1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25.

  • Published on
    07-Apr-2016

  • View
    218

  • Download
    3

Transcript

Apresentao do PowerPoint

1

2345678910111213141516

171819202122232425

Se te apetece ler, l.No te distraias com outras coisas.s vezes do-te ganas de ler?Ento, no hesites:Apaga a TV, prepara o teu cantinho preferido e pe mos obra.Isso que Fixe a valer!1Incio23Um nico ato de bondade lana razes em todas as direes.

Informe-se sobre o movimento Pay It Forward, Favores em cadeia em Portugus. J fez um favor hoje?

Incio

No basta aprender a ler e a escrever. preciso ler para compreender. Ler para interpretar.Ler para saber. Para ver. Para ser.Ler para participar.Ler fundamental.Que se leia para se ser mais consciente e mais livre.in Boletim Cultural da Fundao Calouste Gulbenkian2Incio

8Aproveite todas as desculpas para ler histrias aos seus filhos.Ler alto uma forma de fortalecer laos com os seus filhos. A sua voz apazigua-lhes a alma e a fico enriquece-lhes o esprito.Disfrute o momento da leitura e conduza os seus filhos harmonia.Incio

7Ausncia

Num deserto sem guaNuma noite sem luaNum pas sem nomeOu numa terra nua

Por maior que seja o desesperoNenhuma ausncia mais funda do que a tua.

Sophia de Mello BreynerIncio

No devemos mandar ningum ler. melhor sugerir, mostrar aqueles livros que nos parecem os melhores para que os nossos filhos se divirtam e aprendam. Gianni Rodari 5Incio

6Quantas pessoas te amaram? Quantas amaste? Quantas desperdiaste no amor que no tiveste? Porque no basta ser amigo, h que saber s-lo tambm prestar ateno, ter o instinto do que conveniente e amvel.Verglio FerreiraIncio25

24RECEITAEncharcada de NatalIngredientes para a massa: dzia de abraos;1 kg de felicidade;100 g de compreenso;2 pacotes de ternura;1 lata de pacincia;75 g de solidariedade;1 colher de sopa de amor;1 pitada de amizade;P de boa disposio;Beijinhos q. b.Ingredientes para a cobertura:Alegria q. b.;1 pacote de cafon.Modo de preparao:Amasse os abraos, junte a ternura e a compreenso, e envolva com pacincia at clarificar.Depois adicione a solidariedade e o amor e deixe levedar.Incorpore a felicidade batida em castelo. Acrescente o aroma da amizade e, por fim, polvilhe com a boa disposio.Leve ao forno num tabuleiro barrado com beijinhos.Depois de cozida, desenforme e barre com alegria e cafon.

Incio

25A vida... E a gente pe-se a pensar em quantas maravilhosas teorias os filsofos arquitetaram na severidade das bibliotecas, em quantos belos poemas os poetas rimaram na pobreza das mansardas (...). Nisto, ou ento na conta do sapateiro, na degradao moral do sculo, ou na triste pequenez de tudo, a comear por ns.Mas a vida uma coisa imensa, que no cabe numa teoria, num dogma, nem mesmo no desespero inteiro dum homem.A vida o que eu estou a ver: uma manh majestosa e nua sobre estes montes cobertos de neve e de sol, uma manta de panasco onde uma ovelha acabou de parir um cordeiro, e duas crianas - um rapaz e uma rapariga - silenciosas, pasmadas, a olhar o milagre ainda a fumegar. Miguel TorgaIncio

22A leitura uma ferramenta fundamental, no s para o desenvolvimento da personalidade, mas tambm para a socializao, uma vez que um elemento essencial para conviver em democracia e aceder criticamente sociedade da informao.

Plan de Fomento de la Lectura, Ministerio de Educacin, Cultura y Deporte, Gobierno de EspaaIncio

21Visita a livraria ou a biblioteca mais prximas.Conheces a biblioteca mais prxima da tua casa? E a livraria?Tanto uma como a outra so os locais ideais para te dar a conhecer as novidades e recomendar os melhores livros sobre os teus temas preferidos.Incio

Mos

Cncavas de terLongas de desejoFrescas de abandonoConsumidas de espantoInquietas de tocar e no prender

Sophia de Mello Breyner20Incio

9

Incio

O verbo ler, tal como o verbo amar e o verbo sonhar, no admite o imperativo. Sempre aconselhei os meus alunos a largarem os livros que os aborrecem; para no lerem um livro por ser famoso, moderno ou antigo. A leitura deve ser uma das formas de felicidade e no se pode obrigar ningum a ser feliz. Jorge Lus Borges10Incio

11Guarda um momento para ler todos os dias.Depois de comer, antes de ir dormir Qual o teu momento preferido?H tempo para tudo: para estudar, para ler, para estar com os amigosOrganiza-te e reserva um momento calmo para ler o teu livro favorito.Incio

3

1. O direito de no ler.

2. O direito de saltar pginas.

3. O direito de no acabar um livro.Incio

4Viajar pela leiturasem rumo, sem inteno.S para viver a aventuraque ter um livro nas mos. uma pena que s saiba dissoquem gosta de ler.Experimente!Assim sem compromisso,voc vai me entender.Mergulhe de cabea na imaginao! Clarice Pacheco

Incio

19

7. O direito de ler em qualquer lugar.

8. O direito de saltar de livro em livro.

9. O direito de ler em voz alta.

10. O direito de no falar sobre o que se leu.Incio

Duas pessoas ungidas pelo amor tornam-se uma sociedade. Juntas, dividem as tarefas e duplicam os resultados. Se uma cai a outra levanta; se uma fraqueja a outra renova as foras. So duas aves sob o mesmo cu, guarnecendo uma outra, voando unidas rumo ao mesmo norte!Incio Dantas18Incio

12Cada livro, cada volume que vs, tem alma. A alma de quem o escreveu e a alma dos que o leram e viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro muda de mos, cada vez que algum desliza o olhar pelas suas pginas, o seu esprito cresce e torna-se forte.in A sombra do vento, de Carlos Ruiz ZafnIncionull178608.0

Recommended

View more >