Ata 21 - Reunio

  • Published on
    22-Mar-2016

  • View
    216

  • Download
    0

DESCRIPTION

1 Av. Tancredo Neves, 776, Bloco A, 6 andar, Pituba, CEP 41823-900, Tels: (71) 3116-4136/69 - Salvador Bahia e-mail: forum.turismo@setur.ba.gov.br,hmiranda@setur.ba.gov.br 1818 DEDE MM AROARO /2009/2009 LL OCALOCAL : C:C ENTROENTRO DEDE CC ONVENESONVENES SS ALOALO XANGXANG 2 Av. Tancredo Neves, 776, Bloco A, 6 andar, Pituba, CEP 41823-900, Tels: (71) 3116-4136/69 - Salvador Bahia e-mail: forum.turismo@setur.ba.gov.br,hmiranda@setur.ba.gov.br

Transcript

Pauta da XII Reunio do Frum Estadual de Turismo

ATA DA XXI REUNIO

Local: Centro de Convenes Salo xang

18 de Maro/2009ATA DA XXI REUNIO DO FRUM ESTADUAL DE TURISMO

Por volta das 10:00h do dia 18/03/2009, foi dado incio XXI Reunio do Frum Estadual de Turismo no Centro de Convenes da Bahia. A abertura foi feita pelo Assessor Institucional, Jos Carlos Oliveira, em funo do atraso no deslocamento do Secretrio de Turismo, Domingos Leonelli, que voltava de uma viagem de trabalho. Jos Carlos chamou os representantes para comporem a mesa principal, verificou o quorum e leu os itens de pauta. O Diretor da Bahiatursa, Weslen Santos, saudou a todos, comentou sobre a realizao da oficina de remapeamento das regies turstica do Estado e desejou sucesso nos prximos trabalhos do Frum. Em seguida, a Diretora da Bahiatursa, Clia Bandeira, falou sobre a proposta de terceirizao dos trs Centros de Convenes da Bahia (Salvador, Ilhus e Porto Seguro), j tendo sido contratada uma empresa de consultoria para discutir qual seria o melhor modelo de explorao e operao desses Centros. Falou da dificuldade de administrar os trs Centros de Convenes e da grande quantidade de recursos que a manuteno de um Centro de Convenes exige, pois alm de os trs Centros possurem portes diferentes, tambm so bastante procurados no mercado por segmentos variados. em funo dessa crescente demanda que surge a necessidade de uma estrutura maior para os Centros de Convenes. Sinalizou algumas melhorias e reformas que houve no Centro de Convenes de Salvador nos ltimos anos e que ainda no temos estrutura para receber pessoas com necessidades especiais. Larcio Magalhes (Porto Seguro Convention Bureau) lembrou da interdio de 60% da rea de utilizao do Centro de Convenes de Salvador e perguntou se alguma ao j foi traada com relao revitalizao ou reconstruo da rea interditada. Clia Bandeira respondeu que essa obra foi entregue, em 1999, como parte dos investimentos feitos pelos Governos Estadual e Federal, poca, para as comemoraes dos 500 anos do descobrimento do Brasil. Por conta disso, foi entregue com srias dificuldades. Afirmou que j foi feito o levantamento das necessidades para serem tomadas as prximas medidas sobre as obras que ainda no foram cumpridas. Messias Gonzaga (Prefeitura de Camaari) perguntou o que vai significar, em lucro financeiro para o Estado, a terceirizao dos Centros de Convenes, qual a durao do contrato, os problemas de infra-estrutura e se a empresa vencedora vai arcar com todas as despesas. Clia Bandeira respondeu que se ns tivssemos, hoje, um Centro de Convenes em uso normal/padro, sem grandes problemas, essa discusso no estaria sendo colocada. Falou das dificuldades, de como sero realizadas as licitaes, dos investimentos, melhorias de reas e substituies. Gorgnio Loureiro (FICET) listou alguns problemas do Centro de Convenes, por exemplo, o fato de ele no ser multiuso e que no temos outros lugares em Salvador para absorver esses eventos. Questionou se no seria o caso de construir o Centro de Convenes de Salvador em outra rea e deixar essa rea para os hotis. Clia Bandeira discordou da afirmao de que o Centro de Convenes no multiuso, pois possui grandes auditrios, alm de estar localizado em uma rea nobre. Definiu-o como um bem muito caro, com investimentos constantes e com facilidade de acesso. Por fim, informou que a empresa contratada entregou um levantamento preliminar e que foi aberta esta discusso para, posteriormente, serem apresentadas as datas de audincia desse processo. Jos Carlos convidou a Deputada de Brumado Marizete Pereira para sentar-se mesa. Na seqncia, Patrcia Paixo (Consultora IADH/Mtur) apresentou os resultados do trabalho de consultoria, realizado na Bahia nos dias 6 e 7/11/2008, sobre o Frum Estadual de Turismo. Indicou as caractersticas do Frum, bem como mudanas para melhorar o seu funcionamento a partir da fala dos participantes da pesquisa. Wilka Carvalho (Cmara BTS) sugeriu que esse material apresentado pela consultora Patrcia Paixo