Edio n 178 - Agosto/2012

  • Published on
    22-Mar-2016

  • View
    216

  • Download
    4

DESCRIPTION

rgo formativo e informativo da Parquia Rede de Comunidades So Jos - Gravata/RS

Transcript

  • Ano XVII - N 178 - Agosto/2012 - Distribuio Gratuita

    Blog da Rede

    www.redesaojose.net.br

    Voc j conhece a programao e o calendrio de atividades da Rede de Comuni-dades. Acesse o blog e mantenha-se atuali-zado. Aproveite e leia tambm as principais notcias!

    Em cinco meses alcanamos 9.300 acessos ao nosso blog. Aproveite e acesse! En-vie sua sugesto para aprimorarmos ainda mais esta ferramenta de evangelizao.

    Pastoral da Co-municao promove primeira formao. Ser dia 11/08, s 14h. Informe-se e participe!

    O Amor Exigente, a partir de julho, tem espao no blog da Rede. Acompanhe as postagens mensais dos princpios do Amor Exigente.

    Acesse a Leitura Orante e leia os comen-trios da liturgia domi-nical.

    Que tal aprimorar as reflexes e a orao seguindo os roteiros de retiros disponveis no blog? J so cinco roteiros que esto sua disposio.

    Pastoral dos Coroinhas

    Frei Rodrigo M. Soares, Ofm

    N ossa parquia, Rede de Comunidades So Jos, iniciou no ms de julho a Pastoral dos Coroi-nhas, isso , a pastoral que vai tra-balhar com crianas e adolescentes de 7 a 15 anos que querem ajudar o sacerdote na celebrao da missa e nas demais celebraes litrgicas.

    Na histria da Igreja este servio conhecido como servio ao altar.

    Diante desta pastoral poderamos nos perguntar o que ser coroinha?

    Ser coroinha estar a servio do altar e do prximo. Servir ao altar no apenas ajudar o padre, transportar os objetos litrgicos ou executar as funes que lhe so prprias. Servir ao altar muito mais: participar do Mistrio Pascal de Cristo, ou seja, da Paixo-Morte-Ressureio de Cristo. Servir ao altar estar aos ps da cruz, contemplar o Cristo res-suscitado com os olhos da f e viver alegremente o Evangelho. Estar a servio do prximo estar pronto para a doao e a entrega, ser amparo e consolo para os que necessitam, saber amar e viver a caridade. A vida de Cristo foi dedicada a servir o pr-

    ximo. Da mesma, forma o coroinha chamado a servir como Cristo.

    No seu servio o coroinha deve buscar sempre a alegria e a disposio, o contato fraterno e amigo, o respei-to e a dedicao s coisas sagradas. O jovem deve demonstrar que vive sua f, que observa os Mandamentos de Deus e que procura sempre ser justo e correto. Deve continuamente dar testemunho de que Cristo o seu Senhor e Mestre. Na vida do coroinha a orao fundamental. pela orao que o jovem aprende a se relacionar com Deus, a se tornar ntimo do Se-nhor. Na orao recebem-se as graas de Deus, o auxlio para os momentos difceis e a fora para superar o pecado e as falhas pessoais. Sem orao no se pode servir ao altar, pois como vamos estar com Cristo se no temos intimi-dade com Ele? a orao que permite ao coroinha exercer o seu servio ao prximo e ao altar de forma digna.

    Ser coroinha viver a Eucaristia, viver Cristo em todos os momentos da vida. A Eucaristia a fonte de todas as graas, alimento que fortalece a alma e nos conduz ao Pai. Ao viver a Euca-ristia, o coroinha vive o seu ministrio de servio com mais dignidade, dedica-o, orao e amor e, assim, santifica-se

    e aproxima-se cada vez mais de Deus.O objetivo desta pastoral

    despertar as crianas e os adoles-centes para o verdadeiro amor e respeito Sagrada Eucaristia, levando--os a uma verdadeira espiritualida-de em torno das coisas do Pai.

    Buscamos ter nesta pastoral como diretrizes os seguintes pontos: Dar aos coroinhas uma formao cont-nua, litrgica e bblica. Motiv-los na misso assumida, servindo o altar e nos servios da comunidade. Incentivar a participao da famlia na caminhada dos coroinhas. Lev-los a um compro-misso de vida crist, conscientizando--os da importncia na busca incessante da orao e do amor ao Pai. Estimular a insero das crianas e adolescen-tes na grande famlia de Deus.

