT, Ado Vilaverde, na esperana de que ele derrube o favoritismo da comunista Ma-nuela D vila. Assim, fortaleceria seu candidato, o prefeito Jos Fortunati.

    RetomadaNos demais 495 municpios gachos, a guerra do PDT pela retomada dos espaos perdidos para o PT nas ltimas eleies. Os brizolistas esperam eleger 80 prefeitos e outros 80 vices-prefeitos.

    Defeco no ninhoO PSDB corre o risco de perder mais um deputado federal da sua bancada de trs parlamentares no Paran. Alm de Fernando Franceschini, Alfredo Kaefer deve ir para o recm-criado PEN (Partido Ecolgico Nacional).

    AlertaO sinal amarelo acendeu porque at as eleies Mesa Diretora da Cmara, em fevereiro de 2013, a bancada dos tucanos pode ficar com menos de 50 parlamentares, desta vez prejudicada pelas eleies de deputados federais para as prefeituras.

    CuriA Comisso da Verdade quer ouvir o coronel Sebastio Curi para tentar esclarecer definitivamente os acontecimentos relacionados a Guerrilha do Araguaia. Arquivo vivo da represso, Curi tem andado em zigue zague.

    Cad os corposNos depoimentos que deu ao seu bigrafo, o jornalista Leonncio Nossa, no livro Mata! Curi admite ter participado da execuo de guerrilheiros presos (41 no total), mas ainda faz mistrio sobre o paradeiro dos corpos.

    em relao Reclamao da Assembleia junto ao Supre-mo Tribunal Federal (STF) que pede a anulao da de-ciso do Tribunal de Justia local - o procurador-geral Marcelo Teixeira orientou o governador Teotonio Vilela Filho o envio da lista.

    Com Gilmar Correa e Marcos Seabrawww.colunaesplanada.com.brcontato@colunaesplanada.com.brTwitter @leandromazzini

  • REPRODUO

    Rogrio, Alves e Clia: disputa pela prefeitura de Arapiraca se equivale, em gastos, capital alagoana

    ARAPIRACA

    Patrimnio de Clia o maior no pleito

    DIVULGAR PRECISO

    MCCE lana site com dados sobre polticos

    Se na campanha eleito-ral o candidato Rogrio T-ofilo o campeo em limites de gastos de campanha, o contraditrio ocorre quando o assunto a declarao de bens.

    Neste contexto, a candi-data Clia Rocha assume o primeiro lugar. Em 2010, quando ela saiu para de-putada federal, seus bens estavam avaliados em R$ 260 mil. Este ano, seu pa-trimnio subiu para R$ 730.719.82, um aumento de

    mais de 470 mil. No quesito investimento

    em campanha, Clia usou R$ 2 milhes para a sua campanha para o Congresso Nacional.

    J Rogrio Tefilo ha-via declarado em 2010, ao tentar ser deputado, um patrimnio de R$ 143.189. Em 2012, o ex-secretrio do Executivo estadual divulgou que tem R$ 210 mil. No ano de 2006, ao sair para depu-tado federal, seu gasto de campanha foi de R$ 2,8 mi-

    lhes.ALVES O radialista Alves Cor-

    reia evoluiu timidamente seu patrimnio. No pleito eleitoral de 2010, quando tentou manter sua vaga na Assembleia Legislativa do Estado, Correia tinha R$ 12 mil declarados.

    Como candidato Pre-feitura de Arapiraca, ele divulgou que tem R$ 28 mil dividos em dois terrenos no prprio municpio.

    Ao almejar ser deputa-

    do estadual, Alves Correia apostou alto e investiu R$ 2 milhes na campanha.

    O valor trs vezes me-nor do que ele ostenta para tentar se eleito para o Exe-cutivo da segunda maior ci-dade de Alagoas.

    Todos os dados apresen-tados esto disponveis para a sociedade no site www. divulgacand2010.tse.jus.br. O sistema permite que o eleitorado tenha acesso s informaes de todos os can-didatos. (N.S)

    Com aluso Lei Com-plementar 135/2010, que criou a Ficha Limpa, o Mo-vimento de Combate Cor-rupo Eleitoral (MCCE) fez o lanamento oficial do seu site ontem, no auditrio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Ala-goas.

    Mais que um espao para a divulgao de informa-es, o portal reserva um local para que o internauta faa denncias de compra de votos e crimes de impro-

    bidade administrativa que geram o enquadramento na Ficha Limpa.

    Feito isto, o MCCE to-mar todas as providncias junto aos rgos competen-tes, a exemplo de Ministrio Pblico Estadual e Eleito-ral; Polcia Federal e Tribu-nal Regional Eleitoral.

    De acordo com o coorde-nador do Movimento, Ant-nio Fernando dos Santos, ao acessar o site, o eleitor pode conseguir saber quem so os polticos representados pela

    instituio, com acesso aos documentos encaminhados ao Ministrio Pblico.

    No estamos aqui para fazer poltica para um e outro. Quem est respon-dendo por crime de impro-bidade administrativa, ns estaremos representando na Justia. O MCCE exige uma eleio transparente e honesta. Nada de compra de votos que apenas lesam o eleitor durante quatro anos, avalia o coordenador.

    Fernando faz um alerta

    para o eleitorado que ainda no est ciente que o crime de compra de votos s lhe trar danos.

    Vamos supor que um eleitor venda seu voto por R$ 50 na vspera do pleito. Divida isso por quatro anos, que iremos chegar a mseros R$ 0,003 centavos por ms. isso que o cidado quer para a sua vida? Acredito que no, sustenta.

    Quem quiser acessar o site basta digitar: www.ala-goasfichalimpa.com. (N.S)

    Tefilo quem mais vai gastar em Arapiraca Ex-secretrio estadual prev R$ 10 milhes em gastos para ser prefeitoNIGEL SANTANAREPRTER

    Alm de concorrida, a eleio em Arapi-raca, segundo maior colgio eleitoral de Alagoas tambm ser cara. Somente trs candidatos vo investir exatamente R$ 14,5 milhes na campanhas eleitorais.

    Dados do DivulgaCand, sistema do Tribunal Su-perior Eleitoral (TSE) que publica os registros dos can-didatos, quem ir gastar mais no municpio Rogrio Tefilo (PSDB), com R$ 10 milhes. As cifras se igua-lam candidatura do depu-tado federal Rui Palmeira (PSDB) em Macei. Tefilo ex-secretrio estadual de Educao e Articulao Pol-tica, alm de vice-prefeito de Arapiraca.

    Em segundo lugar, apa-rece Clia Rocha (PTB), de-putada federal. Sua tenta-tiva de voltar a comandar o municpio pela terceira vez vai lhe custar R$ 4 milhes. A deputada conta com o apoio do atual prefeito, Lu-ciano Barbosa (PMDB), que indicou o vice, Yale Fernan-des para compor a chapa.

    Dos trs que registraram candidaturas, o radialista Alves Correia (PTdoB) uti-lizar R$ 500 mil para con-

    MACEIFleming tem agenda corrida nesta teraAs assessorias dos candida-tos Jeferson Morais (DEM), Nadja Baa (PPS) e Alexandre Fleming (PSOL) divulgam suas agendas com periodici-dade. O candidato do PSOL, por exemplo, tem reunio hoje pela manh e tarde com dois vereadores do partido. Ainda no turno vespertino, Fleming se rene com a direo do PSTU. Logo mais noite, haver um encontro com artistas locais para debater a cultura em Macei. At o fechamento desta edio, Nadja Baa no havia encami-

    CANDIDATOSAgendas no esto sendo divulgadasAs agendas com os compro-missos polticos dos candidatos a prefeito de Macei, Ronaldo Lessa (PDT), Rosinha da Adefal (PTdoB), Rui Palmeira (PSDB), Galba Novaes (PRB) e Srgio Cabral Barbosa (PPL) raramen-te ou quase nunca chegam aos e-mails. Mesmo solicitando, nada ainda foi divulgado pelos postulantes sucesso do prefeito Ccero Almeida (PP). Sabe-se que as campanhas j iniciaram e at o momento nada foi encaminhado. As assessorias ainda no se pronunciaram.

    Atalho para o paraso

    Com a posse do empresrio Wilder de Morais, do DEM/Gois, em lugar do cassado Demstenes Torres, o Senado passa a contar com 16 suplentes no exerccio do mandato. H cinco substituindo titulares que esto ocupando ministrios no governo de Dilma Rousseff e um afastado para ser secretrio estadual, como o caso de Joo Alberto, no Maranho. Existem sete substi-tuindo os que renunciaram para no ser cassados outros seis que deixaram para assumir governos estaduais ou cargo de conselheiro no Tribunal de Contas (Marisa Serrano, no Mato Grosso do Sul). Dois esto substituindo senadores que morreram (Itamar Franco e Eliseu Resende) e, agora, so dois os que ocupam vagas de sena-dores cassados (Expedito Jnior, que perdeu mandato por deciso da Justia Eleitoral, e Demstenes Torres, cassado pelos colegas). Valdir Raupp, presidente nacional do PMDB, deve se afastar por quatro meses por conta da campanha. A, sero 17 os que estaro exercendo mandato de Senador da Repblica sem terem tido um voto sequer, apenas pela condio de suplente. Ser eleito para o Senado tido como o mesmo que entrar no paraso da poltica brasileira. Chegar l sem voto, melhor ainda.

    Festa dupla Audlio Dantas, alagoano de Tanque DArca, completou 80 anos em 8 de julho. A comemorao ser hoje, s 19 horas, no Jacar Grill, em So Paulo, com o lanamento de mais um livro seu: Tempo de reportagem. Alm de escritor, Audlio Dantas jornalista, tendo sido presidente da Federao Nacional dos Jornalistas, e foi deputado federal pelo PMDB de So Paulo, onde est radicado h vrios anos.

    O hojeA pesquisa realizada pelo Gape, divulgada domingo, na Gazeta de Alagoas, confirma o que outras avaliaes, para consumo interno, haviam detectado: no momento h empate tcnico na disputa pela Pre-feitura de Macei. Esto frente, pela ordem, Ronaldo Lessa (PDT), Rui Palmeira (PSDB) e Jeferson Morais (DEM).

    Negativo Os nmeros do Gape revelam tambm, assim como as outras pes-quisas, que Ronaldo Lessa o campeo de rejeio, muito frente dos demais concorrentes. Esse um dos grandes problemas a serem resolvidos pela campanha do ex-governador. Principalmente porque na disputa de cargo majoritrio um ndice alto de rejeio pode ser fatal.

    RealidadePor mais que as declaraes pblicas procurem demonstrar o contrrio, h um clima de frustrao e desesperana entre os que defendem a in-stalao do Estaleiro Eisa. O empresrio German Efromovich, do Grupo Synergy, no admite investir mais recursos num projeto para implantar o empreendimento em outra rea, como quer o Ibama.

    PerfilDesde o incio do processo de implantao do Estaleiro Eisa em Alagoas que Joo Caldas, de novo no mandato de deputado federal, advertiu que German Efromovich no pretendia arriscar dinheiro. Ele judeu, costuma dizer Joo Caldas, argumentando que o empresrio valoriza o dinheiro e no iria participar de operao de alto risco.

    PrioridadeHoje, s 14 horas, a CUT e outras entidades de trabalhadores vo fazer ato pblico, no Calado do Comrcio, em frente ao antigo Produban. Pretendem lembrar os 15 anos do afastamento de Divaldo Suruagy do governo em meio a forte presso popular. Poderiam ter feito algo pare-cido, em favor da implantao do Estaleiro Eisa em Alagoas.

    Esperana Mais uma vez, agora no bairro do Poo, a SMTT promove mudanas no trnsito sem a devida orientao aos motoristas. Os transtornos causados aumentam a dificuldade para quem dirige carro em Macei e tambm para os usurios de nibus. Quem sabe, como de outras vezes, com o tempo as modificaes realizadas deem resultados satisfatrios.

    templar toda a sua campa-nha eleitoral na cidade.

    Correia sempre foi con-siderado um timo vice por causa do seu bom relaciona-mento com o eleitorado de Arapiraca, justamente por causa de seu programa de rdio.

    Ao preferir sair com uma chapa puro-sangue para este pleito, o homem da banda derrubada, como conhe-cido, tenta seguir bem nas pesquisas.

    VEREADORESA corrida eleitoral ser

    intensa tambm para a C-

    mara de Vereadores de Ara-piraca. So 15 vagas, e na disputa, 163 postulantes ao cargo. As campanhas de fato ainda no comearam no municpio. Paulatinamente, os candidatos vo saindo s ruas para pedir os votos dos eleitores.

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012 POLTICA 3TribunaIndependente

    * A Associao dos Procuradores do Estado de Alagoas completa 30 anos de fundao na prxima 6 feira, 20 de julho. A data ser celebrada com uma Jornada de Estudos Jurdicos, das 9 s 18 horas, no auditrio da PGE/AL. Informaes: 3221.7293.

    * A Secretaria de Estado de Promoo da Paz prorrogou, at 30 de julho, as inscries para o Curso de Preveno do Uso de Drogas nas Escolas. O curso integra as atividades do Plano Nacional de Combate s Drogas. Inscries: www.paz.al.gov.br.

    * Como acontece s 3as feiras, hoje tem programao do Cine Misa, a partir das 19 horas, no Museu da Imagem e do Som, na Rua S e Albu-querque. Em cartaz, hoje, O rap do Pequeno Prncipe contra as almas sebosas, de Paulo Caldas e Marcelo Luna.

    * Renato Teixeira e Xangai so atraes de hoje, do Festival de Inverno de Garanhuns, a 170 quilmetros de Macei. Depois de amanh, Er-asmo Carlos festeja no evento os 50 anos de carreira. Informaes:www.fig.com.br.

    * O CSA se deu bem em Souza, pela Srie D, empatando em 0x0. Na Srie B, o CRB ganhou bem do Ava (2x0) e hoje, s 19h30, tenta a primeira vitria fora, contra o Boa Esporte, em Varginha (MG). O ASA, em Arapiraca, tem de ganhar do Vitria.

    Poltica requer que se tome par-tido, que se tome posio. Tem de dizer se est certo ou est errado.FERNANDO HENRIQUE CARDOSOEx-presidente da Repblica e ainda o maior expo-ente poltico do PSDB, em entrevista revista Veja, na seo Pginas Amarelas

  • DIVULGAO

    Julliany Machado tem novo recurso negado na Justia estadual

    Traipu: Justia mantm vice-prefeita afastadaPresidente do TJ/AL nega recurso para Julliany Machado voltar prefeituraVICTOR AVNERREPRTER

    A vice-prefeita de Trai-pu, Julliany Macha-do (PTB), continua afastada do cargo. A deciso do desembargador Sebastio Costa Filho, presidente do Tribunal de Justia do Es-tado de Alagoas (TJ/AL). O magistrado negou um recur-so da vice-prefeita para sus-pender seus afastamentos.

    Julliany j havia tentado reassumir a prefeitura no comeo de julho, no planto judicirio. Seus advogados tentavam cassar a liminar assinada pelo juiz Maurcio Breda no fim de maio deter-minando seu afastamento. Mas o pedido foi negado por Costa Filho.

    Dessa vez, a defesa que-ria que o desembargador--presidente do TJ/AL recon-siderasse sua deciso. Mas o magistrado manteve a sen-tena negando o retorno de Julliany prefeitura. Costa Filho ainda lembrou que no h possibilidade de novos re-cursos contra sua deciso.

    A deciso atacada, por-tanto, s passvel de revi-so quando da apreciao definitiva do incidente, ex-plicou. Em outras palavras, o desembargador afirma que o afastamento s poder ser suspenso quando o juiz Mau-rcio Breda julgar a ao contra Julliany e Marcos Santos.

    BOATARIANo municpio, h ru-

    mores de que Julliany vai reassumir a prefeitura. A informao teria surgido h cerca de 15 dias, durante a conveno do PTB no muni-cpio. Na ocasio, o senador Fernando Collor (PTB) principal aliado poltico de Marcos Santos teria pro-metido o fim do afastamento da vice-prefeita.

    A medida seria obtida por meio de uma deciso do Superior Tribunal de Justi-a (STJ). Julliany impetrou recurso no rgo na semana passada. O pedido est sob a responsabilidade do mi-nistro Ari Pargendler, presi-dente da Corte. No h pre-viso para o julgamento.

    CARMEM LCIATSE preocupado com pleito em AlagoasA presidente do Tribunal Su-perior Eleitoral (TSE), ministra Crmen Lcia, chega hoje em Macei. A magistrada vem ao Estado participar de uma reunio com a cpula da Justia Eleitoral, alm de promotores e juzes. O assunto o pleito de outubro com direito a encon-tro tambm com o governador e o presidente do Tribunal de Justia. A vinda da ministra ao Estado havia sido antecipada pelo juiz Pedro Ivens, presiden-te da Associao Alagoana de Magistrados (Almagis).

    ASSIM NO DManso d dura em defesa de CabeleiraO desembagador Orlando Man-so negou pedido da defesa do prefeito Lula Cabeleira, de Del-miro Gouveia, para que o ma-gistrado produzisse um relatrio sobre denncia de homicdio contra o gestor que tramita no TJ. Se a moda pega, ningum vai ter mais tempo de trabalhar aqui, porque vai consumir todo o horrio de trabalho fazendo relatrios particulares para os advogados a todo tempo que isso for requerido, reclamou o magistrado. O advogado de Lula Cabeleira Nabor Bulhes.

    At tu, Brutus?

    Quem diria. O Tribunal de Contas da Unio (TCU) iden-tificou indcios de superfaturamento de mais de R$ 2,6 milhes nos Jogos Mundiais Militares 2011, que aconte-ceram no Rio de Janeiro. Foram detectadas irregularidades no aluguel do mobilirio destinado s trs vilas olmpicas cons-trudas para hospedar atletas e outros participantes. Quatro militares do Comit Organizador foram responsabilizados pelo superfaturamento, que se caracterizou quando o Comit decidiu alugar o mobilirio camas, varais, bebedouros, cestos de lixo, travesseiros etc. em vez de compr-lo. O TCU passou a analisar com mais ateno as mudanas do contrato, que era de R$ 9,8 milhes, mas foi revisto para R$ 8,7 milhes porque nem todos os itens foram fornecidos. Se o comit tivesse optado pela compra dos mesmos produtos, o gasto seria de R$ 6,4 milhes. No relatrio do TCU esto detalhadas as irregularidades. Foram alugados 1.206 cestas de lixo com capacidade para 20 litros, sendo pago R$ 50 por unidade, quando havia uma oferta para compr-las por R$ 15,66 cada. No caso dos bebedouros, 95 deles foram alugados por R$ 640 cada, quando podiam ser adquiridos por R$ 401,90 a unidade. O varal de roupa foi alugado por R$ 99,62, sendo que poderia ter sido comprado por R$ 48,29. O aluguel de travesseiros antialr-gicos saiu a R$ 25 a unidade, e poderia ter sido comprado a R$ 9,99 cada um. Por cada ferro de passar roupa, o Comit pagou um aluguel de R$ 100, mas o preo de compra era de R$ 34,59.

    Apoio federalA Secretria Nacional de Segurana Pblica, Regina Miki, reafirmou que o Ministrio da Justia est confiante na implantao com xito do Plano Nacional de Segurana em Alagoas. Ela manteve contato com agentes de segurana do Estado por meio da Rede Nacional de Educao a Distn-cia, e destacou os avanos obtidos no combate violncia em Alagoas. E reafirmou o investimento de R$ 25 milhes para aquisio de maletas de percia, raios X, cromatgrafos, luzes

    forenses e outros equipamentos que ajudem a fortalecer a produo de provas. Disse ainda que peritos da Fora Nacional sero enviados para Alagoas, onde atuaro conjuntamente com a percia do Estado, visando agilizar os processos de investigao, enquanto novos concursados no ingressam nos quadros.

    Crimes eletrnicosA cada dia, cerca de 77 mil brasileiros so vtimas de algum tipo de crime virtual, segundo relatrio da empresa especializada em segurana de computadores Symantec-Norton. Em 2011 mais de 80% dos usurios adultos da internet no Brasil foram vtimas de crimes cibernticos, como invaso de perfis em redes sociais e vrus. O prejuzo chega a 60 bi-lhes de dlares no Pas, e no mundo de US$ 388 bilhes. O relatrio garante que de cada dez internautas, oito disseram ter sofridos golpes on-line. Ainda de acordo com o relatrio, as fraudes mais comuns so invaso de conta corrente, vendas sem a entrega da compra, produtos adquiridos com defeito, links que corrompem o computador e xingamen-tos nas redes sociais.

    Mudana de prdioA Secretaria do Estado da Educao e Esporte iniciou ontem a trans-ferncia de suas atividades para o Centro Educacional de Pesquisas Aplicadas (Cepa) no bairro do Farol. A mudana ser gradativa e o servio de atendimento ao pblico continuar, por enquanto, da sede da Secretaria, na Rua Baro de Alagoas, no Centro. Ontem foi transferido o gabinete do secretrio Adriano Soares, que a partir de agora vai despa-char no prdio da Superintendncia de Educao Profissional e Tecno-lgica, em frente Escola Maria Jos Loureiro, A mudana acontece em decorrncia do projeto de revitalizao do prdio-sede da Secretaria.

    Consumo de cocaO Brasil recebe 60% de toda a cocana produzida na Bolvia e por isso mesmo precisa se envolver mais diretamente no combate ao trfico internacional. A afirmao do encarregado de negcios dos Estados Unidos em La Paz, John Creamer. Segundo ele, a droga produzida na Bolvia fica toda a Amrica Latina (alm do Brasil, o Chile e a Argentina consomem 20% cada um). Os Estados Unidos so abastecidos pela Colmbia (95%). Dos 60% da droga encaminhados ao Brasil, a metade consumida por aqui e o restante segue para a Europa. Segundo as Naes Unidas a produo de cocana da Bolvia de 115 toneladas por ano.

    Concurso da AlgsTerminam na prxima sexta-feira, dia 20, as inscries para quem quiser participar do concurso pblico da Algs, a distribuidora de gs natural em Alagoas. O edital estabelece a formao de cadastro reserva para 20 cargos de nvel mdio e superior. A jornada de trabalho de 40 horas semanais e os salrios variam entre R$ 1.811,59 e R$ 4.753,32. As ins-cries so realizadas exclusivamente no site da Comisso Permanente do Vestibular (Copeve). As provas esto marcadas para acontecer no dia 26 de agosto.

    Bebidas para menoresA 28 Vara da Infncia e da Juventude resolveu apertar o cerco aos es-tabelecimentos suspeitos de vender bebidas alcolicas a menores. Com o apoio de policiais do Batalho de Polcia de Eventos, uma trabalho de fiscalizao foi realizado no final de semana, nos bairros de Santa Lcia, Bebedouro e Ch da Jaqueira. Alguns estabelecimentos chegaram a ser fechados e uma mulher foi detida por abandono de incapaz, e um homem de 40 anos foi levado Central de Polcia por estar armado com um revlver calibre 38 e portar uma carteira falsa de agente penitenci-rio.