fosse disponibilizado a todos. Posteriormente, Jos Carlos apresentou os resultados da oficina de remapeamento das Zonas Tursticas, indicando a incluso de novos municpios nas regies, bem como a diviso de reas, a exemplo de Lagos do So Francisco e Caminhos do Jiquiri que se dividiram, cada uma, em duas regies tursticas. Richard Alves (SEBRAE) falou da importncia do desenvolvimento de atrativos tursticos em cada regio e reforou a necessidade de classificar e diferenciar municpios efetivamente tursticos daqueles que tm potencial turstico ou que atuam como municpios de apoio. Falou tambm da exigncia de criao/fortalecimento dos Conselhos Municipais de Turismo. Um representante da UNEB lembrou da necessidade de mapear a existncia de Secretarias Municipais de Turismo e prioridades estabelecidas por cada uma delas. O Secretrio de Turismo, Domingos Leonelli, disse que dependemos da articulao junto a outros setores como Conder, Embasa e IPAC para desenvolver a regio turstica e efetivar o municpio como turstico. Tambm afirmou que no podemos criar iluses administrativas nem econmicas, pois dependemos de uma realidade de vrios fatores onde o Estado entra em ltimo lugar. Falou que no h nenhuma ao objetiva na regio do Vale do jiquiri e que Itabuna no um municpio com atrativo turstico, mais muito importante por ter uma cadeia atrativa. Props que o remapeamento fosse validado, previamente, pelos Conselheiros sem prejuzo de serem criados outros momentos de discusso. No havendo manifestaes contrrias, o resultado do remapeamento das Zonas Tursticas da Bahia foi validado. Jane Figueiredo (ABATURR) falou que gostaria de ser convidada para participar mais efetivamente das aes relativas produo associada ao turismo em funo do seu trabalho no desenvolvimento do turismo rural do Estado. Osvaldo Viana (Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Livramento de Nossa Senhora) apresentou o projeto de reestruturao do balnerio municipal no valor de R$ 399.720,00 e falou da sua inteno de fazer uma pousada e um museu. O Secretrio questionou a aprovao desse projeto e disse que importante pedir questes viveis. Para o Secretrio, os projetos precisam ser analisados tecnicamente, pois o MTUR no pode aprovar um projeto que implica na criao de uma pousada. Sugeriu aos municpios que peam ajuda SETUR para discutir questes de atraes tursticas e que seja aprovado o projeto de Livramento de Nossa Senhora com a condio da SETUR auxiliar a Prefeitura na realizao de ajustes necessrios. Jos Carlos frisou que, durante a apresentao desse projeto no Conselho da Chapada Diamantina, no foi citada a construo da pousada. O projeto foi aprovado. Jos Carlos aproveitou a oportunidade para convidar todos a participar do Seminrio Turismo Sustentvel: caso frica do Sul a ser realizado no dia 20/03/09 no Centro de Convenes, uma parceria da SETUR, MTur e Sebrae. Na seqncia, Larcio (Porto Seguro Convention Bureau) apresentou 3 projetos: Operacionalizao e gesto em feiras nacionais 2009 no valor de R$ 396.000,00; V Festival Gastronmico da Costa do Descobrimento e Brasil + 500 orado em R$ 700.00,00. Os projetos foram aprovados. Jos Carlos lembrou que haver, este ano, o processo de eleio dos membros que compem os Conselhos dos Plos Tursticos e o Frum de Turismo. Nos agradecimentos finais, a Deputada Marizete Pereira falou da alegria de participar do Frum e afirmou que os Deputados teriam que estar atentos e participar mais das aprovaes de determinados projetos. Finalizou agradecendo a presena do Secretrio Domingos Leonelli no Carnaval de Rio de Contas. A Consultora Patrcia Paixo se colocou disposio para auxiliar o Frum na realizao de interferncias positivas. O Diretor da Bahiatursa, Weslen Santos, frisou o resultado democrtico e duradouro das oficinas de remapeamento e tambm se colocou disposio para auxiliar no que for preciso. O Secretrio Leonelli ressaltou que um maior debate dos projetos apresentados no Frum traz um enriquecimento reunio e sugeriu a criao de uma instncia tcnica de avaliao prvia de projetos formada pela SETUR, BNB e Sebrae. Desse modo, os projetos chegaro ao Frum mais consistentes. Tambm sugeriu que a apresentao dos projetos seja colocada na primeira hora da reunio, a fim de que os Conselheiros possam participar efetivamente da discusso. A reunio foi encerrada pelo Secretrio Domingos Leonelli e, nada mais havendo para ser tratado, eu, Cludia Cabral, lavrei e assinei a presente ata, seguida das assinaturas dos Conselheiros do Frum de Turismo do Estado da Bahia, presentes nesta reunio. Salvador, 18 de maro de 2009.

