Ata 28 - Reunio

  • Published on
    25-Mar-2016

  • View
    218

  • Download
    2

DESCRIPTION

Ata da XXVIII reunio do Frum de Turismo do Estado da Bahia Ata redigida por Tas Viana 4 Secretaria Executiva do Frum de Turismo 5

Transcript

Ata da XXVIII reunio do Frum de Turismo do Estado da Bahia

A XXVIII reunio do Frum de Turismo do Estado da Bahia ocorreu no dia 10 de dezembro de 2010, no auditrio Xang I do Centro de Convenes da Bahia, iniciando-se s 10h00. Jos Carlos Oliveira, Secretrio Executivo do Frum, convidou para participarem da mesa o Secretrio de Turismo do Estado, Sr. Antonio Carlos Tramm, a Presidente da Bahiatursa, Sra. Emilia Silva, os representantes da Fundao Convention Bureau SSA e Litoral Norte, Sr. Pedro Costa e Sra. Silvana Gomes. Na abertura do evento, saudou a todos nesta ltima reunio do ano e do quadrinio de gesto. O Secretrio de Turismo apresentou um balano dos quatro anos de gesto, destacando a Bahia como destino preferido dos brasileiros em pesquisa do MTur e seu reconhecimento pelo The New York Time. Retratou o cenrio do turismo baiano, atravs de informaes sobre fluxo turstico, principais emissores, receita turstica, ocupao hoteleira e os investimentos privados como o Iberostar e o Gran Palladium Imbassa. Como estratgia de Governo a SETUR construiu o conceito dos Trs Saltos do Turismo na Bahia, cujo 1 Salto (1934-1969) deu-se com a identificao turstica cultural representada por grandes artistas e pela hospitalidade do povo; o 2 Salto (1970-2006) representado pelo planejamento, investimentos em infraestrutura, promoo e parques hoteleiros; e o 3 Salto (2007-atual) voltado para trs eixos estratgicos: Qualidade, Inovao e Integrao Econmica. Na gesto, foram investidos cerca de R$20 milhes em capacitao profissional e empresarial nos ltimos quatro anos, novos produtos foram criados a exemplo do So Joo da Bahia, Espicha Vero, GB Bahia de Stock Car, novos roteiros e segmentos estruturados como turismo tnico-afro, nutico, enoturismo, e rural. Vale destacar a criao do Disk Bahia Turismo, maior call Center de turismo do pas, e o portal www.bahia.com.br, recentemente reformulado. Quanto a Integrao Econmica, incentivos esto sendo feitos de fomento produo associada ao turismo, envolvimento da comunidade e da rede de produo. Tramm tambm elencou os investimentos pblicos em infraestrutura de R$101.884.708,90 financiados pelo PRODETUR II entre 2009 e 2010, a exemplo da recuperao das Igrejas do Pilar e do Boqueiro, Casa das Sete Mortes, Palcio Rio Branco e da Aclamao, entre outros. Projees para Copa 2014 foram mencionadas ressaltando os investimentos previstos para melhorias no porto de Salvador, a construo do palco articulado no Pelourinho, requalificao da Praa Castro Alves, Oceanrio, reforma da Feira de So Joaquim entre outros. Alm da Copa do mundo, incentivos voltados para o Turismo Nutico e a Aviao Regional esto em curso. Em seguida a Presidente da Bahiatursa, Sra. Emlia Silva, apresentou o roteiro integrado Bahia/Rio/Amazonas focando os segmentos de natureza, cultura e histria. A logomarca BRASIL3 ou BRA3 que identifica o roteiro e promove a divulgao dos trs destinos como um s. A estratgia da promoo ser focada no mercado da Amrica do Sul e, nacionalmente, nas principais capitais do pas. A presidente tambm apresentou as aes voltadas para o desenvolvimento do Agroturismo na Bahia, atravs da produo associada ao turismo, com a experincia do enoturismo na regio do Vale do So Francisco como caso de sucesso, onde foi realizado um trabalho em parceria com o Sebrae, as vincolas e o trade local. Assim, o Roteiro Integrado guas e Vinhos