Organização de Empresas Aplicações de Gestão Módulo 1 – A Empresa (18 Horas, 24 Tempos); Módulo 2 – Documentação Comercial (24 Horas, 32 Tempos); Módulo 3 – Gestão de Aprovisionamento e Vendas (36 Horas, 48 Tempos); Módulo 4 – Aplicações de Gestão Comercial (18 Horas, 24 Tempos); Módulo 5 – Contratos (30 Horas, 40 Tempos); Módulo 6 – Introdução à Contabilidade (30 Horas, 40 Tempos); e 2.º Ano 1.º Ano Módulo 7 – Contabilidade Financeira (30 Horas, 40 Tempos); Módulo 8 – Análise e Gestão Financeira (30 Horas, 40 Tempos); Módulo 9 – Aplicações de Contabilidade (18 Horas, 24 Tempos); Módulo 10 – Gestão de Recursos Humanos (36 Horas, 48 Tempos); Módulo 11 – Aplicações de Gestão de Recursos Humanos (18 Horas, 24 Tempos). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 1 Módulo 2 – Documentação Comercial 2.1 – As operações de compra e venda; 2.2 – Cálculos comerciais; 2.3 – Os descontos comerciais. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 2 2.1 – As operações de Compra e Venda CONTRATO – acordo de vontades entre duas partes, conducente à constituição, modificação ou extinção de direitos e obrigações. Requisitos: Capacidade jurídica – envolve a capacidade de gozo (ser sujeito de direitos) e a capacidade de exercício (possibilidade de exercer os direitos); Mútuo consenso – concordância das duas partes (proposta e aceitação); Objecto possível – finalidade de um determinado contrato, ou seja, a coisa que o determina (física e legalmente possível, conforme a ordem pública e os bons costumes); Forma externa – documento onde se encontram escritas todas as cláusulas, de acordo com a regulamentação legal (contrato formal) ou não (contrato consensual). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 3 2.1 – As operações de Compra e Venda CONTRATO DE COMPRA E VENDA – é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa, ou outro direito, mediante um preço. É um contrato bilateral e oneroso. Quanto à natureza: Comercial – o objecto principal é a revenda ou o aluguer; Civil – o objecto principal é a compra para uso particular. Características: Directa – se o comprador e o vendedor têm contacto directo; Indirecta – a transacção é feita por uma terceira pessoa, que tem como objectivo facilitar e promover as trocas comerciais. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 4 2.1 – As operações de Compra e Venda FASES: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 5 2.1 – As operações de Compra e Venda Fases do contrato de compra e venda: Encomenda – fase em que se expressa a intenção de compra por parte do comprador; Entrega – fase em que se processa o envio das mercadorias pelo vendedor; Liquidação – fase do apuramento e fixação dos preços a pagar pelo comprador; Pagamento – fase referente ao cumprimento da obrigação por parte do comprador, mediante a entrega total ou parcial da importância atribuída à sua compra. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 6 2.1 – As operações de Compra e Venda ENCOMENDA O comprador procede à escolha da mercadoria que pretende adquirir. Para tal, faz a proposta de compra, da qual constam os seguintes aspectos: Qualidade das mercadorias; Quantidade de mercadorias; Prazo e local de entrega (na fase da entrega); Condições de pagamento (na fase do pagamento). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 7 2.1 – As operações de Compra e Venda Qualidade das mercadorias: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 8 2.1 – As operações de Compra e Venda Qualidade das mercadorias: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 9 2.1 – As operações de Compra e Venda Quantidade das mercadorias: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 10 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA O vendedor envia a mercadoria para o comprador, tornando-se obrigatório o conhecimento da forma, data e local de entrega. Forma: Entrega única - de uma só vez; Entrega fraccionada - efectuada em duas ou mais partes na data e local a estabelecer pelas partes. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 11 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Data de entrega: Entrega imediata – o comprador recebe mercadoria no momento da sua encomenda; a Entrega a pronto – o comprador recebe a mercadoria nos 15 dias seguintes à sua encomenda; Entrega a prazo – a mercadoria é entregue dentro de um prazo estipulado no contrato, superior a 15 dias. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 12 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Local de entrega (no comércio a retalho): Domicílio do vendedor – o comprador é o responsável a partir do momento da compra, pois a entrega faz-se no local da venda da mercadoria; Domicílio do comprador – o vendedor é o responsável a partir do momento da compra das mercadorias, pois efectuará a entrega na loja do comprador. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 13 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Local de entrega (no comércio por grosso): Armazém do vendedor – o comprador é o responsável pelo transporte e despesas a ele inerentes; Armazém do comprador – todas as despesas de frete e seguro são da responsabilidade do vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 14 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA A definição do local de entrega é muito importante, pois permite determinar as responsabilidades inerentes ao transporte das mercadorias e indicar qual dos agentes envolvidos suportará as despesas de frete e seguro, bem como outras despesas inerentes; Quando o local de entrega não é fixado no momento do contrato, o comprador deverá assumir todas as responsabilidades a partir do armazém do vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 15 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Incoterms – termos comuns utilizados no comércio internacional, que identificam os locais de entrega e definem as responsabilidades dos intervenientes (custos e risco). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 16 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Exemplos de Incoterms: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 17 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Exemplos de Incoterms: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 18 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Exemplos de Incoterms: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 19 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO O vendedor procede ao cálculo, de modo a informar o comprador do valor a pagar pela mercadoria, do seguinte modo: Preços acordados – o preço resulta da negociação entre o vendedor e o comprador; Preços fixos – o preço é determinado pelo vendedor, sem admitir qualquer possibilidade de redução; Preços tabelados – o preço fixa-se em tabelas, oficialmente aprovadas e que não permitem ao comerciante qualquer alteração, sob o risco de ficar sujeito a graves penalidades; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 20 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços correntes – o preço é fixado pelo vendedor, conforme as condições de mercado, passíveis de redução; Preços de concurso público – as entidades que pretendem comprar ou vender anunciam, por escrito, o