Boletim da ICB, Nmero 23, Ano 17

  • Published on
    30-Mar-2016

  • View
    213

  • Download
    1

DESCRIPTION

Boletim da ICB, Nmero 23, Ano 17

Transcript

  • Pastoral Julio Borges Filho

    PASTORADO: PERSPECTIVAS DE CONTINUIDADE

    O vazio e a insegurana causados quando um pastor deixa o pastorado de uma igreja eis uma questo angustiante que me preocupa ao longo dos meus 42 anos de pastorado. A angstia reside, em primeiro lugar, no sentimento de orfandade das ovelhas deixadas e, em segundo lugar, nas incertezas da sucesso pastoral. O pastor que vem pode continuar ou destruir o ministrio iniciado.

    Estou absolutamente convencido de que o ministrio pastoral, vital para as ove-lhas-gente, para as igrejas e para o Reino de Deus, precisa ser encarado com seriedade. Precisa de continuidade. Via de regra ele tem sido encarado semelhana de governos mundanos, egostas e de viso mope que s enxergam at o fim de seu mandato. O que vem depois no lhes interessam, mesmo que seja o caos. Tal mentalidade mundana no consulta os reais interessas das igrejas. O que fazer? Desejo contribuir, luz de minha experincia e da Bblia, com uma receita simples: O conselho de Jetro, a filosofia de mi-nistrio de Joo Batista, a misso de Jesus, e a sabedoria de Pel.

    1. O conselho de Jetro: Tu s no o podes fazer xodo 18:17.Moiss, cansado, precisava de auxiliares e no o sabia. Julgava-se ca-

    paz de fazer tudo sozinho. Seu sogro o aconselhou, e esse conselho foi regis-trado na Bblia porque nem todo lder tem um sogro to sbio. Quantas vezes cometemos o mesmo erro de Moiss, e nos afadigamos na solido e no ac-mulo de trabalho. Formar uma equipe de auxiliares idnios: homens e mulheres tementes a Deus, de verdade, que aborream a avareza. Investir nestes lde-res e dar-lhes tarefas definidas nos multiplicar e dar continuidade ao nosso ministrio mesmo depois de deix-lo. claro que o nosso poder diminui quan-do compartilhado.

    2. A filosofia de ministrio de Joo Batista: Convm que Ele cresa e que eu diminua Joo 3:20.

    A glria do pastor o crescimento do corpo de Cristo. Mas para que Ele cresa necessrio que ele diminua. Na verdade o clericalismo e o autori-tarismo so nocivos igreja. O pastor, compreendendo isso, deve criar espao para que outras lideranas no meio da comunidade surjam. A descentralizao administrativa e a formao de uma conscincia democrtica e solidria so

    Ano XXIII 26 de fevereiro de 2011 n 17

    Equipe Pastoral: Julio Borges de Macedo Filho (presidente), No Stanley Gonalves (emrito), Nilson Pereira de Moura (1 vice-presidente) e Jos Carlos de Souza Santos (2 vice-presidente)

  • fundamentais. Tive boas experincias em meus pastorados estruturando igre-jas em sete ministrios conforme os dons bsicas de Romanos 12:1-8. Assim muitas atribuies at ento atribudas ao pastor, passou para outros lderes eleitos pela igreja e mais capazes na sua rea. Eis os sete ministrios segundo os mandatos bblicos: Ministrio pastoral (coordenador), Ministrio do culto, Mi-nistrio do Evangelismo, Ministrio da educao crist, Ministrio da adminis-trao, Ministrio da comunho,e Ministrio do servio. Aliado a isso organizei as igrejas em grupos de base composto de no mximo 10 famlias, com seus l-deres treinados. As igrejas cresceram, eu diminu, e esta precisamente foi a mi-nha grandeza.

    3. A Misso de Jesus: Assim como o Pai me enviou, Eu vos en-vio Joo 20:21.

    Vivemos uma crise de conscincia de misso nas igrejas. Muitas assu-mem os valores da sociedade, reproduzindo-os, e no os valores do Reino de Deus. Da a maioria dos problemas que enfrentamos. a misso que d senti-do vida crist e s igrejas. Centralizar-se nela imperativo revolucionrio. A igreja uma comunidade enviada nos moldes de Jesus Cristo ao mundo das necessidades humanas. Ela portadora de uma mensagem que Boas Novas de salvao porque nica sada para a vida e para a histria humanas. Consci-entizar o seu povo de sua misso plantar para a eternidade e continuar den-tro do corao de Deus. Observa-se que a perda do sentido de misso atingiu em cheio a educao crist. Nossos programas educacionais objetivam mais formar membros de igreja do que cristos para o mundo. Creio que o ideal se-ria encontrarmos um meio de planejarmos um Programa de Educao Crist baseado nos dons dos crentes (Romanos 12:1-7) para sairmos do estado de conformao com mundo e entrarmos num estado de revoluo permanente.

