Custo das mercadoria vendidas

  • Published on
    24-May-2015

  • View
    3.440

  • Download
    1

Transcript

  • 1. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.UP-TO-DATE. ANO I. NMERO 31 AVALIANDO A EVOLUO DO CICLO DE CAIXA DA EMPRESA Clculo e interpretao dos prazos mdios de recebimento de vendas, giro de estoques e prazo mdio de pagamento de compras. Adriano Blatt (adriano@blatt.com.br) Engenheiro formado pela Escola Politcnica da Universidade de So Paulo, comespecializao em finanas. Atualmente Consultor Financeiro, atendendo a mais de 10 (dez) bancos de diversos portes, alm de empresas comerciais, industriais e de prestao de servios. consultor doSCI/EQUIFAX e diretor do IBETEC - Instituto Brasileiro de Especializao Tcnica. CAVALCANTE & ASSOCIADOSCopyright 1998 Cavalcante & AssociadosDireitos Reservados. Esta obra no pode ser revendida ou alugada, por qualquer processo, sem o prvio consentimento da Cavalcante & Associados.1

2. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.NDICE Apresentao do Up-To-Date 3102 Conceitos importantes 03Clculo do ciclo operacional 07 Clculo do ciclo de caixa 08ndices de rotao ou ndices de 09 eficincia Limites prticos11Exemplo15Caso prtico proposto23 Caso prtico resolvido24Sinopse curricular do autor APRESENTAO DO UP-TO-DATE 31Neste Up-To-Date abordaremos o clculo e a interpretao do ciclo de caixa da empresa, e as variveis que o determinam. Mostraremos com que situaes as empresas devem se preocupar de modo a otimizar o seu ciclo de caixa.. 2 3. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.CONCEITOS IMPORTANTES ndices de prazo mdio ou ndices de operaes ou ndices da estrutura de capital de giro ou ndices de atividade ndices de atividade medem quo eficientemente a empresa gerencia seus ativos. Os ndices de atividade ou de operaes so dados relevantes e eficientes para avaliao de uma empresa. Estes coeficientes ajudam a responder as seguintes perguntas, entre outras: Quo bem a empresa gerencia seu contas a receber? Quo bem a empresa gerencia o estoque? Quo bem a empresa gera retorno de sua base de ativos?Neste grupo vamos verificar quantos dias a empresa demora, em mdia, para receber suas vendas, para pagar suas compras e para renovar o seu estoque. Para fins de anlise, quanto maior for a velocidade de recebimento de vendas e de renovao de estoque, melhor. Por outro lado, quanto mais lento for o pagamento das compras, desde que no corresponda a atrasos, melhor.PRAZO MDIO DE RECEBIMENTO DE VENDAS PMRV OU PRAZO MDIO DE COBRANA O PMRV pode ser determinado pela seguinte expresso: Duplicatas a ReceberPMRV = 365Vendas Obs: Vendas = Vendas Brutas - Devolues e Abatimentos Duplicatas a Receber podem ser obtidas no balano patrimonial em anlise (valor de fim de exerccio), ou ento pela mdia aritmtica dos valores do ano em anlise com o ano anterior, conforme critrio do analista. Vendas podem ser calculadas atravs da subtrao de devolues e abatimentos da Receita Bruta, ou ento atravs da subtrao de devolues, abatimentos e impostos da Receita Bruta.3 4. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.Utilizao de Valores MdiosO saldo no final do exerccio de Clientes representa uma parcela do total de Vendas. Certamente, os clientes representam as vendas do final do ano. Atentando para o total de vendas, notamos que, nesta conta, esto acumuladas vendas do ano todo (e no s do final do ano). Por isso, alguns analistas julgam estar limitando muito a qualidade do ndice se forem comparadas as duplicatas do final do exerccio com as vendas acumuladas de todo perodo, dadas as distores causadas