do So Francisco possibilitou o incremento do fluxo de visitantes na Vincola Ouro Verde. Outro caso de agroturismo desenvolvido a Rota do Charuto que envolve sete cidades do Recncavo Baiano com possibilidade de visitas s fbricas de charuto nas cidades de Cachoeira, So Gonalos dos Campos, Conceio de Feira, Cruz das Almas e So Flix aos atrativos histricos e culturais da regio. Ainda em fala, Emlia agradeceu aos municpios o apoio na realizao de press trip e fam tour. Dando continuidade a pauta, Sr. Pedro Costa do Convention Bureau explanou sobre o contexto do turismo da Bahia para consolidao do destino de negcios, congressos e eventos. Retratou o crescimento do mercado de viagens, internacional e nacionalmente, bem como os fatores de motivao, as polticas e aes que fortalecem este mercado. Destacou tambm a importncia de aes implementadas para atenuar a sazonalidade dos fluxos tursticos como investimentos em centros de convenes, promoes para perodo de baixa estao e outros. Jos Carlos retomou a pauta, convidando Soraya Sena do BNB para compor a mesa e passando a palavra para que os Coordenadores das Zonas Tursticas da Bahia apresentassem as aes realizadas nos ltimos quatro anos. Luigi Massa da Atil apresentou pleito articulado com a Cmara da Costa do Cacau, Associao Comercial de Ilhus, ABIH, Costa do Cacau Convention Bureau e a CDL de Ilhus para apoio do Frum de Turismo, atravs da SETUR, junto aos rgos competentes (INFRAERO, ANAC, DECEA) na proposta de ampliao da pista de pouso e decolagem do aeroporto Jorge Amado em Ilhus. Jos Carlos solicitou que os membros do Frum se posicionassem quanto o referendo ou no da proposta de ampliao do aeroporto. A mesma foi aprovada pelos presentes na Assemblia e o Secretrio Executivo do Frum responsabilizou-se em encaminhar o documento para a INFRAERO. Em seguida, Vera Sarmento da Prefeitura de Mara agradeceu o apoio de todos os parceiros que contriburam para que o municpio obtivesse a II premiao de cooperao regional, especialmente ao Ministrio do Turismo, a Secretaria Estadual de Turismo, a Bahiatursa, a FGV, ao SEBRAE, ao SENAC e a AMUBS. Aproveitou para enfatizar a dificuldade de acesso ao municpio cuja sede no foi favorecida com asfaltamento da estrada. Desejou a todos um prximo ano de realizaes pessoais e tursticas. Julio Oliveira (Secretrio de Turismo de Cairu e Diretor da AMUBS) deu continuidade apresentando as aes da Cmara da Costa do Dend que realizou nove reunies durante o ano e abrangeu como principais aes: a Oficina Modelo de Gesto em parceria com o MTur, IADH e a Bahiatursa; o Inventrio Turstico da Costa do Dend; o Festival Brasil Sabor; os Festejos Juninos do Baixo Sul da Bahia; 1 Frum Nutico Internacional de Cairu, alm de apoio na implementao de aes de infraestrutura e capacitao relacionadas Requalificao Urbana de Morro de So Paulo, sinalizao turstica da regio, sistema de informaes georreferenciadas, Programa de Regionalizao (oficinas de roteirizao) e dos Destinos Indutores, Salo do Turismo Roteiros do Brasil, Qualificao Profissional e Empresarial com o apoio da SETUR, SEBRAE e SENAC, Oficina de elaborao de Projetos com apoio do SEBRAE e AMUBS e a realizao do 1 Seminrio de Sensibilizao e Promoo para Produo Associada ao Turismo da regio. Enfatizou que o acordo firmado entre Prefeitura de Cairu, os barraqueiros de praia e a Unio visando recolocao das barracas em Morro de So Paulo deve servir de exemplo para outras prefeituras, principalmente Ilhus e Porto Seguro. A Prefeitura est disposio para repassar o modelo do protocolo de intenes a outras prefeituras. Antnio Galdino de Paulo Afonso informou que a regio