______________________

Cludia Cabral

Texto Revisado por Helena Miranda dos Santos

Secretaria Executiva do Frum Estadual de Turismo________________________

BNB Banco do Nordeste

________________________

IBAMA Instituto Brasileiro do Meio

________________________

INFRAERO________________________

SETUR Secretaria de Turismo

________________________

SEMA Secretaria de Meio Ambiente

________________________

SSP Secretaria da Segurana Pblica________________________

SEPLAN Secretaria do Planejamento

________________________

IPAC Instituto do Patrimnio Artstico e Cultural________________________

Empresa de Turismo da Bahia BAHIATURSA

________________________

Prefeitura Municipal de Salvador

________________________

SALTUR________________________

Prefeitura Municipal de Rio de Contas (suplente de Mucug)

________________________

Prefeitura Municipal de Palmeiras (titular)________________________

Prefeitura Municipal de Valena (titular)

________________________

Prefeitura Municipal de Ilhus (titular)

________________________

Prefeitura Municipal de Mata de So Joo(titular)

________________________

Prefeitura Municipal de Vera Cruz (suplente de Itaparica)

________________________

Prefeitura Municipal de Alcobaa (titular)

________________________

Prefeitura Municipal de Barreiras (titular)

________________________

Prefeitura Municipal de So Desidrio (titular)

________________________

Prefeitura Municipal de Paulo Afonso (titular)

________________________

Prefeitura Municipal de Cura (suplente de Juazeiro)

________________________

Prefeitura Municipal de Cip (titular)

________________________

ABATURR Associao Baiana de Turismo Rural

________________________

ABIH Associao Brasileira da Indstria de Hotis

________________________

ABAV Assoc. Bras. de Agncias de Viagens

________________________

Salvador Convention Bureau

________________________

ABRASEL

________________________

SINDETUR Sindicato das Empresas de Turismo da Bahia________________________SINGTUR Sindicato dos Guias de Turismo

________________________

ABRAJET Associao Brasileira de Jornalistas de Turismo

________________________

Cluster de Turismo da Costa dos Coqueiros (titular)

________________________

Sindicato de Hotis, Restaurantes, Bares e Similares de Feira de Santana (titular)

________________________

SEBRAE Servio Brasileiro de Apoio s Micro e Pequenas Empresas

________________________

SENAC Servio Nacional de Aprendizagem Comercial

________________________

Associao Brasileira de Clubes da Melhor Idade ABCMI

________________________

Associao dos Municpios do Baixo Sul AMUBS

________________________

ABRAF Associao Brasileira de Fortes e Stios Histricos (titular)

________________________

Instituto Aliana com o Adolescente (suplente de IDES)

________________________

UNEB Universidade do Estado da Bahia (titular)

________________________

CEFET (titular)

________________________

FIB (suplente da UNIME)

PAGE 3Av. Tancredo Neves, 776, Bloco A, 6 andar, Pituba, CEP 41823-900, Tels: (71) 3116-4136/69 - Salvador Bahia

e-mail: forum.turismo@setur.ba.gov.br,hmiranda@setur.ba.gov.br

Recommended

View more >