    A Secretaria de Promoo da Paz prorrogou as inscries para o Cur-so de Preveno ao Uso de Drogas nas Escolas, que destinado aos professores da rede pblica de ensino.

    Os educadores interessados tm agora at o dia 30 de julho para inscrever-se no site www.paz.al.gov.br. O curso ser ministrado pelo sis-tema a distncia e faz parte do Plano Nacional de Combate s Drogas Crack: possvel vencer.

    O curso promovido pela Secretaria Nacional de Polticas Sobre Dro-gas, Ministrio da Educao, Universidade de Braslia e da Secretaria de Promoo da Paz em Alagoas.

    O tomate voltou a ser o principal vilo dos preos na semana que passou em Alagoas (e at mesmo no Brasil). Por aqui o preo chegou a superar os R$ 4 o quilo, nas redes de supermercados. Um aumento de mais de 200% em duas semanas.

    J a superproduo de batata inglesa fez o preo cair. O tubrculo pode ser comprado at por R$ 0,97, uma reduo considervel no valor do mesmo.

    BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012POLTICA4 TribunaIndependente

    EM LIBERDADE

    Cmara Criminal do TJ confirma HCs

    LULA SOARES, DE NOVO LINO

    Ex-gestor acusado de 40 mortes quer HC

    A Cmara Criminal do Tribunal de Justia do Esta-do de Alagoas (TJ/AL) con-firmou o habeas corpus para o ex-presidente da Cmara de Rio Largo, Lula Leo. O vereador acusado de parti-cipao no esquema fraudu-lento de compra e venda das terras da Usina Utinga Leo pela prefeitura.

    O processo de Luiz Philli-pe Malta Buyers, o Lula Leo, foi relatado pelo de-sembargador Jos Carlos Malta Marques. O magis-trado havia negado habeas corpus ao vereador no fim de maio. No entanto, ele alterou

    sua deciso aps os juzes da 17 Vara Criminal revoga-rem o pedido de priso para os demais envolvidos no es-quema.

    Para a defesa, Lula Leo deveria receber o mesmo tra-tamento dado a seus pares e ter seu pedido de priso anu-lado. Malta Marques concor-dou com a medida e exten-deu os efeitos da deciso de 1 grau.

    Segundo Malta Marques, o presidente da Cmara no pode permanecer preso por-que seu decreto de priso baseado na mesma denncia dos outros vereadores. Alm

    da identidade de situao ju-rdica, no h [...] observao que particularize a situao do paciente impedindo o aco-lhimento do pedido de exten-so, pontuou.

    Na semana passada, os demais integrantes da C-mara Criminal ratificaram a deciso do relator. O acrdo foi publicado no Dirio de Justia de ontem.

    OPERAO ESPECTROOs desembargadores tam-

    bm mantiveram a liberdade de envolvidos nos desvios de recursos descobertos pela Operao Espectro. Os coro-nis Luiz Bugarin e Erivaldo

    Albino dos Santos, o capito Armando Leite da Silva e a empresria Luza Leondino tiveram seus habeas corpus confirmados pela Cmara.

    Em ambos os casos, o re-lator foi o desembargador Otvio Praxedes. O magis-trado considerou que no h provas suficientes para auto-rizar a priso dos acusados.

    O fato isolado e desconec-tado de base emprica indis-pensvel, condizente apenas circunstncia de causar o crime de corrupo revolta na populao, no justifica as prises preventivas, ex-plicou Praxedes. (V.A.)

    Lula Soares, ex-prefeito de Novo Lino, quer por fim ao seu dia-a-dia de foragido da polcia. Acusado de par-ticipao em mais de 40 ho-micdios em Alagoas e Per-nambuco, o ex-poltico tenta ganhar um habeas corpus do Tribunal de Justia do Esta-do de Alagoas (TJ/AL) para voltar vida pblica.

    O pedido de liberdade est sendo analisado pelo desembargador Otvio Pra-xedes. A defesa de Luiz So-ares da Silva nome do ex--prefeito deu entrada no habeas corpus no comeo do ms. Estamos pedido a li-

    berdade dele, o fim da priso preventiva, explica o advo-gado Welton Roberto.

    O advogado assumiu o caso recentemente, mas j v irregularidade no pedido de priso. O problema a demora para a concluso do processo contra Lula Soares: ele teve sua priso decretada pela Justia ainda em 2001 e ainda no h previso para julgamento.

    Ningum pode passar 11 anos com um decreto de pri-so preventiva e o processo no estar concludo, avalia Welton Roberto. O ex-prefei-to de Novo Lino, no entanto,

    no passou um dia sequer atrs das grades. Desde que teve a priso decretada, Lula Soares est foragido.

    O desembargador Praxe-des ainda no se pronunciou sobre o pedido de liberdade. O magistrado o relator do habeas corpus na Cmara Criminal do TJ/AL. Embo-ra no exista data marcada para julgamento da ao, o caso deve ser analisado at o fim do ms.

    CRIMELula Soares acusado de

    sequestro, formao de qua-drilha e homicdio qualifi-cado. Os crimes teriam sido

    cometidos com o apoio Iran Calixto Ribeiro, Romildo Ta-vares de Arajo Silva, Jos Helder de Andrade Melo e Jos Robson Costa da Silva. O ex-prefeito de Novo Lino pode ser levado a julgamen-to no Tribunal do Jri.

    RECOMPENSANo S em Alagoas que

    Lula Soares est foragido. A polcia e a Secretaria de De-fesa Social de Pernambuco tambm esto sua procura. No Estado vizinho, informa-es que levem priso do ex-prefeito so recompen-sadas com R$ 20 mil pagos pela polcia. (V.A.)

  • CMARACEI tem sua segunda audincia pblicaA Comisso Especial de Inquri-to da Violncia (CEI) da Cmara Municipal de Macei realizou, ontem, sua segunda audincia pblica para debater o problema na capital. Representaes dos policiais civis, militares, peritos criminais e delegados apre-sentaram crticas gesto da segurana por parte do Estado.O presidente da CEI da Vio-lncia, Ricardo Barbosa (PT), salientou a importncia do tra-balho da comisso para debater a problemtica da violncia na capital.

    HISTRICOCUT e entidades lembram o 17 de JulhoA Central nica dos Trabalhado-res (CUT/AL) e suas entidades filiadas realizam, hoje, uma manifestao no Calado do Comrcio lembrando do 17 de julho de 1997. Data em que a mobilizao popular levou queda o governo Divaldo Su-ruagy. O ato ter incio s 14h. Os presentes podero adquirir um livro lanado pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol), de autoria do historiador e profes-sor da Uneal, Lus Gomes da Rocha, que narra o fato hist-rico.

    ELEIOAlcoforado eleito novo chefe da Defensoria

    A eleio para o cargo de defensor pblico-geral da Defensoria Pblica de Alagoas fluiu normalmente ontem e referendou o nome do defensor pblico Daniel Alcoforado como o novo chefe do rgo para o binio 2012/2014. Segundo Daniel Alcoforado, a perspectiva da nova gesto continuar o trabalho exitoso da atual administra-o. Alm disso, espero que a nova gesto supere as dificuldades, presentes para a consolidao total da instituio, disse. Alcoforado deve esperar nomeao do governador Teotonio Vilela.

    MP pede impugnaes em PenedoDentre as aes requeridas pelo Ministrio Pblico Estadual figuram de um candidato a prefeito e de 12 a vereador

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012 POLTICA 5TribunaIndependente

    DIVULGAO

    Promotor Jos Carlos Castro defende que eleitor no deve avaliar candidatos sob influncia de cargos

    EMPREENDIMENTO

    Alagoas pode ganhar novo porto e unidade da Cermica Portobello

    EM PIRANHAS

    Deputado reivindica posto avanado do Banco do Nordeste

    O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) e o se-cretrio de Estado do Pla-nejamento e do Desenvol-vimento Econmico, Luiz Otavio Gomes, estiveram ontem, em Santa Catarina, para conhecer o terminal porturio da cidade de Na-vegantes, e a sede da cer-mica Portobello, em Tijucas.

    A visita tcnica ao Porto de Navegantes serviu para nortear o planejamento do Governo para a implantao de um novo porto no Estado, que deve ser construdo no Litoral Sul.

    No que diz respeito ao

    desenvolvimento econmi-co, nosso governo sempre arregaou as mangas e foi atrs de empresas capazes de firmar um compromisso srio, que garanta emprego e renda para os alagoanos, afirmou Vilela.

    Os dirigentes da Porto-nave, depois de ouvirem as explanaes do governador e do secretrio, demonstraram interesse na administrao privada de um novo porto a ser projetado em Alagoas.

    J na Cermica Porto-bello, a comitiva ouviu do executivo da empresa, Csar Borges, que h interesse em

    investir em Alagoas. Luiz Otavio Gomes explicou as diretrizes do Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado (Prodesin), que oferece benefcios credit-cios, fiscais e locacionais a empreendimentos que dese-jam se instalar no Estado. O Estado no mede esforos para atrair novos empre-endimentos, pontuou Luiz Otavio.

    Temos total interesse no empreendimento e vamos tomar as medidas cabveis para tornar concreto o inves-timento em Alagoas, disse Borges.

    O Banco do Nordeste do Brasil vai abrir um posto avanado de atendimento no municpio de Piranhas. A unidade, que vai prestar servios aos microempre-srios da cidade e aos pe-quenos produtores rurais, uma solicitao do depu-tado estadual Incio Loiola (PSDB).

    Em visita Superinten-dncia do Banco do Nor-deste, em Macei, o parla-mentar fez o pedido formal de abertura de um posto de atendimento para prestar servios aos empreende-dores urbanos e rurais do

    municpio. O posto vai fun-cionar em parceria com a Prefeitura Municipal de Pi-ranhas que ir ceder o espa-o para a instalao do posto avanado do BNB.

    Loiola disse que a pre-feita de Piranhas, Mellina Freitas (PMDB), comprome-teu-se em disponibilizar um imvel no bairro de Xing para atender os micro e pe-quenos empresrios alm dos produtores rurais.

    O deputado ainda citou que o posto do BNB em Pi-ranhas trar rapidez na con-cluso dos projetos e rapidez na liberao de recursos.

    Ainda vai trazer economia de tempo e dinheiro para os comerciantes e agricultores que no mais preciso deslo-car-se para Delmiro Gouveia e Batalha para conseguir fi-nanciamento na instituio financeira, explicou.

    O gerente do Crediamigo do BNB em Alagoas, Carlos Campos, elogiou a iniciativa do deputado de facilitar o acesso da populao de me-nor poder aquisitivo ao cr-dito. Pois, o posto avanado de atendimento do BNB, em Piranhas, segundo Loiola, aproxima mais o banco do cliente.

    DAVI SALSAREPRTER COM ASSESSORIA

    A Promotoria Eleito-ral da 13 Zona, que abrange o municpio de Penedo, ajuizou 13 aes de impugnao de registros de candidaturas. O Minist-rio Pblico Estadual solicitou o impedimento de um candi-dato a prefeito e doze postu-lantes ao cargo de vereador.

    Dentre as impugnaes, oito dizem respeito ao uso de nomes ou expresses que associam as candidaturas a rgos ou servios pblicos, tais como da Educao, do Conselho, do Bolsa Fam-lia ou do Esporte. No caso dos candidatos a prefeito, foi o representante da coligao Unir para Renovar, que teve seu pedido de registro cassado. Carlos da Educao (PSC) conhecido na cidade por ter atuado grande parte de sua vida nesta rea.

    J na eleio proporcio-nal quem se encaixou nesta ao foram: Cassia Agente de Sade (PP), Henrique do Esporte (PR). Ednaldo da Cooperativa (PSDB), Joo-zinho do Alagoas da Sorte (PTN), Claudio do Bolsa Fa-mlia (PRB), Marcos Unimed (PV), Zefa da Cohab (DEM), Neide do Conselho (PSDB), Messias da UE (DEM), Lu-cia do Sesp (PSC), Nena da AAPPE (PSC) e Nivaldo da Cooperativa (PSDB).

    Para o promotor Jos Carlos Castro, a prtica dos candidatos viola os dispo-sitivos do art. 40 da Lei n 9.504/97 que regulamenta as eleies, mesmo que os ges-tores j tenham se afastado de seus cargos ou funes. Ao vincular a candidatura ao servio pblico, o candi-dato tenta levar vantagem da condio de servidor na propaganda eleitoral.

    O eleitor deve estar li-vre para avaliar seus can-didatos, sem a influncia ou vinculao com os nomes desses rgos, servios ou programas pblicos, como se somente tais candidatos pudessem disponibiliz-los. Tal comportamento quebra a isonomia e igualdade de condies entre os concor-rentes, afirma o promotor.

    O MP pede a excluso dessas expresses dos nomes de registro das candidaturas e a proibio do uso na pro-paganda eleitoral, sob pena de indeferimento dos regis-tros. Dentre as demais im-pugnaes, duas delas foram apresentadas em virtude dos candidatos no terem seus nomes includos nas atas das convenes das respectivas coligaes.

    O registro em ata con-dio bsica de elegibilida-de e incapaz de ser sanada posteriormente. Outras duas impugnaes tratam de can-didatos a vereador que dei-xaram de prestar contas de suas candidaturas na eleio de 2008, o que os tornam ine-legveis por estarem em dvi-da com a Justia Eleitoral.

    COLUNA SEMANAL DA PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF

    Ednir Cleiton Dias Moreira, 36 anos, tcnico em radiologia de Itaquaquecetuba (SP) - Quando ser construda a UPA 24h em Itaquaquecetuba (SP)?

    Presidenta Dilma Ednir, j existem duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) em construo em sua cidade. Uma no Jardim Flamboyant, com previso de inaugurao em setembro, e outra no Jardim Tropical, com obra iniciada. As UPAS nunca fecham e cada unidade ter capacidade para fazer atendimen-to emergencial de at 300 pacientes por dia. Para isso, tero equipes mdicas formadas por clnicos gerais e pediatras. Nas UPAS, os moradores de Itaquaquecetuba podero resol-ver problemas como presso alta, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e receber o primeiro atendimento para enfarte ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outros. Tero, tambm, servios de Raio X, eletrocardiograma, laboratrio para exames e atendimento peditrico. Se necessrio, o paciente pode ser mantido em observao por 24h - haver de 9 a 12 leitos para isso - ou encaminhado a um hospital. O governo federal est investindo R$ 5,3 milhes para a construo dessas UPAS e, depois de prontas, repassaremos R$ 2,1 milhes para o custeio anual de cada unidade. Esse repasse pode dobrar se a UPA seguir os padres de qualidade de atendimento do Ministrio da Sade. Ednir, 97% dos pacientes que procuram as UPAS tm seus problemas resolvidos sem necessidade de remoo para um hospital. Isso reduz a lotao de hospitais e pronto-socorros e, principalmente, melhora a qualidade do atendimento de sade a toda a populao.

    Cleber Lima, 26 anos, estudante de Braslia (DF) - O governo incentiva a produo agrcola de forma sustentvel, com menos agrotxicos? Existe alguma forma de o produtor trabalhar na terra sem agredir tanto ao meio ambiente?

    Presidenta Dilma Sim, Cleber, o governo federal incentiva a produo sustentvel no agronegcio e na agricultura familiar. No agronegcio, o Programa Agricultura de Baixa Emisso de Carbono (ABC) financia a implementao de prticas agrcolas como o plantio direto na palha, a recuperao de reas degra-dadas, a integrao lavoura-pecuria-floresta e o plantio de florestas comerciais. Essas prticas aumentam a biodiversidade e, com isso, ampliam os inimigos naturais de muitas pragas, re-duzindo a necessidade de agrotxicos. Na safra passada, entre julho de 2011 e maio de 2012, os agricultores contrataram R$ 1,12 bilho por meio do Programa ABC. No Plano Safra 2012/13, colocamos R$ 3,4 bilhes para o programa e com juros meno-res, que caram de 5,5% para 5% ao ano. Na agricultura familiar, a produo agrcola sustentvel incentivada por meio de linhas como o Pronaf-Agroecologia, Pronaf-Eco e Pronaf-Semi-rido, e tambm por meio da Assistncia Tcnica e Extenso Rural (ATER). O financiamento e a assistncia tcnica esto orienta-dos a apoiar os pequenos agricultores na melhoria da gesto, envolvendo o uso eficiente do solo, da gua, a reduo de uso de agrotxicos e a implementao de sistemas agroecolgicos, agroflorestais e orgnicos.

    Francisco Palheta, 67 anos, aposentado por invalidez de Belm (PA) Foi aprovada Emenda Constitucional que determi-na o pagamento do salrio integral e a paridade com o servidor ativo aos aposentados por invalidez. A mesma d prazo de seis meses para o governo regularizar o pagamento. Temos de espe-rar os seis meses? Presidenta Dilma Francisco, estamos trabalhando para cum-prir rapidamente a Emenda Constitucional n 70 e garantir que o servidor da Unio, aposentado por invalidez permanente, receba os proventos de aposentadoria com base na remunerao do cargo efetivo em que se aposentou. Queremos concluir esse processo antes do prazo, que 26 de setembro. Na semana passada, o Ministrio da Previdncia publicou orientao aos Estados e municpios sobre a reviso dos valores. O Ministrio do Planejamento publicar, at o final deste ms, orientao aos demais rgos e entidades federais especificando os critrios para o clculo e a correo dos proventos dessas aposenta-dorias. Em todos os casos, o clculo do novo benefcio ser automtico, independente de pedido do servidor. Essa norma vai disciplinar tambm a reviso das penses derivadas dos proventos desses servidores. O mais importante, Francisco, que os novos valores sero pagos com efeito retroativo data da publicao da emenda constitucional, dia 29 de maro deste ano. Portanto, no haver perdas por causa do prazo necessrio implementao do novo benefcio.

  • Opinio

    FILIADO AO

    Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Macei AlagoasEndereo Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria

    Macei - Alagoas - CEP: 57.083.410CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

    PRESIDENTEAntonio Pereira Filho

    DIRETOR ADMINISTRATIVOFINANCEIRO:

    Jos Paulo Gabriel dos SantosEditor geral:

    Ricardo Castroricardocastro@tribuna-al.com.br

    DIRETORA COMERCIAL:Marilene Canuto

    Nosso noticirio nacional fornecido pelas agncias: Agncia Folha e AGncia NordestePABX: 82.3311.1338

    COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331REDAO: 82.3311.1328 - 3311.1329

    CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309comercial.tribunaindependente@gmail.comredao.tribunaindependente@gmail.com

    OS ARTIGOS ASSINADOS SO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NO REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPNIO DESTE JORNAL.

    UM PRODUTO:

    JorgrafCooperativa dos Jornalistas

    e Grficos do estado de alagoas

    ANTONIO MACHADO

    MARCOS COIMBRA

    ROGRIO TOMAZ JR.

    Membro da AAI.

    Socilogo e diretor-presidente do Instituto Vox Populi

    Jornalista

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012OPINIAO6 TribunaIndependente

    Inverso na sadeO governo federal investir R$ 2,7 bi-lhes at 2014 para construir 900 UPAs. As novas unidades se soma-ro as 200 Unidades de Pronto Atendi-mento (24 horas) que j esto funcionan-do em todo o pas e atendem a mais de 2 milhes de pessoas por ms. Quase 140 milhes de brasileiros e brasileiras de-pendem exclusivamente do Sistema ni-co de Sade, o SUS, segundo informou a presidente Dilma Rousseff durante o pro-grama de rdio Caf com a Presidenta. A UPA foi criada para dar um atendi-mento rpido a quem est com um pro-blema urgente de sade. A presidenta comentou, ainda, que o atendimento me-lhorou muito onde as UPAs j esto fun-cionando. Isso, porque, essas unidades desafogam a emergncia dos hospitais, que para onde todo mundo vai quando tem um problema de sade.

    No entanto, enquanto o governo tenta, a todo custo, melhorar a rede pblica de sade, o sistema privado, representado

    pelos planos de sade, parece que resol-veu inverter seu papel. A Agncia Nacio-nal de Sade vetou, na semana passada, a venda de 238 planos de sade de 38 operadoras, por m qualidade no atendi-mento aos usurios. Ontem, reportagens de TV mostraram que essa realidade to-mou conta de todo o sistema hospitalar privado do pas. Pacientes chegam a es-perar um atendimento de emergncia por seis horas e uma consulta demora meses para ser efetivada, numa clara demons-trao de que algo precisa ser feito, com urgncia, nos dois lados, tanto no pblico como no privado, afinal de contas tanto o contribuinte que utiliza e rede pblica quanto aqueles que pagam o pblico e o privado pagam para merecer servios de qualidade.

    necessrio um rigor ainda maior so-bre essas operadoras que descumprem a legislao. E quanto ao Poder Pblico, melhorar a sade no passa de uma obri-gao constitucional.

    Existe pessoas que nascem pre-destinadas para cantar a vida for-ma de rimas, de versos de poesias, dizem que prprio dos poetas cantarem a dor dos outros, tenho encontrado na vida muitos desses seres iluminados, como obra dos ma da natureza, como seres ex-cepcionais.

    Na noite memorvel da insti-tuio da Academia Santanense de Letras e Artes ( 29-05-2012 ), na cidade sertaneja de Santana do Ipanema, recebi de presente um livro de poesias de autoria do poeta alagoano Juc santos, prncipe dos poetas alagoanos de hoje , com uma bela dedicatria, cuja obra potica se intitula de As contas do meu rosrio, talvez pensando, o autor, na encantado-ra pagina musical, valsa cano composta por Paraguau em 1947, intitulada a pequenina cruz de teu rosrio, interpretada pela voz ma-gistral de Carlos Galhardo (1913), que ate hoje bonita.

    Levante o vate Dr. Juc Santos intitular sua obra tambm magis-tral, parodiando essa musica, que certamente tantas vezes ouviu no recesso sacrossanto de seu lar, ao lado de sua musa, d. Nice.

    A obra que ora comento, As con-tas do meu rosrio um florilgio de belos sonetos feitos por um

    mestre da poesia, todos devida-mente metrificados, dizem que, o poeta que no metrifica seus ver-sos, no poeta, longe estou eu de selo, porem Dr. Juc Santos pos-sui uma habilidade enorme nesse campo, construindo-se deveras.