Lagos e Canyons de So Francisco est em fase de organizao. A Diretoria da instncia ainda ser constituda. Ressaltou a emenda constitucional para a efetivao do Projeto Rio do Sal (reforma de espao para eventos e receptivo de turistas, Implantao de centro de recepo ao turista e infraestrutura urbana de apoio turstico ao Cnion do Rio do Sal), conquistada atravs da Deputada Ldice da Mata. Parabenizou as estradas da regio de Paulo Afonso reformadas pelo Governo Estadual que possibilitou aumento de visitantes, principalmente dos prprios baianos. Comentou sobre o Roteiro Integrado do Cangao Bahia/Sergipe/Alagoas que participou do Salo de Turismo e a organizao para o Seminrio de Centenrio de Maria Bonita. Vislumbrou a possibilidade da regio enfoncar o turismo nutico atravs de seus atrativos. Rose Oliveira (Bahiatursa) informou que Paulo Afonso, assim como Cairu e Itacar j podem ser considerados Destinos Indutores. Getlio Andrade representante do SINDIRH-Feira de Santana e da Zona Caminhos do Serto parabeniza a gesto do Secretrio de Turismo do Estado e agradece a presena do Secretrio de Desenvolvimento Econmico de Feira de Santana, Sr. Magno Felzemburgh que fortalece a representao da Prefeitura no turismo da Bahia. Demonstrou insatisfao sobre a matria do Jornal Correio em relao ao Seminrio Agenda Bahia que no enfocou Feira de Santana como destino turstico da regio. O Secretrio Magno reforou que a CONTUR est em funcionamento e que h um empenho para profissionalizao do turismo no municpio. Solicitou o apoio da Bahiatursa para incentivar a participao de todos os municpios que compem a regio a se integrar e planejar as aes para o turismo. Pediu apoio do Estado para reformar o Centro de Convenes e o aeroporto de Feira de Santana, destacando a potencialidade da regio e capacidade de leitos que esto previstos at a Copa. Jos Carlos (SETUR) informou que a excluso do municpio de Feira de Santana, bem como da Costa dos Coqueiros na matria da Agenda Bahia de responsabilidade do Correio da Bahia, sendo que todas as informaes pertinentes foram cedidas corretamente pela SETUR. Na oportunidade o Secretrio de Feira, Sr.Magno, enfocou alguns problemas sobre a qualidade do atendimento no Grand Palladium Hotel, recentemente inaugurado em Imbassa, como filas no check in, tempo de espera para acomodaes da bagagem, atendimento das baianas e outros. O Secretrio Tramm agradece as crticas construtivas que favorecem o crescimento do empreendimento que vem utilizando mo de obra local, importante para incluso social do municpio no turismo, e solicitou que esses depoimentos sejam relatados em correspondncias para possibilitar a conversa com os dirigentes do hotel. Quanto ao Centro de Convenes, reconheceu que existem problemas tanto no de Feira de Santana como no de Itabuna. Pelo fato de o Centro de Convenes de Feira possuir teatro, o Governo decidiu que a gesto seria tocada pela SECULT. Entretanto, a sugesto do Secretrio que seja feito um acordo entre o Estado e a Prefeitura para transferncia da responsabilidade da gesto para o municpio, pois assim facilitaria as negociaes para as melhorias necessrias. Emlia Silva reforou que h uma necessidade de se fazer um estudo dos Centros de Convenes existentes, inclusive o de Ilhus que tem capacidade receptiva maior, para que se apresente um Plano de Negcio. Tambm comentou sobre a possibilidade de se eleger os destinos indutores da Bahia. Em seguida, Carlos Rincon da APHROPE representando a Cmara Costa das Baleias citou as aes realizadas como: o 1 Encontro de Fortalecimento das Cidades, a criao do CONTUV, acompanhamento do SIGEOR SEBRAE e do