    O que preciso para participar desta pastoral? Ter de 7 a 15 anos e ter a disponibilidade de participar das formaes semanais e das cele-braes da comunidade. Basta falar com a coordenao da comunidade para saber o dia e hora dos encon-tros da Pastoral dos Coroinhas.

    Encontramos mais materiais no endereo eletrnico abaixo, que nos ser-viu de apoio na criao desta pastoral. http://portalcoroinhas.webnode.com.br.

    Servir a Deus! Ajudar o Celebrante!

    Encontro para novos coroinhas da Rede de Comunidades So Jos realizado no dia 21 de julho de 2012

  • Elo Comunitrio - Agosto/20122

    Fique ligado Missas e Celebraes

    Conhecendo Francisco de Assis

    ATENO!A data de fechamento da prxima edio do Elo Comunit-rio ser dia 18 de agosto. Mande suas fotos e informaes at esta data para a edio de setembro. E-mail: elocomunita-rio@gmail.com ou na Secretaria da Rede.

    Programao do Ms de Agosto01 a 05 Festa de Santa Clara Confira Fique Ligado03 20h Encontro de pais da Catequese 1 e 2 ano Perptuo Socorro04 8h Formao de novos Ministros da Catequese Parquia So Vicente Cachoeirinha/RS05 8h Formao Bblica CPS 11 14h Formao da Pastoral da Comunicao CPS 14 8h30min Formao da Pastoral da Criana CPS 16 19h Reunio dos Coordenadores do Dzimo CPS 16 20h Reunio do Conselho de Pastoral da Rede CPS 18 16h Encontro de pais da Catequese 1 e 2 ano

    So Miguel18 16h30min Encontro de pais da Catequese 1 e 2 ano So Francisco18 19h Encontro de pais da Catequese 1 e 2 ano Santa Rita20 20h Encontro de pais da Catequese 1 e 2 ano Imaculada Conceio25 14h Formao Catequtico-litrgica CPS 25 21h Festival de Massas do Grupo de Jovens JAC Santa Rita26 14h Romaria Vocacional da Arquidiocese Gra-vata

    Agosto/2012Santa Rita de Cssia04/08 20h Missa05/08 10h Missa/Batizado11/08 20h Missa/Dzimo12/08 10h Missa/Dzimo18/08 20h Missa19/08 10h Missa/Batizado25/08 20h Celebrao26/08 10h CelebraoTodas as quartas-feiras atendimento de confisses s 19h e missa s 20h.

    So Miguel04/08 19h Missa/Bno11/08 19h Missa/Dzimo18/08 19h Celebrao25/08 19h Missa/Batizado

    Santa Clara05/08 10h Missa/Festa de Santa Clara12/08 19h Missa/Dzimo19/08 19h Missa/Batizado26/08 19h Celebrao

    Perptuo Socorro03/08 20h Missa/Novena05/08 8h30min Missa12/08 8h30min Missa/Dzimo

    19/08 8h30min Missa/Batizado26/08 8h30min Celebra-oToda 1 sexta-feira de cada ms atendimento de confis-ses s 19h e missa s 20h.

    So Francisco05/08 10h Celebrao12/08 10h Celebrao19/08 10h Celebrao26/08 10h Missa/Dzimo/Batizado

    So Joo Batista04/08 18h Celebrao11/08 18h Celebrao18/08 18h Missa/Dzimo/Batizado25/08 18h Celebrao

    Imaculada Conceio05/08 8h30min Celebra-o12/08 8h30min Celebra-o19/08 8h30min Celebra-o26/08 8h30min Missa/Dzimo/Batizado

    Celebrando a Vida

    Festa em louvor padroeira Santa ClaraTrduo01/08 20h Frei Joo Incio Mller02/08 20h Pe. Maurcio da Silva Jardim03/08 20h Frei Marino Rhoden

    Procisso e Missa Solene 05/08 10h incio em frente a escola Mrio Quintana

    Almoo Festivo05/08 12h Salo ComunitrioTarde Festiva/Baile05/08 14h30 Salo Comunitrio com animao do Musical Padilha Show

    Obs.: Levar talheres.Convites venda por R$ 15,00 com as coordenaes das comuni-dades e na secretaria da Rede

    Neste ms de agosto o Elo Co-munitrio traz para a reflexo a 12 Admoestao de So Francisco de Assis que trata do reconhe-cimento do Esprito do Senhor.