que pretendem, indicando as condições da sua realização. Os interessados fornecem, por escrito, os preços. O concorrente que oferecer o mais baixo preço e melhor qualidade será o preferido. Este tipo de preços é utilizado nas grandes aquisições do Estado, Câmaras Municipais ou de grandes empresas; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 21 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços de leilão ou hasta pública – a fixação do preço corresponde ao maior preço oferecido pelos interessados na aquisição. É fixado um preço base de licitação, a partir do qual se fazem sucessivas ofertas; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 22 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços de lota – é idêntico aos preços de leilão. O vendedor anuncia, em voz alta, que vende um certo produto a um dado preço e, caso não verifique a existência de interessados, ele próprio vai baixando o preço, até que alguém declare que aceita comprar a mercadoria a esse valor. Utilizado na venda de peixe por grosso; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 23 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços de bolsa de cotações – o preço depende das condições de mercado ou das operações que foram realizadas na Bolsa para produtos de determinada natureza, tais como, acções, obrigações e outros títulos, mercadorias, entre outros. Estas transacções são efectuadas por intermédio de corretores, que se encarregam de comprar e vender títulos por conta de terceiros. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 24 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Local de pagamento Se não for convencionado, este deverá efectuar-se no domicílio do vendedor; Se for convencionado, pode ser uma de 3 hipóteses: No domicílio do comprador; No domicílio do vendedor; Num outro local, por exemplo, numa instituição bancária. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 25 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Época de pagamento: Pagamento antecipado – pagamento efectuado antes da entrega da mercadoria. Este tipo de pagamento verificase quando a mercadoria apresenta características específicas definidas pelo cliente, pelo que é necessário encomendar com antecedência; Pagamento a contado ou imediato – o pagamento processa-se no acto de entrega das mercadorias; Pagamento a pronto – o pagamento é efectuado até 8 dias após a entrega das mercadorias; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 26 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Época de pagamento: Pagamento a dinheiro – o pagamento é efectuado entre 8 dias e 30 dias após a entrega dos produtos; Pagamento a prazo – o pagamento é efectuado num período superior a 30 dias, período esse que é acordado entre o vendedor e o comprador; Pagamento a prestações – o vendedor concede prazos diferidos ao comprador. O pagamento é processado em parcelas ou fracções nos prazos estipulados; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 27 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Época de pagamento: Pagamento a termo – o comprador e o vendedor obrigam-se a pagar e a entregar a mercadoria, respectivamente, depois de decorrido um certo prazo da realização do contrato. É um pagamento típico das actividades da Bolsa; Pagamento contra documentos – o comprador efectua o pagamento da mercadoria por troca de certos documentos entregues pelo vendedor. É um pagamento muito utilizado no Comércio Internacional. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 28 2.2 – Cálculos comerciais BENEFÍCIOS OBTIDOS E CONCEDIDOS NA COMPRA E NA VENDA: DESCONTOS – reduções de preços com o objectivo de aumentar o volume de vendas, cobrar mais rapidamente o valor das vendas, escoar stocks e/ ou compensar os maiores clientes. Comerciais – relacionados directamente com o produto e não com a forma de pagamento; Financeiros – directamente ligados ao prazo de pagamento. Percentagem (%) sobre o Preço de Venda (PV) ou sobre o Preço de Custo (PC) Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 29 2.2 – Cálculos comerciais DESCONTOS COMERCIAIS: Bom peso – quantidade de mercadoria fornecida pelo vendedor, sem valor, para compensar perdas normais; Bónus – abatimento especial, que compensa a falta de qualidade das mercadorias fornecidas, o atraso na entrega ou ainda, como prémio ao cliente que ultrapassa um certo limite de compras; Rappel – desconto especial concedido sobre a totalidade das compras efectuadas quando ultrapassam um determinado montante; De revenda – desconto especial concedido aos revendedores para conseguirem margens de lucro mais elevadas. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 30 2.2 – Cálculos comerciais DESCONTOS FINANCEIROS: Descontos de pronto pagamento – o comprador efectua o pagamento no acto de entrega das mercadorias ou no prazo máximo de 8 dias; Descontos de antecipação de pagamento – o cliente efectua o pagamento antes do prazo acordado com o vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 31 2.2 – Cálculos comerciais DESCONTOS De taxa única: vi × (100% − d ) = vl Hipótese 2: v − v × d = v i i l Hipótese 1: Hipótese 3: vi vl Sucessivos: Hipótese 1: Hipótese 2: 100% 100% - d vi × (100% − d1 ) × (100% − d 2 ) = vl vi − (vi × d1 ) − (vi − vi × d1 ) × d 2 = vl 100% (100% - d1) × (100% - d2) vl Hipótese 3: vi Legenda: vi – Valor Ilíquido; vl – Valor Líquido; d – Desconto em % (taxa única); d1 – Primeiro desconto sucessivo (%); d2 – Segundo desconto sucessivo (%). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 32 2.2 – Cálculos comerciais MARGENS DE COMERCIALIZAÇÃO (%L) L = PV - PC Com Lucro Sobre o PC Sobre o PV PV = PC + %L × PC PV = PC + %L × PV PV = PC × (1 + %L) (1 - %L) × PV = PC %L = (PV / PC) - 1 %L = 1 - (PC / PV) PV = PC - %L × PV (1 + %L) × PV = PC %L = (PC / PV) - 1 Com Prejuízo PV = PC - %L × PC PV = PC × (1 - %L) %L = 1 - (PV / PC) Legenda: PV – Preço de Venda; PC – Preço de Custo; L – Lucro; %L - % de Lucro. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 33 2.2 – Cálculos comerciais CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO DA FACTURA (Vl ) Inclui os seguintes itens: O valor das mercadorias (Valor Ilíquido); O valor dos descontos comerciais e/ ou financeiros; O valor das despesas adicionais (seguros, despesas de transporte, despesas de desalfandegamento); O valor do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA); O valor a pagar (Valor Líquido). Valor Líquido (Vl ) = Valor Ilíquido (Vi ) - Descontos (d) + Despesas + Valor do IVA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 34 2.2 – Cálculos comerciais CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO (EXEMPLO) No dia 10/11 do ano corrente, a Empresa Megasoft, SA, com sede na Rua da Cidade, Porto, comprometeu-se a vender a Unifil, Ldª, as seguintes mercadorias, constantes na nota de encomenda n.º 3131, sujeitas a IVA à taxa de 21%: 4 “Palmtops” a 1 200,00 €/ cada. 3 gravadores de DVD a 120,00 €/ cada. As condições acordadas foram as seguintes: A entrega das mercadorias far-se-á, na loja do vendedor, 9 dias após a encomenda, sendo as despesas a ela inerentes por conta do comprador; O vendedor concedeu um desconto de p.º p.