Inventrio Turstico da Costa que est em andamento, participao no projeto de sinalizao turstica da Costa da Baleias, no Benchmarketing Gramado-Canela. Informou que a Cmara est sendo formalizada e que as obras do aeroporto de Caravelas esto sendo iniciadas com aporte de R$19 milhes que incluir brigada do corpo de bombeiros. Haroldo Deir representante da Zona Caminhos do Jiquiri comentou que a regio no est devidamente organizada para receber os visitantes com mais segurana e conforto, citou o exemplo da quantidade excessiva de pessoas, em torno de 100 nibus por fim de semana, que freqentam a Cachoeira dos Prazeres localizada no recncavo baiano. O Secretrio Tramm sugeriu que o municpio crie uma lei que limite a quantidade de nibus de turismo no municpio e concordou com a proposta de cobrana da taxa de acesso para turista. Joclio da ABATURR informou sobre a criao do site www.turismoruraldabahia.com.br que j est em disponibilidade. Em seguida, Francisco Xavier da Prefeitura de Barra representando a Zona Caminhos do Oeste comentou que a regio no foi agraciada com projetos tursticos e investimentos do Governo e que a mesma possui um So Joo de referncia. Solicitou que os olhares do Governo se voltem pra regio nos prximos anos. O Secretrio Tramm refora que o turismo no somente uma ao do estado, e sim, uma ao de responsabilidade conjunta com o trade e a sociedade. Por isso, h necessidade de os municpios se unirem para elaborar projetos, inscrevendo-se no SICONV, pleiteando recursos junto ao MTur. Em seguida, Kika Carvalho da Cmara Baa de Todos os Santos relatou os trabalhos desenvolvidos durante a sua gesto, incluindo a Oficina de planejamento e o plano de ao estruturado, bem como a criao da logomarca e do email da Cmara. Dentre as aes desenvolvidas destacam-se a participao no Salo do Turismo, na Bahia Mostra Bahia, anlises dos roteiros Cultural do Recncavo e do Nutico Cultural da BTS, Lanamento dos Sete Pontos Mgicos de Salvador e a gerao de novos roteiros tursticos, a exemplo do Roteiro Costa Encantada, realizao de Oficina de Gesto da Cmara com o IADH, divulgao do Projeto Ol Turista, avaliao dos projetos apresentados e elaborao do calendrio de eventos. Como ao social, a Cmara organizou uma campanha em prol dos desabrigados para os Estados de Pernambuco e Alagoas atingidos com as fortes chuvas. Kika informou que deixar a Coordenao da Cmara BTS. Dando continuidade, Aline Zorthea da SALTUR apresentou o Projeto Qualificao de Ambulantes dos Sete Pontos Mgicos de Salvador que em parceria com o SENAC buscou promover a incluso social dos ambulantes atravs do desenvolvimento profissional, capacitando-os em relao ao atendimento ao turista, ingls aplicado ao turismo, marketing pessoal e profissional. Tambm apresentou o Projeto Pelourinho de Comer, Ler e Viver em parceria com a ABRASEL que com o intuito de revitalizar o Centro Histrico e estimular as manifestaes culturais, musicais e gastronmicas da capital, incluiu aes como Noite de Boemia, Rota do Chef, Bar em Bar e Rota da Histria. Comentou sobre as demais aes realizadas pela SALTUR nos ltimos anos como o mapeamento da oferta de servios de alimentao fora do lar do Centro histrico, qualificao e estruturao do trabalho dos ambulantes de A&B no Terreiro de Jesus, aes de capacitao em vendas, fam tours nacional e internacional, material promocional, novo site em 11 idiomas www.visitsalvadorbahia.com e a contratao para elaborao do PDITS Salvador. A pedido de Mrcio Lima da SECOPA, Jos Carlos avisou que acontecer o II Frum da Copa 2014 no dia 15/12/10 no Hotel Stella Mares e sobre a Nova Classificao Hoteleira comunicou que