Ata 27 - Reunio

  • Published on
    24-Mar-2016

  • View
    220

  • Download
    8

DESCRIPTION

Ata da XXVII reunio do Frum de Turismo do Estado da Bahia

Transcript

Ata da XXVII reunio do Frum de Turismo do Estado da Bahia

A XXVII reunio do Frum de Turismo do Estado da Bahia ocorreu no dia 30 de julho de 2010, no auditrio do Hotel Golden Tulip, iniciando-se s 10h30. Jos Carlos Oliveira, Secretrio Executivo do Frum, convidou para participarem da mesa o Presidente da ABRASEL nacional, Paulo Solmucci Junior, Secretrio de Turismo do Estado, Antonio Carlos Tramm, Presidente da Bahiatursa, Emilia Silva, Consultora do Ministrio do Turismo, Patrcia Paixo. Na abertura do evento, agradeceu a parceria com o SEBRAE, reforando o sucesso do evento em conjunto. Parabenizando a todos os empresrios presentes, ressaltou o seu esforo no sentido de se qualificarem ainda mais. Fez ainda uma breve explicao sobre as alteraes no regimento do Frum e leu o nome das novas entidades conselheiras, considerando a todas devidamente empossadas. So efetivas (50): BNB, INFRAERO, SETUR, BAHIATURSA, SECOPA, SSP, SEMA, SEDUR/CONDER, PM SALVADOR-SALTUR, PM LENIS, PM MATA SO JOO, PM MARA, PM PORTO SEGURO, UNEB, IFBA, SEBRAE, SENAC, ABATURR, ABAV, ABIH, ABRASEL ATIL (Ilhus), CLUSTER COSTA DOS COQUEIROS, SALVADOR CONVENTION BUREAU, SHRBS, SINDETUR, SINDIHR (Feira), ABLA/SINDILOC, ATAC, FIB, UPB, ABCMI, ABRAF, AMUBS, FECABA, SINGTUR, VIVA SAVEIRO, BAIA DE TODOS OS SANTOS, COSTA DAS BALEIAS, COSTA DO DESCOBRIMENTO, COSTA DO CACAU, COSTA DO DEND, COSTA DOS COQUEIROS, CAM. DO JIQUIRIA / C Rec. Sul, CAM. DO OESTE / Circuito Rio Grande, CAMINHOS DO SERTO, CAMINHOS DO SUDOESTE, CHAPADA DIAMANTINA / Circ. Diamante, VALE DO SO FRANCISCO, LAGOS DO SO FRANCISCO. So suplentes (25): CEF, IBAMA, SETRE/INSTITUTO MAU, SECULT, SEAGRI, SEC, SEPLAN, SEINFRA, PAULO AFONSO, ITACAR, CAIRU, UESC, APRHOPE, ABRAJET, ABEMTRO, ABRE, UNIME, IDES, GGB, INSTITUTO ALIANA, CHAPADA / Circ. do Ouro, CAM. DO JIQUIRIA / Circ. Recncavo, CHAPADA / Circ. Chapada Velha, CAM. DO OESTE / Circ. Rio Corrente, CHAPADA / Circ. Chapada Norte. Avisou que na pasta distribuda havia uma cpia da ata da reunio anterior, na qual os participantes aprovaram definitivamente a nova composio e novo regimento, e indagou se havia alguma retificao a ser feita. No havendo manifestaes, considerou a ata da XXVI reunio devidamente aprovada. O Secretrio do Turismo, Antonio Carlos Tramm tomou a palavra para conclamar a todos que elencassem suas reivindicaes para serem enviadas aos candidatos ao Governo do Estado. Jos Carlos retomou a palavra, elogiando a iniciativa e, sobre as alteraes do Frum, comunicou que o Ministrio do Turismo considerou o processo uma "boa prtica" e que foi convidado a apresent-la na prxima reunio dos Secretrios Executivos, na Capital Federal. O Secretrio Executivo apresentou os fundamentos da alterao do regimento e da composio. Avisou ao trade que, pela no participao demonstrada por uma das organizaes eleitas, foi feita uma alterao, ampliando em uma vaga o segmento empresarial, sendo acatada sugesto do trade, convidando-se uma nova associao. Esse tema foi discutido em reunio especfica com o empresariado, bastante produtiva, da qual se solicitou ao SEBRAE uma consultoria para a construo de projetos integrados, de interesse do maior nmero de segmentos empresariais possveis. Outras informaes foram passadas: citou a construo do Marco Um, anlise do funcionamento do Frum, desde 2008, ano do Marco Zero; relembrou algumas obrigaes das entidades em relao aos seus representantes no Frum . Discorrendo sobre a nova estratgia de atuao do Frum , insistiu na qualificao da participao dos conselheiros e lembrou que naquela reunio j se deveria tratar das comisses temticas, escolhendo trs para serem compostas. Antes de convidar o Secretrio para sua apresentao, convidou o Sr. Cludio Tinoco, presidente da SALTUR e o Sr. Slvio Pessoa, presidente do SHRBS Salvador e Litoral Norte para fazerem parte da mesa. Citou a presena de empresrios, profissionais do turismo e da pesquisadora, Sra. Lirandina da UNEB, parabenizando-a pelo trabalho. O Secretrio Antonio Carlos Tramm fez ento uma apresentao, com foco nas aes da SETUR. Citou os segmentos tnico e nutico, que, juntamente com o