    Um mestre da poesia em todo livro, sente-se a predominncia um halo do um cultuador da bo-mia, apaixonado pela noite, e , pois, a noite, com sua magnificn-cia, fonte inspiradora dos poetas, no notvagos que amanhecem na rua e voltam para casa cantando, ou mesmo, quando acometido da insnia, a inspirao potica se aflora, e o poeta no resiste, tem que escrever suas mais lindas poe-sias de amor, porque poeta quem v poesias nas flores/ quem a vida por um caleidoscpio de cores/ poeta , quem tem imaginao/ sabe que os olhos da alma so as janelas do corao assim escreveu outro poeta.

    O poeta maior, Dr. Juc Santos, encontra inspirao, nas cores das guas da Pajussara, no farfalhar das folhas das palhas dos coquei-ros da ponta verde, no singrar da canoas e barcos que deslizam nas guas do mar que margea / a bela Macei, no riso das crianas, na forca da juventude, na alegria daqueles que fazer do outono da

    vida sua alegria de viver, em fim, Dr. Juc Santos um cantor das belezas das alagoas, sem querer os amigos, a quem dedica poemas e sonetos, exaltando suas qualida-des, to de praxe das pessoas boas.

    E ainda encontra tempo para dirigir com maestria a Academia Maceioense de Letras, h mais de meio sculo, com o saber que a vida lhe concedeu em sua preciosa longevidade, com a mesma vitali-dade de um jovem, que se lana no mundo de hoje carregado de proje-tos com perspectivas de um futuro cada vez mais promissor.

    Escreveu o poeta Juc Santos: sou um poeta cheio de pecado/ ando vagando lu pelo caminho/ das incertezas, qual ave sem ni-nho/um pobre menestre desespe-rado., A escola no ensina se ser poeta, apenas ensina as regras, normatiza, porem o dom da poesia j se nasce com ele, a vida aper-feioa o poeta, nascuntur poetas fiunt oratores (poetas nascem, os oradores se fazem)sentencia o afo-rismo latino.

    As contas do meio rosrio, do poeta Juc Santos, mais uma obra fadada ao sucesso e a imor-talidade, consagrando ainda mais, j consagrado, Jr. Claudio Juc Santos, o inolvidvel poeta, orgu-lho das lagoas.

    Boa parte do Brasil parou na noite de domingo, 15 de julho, para ver a supostamente bombs-tica entrevista de Rosane Bran-do Malta (ex-Rosane Collor) ao Fantstico, a revista eletrnica da Rede Globo.

    Todos esperavam revelaes fortes prometidas nas chama-das do programa da ex-primei-ra dama da Repblica. Para usar uma metfora gasta, a Globo prometeu a lua, mas entregou a seus telespectadores uma paisa-gem lunar: s crateras vazias e nenhuma substncia consistente.

    Os rituais de magia negra, a relao com PC Farias, as mem-rias sobre o processo de impeach-ment tudo que Rosane falou e o Fantstico exibiu j era de co-nhecimento at do reino mineral expresso de Nelson Rodrigues, no de Mino Carta, como pensam alguns.

    Nada, absolutamente nada se salva da entrevista, em termos de novidade. Em termos jornals-ticos, a reportagem foi um fra-casso total.

    de se perguntar, alis, qual o critrio jornalstico que levou a Globo a produzir tal entrevista. No h qualquer fato novo po-deria ser o livro de Rosane, mas no se sabe nada dele, tanto que foi citado apenas superficialmen-te que justifique toda a mobili-zao da maior emissora do Bra-

    sil para tal empreitada com tanto destaque.

    O que justifica a reportagem, na verdade, no nada mais do que a necessidade de atacar o agora inimigo Fernando Collor de Mello.

    A eleio de Collor foi uma fraude. No pelos votos em si, mas pelo candidato, que no pas-sava de um produto miditico preparado e apoiado com todo o poder dos grandes meios de co-municao para ser o anti-Lula de 1989.

    Agora, passados vinte anos, Collor deixou de ser aliado e pas-sou a ser inimigo, por compor a base de apoio do governo petis-ta. Para a Globo e para a Veja, a primeira que ungiu Collor como um verdadeiro Messias em 89, o que basta para ele ser colocado na ala de mira.

    Lamentvel ver que profissio-nais vou poup-los de citao nominal to respeitados na TV brasileira se prestem a cumprir um papel vexatrio como o dessa matria.

    Alis, para fingir que o assunto se tratava mesmo de jornalismo, os apresentadores do Fantstico fizeram questo de informar que tentaram ouvir Collor durante toda a semana, mas o senador, que de besta no tem nada, se re-cusou a falar.

    timo seria se Collor publicas-

    se um livro contando como atua-vam os donos, diretores e lobbis-tas da Rede Globo durante o seu governo.

    O governador tucano de Goi-s, que no tem nada a ver com a briga Globo x Collor, deve ter sentido muito incmodo com as referncias to detalhadas do processo que levou deposio do ento presidente.

    O Fantstico mirou Collor, mas poder acabar acertando Perillo, pois colocou em evidncia denn-cias que derrubaram o presidente e hoje acossam o tucano.

    Perillo provavelmente se viu na reportagem quando esta fa-lou da CPI que investigou Collor e descobriu cheques-fantasmas, esquemas de caixa 2, um tesou-reiro de campanha influenciando no governo (no caso do tucano, este atende por Lcio Fiza Gou-thier, que foi convocado CPMI do Cachoeira, mas ficou calado).

    A CPMI do Cachoeira est sen-do tratada pelos grandes meios de comunicao como se fosse uma novela. Heris, viles, figu-ras exticas, tramas urdidas nas sombras e outros ingredientes so utilizados para cobrir o coti-diano do rgo.

    Para o azar de Perillo, a mat-ria do Fantstico faz a CPMI do Cachoeira parecer uma Vale a pena ver de novo, com o tucano no centro do trama.

    De uns tempos para c, come-ou a ganhar circulao a ideia de que estamos marchando em direo confluncia de duas cri-ses. Ambas graves.

    De um lado, uma crise na eco-nomia, cujos sinais seriam j evidentes: reduo do ritmo do crescimento, diminuio do in-vestimento externo, retrao na industria, queda no comrcio in-ternacional.

    De outro, uma crise poltica, ainda no explicitada por com-pleto, mas latente. Indicando-a, os recentes problemas no relacio-namento poltico dentro da coali-zo governista e uma presumida desarmonia na administrao federal.

    No se estabelece com clareza quando as duas se encontrariam. Mas fica subentendido que antes de outubro de 2014. Ou seja, em tempo de influenciar - ou mesmo revolucionar - o ambiente em que ocorrer a prxima eleio presi-dencial.

    Trocando em midos: a suces-so de Dilma, antes previsvel, estaria se tornando incerta. O amplo favoritismo que tem hoje seria engolido pelas crises, uma reforando e amplificando a ou-tra.

    desnecessrio dizer que a tese da crise perfeita que se avi-zinha foi elaborada e est sendo difundida pelas oposies, muito especialmente a oposio no--partidria, na sociedade civil e na imprensa.

    difcil, atualmente, ler al-gum comentrio ou interpreta-o que no a mencione ao discu-tir o cenrio poltico atual e suas

    perspectivas. Tudo passou a ser visto em funo dela.

    At coisas que nada tm de real.

    S um otimista irracional acre-ditaria que a economia brasileira poderia atravessar inclume as intempries que atingem os pa-ses avanados. Vamos pagar um preo por elas e j o estamos pa-gando em alguns setores.

    A questo no , portanto, se teremos ou no dificuldades eco-nmicas no futuro imediato, mas qual sua intensidade e quais suas consequncias na poltica, mais especificamente na eleio de 2014.

    isso que alguns pintam com cores sombrias, pois no gostam da perspectiva que sejam menos agudas.

    Para estimar o que aguarda Dilma, convm no esquecer que Lula viveu a manifestao an-terior dessa crise na economia global sem solavancos na popu-laridade.

    Entre o final de 2008 e os pri-meiros meses de 2009, as pesqui-sas mostraram um expressivo incremento das preocupaes da populao a respeito de inflao, desemprego e perda de capacida-de de consumo.

    Elas atingiram seu pico em dezembro de 2008, quando, em pesquisa da Vox Populi, 58% dos entrevistados disseram esperar a subida da inflao e 63% o au-mento do desemprego.

    Enquanto isso, a avaliao po-sitiva do governo Lula sempre se manteve elevada, indo, de acordo com dados do Datafolha, de 55% em maro de 2008 a 65% um ano

    depois, em maro de 2009. Em outras palavras, atravessando a turbulncia em ascenso.

    O que vemos que no h in-compatibilidade entre percep-o de problemas econmicos e aprovao governamental. Ao contrrio do que pensam alguns, as pessoas so perfeitamente ca-pazes de separar as duas coisas.

    Quanto crise poltica, o que estamos presenciando ago-ra nada tem de diferente do que sempre acontece s vsperas de eleies municipais.

    Nelas, as alianas e coligaes raramente repetem, em cada lu-gar, os acordos nacionais. Quem anda junto na hora de escolher presidente pode caminhar sepa-rado quando se discutem prefei-turas.

    Assim, as desavenas pontuais entre os partidos da base gover-nista nada sinalizam quanto ao comportamento que adotaro daqui a dois anos. L, avanaro unidos - ou no - em funo do que estiver acontecendo no mo-mento, sem nem se lembrar que se enfrentaram neste ou naquele municpio.

    Quem l a imprensa interna-cional fica com impresso bem diferente do horizonte nossa frente. Ningum aposta - ou de-seja - a crise perfeita.

    No fundo, a tese nada mais que a admisso de que, se nada de catastrfico ocorrer, a poltica brasileira continuar fundamen-talmente como est.

    O que equivale a reconhecer a fora e a capacidade do lulope-tismo e a julgar com severidade as oposies e suas lideranas.

    As contas do meu Rosrio

    Por que a Globo mira Collor?

    As crises no governo Dilma

  • Acidente em Gois causa morte de trs alagoanosVtimas de Alagoas moravam em So Sebastio e em Pindorama

    Quatro homens morre-ram em um acidente na manh de ontem na BR-153, no municpio de Itapaci, na regio central de Gois. Eles estavam um Dobl, com placa de Alagoas, que saiu da pista e colidiu de frente com uma rvore. Os quatro jovens residiam no municpio de So Sebastio e no distrito de Pindorama.

    De acordo com a Polcia Rodoviria Federal (PRF), trs vtimas so jovens de 23, 25 e 26 anos. Os alago-anos e trabalhavam como operadores de mquinas em uma usina de cana-de--acar na regio de Nova Glria.

    O motorista ainda no foi identificado.

    A batida boi to violen-ta que reduziu o veculo a 1 metro de comprimento, disse o inspetor Newton Moraes, chefe de comunica-o social da PRF. A polcia acredita que o motorista tenha tentado ultrapassar um caminho, no conse-guiu, e ao voltar para a posio inicial acabou per-dendo o controle do carro.

    O acidente aconteceu s 6h, no km 283, prximo ao trevo de Itapaci. De acor-do com o inspetor, o local uma pista que acabou de ser recapeada e no tem si-nalizao.

    Nas ltimas 48 horas, s nessa regio, ocorreram

    PRF

    A violncia do choque com a rvore reduziu a Dobl a um metro de comprimento, segundo a PRF

    ACESSO INFORMAO

    Cmara divulgar salrios dos servidores este ms

    O presidente da Cmara-dos Deputados, Marco Maia, anunciou que a pgina da Cmara na internet passa-r a divulgar os salrios dos servidores no dia 31 de julho. Segundo o presidente, sero divulgados os nomes dos fun-cionrios e o valor das remu-neraes, inclusive as horas extras.

    No total, foram assinados ontem seis atos da Mesa Di-retora relacionados Lei de Acesso Informao Pblica. Alm do salrio, tambm se-

    ro divulgadas informaes referentes cota parlamen-tar, que incluem os gastos dos deputados.

    O cidado poder ter aces-so inclusive s cpias digitais das notas fiscais apresentadas pelos parlamentares para jus-tificar os gastos.

    Marco Maia esclareceu que alguns dados so conside-rados sigilosos, como o caso da planta arquitetnica da sede da Cmara. Isso se deve, segundo ele, a questes de se-gurana.

    BrasilCrianas so amarradas e amordaadas em creche do municpio de MaricCrianas viveram momentos de terror dentro de uma creche em Maric, no Leste do Rio de Janeiro. Imagens divulgadas pela polcia e exibidas ontem mostram que os menores eram amarrados e amordaados por uma mulher, identificada como Rose, que deveria ser responsvel pelas crianas. As imagens foram feitas pela filha da agressora, que chegou a ser coagida pela me para assumir a culpa pelos crimes. Os pais deixa-vam os filhos na casa de Rose pela manh e seguiam para o trabalho, mas no imaginavam o que acontecia no local.

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012 BRASIL 7TribunaIndependente

    PARAN

    Coliso com nibus mata dez pessoas

    DOCENTES

    Proposta do governo em avaliao

    Um acidente entre um nibus de turismo e um ca-minho deixou ao menos dez mortos e 42 feridos na manh de ontem, na estrada PR-090, entre as cidades de Ventania e Pira do Sul, no Paran. O nibus com placa de Belm (PA), que seguia para Curiti-ba com 52 passageiros, caiu de uma ribanceira depois de colidir de lado com o cami-nho que seguia no sentido contrrio, na altura do km 155, informou a Polcia Ro-doviria Estadual do Paran.

    A polcia afirmou que o motorista do caminho, sozi-nho no veculo, no se feriu, mas no tem informaes so-bre o estado de sade do con-dutor do coletivo. As demais vtimas foram conduzidas a hospitais nas cidades de Pira do Sul, Jaguariava e Castro.

    O grupo participaria do Congresso da Sociedade Brasi-leira de Computao (CSBC), na Universidade Federal do Paran (UFPR). Outros dois nibus estavam em comboio no momento do acidente, mas no se envolveram na batida.

    At a prxima sexta-feira (20), os professores em greve das universidades federais se renem em assembleia para analisar o novo plano de car-reira proposto pelo governo. A avaliao do comando de greve, entretanto, que a pro-posta do governo no atende s demandas da categoria e a orientao que a paralisao seja mantida e intensificada.

    Para a Associao Nacio-nal dos Docentes do Ensino Superior (Andes), a proposta apresentada em vez de re-estruturar a carreira piorou essa organizao. De acordo com o vice-presidente do sin-dicato, Luiz Henrique Schu-ch, clculos feitos pela enti-dade apontam que no caso de algumas classes o reajus-te apresentado pelo governo no representar ganho real.

    O governo comparou va-lores normais em um inter-valo de cinco anos. Pegou, por exemplo, um salrio de julho de 2012 e projetou o aumento para 2015 como se em cinco anos no houvesse correo in-flacionria no meio, criticou.

    nove mortes por acidentes, de acordo com a PRF.

    OUTRO ACIDENTEO condutor de um cami-

    nho carregado de milho causou dois acidentes em um mesmo dia tambm em Gois.

    O motorista de 42 anos estava embriagado. Segun-do a Polcia Rodoviria Fe-deral (PRF) o teor de lcool por litro de ar expelido dos pulmes era de 1,51 mili-

    gramas. Ambos acidentes foram na BR-452. No pri-meiro, o caminhoneiro cru-zou a pista e foi colido por um VW Voyage.

    O motorista se evadiu do local e no prestou so-corro s vtimas, que nada sofreram.

    Aps alguns quilme-tros, em Itumbiara, nas proximidades do Ribeiro Boa Vereda, o caminho saiu da pista e tombou.

    O condutor sofreu leves escoriaes e foi atendido no Hospital Municipal de Itumbiara.

    O homem foi detido e foi estipulada uma multa de dois salrios mnimos para a sada da delegacia.

    Neste fim de semana, a PRF encontrou 57 condu-tores embriagados nas ro-dovias federais que cortam Gois. Destes motoristas, nove foram presos.

  • Rebeldes srios j ocupam DamascoExrcito do ditador al- Assad tenta resistir a ocupao de bairros do sul da capital, mas comea a perder terreno

    Depois de horas de bombardeio na tarde e na noite de domingo e na madrugada de ontem, os bairros de al-Midan e Tada-mon j estariam fora de con-trole do exrcito de Assad, de acordo com informaes do porta-voz do Exrcito Livre da Sria, Ahmed al-Khatib. Para Rami Abdel Rahman, do Observatrio Srio para Direitos Humanos, a to-mada dos dois bairros na capital do pas indicam que as tropas j esto incapaz-es de controlar a situao.

    - Os combates na capi-tal durante vrias horas e at dias provam a fra-queza do regime - afirmou Rahman rede Fox News.

    O Exrcito srio tentou durante toda o dia de ontem recuperar bairros no sul de Damasco tomados por rebel-des no domingo. Depois de horas de bombardeio, uni-dades da elite do Exrcito srio enviaram dezenas de carros de combates - entre eles, tanques - e helicpteros para Tadamon. No sul de Damasco, o opositor Exrci-to Livre da Sria tenta frear as tropas governistas com fuzis, metralhadoras, gra-nadas e armas antitanques.

    - O Exrcito no tem mais presena no interior dos dois bairros, embora o bombardeio nas frontei-ras continuem - disse Ah-med al-Khatib, porta-voz do

    do Exrcito Livre da Sria.Alm de Tadamon e Mi-

    dan, opositores relatam com-bates nos bairros centrais de Kfar Souseh e Zahera.

    Os confrontos entre re-beldes e tropas do governo em Damasco so mais um sinal da escalada do confli-to srio. A capital sempre foi uma regio controlada por Assad, com poucos relatos de violncia nos ltimos 17 me-ses de levante antigovernista.

    Um ativista contou que moradores estavam trancados em casa, com medo de sair s ruas, em Midan, grande bairro sunita de Damasco. Segundo testemunhas, tanques circu-lam pelo local e h francoatira-dores nos telhados das casas.

    Rebeldes srios comeam a controlar bairros do sul de Damasco

    CNN WIRE

    MundoAmericana cobra US$ 60 para deitar de conchinha e fazer carinho em clientesA nova-iorquina Jacqueline Samuel, 29, abriu h um ms servios de abraos e carinhos no-sexuais, The Snuggery. O atendimento feito em casa e ela cobra US$ 60 a hora. Ela deita de conchinha com seus clientes, entre outras modalidades de carinho. Muita gente no gosta da ideia [de ser abraado por estranhos], ento imaginei que atenderamos em pequena escala e ganhara-mos um dinheiro extra, diz ela ao site Oddity Central. Mas sua iniciativa tem feito barulho nos Estados Unidos. Samuel comeou dando abraos nas ruas --cobrava US$ 1 cada, faturando at US$ 80 por dia.

    MUNDO8 TribunaIndependente

    TRUVADA

    Aprovada droga que previne contra a Aids

    O laboratrio Gilead Sciences informou ontem que obteve aprovao dos Estados Unidos para co-mercializar seu medica-mento Truvada como pro-filaxia para reduzir o risco de contaminao pelo HIV, vrus que causa a Aids.

    Esse o primeiro rem-dio contra o HIV para pesso-as ainda no infectadas. Ele foi aprovado para pessoas expostas a risco elevado de contaminao, e para quem mantenha relaes sexuais com parceiros soropositivos.

    A droga deve ser tomada diariamente, em combinao com as prticas habituais de sexo seguro, para redu-zir o risco de contaminao em adultos sob alto risco.

    O Truvada j havia sido aprovado em combinao com outros agentes para o tratamento de soropositivos adultos e maiores de 12 anos.

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

  • CIDADES 9TribunaIndependente

    Idosa morre sem receber atendimentoFamlia de dona Maria Luisa, de 82 anos, culpa Ambulatrio Denilma Bulhes pelo tempo que foi perdido no localANA PAULA OMENAREPRTER

    Uma idosa de 82 anos identificada apenas como Maria Luisa faleceu, no ltimo sbado, supostamente por falta de atendimento mdico no Am-bulatrio 24 horas Denil-ma Bulhes, localizado no bairro do Benedito Bentes, na parte alta de Macei.

    A idosa no teria resistido a mais uma crise de insufici-ncia respiratria, segundo uma vizinha.

    A Secretaria de Estado da Sade de Alagoas (Sesau) in-formou por meio da Diretoria de Assistncia Pr-Hospita-lar (DAPH) que vai investi-gar o caso, mas j de antemo disse que o atendimento no pronto-socorro do Benedito Bentes est com carncia de profissionais de medicina.

    A Secretaria ressaltou que, no planto daquela uni-dade de sade, deveria haver dois clnicos e dois pediatras, porm pela carncia nos fi-nais de semana, s ficam um clnico e um pediatra.

    Infelizmente a carncia de mdicos grande e o pro-blema nacional, no so-mente de Alagoas, colocou a diretora da DAPH, Aparecida Auto.

    A vizinha de dona Maria Luisa frisou que a senhora de 82 anos passou mal em casa e logo foi encaminhada para o pronto-socorro do Benedito Bentes.

    A reportagem foi at o Ambulatrio 24 Horas na in-teno de falar com a direo da unidade hospitalar, po-rm foi informada de que os diretores identificados como Marcos e Rubian j tinham deixado o local.

    A assistente social An-dria Leite, embora no te-nha a autorizao para expli-car o que aconteceu e afirme no saber detalhes do fato, porque no trabalhou naque-le planto de sbado, atendeu reportagem salientando que a paciente s poderia ser transportada para o Hospital Geral do Estado (HGE), loca-lizado na parte baixa de Ma-cei, no bairro do Trapiche da Barra, com o encaminhamen-to do mdico. Ela no soube precisar se a idosa teria sido transportada por uma Ambu-lncia Cidad daquela unida-de ou pelo Servio Mvel de Urgncia (Samu/192).

    Na busca de salvar a vida da idosa, os familiares dela resolveram lev-la por conta prpria para o Hos-pital Geral do Estado, mas dona Maria Luisa faleceu antes de receber socorro, em decorrncia de uma in-suficincia respiratria.

    A famlia culpa o Am-bulatrio Denilma Bulhes de no ter atendido a idosa em tempo hbil.

    Dona Maria Jos, a vi-zinha da vtima, tambm estava inconsolvel com o descaso da Sade em Ala-goas.

    No Ambulatrio, assistente social informou que idosa s deveria ter sido encaminhada ao HGE por um mdico, mas profissional no apareceu

    Juza Cristina Cordeiro lamenta falta de ateno ao menor infrator

    SOBRECARGA

    Mdicos deixam servio pblico em AL

    ANTES DE INSPEO

    Alagoas no atendeu demanda do CNJ

    De acordo com o presi-dente do Sindicato dos Mdi-cos de Alagoas (Sinmed/AL), Wellington Galvo, dois m-dicos do quadro do funciona-lismo pblico pediram demis-so na ltima semana.