º de 1%; O pagamento será efectuado a 8 dias da data da factura; Abel Martins O vendedor pagou o 2transporte Comercial loja do comprador no valor Módulo - Documentação até à 35 de 12,00 €. 2.2 – Cálculos comerciais CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO (RESOLUÇÃO) 4 × 1 200,00 3 × 120,00 Valor Ilíquido = 4 800,00 = 360,00 = 5 160,00 Desconto (1%) = - 51,60 Despesas = + 12,00 Base Incidência IVA = 5 120,40 IVA (21%) = 1 075,28 Valor Líquido Abel Martins = 6 195,68 36 Módulo 2 - Documentação Comercial 2.3 – Documentos comerciais REQUISITOS Clareza – os documentos devem ser de leitura e preenchimento fáceis; Integralidade – devem conter todas as informações e condições da operação que representam; Economicidade – devem ser pouco dispendiosos; Conformidade – devem satisfazer as exigências legais. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 37 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA Documento: Nota de Encomenda Emissor – feito em duplicado pelo comprador; original fica para o vendedor; Utilizado no comércio por grosso. Dá origem ao fornecimento dos produtos. O comprador dá a conhecer ao vendedor as mercadorias que pretende adquirir, bem como as condições em que o deseja fazer (qualidade, quantidade, etc.). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 38 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA – NOTA DE ENCOMENDA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 39 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA Documento: Requisição Emissor – feito em duplicado pelo comprador; original fica para o vendedor; Utilizado no comércio retalhista e grossista. É utilizado para levantar, de imediato, as mercadorias no armazém do vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 40 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA - REQUISIÇÃO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 41 2.3 – Documentos comerciais ENTREGA Documento: Guia de Remessa Emissor – feito em triplicado pelo vendedor; original fica para o comprador; o duplicado, depois de devidamente assinado pelo comprador, comprova a recepção da mercadoria e deve ser devolvido ao vendedor. Se existir talão de recepção, este deve ser devolvido ao vendedor; o triplicado fica na posse do vendedor; Documento que o vendedor remete ao comprador, acompanhando as mercadorias especificando as designações e as quantidades, para efeito de conferência no acto da entrega. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 42 2.3 – Documentos comerciais ENTREGA – GUIA DE REMESSA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 43 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO Documento: Factura Documento no qual o vendedor indica as condições gerais da transacção e faz o apuramento final do valor das mercadorias fornecidas: O valor das mercadorias; O valor dos descontos; O valor das despesas imputadas ao cliente; O valor do IVA. A factura deve ser emitida até ao 5.º dia útil seguinte da realização da transacção; É preenchida em duplicado, o original destina-se ao comprador e o duplicado ao vendedor; Deve ser numerada sequencialmente e impressa em tipografia; Abel Martins Pode ser emitida Módulo 2 - Documentação Comercial electronicamente. 44 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO - FACTURA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 45 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO Após a emissão da factura, o vendedor pode ter de rectificar o valor da mesma (descrição dos produtos, quantidades, custos de embalagem, seguros, transportes), por erro ou omissão: Nota de Débito – documento emitido pelo vendedor, para rectificar, por acréscimo, o valor da factura. Deve ser emitida em duplicado até ao 5.º dia útil da data do acontecimento, ficando o original com o comprador; deve incluir a regularização de IVA; Nota de Crédito – emitida em duplicado pelo vendedor, para rectificar, por redução do valor da factura ou por erros cometidos por excesso. Inclui a regularização de IVA. Exemplos: Erros de soma, cometidos por excesso (o valor da factura é superior ao valor real da transacção); Devoluções de mercadorias ou embalagens; Abel Martins Módulo pelo vendedor que Descontos concedidos 2 - Documentação Comercial não constaram na factura. 46 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO – NOTA DE DÉBITO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 47 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO – NOTA DE CRÉDITO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 48 2.3 – Documentos comerciais PAGAMENTO Documento: Recibo O vendedor indica ao comprador o valor da sua transacção. É uma prova de pagamento. É emitido em duplicado pelo vendedor, ficando o original para o comprador; Não é obrigatório o envio de recibo, mas sim o envio do comprovativo do recebimento do valor pago pelo comprador. Documento: Factura-Recibo As “Facturas-Recibo” e as “Vendas-a-Dinheiro” são utilizadas no comércio a retalho, quando a fase de pagamento coincide com a fase de liquidação. São documentos equivalentes às facturas. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 49 2.3 – Documentos comerciais PAGAMENTO – RECIBO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 50 2.3 – Documentos comerciais FUNCIONAMENTO DO IVA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 51 2.3 – Documentos comerciais FUNCIONAMENTO DO IVA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 52 ACTIVIDADES CAMPOS, Ana Paula et all; “Técnicas Comerciais”, Curso Tecnológico de Marketing, Plátano Editora, 1.ª Edição, Lisboa, 2004, pp. 204-214 (Exercícios); Actividade prática: http://docomercial.no.sapo.pt/ em 25/11/2007. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 53 Títulos de Crédito NOÇÃO – documento que facilita os pagamentos ou permite-nos entrar em diferentes locais. Assim, representam um crédito, em dinheiro ou em espécie, que temos o direito a receber. São representativos de moeda (Cheque e Letra), de mercadorias (Cautela de penhor) ou de serviços (Bilhete para o teatro, passagem de avião). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 54 Títulos de Crédito CARACTERÍSTICAS: Literalidade – representam apenas o que neles está escrito; Transmissibilidade – o direito que o título representa pode ser transmitido a terceiros, ficando estes na qualidade de credores; Autonomia – o possuidor do título poderá não estar relacionado com o contrato que lhe deu origem. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 55 Títulos de Crédito CLASSIFICAÇÃO Quanto à transmissão: Nominativos – no título de crédito é escrito o nome da pessoa a favor da qual são emitidos. São transmitidos por averbamento, isto é, declaração do proprietário escrita no próprio documento e devidamente averbada nos registos da sociedade. Exemplos: Acções e obrigações nominativas. À ordem – o título de crédito indica o nome do titular dos direitos e é transmitido por endosso, isto é, no verso do documento é inscrita a frase “Pague-se a …” ou “À sua ordem …” ou então apenas surge a assinatura de quem transmite os direitos do título. Exemplos: Cheque e Letra. Ao portador – o título de crédito é transmitido pela sua simples entrega, sem necessidade de se cumprirem outras formalidades. Exemplos: bilhetes para espectáculos. Módulo 2 - Documentação Comercial Abel Martins 56 Títulos de Crédito CLASSIFICAÇÃO Quanto à natureza jurídica: Públicos – o responsável pelo pagamento do título é uma pessoa de direito público – o Estado. Exemplo: Títulos do Tesouro. Privados ou particulares – o responsável pelo pagamento é uma pessoa de direito privado. Exemplos: Letras, Cheques, Livranças. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 57 Títulos de Crédito CLASSIFICAÇÃO Quanto ao seu vencimento: À vista – é pago no momento da sua apresentação. Exemplo: Cheque. A prazo – é pago na data previamente fixada e inscrita no próprio título. Exemplo: Letras. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 58 O Cheque NOÇÃO – Título de crédito, no qual o depositante (sacador) dá ordem ao depositário (sacado) para pagar, contra entrega do próprio título, uma determinada importância em dinheiro a uma terceira entidade (beneficiário). Sacado – entidade a quem é dada a ordem de pagamento (instituição bancária); Sacador – entidade que dá a ordem para que o cheque seja pago, ou seja, o titular da conta; Beneficiário – entidade a favor de quem o cheque é emitido. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 59 O Cheque Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 60 O Cheque – Preenchimento Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 61 O Cheque – Preenchimento Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 62 O Cheque - Modalidades À ORDEM – apresenta o nome do beneficiário. Transmite-se por endosso. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 63 O Cheque - Modalidades CHEQUE NOMINATIVO, NÃO À ORDEM – apresenta o nome do beneficiário seguido da cláusula “não à ordem”. É utilizado por motivos de segurança, já que, além de obrigar à identificação do seu representante, impede a transmissão por endosso, só podendo ser pago ao beneficiário. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 64 O Cheque - Modalidades CHEQUE NOMINATIVO, NÃO À ORDEM Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 65 O Cheque - Modalidades AO PORTADOR – não fornece o nome do beneficiário. A sua transmissão é feita por simples entrega do título e sem quaisquer formalidades. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 66 O Cheque – Operações sobre o cheque POR ENDOSSO – é o acto pelo qual o beneficiário transmite, a terceiros, o direito de receber o valor inscrito no cheque transmitido. Deve ser escrito no verso do cheque ou numa folha em anexo. Apenas o cheque “à ordem” é transmissível por endosso. O endossante é a pessoa que efectua o endosso, e o endossado é a pessoa a quem são transmitidos os direitos do cheque. O endosso deve ser assinado pelo endossante, podendo o mesmo cheque ser endossado um número ilimitado de vezes. Pode ser: Completo – o endossante, além de assinar, escreve no verso a expressão “Pague-se a …”, mencionando a data e o local do endosso; Incompleto ou em branco – o endossante limita-se a assinar no verso, passando, neste caso, o cheque a funcionar como cheque ao portador. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 67 O Cheque - Operações sobre o cheque Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 68 O Cheque - Operações sobre o cheque POR AVAL – é uma garantia pessoal e especial dada por uma terceira pessoa, denominada avalista, ficando obrigado ao pagamento do cheque. Requisitos: Pode ser dado por qualquer pessoal, com excepção do sacado (banco); Pode ser escrito na face do cheque, no verso ou em folha anexa; Pode assumir duas modalidades, o aval completo ou o aval em branco. Formas: Completo – indica a favor de quem é prestado, é assinado pelo avalista e exprime-se pelas palavras “Bom para aval”, “Por aval a favor de …”; Abel Martins Em branco – apenas apresenta a assinatura do avalista. A favor do Módulo 2 - Documentação Comercial 69 sacador, se não se verificar qualquer indicação em contrário. O Cheque - Operações sobre o cheque PAGAMENTO - É um título pagável à vista, ou seja, é pagável no momento em que for apresentado ao banco para pagamento. Prazo para apresentação a pagamento: Pagável no país onde foi emitido – até 8 dias; Cheques emitidos num país diferente daquele onde se vai efectuar o pagamento, mas situado no mesmo continente – até 20 dias; Os países de emissão e de pagamento situam-se em diferentes continentes - até 70 dias. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 70 O Cheque - Operações sobre o cheque PROTESTO – Sempre que o cheque é apresentado a pagamento dentro do prazo e não é pago por falta de provisão, o seu portador pode recorrer ao tribunal cível levantando uma acção contra quaisquer das pessoas obrigadas. A emissão de cheques sem provisão é considerado crime punível por lei. O emitente pode ficar com restrições ao uso de cheques. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 71 O Cheque – Tipos de cheques CRUZADO – Tem por finalidade reduzir os riscos de fruto, extravio ou falsificação. Permite o conhecimento de quem o apresenta a pagamento, pois será depositado na sua conta. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 72 O Cheque – Tipos de cheques CRUZAMENTO GERAL – Contém dois traços paralelos ou entre eles encontra-se a expressão “Banqueiro” ou “Banco”, só podendo ser pago pelo sacado a um banqueiro ou a um cliente do sacado. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 73 O Cheque – Tipos de cheques CRUZAMENTO ESPECIAL – Contém dois traços paralelos e no seu interior o nome de um banco. O cheque será depositado no banco do beneficiário, que se encarregará de receber o cheque do banco do sacado. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 74 O Cheque – Tipos de cheques CHEQUE VISADO – Possui o carimbo do banco, com a respectiva data e assinatura de quem o visa, procedendo o banco, desde logo, ao congelamento da respectiva quantia, garantindo de imediato o seu pagamento. Nunca poderá deixar de ser pago por falta de provisão. CHEQUE DE VIAGEM (TRAVELLER’S CHECK) – cheques de montante fixo, emitidos pelo banco, sobre os seus correspondentes estrangeiros. São emitidos a pedido do cliente, sendo pagáveis em várias moedas. A sua função é permitir que os seus possuidores viajem, sem levarem quantias elevadas, podendo ser cancelados com facilidade, em caso de roubo ou extravio. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 75 O Cheque – Tipos de cheques CHEQUE Tem de ser obrigatoriamente depositado, sendo o pagamento efectuado por transferência entre contas. O sacador deverá inscrever transversalmente, na frente do cheque, a expressão “Para levar em conta”. DE “LEVAR EM CONTA” – Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 76 AVALIAÇÃO DE CADA MÓDULO Domínio Cognitivo - 75% de ponderação: Trabalhos/ Relatórios individuais/ grupo, TPC - 50%. Teste final – 50%. Domínio Sócio-afectivo – 25% de ponderação: Autonomia (10%); Espírito crítico (5%); Participação (15%); Empenho (10%); Sentido de responsabilidade (15%); Comportamento (15%); Relações interpessoais (10%); Assiduidade (10%); Abel Martins Pontualidade (10%). Módulo 2 - Documentação Comercial 77
Please download to view
All materials on our website are shared by users. If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you.
...

