APR - SPDA - Subestao

  • Published on
    02-Jan-2016

  • View
    520

  • Download
    26

Transcript

APR

NOME DA EMPRESAAPR- ANLISE PRELIMINAR DE RISCOOS:

APR N 09/2012

DATA: 13/11/2012REVISO: 00Folha: 1

ATIVIDADE(S): Instalao SPDA (Sistema de Proteo contra Descargas Atmosfricas).

SISTEMA: Subestao 230KV rea: 2000

PARTICIPANTES: NOMES DOS EXECUTANTESEQUIPAMENTO/ OUTROS:

rea Industrial / Ferramentas manuais/ Plataforma/ Furadeira/ Escada

ETAPAS DO SERVIOEVENTOS INDESEJVEIS (PERIGOS EM SITUAES NORMAIS OU EM EMERGNCIA)( *No caso de resduo identificar tipo e estado )CAUSA BSICA

(Fato gerador dos eventos indesejveis identificados)EFEITOS

(EFEITOS/IMPACTOS POSSVEIS SOBRE PESSOAS, MEIO AMBIENTE, EQUIPAMENTOS,ETC.)

AVALIAO DE RISCOAES PREVENTIVAS

[*No caso de gerao de resduo especificar tipo do acondicionamento e transporte (Ex.: Saco, tambor, etc. Caminho , caminho vcuo, tanque de resduo, etc. )]AES MITIGADORAS[*No caso de gerao de resduo especificar tipo do acondicionamento e transporte (Ex.: Saco, tambor, etc. Caminho , caminho vcuo, tanque de resduo, etc. )]RESPONSVEIS PELAS AES

(Definir responsveis pela implementao das aes preventivas ou mitigadoras e definir prazos quando necessrio)

FrequnciaGravidadeRisco

1. Instalar conectores e isoladores1 Choque eltrico;2- Queimaduras;

3 Escoriaes na face e nos membros superiores e inferiores;

4 Quedas de nvel diferente;5 Corpo estranho nos olhos;

6- Fraturas;

7 Princpio de incndio;8 Morte.

1 Equipamentos energizados;2 Falta de ateno e brincadeiras;3 - Transitar por local inadequado;4 - No utilizaes do EPI ;5 - Posicionar-se de forma inadequada;

6- Desligamento de rede mal realizado.7 Descumprir os procedimentos de segurana;

10 Vazamento de substncias qumicas.

11 Tombamento da plataforma;1Danos materiais;

2 Danos pessoais.

;

PPSVRM1- Manter ateno durante todo o tempo; 2 Usar EPIs adequados e utiliza-los de forma correta;3- Evitar brincadeiras;

4- Ter prximo ao local extintor Classe C;5- Utilizar ferramentas isoladas;7- Fazer uso do medidor de tenso;8- Posicionar-se de forma correta e cautelosa.

9- A PT deve ser liberada pela engenharia ou responsvel pela NR-10.

10- A atividade s dever ser inicia aps emisso de PT.11 Fazer uso do multigs para trabalhos quente;12 S realizaro trabalho em altura aqueles que foram submetidos a treinamentos tericos e prticos;N/ASandro RezendezThrsila Mabelle

12 Funcionrio inapto para o servio;13 Falta de organizao;PRSV

RM13- A atividade s ser autorizada com o desligamento da rede eltricas prximo onde ser executado o servio;

14- Em caso de qualquer eventualidade, deixar imediatamente o local.15- Acionar sempre o setor de segurana e/ou brigada e/ou engenharia em casos de emergncia;16- No ultrapassar a barreira.