    4. A sabedoria de Pel: saber sair na hora certa.Tal sabedoria no alcanada por muitos que, por isso mesmo, perma-

    necem numa igreja prejudicando-a. Ns podemos abreviar o nosso ministrio como Moiss por causa de nossos erros. Moiss soube sair, por imposio divi-na, mas preparou Josu para suced-lo e concluir a misso: levar o povo de Deus conquista da terra prometida. O povo no nosso, de Deus. No so-mos insubstituveis. Precisamos nos avaliar profundamente ainda que para tan-to precisemos deixar o pastorado. Uma certeza deve nos acompanhar: Eu plantei, Apolo regou, mas Deus que d o crescimento. O ministrio pastoral uma obra contnua realizada por homens e mulheres vocacionados por Deus.

    Aps explicar a receita simples, uma certeza inabalvel: Enquanto hou-ver igrejas de Jesus Cristo, haver pastores e lderes. Lembro da fina ironia do saudoso Dr. Vidal de Freitas, um juiz e pastor aposentado. Um esprita lhe dis-se, em irnica crtica, que eles no precisam de pastores. Eis a resposta dele: que vocs so plantas bravas. No precisam de cuidado para nascerem e crescerem. Ns, porm, somos plantas de jardim. Precisamos de trato, de cari-nho e de cuidados especiais. Cuidar do rebanho de Cristo, am-lo sacrificial-mente, amar o prprio Senhor. Ele disse a Pedro aps sua tripla declarao de amor: Apascenta minhas ovelhas. Tal ministrio precisa de perspectivas de continuidade porque eterno.

  • Anotao:

    INFORMES ICB

    *Aniversari antes de fevereiro Dia 03, Pra. Rivane; Dia 22, Bodas de Azeviche o Pr. Julio e Gil (43 anos) e jubileu de Azeviche de Pastorado do Pr. Julio; Dia 26, Gaby; e Dia 27, Sofia. Nossos parabns a to amados ir-mos!...

    *Nosso calendrio de maro Domingo 4, Celebrao da Ceia do Senhor; Domingo 11, Dia Internacional da Mulher; Sbado 24, Seresta; Domingo 25, lanamento da 2 edio do Hinrio ICB.

    *Agenda de orao 1) A finalizao do processo de aposentadoria do Pastor Julio; 2) Resultados dos concursos de Raquel e Tnia; 3) pela saude pai da irmo Ana Clia; 4) ______________________; 5) _____________________.

    *Agenda da cidade 1) Nos meses de abril a junho teremos o curso sobre Ministrio Urbano; 2) Em Vitria-ES acontecer, nos dias 17 a 19 de maio, o Seminrio sobre A igreja e o processo revolucionrio brasileiro relativo famosa Conferncia do Nordeste de 1963 (Recife); 3) __________________.

    CULTO DE HOJE: 18:30 HORAS Dirigente: Pr. Nilson Moura Pregador: Wilson Dias

    Coordenadora do louvor e crianas: Gislene Macedo

    C N T I C O S

    1. DEUS EST AQUI , Aleluia,To certo como o ar que eu respiroTo certo a manh que se levantaTo certo como eu te falo e podes me ouvir.

    2. Glria pra sempre ao Cordeiro de Deus,A Jesus, o senhor, ao Leo de Jud, A Raiz de Davi, que venceu e o livro abrir.O cu, a terra e o mar, e tudo que neles hO adoraro, e confessaro: Jesus Cristo o Senhor.

    Ele o Senhor! Ele o Senhor!Ressurreto dentre os mortos, Ele o Senhor.Todo joelho se dobrar, toda lngua confessar, que Jesus Cristo o Senhor

  • 03. ADORAI em majestadeToda glria seja dada a Cristo Jesus.Adorai em santidadeEle morreu, Ele venceu, o Rei dos reis.

    Adorai, bem alto erguei o seu santo nome!Exaltai, glorificai Jesus Cristo e ReiAdorai em majestadeVinde louvai, vinde adorai, ao Rei dos reis.

    04. DEUS L DO CUDeus l do cu mandou seu FilhoPara nos salvar morreu na cruzE o sepulcro onde foi deixadoEst vazio, a prova que vive Jesus.

    Vejo o amanh pois Cristo vivoPosso confiar sem ter que temerO meu futuro em suas mos eu tenhoA vida tem sentido pois vive Jesus.

    Um dia eu vou cruzar o rioIrei morar no cu de luzVerei que l em plena glria,Vitorioso, reina e vive Jesus.

    05. DEUS EST PRESENTE A TUA GRAADeus est presente, Deus est presente,Entre pecadores como ns.Deus est presente, Deus est presente,Deus est presente pronto a perdoar.

    Deus ir ouvir nosso orao.Nosso fardo vai sobre si levar,Pois Deus est presente, pronto para salvar,Pronto para ajudar, Deus est presente.

    SEJAM TODOS BEM-VINDOS!Eu e a minha casa serviremos ao Senhor

    Nosso site: www.igrejacristadebrasilia.com.br