Contrato de Compra e Venda

by elisabete-serapicos

on

Report

Category:

Documents

Download: 3

Comment: 0

162

views

Comments

Description

Download Contrato de Compra e Venda

Transcript

Organização de Empresas Aplicações de Gestão Módulo 1 – A Empresa (18 Horas, 24 Tempos); Módulo 2 – Documentação Comercial (24 Horas, 32 Tempos); Módulo 3 – Gestão de Aprovisionamento e Vendas (36 Horas, 48 Tempos); Módulo 4 – Aplicações de Gestão Comercial (18 Horas, 24 Tempos); Módulo 5 – Contratos (30 Horas, 40 Tempos); Módulo 6 – Introdução à Contabilidade (30 Horas, 40 Tempos); e 2.º Ano 1.º Ano Módulo 7 – Contabilidade Financeira (30 Horas, 40 Tempos); Módulo 8 – Análise e Gestão Financeira (30 Horas, 40 Tempos); Módulo 9 – Aplicações de Contabilidade (18 Horas, 24 Tempos); Módulo 10 – Gestão de Recursos Humanos (36 Horas, 48 Tempos); Módulo 11 – Aplicações de Gestão de Recursos Humanos (18 Horas, 24 Tempos). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 1 Módulo 2 – Documentação Comercial 2.1 – As operações de compra e venda; 2.2 – Cálculos comerciais; 2.3 – Os descontos comerciais. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 2 2.1 – As operações de Compra e Venda CONTRATO – acordo de vontades entre duas partes, conducente à constituição, modificação ou extinção de direitos e obrigações. Requisitos: Capacidade jurídica – envolve a capacidade de gozo (ser sujeito de direitos) e a capacidade de exercício (possibilidade de exercer os direitos); Mútuo consenso – concordância das duas partes (proposta e aceitação); Objecto possível – finalidade de um determinado contrato, ou seja, a coisa que o determina (física e legalmente possível, conforme a ordem pública e os bons costumes); Forma externa – documento onde se encontram escritas todas as cláusulas, de acordo com a regulamentação legal (contrato formal) ou não (contrato consensual). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 3 2.1 – As operações de Compra e Venda CONTRATO DE COMPRA E VENDA – é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa, ou outro direito, mediante um preço. É um contrato bilateral e oneroso. Quanto à natureza: Comercial – o objecto principal é a revenda ou o aluguer; Civil – o objecto principal é a compra para uso particular. Características: Directa – se o comprador e o vendedor têm contacto directo; Indirecta – a transacção é feita por uma terceira pessoa, que tem como objectivo facilitar e promover as trocas comerciais. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 4 2.1 – As operações de Compra e Venda FASES: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 5 2.1 – As operações de Compra e Venda Fases do contrato de compra e venda: Encomenda – fase em que se expressa a intenção de compra por parte do comprador; Entrega – fase em que se processa o envio das mercadorias pelo vendedor; Liquidação – fase do apuramento e fixação dos preços a pagar pelo comprador; Pagamento – fase referente ao cumprimento da obrigação por parte do comprador, mediante a entrega total ou parcial da importância atribuída à sua compra. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 6 2.1 – As operações de Compra e Venda ENCOMENDA O comprador procede à escolha da mercadoria que pretende adquirir. Para tal, faz a proposta de compra, da qual constam os seguintes aspectos: Qualidade das mercadorias; Quantidade de mercadorias; Prazo e local de entrega (na fase da entrega); Condições de pagamento (na fase do pagamento). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 7 2.1 – As operações de Compra e Venda Qualidade das mercadorias: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 8 2.1 – As operações de Compra e Venda Qualidade das mercadorias: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 9 2.1 – As operações de Compra e Venda Quantidade das mercadorias: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 10 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA O vendedor envia a mercadoria para o comprador, tornando-se obrigatório o conhecimento da forma, data e local de entrega. Forma: Entrega única - de uma só vez; Entrega fraccionada - efectuada em duas ou mais partes na data e local a estabelecer pelas partes. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 11 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Data de entrega: Entrega imediata – o comprador recebe mercadoria no momento da sua encomenda; a Entrega a pronto – o comprador recebe a mercadoria nos 15 dias seguintes à sua encomenda; Entrega a prazo – a mercadoria é entregue dentro de um prazo estipulado no contrato, superior a 15 dias. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 12 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Local de entrega (no comércio a retalho): Domicílio do vendedor – o comprador é o responsável a partir do momento da compra, pois a entrega faz-se no local da venda da mercadoria; Domicílio do comprador – o vendedor é o responsável a partir do momento da compra das mercadorias, pois efectuará a entrega na loja do comprador. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 13 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Local de entrega (no comércio por grosso): Armazém do vendedor – o comprador é o responsável pelo transporte e despesas a ele inerentes; Armazém do comprador – todas as despesas de frete e seguro são da responsabilidade do vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 14 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA A definição do local de entrega é muito importante, pois permite determinar as responsabilidades inerentes ao transporte das mercadorias e indicar qual dos agentes envolvidos suportará as despesas de frete e seguro, bem como outras despesas inerentes; Quando o local de entrega não é fixado no momento do contrato, o comprador deverá assumir todas as responsabilidades a partir do armazém do vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 15 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Incoterms – termos comuns utilizados no comércio internacional, que identificam os locais de entrega e definem as responsabilidades dos intervenientes (custos e risco). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 16 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Exemplos de Incoterms: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 17 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Exemplos de Incoterms: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 18 2.1 – As operações de Compra e Venda ENTREGA Exemplos de Incoterms: Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 19 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO O vendedor procede ao cálculo, de modo a informar o comprador do valor a pagar pela mercadoria, do seguinte modo: Preços acordados – o preço resulta da negociação entre o vendedor e o comprador; Preços fixos – o preço é determinado pelo vendedor, sem admitir qualquer possibilidade de redução; Preços tabelados – o preço fixa-se em tabelas, oficialmente aprovadas e que não permitem ao comerciante qualquer alteração, sob o risco de ficar sujeito a graves penalidades; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 20 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços correntes – o