    A experincia do DzimoImgart Schmidt

    Est escrito no livro do profeta Malaquias Fazei comigo esta ex-perincia, diz o Senhor.

    Fazer a experincia com Deus significa acre-ditar nele, confiar plena-mente na sua palavra, abandonar-se nele e lan-ar-se em seus braos, tendo a tranquilidade da criana que est segura nas mos do pai e no tem medo do perigo.

    Fazer a experincia com Deus agir, obede-cer sem questionamen-tos, como fez Abrao, como fizeram Maria e Jos e o prprio Jesus.

    Fazer com Deus a experincia do dzimo,

    devolver ao Senhor a parte dos bens que lhe pertence, partilhando-a com os irmos atravs da Igreja. Trata-se de uma devoluo pronta, generosa, fiel, como pri-mcias do que temos de melhor, dando a Deus o mximo que podemos dar.

    Fazer com Deus a experincia do dzimo tambm sentir de perto e ver realizada na pr-pria vida a promessa que Deus faz de bnos abundantes a quem fiel e generoso com Ele e com sua Igreja.

    Aos aniversariantes do ms de agosto, votos de muitas felicidades e bnos!

    Abertura de trduo com visita de relquia de Santa Clara

    A Comunidade Santa Clara convida para a missa de abertura do trduo em louvor a sua padroeira com a visita da relquia de Santa Clara, vinda de Assis, que ocorrer no dia 01/08/12, s 20h. Esta missa ser pre-sidida pelo ministro provincial dos freis franciscanos do RS, Frei Joo Incio Mller. Participe!

    Hora Santa VocacionalDia: 15/08Local: Comunidade Santa RitaHora: 20h

    Dia: 18/08Local: Comunidade So MiguelHora: 19h

    Dia: 26/08Local: Comunidade N. Sra. do Perptuo SocorroHora: 8h30min

    Dia: 26/08Local: Comunidade Santa ClaraHora: 19h

    Free

    Digi

    talP

    hoto

    s.net

    Neste ms de agosto, o Elo Comunitrio quer desejar um Feliz Dia dos Pais a todos aqueles que, inspirados por Deus, dedicam suas vidas a oferecer amor, carinho e ateno aos seus filhos!

    De como se reco-nhece o Esprito do Senhor

    1 Eis o meio de reconhecer se o servo de Deus tem o Esprito do Senhor.

    2 Se Deus por meio dele operar alguma

    boa obra, e ele no o atribuir a si, pois o seu prprio eu sempre inimigo de todo bem,

    3 mas antes consi-derar como ele prprio insignificante e se julgar menor que todos os outros homens.

  • 3Elo Comunitrio - Agosto/2012

    Patrocinadores

    SUPERMERCADO BONALUME LTDA

    Av. Alexandrino de Alencar, 949Morada do Vale 1 - Gravata - RS

    CEP: 94080-430Fone/Fax: (51) 3490-6100

    A vida na Igreja

    Cantinho SolidrioConstruindo solidariedade

    com a sua participao

    Horrio de atendimento:de segunda a sexta-feira,

    das 14h30 s 18h, no Centro de Pastoral e Solidariedade

    Colabore com o

    Banco de Alimentos! Basta levar suas doaes nas

    missas das comunidades ou na secretaria da Parquia.

    Experincia Vocacional na Rede de ComunidadesLuis Fernando L. Tavares

    Com imensa alegria e satisfao no dia 19/07/12, completaram-se 5 me-ses de minha experincia vocacional na Rede de Comunidades So Jos, convivendo e partilhando da experincia diria dos freis da Fraternidade dos Trs Companheiros com-posta por Frei Joo Car-los Karling, Frei Plnio Maldaner e Frei Rodrigo Soares. A esta experincia tambm se junta a to grata experincia nas comunida-des que compem a Rede, em especial a comunidade So Joo Batista, atravs das visitas s famlias e orao devocional do ter-o, na Pastoral da Criana com a celebrao da vida e participando no Grupo de Convivncia (Terceira Ida-de) na Comunidade Santa Rita de Cssia.