pela inflao, por exemplo. Por isso, no sentido de melhorar a representatividade de clientes, alguns analistas recomendam que se utilizem valores mdios de clientes, ou seja:Clientes no Incio do Periodo + Clientes no Final do PeriodoValor Mdio de Clientes = 2 Os ndices de rotao, portanto, sero calculados com a utilizao das variveis necessrias (Vendas e Clientes), em bases mais compatveis. Ento, o total de Vendas, engordado com uma inflao mdia no ano, ser comparado a um saldo mdio de clientes no ano e no apenas ao saldo de clientes do final do ano totalmente inflacionado.Analogamente poderemos adotar este critrio com Fornecedores e Estoques, calculando seus valores mdios. O Prazo Mdio de Recebimento de Vendas indica, em mdia, quantos dias a empresa espera para receber suas vendas.Ao realizar as vendas a prazo, a empresa est financiando gratuitamente seus clientes. Em alguns, casos, existe um aumento de preo, mas este, via de regra, situa-se abaixo das taxas do mercado financeiro. As empresas que vendem a prazo, recorrem muitas vezes ao desconto da duplicata, onde os encargos financeiros so bastante elevados. Ainda que as duplicatas a receber sejam bancadas por recursos prprios, via de regra, no h retorno adequado para o capital prprio. A conta de clientes exige aplicao de capital de giro, que poder ser prprio ou de terceiros. O perodo mdio de cobrana o tempo mdio que se leva para cobrar uma venda a crdito. Uma tendncia de queda neste perodo pode significar que a empresa est possivelmente se tornando melhor em cobrar o seu a receber ou em julgar risco de crdito. Um perodo de recebimento crescente pode indicar problemas, com os clientes esticando seus pagamentos. O PMC (Perodo Mdio de Cobrana ) ou PMRV (Prazo Mdio de Recebimento de Vendas) no deveria exceder 1-1/2 vezes a mdia de todos os prazos de crdito. Contas a Receber representa um investimento custoso dos recursos do capital de giro. A liquidez de uma empresa e sua solvncia so adversamente afetados durante o perodo em que o capital de giro relaciona-se com contas a receber. 4 5. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. A falta de habilidade para uma empresa cobrar suas contas a receber de uma maneira oportuna, impactar sua habilidade de pagar suas contas a pagar comerciais, bem como a poro corrente dos dbitos a longo-prazo e outras obrigaes no curto prazo. O giro lento do Contas a Receber pode por si mesmo, transformar uma empresa saudvel em insolvente. O resultado pode ser a falncia PRAZO MDIO DE PAGAMENTO DE COMPRAS O PMPC pode ser determinado pela expresso:FornecedoresPMPC = 365 x Compras PMPC = Prazo Mdio de Pagamento de ComprasF = Saldo de Fornecedores do BalanoC = ComprasFornecedores pode ser obtido no balano patrimonial em anlise (valor de fim de exerccio), ou ento pela mdia aritmtica dos valores do ano em anlise com o ano anterior, conforme critrio do analista. O PMPC indica, em mdia, quantos dias a empresa demora para pagar sua compras.Em balanos em legislao societria o prazo mdio de pagamento no corresponde ao prazo verificado na prtica. O mesmo raciocnio pode ser utilizado para ROTAO DE ESTOQUES e PRAZO MDIO DE FORNECEDORES.Outros fatores que provocam distores nos ndices citados so: Sazonalidade das vendas O indexador utilizado na converso das contas A clculo na mdia aritmtica das contas, o que no acontece na prticaComo o valor das compras normalmente no indicado nas balanos, seu valor dever ser obtido junto empresa, ou ento calculado. Em empresas comerciais, podemos chegar ao montante de compras a partir da seguinte frmula:CMV = EI + C - EF onde:CMV = Custo das Mercadorias VendidasEI= Estoque Inicial do PerodoC = ComprasEF= Estoque Final do Perodo5 6. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. Portanto, CMV = EI + C - EF C = CMV - EI + EF Compras = custo das mercadorias vendidas - estoque inicial + estoque final NOTA: o valor do estoque inicial igual ao valor estoque final do perodo anterior. O crdito concedido pelos fornecedores espontneo e, a princpio, renovvel. Por no possuir encargos, quanto maior, mais favorece a estrutura da empresa. PMPC indica a qualidade das contas a pagar da empresa. Ele testa quo rapidamente, ou lentamente, a empresa est pagando seus fornecedores para compras a prazo. A boa administrao financeira de qualquer empresa necessita que ela pague suas contas no prazo. Esta empresa pode estar jogando no floating e um PMPC excessivamente alto pode indicar que a empresa est usando seus fornecedores para efetuar financiamentos no onerosos de forma proposital como tcnica de administrao do caixa. Contudo, circunstncias adversas podem resultar em giro de contas a pagar em atraso. A empresa provavelmente ser colocada em cobrana forando-a a pedir emprestado recursos de curto prazo com altas taxas de juros. A empresa tambm pode perder fornecedores de confiana, fazendo ficar sofrvel sua habilidade de fornecer seus produtos a seus clientes.PRAZO MDIO DE ROTAO DOS ESTOQUES OU PRAZO MDIO DE ESTOCAGEM O PMRE pode ser determinado pela expresso: EstoquesPMRE = 365 x CMV Estoques pode ser obtido no balano patrimonial em anlise (valor de fim de exerccio), ou ento pela mdia aritmtica dos valores do ano em anlise com o ano anterior, conforme critrio do analista.O PMRE indica em mdia, quantos dias a empresa leva para vender seu estoque. Este ndice mostra o nmero mdio de dias que uma unidade est no estoque. Praticamente toda empresa trabalha obrigatoriamente com algum nvel de estoque de matria prima, produtos em elaborao, produtos acabados ou mercadorias. A manuteno deste exige capital de giro para financi-lo. Desta forma, quanto maior o estoque em nmero de dias, maior necessidade de recursos possui a empresa.Em poca de recesso, em funo do decrscimo da demanda, o aumento dos preos dos produtos em geral inferior ao custo do dinheiro, e manter estoques elevados implica, quase sempre, necessidade de conseguir crdito bancrio que, em pocas de crise, torna-se escasso.6 7. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.CLCULO DO CICLOOPERACIONAL Ciclo Operacional o prazo entre a compra e o recebimento da venda Pode ser determinado pela expresso:Ciclo Operacional = PMRE + PMRV Observe que a soma do Prazo Mdio de Recebimentos de Vendas (PMRV) com o Prazo Mdio de Renovao de Estoques (PMRE) fornece o Ciclo Operacional, j que medimos, em mdia, em quantos dias os estoques levam para serem vendidos, e somamos ao prazo de recebimento das vendas.O ideal seria que a empresa atingisse uma posio em que a soma do Prazo Mdio de Renovao de Estoques (PMRE) com o Prazo Mdio de Recebimento de Vendas (PMRV) fosse igual ou inferior ao Prazo Mdio de Pagamento de Compras (PMPC). Situao ideal:PMRE + PMRV Relao entre Ciclo Operacional e PMPC = 1 PMPCDessa forma, a empresa poderia vender e receber a mercadoria adquirida para, depois, liquid-la junto ao seu fornecedor. Assim, se o PMRE for de 30 dias, o PMRV for de 54 dias e o PMPC for de 90 dias, a empresa ter ainda, em mdia, uma folga de seis dias. O seu posicionamento ser de 30 + 54Relao entre Ciclo Operacional e PMPC == 0,93 (favorvel) 90 Nem sempre trazer este ndice para uma situao favorvel (inferior a 1) tarefa fcil. No entanto, no resta dvida de que melhorar este ndice deve ser uma meta que a empresa dever sempre perseguir.7 8. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. CLCULO DO CICLO DECAIXA Ciclo de Caixa ou Ciclo Financeiro o prazo entre o pagamento de compras e o recebimento de vendas. Pode ser determinado pela expresso: Ciclo de Caixa ou Ciclo Financeiro = Ciclo Operacional - PMPC Ciclo Financeiro = Prazo Mdio de Recebimento de Vendas + Prazo Mdio de Rotao de Estoques - Prazo Mdio de Pagamento de ComprasOs prazos mdios concedidos aos clientes, somados ao prazo mdio de estocagem e diminudos dos prazos mdios obtidos junto aos fornecedores, mostram o ciclo financeiro da empresa, isto , a defasagem de caixa. As atividades que dependem de um ciclo financeiro elevado so as que tem maior dificuldade de se ajustarem em um perodo de instabilidade econmica. 8 9. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.NDICES DE ROTAO OU NDICES DE EFICINCIA ndices de Eficincia ou de Rotao medem a qualidade com a qual a empresa est utilizando seus ativos para gerar vendas. Uma empresa muito eficiente, ento, uma que utiliza seus investimentos em ativos para gerar o maior nvel possvel de receitas de vendas. GIRO DO CONTAS A RECEBER OU ROTAO DE DUPLICATAS A RECEBER Esta varivel pode ser determinada pela expresso:365 Vendas RDR = =PMRV Duplicatas a Re ceber Esta rotao reflete o nmero de vezes que uma empresa cobra seu contas a receber por ano. Este nmero usado como medida da efetividade com a qual a empresa est usando o seu investimento em Contas a Receber para gerar vendas. O giro do contas a receber, juntamente com o perodo mdio de cobrana, d uma indicao de quo bem a empresa est gerenciando seu Contas a Receber. A tendncia de um giro de contas a receber crescente favorvel, por significar que a empresa est se tornando mais efetiva na cobrana dos saldos a receber - mais efetiva em girar estes saldos. Quanto maior o nmero do giro, melhor. ROTAO DE FORNECEDORES Esta varivel pode ser determinada pela seguinte expresso: 365 Compras RF = = PMPC FornecedoresROTAES DE ESTOQUES OU GIRO DO ESTOQUE Esta varivel pode ser determinada pela seguinte expresso:365CMV RE ==PMRE Estoques 9 10. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.O ndice de giro do estoque monitora quo efetiva uma empresa ao gerenciar seu estoque, ou seja, a eficincia com a qual a empresa gerencia seus estoques. O ndice representa o nmero de vezes durante o ano (ou perodo) que uma empresa repe (gira) seu estoque. Uma tendncia crescente significa eficincia crescente em gerenciar estoque. Isto uma indicao de que a empresa est obtendo mais e mais vendas a partir de um investimento proporcionalmente menor em estoque. 10 11. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.LIMITES PRTICOS ATENO: LIMITES PRTICOS SO MEROS BALIZADORES, E DEVEM SER AVALIADOSCOM EXTREMA CAUTELA, UMA VEZ QUE SO UMA RECEITA GERAL E SIMPLISTA QUENO CONSIDERA A CONJUNTURA ECONMICA, O RAMO DE ATIVIDADE E TAMPOUCO A SITUAO PARTICULAR DA EMPRESA ANALISADA. Taxas de giro do estoque variaro muito dos fabricantes para os varejistas e de uma indstria para uma outra, ou seja, so extremamente sensveis ao ramo de atividade e s caractersticas prprias da entidade analisada. Os nmeros apresentados a seguir foram obtidos em uma mdia global nos Estados Unidos:Giro Mnimos por Ano No. Mximo de Diasde EstoqueFabricante4 x 90 diasDistribuidor 12 x 30 dias Varejista 52 x7 dias O giro do estoque analisa a taxa pela qual o estoque est sendo convertido em vendas (produtos de estoque vendido). Um giro lento do estoque aperta o capital de giro