o site da SETUR disponibilizar a cartilha com as devidas informaes. Gleidiane Borges da Cmara de Turismo do Vale do So Francisco informou que o trabalho ainda incipiente e que est em fase de formalizao, os projetos em participao dizem respeito revitalizao do Centro de Juazeiro, associao de metade da rede hoteleira na ABIH, participao no Salo de Turismo e na Bahia Mostra Bahia, capacitao de pessoal das barquinhas atravs do SEBRAE, curso de Guias de Turismo atravs do SENAC e apoio no Projeto Centro Gastronmico Cabreteria. Reforou a dificuldade de participao do poder pblico municipal nas reunies voltadas para o turismo. O Secretrio Tramm comentou sobre a carncia de projetos tursticos por parte do municpio de Juazeiro que possui o rio do So Francisco com potencial muito grande de aproveitamento e que podem ser apoiados pelo Estado na captao de recursos. Em tempo, pediu licena para se ausentar, haja vista agenda de compromisso com AGERBA para discutir aes sobre o aeroporto de Porto Seguro. Agradeceu a presena de todos, em nome da SETUR e do Governo Wagner, na participao de eventos relacionados ao turismo do Estado, especialmente no Frum de Turismo. Isso ratifica a importncia de entendimento que o turismo gera desenvolvimento, emprego e renda. Relembrou que grande parte do trabalho que est sendo concluindo atualmente foi iniciado pelo ex-secretrio Domingos Leonelli. A Zona Turstica Chapada Diamantina, representada por Lucia Souza (Sebree) e Mabia (Chapada Adventure) citaram algumas aes desenvolvidas na regio como os projetos apoiados pelo Sebrae e Senac, o receptivo de Lenis que est cada vez mais integrado, a certificao das empresas de turismo, alm de participao em feiras como ABAV e Festival de Gramado. Ressaltou os incentivos no turismo de aventura. Anglica Leahy do Senac reforou a dificuldade de participao de interessados no curso de Guia de Turismo na regio da Chapada. Paulo Azevedo da Zona Turstica Costa dos Coqueiros relatou que a Cmara est sem funcionamento temporariamente porque est em fase de transio e que est envidando esforos para reaglutinar os entes interessados na gesto do turismo na regio. Na oportunidade, Terezinha Machado da ABCMI comentou sobre o sucesso do evento de Porto Seguro patrocinado pelo Ministrio do Turismo. Soraya Sena do BNB reforou a atuao do banco em todo o Estado da Bahia, as linhas de crdito, o incentivo produo associada ao turismo, a parceria com os hotis ACCOR, PRONAF, CrediAmigo e os recursos do FNE. Solicitou que os municpios encaminhem propostas para anlise e avaliao do BNB. Cristina Baumgartem da FENAGTUR manifestou preocupao com as mudanas polticas com a eleio do novo Ministro do Turismo. Espera que sejam aproveitados os instrumentos existentes (PNT, Programas, Planos, Leis) para que haja um planejamento continuado. Alertou para a proposta do Deputado Srgio Guerra que suspende Convnios com o MTur para eventos atravs de entidades. Srgio Gordilho agradeceu a todos os parceiros que apoiaram a realizao do ENTUR. Emlia agradeceu e ressaltou que o Frum um espao que possibilita a troca de idias grandiosas. Assim, reforou a importncia de se ter bons projetos que retratem a identidade local, acessibilidade e uma poltica municipal de turismo planejada capaz de captar maior nmero de visitantes. Aps sorteio de brindes para os participantes do Frum de Turismo, Jos Carlos encerrou a reunio desejando a todos um Feliz Natal e um 2011 repleto de realizaes. Salvador, 10 de dezembro de 2010 Jos Carlos Oliveira, Secretrio Executivo do Frum de Turismo da Bahia. Ata redigida por Tas Viana

Secretaria Executiva do Frum de Turismo

5