    O sindicalista informou

    que a categoria no aguenta mais a sobrecarga de traba-lho. Dois mdicos com mais de 15 anos no servio pbli-co pediram demisso porque no estavam aguentando. A maioria est saindo de Alago-as e buscando melhores opor-

    tunidades fora, lembrou.Informado pela reporta-

    gem sobre a morte da idosa, aps deixar o Ambulatrio Denilma Bulhes sem ser atendida, o sindicalista foi enftico ao afirmar que: Em todos os minipronto-socorros

    faltam mdicos e a carncia faz os profissionais que ali esto triplicarem o servio. A sobrecarga mostruosa. Um mdico com carga horria de seis horas atende de 60 a 80 pessoas. desumano, recla-mou. (A.P.O.)

    A equipe do Conselho Na-cional de Justia (CNJ) j esteve em Macei em 2010 e em 2011 para inspecionar as unidades de internao para crianas e adolescentes que cometeram algum ato infracional. Nos dois ltimos relatrios consta que essas unidades no alcanaram a demanda de reparos estru-turais, administrativos e pe-daggicos para um funciona-mento harmnico do Plano de Reestruturao do Ncleo

    Estadual de Atendimento Socioeducativo (Neas).

    Antes mesmo de inspecio-nar a Unidade Estadual de Atendimento Socioeducati-vo, a juza Cristina Cordeiro informou que o governo do Estado de Alagoas foi um dos poucos que no respon-deu aos questionamentos do CNJ citados nos relatrios anteriores. O documento chamava ateno para as deficincias estruturais, bem como necessidade ur-

    gente de capacitao dos profissionais que atuavam nas unidades.

    Foi fixado um prazo para que esses estados respondes-sem, e Alagoas infelizmente no respondeu. Ns sabe-mos pelo colega da Infncia e da Juventude [juiz Fer-nando Tourinho] que algu-mas aes foram cumpridas. Houve certa adequao, mas a unidade precisa de uma re-formulao completa.

    Na entrevista coletiva re-

    alizada no Tribunal de Jus-tia, a juza esclareceu que a funo do conselho no de punio. Mas ela disse que retornar em setembro para realizar cursos de ca-pacitao com a equipe de profissionais das unidades. A gente lamenta que com relao criana e o adoles-cente no seja dada a aten-o absoluta. O adolescente em conflito com a lei no foge dessa regra, fomenta a magistrada. (D.M.)

    ADAILSON CALHEIROS

    ADAILSON CALHEIROS

    ADAILSON CALHEIROS

    Juzas do CNJ se reuniram com a vice-presidente do TJ e com o juiz da Vara da Infncia e da Juventude para discutir eficincia de medidas

    JUSTIA JOVEM

    CNJ realiza hoje vistoria em unidade de internaoDANIEL MAIAREPRTER

    Em todo o Brasil, juzes esto sendo designados pelo Conselho Nacional de Justia (CNJ) a inspecionar as unida-des de internao para crian-as e adolescentes. Ontem, o programa Justia ao Jovem proporcionou o encontro entre as juzas Cristina Cordeiro e Joelci Arajo Diniz, do CNJ, e a vice-presidente do Tribunal de Justia de Alagoas, desem-bargadora Nelma Padilha. Elas estiveram reunidas no gabinete da presidncia com o juiz da Vara da Infncia e da Juventude, Fernando Tou-rinho. O propsito foi discutir se existe eficincia nas medi-das socioeducativas que esto sendo aplicadas em Macei.

    A sesso pretendeu enfa-

    tizar tambm a aplicao do Plano de Reestruturao do Ncleo Estadual de Atendi-mento Socioeducativo (Neas), desenvolvido pela Secretaria de Promoo da Paz. O plano prev estratgias para tornar as unidades eficientes no que se refere ressocializao do adolescente considerado in-frator.

    As juzas realizam hoje uma inspeo na Unidade Estadual de Atendimento So-cioeducativo, acompanhadas por representantes da Segu-rana Pblica do Estado e do TJ. Antes disso, s oito horas, uma visita ser realizada 1 Vara da Infncia e da Juven-tude. Aps essa programao est prevista uma reunio com o governador Teotonio Vilela Filho no Palcio do Go-verno.

    Briga com facas deixa duas mulheres feridas no bairro da Ponta VerdeUma tentativa de duplo homicdio foi registrada prximo ao Bompreo do bairro da Ponta Verde por volta das 11 horas de ontem. Maria Rosivnia Souza Lima, de 26 anos, e Raquel Reis da Silva, de 19, brigaram e acabar-am se agredindo mutuamente com facas. De acordo com informaes dos agentes da polcia, as vtimas seriam moradoras de rua e a briga teria sido ocasionada porque uma das mulheres teria batido no filho da outra. As mulheres foram encaminhadas ao Hospital Geral do Estado (HGE), com ferimentos leves nas pernas e nos braos e aps receberem alta foram levadas para prestar esclarecimentos na Central de Polcia.

    CidadesMACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

  • MPF quer punir prefeitura por lixorea de um hectare pertencente comunidade indgena Kariri-Xoc, em Porto Real do Colgio e tem at lixo hospitalar

    A Prefeitura de Porto Real do Colgio e a Fundao Nacional do ndio (Fu-nai) so rs na ao civil pblica proposta ontem pelo Ministrio Pblico Federal em Arapiraca (AL). Pesa sobre a prefeitura a instalao de um lixo a cu aberto com resduos hospi-talares nas terras destina-das comunidade Kariri-Xoc. J a Funai foi omissa quanto proteo da terra indgena.

    Na ao, o procurador da Re-pblica, Jos Godoy Bezerra de Souza, visa a responsabilizao e a reparao por danos causados ao meio ambiente e ao patrim-nio cultural dos ndios de Porto Real. Requer, liminarmente, que a prefeitura no jogue mais lixo nos limites da terra Kariri-Xoc (sob pena de multa diria de R$ 50 mil), e apresente ao Ibama, para fins de anlise e aprovao, no prazo de 90 dias, Projeto de Recuperao de rea Degrada-da, sob pena de multa diria, em caso de descumprimento, no va-

    lor de R$ 10 mil.LIMINARA respeito do pedido de an-

    tecipao de tutela, o represen-tante do MPF/AL argumenta: A menos que se coba por ordem judicial, vindo antes do trmino da presente ao, a continuidade do ato lesivo h de destruir irre-mediavelmente parte dos patri-mnios ambiental e cultural.

    De acordo com a ao, a rea onde foi instalado o lixo de um hectare. O analista pe-ricial do MPF/AL, antroplogo Ivan Soares Farias, verificou que o depsito fica situado en-tre as moradias dos indgenas e o espao destinado aos rituais religiosos. Os rituais [denomi-nados de Ouricuri] esto sendo prejudicados em razo do lixo impedir a chegada dos ndios mata sagrada, bem como por servir de desconfiana de ser o causador de doenas que ulti-mamente tm acometido alguns de seus membros, explica Ivan Farias. Procurador pede que lixo deixe de ser depositado no local imediatamente, sob pena de multa diria de R$ 50 mil contra a prefeitura

    Gaiolas foram destrudas e animais foram encaminhados para o Ibama, para tratamento e readaptao

    Corpos que passaram pelo instituto foram identificados, segundo diretor

    Corpo foi encontrado margem do Rio Camaragibe, perto de olaria

    ASSESSORIA

    CORTESIA

    ARQUIVO / TRIBUNA

    JG40GRAUS

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012CIDADES10 TribunaIndependente

    EM ARAPIRACA

    Batalho apreende mais de 400 pssaros silvestresDAVI SALSAREPRTER

    Arapiraca (Sucursal) - Policiais do Batalho Am-biental da Polcia Militar re-alizaram uma operao, na manh de ontem, na feira livre de Arapiraca, e apreen-deram mais de 400 pssaros silvestres.

    O trabalho ocorreu nas imediaes da Rua Maurcio Pereira, no bairro Baixo, e contou com o apoio do 3 Ba-talho Militar.

    Os pssaros estavam amontoados em pequenas gaiolas no meio da rua. Den-tre as espcies apreendidas

    estavam o papa-capim, azu-lo, galo-de-campina, extra-vagante, entre outros ani-mais silvestres ameaados de extino.

    A maior parte das aves apresentava pequenos feri-mentos, o que caracterizava maus-tratos.

    Os comerciantes fugi-ram do local sem ser iden-tificados. As gaiolas foram destrudas e os pssaros encaminhados superinten-dncia do Instituto Brasilei-ro de Meio Ambiente e Re-cursos Naturais Renovveis (Ibama), em Macei, para tratamento e readaptao ao meio ambiente.

    INVESTIGAO

    Direo do IML diz ter material gentico de moradores de rua

    INTERIOR

    Jovem morto a facadas e tiros e tem a cabea arrancada

    DANIEL MAIAREPRTER

    A direo do Instituto Mdico Legal (IML) de Ma-cei comunicou ontem, em entrevista Tribuna In-dependente, que a equi-pe de mdicos legistas j havia coletado o material gentico e feito fotografias de todos os corpos de mo-radores de rua vtimas da violncia, mesmo durante a greve dos profissionais. O levantamento inclui as vtimas que foram sepulta-das ou aquelas que ainda esto no necrotrio do ins-tituto.

    O IML ser notificado pelo Ministrio Pblico Estadual (MPE) para dis-ponibilizar o material Polcia Civil a fim de ace-lerar as investigaes dos homicdios contra sem-teto praticados desde 2010. De acordo com a promotora de Justia Marluce Falco, a notificao ser realizada na prxima segunda-feira. A partir da, a instituio ter 30 dias para disponi-bilizar o material.

    Porm o diretor do IML, Luiz Mansur, disse no ter um quantitativo preciso dos cadveres com o perfil de sem-teto. Alm disso, o

    diretor disse que no esta-va informado sobre o rela-trio que trata de mais de 60 inquritos de mortes de moradores de rua nos anos de 2010, 2011 e 2012. O documento fomentado pela comisso formada pelo promotor Flvio Gomes, Marluce Falco e Myri Tavares foi divulgado no Dirio Oficial da ltima sexta-feira. O IML ainda no conhece qualquer ten-tativa de aproximao do Ministrio Pblico Estadu-al e da Polcia Civil para intensificar o procedimen-to de identificao de cad-veres, declarou o diretor.

    Um jovem ainda no identificado foi encontra-do morto no municpio de Joaquim Gomes, com a cabea arrancada e dis-tante cerca de 50 metros do corpo. O crime aconte-ceu na madrugada de do-mingo (15), s margens do Rio Camaragibe Mirim.

    Segundo informaes da Polcia Militar (PM), a vtima teria recebido diversos golpes de arma branca, e em seguida foi atingida por disparos de arma de fogo.

    Aps os disparos, os as-sassinos teriam decapita-

    do a vtima, e colocado o corpo de um lado e a ca-bea a 50 metros de dis-tncia, em um salo da desativada olaria do mu-nicpio.

    Populares afirmaram que a vtima em questo era vendedor de macaxei-ra na feira da cidade.

    O Instituto de Crimina-lstica (IC) esteve no local e constatou uma marca de crucifixo ao redor do corpo do autnomo.

    O crime chocou a todos que estiveram no local.

    O corpo foi encaminha-do para realizar a necrop-

    sia no Instituto Mdico Legal (IML) localizado no bairro do Prado, em Ma-cei.

    A delegacia de Joaquim Gomes ainda no come-ou a investigar o cri-me. Segundo um agente da Polcia Civil do 110 Distrito Policial, entre-vistado pela Tribuna Independente, sem a identificao da vtima e sem qualquer pista dos autores do crime brutal, a delegacia ainda no teve condies de iniciar a apurao, nem definir linha de investigao.

    AES JUDICIAIS

    MPE e Casal se unem para combater gato

    A Companhia de Sanea-mento de Alagoas (Casal) re-cebeu o apoio do Ministrio Pblico Estadual (PME) nas aes de combate s fontes al-ternativas de abastecimento e operaes de fiscalizao para conter as fraudes respons-veis pelos furtos e desvios de gua nas grandes adutoras, principalmente nas do Serto, Bacia Leiteira e Agreste.

    A manifestao partiu do procurador-geral de Justia, Eduardo Tavares, durante uma apresentao feita pela companhia ontem de manh aos membros do MPE. O Mi-nistrio Pblico parceiro das instituies e da sociedade e ajuda o Estado no aprimora-mento social, destacou Tava-res.

    Por sua vez, o presidente da companhia, lvaro Me-nezes, em nome da diretoria, agradeceu o apoio e se colocou disposio para ajudar nos procedimentos que se fizerem necessrios.

    Em sua apresentao, a em-presa mostrou, por meio do assessor tcnico Jorge Brise-no, da assessora jurdica Bru-na Juc, e do advogado Filipe Galvo, da empresa que pres-ta servios jurdicos compa-nhia, as aes relacionadas ao Programa de Reduo de Per-das e ao Projeto de Recupera-o de Mercado. Eles deram enfoque aos investimentos para melhoria do abasteci-mento de gua de Macei e ao combate s fontes alternati-vas de abastecimento e ao fur-to de gua nas adutoras.

    Durante a exposio, os promotores da capital e do in-terior do Estado tiraram d-vidas a respeito das fontes al-ternativas de abastecimento, inclusive carros-pipa em Ma-cei, e de outras questes so-bre o consumo de gua, como furtos, fraudes e depredaes de adutoras.

    O apoio do Ministrio P-blico foi fundamental para o ajuizamento de aes da Casal contra latifundirios e polticos que desviavam gua para suas propriedades, em prejuzo do abastecimento das cidades, afirmou o advogado Filipe Galvo, acrescentando que muitas dessas aes re-sultaram em condenao.

    Tambm integraram a equi-pe da Casal no encontro com o MPE o vice-presidente de Gesto Operacional, Moiss Vieira, o assessor jurdico Edilson Alves e o advogado Walmar Peixoto, do escritrio jurdico que presta servios companhia.

  • CIDADES 11TribunaIndependente

    Amigos (nem sempre) sortudos

    Amiges desde os tempos ureos do histrico bairro do Bom Parto, Benedito Barbosa (o Biu Bodo) e Miguel Batista (tambm conhecido como Nem) eram aficionados do jogo de azar, no importando a modalidade. Carteado, jogo-do-bicho... o escambau. Os jogos mais simples, como o de damas, pingue--pongue e xadrez eles transformavam em competies de azar, nos quais as apostas eram altas. Falecida a fbrica de tecidos Alexandria, eles que eram ope-rrios da sobredita, se mudaram para a Ponta Grossa, onde no ficou biboca de jogatina que eles no tivessem frequentado. Certa noite, numa das quebradas do bairro, l estava a dupla matando o tempo num carteado, quando surgiu no pedao uma linda more-na, com todas as curvas possveis e imaginveis. Desinibida, ela aproximou-se dos dois e cumprimentou: - Ol meus queridos, tudo bem? E eles, unssonos: - Tudo jia! E ela, jogando mais charme e sensualidade pra cima dos caras: - T achando que hoje o meu dia de sorte! Gostaria de jogar uma partidinha com vocs, pode ser? - S se for agora! Mas tem uma coisa: a gente s aposta alto! esclareceu Biu Bodo. - Duzentos paus, t bom? sugeriu a morena. - Pra comear, t timo. O que vai ser? - Dados. Mas o nico jeito de me dar sorte jogar o dado sem a calcinha... - Sem a calcinha???!!! vibrou o Nem. Puxa, o mximo! - Ento, vamos l! Assim dizendo, a morena tirou a cala comprida, depois a calcinha e, em seguida, jogou os dados na mesa. - Ganhei! - gritou ela, pegando o dinheiro e disparando porta a fora. E o Biu Bodo, encarando o Nem: - Qual o nmero que deu, hein, companheiro? E ele, frustradssimo: - Como que eu vou saber, Biu? Pensei que voc estivesse olhando para os dados.

    ALTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

    Lei Seca apreende 34 habilitaes e 25 veculosCondutores que se recusam a fazer teste do bafmetro tambm so punidos

    Segurana foi rendido e teve arma roubada; estabelecimento no tem cmeras

    Na terceira semana da fiscalizao da Opera-o Lei Seca, muitos condutores continuam sendo surpreendidos pelas blitze. Na ltima semana, de nove a 15 de julho, 387 veculos foram abordados nas ruas da capital alagoana. Destes, 25 foram recolhidos ao ptio do Departamento Estadual de Trnsito de Alagoas (De-tran/AL), 105 condutores foram autuados e 34 Cartei-ras Nacionais de Habilita-o recolhidas. A operao faz parte do programa Bra-sil Mais Seguro - Alagoas.

    De acordo com o sargen-to Bandeira, do Batalho de Polcia de Trnsito (BPtran), a maioria das apreenses de

    CNH por recusa do baf-metro: 20% dos condutores se recusam a fazer o teste, no entanto, ainda assim, a maio-ria afirma ter ingerido bebida alcolica.

    O sargento ainda acres-centou que durante as ope-raes s foram feitos trs flagrantes em que o teste do bafmetro deu positivo. Na parte baixa da capital as apreenses so maiores, dis-se o sargento.

    So autuados os motoris-tas flagrados dirigindo sob o efeito de bebidas alcolicas ou os que se negam a fazer o teste do bafmetro. Durante a fiscalizao, equipes do De-tran verificam a documenta-o do condutor e do veculo,

    podendo, ainda, recolher o ve-culo, caso esteja com irregu-laridades no licenciamento.

    Durante a operao, todos os condutores abordados so convidados a fazer o teste do bafmetro. O motorista que se recusar est enquadrado no artigo 277, pargrafo ter-ceiro, do Cdigo de Trnsi-to Brasileiro, que prev que quem se negar a fazer o tes-te do etilmetro ser incurso nas mesmas medidas admi-nistrativas do motorista que conduz o veculo sob efeito de lcool, explicou a coordena-dora de Infraes do Departa-mento Estadual de Trnsito (Detran/AL), ngela Oliveira.

    A infrao para o condutor que estiver alcoolizado ou se

    negar a fazer o teste consi-derada gravssima. Alm de uma multa de R$ 957 e sete pontos na CNH, ser aberto um processo administrativo no Detran/AL e este motoris-ta poder perder o direito de dirigir por 12 meses.

    A campanha visa educar e mudar o comportamento dos motoristas. As fiscaliza-es sero constantes e con-tam com a participao das trs esferas de governo. Para o sargento Bandeira, as pes-soas esto mais cuidadosas. Muita gente est deixando o veculo em casa e saindo de txi ou passando a chave para outra pessoa que no ir inge-rir bebida alcolica, finalizou.

    ASCOM PM

    SANDRO LIMA

    Uma pessoa foi flagrada com revlver dentro de estabelecimento

    Maria Angelita contesta que campanhas sejam financiadas por roubos

    NA GRUTA

    Dupla invade clnica para roubar moto

    BANCOS

    Delegada descarta ligao de roubos com eleio

    MACEI

    Operao da PM fecha bares e prende homemA Polcia Militar de Alago-

    as, por intermdio do Coman-do de Policiamento da Capital (CPC), realizou na noite de domingo (14) mais uma ope-rao de saturao de rea em bairros de Macei e na Regio Metropolitana. Trs bares fo-ram fechados e uma pessoa foi presa por porte ilegal de arma de fogo e estelionato.

    A ao contou com a parti-cipao de policiais militares de todas as unidades de rea e especializadas do CPC e tam-bm com agentes da Fora Na-cional e da Secretaria Munici-pal de Transportes e Trnsito (SMTT).

    De acordo com o coman-dante do CPC, coronel Gil-mar Batinga, que participou da operao, o foco da ao policial, em Macei, foram os bairros onde so registrados o maior nmero de ocorrncias. O horrio da operao de 20 horas s duas horas tambm foi escolhido por ser o perodo em que os crimes ocorrem com

    mais frequncia.Os bares e danceterias fo-

    ram outro foco da ao, com o objetivo de combater o por-te ilegal de arma, o trfico de drogas e verificar a presena de menores nestes locais. Nos bairros da Ch da Jaqueira e Bebedouro, trs estabele-cimentos foram fechados por no possurem a licena para funcionamento e autorizarem a entrada de menores de 18 anos.

    Durante uma abordagem ao Bar do Kayla, no bairro do Bebedouro, uma guarnio do Batalho de Operaes Poli-ciais Especiais prendeu Ail-ton Barboza dos Santos, de 40 anos.

    Com ele, os policiais encon-traram um revlver calibre 38 com seis munies intactas. Ele tambm portava um docu-mento de identidade falso que o identificava como agente pe-nitencirio e foi encaminhado Central de Polcia para reali-zar os devidos procedimentos.

    MILTON RODRIGUESREPRTER

    Dois homens armados in-vadiram ontem uma clnica do Hospital de Olhos Santa Luzia, no bairro da Gruta. A clnica faz atendimento parti-cular e pelo Servio nico de Sade (SUS).

    O objetivo do grupo era co-meter um assalto no local. De acordo com informaes do 4 Batalho de Polcia Militar, os criminosos renderam um segurana que cuidava do es-tabelecimento e levaram sua arma e uma moto que estava no local.

    A dupla teria utilizado um

    revlver para cometer o cri-me. O objetivo, segundo a po-lcia, seria roubar outra moto Honda Twister, de cor preta e placa no anotada, que estava na garagem da clnica. A moto pertence a um dos funcion-rios.

    Eles chegaram aqui me renderam e me mandaram dei-

    tar na rua enquanto realizavam o assalto, conta o segurana, que no quis ser identificado.

    No lugar, no existem c-meras de monitoramento que possam ajudar na identificao dos ladres. A Polcia Militar foi acionada e realizou rondas na regio, mas nenhum suspei-to foi detido.

    Ana Paula OmenaReprterA onda de assaltos a esta-

    belecimentos bancrios nos ltimos meses tem chamado a ateno da populao ala-goana e da polcia. De janei-ro at agora, Alagoas conta-biliza um saldo de 38 roubos ou furtos contra instituies bancrias no Estado.

    Apesar de sindicatos de trabalhadores desse setor e a Ordem dos Advogados do Brasil j terem confirmado a suspeita de que os roubos aumentam em ano de elei-o porque h relao entre o crime e o perodo de cam-panhas, a delegada titular da Seo Especializada de Combate a Roubo a Banco (Serb), Maria Angelita Ro-meiro, disse que a hiptese est descartada.

    Conforme investigaes da especializada, os assal-

    tos nada tm a ver com o perodo de eleio e o finan-ciamento de campanhas. A delegada afirma tratar-se de grupos criminosos que agem em Alagoas e em outros es-tados como se fosse uma empresa, com preparao e articulao, cada qual na sua devida funo dentro da quadrilha e independente de ser ano de eleio.

    A autoridade policial in-formou que a maioria dos componentes das quadrilha que atuam em Alagoas na-tural daqui.

    Maria Angelita revelou que os criminosos que atu-am nesse grupo especializa-do residem em pontos fixos, mas tambm acabam por co-meter assaltos a bancos fora do Estado e posteriormente acabam retornando para o solo alagoano.