    A experincia por mim vivida foi organiza-da da seguinte maneira: na parte da manh como concursado, trabalho dina-mizando aes na rea dos Direitos Humanos em uma Fundao do Estado do RS que propicia a Poltica

    Pblica para Pessoas com Deficincia e Altas Habili-dades - FADERS em Porto Alegre; e no turno da tarde participando e colaboran-do em atividades pastorais e devocionais nas comuni-dades da Rede.

    Todo este processo visa o aguardo e prepa-rao para tornar-me frei franciscano na Provncia dos Frades Menores no RS.

    Agradeo todo apoio, solidariedade e incentivo, tanto dos freis como de tantas lideranas e amigos nesta caminhada.

    Que nosso Bom Deus nos cumule de bnos, So Francisco e Santa Cla-ra de Assis nos inspirem na busca Cristo Ressuscitado.

    Prestao de contasGastos do ms de Junho/2012

    Rede de Comunidades So JosEspecificaes Sadas

    ECAD R$ 126,43

    Taxa contabilidade da Cria R$ 115,00

    Rateio assessoria jurdica/Cria R$ 66,00

    Encargos sociais R$ 274,83

    Cngrua Frei Joo Carlos R$ 544,10

    Cngrua Frei Plnio R$ 544,09

    Cngrua Frei Rodrigo R$ 544,09

    Salrio da secretria R$ 901,00

    Salrio servios gerais R$ 529,96

    Combustvel R$ 124,88

    Prestao casa paroquial R$ 622,00

    Telefone R$ 140,00

    Energia Eltrica R$ 266,70

    Elo Comunitrio R$ 125,00

    Quota patronal R$ 139,42

    Suporte tcnico Sistema Pastoral R$ 63,20

    gua, luz e telefone - casa paroquial R$ 233,72

    TOTAL R$ 5.360,42

    Contribuio das comunidades para as despesas

    Santa Rita de Cssia R$ 2.130,85

    So Miguel R$ 784,32

    Santa Clara R$ 565,73

    N. Senhora do Perptuo Socorro R$ 1.089,34

    N. Sra. da Imaculada Conceio R$ 43,57

    So Francisco de Assis R$ 21,78

    So Joo Batista R$ 21,78

    Sede R$ 703,05

    TOTAL R$ 5.360,42

    Catequese realiza Jantar CampeiroCoordenao da catequese

    No dia 21 de julho aconteceu Jantar Cam-peiro promovido pela Pastoral da Catequese da Igreja santa Rita de Cssia, foi uma noite de integrao com os cate-

    quistas, catequizandos e pais. A Pastoral agradece aos pais que participaram e todos(as), que de uma maneira ou outra colabo-raram para o sucesso do jantar.

    Que Santa Rita aben-oe a todos(as)!

    Rede realiza 9 ECCPaulo Csar Pereira da Rosa

    O 9 ECC (Encontro de Casais com Cristo) de nossa Rede de Comunidades ocorreu de 29/06 a 01/07, com a integrao de 20 novos casais. Foi um momento de muita espiritualidade, doao e renovao da f crist.

    A Rede de Comunidades So Jos est de parabns pela organizao e conduo do encontro.

    Concerto Orquestra Villa Lobos

    A Parquia Rede de Comunidades So Jos convida para o concerto em honra Santa Clara a realizar-se na igreja Santa Rita, no dia 11 de agosto, s 20h30. O concerto ser realizado pela Orquestra Villa Lobos composta de crianas e jovens da Lom-ba do Pinheiro. Neste con-certo, que tem durao de uma hora, a orquestra ir interpretar obras clssicas e populares de nossa cultu-ra. Este concerto tambm

    em prol do nosso Banco de Alimentos, por isso bus-camos arrecadar dois tipos de alimentos: feijo e leo como forma de contribuir-mos com solidariedade. Participe!

    O que? Concerto com a Orquestra Villa Lobos Quando? Dia 11 de agosto Local? Igreja Santa Rita Hora? As 20h30minIngresso? 1kg de feijo ou 1Lt de leo (azeite)

  • Elo Comunitrio - Agosto/20124

    Cantinho da Sade

    Realidade Espiritualidade

    Notcias

    EXPEDIENTE - ELO COMUNITRIOrgo Formativo e Informativo da Rede de Comunidades So Jos

    Local: Secretaria - Rua Antnio Ficagna, 451 - Morada do Vale I - Gravata/RS Fone: 3497-7741 | E-mail: elocomunitar-io@gmail.com | Servio de Comunicao da Rede - Equipe Responsvel: Ademir Schneider, Aldomiro Schirmann Filho, Berenice Zucchetto, Frei Joo Carlos Karling, Imgart Schmidt, Joeci Schirmann, Juliano Paz, Maria Margarida Maciel, Re-nato Noguez | Jornalista Responsvel: Lilian Martins - Reg. Prof. 12566 | Impresso: Editora Treze de Maio Ltda. Fone: 3490-3148 | Tiragem: 2.000 exemplares.