17 Deve-se levar em considerao as condies impeditivas sempre que for realizar trabalho em altura (ventanias, chuvas, trabalhos noturnos e afins);

18 Em caso de dvidas no servio, parar as atividades imediatamente e procure o seu encarregado/lder/supervisor e s retome com a dvida esclarecida.N/A Sandro RezendeThrsila Mabelle

1- Danos pessoais;2- Danos Materiais;PRRLRM19 A plataforma deve ser conduzida por algum que tenha recebido o treinamento para tal e que o prazo esteja dentro da validade;20 O CIV da plataforma deve estar dentro da validade;

21 Para trabalhos acima de 2,00m obrigatrio o uso do cinto de segurana;

22 Todos os funcionrios que forem realizar trabalho em altura devem estar com a presso arterial aferida, na qual comprove aptido para o servio;

23 Para o trabalho realizado no telhado, ser necessrio madeiras para servir de apoio;24 Deve ser montada uma linha de vida de um lado a outro do telhado;N/ASandro RezendeThrsila Mabelle

1- Danos pessoais;

2- Danos Materiais;PRRLRM 25 No carregar escadas ou quaisquer outros materiais pesados na plataforma;26 Em caso de chuva, parar as atividades imediatamente e s retoma-las quando as condies forem favorveis;27 Planejar e informar a todos os executantes passo a passo do servio.

28 As escadas devem estar amarradas e as sapatas ntegras.N/ASandro Rezende

Thrsila Mabelle

2. Passagem dos cabos.1 Choque eltrico.

2 Escoriaes na face e nos membros superiores e inferiores;

3- Quedas do mesmo nvel;

4- Incndio;56- Morte.

1 Falta de ateno, Brincadeiras;

2- Peas soltas ou mal encaixadas;

3 No seguir os procedimentos de segurana;

4-Posicionar-se em local inadequado;

5-Uso de ferramentas inadequadas.

6- Bloqueio mal feito.

7 No utilizao dos EPIs;

8 Desorganizao;10 Falta de planejamento.1- Danos pessoais;

2- Danos materiais.PRRLRM1- Interromper a alimentao eltrica;

2-Impedir o reenergizao at o trmino do servio, seja atravs de bloqueio, cadeados,retirada dos fusveis de alimentao no local ou de outra forma;

3- Constatao de ausncia de tenso;

4 A PT deve ser emitida pelo responsvel da NR10 na planta;5 Os executantes que trabalharo em altura (a partir de 2,00m) devem fazer uso do cinto de segurana;

6 Fazer uso correto dos EPIs e EPCs;

7 Em caso de dvidas na execuo das atividades, procure seu superior para san-la.N/ASandro Rezende

Thrsila Mabelle

3. Fixar captores.1 Choque eltrico;

2- Queimaduras;

3 Escoriaes na face e nos membros superiores e inferiores;

4 Quedas de nvel diferente;

5 Corpo estranho nos olhos;

6- Fraturas;

7 Princpio de incndio;

8 Morte.

1 Falta de ateno, Brincadeiras;

2- Peas soltas ou mal encaixadas;

3 No seguir os procedimentos de segurana;

4-Posicionar-se em local inadequado;

5-Uso de ferramentas inadequadas.

6- Bloqueio mal feito.

7 No utilizao dos EPIs;

8 Desorganizao;

10 Falta de planejamento.

1- Danos pessoais;

2- Danos materiais.

1- Manter ateno durante todo o tempo;

2 Usar EPIs adequados e utiliza-los de forma correta;

3- Evitar brincadeiras;

4- Ter prximo ao local extintor Classe C;

5- Utilizar ferramentas isoladas;

7- Fazer uso do medidor de tenso;

8- Posicionar-se de forma correta e cautelosa.

9- A PT deve ser liberada pela engenharia ou responsvel pela NR-10.

10- A atividade s dever ser inicia aps emisso de PT.

11 Fazer uso do multigs para trabalhos quente;

12 S realizaro trabalho em altura aqueles que foram submetidos a treinamentos tericos e prticos;

N/ASandro Rezende

Thrsila Mabelle

4. Conectar o varo de alumnio aos captores.1 Choque eltrico;

2- Queimaduras;

3 Escoriaes na face e nos membros superiores e inferiores;

4 Quedas de nvel diferente;

5 Corpo estranho nos olhos;

6- Fraturas;

7 Princpio de incndio;

8 Morte.

1 Falta de ateno, Brincadeiras;

2- Peas soltas ou mal encaixadas;

3 No seguir os procedimentos de segurana;

4-Posicionar-se em local inadequado;

5-Uso de ferramentas inadequadas.