    Todos com razo Na calada da bodega do por-tugus Daniel Fernandes, bairro do Farol, os populares Z Bizantino e Z Santos batiam boca sem chega-rem a um acordo. Em dado momen-to, deram uma parada na discusso para ouvirem a opinio abalizada do velho e experiente bodegueiro. Bizantino contou a histria dele. Quando terminou, o portugus coou o bigode e disse: - O gajo tem razo. Em seguida, foi a vez do Z

    Santos apresentar a sua verso. Seu Daniel coou novamente o bigode e concluiu: - Tens razo, gajo. Nesse momento vem chegando dona Maria, mulher do portugus e entrou na questo: - Mas Daniel, os dois gajos disseram coisas diferentes e tu deste razo a eles! Os dois no podem ter razo! E o velho sbio: - Tens toda razo!

    Viajando ao contrrio Propagandista de remdios, o distinto Nilclubio Barroso caminhava perdido pelo interior agrestino, carregando uma pesada pasta cheia de Amostra Grtis, montado num par de sapatos empoeirados. Depois de caminhar lguas, cruzou com um matuto ao volante de uma caminho-neta barulhenta e saltitante. Deu com a mo, o cara parou o carro e ele perguntou: - Meu amigo, por favor, quanto tempo se leva pra chegar a Que-brangulo? E o matuto: - Ah, at Quebrangulo vai mi meno hora e meia! - O senhor poderia me dar uma carona? - Apis no! Possa assumbi! Depois de umas trs horas na estrada, Barroso estranhou: - Mas o senhor no disse que era mais ou menos hora e meia at Quebrangulo? Ns estamos rodando h mais de trs horas...! - Ah, isso verdade! S qui nis tamo indo pra dereo contrra!

    A mesma coisa! O casal Libnio/Mauritnia estava completando 40 anos de matrimnio. Naquela noite, os dois pegavam uma fresca no alpendre de casa quando, de repente, Libnio saiu com essa pra cima da mulher: - Mauritnia, o que voc faria se eu morresse antes de voc?

    Na hora, ela respondeu: - Bom, eu ia arrumar duas ou trs mulheres solteiras ou vivas para virem morar comigo. Esco-lheria outras quatro que fossem mais novas e bem dispostas que eu, para quebrar a monotonia. E voc, Libnio, faria o qu? - A mesmssima coisa que voc!

    Viu o concerto na marra! Oito horas da noite, um monte de gente se espremia na antiga Praa Senhor do Bonfim, no Poo, para ver o concerto de violino de um certo Doutor Epifnio, maestro evanglico. Logo que o indigitado co-meou sua apresentao o pblico foi indo embora aos poucos. Quatro horas depois, o concertista olhou para a nica pessoa da plateia e disse emocionado: - Gostaria de lhe agradecer por ter assistido meu concerto at o final... E o cara: - Tudo bem. Ento, pelo amor de Deus me ajude a encontrar as minhas muletas!

  • PosseA Associao dos Folgue-dos Populares de Alagoas (Asfopal) realiza amanh (18/7) a posse da nova diretoria, s 10h30, no Centro de Belas Artes de Alagoas, localizado na Rua Pedro Monteiro, no Centro de Macei. Foram eleitos por aclamao no ltimo dia 4 de julho o jornalista e produtor cultural h 19

    anos, Keyler Simes para presidente, e para vice-presidente; o mestre Geraldo Jos da Silva, que professor da rede estadual de ensino e coordena o Grupo Folclrico Ax Zumbi. Parabns e sucesso nas aes!

    Trnsito modificado gera transtornos a condutoresMudanas no Poo e Jaragu comearam a valer a partir do domingo, dia 15

    NIGEL SANTANAREPRTER

    No incio da manh de ontem os motoristas que trafegaram pelos bairros de Jaragu e Poo, na parte baixa da cidade, se depararam com um aci-dente ocorrido na sada da Rua S e Albuquerque com a Desembargador Paulo Rocha, ambas em Jaragu.

    O motivo foi a falta de sinalizao aps o anncio da mudana no trnsito da-quela regio. O veculo que vinha da S e Albuquerque foi atingido por outro que trafegava pela Paulo Rocha. Naquela localidade, no h semforo, faixa ou placa que indique a mudana de trfe-go ou quem deve ter a prefe-rncia.

    A reportagem da Tribu-na Independente este-ve no local e constatou um agente da Superintendncia Municipal de Transporte de Trnsito (SMTT) passando informaes aos motoristas. No incio, a preocupao constante, no entanto, com a sinalizao vai melhorar o trfego, disse.

    No bairro de Jaragu, quem vem do Centro senti-do Praa Rayol vai trafegar

    SANDRO LIMA

    Agentes de trnsito da SMTT esto espalhados pelo percurso, mas no conseguiram evitar acidente

    De bem com o povo

    Em Feira Grande, um dos municpios mais impor-tantes do Agreste alagoa-no, o Governo Municipal apoia a candidatura do ex-secretrio de Administrao Drio Roberto. Ao que parece, a administrao municipal, que tem como gestor Fbio Apstolo de Lira - o Fabi-nho do Chico da Granja - acertou em cheio: Drio vem agradando as comunidades que residem nas reas rural e urbana da cidade.

    MACEI - TERA - FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012CIDADES12 TribunaIndependente

    Comisso de Jornalistas pela igualdade racial - Cojira - ALEditado por Helciane Anglica

    www.cojira-al.blogspot.com / cojira.al@gmail.com / @cojiraal (Twitter)

    CURTAS

    por mo nica, saindo por trs do Mercado de Jara-gu. Nem precisa citar que o trnsito se torna catico no incio da manh.

    Ali prximo, no bairro do Poo, a Avenida Comenda-dor Leo tambm virou mo nica. Quem vem pela Ave-nida Buarque de Macedo, no Centro, precisa entrar em uma via que d acesso ao bairro de Jaragu e fazer o contorno para seguir at a

    Comendador Leo.ROTADe acordo com a SMTT,

    as vias que passaram a ser mo nica so: Aveni-da Comendador Leo; Rua Cassiano Albuquerque; Rua Cristovo Colombo e Rua Maria Vitria de Frana, no bairro do Poo.

    Em Jaragu, as rotas que passaram a ter sentido invertido so: Avenida Cid Scala; Avenida Joo Ome-

    na de Andrade; Rua Mato Grosso; Rua S e Albu-querque; Rua Pedro Am-rico e Rua Pedro Paulino.

    As linhas de nibus que trafegam pela regio tam-bm tiveram os itinerrios alterados. Com as modifi-caes, a Praa 13 de Maio, que fica na Avenida Joo Omena de Andrade, por trs do Sesc Poo, passa a ser o principal ponto de nibus naquela localidade.

    Prmio Abdias ltimos dias para a inscrio

    No prximo dia 31 de julho encerra-se as inscries para a segunda edio do Prmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento. Trata-se de uma iniciativa da Comisso de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Rio), vinculada ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Municpio do Rio de Janeiro (SJPMRJ), que conta com o apoio da Federao Nacional de Jornalistas (Fenaj) e do Centro de Informaes das Naes Unidas (ONU). O patrocnio da Fundao Ford, Fundao W. K. Kellogg e da Oi. Essa uma oportunidade mpar dar visibili-dade s reportagens especiais que enaltecem as questes etnicor-raciais, que foram publicadas e veiculadas entre 1 de maio de 2011 e 31 de julho de 2012. Sero aceitos trabalhos veiculados em emissoras brasileiras de televiso ou rdio, na mdia im-pressa, na internet e na mdia alternativa res em sete categorias: Mdia Impressa, Televiso, Rdio, Internet, Mdia Alternativa ou Comunitria, Fotografia e a Categoria Especial de Gnero, con-forme regulamento. As inscries devem ser feitas pelos prprios autores atravs do site www.premioabdiasnascimento.org.br, que tambm dispe de informaes sobre quem foi Abdias Nasci-mento, sobre as Cojiras, uma reflexo sobre a questo racial na mdia, alm de notcias sobre a premiao e um vdeo-documen-trio lanado em sete cidades brasileiras mostrando como foi a noite de entrega do prmio no Teatro Oi Casa Grande, em 2011. O prmio uma grande conquista para o movimento nacional de jornalistas que lutam pela igualdade racial na categoria, pois tem contribudo para a sensibilizao de outros profissionais e ainda incentiva uma produo jornalstica que quebra de esteretipos, combate ao racismo miditico, alm de dar maior visibilidade populao negra nos mais diversos setores da sociedade. Vida longa ao prmio! Ax!

    Palavras pretasO projeto Razes da frica, coordenado pela professora e publicitria Arsia Barros, em parceria com o Mojub Petiscaria Baiana e apoio da Secretaria da Mulher, Cidadania e dos Direitos Humanos, realiza nessa sexta-feira (20/7), s 20h, o VII Festival Alagoano das Palavras Pretas: Mojub O luku mi, que na lngua africana yorub quer dizer: Eu Sado Meus Amigos. Alm de ser uma homenagem ao Dia

    Internacional da Amizade ou Dia do Amigo uma tima oportunidade para conferir poemas que destacam as questes etnicorraciais, boa msica e comidas afro-brasileiras de qualidade. O Festival gratuito, mas com vagas limitadas. As reservas de mesa devem ser feitas at 19 de julho, s 19h, pelo e-mail da mojubapetiscariabaiana@gmail.com. Mais informaes: 8834-5638/8827-3656.

    Data importante com alegria que a Comisso de Jornalistas pela Igualdade Racial em Alagoas (Cojira-AL) parabeniza a toda a Rede Alagoana de Comu-nidades Tradicionais Afrobrasileiras que luta pela liberdade de cultos, respeito e combate intolerncia religiosa. Nessa sexta-feira (13/7) foi publicada no Dirio Oficial a Lei n 7.384, de 12 de julho de 2012, que institui no calendrio oficial do Estado de Alagoas o Dia de

    Resistncia da Religiosidade Afro-brasileira Dia de Iemanj, a ser comemorado no dia 8 de dezembro. Essa uma iniciativa admirvel, ainda mais quando estamos no ano onde encontra-se em evidncia o Centenrio do Quebra de Xang, mas tambm esperamos que os toques e oferendas no tenham mais que enfrentar intimidaes, proibies e delimitaes de reas para serem executados.

    LutoO movimento negro brasileiro ficou entriste-cido na ltima quinta-feira (12/7) com o falecimento do professor Eduardo de Oliveira, aos 85 anos, que sofria de insuficincia re-nal. O presidente-fundador do Congresso Nacional

    Afro-brasileiro (CNAB) foi um defensor das polticas pblicas, dos direitos humanos e militante ativo no combate do racismo. Tambm foi o primeiro vereador negro de So Paulo em 1963; escreveu vrios livros; era poeta, jornalista e o compositor do Hino Negritude, oficializado em 2009, quando foi aprovada a oficializao do cntico africanidade brasileira, em todo o territrio nacional, pela Comisso de Constituio e Justia e de Cidadania.

    ......Chegamos edio n209 da Coluna Ax, e para mantermos esse espao ativo contamos com a colaborao dos grupos afro-culturais e scio-polticos de Alagoas. Envie informaes sobre a agenda de atividades e projetos para o email: cojira.al@gmail.com.......No dia 8 de julho ocorreu a grande final do quadro Estilos, no programa Tudo Possvel, da Rede Record, que escolheu os Tenores do Brasil. Den-tre os cinco vencedores esteve o cantor mineiro Thiago Neves o nico negro na final , que demos visibilidade na coluna publicada no ltimo dia 26 de junho.......De 16 a 21 de julho acontece em Guayaquil, no Equador, o XII Encontro Afro Latino Americano e Caribenho. Tambm ter o 2 Encontro de Pastoral Afo-americana (EPA), com o lema A Pastoral Afro-americana e o Docu-mento de Aparecida: Desafios e Esperanas na Igreja e na Sociedade.......Nos dias 21 e 28 de julho, das 9 s 12 horas e das 14 s 17 horas, tero as oficinas de maracatu e dana do grupo Baque Alagoano, na Praa Marclio Dias, no Jaragu. A inscrio custa R$ 20 e mais um brinquedo, novo ou usado, em bom estado de conservao. Acesse: www.maracatu-baquealagoano.blogspot.com. ......O cantor Igbonan Rocha e um time de grandes msicos realizaro no dia 29 de julho, a partir das 16h, o projeto Samba do Mesa, na Cervejaria e Petiscaria Mesa de Bar, localizada no bairro da Jatica, em Macei. O couvert artstico ser de R$ 8 e as mesas R$ 40. Contatos: 3325-6314 ou 9924-3463.

    CongressoA Associao Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) - ABPN - realiza, de 16 a 20 de julho, na cidade de Florianpolis -SC, o VII Congresso Brasileiro de Pesquisadores(as) Negros(as) com o tema: Os desafios da Luta Antirracista no Sculo XXI. Na ocasio sero homenageados: Vicente Francisco do Esprito Santo (in memoriam), e os professores Abdias do Nascimento (in memoriam), Llia Gonzalez (in memoriam) e Kabengele Munanga. O primeiro Congresso Brasileiro ocorreu no ano de 2000, e a instituio congrega pesquisadores(as) negros(as) interessados em pesqui-sas acadmicas em temas pertinentes construo e ampliao do conhecimento hu-mano e outros pesquisadores comprometidos com temas de interesse das populaes negras no Brasil, frica e Dispora. Saiba mais no site: www.abpn.org.br/copene.

    Administrao exemplarFabinho do Chico da Granja, como mais conhecido por seus munci-pes, tem realizado uma boa administrao, investindo em reas priorit-rias como sade e educao, alm de outros setores como agricultura e assistncia social.Fbio Apsto, que filiado ao PTB, que tem com estrelas em Alagoas o senador Fernando Collor de Melo e a deputada federal Clia Rocha, est no seu segundo mandato consecutivo e garante que at o trmino de sua gesto continuar realizando aes em prol dos seus muncipes. Estou feliz pelo trabalho que estamos realizando. Quero agradecer ao povo feira-grandense pelo apoio e carinho, completou Fabinho.

    ProfissionalPor falar em Feira Grande, o comuni-cador Srgio Tenrio est de volta. De acordo com informaes de partidrios do candidato a prefeito Drio Roberto, ele o locutor oficial da campanha e ser responsvel pela coordenao do horrio eleitoral gratuito do candidato governista.Por telefone, o radialista Srgio Tenrio se diz satisfeito em trabalhar com o grupo poltico. O meu papel simples e quero faz-lo com competncia e dinamismo. Feira Grande a terra dos meus filhos e da minha esposa e tenho muito identificao com essa impor-tante cidade do Agreste, concluiu o radialista.

    Boa iniciativaA Prefeitura de Arapiraca, atravs da Secretaria de Sade, por meio das coorde-naes de Sade do Homem, Promoo da Sade, Centro de Referncia em Sade do Trabalhador (Cerest) e Pro-grama HiperDia, iniciou, nesta segunda-feira (16), mais uma importante ao de sensibili-zao da sade do homem.As atividades foram abertas no hall de entrada do Centro Administrativo Municipal e fazem parte da aluso ao Dia do Homem, que foi celebrado neste domingo (15).

    ProgramaoNa manh de ontem, no Centro Administrativo Municipal, aconteceu diversas aes de sensibilizao e promoo da sade do servidor p-blico e dos frequentadores do espao pblico, a exemplo de aferio da presso arterial, controle do tabagismo, cuidados com o uso de bebidas alcolicas, atividades fsicas, preveno DST/Aids, orientao nutricional e orientaes de sade do trabalhador e de preveno de acidentes.

    Mais sadeAinda de acordo com a programao, que conta com o apoio do Departa-mento de Ateno Sade, na quarta (18) ocorrer o Viva Arapiraca na Vila So Jos, com atividades na Escola Laury Capistrano.Na quinta (19), haver mais ativida-des, e, a partir das 15 horas, est marcada uma caminhada alusiva sensibilizao da ateno integral sade do homem, na Praa Manoel Andr, no centro da cidade.

    SeminrioA Coordenadoria Municipal do Programa DST/Aids promo-ver, nesta tera-feira (17), a partir das oito horas, o Semi-nrio Sobre tica e Legislao em HIV.O evento voltado para agen-tes de sade de endemias e ser realizado no Centro de Referncia Integrado (Cria), nas imediaes do Centro Administrativo Municipal.

    Palmeira dos ndiosA informao est no portal Cada Minuto: Os candidatos James Ribeiro e Carlos Alberto Canuto, que disputam as eleies 2012 para as prefei-turas de Palmeira dos ndios e Pilar, respectivamente, podem ter as can-didaturas impugnadas pela Justia Eleitoral e desta forma no participar do pleito que ser realizado em outubro.O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que na certido de filiao FiliaWeb do prefeito James Ribeiro (PSDB), candidato reeleio em Palmeira dos ndios, o nome dele no aparece como filiado ao PSDB ou a outra legenda partidria.

    DocumentoNo documento consultado no incio da tarde no site do TSE a resposta foi bem clara: Certifico que, de acordo com os assentamentos do Sistema de Filiao Partidria e com o que dispe a Res.-TSE n 23.117/2009, o eleitor (James Ribeiro Sam-paio Calado Monteiro) qualificado no est filiado a partido poltico

    ImpugnaoAproveitando o deslize, no ltimo sbado, 14, A frente de Oposio da Competncia e Honestidade entrou com pedido de im-pugnao no cartrio da 10 Zona Eleitoral contra a candidatura do atual prefeito. Com base na certido - emitida via site do TSE - Ribeiro no est filiado a nenhum partido poltico, portanto, no pode se candidatar.Segundo o site do TSE, a Certido de Filiao Partidria destina-se a atestar a existncia/inexistncia de registro(s) no sistema de filiao partidria, a partir das informaes fornecidas pelos partidos polticos e pelos prprios filiados (Res.-TSE n 23.117, de 2009, art. 22).

    ... Com relao candidatura de Carlos Alberto Canuto, da cidade de Pilar, existe um pedido de impugnao da promotora Dalva Tenrio, da comarca do Pilar. O ex-prefeito do municpio, que pretende retornar ao cargo de chefe do Executivo, teve a prestao de contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da Unio (TCU). ... Membros do Movimento de Combate Corrupo Eleitoral (MCCE) em Alagoas iro entrar com duas peties na comarca de Pilar pedindo a cassao do registro das candidaturas de Carlos Alberto Canuto, que concorre prefeitura do municpio, e de seis vereadores envolvidos na Operao Pesca Bagre. De acordo com o MCCE, os candidatos so inelegveis.

    ... A Prefeitura de Arapiraca e a Caixa Econmica Federal convocam os beneficirios contemplados no Residencial Brisa do Lago IV, para participarem do sorteio das unidades habitacionais, nesta tera-feira (17), a partir das 8h30, na Escola de Tempo Integral Pontes de Miranda (antigo Caic).

    ... De acordo com a secretria de Assistncia Social, Adlia Lcia, o beneficirio dever comparecer munido com a documentao pessoal.

  • Artesanato produzido em Alagoas destaque na XIII Fenearte em PernambucoUm coqueiro cenogrfico com tronco de cip e folhas com bordados de fil chamava a ateno dos visitantes para o estande de Alagoas na XIII Fenearte, encerrada no domingo, no Centro de Convenes de Olinda, em Pernambuco. Com um faturamento de aproximadamente R$ 100 mil, os artesos alagoanos e suas peas foram destaques entre as representaes estaduais no setor dedicado ao Programa do Artesanato Bra-sileiro (PAB). com grande satisfao como gestor e imenso orgulho como alagoano que recebo a notcia do sucesso do artesanato de Alagoas nesta que considerada maior feira do setor no Brasil. para isso que a nossa equipe de Design e Artesanato trabalha: fortalecer e promover os artesos do nosso Estado, destaca o secretrio do Planejamento e do Desenvolvimento Econmico, Luiz Otvio Gomes.

    EconomiaSeagri treina adubao verde com citrusEvento ocorre no Litoral Norte e consiste em plantar leguminosas em solo especial onde de cultivam laranjas e limes

    Agricultores de Japara-tinga, no Litoral Norte do Estado, participam hoje de uma atividade chama-da adubao verde, por meio da qual leguminosas so plantadas numa rea de cultivo de citrus para adubar o solo de forma na-tural.

    O encontro ser numa uni-dade demonstrativa da comu-nidade Mucuca, a partir das 9h, implantada pela Secretaria de Estado da Agricultura e do De-senvolvimento Agrrio (Seagri), por meio da Gerncia Regional do Litoral Norte.

    Segundo a engenheira agrnoma Valdelane Tenrio, que conduz as atividades com a ajuda dos tcnicos locais, a adubao verde uma forma natural de melhorar a quali-dade do solo, sem agresso ao meio ambiente nem s plantas. Para isso, usamos crotalria ou feijo, que retm nutrientes no solo, explicou. Na ocasio, tam-bm haver a marcao da rea para o plantio das mudas.

    De acordo com a gerente Maria das Graas Ferreira Sei-

    xas, a rea recebe atividades uma vez a cada quinze dias e usada para orientar os agricul-tores que receberam da Seagri e do Ministrio do Desenvolvi-mento Agrrio (MDA) mudas de citrus, principalmente laranja pera, tangerina ponkam e limo taiti.

    Os extensionistas desenvol-vem um trabalho de orientao, com atividades prticas, para que eles levem esse conheci-mento para suas propriedades e, assim, obtenham melhores resultados na produo, co-mentou a gerente. No Litoral Norte 90 agricultores recebe-ram mudas de citrus.

    A orientao aos produto-res, com difuso de tecnologia, uma das aes da Seagri no Pro-grama Alagoas Tem Pressa. Por determinao do governador Teotonio Vilela, a Secretaria leva aos agricultores familiares o acesso s polticas pblicas, alm de orientaes sobre plan-tio, manejo, beneficiamento e acesso a mercados, comentou o secretrio de Estado da Agri-cultura e do Desenvolvimento

    DIVULGAO

    Agricultores alagoanos receberam mudas de citrus e orientaes sobre a tcnica de adubao verde

    SECRETRIO

    Seinfra debate irrigao com MST

    Em reunio, ontem, o secre-trio de Estado da Infraestru-tura, Marco Fireman, discutiu com representantes do Movi-mento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) o desenvolvimento do projeto de irrigao e abas-tecimento da Adutora de Usos Mltiplos, em Olho dgua do Casado. O secretrio ressaltou o compromisso da Seinfra para dar andamento ao projeto, fun-damental para levar gua po-pulao dos assentamentos dos municpios de Olho dgua do Casado, Delmiro Gouveia e Pi-ranhas.