turismo esportivo, esto dando uma nova dinmica economia do Estado. Enumerou os diversos eventos esportivos que vo ocorrer ainda em 2010 e informou que a Secretaria est elaborando um calendrio permanente. Lembrou a todos alguns eventos so voltados para um pblico que no lota hotis de luxo, mas que lotam hotis mais simples, pousadas, incrementam o aluguel de carro, restaurantes etc. Lembrou que 52% dos turistas do Estado so baianos. Antes de mostrar alguns dados da pesquisa FIPE e dados do MTur mostrou o cronograma da Secretaria. Falou sobre o legado da Copa, aquilo que fica para a cidade ao trmino do grande evento. A SETUR programou cinco eixos de trabalho: [1] investimentos pblicos; [2] atrao e qualificao de investimentos privados; [3] qualificao dos servios tursticos; [4] marketing e promoo do destino Bahia; [5] infraestrutura do receptivo. Este ponto o que proporciona maior discusso. Informou que est sendo estudada a possibilidade da construo da segunda pista do aeroporto, que h questes ambientais e estruturais para serem discutidas. Que est sendo feita a ampliao e dragagem do porto, permitindo que grandes navios possam atracar. Haver ento um "ps copa" positivo. O turismo nutico est sendo valorizado e aes esto sendo realizadas para seu incremento. Lembrou que tambm temos o turismo histrico, sendo que a Igreja de So Francisco foi escolhida em Portugal como uma das sete maravilhas construdas pelos portugueses. Est pronta a climatizao do Centro de Convenes. Alguns projetos esto em licitao, a exemplo do palco mvel no Pelourinho, equipamento ultramoderno que facilitar a produo de eventos no local e de um oceanrio, verba j disponvel e a meta para a qualificao de 3.000 taxistas em ingls e histria. Mostrou os nmeros do investimento privado que ampliar o nmero de leitos para 15.000. Listou em seguida algumas realizaes da SETUR: presstour e famtour ; projeto guias e monitores do carnaval, que tambm objetiva preparar receptivo para a Copa; Dique Bahia Turismo, com atendimento bilngue durante 24 horas; site atrativo; implantao de empresas de charter ; incentivar os turistas nuticos, preparando um bom receptivo. Tais aes sempre tm como meta o desenvolvimento econmico e social do Estado, com gerao de emprego e renda. Foram trazidos mais de R$ 300.000.000,00 para o Estado, e algumas obras esto sendo feitas em parceria com outros organismos estaduais. Que a requalificao da Feira de So Joaquim est sendo feita pela SETUR, para se fortalecer tambm como ponto turstico. Para o So Joo foram repassados R$ 6.000.000,00 para os municpios, transformando a festa tradicional em produto turstico. A mdia espontnea gerada por eventos como a StockCar so muito significativas. Para encerrar, reforou a necessidade de as zonas se organizarem e apresentarem projetos para os candidatos ao governo. Sr. Francisco Assis, em nome dos proprietrios de Vans, pediu que o Governo do Estado ajude na legalizao desse tipo de transporte - lembrando por exemplo, que no h ponto de Vans em lugares como o aeroporto. Que a Van importante para transportar grupos de passageiros. O Secretrio respondeu que repassaria a solicitao Prefeitura, atravs do presidente da SALTUR ali presente, lembrando que s poderia colaborar em relao aos pontos de receptivo de turistas. Sr. Djalma da ATAC, avisou que j existe uma minuta de regulamentao enviada para a Prefeitura. Repassou ao Secretrio uma cpia do documento. Sr. Gilson Vieira do Projeto Ver de Trem lembrou que preciso valorizar o transporte menos poluente, o trem. Que h um projeto para um roteiro feito atravs do trem. Solicitou ao Secretrio a incluso do projeto para a Copa. Secretrio ACTramm disse que o atual governo est tentando resgatar o transporte ferrovirio, totalmente abandonado por governos passados. Jos Carlos retomou a pauta, dando a palavra a Sra. Patrcia Paixo, consultora do MTur, que fez uma avaliao do trabalho do Frum . Falou sobre o Marco Zero, que possibilitou a criao de indicadores sobre a instncia de governana estadual. Em seguida, falou sobre o Marco Um, elaborado por consultores dos diversos estados do pas. Foi ento formatado e implantado um sistema para o acompanhamento e avaliao das instncias de governana de todo o pas. O sistema - SICET - poder ser acessado por todos os