preço é fixado pelo vendedor, conforme as condições de mercado, passíveis de redução; Preços de concurso público – as entidades que pretendem comprar ou vender anunciam, por escrito, o que pretendem, indicando as condições da sua realização. Os interessados fornecem, por escrito, os preços. O concorrente que oferecer o mais baixo preço e melhor qualidade será o preferido. Este tipo de preços é utilizado nas grandes aquisições do Estado, Câmaras Municipais ou de grandes empresas; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 21 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços de leilão ou hasta pública – a fixação do preço corresponde ao maior preço oferecido pelos interessados na aquisição. É fixado um preço base de licitação, a partir do qual se fazem sucessivas ofertas; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 22 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços de lota – é idêntico aos preços de leilão. O vendedor anuncia, em voz alta, que vende um certo produto a um dado preço e, caso não verifique a existência de interessados, ele próprio vai baixando o preço, até que alguém declare que aceita comprar a mercadoria a esse valor. Utilizado na venda de peixe por grosso; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 23 2.1 – As operações de Compra e Venda LIQUIDAÇÃO Preços de bolsa de cotações – o preço depende das condições de mercado ou das operações que foram realizadas na Bolsa para produtos de determinada natureza, tais como, acções, obrigações e outros títulos, mercadorias, entre outros. Estas transacções são efectuadas por intermédio de corretores, que se encarregam de comprar e vender títulos por conta de terceiros. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 24 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Local de pagamento Se não for convencionado, este deverá efectuar-se no domicílio do vendedor; Se for convencionado, pode ser uma de 3 hipóteses: No domicílio do comprador; No domicílio do vendedor; Num outro local, por exemplo, numa instituição bancária. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 25 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Época de pagamento: Pagamento antecipado – pagamento efectuado antes da entrega da mercadoria. Este tipo de pagamento verificase quando a mercadoria apresenta características específicas definidas pelo cliente, pelo que é necessário encomendar com antecedência; Pagamento a contado ou imediato – o pagamento processa-se no acto de entrega das mercadorias; Pagamento a pronto – o pagamento é efectuado até 8 dias após a entrega das mercadorias; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 26 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Época de pagamento: Pagamento a dinheiro – o pagamento é efectuado entre 8 dias e 30 dias após a entrega dos produtos; Pagamento a prazo – o pagamento é efectuado num período superior a 30 dias, período esse que é acordado entre o vendedor e o comprador; Pagamento a prestações – o vendedor concede prazos diferidos ao comprador. O pagamento é processado em parcelas ou fracções nos prazos estipulados; Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 27 2.1 – As operações de Compra e Venda PAGAMENTO Época de pagamento: Pagamento a termo – o comprador e o vendedor obrigam-se a pagar e a entregar a mercadoria, respectivamente, depois de decorrido um certo prazo da realização do contrato. É um pagamento típico das actividades da Bolsa; Pagamento contra documentos – o comprador efectua o pagamento da mercadoria por troca de certos documentos entregues pelo vendedor. É um pagamento muito utilizado no Comércio Internacional. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 28 2.2 – Cálculos comerciais BENEFÍCIOS OBTIDOS E CONCEDIDOS NA COMPRA E NA VENDA: DESCONTOS – reduções de preços com o objectivo de aumentar o volume de vendas, cobrar mais rapidamente o valor das vendas, escoar stocks e/ ou compensar os maiores clientes. Comerciais – relacionados directamente com o produto e não com a forma de pagamento; Financeiros – directamente ligados ao prazo de pagamento. Percentagem (%) sobre o Preço de Venda (PV) ou sobre o Preço de Custo (PC) Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 29 2.2 – Cálculos comerciais DESCONTOS COMERCIAIS: Bom peso – quantidade de mercadoria fornecida pelo vendedor, sem valor, para compensar perdas normais; Bónus – abatimento especial, que compensa a falta de qualidade das mercadorias fornecidas, o atraso na entrega ou ainda, como prémio ao cliente que ultrapassa um certo limite de compras; Rappel – desconto especial concedido sobre a totalidade das compras efectuadas quando ultrapassam um determinado montante; De revenda – desconto especial concedido aos revendedores para conseguirem margens de lucro mais elevadas. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 30 2.2 – Cálculos comerciais DESCONTOS FINANCEIROS: Descontos de pronto pagamento – o comprador efectua o pagamento no acto de entrega das mercadorias ou no prazo máximo de 8 dias; Descontos de antecipação de pagamento – o cliente efectua o pagamento antes do prazo acordado com o vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 31 2.2 – Cálculos comerciais DESCONTOS De taxa única: vi × (100% − d ) = vl Hipótese 2: v − v × d = v i i l Hipótese 1: Hipótese 3: vi vl Sucessivos: Hipótese 1: Hipótese 2: 100% 100% - d vi × (100% − d1 ) × (100% − d 2 ) = vl vi − (vi × d1 ) − (vi − vi × d1 ) × d 2 = vl 100% (100% - d1) × (100% - d2) vl Hipótese 3: vi Legenda: vi – Valor Ilíquido; vl – Valor Líquido; d – Desconto em % (taxa única); d1 – Primeiro desconto sucessivo (%); d2 – Segundo desconto sucessivo (%). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 32 2.2 – Cálculos comerciais MARGENS DE COMERCIALIZAÇÃO (%L) L = PV - PC Com Lucro Sobre o PC Sobre o PV PV = PC + %L × PC PV = PC + %L × PV PV = PC × (1 + %L) (1 - %L) × PV = PC %L = (PV / PC) - 1 %L = 1 - (PC / PV) PV = PC - %L × PV (1 + %L) × PV = PC %L = (PC / PV) - 1 Com Prejuízo PV = PC - %L × PC PV = PC × (1 - %L) %L = 1 - (PV / PC) Legenda: PV – Preço de Venda; PC – Preço de Custo; L – Lucro; %L - % de Lucro. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 33 2.2 – Cálculos comerciais CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO DA FACTURA (Vl ) Inclui os seguintes itens: O valor das mercadorias (Valor Ilíquido); O valor dos descontos comerciais e/ ou financeiros; O valor das despesas adicionais (seguros, despesas de transporte, despesas de desalfandegamento); O valor do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA); O valor a pagar (Valor Líquido). Valor Líquido (Vl ) = Valor Ilíquido (Vi ) - Descontos (d) + Despesas + Valor do IVA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 34 2.2 – Cálculos comerciais CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO (EXEMPLO) No dia 10/11 do ano corrente, a Empresa Megasoft, SA, com sede na Rua da Cidade, Porto, comprometeu-se a vender a Unifil, Ldª, as seguintes mercadorias, constantes na nota de encomenda n.º 3131, sujeitas a IVA à taxa de 21%: 4 “Palmtops” a 1 200,00 €/ cada. 3 gravadores de DVD a 120,00 €/ cada. As condições acordadas foram as seguintes: A entrega das mercadorias far-se-á, na loja do vendedor, 9 dias após a encomenda, sendo as despesas a ela inerentes por conta do comprador; O vendedor concedeu um desconto de p.