    O projeto da Adutora de Usos Mltiplos foi iniciado e in-terrompido h cerca de 10 anos e agora ser readequado pelo Governo Estadual, em conjun-to com o Instituto Nacional de Colonizao e Reforma Agrria (Incra), e levado ao Ministrio da Integrao Nacional. Um novo projeto executivo deve ser elaborado de modo a garantir a captao dos investimentos jun-to ao Governo Federal.

    Na reunio, o secretrio Marco Fireman assumiu com o MST o compromisso de pleite-ar recursos para a retomada do projeto. Estimamos em cerca de R$ 50 milhes os recursos ne-cessrios para finalizar a obra, que importante no s para a irrigao, mas tambm para o consumo humano. Vamos agora elaborar um cronograma de trabalhos e buscar vencer a burocracia para iniciar as obras no primeiro trimestre de 2013, disse Fireman.

    Para os representantes do MST, a reunio com integrantes da Seinfra foi positiva. Assumir o compromisso com o projeto j um passo muito importante. En-tendemos os trmites burocr-ticos do Estado e sabemos que Alagoas no dispe de recursos suficientes para agilizar uma obra desse porte. Mas o Governo Federal tem e esperamos que o compromisso firmado na reu-nio garanta o incio das obras o mais rpido possvel, ressaltou a integrante da coordenao na-cional do MST, Dbora Nunes.

    GUA

    MPE apoia Casal no combate a furtos e fontes alternativas

    A Companhia de Sanea-mento de Alagoas (Casal) re-cebeu o apoio do Ministrio Pblico Estadual (PME) s aes de combate s fontes al-ternativas de abastecimento e s operaes de fiscalizao para conter as fraudes respon-sveis pelos furtos e desvios de gua nas grandes adutoras, principalmente nas do Serto, Bacia Leiteira e Agreste.

    A manifestao partiu do procurador geral de Justia, Eduardo Tavares, durante uma apresentao feita pela companhia, na manh desta segunda-feira (16), aos mem-bros do MPE. O Ministrio Pblico parceiro das insti-tuies e da sociedade e ajuda o Estado no aprimoramento social, destacou Tavares. Ao se referir ao apoio solicitado pela Casal e por outras insti-

    tuies, ele foi enftico: Po-dem contar com o Ministrio Pblico.

    Por sua vez, o presidente da companhia, lvaro Me-nezes, em nome da diretoria, agradeceu o apoio e se colocou disposio do rgo para ajudar nos procedimentos que se fizerem necessrios.

    APRESENTAOEm sua apresentao, a

    empresa mostrou, por meio do assessor tcnico Jorge Briseno; da assessora jurdi-ca Bruna Juc, do advogado Filipe Galvo e da empresa que presta servios jurdicos companhia, as aes relacio-nadas ao Programa de Redu-o de Perdas e ao Projeto de Recuperao de Mercado, en-focando os investimentos para melhoria do abastecimento de gua de Macei e o combate s

    fontes alternativas de abaste-cimento e ao furto de gua nas adutoras.

    Durante a exposio, reali-zada no auditrio do MPE-AL, os promotores, tanto da capi-tal quanto do interior do Esta-do, tiraram dvidas a respei-to das fontes alternativas de abastecimento, inclusive car-ros-pipa em Macei, e de ou-tras questes sobre o consumo de gua, como furtos, fraudes e depredaes de adutoras.

    O apoio do Ministrio Pblico foi fundamental para o ajuizamento de aes da Casal contra latifundirios e polticos que desviavam gua para suas propriedades, em prejuzo do abastecimento das cidades, afirmou o advogado Filipe Galvo, acrescentando que muitas dessas aes re-sultaram em condenao.

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012 ECONOMIA 13TribunaIndependente

  • Macei recebe a 13 Expolar nesta quintaFeira ter descontos especiais e novidades no perodo de 19 a 29 de julho

    DIVULGAO

    Expolar ser realizada no Centro de Convenes de Macei e este ano trar muito mais novidades

    CONSTRUO

    Empresa gerenciaresduos

    Para ajudar as empresas a concretizarem projetos, a exem-plo da construo civil, um dos setores que mais crescem na atu-alidade, a empresa Teia realiza a implantao do Projeto de Geren-ciamento de Resduos da Cons-truo Civil (PGRCC). Por meio do projeto, os operrios e todos os outros profissionais ligados ao canteiro de obras so conscienti-zados sobre a melhor maneira de reduzir o volume de resduos ge-rados durante os trabalhos.

    Alm de reaproveitar mate-riais que antes iam diretamente para o lixo, feita tambm a se-parao dos resduos por mate-rial, que agora so colocados em baias e passam a ter a destinao correta.

    Os reciclveis, por exemplo, vo direto para cooperativas que trabalham com o reaproveita-mento de materiais. J as madei-ras so transformadas em lenha e destinadas a padarias parceiras, que, em troca, distribuem pes, bolos e lanches entre os operrios, uma forma de incentiv-los a con-tinuarem trabalhando em prol do meio ambiente. Ainda como parte do PGRCC, a Teia Servios Am-bientais realiza palestras educa-tivas voltadas para os trabalha-dores dos canteiros de obras, que so conscientizados sobre assun-tos importantes relacionados preservao do meio ambiente. As palestras tambm fazem parte do Projeto de Educao Ambiental ofertado pela Teia s empresas parceiras.

    VALE DO MUNDAAgricultores colhem maracuj gigante de mudas que foram doadas

    Agricultores familia-res da Regio do Vale do Munda beneficiados com o repasse de mudas e semen-tes de frutferas j esto co-lhendo o maracuj da varie-dade Gigante Amarelo. Em 2011, por meio de um edital, a Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvol-vimento Agrrio (Seagri) repassou 100 mil sementes dessa variedade de maracu-j, que foi desenvolvida pela Embrapa para recompor os pomares atingidos pelas en-chentes de 2010.

    MUDASAo todo, cerca de 900 mil

    mudas de laranja, tangeri-na, limo e banana, alm de sementes de maracuj, foram repassadas a agri-cultores familiares e assen-tados em 18 municpios. As mudas e as sementes foram encaminhadas ao Estado

    por meio de uma parceria com o Ministrio do Desen-volvimento Agrrio (MDA).

    Ontem, o secretrio de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agr-rio (MDA), Jos Marinho Jnior, apresentou alguns frutos ao vice-governador Jos Thomaz Non. Alm de repassar as sementes e mudas, numa parceria com o Governo Federal, a Se-agri tambm capacitou os tcnicos que atendem esses agricultores, frisou o secre-trio.

    So sementes melhora-das pela Embrapa, que j apresentaram timos resul-tados, e tambm so reco-mendadas para as regies aqui de Alagoas onde elas foram distribudas, frisou o superintendente de Desen-volvimento Agropecurio, Hibernon Cavalcante.

    etjornalista@gmail.com

    Acesse: tribunahoje.com A informao que voc no tinha no seu dia-a-dia

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012ECONOMIA14 TribunaIndependente

    Santa Luzia do Norte, dois irmos

    A medida do candidato Moisis em disputar um cargo de vereador, ao anunciada por ele de forma bem antecipada, impossibilitou agora o desejo de seu irmo, Pedro Csar, que teria se afastado do comando da Secretaria de Educao com o intuito de disputar a eleio deste ano, sobretudo ao cargo de vice, na chapa da atual prefeita Ftima Barros, conforme vinha sendo cogitado seu nome h meses. O detalhe que o grupo da

    prefeira Ftima Barros (como de praxe no mundo da poltica), optou, por meio de uma pesquisa junto ao eleitorado, pela escolha de quem seria o vice da chapa. S que deu a candidata Rita Romeiro, tida como uma lder e que j foi at vice-prefeita l no municpio.

    Santa Luzia - Nem o m nem a cabaaAgora, nem Secretaria de Educao e nem disputar o cargo de vereador, pelo menos este ano, porque seu irmo Moisis saiu na frente representando a famlia. Essa a complicada situao do ex-secretrio Pedro Csar, que agora no tem o que reclamar de seu grupo poltico, que de forma bem democrtica escolheu um candidato ao gosto do povo. Por sua vez, a prefeita no se sente bem em dispensar o novo secretrio da Educao, at porque s tem cinco meses pela frente, mas prometeu convocar Pedro Csar no prximo governo, caso seja eleita.

    Santana do IpanemaNa Festa da Juventude, ocorrida no ltimo final de semana, o candidato da prefeita Renilde Bulhes, o mdico Gustavo Pontes de Miranda, aproveitou boa parte do tempo para pedir padroeira da cidade, Santa Ana, muita disposio e coragem para enfrentar a campanha eleitoral. Disse que o calor do eleitorado tem lhe encentivado em todos os aspectos, sobretudo com a crescente popularidade junto s pesquisas.

    Grande vitrine de produ-tos de decorao interior, moda e bem-estar de Ala-goas, a 13 ExpoLar Multifeira chega a 13 edio, trazendo mais de 300 estandes de empre-sas, nacionais e internacionais, para o pavilho do Centro de Convenes de Macei, no bairro de Jaragu.

    Durante os dias 19 a 29 de julho, a famlia alagoana vai encontrar os mais diversos pro-dutos com preos acessveis e abatidos em at 50% do valor de mercado.

    Voltada principalmente ao mercado de mveis e itens de decorao, a semana contem-pla todos os membros da fam-lia com produtos de qualidade reconhecida. Na feira, os pais vo encontrar ofertas na inds-tria automobilstica, de vinhos e imobiliria. Descontos imper-dveis em peas de artesanato, eletrodomsticos, estofados, uti-lidades para o lar, joias e produ-tos para beleza pessoal e do cor-po vo fazer a cabea das mes, enquanto a crianada aproveita as promoes no mundo dos vi-deogames e brinca no parque de diverses, estrategicamente montado para a o conforto e se-gurana dos pequenos.

    Teremos um parque educa-tivo, onde os pais podem pagar para deixar as crianas. di-verso com conforto e seguran-a e liberdade para que os pais possam aproveitar a Expolar, explica Armando Garcia, orga-nizador do evento.

    Realizada pela Profeiras Or-ganizao de Eventos, a Expo-lar comemora o saldo de 60 mil compradores da edio 2011, com ampliao no quadro de ex-positores. Este ano, 300 empre-sas e empresrios autnomos, vindos de quase todos os Esta-dos do Brasil e de pases como Turquia, Arbia Saudita, ndia, Paquisto, Itlia, Bolvia, Peru e Equador, com a misso de ocu-par os 4,7 mil metros quadrados de espao fsico com as melhores ofertas e produtos exclusivos para a populao alagoana.

    A exposio ficar aberta para o pblico todos os 11 dias, incluindo fim de semana, das 14h s 22h, com entrada ao pre-o de R$ 3,00 por pessoa. Quem ganhar o convite vai ter um desconto para entrar no evento, mas todas as pessoas que en-trarem e preencherem o cupom j esto participando do sorteio de duas minimotos, rplicas da moto Hayabusa. No precisa comprar, somente em entrar j pode participar do sorteio, afir-ma Armando.

    Porto RealOntem o Ministrio Pblico Federal anunciou uma ao civil pblica contra a Funai e a Prefeitura de Porto Real do Colgio. que os dois rgos esto sendo apontados como os responsveis pela instalao de um Lixo a cu aberto com resduos hospitalares nas terras destinadas comunidade Kariri Xoc.

    Porto Real - OrdemA ao requer, liminarmente, que a prefeitura no jogue mais lixo nos limites da terra Kariri Xoc (sob pena de multa diria de R$ 50 mil) e apresente ao Ibama, para fins de anlise e aprovao, no prazo de 90 dias, Projeto de Recuperao de rea Degradada. Multa diria, em caso de descumprimento, no valor de R$ 10 mil.

    Gesto pblicaA Associao dos Municpios Alagoanos AMA est participando da implantao do projeto Qualificando a Gesto Pblica Municipal Disseminando o Conhecimento e Orientao, que est sendo promovido pela CNM, em parceria com o Tribunal de Contas da Unio TCU. Em Macei, o treinamento acontece amanh, a partir das 8:30h, na sede da AMA. Todas as informaes podem ser obtidas atravs do email ama@ama.al.org.br ou pelos telefones 2122-7301 ou 2122-7304.

    Gesto pblica - MetaO objetivo do primeiro seminrio oferecer informao, suporte e orientao para os gestores municipais em relao s questes e demandas envolvendo a efetiva aplicao da legislao fiscal e das demandas de controle, efetivando em qualidade da Administrao Pblica Municipal. Alm disso, o seminrio proporciona atendimento s necessidades e acompanhamento aos procedimentos, exigncias e controles que a municipalidade deve ter em relao ao Tribunal de Contas da Unio, acomodando, ainda, a orientao em relao s prticas adequadas de final de mandato.

    DimensoCom o crescimento dos convnios entre Unio/Municpios e o aumento dos programas e investimentos do Governo Federal, a participao dos recursos federais se faz muito mais presente nas administraes pblicas municipais. Com o mesmo crescimento vem tambm a participao ativa dos rgos de controle, como o Tribunal de Contas da Unio TCU. A ao do TCU com resultados de punibilidade de gestores municipais, bem como a vontade de gestores em qualificar e oferecer qualidade no cumprimento das regras impostas, gera uma grande necessidade de oferecer capacitao, orientao e respostas aos servidores municipais.

    Tanque dArcaA eleio promete ser acirrada este ano l em Tanque dArca. Trs candidatos entram na briga pela prefeitura. Antonio Rocha (PT), Manoel Valente (PP) e o atual gestor, Roney Valena, que entra para a reeleio no calor do apoio do PMDB. O ex-prefeito Z Rubens entra com vice de Manoel Valente.

    Santana do IpanemaPrximo dia 27, a Justia do Trabalho em Alagoas ir leiloar o parque industrial da empresa de laticnios Camila, avaliado em R$4,5milhes. Leilo ocorrer s 14 horas, na sede da Vara do Trabalho de Santana do Ipanema. A falida empresa com sede em Batalha tinha cerca de R$ 4 milhes em dbitos trabalhistas que, sob correo, atualmente encontra-se em torno de R$ 5 milhes.

    AnadiaO atual prefeito, Jos Augusto (PPS), vai para a reeleio, onde tem como adversrios o ex-prefeito Edmundo Dmaso (PSDB) e o empresrio Gabriel Jatob(PMDB). A eleio tem tudo para ser bastante disputada, e cada candidato soma chances positivas de chegar ao poder.

    ProrrogadaForam prorrogadas at 30 de julho as inscries para a V Edio do Curso de Preveno do Uso de Drogas. Podem se inscrever professores da rede pblica de ensino de todo o pas. H 70 mil vagas para educadores de escolas pblicas. A capacitao realizada pela Secretaria Nacional de Polticas sobre Drogas (Senad) do Ministrio da Justia em parceria com Secretaria de Educao Bsica do Ministrio da Educao (MEC).

    Novo LinoA vereadora Marcela Gomes de Barros (PSD), que este ano vai disputar a Prefeitura de Novo Lino, sofreu um acidente automobilstico neste final de semana nas imediaes de Messias. Ela, que neta do saudoso ex-prefeito Osvaldo Gomes de Barros, estava num veiculo que capotou por vrias vezes, guiado pelo esposo Henrique Almeida. Ambos esto se recuperando em um hospital de Macei e no correm risco de vida.

  • ESPORTES 15TribunaIndependente MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

    Galo mineiro segue firme na lideranaNo resumo da 9 rodada, clssicos terminaram empatados e Vasco assume a segunda colocao na tabela de classificao

    UOL

    EFE

    TERRA

    TERRA

    Felipo quer mais reforos para o Palmeiras e espera que atacante Obina tenha condies de jogo

    Robinho mais uma vez alvo do Santos para a temporada

    Drogba tambm carregou a tocha olmpica pelas ruas de Londres

    Atlico-MG est sobrando no Brasileiro e conseguiu uma virada histria contra o Figueirense

    ROBINHO

    Santos envia representantes para Milo

    O plano santista para re-patriar o atacante Robinho pela segunda vez mais ar-rojado do que o da primeira oportunidade. Se em 2010 o acordo com o Manchester City foi fechado por emprs-timo, agora o desejo com-prar o Rei das Pedaladas definitivamente. Para isso, o clube designou um membro do Comit de Gesto e o vice--presidente Odlio Rodrigues para viajar a Milo neste in-cio de semana e apresentar uma proposta para o Milan.

    A incluso do goleiro Ra-fael, alvo do clube rossonero, no necessariamente uma condio para concretizar a negociao. Mas o Santos sabe que usando o titular da seleo olmpica conseguir amortizar o preo da compra. A diretoria do Peixe imagi-na que oferecendo o goleiro e mais 4 milhes de euros (aproximadamente R$ 10 milhes) seja possvel acer-tar a volta de Robinho.

    A amigos, o atacante do Milan diz que tem vontade de voltar para a Vila Bel-miro, apesar de tambm ter uma proposta do Atltico--MG. A amizade com Ronal-dinho Gacho e Andr (ex--Peixe), atacantes do Galo, no pesa tanto.

    Se conseguir acertar a negociao com o Milan, o Santos no ter problemas para fechar os salrios com o jogador. O clube, inclusive, j tem definidos parceiros que ajudaro no pagamento.

    A compra se daria porque o Santos sabe que a equipe italiana reluta em liberar o atacante por emprstimo, embora o clube alvinegro te-nha na manga uma propos-ta de aquisio temporria, mas com a possibilidade de compra no fim do contrato.

    Alm do acrscimo tcni-co que o reforo pode signifi-car ao time, a atual diretoria tem o plano de explorar a marca Meninos da Vila em aes de marketing, juntan-do trs geraes de garotos formados pelo clube: Victor Andrade, Neymar e Robinho.

    RENOVOUO tcnico Muricy Rama-

    lho confirmou que j acertou sua renovao de contrato com o Santos at 2013. Se-gundo o treinador santista, os detalhes foram todos acer-tados entre ele e a diretoria. Falta apenas colocar tudo no papel para que ele possa assinar. No entanto, ele ga-rante que o acordo no corre risco.

    PALMEIRAS

    Felipo pede reforos e cobra inscrio imediata de Obina

    Luis Felipe Scolari solicitou aos dirigentes do Palmeiras reforos para a sequncia da temporada. O treinador listou as contrataes de um volante e um meia como priori-dades, e demonstra j estar satis-feito com os atacantes no elenco. A nica cobrana do treinador nesta posio pela inscrio rpida do recm-contratado Obina.

    Espero que o Palmeiras apre-sente logo os documentos, e o Obi-na seja inscrito. Caso contrrio, no sei quando terei ele. No sei qual o problema existente, mas

    vo ter que solucionar, disse Fe-lipo.

    O Palmeiras justifica que a ins-crio de Obina ainda no foi fei-ta pela no realizao dos exames mdicos do jogador. Eles foram agendados para hoje.

    Os reforos pedidos por Felipo tambm foram cobranas realizadas no mesmo tom: quero um volante e um meia para complementar o gru-po. J fizemos esse pedido, e vamos aguardar. Alm do Obina, vamos buscar jogadores j prontos. Assim melhor, comentou o tcnico.

    OLIMPADAS

    Tocha chegar por helicptero e ser trancada na Torre de Londres

    A Tocha Olmpica chega-r a Londres nesta sexta-fei-ra para encerrar o percurso feito pela Inglaterra, que se iniciou em 19 de maio.

    Para garantir a seguran-a do artefato e ao mesmo tempo conferir um ar de es-petculo presena da cha-ma, o item ser levado de helicptero capital ingle-sa, para a seguir ser tran-cada na Torre de Londres junto com as medalhas que sero distribudas aos com-petidores dos Jogos de 2012. Os detalhes da chegada da

    Tocha a Londres foram di-vulgados em conferncia re-alizada no Parque Olmpico nesta segunda-feira. O res-ponsvel por acompanhar o item ser o soldado Martin Williams, veterano da Guer-ra do Afeganisto, escolhido por servios prestados ao pas em solo estrangeiro.

    Durante os sete dias de revezamento, a Tocha passar pelas mos de 982 pessoas, entre annimos e estrelas. Entre os mais famosos esto o ex-goleiro Gordon Banks, campeo

    da Copa do Mundo de 1966 com a seleo inglesa, e o ex-boxeador Lennox Lewis, campeo olmpico em Seul (representando o Canad). Outros nomes ainda sero anunciados.

    A Tocha percorrer os 33 distritos da cidade e passa-r pelos principais pontos tursticos da cidade. No lti-mo dia, ela ser levada pelo Rio Tmisa a bordo do Glo-riana, barco de 94 ps (28,6 m) criado para celebrar o ju-bileu de diamante da coroa-o da Rainha Elizabeth II.

    A nona rodada do Campeonato Bra-sileiro foi encer-rada com duas vitrias de mandantes, duas dos visi-tantes e trs empates. Os clssicos carioca e paulista terminaram empatados, enquanto o Grmio mas-sacrou o Cruzeiro e o Vasco assumiu a vice-liderana. O Placar Futebol Interior acompanhou todos os jogos!

    No Engenho, Fred abriu o marcador, mas Andrezinho deixou tudo igual e o Flu-minense mais longe do lder Atltico-MG. O Tricolor cario-ca caiu para o terceiro lugar, com 19 pontos, contra 22 do lder. O Botafogo, por sua vez, ocupa a quarta colocao, com 16.

    Em Barueri, o Palmeiras, mesmo de ressaca aps o t-tulo da Copa do Brasil, conse-guiu empatar, por 1 a 1, com o So Paulo. Luis Fabiano abriu o marcador no primeiro tem-po, mas Mazinho, de cabea, empatou.

    O resultado colocou o Tri-color paulista na quinta po-sio, com 16 pontos, mesmo nmero do Botafogo, mas o clube carioca leva vantagem no saldo de gols (6 a 2). J o Palmeiras segue na zona de rebaixamento, na penltima colocao, com seis pontos.

    Em So Janurio, o Vasco fez o que todos esperavam e bateu o lanterna Atltico-GO, por 1 a 0. Alecsandro, artilhei-ro do Brasileiro com seis gols - mesmo nmero de Roger, da Ponte Preta -, anotou o tento carioca. O Vasco pulou para a vice-liderana, com 20 pontos, dois a menos que o lder Atl-tico-MG. Enquanto isso, ain-da sem vitria, o clube goiano amarga a lanterna, com ape-nas dois pontos.

    Em Minas Gerais, o Grmio acabou com o sonho de recupe-rao do Cruzeiro ao meter 3 a 1. Marcelo Moreno (2) e Klber marcaram os tentos que colo-caram o Tricolor gacho na s-tima colocao, com 15 pontos. Ao Cruzeiro, com a terceira der-

    rota seguida, restou amargar os 14 pontos, na dcima posio.

    Em Salvador, com um p-nalti mandrake, o Flamengo venceu o Bahia, por 2 a 1. A vi-tria colocou o time rubro-negro na nona colocao, com 15 pon-tos. Hernane e Renato Abreu fizeram os tentos dos cariocas. Kleberson marcou para os baia-nos. A derrota deixou o Bahia na zona de rebaixamento, no 18 lugar, com apenas sete pon-tos.