conselheiros do pas, permitindo troca de conhecimento entre os participantes de todos os colegiados. Os temas so [1] Polticas de Turismo; [2] Representatividade; [3] Resultado dos encaminhamentos; [4] Organizao Interna. Mostrou suas observaes, afirmando que desde que o trabalho foi iniciado, foi diagnosticada a necessidade de mudanas. Que na Bahia os dois secretrios participam de todas as reunies, demonstrando valorizao do Frum. Com o passar do tempo, as pessoas foram participando cada vez mais. Que o processo de alterao do Regimento foi discutido detalhadamente pelos conselheiros, quando da sua apresentao pelo grupo que o formulou. Que as mudanas propostas vo dar maior participao aos conselheiros, cujo grupo ficou mais enxuto e representativo. O representante da Costa das Baleias, Carlos Magno Rincon perguntou ao Secretrio se h recursos da Copa previstos para outras zonas tursticas. O Secretrio falou sobre a interiorizao como uma das estratgias do Governo e portanto todas as zonas tursticas sero beneficiadas. O Governo do Estado vai dar iseno para a aviao regional, com o sentido de estimular o trfego areo. Para a Costa das Baleias, h o projeto de sinalizao, aeroporto e qualificao profissional. H outros projetos aguardando o prazo estabelecido quando h eleies. Lembrou que vai sair um folder sobre turismo rural e haver estmulo s vaquejadas. Luigi Massa, da Costa do Cacau, lembrou que os resultados so verdadeiros. E que nunca houve tanto estmulo ao turismo da regio. Porm, disse que em Ilhus o fluxo est diminuindo. E que isso se deve aos problemas do aeroporto, considerado o mais perigoso do Brasil. Que os horrios so poucos e o preo caro. Que estes fatores dificultam a participao nas reunies do Frum . O Secretrio lembrou tambm dos problemas da administrao pblica sofridos por Ilhus. Que a notcia dada sobre estmulos aviao regional tambm responder, pelo menos em parte, ao que foi dito pelo conselheiro. Que a marina de Ilhus um projeto que dar um up-grade ao turismo local. Que somente a ANAC pode resolver a questo dos horrios, j que o pouso noturno foi permitido. Que h mais de 30 projetos para o interior em tramitao. Delmar Alves, secretrio de turismo de Lenis informou que esto participando de eventos nacionais e reestruturando a organizao da regio. Que esto incentivando a participao no CADASTUR. O Secretrio fez uma observao para todas as regies. Que os projetos/roteiros devem ser feitos conforme os preceitos da Regionalizao, favorecendo diversos municpios. Que a Lei do Turismo deve ser feita tambm no Estado e municpios. Cludio Tinoco, da SALTUR, cumprimentou todos os presentes, dizendo que embora no participe de todas reunies do Frum , sempre h um representante da entidade que dirige. Que o Frum o ambiente ideal para a discusso das questes do turismo. Que a instncia pode favorecer mais desenvolvimento e mais movimentao na iniciativa privada. Salvador participa do programa de regionalizao, sendo um Destino Indutor bem avaliado e um dos mais competitivos entre os 65 do pas. Que a capacidade empresarial faz a diferena na capital baiana. Que o trade parceiro, destacando o Convention Bureau; que o SENAC tem sido parceiro realizando cursos para os ambulantes e a ABRASEL tambm tem participao efetiva. Que deu declaraes recentemente que foram mal interpretadas, pois no se referia ao Estado quando disse que os recursos de investimentos eram poucos. Falou sobre o projeto para o porto, dizendo que no o conhece. Que preciso saber qual ser o legado da Copa. Sobre as Vans, esto ampliando espao para estacionamento, juntamente com micro-nibus e tambm se faz necessria uma parceria com outros municpios para resolver tal problema, envolvendo a AGERBA. Sobre os trens, reconhece que pouco foi feito para sua revitalizao. Apresentou rapidamente o trabalho do Grupo Gestor e agradeceu a ateno de todos. A presidente da BAHIATURSA, Emlia Silva, fez uma apresentao do Seminrio de Turismo tnico e Feira de produtos afro/artesanais e restaurantes tpicos. Ocorrer de 11 a 13 de agosto, para coincidir com a festa da Boa Morte. Alberto Pita colaborou na montagem da feira. Informou que estava presente o coordenador do turismo tnico Billy Arquimino. Na oportunidade, avisou que todas as informaes estariam disponibilizadas no