º p.º de 1%; O pagamento será efectuado a 8 dias da data da factura; Abel Martins O vendedor pagou o 2transporte Comercial loja do comprador no valor Módulo - Documentação até à 35 de 12,00 €. 2.2 – Cálculos comerciais CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO (RESOLUÇÃO) 4 × 1 200,00 3 × 120,00 Valor Ilíquido = 4 800,00 = 360,00 = 5 160,00 Desconto (1%) = - 51,60 Despesas = + 12,00 Base Incidência IVA = 5 120,40 IVA (21%) = 1 075,28 Valor Líquido Abel Martins = 6 195,68 36 Módulo 2 - Documentação Comercial 2.3 – Documentos comerciais REQUISITOS Clareza – os documentos devem ser de leitura e preenchimento fáceis; Integralidade – devem conter todas as informações e condições da operação que representam; Economicidade – devem ser pouco dispendiosos; Conformidade – devem satisfazer as exigências legais. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 37 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA Documento: Nota de Encomenda Emissor – feito em duplicado pelo comprador; original fica para o vendedor; Utilizado no comércio por grosso. Dá origem ao fornecimento dos produtos. O comprador dá a conhecer ao vendedor as mercadorias que pretende adquirir, bem como as condições em que o deseja fazer (qualidade, quantidade, etc.). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 38 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA – NOTA DE ENCOMENDA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 39 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA Documento: Requisição Emissor – feito em duplicado pelo comprador; original fica para o vendedor; Utilizado no comércio retalhista e grossista. É utilizado para levantar, de imediato, as mercadorias no armazém do vendedor. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 40 2.3 – Documentos comerciais ENCOMENDA - REQUISIÇÃO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 41 2.3 – Documentos comerciais ENTREGA Documento: Guia de Remessa Emissor – feito em triplicado pelo vendedor; original fica para o comprador; o duplicado, depois de devidamente assinado pelo comprador, comprova a recepção da mercadoria e deve ser devolvido ao vendedor. Se existir talão de recepção, este deve ser devolvido ao vendedor; o triplicado fica na posse do vendedor; Documento que o vendedor remete ao comprador, acompanhando as mercadorias especificando as designações e as quantidades, para efeito de conferência no acto da entrega. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 42 2.3 – Documentos comerciais ENTREGA – GUIA DE REMESSA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 43 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO Documento: Factura Documento no qual o vendedor indica as condições gerais da transacção e faz o apuramento final do valor das mercadorias fornecidas: O valor das mercadorias; O valor dos descontos; O valor das despesas imputadas ao cliente; O valor do IVA. A factura deve ser emitida até ao 5.º dia útil seguinte da realização da transacção; É preenchida em duplicado, o original destina-se ao comprador e o duplicado ao vendedor; Deve ser numerada sequencialmente e impressa em tipografia; Abel Martins Pode ser emitida Módulo 2 - Documentação Comercial electronicamente. 44 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO - FACTURA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 45 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO Após a emissão da factura, o vendedor pode ter de rectificar o valor da mesma (descrição dos produtos, quantidades, custos de embalagem, seguros, transportes), por erro ou omissão: Nota de Débito – documento emitido pelo vendedor, para rectificar, por acréscimo, o valor da factura. Deve ser emitida em duplicado até ao 5.º dia útil da data do acontecimento, ficando o original com o comprador; deve incluir a regularização de IVA; Nota de Crédito – emitida em duplicado pelo vendedor, para rectificar, por redução do valor da factura ou por erros cometidos por excesso. Inclui a regularização de IVA. Exemplos: Erros de soma, cometidos por excesso (o valor da factura é superior ao valor real da transacção); Devoluções de mercadorias ou embalagens; Abel Martins Módulo pelo vendedor que Descontos concedidos 2 - Documentação Comercial não constaram na factura. 46 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO – NOTA DE DÉBITO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 47 2.3 – Documentos comerciais LIQUIDAÇÃO – NOTA DE CRÉDITO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 48 2.3 – Documentos comerciais PAGAMENTO Documento: Recibo O vendedor indica ao comprador o valor da sua transacção. É uma prova de pagamento. É emitido em duplicado pelo vendedor, ficando o original para o comprador; Não é obrigatório o envio de recibo, mas sim o envio do comprovativo do recebimento do valor pago pelo comprador. Documento: Factura-Recibo As “Facturas-Recibo” e as “Vendas-a-Dinheiro” são utilizadas no comércio a retalho, quando a fase de pagamento coincide com a fase de liquidação. São documentos equivalentes às facturas. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 49 2.3 – Documentos comerciais PAGAMENTO – RECIBO Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 50 2.3 – Documentos comerciais FUNCIONAMENTO DO IVA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 51 2.3 – Documentos comerciais FUNCIONAMENTO DO IVA Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 52 ACTIVIDADES CAMPOS, Ana Paula et all; “Técnicas Comerciais”, Curso Tecnológico de Marketing, Plátano Editora, 1.ª Edição, Lisboa, 2004, pp. 204-214 (Exercícios); Actividade prática: http://docomercial.no.sapo.pt/ em 25/11/2007. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 53 Títulos de Crédito NOÇÃO – documento que facilita os pagamentos ou permite-nos entrar em diferentes locais. Assim, representam um crédito, em dinheiro ou em espécie, que temos o direito a receber. São representativos de moeda (Cheque e Letra), de mercadorias (Cautela de penhor) ou de serviços (Bilhete para o teatro, passagem de avião). Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 54 Títulos de Crédito CARACTERÍSTICAS: Literalidade – representam apenas o que neles está escrito; Transmissibilidade – o direito que o título representa pode ser transmitido a terceiros, ficando estes na qualidade de credores; Autonomia – o possuidor do título poderá não estar relacionado com o contrato que lhe deu origem. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 55 Títulos de Crédito CLASSIFICAÇÃO Quanto à transmissão: Nominativos – no título de crédito é escrito o nome da pessoa a favor da qual são emitidos. São transmitidos por averbamento, isto é, declaração do proprietário escrita no próprio documento e devidamente averbada nos registos da sociedade. Exemplos: Acções e obrigações nominativas. À ordem – o título de crédito indica o nome do titular dos direitos e é transmitido por endosso, isto é, no verso do documento é inscrita a frase “Pague-se a …” ou “À sua ordem …” ou então apenas surge a assinatura de quem transmite os direitos do título. Exemplos: Cheque e Letra. Ao portador – o título de crédito é transmitido pela sua simples entrega, sem necessidade de se cumprirem outras formalidades. Exemplos: bilhetes para espectáculos. Módulo 2 - Documentação Comercial Abel Martins 56 Títulos de Crédito CLASSIFICAÇÃO Quanto à natureza jurídica: Públicos – o responsável pelo pagamento do título é uma pessoa de direito público – o Estado. Exemplo: Títulos do Tesouro. Privados ou particulares – o responsável pelo pagamento é uma pessoa de direito privado. Exemplos: Letras, Cheques, Livranças. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 57 Títulos de Crédito CLASSIFICAÇÃO Quanto ao seu vencimento: À vista – é pago no momento da sua apresentação. Exemplo: Cheque. A prazo – é pago na data previamente fixada e inscrita no próprio título. Exemplo: Letras. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 58 O Cheque NOÇÃO – Título de crédito, no qual o depositante (sacador) dá ordem ao depositário (sacado) para pagar, contra entrega do próprio título, uma determinada importância em dinheiro a uma terceira entidade (beneficiário). Sacado – entidade a quem é dada a ordem de pagamento (instituição bancária); Sacador – entidade que dá a ordem para que o cheque seja pago, ou seja, o titular da conta; Beneficiário – entidade a favor de quem o cheque é emitido. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 59 O Cheque Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 60 O Cheque – Preenchimento Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 61 O Cheque – Preenchimento Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 62 O Cheque - Modalidades À ORDEM – apresenta o nome do beneficiário. Transmite-se por endosso. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 63 O Cheque - Modalidades CHEQUE NOMINATIVO, NÃO À ORDEM – apresenta o nome do beneficiário seguido da cláusula “não à ordem”. É utilizado por motivos de segurança, já que, além de obrigar à identificação do seu representante, impede a transmissão por endosso, só podendo ser pago ao beneficiário. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 64 O Cheque - Modalidades CHEQUE NOMINATIVO, NÃO À ORDEM Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 65 O Cheque - Modalidades AO PORTADOR – não fornece o nome do beneficiário. A sua transmissão é feita por simples entrega do título e sem quaisquer formalidades. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 66 O Cheque – Operações sobre o cheque POR ENDOSSO – é o acto pelo qual o beneficiário transmite, a terceiros, o direito de receber o valor inscrito no cheque transmitido. Deve ser escrito no verso do cheque ou numa folha em anexo. Apenas o cheque “à ordem” é transmissível por endosso. O endossante é a pessoa que efectua o endosso, e o endossado é a pessoa a quem são transmitidos os direitos do cheque. O endosso deve ser assinado pelo endossante, podendo o mesmo cheque ser endossado um número ilimitado de vezes. Pode ser: Completo – o endossante, além de assinar, escreve no verso a expressão “Pague-se a …”, mencionando a data e o local do endosso; Incompleto ou em branco – o endossante limita-se a assinar no verso, passando, neste caso, o cheque a funcionar como cheque ao portador. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 67 O Cheque - Operações sobre o cheque Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 68 O Cheque - Operações sobre o cheque POR AVAL – é uma garantia pessoal e especial dada por uma terceira pessoa, denominada avalista, ficando obrigado ao pagamento do cheque. Requisitos: Pode ser dado por qualquer pessoal, com excepção do sacado (banco); Pode ser escrito na face do cheque, no verso ou em folha anexa; Pode assumir duas modalidades, o aval completo ou o aval em branco. Formas: Completo – indica a favor de quem é prestado, é assinado pelo avalista e exprime-se pelas palavras “Bom para aval”, “Por aval a favor de …”; Abel Martins Em branco – apenas apresenta a assinatura do avalista. A favor do Módulo 2 - Documentação Comercial 69 sacador, se não se verificar qualquer indicação em contrário. O Cheque - Operações sobre o cheque PAGAMENTO - É um título pagável à vista, ou seja, é pagável no momento em que for apresentado ao banco para pagamento. Prazo para apresentação a pagamento: Pagável no país onde foi emitido – até 8 dias; Cheques emitidos num país diferente daquele onde se vai efectuar o pagamento, mas situado no mesmo continente – até 20 dias; Os países de emissão e de pagamento situam-se em diferentes continentes - até 70 dias. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 70 O Cheque - Operações sobre o cheque PROTESTO – Sempre que o cheque é apresentado a pagamento dentro do prazo e não é pago por falta de provisão, o seu portador pode recorrer ao tribunal cível levantando uma acção contra quaisquer das pessoas obrigadas. A emissão de cheques sem provisão é considerado crime punível por lei. O emitente pode ficar com restrições ao uso de cheques. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 71 O Cheque – Tipos de cheques CRUZADO – Tem por finalidade reduzir os riscos de fruto, extravio ou falsificação. Permite o conhecimento de quem o apresenta a pagamento, pois será depositado na sua conta. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 72 O Cheque – Tipos de cheques CRUZAMENTO GERAL – Contém dois traços paralelos ou entre eles encontra-se a expressão “Banqueiro” ou “Banco”, só podendo ser pago pelo sacado a um banqueiro ou a um cliente do sacado. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 73 O Cheque – Tipos de cheques CRUZAMENTO ESPECIAL – Contém dois traços paralelos e no seu interior o nome de um banco. O cheque será depositado no banco do beneficiário, que se encarregará de receber o cheque do banco do sacado. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 74 O Cheque – Tipos de cheques CHEQUE VISADO – Possui o carimbo do banco, com a respectiva data e assinatura de quem o visa, procedendo o banco, desde logo, ao congelamento da respectiva quantia, garantindo de imediato o seu pagamento. Nunca poderá deixar de ser pago por falta de provisão. CHEQUE DE VIAGEM (TRAVELLER’S CHECK) – cheques de montante fixo, emitidos pelo banco, sobre os seus correspondentes estrangeiros. São emitidos a pedido do cliente, sendo pagáveis em várias moedas. A sua função é permitir que os seus possuidores viajem, sem levarem quantias elevadas, podendo ser cancelados com facilidade, em caso de roubo ou extravio. Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 75 O Cheque – Tipos de cheques CHEQUE Tem de ser obrigatoriamente depositado, sendo o pagamento efectuado por transferência entre contas. O sacador deverá inscrever transversalmente, na frente do cheque, a expressão “Para levar em conta”. DE “LEVAR EM CONTA” – Abel Martins Módulo 2 - Documentação Comercial 76 AVALIAÇÃO DE CADA MÓDULO Domínio Cognitivo - 75% de ponderação: Trabalhos/ Relatórios individuais/ grupo, TPC - 50%. Teste final – 50%. Domínio Sócio-afectivo – 25% de ponderação: Autonomia (10%); Espírito crítico (5%); Participação (15%); Empenho (10%); Sentido de responsabilidade (15%); Comportamento (15%); Relações interpessoais (10%); Assiduidade (10%); Abel Martins Pontualidade (10%). Módulo 2 - Documentação Comercial 77
Fly UP