    Em Recife, o Sport ganhou da Portuguesa por 2 a 1 e che-gou aos 12 pontos, no 11 lugar. A Lusa, por sua vez, se manteve com apenas oito pontos, na 15 posio.

    RESULTADOSCorinthians 2x1 NuticoFigueirense 3x4 AtlticoMGPonte 4x1 CoritibaCruzeiro1x3 GrmioBahia 1x2 FlamengoBotafogo 1x1 FluminenseInter 0x0 SantosVasco 1x0 Atltico-GOSport 2x1 PortuguesaPalmeiras 1x1 So Paulo

  • EsportesPnalti polmico prejudica atuao do alagoano Francisco Carlos em SalvadorNo segundo tempo da derrota do Bahia para o Flamengo por 2x1, em Pituau, o rbitro alagoano Francisco Carlos Nascimento marcou pnalti do volante Fabinho no meia Ib-son, que originou o gol do triunfo rubro-negro carioca. Os jogadores do Bahia, na bronca com arbitragem da partida, reclamaram da atuao do rbitro, pertencente ao quadro da Fifa. No encostei nada. No teve pnalti. Isso brincadeira, reclamou o volante Fabi-nho, autor do pnalti. O meia Gabriel, autor da assistncia para o nico gol do Bahia na partida, no poupou crticas ao alagoano. Ele est de brincadeira, n? O Fabinho chutou o vento. No teve nada no lance. Cada tiro de meta do Flamengo duravam dois minutos, bradou. A direo do tricolor vai entrar com representao contra Chico.

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012ESPORTES16 TribunaIndependente

    CRB tenta hoje os primeiros pontos fora de casaGalo encara o Boa Esporte em Varginha-MG e tcnico Roberto Fonseca ter quatro desfalques no time titular

    BLOG DO JANIO BARBOSA

    ASCOM CRB

    FOLHA DO SERTO

    Lcio Maranho, principal artilheiro do ASA na temporada, deve entrar como titular no duelo de hoje

    Diego Arago deve ser titular do CRB hoje, no duelo contra o Boa Esporte, em Varginha-MG

    CSA de Washington ficou no 0x0 com o Sousa da Paraba

    O CSA retoma hoje pela manh os trabalhos visando o duelo de domingo no Trapi-cho contra o Itabaiana. Invic-to e lder do grupo A4 da Srie D, o Azulo espera um gran-de pblico no estdio. Lorival Santos destacou que ao final da partida o mais importante foi o CSA se manter na lide-rana de seu grupo, apesar de no mais estar com cem por cento de aproveitamento. Com o empate de 0x0 no ltimo do-mingo, o Azulo chegou aos 7 pontos.

    Fizemos as modificaes que deixaram o CSA mais compactado ao ponto de su-portar a presso do Sousa, que qualificado, atua muito r-pido e explora bem as jogadas pelas extremas, disse Lorival.

    EM ARAPIRACA

    ASA recebe o Vitria-BA com o objetivo de conquistar trs pontos

    Ontem tarde, no Fumei-ro, em Arapiraca, os joga-dores do ASA encerraram os preparativos da equipe para enfrentar o Vitria-BA, hoje s 19h30, pela 11 rodada da Srie B.

    O treino de domingo no pe-rodo matinal foi realizado no Estdio Juca Sampaio, em Palmeira dos ndios.

    Neste compromisso o co-mandante tcnico alvine-gro Heriberto da Cunha tem alguns desfalques para montar a equipe titular. Os volantes Jorginho e Audlio e o meia Didira esto sus-pensos pelo terceiro carto amarelo.

    Por conta de contuso pode ficar de fora o lateral Maicon. Ele sentiu o pbis

    e est em tratamento mdi-co. Com isso, Gabriel deve voltar a ser titular na late-ral direita. O Gabriel tem toda nossa confiana, tanto jogando com dois ou trs za-gueiros, disse o treinador alvinegro.

    Na lateral esquerda, Chi-quinho Baiano sentiu inc-modo muscular e vem sen-do poupado das atividades, mas deve ir normalmente para o jogo. Vale lembrar que o volante Cal retorna equipe depois de cumprir suspenso.

    O treinador comentou so-bre Everlan, destacando que ele precisa ser um pouco mais rpido. Na srie B a pegada muito forte e voc no pode ter um meia que

    no marca o adversrio. Ele no tem essa caracterstica, sendo um meia que s joga do meio para frente. preci-so que ele marque tambm. Estamos trabalhando nesse fundamento para que ele te-nha um rendimento bom em campo.

    O comandante tcnico avaliou como positivas as reunies com a diretoria e confirmou os entendimentos para contratar um meia e mais dois atacantes. Entre os nomes mais cotados esto Jobson e Jnior Viosa.

    No ultimo coletivo o time titular foi o seguinte: Gilson, Gabriel, Gacho, Fabiano e Marcinho; Cal, Geovane, Lucas e Valdivia; Roberto Jacar e Lcio Maranho.

    AZULO

    Invicto e lder, CSA inicia hoje os trabalhos para jogo em casa

    Chegou a hora de pontu-ar fora de casa. Esse o pensamento do CRB, que est no interior de Minas Gerais para o compromisso pela 11 rodada do Campe-onato Brasileiro da Srie B. Aps a vitria maiscula sobre o Ava, a delegao do CRB embarcou para o interior de Minas Gerais no ltimo do-mingo de madrugada, s 3h. Hoje, o Galo encara o Boa Es-porte, s 19h30, em Varginha.

    O zagueiro Roglio e o vo-lante Gercimar esto suspen-sos pelo terceiro carto ama-relo, mas o zagueiro Rodrigo volta depois de cumprir a au-tomtica. O lateral Jadilson e o atacante Edson sentiram

    dores musculares e foram ve-tados para a prxima partida.

    O tcnico Roberto Fonseca fez um treinamento leve em um CT no interior de Minas ontem pela manh. A tendn-cia que ele escale o time com Cristiano, Luiz Felipe, Rodri-go, Thiago Gomes e Gleidson, Diego Arago, Roberto Lopes, Elsinho e Geovani, Preto e Ri-cardinho.

    REFOROA direo do CRB fechou a

    contratao de mais um refor-o para sequncia da Srie B. Trata-se do volante Vitor, 25 anos, que estava no Atltco--PR.

    O mercado fica a cada dia mais difcil pois todos querem

    aproveitar esse momento de transferncias internacionais e depois vo ficar de olho na Srie B. Nosso maior cuidado de contratar com responsa-bilidade, trazendo um atleta de qualidade dentro da rea-lidade financeira do clube, confirmou o dirigente Alarcon Pacheco.

    JOGOS DA RODADA19h30 Boa x CRB19h30 ASA x Vitria19h30 Joinville x Ipatinga19h30 Guarani x Gois19h30 Cear x So Caetano21h50 Amrica-MG x Guar21h50 Ava x Atltico-PR21h50 Barueri x Bragantino21h50 Paran x AmricaRN21h50 ABC x Cricima

  • DIVERSO&ARTE 1TribunaIndependente

    ser introduzidos no terceiro filme, ralo e superficial, at por no terem tempo de se desenvolverem mais. Apesar dos personagens fugindo de modelos pron-tos, os panos de fundo passam por vezes por momentos um pouco abobalhados. A cena de Roberto na gua com os amigos de uma semana, que j agiam como se fossem amigos de uma vida inteira, seria bonita se no fosse surreal demais.

    Os dilogos do longa tambm pode-riam ser mais bem elaborados, de forma a garantir que fosse gerada a veracidade que a obra intenciona apresentar. No mais, o filme tranquilo e pode-se dizer que agradvel. As Idades do Amor diverte, mas tambm a nica coisa que proporciona. mais um desses filmes se para assistir durante a tarde, sem pre-tenses, para se distrair. Simplesmente e apenas isso.

    Novos filmes de Thor e Capito Amrica ganham ttulos oficiais

    Morre Jon Lord, um pioneiro na fuso entre rock e erudito

    Os ttulos oficiais e datas de lanamento dos prximos filmes de Thor e Capito Amrica foram revelados neste fim de semana na Comic-Con, em San Diego, na Califrnia. Thor: The Dark World chegar aos cinemas em 8 de novembro de 2013 e Captain America: The Winter Soldier, em 4 de abril de 2014. Os ttulos em portugus ainda no foram anunciados, mas em traduo literal seriam Thor: O Mundo Obscuro e Capito Amrica: O Soldado do Inverno. Alan Taylor subs-tituir Keneth Brannagh na cadeira de direitor no segundo filme do Thor.

    O tecladista Jon Lord, fundador do Deep Purple, morreu ontem, aos 71, de embolia pulmonar. Jon Lord foi um pioneiro na fuso entre rock e erudito. Lord, que tambm tinha cncer no pncreas, estava internado numa clnica de Londres, segundo o site da revista NME. Era um caso raro na msica. Depois de uma carreira bem-sucedida como tecladista de duas das maiores bandas de rock do planeta, aposentou-se em 2002 para compor peas eruditas. Para ele, clssico e popular elaborado eram apenas aspectos de uma mesma entidade - a boa msica.

    Todos estamos acostumados com aqueles filmes de romance envoltos em camadas e mais camadas de misticismo, de coincidn-cias impossveis, de jornadas mirabolantes. Esse tipo de filme acaba removendo um pouco da cre-dibilidade que as pessoas da vida real depositam na possibilidade de contato com o que chamam de amor. Pois bem, Giovanni Veronesi apresen-ta As Idades do Amor, atrao do projeto Ch de cinema, amanh no Cine Sesi, para tentar acender a esperana de amor no mundo real. Por meio de trs histrias, envolvendo diferen-tes personagens, o diretor aborda como pessoas aparentemente comuns, com vidas que muitas vezes podem ser semelhantes s do espectador, tm contato com o amor. O filme italiano trata do amor com, alm de bom humor em alguns momentos, simplicidade.

    As Idades do Amor pontuado por uma verso repaginada para a realidade atual de um cupido taxista (Vittorio Emanuele Pro-pizio), que introduz trs histrias peculia-res, de trs homens em diferentes fases da vida. O primeiro Roberto (Riccardo Sca-marcio, de O Primeiro que Disse), um jovem advogado metdico e organizado, que se encontra prestes a casar com Sara (Valeria Solarino). Roberto tem uma oportunidade de mostrar seu potencial profissional indo para um vilarejo da Toscana tentar resolver um assunto de trabalho e, nessa viagem, ele acaba conhecendo a bela e provocante Micol (Laura Chiatti, de Um Lugar Qualquer),

    SERVIOCinemaO qu: Ch de CinemaOnde: Cine Sesi, Pajuara, a partir das 15h Quanto: R$ 17Programao: 15h - Recepo ao Piano - Expedito Rossiter15h30 - Exibio do filme: As Idades do Amor 17h30 - Show com a Banda TDC e Ch da Tarde. I

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

    cujo esprito aventureiro lhe far se sentir jovem como h muito tempo no se sentia.

    O segundo protagonista do filme Fabio (Carlo Verdone), um conhecido apresen-tador de um telejornal, casado e com uma filha j crescida, que encontra por acaso em uma festa Eliana (Donatella Finocchiaro), que se apresenta como uma sensual psic-loga. Fabio tem um caso rpido com Eliana, mas v sua vida se tornar, com uma pitada de humor, um inferno com o desenrolar dessa histria. Por fim, acompanhamos a histria de Adrian (Robert De Niro, princi-pal nome do filme, de Noite de Ano Novo e Sem Limites), um professor de histria que saiu dos EUA e foi morar em Roma aps se divorciar.

    Adrian um homem que j tem certa idade, j passou por inmeras experincias na vida (inclusive um transplante de cora-o) e no busca conhecer nova mulheres, mas o destino se encarrega de fazer com que o homem se sinta balanado ao conhecer Viola (Monica Bellucci, de A Paixo de Cris-to, Irreversvel e Lgrimas do Sol). At a tudo bem, se Viola no fosse a filha de seu melhor amigo, Augusto (Michele Placido).

    Todas as trs histrias aparentemente buscam a identificao do pblico, ao tratar de pessoas normais que esto, em algum nvel, falhando, tomando escolhas erradas e tendo dvidas do que fazer. No so supe-rinteligentes, superbonitos, super-homens.

    So pessoas comuns e, assim como na vida real, nem em todas as histrias as coisas terminam totalmente bem, mas ensinam, involuntariamente, alguma nova lio de vida para os personagens em questo.

    Manuale dAm3re (no original) trata de temticas que renderiam grandes dramas, mas o filme arquitetado de forma que uma pincelada de comdia alivie qualquer carga mais dramtica que possa se insinuar no decorrer das histrias. Os personagens cometem erros grotescos e entram em situaes bobas por conta de amor, paixo ou sexo. O longa no tenta usar frmulas prontas, o que lhe garante uma originalida-de que foge de frmula que mostra que fazer o que seria correto garante uma gratificao no final ou que viles so punidos.

    Alis, a prpria questo de viles e mo-cinhos ignorada: todos so seres humanos complexos e cheios de falhas. E, assim como os personagens, o amor tambm surge de forma complicada, como de se esperar. Apesar de no haver atuaes ruins entre os protagonistas, as cenas finais so roubadas por Robert De Niro e Monica Bellucci, que, assim como em todo o filme, conseguem ter qumica com leveza e simplicidade dignas dos grandes atores.

    Contudo, As Idades do Amor de alguma forma um pouco cansativo. Apesar de serem pequenas histrias em separado, ao chegar na terceira, temos a impresso que vamos

    TRS FORMAS DE AMOR

    TRS FORMAS DE AMOR

    Lanado aqui com o ttulo As Idades do

    Amor, o novo longa do diretor italiano

    Giovanni Veronesi na verdade a segunda sequncia do filme

    Manual do Amor, e atrao de hoje do projeto

    Ch de Cinema, do Cine Sesi

  • DIVERSO&ARTE2 TribunaIndependente

    Baile Encontro de GeraesAcontece no prximo dia 28 de julho, no Clube Recreio Operrio, em Ferno Velho, o 1 Baile Encontro de Geraes. A festa ser animada pela Orquestra Golden Time, que traz um repertrio para os amantes da dana de salo. Participao especial da banda Os Sociais, com um muiscal dos anos 60 e 70, alm do DJ Andr Lima. Mesas limitadas. Contato: 8801-9876 e 9331-9156.

    Teatro Os atores Roberto Lopes e Marcos Wainberg esto em turn pelo Brasil com a comdia Dilo-go dos Pnis. Em Macei as apresen-taes acontecem nos prximos dias 28 (sbado, 21h) e 29 (domingo, 20h) no centenrio palco do Teatro Deodoro. O texto assinado por Carlos Eduardo No-vaes. O espetculo retrata uma conversa descontrada entre dois amigos de infn-cia, num momento maduro de suas vidas. Os ingressos custam R$ 50 e R$ 25 (meia-entrada) e esto venda na loja Mr. Cats (Macei Shopping). Informa-es: 3325-2373.

    AMOR ETERNO AMORMelissa passa mal por influncia de Zenbio. Rodrigo tem uma viso de sua vida passada. Laura critica o envolvimento de Priscila com Klber. Cris implica com Francisco por causa de Zilda. Elisa conta para Fernando que Miriam pre-tende deix-lo assim que ele melhorar. Gabriel fica nervoso com a nova organizao de sua casa. Fernando diz que quer ir ao casamento de Gabriel e Dimas estranha. Cris se diverte com o nervosismo de Beatriz por causa do casamento. Melissa reclama por no ter conseguido dormir noite

    GLOBO 18h

    RESUMO DE NOVELAS

    GLOBO 19h GLOBO 21h RECORDE 21h

    FALE CONOSCO - A Agenda um servio gratuito de orientao ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposies podem enviar material atravs do endereo: tiagenda@hotmail.com

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

    Neste ms de agosto o MPB Petrobras recebe a cantora Jussara Silveira, artista conhecida no circuito da MPB, dona de um trabalho primoroso e artistica-mente conceituado. O MPB Petrobras, que est h 15 anos em cartaz e tem dentre seus objetivos promover e difundir a boa msica popular brasileira, assume a funo de levar para outras praas artistas pouco conhecidos, mas que se enquadram na proposta do projeto que preza pela qualidade musical. A assessoria ainda no divulgou a data ou o local onde o show ir acontecer.

    Mulher MelanciaEst confirmada para o dia 18 de agosto a segunda edio da festa Balana Macei. Sero oito horas de msica no palco da Vox Room (Jaragu). A principal atrao o Funk da Mulher Melancia. Mas ainda tem Fantasmo, Mr. Cats, Bond do Zay, Batida Black da Bahia e os Biquitez. Os ingressos j esto sendo vendidos nas lojas Tchuk Jones, Point Radical e no estande Macei Ingressos (Macei Shooping). Contato: 3032- 3357.

    Fbio Jr. O cantor Fbio Jnior far o show ntimo, na prxima sexta--feira, na casa de show Musique. A apresentao est marcada para comear s 22h. Ingressos custam R$ 30 (pista) e R$ 60 (mezanino). Vendas Folia Brasil (G Barbosa Stella Maris) e Viva Alagoas (Macei Shopping).

    As disputadas O bom humor volta ao palco do Teatro Deodoro, na prxima semana, no projeto Teatro Deodoro o Maior Barato, com o espetculo As Disputadas - Quem ser a Diana do Pastoril?, suces-so absoluto neste ano e que ser apresentado ama-nh, a partir das 19h, com ingressos a R$ 5 e R$ 10 no centenrio Teatro Deodoro.

    Vrios estilos Na prxima sexta-feira, o espao Pierre Chalita (Jaragu) vai tremer com os shows do forrozeiro Dorgi-val, Gal do Brega, banda M Fio e o DJ Pito, alm da participao especial do grupo Forr das Minas. A msica comea s 22h. Preo: R$ 50. Vendas no estande Folia Brasil (G Barbosa Stella Maris). Mais Informaes: 3377-1886.

    Forr das AntigasPara quem gosta do chamado forr eletrnico, a festa Forr das Antigas vai reunir no palco da Musique (Stella Maris) as bandas Limo com Mel, Matruz com Leite e Magnficos. No dia 3 de agosto. Vendas no estande Folia Brasil (G Barbosa Stella Maris). Telefone: 3377-1886.

    Bakanas Macei vai receber na prxima sexta-feira o grande duelo do arrocha x brega com as bandas Asas Morenas, de Sergi-pe, e Bakanas. O evento acontece na casa de shows Buganvilia, a partir das 22 horas.

    Ben Jor Aos 68 anos de idade, quem tambm comemora o tempo de estrada musical em Macei o cantor e compositor Jorge Ben Jor. Ele chega a Macei no prximo dia 28 de julho e vem acompanhado da Banda do Z Pretinho. A abertura fica por conta das bandas Affarra e Cannibal. O show tem como base o 17 trabalho do artista com mais de 40 anos de carreira. No repertrio no faltam sucessos como Mas que Nada, Santa Clara Clareou, Pas Tropical, Chove Chuva, O Telefone Tocou Novamente e Rio Maravilha. Ou seja, um show para os fs que no querem ficar parados.

    Bob MarleyO ritmo eternizado por can-tores como Bob Marley volta com fora total depois dos festejos juninos. O tradicional Clube Fnix Alagoano ser palco de uma noite dedicada exclusiva para o reggae. Na lista esto as bandas Legenda (MA), Vibraes e Adama Roots, alm de vrios DJs como o Boca e o Thuppa. No dia 1 de setembro, a partir das 22h. Preo do 1 lote: R$ 15. Vendas no estande Viva Alagoas (Macei Shopping).

    Boa msica

    CHEIA DE CHARMEMaria Helena reconhece Cida e a cumprimenta. Alana reclama do colgio para Penha. Humberto se preocupa com a conta do restaurante. Cida exige que Valda v morar com ela. Maria Helena insiste para que Snia tire uma foto com Cida e Valda. Isadora sofre com o desprezo de Con-rado. Snia culpa Sarmento pelo rebaixamento em seu padro de vida. Isadora fica tensa ao saber que Cida pode comprar um apartamento no Casagrande. Humberto orienta Chayene a aceitar um acordo com Socorro. Brunessa pede para Snia pagar seu salrio com artigos

    AVENIDA BRASILNina implora para permanecer na manso. Max visita Jorginho, mas Tufo o manda ir embora do hospital. Suelen aconselha Digenes e Dolores a darem um tempo para Roni se acalmar. Nina consegue convencer Carminha a ficar mais tempo na casa. Janana desconfia do esforo de Nina para permanecer na manso. Carminha pede para Zez ficar de olho em Nina. Ainda em coma, Jorginho chama por Rita e Tufo decide conhec-la. Carminha conta para Tufo que descobriu uma ligao entre Nina e Rita. Lu-cinda se recusa a dizer para Nina onde guardou o dinheiro do sequestro de Carminha. Lucinda visita Jorginho no hospital.

    MSCARASA emissora no liberou o captulo.

  • DIVERSO&ARTE 3TribunaIndependente

    HORSCOPO

    FLVIO RICCO - colaborao: Jos Caralos Nery - www.twetter.com/flavioricco

    TV TUDO

    Bate-rebate

    Cest fini

    EM MACEI

    Oscar Filho, do CQC, apresenta comdia Putz Grill...

    O sucesso do progra-ma CQC turbinou a carreira solo dos humoristas do programa de maior audincia da Band. Eles aproveitam a notorie-dade dada pela televiso para mostrar o talento nos palcos dos teatros de vrias cidades do pas.

    Um bom exemplo Oscar Filho, que continua percor-rendo o pas com a segunda temporada de Putz Grill....

    Sucesso de pblico e de crtica, o espetculo levou o primeiro lugar no 10 Pr-mio Jovem Brasileiro como melhor show de stand-up comedy em 2011.

    Em Macei, o show de humor pode ser visto na prxima sexta-feira, s 21h, no Teatro Gustavo Leite, Centro de Convenes, em Jaragu.

    Os ingressos custam R$ 60 e R$ 30 (meia-entrada). Vendas no estande Macei

    Ingressos (Macei Shop-ping).

    Escrita pelo prprio ator, o espetculo rene os melhores textos apresenta-dos ao longo de mais de trs anos de estrada e visto no Brasil por aproximadamen-te meio milho de especta-dores.

    Vida pessoal e fatos do cotidiano fazem parte do repertrio do show, porm com o sarcstico ponto de vista de Oscar Filho, que acaba colocando em prtica toda sua experincia de ator e complementa os textos com encenaes e caretas impagveis, garantindo as gargalhadas da plateia.

    Esta uma tima opor-tunidade de conferir ao vivo as performances do ator e humorista que, desde o incio do ano, apresenta o Programa CQC (Band) ao lado de Marcelo Tas e Marco Luque.