    Nossos pensamentos e a sadeRafinha

    O pensamento das maiores e mais fabulosas energias do Ser Humano. produo constante e ininterrupta da nossa men-te!

    Mas pode ser tambm o causador de sentimentos negativos, imaginaes do-entias, fantasias engana-doras!

    Podemos estragar nossa sade, ao cultivar-mos pensamentos destru-tivos, fixos, sem base na realidade.

    O cuidado para no permitir que esses pen-samentos possam ir mais longe, deve acontecer especialmente durante a noite. Por essa razo, pare-ce-me ser um tema prprio de inverno.

    Esta estao fria, com noites mais longas, trazem mais dificuldades para as pessoas que tm dificul-dades para dormir muitas

    horas. Permanecer acor-dado, no escuro, cultivando pensamentos negativos, faz-nos exagerar os acon-tecimentos e considerar o mar num copo dgua.

    Por esta razo temos que inventar maneiras de ocupar a mente, quando no podemos dormir: con-versar com Deus, ler, escu-tar msica suave...

    Cada um deve criar um jeito de trabalhar seus pen-samentos, orientando-os e controlando seu rumo. Evitando que nos tornem amargos, ressentidos, an-gustiados e nos prejudi-quem.

    Fazer, devagar e sem-pre, a transformao dos pensamentos em veculos de tranquilidade e confian-a.

    Que o esprito de Deus limpe essa capacidade maravilhosa, com que nos presenciou que o pensa-mento. E o torne saudvel e luminoso!

    TuberculoseDaiane Miranda da Silva, Enf do Trabalho - Esp. Gesto de Sade Coletiva e da Famlia*

    O que ? Doena transmissvel e seu reservatrio principal o homem. Afeta os pulmes, mas tambm pode ocorrer em outros rgos do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envol-vem o crebro). Doena causada pelo Mycobacterium tuberculosis, tambm conhecido como bacilo de Koch.

    Transmisso? Direta, de pessoa a pessoa, principalmente atravs do ar, pela fala, o espirro e, principalmente, a tosse de um doente de tuberculose pul-monar bacilfera que lana no ar gotcu-las. Sua transmisso contnua enquanto o doente estiver eliminando os bacilos e no tiver iniciado o tratamento.

    Sintomas? H portadores de tuber-culose que no apresentam nenhum sintoma da doena, outros apresentam sintomas aparentemente simples que so ignorados durante alguns anos (ou meses). Porm a maioria dos portadores apresentam os sinais e sintomas como: comprometimento do estado geral, febre baixa vespertina com sudorese, inapetn-cia e emagrecimento, tosse com pus ou sangue aps quatro semanas. Quando a doena atinge os pulmes, o indivduo pode apresentar dor torcica e tosse pro-dutiva, acompanhada ou no de escarros hemoptoicos.

    Diagnstico: pelo mdico com auxi-lio de raio X, bacterioscpico: bacilosco-pia e cultura; prova tuberculnica cutnea (PPD) e outros.

    Importante: em todas as unidades de sade esto disponveis o teste de Ba-ciloscopia Direta ou BK. Que encami-nhado ao laboratrio e em poucos dias est pronto. Em caso de suspeita, procu-re um profissional da sade para melhor orientao! Melhor prevenir a doena.

    Tratamento: A tuberculose uma doena grave, porm curvel em prati-camente 100% dos casos novos, desde que os princpios da quimioterapia sejam seguidos. E deve ser feito em regime am-bulatorial, supervisionado, no servio de sade mais prximo, na residncia ou no trabalho do doente. Quando no tratada adequadamente leva a morte deste e ao aumento de transmisso da doena, bem como resistncia a certos medicamentos. A cura do paciente s ocorre aps o tra-tamento apropriado, por isso deve se ter pacincia, pois o tratamento no to longo. Deve-se pensar que a vida nica.