e causa excessivos custos de carregamento; alm do mais adversamente afeta lucro e fluxo de caixa.Estoque excessivo pode ocorrer como conseqncia de obsolescncia de produto, mix incorreto de produto e mercadoria na prateleira, vida longa na prateleira, falta de controle de estoque, ou combinaes destes fatores. A empresa gastou ativos lquidos para produzir ou comprar seu inventrio. Excessivo carregamento de estoque pode ser uma aventura cara. Recursos devem ser emprestados, geralmente a altas taxas, para financiar custos de estoque. No rpido movimento dos mercados atualmente, uma empresa com um giro de estoque baixo representa um alto risco. Esta empresa pode estar desvantajosa nos custos e preos competitivos. Seus concorrentes podem introduzir novos produtos e tornar rapidamente seu estoque obsoleto. Seguem alguns exemplos de como ocorrem os ciclos de atividade de uma entidade. Podemos observar que a equao bsica dos ciclos permanece a mesma, independente da ordem dos eventos: 11 12. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.Equao bsica dos Ciclos de Atividade: PMRE + PMRV = PMPC + Ciclo Financeiro = Ciclo Operacional Neste primeiro exemplo, segue a seqncia mais usual na rotina empresarial, onde a compra seguida da venda, depois do pagamento da compra, e finalmente do recebimento da venda:CompraVendaPagamentoRecebimento da daCompraVenda PMREPMRV PMPCCiclo Financeiro ouCiclo de Caixa Ciclo OperacionalJ neste exemplo, a situao favorvel, pois o pagamento da compra vem aps o recebimento da venda.CompraVenda RecebimentoPagamentoda daVenda Compra PMRE PMRVPMPCCiclo OperacionalCiclo Financeiro ouCiclo de Caixa(negativo)12 13. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.Neste exemplo, a venda ocorre apenas aps o pagamento da compra, uma situao no muito confortvel. CompraPagamento VendaRecebimentoda da CompraVendaPMRE PMRV PMPC Ciclo Financeiro ou Ciclo de Caixa Ciclo OperacionalSegue um exemplo de venda apenas aps o seu respectivo recebimento.CompraPagamento Recebimento Vendadada Compra Venda PMRE PMPCCiclo Financeiro ou PMRV (negativo)Ciclo de CaixaCiclo OperacionalUma situao extremamente confortvel a seguir exemplificada.Compra Recebimento PagamentoVenda dada VendaCompra PMREPMRV (negativo)PMPCCiclo OperacionalCiclo Financeiro ouCiclo de Caixa(negativo)13 14. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.Com mais folga financeira, temos mais um exemplo de ciclo de caixa negativo. Compra RecebimentoVenda Pagamentoda daVenda Compra PMREPMRV (negativo)PMPC Ciclo Operacional Ciclo Financeiro ouCiclo de Caixa (negativo) 14 15. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.EXEMPLO Vejamos a seguir, um exemplo numrico, com os dados da Empresa Modelo: BALANO PATRIMONIAL31/12/X131/12/X231/12/X3ATIVO CIRCULANTEDisponbilidades$74$50 $47Aplicaes Financeiras $295 $181$119Ttulos a Receber$2.143 $2.350$2.998(-) Prov.p/Crditos de Liq.Duvidosa ($35)($37) ($47)(-) Ttulos Descontados($645) ($788)($1.428)Estoques $1.424 $1.998$2.516TOTAL$3.255 $3.755$4.204 PASSIVOCIRCULANTEFornecedores $1.595 $1.489$1.546Salrios e Enc. Sociais a Pagar$133$38$179Impostos a Recolher$172$79$179Outras Contas a Pagar $23$10 $44Proviso p/ IR a Pagar $393 $292$278Dividendos a Pagar$66 $291$246Emprstimos Bancrios$139 $155$318TOTAL$2.520 $2.354$2.789 15 16. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. DEMONSTRAO DO RESULTADOANO 1ANO 2ANO 3 Receita Bruta de Vendas$13.818$14.008$17.614 (-) Dedues de Vendas, devolues/ abatimentos ($314) ($281) ($543) (-) Impostos($2.424) ($3.547) ($4.050) (=) Receita Lquida de Vendas$11.079$10.180$13.021 (-) CMV ($7.317) ($6.626) ($8.626) (=) Lucro Bruto $3.762 $3.554 $4.395 (-) Despesas com Vendas ($553) ($510) ($496) (-) Despesas Administrativas($1.503) ($898) ($502) (-) Despesas Financeiras($618) ($1.407) ($2.758) (+) Receitas Financeiras $16 $9 $3 (+/-) Resultado da Equivalncia Patrimonial$14$25$46 (+)Receitas no Operacionais$7 $3 $1 (=) Lucro Operacional $1.124 $777 $690 (-) Proviso p/ Imposto de Renda($393) ($272) ($241) (=) Lucro Lquido $731 $505 $44816 17. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.DEMONSTRAES RECLASSIFICADAS BALANO PATRIMONIAL 31/12/X131/12/X2 31/12/X3ATIVO CIRCULANTEFINANCEIRO Disponbilidades $74 $50 $47 Aplicaes Financeiras$295$181$119 SUB-TOTAL $369$231$165OPERACIONAL/ CCLICO Clientes$2.107$2.313$2.951 Estoques$1.424$1.998$2.516 SUB-TOTAL $3.531$4.311$5.467TOTAL $3.900$4.542$5.633PASSIVO CIRCULANTEFINANCEIRO / ONEROSO Emprst.Bancrios $139$155$318 Ttulos Descontados $645$788$1.428 SUB-TOTAL $784$943$1.746 OPERACIONAL / CCLICO Fornecedores$1.595$1.489$1.546 Outras Obrigaes $787$710$925 SUB-TOTAL $2.381$2.199$2.471TOTAL $3.166$3.142$4.21817 18. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.DEMONSTRAO DO RESULTADOANO 1ANO 2ANO 3RECEITA LQUIDA $11.079$10.180$13.021(-) CMV($7.317) ($6.626) ($8.626)(=) Lucro Bruto$3.762 $3.554 $4.395(-) Desp. Operac.($2.056) ($1.408) ($998)(+/-)Outras Rec./Desp. Operacionais $14$25$46(=) Lucro Operacional (antes do result. financ.) $1.720 $2.171 $3.443(+) Receitas Financ.$16 $9 $3(-) Despesas Financ. ($618) ($1.407) ($2.758)(=) Lucro Operacional (aps o result. Financ.) $1.117 $774 $689(+/-) Result. no Oper.$7 $3 $1(=) Lucro antes do IR$1.124 $777 $690(-) Proviso para IR ($393) ($272) ($241)(=) Lucro Lquido$731 $505 $448 PRAZO MDIO DE RECEBIMENTO DE VENDAS PMRV OU PRAZO MDIO DECOBRANA Duplicatas a ReceberPMRV = 365Vendas Obs: Vendas = Vendas Brutas - Devolues e AbatimentosANO 1ANO 2 ANO 3 Vendas Brutas - Devolues e Abatimentos$13.503$13.727 $17.071PMRV utilizando o valor final da conta Clientes ANO 1 ANO 2ANO 3 ndice57,0 dias 61,5 dias63,1 dias Anlise Horizontal 100%107,9% 110,7% PMRV utilizando o valor mdio da conta Clientes Clientes no Incio do Periodo + Clientes no Final do Periodo Valor Mdio de Cliente = 2Obs: Clientes no ANO 0 = $1.944 ANO 1ANO 2 ANO 3Clientes Mdio$2.025 $2.210$2.632 ANO 1 ANO 2ANO 3 ndice54,8 dias 58,8 dias56,3 dias Anlise Horizontal 100,0%107,3% 102,7%18 19. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. PRAZO MDIO DE PAGAMENTO DE COMPRAS FornecedoresPMPC = 365 xCompras PMPC = Prazo Mdio de Pagamento de ComprasF = Saldo de Fornecedores do BalanoC = ComprasObservao:ANOCMVEI = Estoque InicialEF = Estoque FinalCompras = CMV- EI + EFANO 0 $1.000ANO 1 $7.317 $1.000 $1.424 $7.740ANO 2 $6.626 $1.424 $1.998 $7.200ANO 3 $8.626 $1.998 $2.516 $9.143 PMPC utilizando o valor final da conta FornecedoresANO 1 ANO 2ANO 3 ndice 75,2 dias 75,5 dias61,7 dias Anlise Horizontal100,0%100,4% 82,0%PMPC utilizando o valor mdio da conta Fornecedores: O valor da conta Fornecedores no ANO 0 de $1.503 ANO 1 ANO 2ANO 3 Fornecedores Mdio $1.549$1.542 $1.517ANO 1ANO 2ANO 3 ndice 73,0 dias78,2 dias60,6 dias Anlise Horizontal100,0% 107,1% 83,0%19 20. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. PRAZO MDIO DE ROTAO DOS ESTOQUES OU PRAZO MDIO DE ESTOCAGEM Estoques PMRE = 365 x CMVPMRE utilizando o valor final da conta Estoques ANO 1 ANO 2ANO 3 ndice71,0 dias 110,1 dias 106,5 dias Anlise Horizontal 100,0%155,6% 150,0%PMRE utilizando o valor mdio da conta Estoques ANO 1 ANO 2 ANO 3 Estoques Mdio $1.212* $1.711$2.257*utilizando a informao de Estoque do PMPC ANO 1ANO 2 ANO 3 ndice60,5 dias94,3 dias 95,5 dias Anlise Horizontal 100,0% 155,9%157,9%CICLO OPERACIONAL OU CICLO ECONMICOCiclo Operacional = Prazo entre a compra e o recebimento da vendaCiclo Operacional = PMRE + PMRVUtilizando os valores finais das contas Clientes e Estoques:ANO 1ANO 2ANO 3ndice128,0 dias 171,6 dias 169,6 diasAnlise Horizontal 100,0% 134,1% 132,5%Utilizando os valores mdios das contas Clientes e Estoques:ANO 1ANO 2ANO 3ndice115,4 dias 153,1 dias 151,8 diasAnlise Horizontal 100,0% 132,7% 131,5%PMRE + PMRV Relao entre Ciclo Operacional e PMPC =PMPC20 21. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.Utilizando os valores finais das contas Clientes , Fornecedores e Estoques:ANO 1 ANO 2 ANO 3ndice1,7 2,3 2,7 Utilizando os valores mdios das contas Clientes , Fornecedores e Estoques:ANO 1 ANO 2 ANO 3ndice1,6 2,0 2,5CICLO DE CAIXA OU CICLO FINANCEIRO Ciclo de Caixa ou Ciclo Financeiro = Prazo entre o pagamento de compras e o recebimento de vendas Ciclo de Caixa ou Ciclo Financeiro = Ciclo Operacional - PMPCCiclo Financeiro: Prazo Mdio de Recebimento de Vendas + Prazo Mdio de Rotao de Estoques - Prazo Mdio de Pagamento de ComprasUtilizando os valores finais das contas Clientes , Fornecedores e Estoques: ANO 1 ANO 2 ANO 3 ndice52,8 dias 96,1 dias 107,9 dias Anlise Horizontal 100,0%182,0%204,4% Utilizando os valores mdios das contas Clientes , Fornecedores e Estoques: ANO 1 ANO 2 ANO 3ndice 42,4 dias 74,9 dias 91,2 diasAnlise Horizontal100,0%176,7%215,1%21 22. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. NDICES DE ROTAO OU NDICES DE EFICINCIA GIRO DO CONTAS A RECEBER OU ROTAO DE DUPLICATAS365 Vendas RDR = =PMRV Duplicatas a Re ceberUtilizando os valores finais das contas ClientesANO 1 ANO 2ANO 3 ndice 6,4 5,95,8Utilizando os valores mdios das contas ClientesANO 1 ANO 2ANO 3 ndice 6,7 6,26,5ROTAO DE FORNECEDORES365 Compras RF ==PMPC FornecedoresUtilizando os valores finais das contas FornecedoresANO 1 ANO 2ANO 3 ndice 4,9 4,85,9Utilizando os valores mdios das contas FornecedoresANO 1 ANO 2ANO 3 ndice 5,0 4,76,0 ROTAES DE ESTOQUES OU GIRO DO ESTOQUE365CMV RE ==PMRE EstoquesUtilizando os valores finais das contas EstoquesANO 1 ANO 2ANO 3 ndice 5,1 3,33,4Utilizando os valores mdios das contas Estoques ANO 1ANO 2 ANO 3ndice 6,03,9 3,822 23. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa. .CASO PRTICO PROPOSTOCalcule o ciclo de caixa de uma empresa, considerando os seguintes dados de suas demonstraes financeiras: Receita Bruta = $2.350.232 Devolues e abatimentos = $47.500 Impostos gerados pelas vendas = $42.820 Duplicatas a receber = $81.253 Fornecedores a pagar = $9.125 Compras no perodo = $845.400 Custo das mercadorias Vendidas no perodo = $1.425.932 Estoques = $19.52023 24. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.CASO PRTICO RESOLVIDO a) determinao do PMRV Duplicatas a Receber PMRV = 365VendasVendas brutas devolues abatimentos impostos = $2.350.232 - $47.500 - $42.820 = $2.259.912PMRV = ( $81.253 / $2.259.912 ) x 365PMRV = 13,12 dias b) determinao do PMPCFornecedores PMPC = 365 x ComprasPMPC = ( $9.125 / $845.400 ) x 365PMPC = 3,94 dias c) determinao do PMRE Estoques PMRE = 365 x CMVPMRE = ( $19.520 / $1.425.932 ) x 365PMRE = 4,996, ou seja, 5 dias 24 25. Up-To-Date - Ano I, no 31- Avaliando a evoluo do ciclo de caixa da empresa.d) clculo do ciclo operacionalciclo operacional = PMRE + PMRVciclo operacional = 5 dias + 13,12 diasciclo operacional = 18,12 dias e) clculo do ciclo de caixaciclo de caixa = ciclo operacional PMPCciclo de caixa = 18,12 dias 3,94 diasciclo de caixa = 14,18 dias25