    RIES - (21/3 a 19/4) Fique antenado(a) com tudo o que acontece no seu emprego. Aceite as presses sem perder a calma. Os colegas mais experientes podem ajudar voc a ter melhores resultados no trabalho. Nas horas de folga, procure se dedicar a algo que goste. Aproxime-se de seus parentes e aproveite para desfazer mal-entendidos.TOURO (20/4 a 20/5) Novas oportunidades de trabalho podero aparecer. Saiba aproveit-las, mes-mo que precise se esforar para isso. Use sua criatividade para concluir as suas tarefas no servio e procure cumprir prazos e horrios. Coopere com os colegas e poder receber o mesmo em troca. Aproveite as horas livres para se divertir.GMEOS (21/5 a 21/6) Se precisar comentar algum problema que est enfrentando, escolhe a dedo para quem contar. No trabalho, o astral bom para aprender coi-sas novas, ento, procure trocar experincia com os colegas de servio. Talvez tenha que interferir para acabar com discusses entre as pessoas da famlia.CNCER (22/6 a 22/7) Pessoas mais experientes podem ajudar a solucionar problemas, oua as sug-estes e os conselhos delas. Poder ter destaque no trabalho por causa da sua disposio e qualidade dos seus servios. Controle melhor seu dinheiro. Compartilhe seu afeto com o pessoal de casa, mas no se esquea das suas necessidades.LEO (23/7 a 22/8) Fase em que dever mostrar a sua fora e capacidade de enfrentar dificul-dades na profisso. Preserve a sua alegria de viver e de curtir a vida ao mximo. Poder fazer novas amizades e conhecer gente interes-sante. Demonstre seu carinho aos familiares.VIRGEM (23/8 a 22/9) Voc conseguir ver claramente quais so os desafios que precisar enfrentar no ambiente profissional. Caso no esteja satisfeito(a) com o seu emprego, entre em contato com pessoas influentes em busca de no-vas oportunidades. Acredite em sua intuio e fique longe de pessoas que no inspirem confiana.

    LIBRA (23/9 a 22/10) Suas preocupaes estaro voltadas para as suas responsabilidades profissio-nais. Una foras com colegas para atingir seus objetivos no trabalho, mas no se esquea de agradecer a ajuda que eles deram. Na vida pes-soal, procure organizar melhor o seu tempo para dar ateno aos amigos e tambm se cuidar melhor.ESCORPIO (23/10 a 21/11) Procure se atualizar, fazer cursos e ampliar seus conhecimentos, assim, poder ter mais oportunidade de crescimento no trabalho ou at con-seguir um novo emprego. Cuidado com falsos amigos, procure sele-cionar melhor as suas amizades. Boa fase para cuidar melhor da sua sade e do seu bem-estar.SAGITRIO (22/11 a 21/12) No deixe suas metas de lado, mantenha a calma mesmo diante das presses de chefes ou superiores. No abuse da sorte e preste mais ateno ao fazer ou ler algum documento para evitar erros. Em casa, compartilhe seus interesses com os familiares para que se sintam importantes em sua vida.CAPRICRNIO (22/12 a 19/1) Poder enfrentar algumas presses e cobranas no trabalho, mas mantenha a calma e evite se estressar demais. Bom perodo para reorganizar a sua vida financeira. Ao expor suas ideias, seja claro(a) para evitar enganos. Mantenha a discrio sobre sua vida pessoal, pois pode atrair a inveja de pessoas prximas.AQURIO (20/1 a 18/2) Con-centrao a palavra da semana. Mesmo que esteja trabalhando sob presso, mantenha a calma e foque em suas atividades profissionais. Perodo indicado para concluir tarefas pendentes, mas fuja evite bater de frente com pessoas mais experientes. Descanse mais e procure fazer o que lhe d prazer.PEIXES (19/2 a 20/3) -Fique de olho nas oportunidades que surgirem no trabalho e no tenha receio de pedir conselho a pessoas mais experientes. Bom perodo para trocar ideias com pessoas que tm os mesmos objetivos que os seus.

    PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

    Soluo

    www.coquetel.com.br Revistas COQUETEL 2012

    BANCO 65

    AB

    LANGOROSO

    BEIRAMAR

    CAIRSEND

    TPIASE

    DECORDAM

    ARSAAD

    NARINASE

    LAMNP

    DESPOVOAR

    TUSIRI

    PROLEVS

    ISINA

    FADOOSSO

    S I R I

    Extenuado;fraco

    O destinodas reses

    no ma-tadouro

    (?) Lopes,sambistacarioca

    Portar-secomo apessoa

    explosiva

    ArdorMaio, por

    suatradio

    (?) Diego,cidade(EUA)

    crimes em

    flagrante

    Determinao para

    A praiaSofreruma

    queda

    Enviar,em ingls

    Com basena

    memria

    LavatriosDar as (?):aparecer

    (pop.)

    ArnaldoAntunes,compo-

    sitor

    Dec-metro

    (smbolo)

    Orifciosda fossa

    nasal

    Tipo demacarropara doce

    Joo Jorge(?), empre-

    srio

    Piorconceitode umaprova

    Tornarermo

    Letra queno

    antecede"P" e "B"

    Ope-seao bem

    Versus(abrev.)

    Necessi-dade doasfixiado

    Prognie;descen-dncia

    A vogalda vaia

    Crustceode carnebranca

    Noroeste(abrev.)

    U(?)Open,torneiode tnis

    Ervausada

    em licores

    Msicacaracte-rstica dePortugal

    A unidadedo DVD,

    no compu-tador

    Estruturaque sofre

    a os-teoporose

    4/saad send. 7/aletria. 9/langoroso. 14/agir por impulso.

    MACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

    Na fria manh do ltimo domingo, em So Paulo, Gabriela Duarte, Jacqueline Dalabona, Manu Gavas-si, Maria Cndida e Luciano Szafir estiveram no shopping Eldorado para acompanhar exibio especial em 3D do filme Valente, da Disney, que chega sexta-feira aos cinemas.Gabriela contou que a pea A Garota do Adeus entra nas ltimas apresentaes no Renaissance fica at 6 de agosto, e deve ir para o Rio. Ela tambm est fechando um trabalho no cinema e aguarda chamado da Globo para as prxi-mas novelas.Ento isso. Mas amanh tem mais. Tchau!

    Olga Bongiovanni participa hoje do programa do Ratinho, ao vivo, no SBT.No domingo, logo depois do seu programa no SBT, Celso Portiolli viajou para os Estados Unidos. Vai ficar toda esta semana gra-vando em Las Vegas.Licenciada pela americana Warner, a Globo Internacional estreou Ga-briela na noite dessa segunda-feira para as Amricas - inclusive, os Estados Unidos. Na prxima semana ser a vez de frica e Europa.O Fantstico atingiu no ltimo do-mingo, na Grande So Paulo, mdia de 24 pontos e 40% de share.Repetiu, pela segunda vez, a sua maior audincia do ano.No Rio, por sua vez, o Fantstico marcou sua maior audincia e participao do ano: 30 pontos com 50%.Crocia O outro lado da Europa a nova srie especial do Jornal da Band. Estreou ontem. .A Record deve mesmo confirmar Octvio Muniz no lugar do Eder Luiz na viagem da Olimpada.Isto acontecendo, Reinaldo Gottino ir dividir com Fbio Sormani as transmisses do 3D nos cinemas.

    Papis definidos

    O dolos, com a novidade do Marcos Mion na sua apresentao, em vez do Rodrigo Faro como sempre foi, estreia logo aps o encerramento da Fazenda.Mas a direo da Record ainda guarda segre-do sobre essa data, tentando com isso confundir as suas concorrentes mais prximas.A outra diferena de agora ser o comportamento dos jurados escolhidos, j com os seus persona-gens montados e funes bem definidos.Marco Camargo, nico remanescente de outras verses, continuar no papel do linha dura, o mais severo de todos, e que vai nos detalhes de cada um.Supla, em seu estilo, ser aquele de quem tudo pode se esperar, especialmente do seu lado com-dia. H uma aposta muito forte em cima dele.E, por ltimo, tambm dentro das suas caracte-rsticas, Faf de Belm vai investir na emoo. Se aparecer chorando, ainda melhor. O script est montado, resta esperar pelo bom de-sempenho de todos.

    TV CamanducaiaA TV Tarob, afiliada da Band no Par-an, est interrompendo o udio das transmisses esportivas, pra fazer publicidade local, supermercado, farmcia e at das lojas do Paraguai. Cortam a cabea de rede, mas sem a menor cerimnia. Uma baguna.

    Esquisito issoDomingo, num break do Saturday Night Live, a Rede TV! apresentou chamadas do Operao de Risco, anunciando a sua exibio na sexta-feira, 10 e meia da noite. um buraco antigo na grade, que vem desde a sada do Pnico. De-pois de, por um determinado perodo, levar ao ar alguns filmes, agora foram programadas reprises de antigos programas desta srie policial.

    Vale recordarO Operao de Risco, produo da Medialand, de fato foi, durante determinado tempo, um programa da Rede TV!. Mas as duas empre-sas, j de algum tempo esto num embate jurdico, que ainda no chegou ao ltimo captulo. A Me-dialand informa que a autorizao para reprises est vencida e ainda briga para receber uma dvida, nesta altura, superior a um milho de reais.

    Alis...Em matria de falta de jeito, a Rede TV! est bem, frente de todas as outras. Domingo, noite, foram apre-sentados dois programas com Mario Frias. Um na sequncia do outro.

    Junta tudoPara no deixar ningum de fora, o prximo Criana Esperana, dia 18 de agosto, na Globo, uma vez mais, tentar evitar apresentaes solo em seus musicais. A ideia, exceto os casos especiais, juntar todo mundo. Ivete Sangalo e Daniel j esto certos.

    Pelo telefoneHebe Camargo est bem, obrigado. Em casa, ela vai ficar mais alguns dias se recuperando e, aos poucos, ir rei-niciar as atividades do seu programa.A novidade uma conversa com Silvio Santos, por telefone. Ele ligou pra ela.

    Chamou pra brigaAlegando que o tal formato coisa velha na televiso, Roberto Manzoni, o Magro, no vai tirar do ar o quadro Jogo do Amor, do Do-mingo Legal, que a Record alega ser plgio do Jogo da Afinidade. O cancelamento, segundo ele, s ocorrer se a concorrente vier a comprovar na justia que o contedo de sua propriedade.

    RetomadaJos Luiz Datena voltou a gravar on-tem, segunda, o Quem Fica em P? e a apresentar normalmente o seu programa na rdio Bandeirantes.O retorno ao Brasil Urgente, com chamadas no ar, tambm estava anunciado.

    Marina Person, amanh, quarta, 9 da noite, no Canal Brasil, apresenta o primeiro O Papel da Vida, sempre re-cebendo um ator ou atriz revelando qual o seu desempenho mais importante no teatro, cinema ou TV. Comea com Alessandra Negrini

    Em seus estdios, no Rio, a Record deu incio ontem, s gravaes da minissrie Jos Escravo a Governador. Partic-iparam das primeiras cenas, os atores Guilherme Winter, Marcela Barrozo e Paulo Nigro. Vale informar que Samara Felippo tambm est no elenco, mas a Record ainda no informa a sua personagem

    Algum explica?Qual foi a novidade ou o que teve de diferente o quadro de culinria, que o Fantstico estreou no ltimo domingo? Poucas vezes se viu no programa alguma coisa mais entediante e sem propsito.

    ALINE ARRUDA

  • DIVERSO&ARTE4 TribunaIndependenteMACEI - TERA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2012

    Fotos by Chico BrandoFotos by Chico Brando

    elenilsontopnews@gmail.com

    Assine a Tribuna Independente e esta coluna pelo telefone (82) 3311-1308

    Acesse o portal Tribunahoje.com e leia na ntegra

    a coluna Top News no Blog Elenilson Gomes

    Sempre bela e de bem com a vida, Sandrinha Brda est presente nos bigs acontecimentosfashions da cidade

    Milane Hora, uma alagoana que encanta todo o Brasil com sua voz, est preparando um grande show neste segundo semestre em nossa cidade

    Stlio e Geny Albuquerque, um casal modelo em nossa sociedade, sempre se destacam nos grandes acontecimentos em nosso mundo social e empresarial da cidade

    Alexandra Lages, Flvia Coutinho Marroquim e Dayse Gama, trs jovens empresrias que engrandecem o valor da mulher alagoana

    A bela Adriana Sampaio, uma jornalista e executiva de alto valor, volta a residir na nossa cidade, para a alegria de todos. Bem-vinda, amiga!

    Narciso e Polly Fernandes Patriota na formatura do Curso Casados para Sempre, em Braslia. Agora, curtindo as frias na terra natal

    Quiche de Aspargos e Mini Linguias

    Receitas: 1 pacote de massa fil ( uma massa muito fina que parece at uma folha de papel; muito utilizada tambm em doces rabes), 100 gr. de manteiga com sal derretida no microondas, 8 aspargos verdes, 8 mini linguias sunas (se no achar, no faz mal, use as linguias de tamanho normal; se as preferir num tamanho menor, uma vez refogadas, corte em rodelas), 3 ovos inteiros (d preferncia aos ovos orgnicos, tanto pelo sabor, quanto pela sua sade e respeito ao ecossistema), copo de leite integral, 1 alho-por cortado em meia lua, 150 gr. de queijo Parmeso ralado na hora (procure sempre ralar o queijo na hora, mantendo seu sabor mais apurado e deixando-o menos ressecado), 1 dente de alho ralado, 1 mao de cebolinha picada, 1 pimenta dedo-de-moa sem as sementes e picada, sal grosso, azeite de oliva. Comece abrindo a massa fil com muito cuidado e, separando uma folha, coloque-a sobre uma superfcie limpa. Com a ajuda de um pincel de cozinha, pincele-a por inteiro de um dos lados com uma leve camada de manteiga derretida. A seguir, coloque a folha com a parte da manteiga para baixo na sua forma de quiche (d preferncia s formas desmontveis para deixar a sua vida mais fcil, mas, se no tiver, pode ser qualquer forma que possa ir ao forno). Repita este processo at que chegue a 5 camadas (enquanto voc est fazendo isto, a massa fil tem tendncia de ressecar e ficar quebradia e para evitar este problema pegue um pano limpo de cozinha levemente umedecido e cubra-a). As 5 camadas feitas, levante as bordas que sobraram e amasse-as levemente at que voc forme uma borda alta para manter todo o seu recheio dentro. Pincele com mais um pouco de manteiga derretida e leve-a ao forno pr-aquecido a 120C sem dourador por 20 minutos para pr-assar. Para preparar os aspargos, voc deve segurar cada ponta com uma mo e com cuidado quebrar. Onde partir, a parte em que a cabea se encontra a que est boa para usar. Em seguida, coloque uma panela grande de gua para ferver. Uma vez fervendo, tempere-a com bastante sal grosso e coloque os aspargos para ferver por apenas 2 minutos. Retire e coloque-os diretamente numa vasilha com gua e gelo, para parar completamente o cozimento e manter aquela cor esverdeada. Depois de 1 minuto dentro da gua gelada, retire e reserve. Frite as linguias numa frigideira grande com um pouco de azeite de oliva. Uma vez douradas, acrescente o alho-por cortado em meia lua, a pimenta picada e o dente de alho ralado. Depois de tudo dourado, desligue. Para o creme, misture numa vasilha parte os ovos inteiros, o leite, o queijo Parmeso ralado, a cebolinha picada e misture levemente. Coloque o creme dentro da massa de quiche pr-assada. Por cima, disponha os aspargos e as linguias de forma decorativa. No topo distribua o alho-por dourado, finalizando com mais uma chuva de queijo Parmeso ralado e um fio de azeite. Aumente o forno para 180C e deixe a quiche dourar levemente por aproximadamente 10 minuto. Pode ser comida quentinha quando a tirar do forno ou at morna acompanhando uma salada de verdes. No importa o que voc faa, esta receita um sucesso na certa...

    Foto by Chico Brando

    Foto by Chico Brando

    Pltanos

    Sabem aqueles mix de pulseiras, entre elas a badalada Spike, que compe o visual das celebridades? Pois a amiga Ednia Diniz, da Pltanos, trouxe lindas opes para a sua maison. O estilo foi consagrado por mulheres dos mais variados segmentos e ganhou o nome de pulseirismo. Que tal garantir as suas? A Pltanos fica na Galeria Marques da Silva, na Avenida Deputado Jos Lages. Vale

    Mrcia Maciel

    Al mulheres bacanas e antenadas! A amiga Mrcia Maciel nos comunicando que a temporada de preos baixos na Maison Mrcia est com os dias contatos. A loja, parada obrigatria das mais elegantes da seara, est com peas inacreditveis. Vale a pena conferir!

    Marroquim Engenharia

    O nome sinnimo de credibilidade e qualidade. Respaldado pela reputao, o empresrio Mrio Marroquim vem desenvolvendo com a sua Marroquim Engenharia um trabalho de destaque frente da construo civil do pas, que j lhe rendeu prmios nacionais. O empresrio, juntamente com a equipe, prepara novos lanamentos na cidade. Breve daremos mais detalhes.

    Ritz Sutes

    Os empresrios Mirella e Mrcio Coelho, nomes de peso do turismo alagoano, celebrando os bons ventos que sopram para a capital e reforando o servio 5 estrelas no Ritz Sutes, um dos mais belos empreendimentos do litoral urbano de Macei. Excelncia a servio do desenvolvimento do Estado. Parabns, amigos!

    Vinho na bolsa

    Alm do celular e da ncessaire, uma designer sua achou que toda mulher precisa de um espao na bolsa para... uma garrafa de vinho. Para facilitar nossa vida, ele redesenhou a bolsa tradicional e criou um compartimento especial para esse novo must have da mulher moderna. A bolsa, chamada de Envoyage Taschen Weekender, resolve o problema com um compartimento especial na base. O espao tem o tamanho certo para uma garrafa de vinho, bem como para um par de sapatos de salto alto. A bolsa feita de couro de cabra e custa 863 (pouco mais de R$ 2.700). E voc, gostou da ideia?

    Treinamento

    Quer dar um up nos servios oferecidos pela sua empregada domstica. Ento a coluna tem uma superdica. Ser oferecido de 20 a 23 de julho, na Bontempo, das 14h30 s 17h30. No currculo, tica no servio francesa e americana, como atender ao telefone, organizao de armrios, dicas de lavanderia, uso de uniforme, economia, organograma de trabalho, visitas, uso de elevadores, entre outros temas. Informaes pelos telefones 9999-0640/9983-7887.

    Anel

    Um anel que pertenceu escritora inglesa Jane Austen (1775-1817) foi leiloado em Londres por aproximadamente R$ 475,5 mil junto com uma carta escrita mo por sua cunhada Eleanor Austen. A carta data de 1863 e confirma que o anel do sculo XIX era realmente da escritora de obras como Orgulho e Preconceito e Mansfield Park. A joia uma pedra turquesa sobre aro de ouro e faz parte de uma srie de peas raras vendidos em leilo.

    Artsrio

    Uma das marcas de acessrios mais cobiadas, a Artsrio tambm passou a fazer parte dos figurinos luxuosos da TV Globo. Na pele da personagem Quitria - vivida pela atriz Ilde Silva na novela Gabriela - os maxi colares feitos pelas designers Ariana e Juliana Gameleira ganham ainda mais brilho e vida. Os acessrios usados pela personagem fazem parte da coleo Vero 2013, que ser lanada no Alagoas Trend House em agosto.

    Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha

    Mania nacional, o hit Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha, da dupla sertaneja Joo Lucas e Marcelo, foi parar em um episdio do desenho Os Simpsons. Na verso dublada para o portugus da srie, Homer Simpson aparece cantando a msica.

    AAlamagis

    Promete ser bastante concorrida a solenidade em comemorao ao 11 aniversrio da Academia Alagoana de Letras e Artes de Magistrados (AAlamagis), que acontece na prxima sexta-feira, dia 20, s 19h30, no Pajuara Praia Hotel. A entidade presidida pelo desembargador Juarez Marques Luz. Na programao, palestra do juiz Claudomiro Avelino de Souza, posse de scios honorrios e um belssimo jantar.

    As disputadas

    O humor volta ao palco do Teatro Deodoro, no projeto Teatro o Maior Barato, com o espetculo As Disputadas Quem ser a Diana do Pastoril?, sucesso absoluto neste ano e que ser apresentado nesta quarta (18) a partir das 19h, com ingressos a R$ 5,0 e R$ 10,00, no centenrio do Teatro Deodoro.

    Aniversrio

    O Kinoplex Macei completou um ano de funcionamento no fim de semana. Nos primeiros 12 meses o cinema registrou um crescimento de 170% na renda. Passaram pelo complexo mais de 700 mil espectadores, o que representa um aumento de 130% de pblico em relao ao mesmo perodo do ano anterior. O Kinoplex Macei substituiu o antigo Cinema Severiano Ribeiro Macei e conta com seis salas de ltima gerao, construdas com o que h de melhor em tecnologia, incluindo duas salas 3D digital e uma Kinoevolution, com tela gigante.

    Sndrome de Cinderela

    O salto alto tornou-se to importante na vida de algumas mulheres que uma leva de garotas excntricas est apelando para um acessrio definitivo: a cirurgia plstica. A nova obsesso entre as jovens afinar os dedos nos ps, quando no encurt-los, para que fiquem mais bonitos nos sapatos. A cirurgia tem uma mdia de preo de US$ 2.500 (cerca de R$ 5.000) e no muito complicada. Os podlogos, no entanto, alertam que o procedimento um trauma para o p. Voc faria?

    Oscar Filho

    Sucesso do programa CQC, da Band, o humorista Oscar Filho faz show na prxima sexta-feira, dia 20, em Macei. O show, intitulado Putz Grill, sucesso de crtica e pblico e foi escrito pelo prprio comediante, que foi primeiro lugar no 10 Prmio Jovem Brasileiro como melhor show de stand-up comedy em 2011. O espetculo ser apresentado no Teatro Teatro Gustavo Leite, em Jaragu. Os ingressos custam R$ 60 e R$ 30 (meia-entrada). Vendas no stand Macei Ingressos (Macei Shopping).

    Ch de Cinema

    A comdia As Idades do Amor, com o astro Robert De Niro, a grande atrao do Ch de Cinema, na quarta-feira, dia 18, s 15h, no Centro Cultural Sesi, na Pajuara. O evento, que completa quatro anos, tem apoio do Palato. Ingressos a partir de tera, dia 17, s 14h, no Centro Cultural. Valor nico promocional: R$ 17,00.

    The Best No Foco

    A f em Deus nos faz crer no incrvel, ver o invisvel e

    realizar o impossvel