Como INTERPRETAR uma OBRA de ARTE

  • Published on
    23-Jan-2016

  • View
    15

  • Download
    0

DESCRIPTION

Como interpretar uma obra de arte - uma proposta para anlise de obras de arte

Transcript

  • COMO INTERPRETAR UMA OBRA DEARTE

  • QUESTES GUIARegras de Anlise:1 Identificar o documento: Natureza (ilustrao, pintura, escultura, fotografia, cartaz, caricatura, etc.). tambm importante verificar se a imagem apresentada uma obra completa ou um fragmento de uma obra mais vasta; Situao no tempo e no espao (quando e onde foi produzido); Autor; Ttulo/tema;2 Identificar o contexto histrico no momento da sua produo;3 Discriminar os elementos figurativos e suas inter-ligaes (se acomplexidade da imagem o exigir, decomp-la em sectores ou planos;4 Interpretar/descodificar o documento numa pequena frase oupargrafo, a mensagem principal do documento.

  • VelzquezOs quadros de Velzquez so uma nica e fascinantecombinao de qualidades muitas vezes contraditrias:grandeza e realismo, intimidade e distncia. Isto explicase, em parte, pela sua posio na corte de Filipe IV deEspanha, a partir de 1623, pelo que teria de observar emanipular exactamente essas qualidades no intenso eartificial meio duma corte real. As meninas possivelmenteo seu retrato mais empolgante e intrigante. Ao centro, esta Infanta Margarida, de cinco anos, ladeada pelas damas las meninas que do nome ao quadro.

  • A OBRA EM ANLISE

  • O AUTORNasceu em 1599 e morreu em 1660Foi o principal artista da corte do rei Filipe IV de EspanhaDescendente de portugus, mostrou influncias de Caravaggio na sua obraFoi o retrato que fez de Filipe IV que lhe valeu ser contratado pelo rei em 1623

    Auto-retrato, 1643.

  • O AUTORAperfeioou-se executando inmeros retratos da corte e quadros histricos. As visitas de Rubens despertaram nele o desejo de conhecer a Itlia e conseguiu ser enviado em misso oficial a todas as provncias italianas, comprando obras de arte para a coroa espanhola e tomando conhecimento do trabalho dos melhores artistas.

    Filipe IV, 1624-27

  • DESCREVENDO A OBRAEm 1 Plano

  • DESCREVENDO A OBRAEm 2 Plano

  • DESCREVENDO A OBRAEm 2 Plano

  • DESCREVENDO A OBRAEm 3 Plano e/ou Iluses de ptica

  • DESCREVENDO A OBRAEm 4 Plano

  • BREVE COMENTRIO FINALEsta uma composio de enorme impacto na representao. A Infanta Isabel estorgulhosamente entre as duas damas de honor, com una an direita. Apesar de ser amais pequena, claramente a figura central, uma das criadas est ajoelhada peranteela, e a outra inclinada na sua direco, de modo que a infanta de p, com a sua saiarodada, torna-se o fulcro do movimento. A an praticamente do mesmo tamanho daInfanta, to feia que Isabel parece delicada, frgil e preciosa em comparao com ela.No lado esquerdo, escura e calma, pode ver-se o pintor propriamente dito na vasta tela.Por cima da cabea da Infante temos o casal governante reflectido no espelho.A estrutura espacial e posicionamento das figuras tal que o grupo de as meninas emredor da Infanta parecem estar do nosso lado, oposto a Filipe e a sua mulher. No apenas o desenho que os beneficia, mas tambm a ateno do pintor que se concentraneles, pois parece estar a trabalhar no seu retrato. Apesar de s se poderem ver atravsdo reflexo do espelho, o rei e a rainha so o verdadeiro foco da pintura para o qual tudoest dirigido. Como espectadores percebemos que estamos excludos da cena, pois nonosso lugar est o casal governante. O que parece primeira vista uma pintura abertaProva ser completamente hermtica uma situao mais intensificada pelo facto de apintura em frente de Velzquez estar totalmente escondida da nossa viso.

  • BREVE COMENTRIO FINALA obra-prima de Velzquez um quadrosobre a pintura, destinado expressamente contemplao do rei. Sem dvida, comocorteso ambicioso, o artista aproveitou aoportunidade para encorajar o soberano areflectir favoravelmente sobre a posio dopintor oficial dentro da corte.