site. Silvio Pessoa falou em nome dos empresrios do turismo, lembrando que so o segundo maior segmento empregador, convidou a todos para um encontro logo aps o Frum, em outro salo do Hotel. Lembrou que o recebimento de cruzeiros importante, mas imprescindvel uma lei de cabotagem. O segmento hoteleiro leva desvantagem em relao a esse tipo de atividade. Em seguida, o presidente nacional da ABRASEL,Sr. Paulo Solmucci, fez uma apresentao do projeto Copa na Mesa, parte do Programa Bem Receber Copa. um programa de qualificao profissional, proposto pelo MTur em parceria com o segmento de AeB, visando atingir padres internacionais de qualidade nos servios tursticos, com o foco em pessoas, empresas e destinos. Informou que o projeto deve ser implantado no s nas capitais que vo receber os jogos, mas em todos os destinos tursticos. Falou sobre os principais desafios da qualificao: uma metodologia eficaz e o nmero de empresas do setor (1.000.000 de empresas), que sero atingidas em parceria com empresas como AMBEV e outras que tenham grande alcance. Encerrou sua fala apresentando um filme que explica com detalhes o funcionamento dos cursos. Outro ponto de pauta foi a apresentao de Mrcio Lima, assessor da SECOPA, sobre sua experincia na frica do Sul, durante perodo da Copa do Mundo. Despertou bastante interesse de todos, mostrando pontos positivos e negativos, passando aspectos que podem ajudar o pas a preparar uma copa ainda melhor. O ltimo ponto de pauta foi a apresentao das zonas tursticas e cmaras. Vera Sarmento, secretria de turismo de Mara, agradeceu os parceiros MTur, SETUR, SEBRAE, SENAC, BNB e AMUBS, que contribuem para o desenvolvimento do municpio e da regio. Mara j tem o seu conselho de turismo, grupo gestor do destino indutor, vrios cursos esto sendo desenvolvidos, cadastro de empreendedores e o inventrio j iniciado. O municpio recebeu um prmio do MTur, por um projeto de comercializao do destino e regio (Ilhus e Itacar), sinalizao turstica , visita do MTur, pesquisa do perfil da demanda turstica, participao em feiras nacionais e internacionais, divulgao do CADASTUR e fortalecimento das instncias de governana. Alm disso, receberam apoio da BAHIATURSA para eventos tais como o So Joo e Espicha Vero e solicita apoio para a divulgao do festival de pesca e curso de condutores de visitantes. Refora o pedido para a arrumao do cais de Barra Grande. Julio Oliveira, secretrio de turismo de Cairu. Informou que a Costa do Dend teve participao expressiva no 5 salo de turismo; foi realizada oficina para a reformulao da instncia; o SEBRAE e SENAC esto presentes realizando cursos; a BAHIATURSA colaborando na oficina do grupo de gesto; a inventariao ser realizada em parceria com a UFBA e os planos e planejamento estratgico sero realizados. O destino indutor Mara tem sido bem cuidado, considerado modelo de gesto pblica municipal. A SETUR est realizando cursos diversos, atravs do projeto Bahia-muito mais Vero. Em setembro ser realizado o festival da primavera, com objetivo de atrair fluxo em pocas menos procuradas (Cairu estar comemorando 400 anos). Haver uma srie de atraes, inclusive cantores de importncia nacional, tudo ser oferecido gratuitamente. Eliana Morin, da Costa das Baleias, informou que j est concludo o projeto de sinalizao, que dever trazer grande contribuio para a regio. Oficinas e palestras esto sendo realizadas, mas os gestores municipais no esto presentes nas diversas reunies, trazendo dificuldades para a obteno de bons resultados. Continua a luta pela reativao do aeroporto de Caravelas e obteno de vos. Getlio Andrade, da SINDIHR de Feira de Santana informou que esto reativando a Cmara e convidou a SETUR e BAHIATURSA para se fazer presente. Margareth Pires, do Crculo do Diamante, informou que houve integrao dos quatro grupos que existem na regio, tendo estabelecido algumas prioridades como o plano de marketing, sinalizao e qualificao de condutores. A Regionalizao comea a funcionar e isso vai dar novo impulso a reunio. Agradeceu aos parceiros SEBRAE, SENAI e ABRASEL. Encerrando, Slvio Pessoa reforou o convite para o evento ao trmino da reunio e o Secretrio agradeceu a presena de todos. Salvador, 30 de julho de 2010 Jos Carlos de Oliveira, Secretrio Executivo.

Recommended

View more >