6- Bloqueio mal feito.

7 No utilizao dos EPIs;

8 Desorganizao;

10 Falta de planejamento.1- Danos pessoais;

2- Danos materiais.

1- Manter ateno durante todo o tempo;

2 Usar EPIs adequados e utiliza-los de forma correta;

3- Evitar brincadeiras;

4- Ter prximo ao local extintor Classe C;

5- Utilizar ferramentas isoladas;

7- Fazer uso do medidor de tenso;

8- Posicionar-se de forma correta e cautelosa.

9- A PT deve ser liberada pela engenharia ou responsvel pela NR-10.

10- A atividade s dever ser inicia aps emisso de PT.

11 Fazer uso do multigs para trabalhos quente;

12 S realizaro trabalho em altura aqueles que foram submetidos a treinamentos tericos e prticos;11-Proibido o uso de qualquer tipo de adornos;

12- Aferir a presso arterial quando for necessrio realizar trabalhos em

Observao:Manter a rea limpa e organizada;

No obstruir as vias de acesso nem equipamentos de combate a incndio;

Na dvida no executar o trabalho;

Em caso de emergncia seguir o procedimento de abandono de rea.

1Danos materiais;

.1 - Peas devidamente amarradas para evitar a queda da plataforma elevatria;

2-Fazer o isolamento adequado da rea de trabalho;

3-Ter ateno na execuo do servio;

4-Evitar brincadeiras;

5-Posicionar as mos em local seguro;6-Organizar peas de forma adequada.7-Posicionar-se de forma adequada;

8- Fazer a PT (Permisso de Trabalho) nos servios realizados na rea industrial.

9- Solicitar liberao de servio a quente do tcnico de segurana;

10 Monitorar rea com o multigs;

11 Inspecionar o cinto de segurana antes de iniciar a atividade;

N/AEduardo

Roque Sena

Bruno Leonardo11-Proibido o uso de qualquer tipo de adornos;

12- Aferir a presso arterial quando for necessrio realizar trabalhos em

Observao:Manter a rea limpa e organizada;

No obstruir as vias de acesso nem equipamentos de combate a incndio;

Na dvida no executar o trabalho;

Em caso de emergncia seguir o procedimento de abandono de rea.

Registro de Comunicao de Procedimentos / Anlise Preliminar de Risco

Declaro que fui devidamente informado sobre os riscos dos quais estarei exposto durante a realizao dos servios, a essa Anlise Preliminar de Riscos.

Comprometo-me a agir preventivamente usando os EPIs recomendados e tomando todas as providencias que visem evitar acidentes em pessoas, equipamentos, materiais e ao meio ambiente.

NOMEFUNOASSINATURANOMEFUNOASSINATURA

Obs.:ATENO! AO OBSERVAR OUTRO RISCO NO PREVISTO NESTA APR, PARALISAR O TRABALHO IMEDIATAMENTE E COMUNICAR AO SUPERVISOR OU FISCAL.

Rubrica dos Participantes:

ENG.DE PLANJ.(ELTRICA) _____________ ENG DE PROJ. (ELTRICA)____________ HSEQ ______________ RESP.CONTRATADA ____________ SMS(CONTTRATADA) Thrsila Mabelle

AVALIAO DO RISCO:PROBABILIDADE:( FREQNCIA)GRAVIDADE

(IMPACTO) GRAU DE RISCO:

(COMBINAO DA PROBABILIDADE + SEVERIDADE)

FREQUENTE

FR

PROVVEL

PRPOUCO

PROVVELPPREMOTAREPEQUENA

PQRELEVANTE

RLSEVERA

SVCATASTRFICACTI(RC)

RISCO CRTICON(RM)

RISCO MODERADOA(RNC)

RISCO NO CRTICO

NADA TO URGENTE OU IMPORTANTE QUE NO POSSA SER PLANEJADO E EXECUTADO COM SEGURANA