Biologia 2 Cap. 07 Doenas humanas causadas por bactrias. slide 0

Biologia 2 Cap. 07 Doenas humanas causadas por bactrias.

  • Published on
    21-Apr-2015

  • View
    115

  • Download
    5

Transcript

  • Slide 1
  • Biologia 2 Cap. 07 Doenas humanas causadas por bactrias
  • Slide 2
  • Consideraes gerais A maioria das bactrias so inofensivas. (benefcios na alimentao, na economia, na ecologia, na medicina...) Agente Patognico - patgenos . capaz de produzir doenas (patogenicidade) - Provoca alteraes fisiolgicas ou anatmicas Duas condies para o parasita se instalar a doena: 1- capacidade de realizar seu metabolismo e sua reproduo nos tecidos do hospedeiro. 2- resistir a defesa do hospedeiro. Obs.: TRATAMENTO: Antibitico e PREVENO: Vacina
  • Slide 3
  • Doenas associadas pele Acne (cravos e espinhas) -Doena de pele mais comum em seres humanos (85% dos adolescentes). -Muito comum em quem tem pele oleosa -Obstruo dos poros (glndulas sebceas) impedindo a eliminao das gorduras
  • Slide 4
  • -Causada pela bactria Propionibacterium acnes (bacilo anerbiocos) Fatores que contribuem para a doena: -Alteraes hormonais e proliferao da bactria na pele. -hereditariedade -Ingesto de alimentos gordurosos. Tratamento : -Aplicao de antisspticos. -Uso de antibiticos especficos. -Hereditariedade Obs.: Acne inflamatria acne nodular cstica (leses profundas na pele inflamada e cheias de pus cicatrizes )
  • Slide 5
  • Doenas associadas ao Sistema Nervoso Botulismo Intoxicao alimentar causada pelo Clostridium botulinum -Bastonete anaerbico obrigatrio -encontrado no solo e em muitos sedimentos de gua fresca -Alimentos industrializados mal processados Produzem umas das neurotoxinas mais potentes de todas as toxinas naturais. -Bloqueia a liberao da acetilcolina Conseqncias: -Paralisia Flcida progressiva (1 a 10 dias) e bito por insuficincia cardiorrespiratria.
  • Slide 6
  • Doena de Hansen (Hansenase) Causada pelo Mycobacterium leprea. -Temperatura tima de crescimento 38 C -Prefere as partes externas e mais frias do corpo. Contaminao: -Disseminada atravs do contato pessoa a pessoa. -Aerossis infecciosos, secrees respiratrias e ferimentos. Caractersticas: -Perda da sensibilidade da pele. -Leses na pela, nas mucosas e nos nervos.
  • Slide 7
  • Ttano Agente causador : Clostridium tetani. -Anaerbico obrigatrio. -Encontrado solo, fezes de animais, ferrugem. Obs.: o ferimento tem que dar condies para a bactria sobreviver. ( Profundo e mal esterilizados) Sintomas: -Febre, dor de cabea e contraes musculares( Rigidez nuca e mandbulas) -H casos de morte por asfixia. Tratamento: -Vacinao e soro antitetnico
  • Slide 8
  • Doenas associadas ao Sistema Digestrio Crie dentria Causada por Streptococcus mutans. -Presente na cavidade bucal. Consequncias: -Deteriorao dos tecidos do dente pela secreo produzida pela bactria -Acumulo de placa dentaria Preveno: -Diminuio da ingesto de aucares -Manter uma boa higiene bucal -Aplicao de fluor.
  • Slide 9
  • Clera Causada pelo Vibrium cholerae. -Bactria que se multiplica no interior do intestino delgado. -Produz uma toxina que induz a clula a liberar gua e sais. Consequncias: -Diarria ( 12 a 20L de gua por dia) -Colapso de rgos e morte. Contaminao: -gua ou alimentos contaminado com fezes de portadores. Tratamento: -Antibiticos especficos e reposio de gua e sais minerais
  • Slide 10
  • Doenas associadas ao Sistema Urinrio Leptospirose Causado pela Leptospira interrogans. Contaminao: -Alimentos, gua e objetos contaminados pela urina do rato. Sintomas: -Febre alta, calafrio, dores de cabea, musculares e articulaes. -Complicaes renais. Preveno: -Evite contato com a gua das enchentes.
  • Slide 11
  • Doenas associadas ao Sistema Genital Gonorreia DST causada pelo diplococo Neissseria gonorrhoeae. Transmisso: -Relaes sexuais com parceiro contaminados. -Durante o parto. Sintomas: -No homem: ardor ao urinar e eliminao de uma secreo uretral amarelada (Aparentemente se confunde o pus com o smen) -Nas mulheres: sintomas pouco evidentes. Obs.: se no tratada pode se tornar uma infeco sria e sistmica. ( articulaes, cardacas, meniges, olhos, faringe e outras partes do corpo)
  • Slide 12
  • Sfilis Causada por Treponema pallidum -No possui enzimas para montar suas molculas por isso utiliza-se do hospedeiro. Transmio: -Relao sexual e parto(sifilis congenita). Sintomas: -20 dias aps a contaminao: surge uma leso de consistncia endurecida (cancro duro) nos rgos genitais Evoluo clnica: 3 fases Fase primria (leses cutneas) Fase secundria (sinais clnicos) Fase tardia (destruio tecidual)
  • Slide 13
  • Outras doenas Meningite Causada por Neisseria meningitidis, Hemphilus influenzae ou Streptococus pneumoniae. Trata-se de infeces na meninges. -Provocando febre alta, dores de cabea intensas, rigidez do pescoo, vmitos, podendo levar morte. Contaminao: -Pelas vias respiratrias, saliva, secreo nasal. Tratamento : antibiticos especficos e vacina.
  • Slide 14
  • Doenas associadas ao Sistema Respiratrio Antraz Causado pelo Bacillu anthracis -Produz uma infeco purulenta localizada quando penetra por um ferimento. -Forma mais grave: inalao do esporo- instalao de Pneumonia, febre alta, dores e dificuldade de respirar. Pneumonia bacteriana Causado pelo Streptococcus penumoniae -Febre, dificuldade respiratria e dor no peito. -Alvolos ficam tomado por leuccitos e fluido tecidual. Contaminao por contato com secrees respiratrias
  • Slide 15
  • Tuberculose: Causada pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis). -Comprometimento pulmonar -Tosse persistente, emagrecimento, febre, fadiga, hemoptise. Tratamento: vacinao (BCG) e antibiticos.
  • Slide 16
  • Resistncia bacteriana a antibiticos Antibiticos: medicamentos capazes de alterar o metabolismo bacteriano e mat- la. 1 antibitico : penicilina (1928) descoberto a parti de um fungo Penicillium. -Age contra bactria impedindo a formao de sua parede celular. -Anos depois: tetraciclinas, estreptomicinas,etc. Anos depois se percebeu que grupos de bactrias se tornaram resistentes. -Surge por seleo natural por mutao. -Gene localizado nos plasmdios (plasmdios R) conjugao bacteriana -Superbactrias. ( precisa da combinao de antibitico para mat-las ex: Staphylococcus aureus. O QUE FAZER?