    Preveno: A vacina BCG realiza-da somente em crianas de acordo Mi-nistrio da Sade. Evitar aglomeraes, especialmente em ambientes fechados ou mal ventilados e sem iluminao solar, manter ambientes higienizados.

    Todos tm direito ao Sistema nico de Sade, mas tambm temos o dever de cidado em cuidar da nossa sade evitan-do que as doenas transmissveis aumen-tem cuidando de si e do nosso amigo ou familiar, sem preconceito.

    * Bibliografia disponvel em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/manual_de_recomendaco-es_controle_tb_novo.pdf

    Pai-Nosso de So FranciscoOh! Santssimo Pai nosso: criador, re-

    dentor, consolador e salvador nosso.Que estais no cu: nos anjos e nos san-

    tos; iluminando-os para o conhecimento, porque vs, Senhor, sois luz; inflamando--os para o amor, porque vs, Senhor, sois amor; habitando neles e preparando-os para a bem-aventurana, porque vs, Senhor, sois o sumo bem, eterno bem, do qual vem todo bem, sem o qual no h nenhum bem.

    Santificado seja vosso nome: clarifi-cada seja em ns vossa notcia, para que conheamos qual a grandeza de teus be-nefcios, a largura de tuas promessas, a su-blimidade da majestade e a profundidade dos juzos.

    Venha a ns vosso reino: para que vs reines em ns pela graa e nos faas chegar a teu reino, onde a viso de vs manifesta, a presena de vs perfeita, a companhia de vossa bem-aventurana.

    Faa-se tua vontade na terra como no cu: para que te amemos com todo o co-rao, pensando sempre em vs; com toda a alma, desejando sempre a vs; com toda a mente, dirigindo todas nossas intenes a vs, buscando em tudo tua honra; e com todas nossas foras, gastando todas nossas foras e os sentidos da alma e do corpo em servio de teu amor e no em outra coisa; e para que amemos a nosso prximo como a ns mesmos, atraindo a todos a teu amor se-gundo nossas foras, alegrando nos do bem dos outros como do nosso e compadecendo em seus males e no dando a ningum oca-sio alguma de tropeo.

    Dai-nos hoje nosso po de cada dia: teu amado Filho, Nosso Senhor Jesus Cris-to: para memria e inteligncia e reverencia do amor que teve por ns, e do que por ns disse, fez e padeceu.

    Perdoai nossas ofensas: por tua mise-ricrdia inefvel, pela virtude da paixo de teu amado Filho e pelos mritos e interces-so da beatssima Virgem e de todos teus eleitos.

    Como tambm ns perdoamos aos que nos ofendem: e aqueles que no perdoamos plenamente, fazei vs, Senhor, que o perdo-emos plenamente, para que, por vs, ame-mos verdadeiramente aos inimigos, e ante vs por eles devotamente intercedemos, no devolvendo a nada o mal por mal, e nos apli-quemos a ser bondosos para todos em vs.

    No nos deixes cair na tentao: oculta ou manifesta, sbita ou importuna.

    E livrai-nos do mal: passado, presente e futuro.

    Glria ao Pai, ao Filho e ao Espri-to Santo, como era no princpio, agora e sempre e por todos os sculos dos sculos. Amm.

    Confraternizao dos DizimistasPast. do Dzimo Com. Sta. Clara

    No domingo, dia 15/07/2012, realizou-se um almoo de confrater-nizao para os dizimis-tas na Comunidade Santa Clara. O evento contou com a participao cerca de 100 pessoas.

    A coordenao desta Pastoral agradece a todos os dizimistas por tudo que fazem e contribuem para que esta pastoral prossiga

    firme, doam suas prim-cias para o Senhor.

    Desejamos a todos dizimistas muito amor, esperana, grandes reali-zaes, muita paz e que todos continuem sendo fi-is e solidrios uns com os outros, doando seu dizimo ao Senhor conforme o im-pulso do seu corao, pois Deus ama quem d com alegria. Deus abenoe a todos!

    Pastoral da Juventude arrecada alimentos

    No domingo, dia 08 de julho, aconteceu o do-mingo da Pastoral da Juventude na comunidade Santa Rita. Os jovens arrecadaram 290 volumes de alimen-tos, totalizando 254 kg, que foram doa-dos para o Banco de Alimentos da Rede.