4d - Anexo K - Exercicios Concreto Armado III e Frmas

  • Published on
    08-Aug-2015

  • View
    25

  • Download
    2

Transcript

  1. 1. 16 CURSO TCNICO DE EDIFICAES PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios www.unipacs.com.br Anexo K - Exerccios da Parte II Estruturas de Concreto Armado e Frmas 105.Quanto classificao de armaduras, quais os trs principais tipos de armaduras para o concreto armado? 106.Como de denomina a armadura responsvel por resistir aos esforos de toro, flexo e normal? 107.A armadura transversal tem por finalidade receber os esforos das foras cortante toro. Na armadura tradicional de vigas e pilares, como identificamos essa pea? 108.Em que situaes utilizamos a armadura de pele? 109.Considerando que a armadura de pele um acrscimo na rea de ao da pea estrutural, podemos considerar essa quantidade a mais de ao para o desempenho das resistncias da armadura longitudinal? 110.As barras de ao conhecidas como porta-estribo, so comumente confundidas com a armadura longitudinal, porm, como se classifica esse tipo de armadura? 111.Qual a menor dimenso permitida para pilares, salvo os casos especiais?
  2. 2. 17 CURSO TCNICO DE EDIFICAES PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios www.unipacs.com.br 112.Segundo a NBR 6118, a espessura mnima das vigas estabelecida em 12cm, exceto viga-parede, que a norma determina espessura mnima de 15cm. Quais as condies mnimas que devem ser atendidas quanto s espessuras de vigas? 113.Em casos especiais, que houver necessidade de pilares com uma das dimenses menores que a permitida, qual a rea mnima de seo que este pilar deve ter? 114.Sobre as lajes nervuradas, como se chamam as duas principais partes da laje? 115.Sobre as lajes nervuradas, qual a posio da armadura principal? E da armadura de distribuio? 116.Qual a espessura mnima da mesa, quando existirem tubulaes maiores de 10mm? 117.Quais os dois principais fenmenos que devem ser verificados quando houver necessidade de furos e aberturas em lajes pr-moldadas ou alveolares? 118.Descreva a importncia das Classes de Agressividade Ambiental para uma estrutura de concreto armado ou concreto protendido.
  3. 3. 18 CURSO TCNICO DE EDIFICAES PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios www.unipacs.com.br 119.Qual o significado de N1, N2, N3, N4, etc, no projeto estrutural de vigas? 120.Complete as lacunas com a nomenclatura correta: 121.Ao que se devem os diferentes espaamentos que podem ser definidos numa nica viga para a armadura transversal de equilbrio geral (estribos)? 122.Defina as 03 principais funes de um sistema de frmas para concreto armado:
  4. 4. 19 CURSO TCNICO DE EDIFICAES PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios www.unipacs.com.br 123.De maneira sucinta, podemos dizer que um molde provisrio que serve para dar ao concreto fresco a geometria e textura desejada, e de , todos os elementos que servem para sustent-lo at que atinja resistncia suficiente para auto suportar os esforos que lhe so submetidos. As palavras que preenchem as lacunas adequadamente so: a) projeto; estrutura b) escoramento; frmas c) frma; cimbramento d) escoramento; escoras remanescentes e) nenhuma das respostas acima 124.Quanto s formas tradicionais, correto afirmar que: a) Usa pregos para fixao; So confeccionadas nos canteiros; Tem montagem e desforma trabalhosas. b) Possui projeto executivo e de produo; Evitam o uso de pregos na montagem; c) Construdas mediante projeto em ambiente fabril; Usam em maior ou menor intensidade acessrios metlicos; d) Facilidade para montagem e desforma; Tem nmero de utilizaes ilimitadas; e) Todas as alternativas acima 125.Sobre o texto: A frma tem uma particularidade nica dentro deste contexto: o que inicia todo o processo, e por isso, passa a ser referncia para os demais, estabelecendo e padronizando o grau de excelncia exigida para toda a obra. correto afirmar: a) O desempenho do sistema de frma exerce forte influncia na qualidade, prazo e custo do empreendimento. b) A frma a nica responsvel pela geometria dos elementos estruturais. c) Uma grande parte das patologias observadas nos edifcios concludos pode ter origem na frma. d) As atividades de montagem da frma so responsveis pelas atividades de maior influencia no prazo de execuo de qualquer empreendimento civil com estrutura em concreto armado ou protendido. e) Todas as alternativas acima 126.Cite 03 vantagens que justificam o uso predominante das madeiras na frma:
  5. 5. 20 CURSO TCNICO DE EDIFICAES PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios www.unipacs.com.br 127.Os objetivos da sistematizao devem estar sempre em destaque e a todo o momento para serem assimilados por todos, conduzidos pelo seu gerente. Quais os 05 objetivos da sistematizao da frma apresentados na apostila: 128.Com base no artigo tcnico apresentado na apostila, a escolha do processo de produo e do sistema de frma definida a partir dos critrios de gerenciamento de todo o empreendimento a ser executado, ou seja, parte das premissas de gesto adotadas pela empresa. Todavia, questes tcnicas so alguns dos principais fatores que definem o sistema de formas. Quais elementos tcnicos voc consideraria para definir um sistema, que atenda as caractersticas fsicas, geomtricas e especificaes da estrutura? 129.Identifique os nomes das peas de cimbramento de um sistema de frmas, preenchendo as lacunas:
  6. 6. 21 CURSO TCNICO DE EDIFICAES PROJETOS ESTRUTURAIS Exerccios www.unipacs.com.br 130.O procedimento de execuo de servio PES a descrio, etapa por etapa, das atividades de produo do sistema, de confeco, de montagem e de desforma. Define a sequncia lgica operacional, pois, faz parte integrante do raciocnio contido no projeto. Como tambm chamado? 131.Considere o texto: O descimbramento operao de retirada dos elementos portantes da frma, e consequentemente da estrutura. Para possibilitar a reutilizao das escoras nas etapas seguintes so retirados prematuramente, porm, no prazo nunca menor que 72 horas com confirmao da conformidade de resistncia aos 3 dias do concreto. Ao retir-los, passamos os esforos atuantes s escoras remanescentes j distribudas. Qual a funo das escoras remanescentes? 132.O procedimento de inspeo de servio PIS a descrio, etapa por etapa, das atividades de inspeo dos servios.As inspees de preparo so as avaliaes e julgamentos que fazem necessrios no incio de cada etapa do servio, cujo objetivo a tomada de deciso de autorizar ou no o seu incio. Devem ser executadas pelo engenheiro de obra, ou na sua impossibilidade, pelo tcnico sob sua responsabilidade, pois ela significa o aceite e recebimento dos servios at aquele momento. Recomenda-se elaborar uma tabela destas inspees (check-list), escolhendo-se os itens mais importantes e relacionando-os em ordem sequencial cronolgica, complementadas com outras definies, tais como: