Agressividade dos Agentes Qumicos

  • Published on
    15-Jul-2015

  • View
    93

  • Download
    0

Transcript

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOSIrritantes O termo gases e vapores irritantes engloba um grande nmero de substncias qumicas cuja caracterstica comum a ao txica que resulta num processo Inflamatrio das superfcies tissuiares com as quais elas entram em contato. geralmente afetam trato respiratrio, pele e olhos.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOSAsfixiantes So substncias qumicas que levam o organismo deficincia ou privao de oxignio, sem que haja interferncia direta na mecnica da respirao. So subdivididas em:

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOS

Asfixiantes Simples

So gases fisiologicamente Inertes, cujo perigo est ligado sua alta concentrao, pela reduo da presso parcial de oxignio. So substncias qumicas que tm a propriedade comum de deslocar o oxignio do ar e provocar asfixia pela diminuio da concentrao do oxignio no ar inspirado, sem apresentarem outra caracteristica em nvel de toxicidade. Algumas dessas substncias so liquefeitas quando comprimidas. Exemplos de substncias qumicas com efeitos asfixiantes simples: etano, metano, propano, butano, GLP, acetileno, nitrognio, hidrognio, etc.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOS

Asfixiantes Qumicos So substncias que produzem asfixia mesmo quando presentes em pequenas concentraes, porque interferem no transporte do oxignio pelos tecidos. So substncias que produzem anxia tissular (baixa oxigenao dos tecidos), quer Interferindo no aproveitamento de oxignio pelas clulas. Exemplo de substncia qumica com efeito asfixiante qumico: monxido de carbono (CO).

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOSAnestsicos So substncias capazes de provocar depresso do sistema nervoso central. Estas substncias deprimem a atividade do sistema nervoso central, interferindo com o sistema neurotransmissor. Em conseqncia, ocorrem perda da conscincia, parada respiratria e morte.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOS

Toxicidade a capacidade latente, inerente, que uma substncia qumica possui. a medida do potencial txico de uma substncia. No existem substncias qumicas atxicas (sem toxicidade). No existem substncias qumicas seguras, que no tenham efeitos lesivos ao organismo. Por outro lado, tambm verdade que no existe substncia qumica que no possa ser utilizada com segurana, pela limitao da dose e da exposio ao organismo humano.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOS

Toxicidade Os maiores fatores que influenciam na toxicidade de uma substncia so: freqncia da exposio, durao da exposio e via de administrao. Existe uma relao direta entre a freqncia e a durao da exposio na toxicidade dos agentes txicos. Uma substncIa administrada por via oral numa dosagem de 100 mg pode apresentar apenas sintomas leves, ao passo que 10 mg da mesma substncia por via intravenosa podem levar a sintomas graves.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOSSuscetibilidade Ou Sensibilidade uma caracteristica especfica e inerente de um individuo em apresentar uma reatividade ou resposta na presena de um determinado agente ou antgeno.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOSHipersensiblidade Ou Hipersuscetibilidade um aumento da reatividade individual a agentes exgenos. Alguns organismos desenvolvem reaes alrgicas e leses ao contato com uma substncia qumica, mesmo na presena de baixas doses.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOSIdiossincrasia uma reao anormal a uma substncia qumica, determinada geneticamente, em forma de uma extrema sensibilidade a baixas doses ou uma extrema insensibilidade a altas doses do agente qumico.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOS

Mutagenicidade a capacidade de uma substncia qumica em induzir mudanas ou mutaes no material gentico das clulas (cromossomos) que podem ser transmitidas durante a diviso celular. Se as mutaes ocorrem no vulo ou no espermatozide, no momento da fertilizao, a resultante combinao do material gentico pode no ser vivel e a morte pode ocorrer no estgio inicial de diviso celular na gnese do embrio. A mutao no material gentico pode no afetar a fase inicial da embriognese, mas resultar em morte do feto no perodo posterior de desenvolvimento, surgindo o aborto. As mutaes podem resultar em anomalias congnitas. Acredita-se que o evento inicial de Acreditacarcinognese das substncias seja uma mudana nesse material gentico.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOS

Carcinogenicidade a capacidade especfica que uma substncia qumica tem de produzir cncer ou tumores em animais de laboratrio e no homem. Exemplos de substncias reconhecidamente carcinognicas para o homem: Aflatoxinas, asbestos, benzeno, benzidina, cloreto de vinila, entre outras Exemplos de substncias provavelmente carcinognicas: Acnlonitrila, formaldeido, slica cristalina, brometo de vinha, entre outros.

AGRESSIVIDADES DOS AGENTES QUMICOS

Teratogenicidade a capacidade que uma substncia tem de desenvolver uma mal formao no embrio (feto) em desenvolvimento. A influncia das substncias qumicas depende da fase da reproduo durante a qual a exposio substncia ocorre. Exemplos de Substncias com potencial teratognico: mercrio, chumbo, cdmio, solventes, inseticidas (pesticidas), agrotxicos, monxido de carbono, lcool, fumo, talidomida.